SISTEMA MUSCULAR

Os músculos são estruturas que movem as partes do corpo por
contração, que é o encurtamento da distância existente entre suas
extremidades, que estão fixadas nos ossos. Além de propiciar o movimento, os
músculos são responsáveis por manter os ossos nos seus devidos lugares e
determinam a postura do esqueleto.
As especialidades das células musculares são contração e relaxamento,
mas também têm como propriedades a irritabilidade, condutividades,
elasticidades e extensibilidade. Essas células, denominadas fibras, são
alongadas e fusiformes. Agrupam-se em feixes para formar os músculos.

TIPOS As células musculares são dependentes do controle do sistema nervoso. que recebe o nome de ventre muscular. As extremidades que são em forma de cilindro ou fita chamam-se tendões. mas é um músculo involuntário. Músculo Estriado Cardíaco – assemelha-se histologicamente ao músculo esquelético. Cada músculo tem seu respectivo nervo motor. Possui estriações transversais. São músculos viscerais. É a parte ativa e contrátil do músculo. 3. além das estriações longitudinais que todos os músculos têm. ESTRIADOS ESQUELÉTICOS Um músculo esquelético característico tem uma parte média e extremidades. Diz-se que o músculo é voluntário. Existem três tipos de músculo: 1. COMPONENTES ANATÔMICOS DOS MM. já as que têm forma laminar são denominadas . 2. Músculo liso – o impulso parte de uma região do sistema nervoso em que o indivíduo não tem controle consciente. isto é. A parte média. predominando as fibras musculares. Encontra-se apenas no coração. é carnosa e vermelha. Músculo Estriado Esquelético – o impulso nervoso transmitido às células musculares é resultante de um ato de vontade. são encontrados nas paredes das vísceras de diversos sistemas do organismo.

 Hiperplasia – aumento do número das fibras musculares (raro). É dessa maneira que o coração expulsa o sangue dos ventrículos e os alimentos movem-se dentro do sistema digestório. formando os músculos.  Hipertrofia – aumento do volume das fibras musculares. Outra função importante é permitir que os músculos deslizem facilmente entre si. exercendo um trabalho de tração. Na contração há um encurtamento do comprimento do músculo e então parte do esqueleto é deslocado.  Perimísio – tecido conjuntivo delgado envolvendo muitas fibras. Tendões e aponeuroses servem para fixar o músculo ao esqueleto. A força do músculo está relacionada com o número de fibras presentes no ventre muscular e a amplitude da contração depende do grau de encurtamento. MECÂNICA Um trabalho mecânico será produzido sempre que o ventre muscular contrair. Na musculatura lisa e cardíaca é produzido um trabalho: a contração reduz o volume ou diâmetro dos órgãos e assim os músculos expelem ou impulsionam seu conteúdo. agrupadas em fascículos. As fibras são capazes de reduzir seu comprimento até quase pela metade.aponeuroses. em razão do deslocamento de alguma parte do corpo.  Epimísio – bainha conjuntiva que envolve vários fascículos. Em cada músculo ela tem uma espessura diferente. .  Endomísio – tecido conjuntivo delgado envolvendo cada fibra. FÁSCIA MUSCULAR Cada músculo é envolvido por uma lâmina de tecido conjuntivo. Ajuda os músculos na contração. denominada fáscia muscular.

B. glúteo máximo]). . com tendões intermediários entre eles. 4.DE ACORDO COM O VENTRE MUSCULAR Músculos que apresentam mais de um ventre muscular. esternocleidomastoideo]) e também naqueles em que a largura e o comprimento se equivalem (músculos largos [Ex. 2. os que têm mais de dois são chamados poligástricos (ex. Fibras Dispostas Circularmente – músculos circulares que rodeiam orifícios e canais. São os músculos bíceps. Fibras Dispostas Paralelamente – encontrada em músculos onde o comprimento predomina (músculos longos [Ex. Encontrados nos membros.: m. Diz-se que são peniformes. digástrico). 3.DE ACORDO COM A INSERÇÃO Músculos que se inserem por mais de um tendão.: m. Fibras Dispostas Obliquamente – músculos em que as fibras são oblíquas em relação aos tendões.DE ACORDO COM A FORMA E ARRANJO DAS FIBRAS A.: m. C.CLASSIFICAÇÃO Existem vários critérios usados na classificação muscular.: m. três ou mais são policaudados (m. Os que apresentam dois ventres são chamados digástricos (ex. extensor longo dos dedos do pé). reto do abdome). 1.DE ACORDO COM A ORIGEM Músculos que se originam por mais de um tendão. tríceps e quadríceps. Se há dois tendões diz-se que são bicaudados.

orbiculares. tanto para regular a rapidez quanto a potência de ação.DE ACORDO COM A AÇÃO Dependendo da ação resultante da contração. supinador. depressores ou abaixadores. adutor. protatores e retratores. rotador lateral. flexor dorsal. pronador. tensores.5. o músculo pode ser chamado de flexor. flexor planar. extensor.  Antagonista – quando um músculo opõe-se ao trabalho de um agonista. dilatadores.  Sinergista – quando um músculo atua eliminando algum movimento indesejado que poderia ser produzido pelo agonista. esfíncteres. CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL  Agonista – quando um músculo é o executor de um movimento. rotador medial. . levantadores ou elevadores.