Você está na página 1de 11

[2009|2010]

Inquérito Sobre Hábitos Alimentares

[Relatório]
EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

Direcção Regional de Educação do Centro


Agrupamento de Escolas de Lajeosa do Dão - 160428
ESCOLA EB 2,3 PROF. DR. C. MOTA PINTO - 342762
Lajeosa do Dão │ 3460-153 LAJEOSA TND

INQUÉRITO SOBRE HÁBITOS ALIMENTARES

- RELATÓRIO -

Introdução

Enquadrada nas comemorações do Dia Mundial da Alimentação, foi dinamizado


pela Equipa PES a aplicação de um inquérito a todos os alunos da EB 2,3, com o objectivo
de tentar perceber os seus hábitos alimentares.

O Inquérito foi distribuído nas aulas de Estudo Acompanhado e foi respondido por
145 alunos.

Depois de realizado o tratamento dos inquéritos é necessário reflectir sobre os seus


resultados e, se possível, tentar agir no sentido da mudança de hábitos menos correctos
aqui identificados.

Análise

Começaremos por analisar a questão do pequeno-almoço. Todos sabemos a importância


que ele tem, sendo mesmo considerada a mais importante refeição do dia, visto que
precede um largo tempo em que não comemos e antecede um período no qual precisamos
de energia para iniciar mais um dia de trabalho. De salientar que 4 alunos tomam pequeno-
almoço às vezes, 2, raramente e 5 nunca tomam o pequeno-almoço!!! Qual será o
rendimento escolar destes alunos??!!

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 2


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

As questões que estavam relacionadas com o consumo de sopa e saladas,


apresentaram resultados bastante preocupantes. Grande parte dos nossos alunos ainda
não tem o hábito de comer sopa em casa.

Estes resultados são ainda mais alarmantes relativamente ao consumo de sopa na


cantina, pois apenas 23 alunos referirem comer sopa todos dias. A sopa deve ser

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 3


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

consumida todos os dias e, de preferência, ao almoço e ao jantar, pois é uma fonte de


fibras e sais minerais responsáveis pelo bom funcionamento do organismo.

Relativamente ao consumo de salada, os resultados são semelhantes. É notória a


carência de legumes na alimentação dos nossos jovens.

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 4


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

Fomentar o consumo de sopa e saladas terá de ser um dos nossos objectivos


primordiais. Daqui teremos que partir para a acção. Outro erro alimentar muito grave,
evidenciado pelos nossos alunos, é o consumo excessivo de doces (gomas, pastilhas,
rebuçados, …), com as consequências que daí podem advir, nomeadamente no que diz
respeito à obesidade infantil e à cárie dentária. Esta é uma das situações também
merecedora da nossa atenção e para a qual deveremos engendrar uma forma de levar os
alunos a consumir menos esses produtos. É também sabido que na sua composição figura
grande quantidade de aditivos (corantes, conservantes, acidulantes,…) que lhe dão aquele
aspecto e sabor agradáveis, mas que são muito prejudiciais para a saúde.

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 5


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

Tudo o que sabe bem os nossos alunos são apreciadores, não tendo a noção dos
erros alimentares que estão a cometer, comprometendo a sua saúde a médio e longo
prazo. Também quando foram abordados sobre o consumo de salgados: batatas fritas,
chettos,... Os alunos revelaram-se consumidores assíduos.

Quanto à bebida que consomem com mais frequência, felizmente que a maioria
referiu a água. No entanto, podemos considerar preocupante o facto de 42 alunos terem
indicado como bebida mais consumida os refrigerantes.

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 6


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

Mais acutilante ainda, é o facto de o dobro dos alunos mencionar que prefere
refrigerantes à água, pelo que podemos inferir que se tivessem refrigerantes à disposição,
o gráfico anterior seria bem diferente e para pior.

Relativamente às sobremesas, o consumo de fruta é rainha, quanto à preferência,


as opiniões estão mais divididas, existindo grande preferência por gelados e doces.

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 7


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

Outro aspecto de realce é o tempo que os alunos demoram a almoçar, sendo, na


generalidade, muito curto para que possam fazer uma boa mastigação, factor muito
importante para uma boa digestão e manutenção da boa forma do sistema digestivo.

Finalmente, as preferências dos alunos relativamente a novos produtos para o bar


da escola-alunos (Bufete) em nada vêm contribuir para a melhoria dos hábitos alimentares.

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 8


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

Conclusão

As grandes conclusões que podemos tirar deste inquérito é que os nossos alunos
revelam muitos erros alimentares, grande parte dos quais começam em casa.
Existe um consumo exagerado de açúcar, principalmente produtos super-coloridos
e atractivos, carregados de aditivos, que embora não estejam à venda no bar, são
frequentes entre os nossos alunos e muitas vezes em quantidades exageradas. O mesmo
acontece com os produtos salgados.
Os refrigerantes ocupam a preferência de quase metade dos alunos. Como
sabemos estas bebidas contêm grandes quantidades de aditivos, produtos nada
saudáveis.
Não há o hábito generalizado de comer sopa nem salada, tanto em casa como na
cantina, alimentos essenciais para o bom funcionamento do organismo, fornecedores de
grandes quantidades de minerais, importantíssimos no crescimento em geral e na
regulação dos intestinos.
O consumo de fruta também devia ser maior. Apenas seis alunos comem mais de
três peças de fruta por dia.
Um dos grandes problemas que também se verifica é a rapidez com que os alunos
almoçam.

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 9


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

Muitos conseguem almoçar em menos de 10 minutos. É de realçar que a hora da


refeição deve ser calma e tranquila, sem pressas. Uma boa mastigação é essencial para
uma boa digestão. Muitos dos alunos nem mastigam os alimentos.
Os hábitos estão errados e a predisposição para a mudança tem de passar a
existir. Quando questionados sobre produtos que gostariam que existissem à venda no
bar, a preferência passa por “coca-cola, batatas fritas, pastilhas, gomas, pizza, chupas ”.
No meio deste quadro negativo para a saúde, felizmente que alguns alunos
sugeriram que no bar deveriam existir sumos naturais (13) e fruta (12 ) à venda. Pensamos
que devemos tentar satisfazer estas duas últimas referências e fazer uma campanha para
que as outras sugestões desapareçam do quotidiano dos nossos alunos.
Não será tarefa fácil visto que muitos desses nefastos produtos são vendidas no
exterior da escola e bastante perto, pelo que a aquisição é fácil.

Vamos todos colaborar na mudança de hábitos alimentares dos nossos discentes,


em prol de uma sociedade mais saudável.

Nota: O número de respondentes varia de pergunta para pergunta, uma vez que, muitos
alunos deixaram questões em branco, rasuraram ou deram mais que uma resposta, o que,
dada a natureza deste inquérito é descartável.

Lajeosa do Dão, 11 de Janeiro de 2010

A Equipa PES,

____________________________________________
(Maria Nunes dos Santos)

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 10


EB 2,3 prof. Dr. Carlos Mota Pinto 2009/2010

____________________________________________
(Paulo Manuel do Vale Cruz)

RELATÓRIO-HÁBITOS ALIMENTARES | PES 2009/10 11