Você está na página 1de 3

Instituto Politécnico de Setúbal

Escola Superior de Educação

Ficha de Leitura

Referência bibliográfica: Costa, Maria Armando, Diversidade


Linguística na Escola Português, Projecto Diversidade Linguística na
Escola Portuguesa (ILTEC)

Sistematização das ideias do texto:

• Tema: Compreensão e produção da linguagem verbal.


• Assunto: O texto trata dos diferentes processos inerentes à
produção e à compreensão linguística.
• Resumo: A compreensão e a produção verbal são meios que
permitem a comunicação e que dependem de factores de
ordem neurofisiológica, cognitiva e física. Ambos utilizam o
mesmo material verbal, isto é, os mais variados sons,
palavras, frases, enunciados, entre outros; diferenciando-se nos
processos que utilizam, sendo o processo de descodificação
de informação verbal o utilizado na compreensão, e o processo
de codificação, na produção. Algumas restrições são
apresentadas aquando da comunicação, independentemente do
modo físico escolhido, seja ele acústico ou visual. Exemplos
disso são a afasia Wernicke e a afasia de Broca, que afectam
fortemente as capacidades comunicativas. Por um lado, no
primeiro caso, as capacidades de compreensão são as
afectadas, transmitindo-se num discurso pobre ou vazio de
conteúdo; por outro, no segundo exemplo, verificam-se
perturbações na produção, perceptíveis numa articulação
esforçada e num discurso telegráfico agramatical.
No que toca à compreensão esta implica não só conhecimento
linguístico, apoiado pelas capacidades perceptivas,
capacidades de atenção e memória como, também, é
dependente da organização do material lexical e do uso do
conhecimento, da experiência e da cultura individual.

U.C.: Aquisição da Linguagem Ana Rita Martinho LEB 2B


Instituto Politécnico de Setúbal
Escola Superior de Educação

O material verbal, uma vez interpretado, automaticamente


transforma o conhecimento semântico tornando-o mas rico e
completo.
Já a produção linguística está inerente a processos cognitivos e
linguísticos, desde o seu planeamento à respectiva produção,
assim como, ao léxico mental, fulcral a este acontecimento.
Tanto a compreensão como a produção aplicam-se em dois
campos distintos: a oral e a escrita. As pistas linguísticas na
compreensão oral são muito reduzidas, sendo a entoação um
ponto determinante, ao revelar as mais variadas pistas
prosódicas ao ouvinte, assim como o ritmo imposto pelo
falante, um factor igualmente importante. Na escrita, pelo
contrário, a pontuação é a que serve de auxílio à compreensão
do leitor.
Na produção oral, os processos a ela inerentes ocorrem quase
em simultâneo e são bem mais visíveis aquando da sua
produção, sendo exemplo disso, as trocas de sílabas, as
hesitações, os lapsos, etc. Em contradição, a produção escrita
além de ter um ritmo próprio, não apresenta praticamente o
caminho seguido até à chegada do produto final.
Desta forma é possível afirmar que apesar de todas as
diferenças apresentadas à produção e compreensão verbal,
ambas implicam um bom conhecimento linguístico, a gestão
adequada dos recursos cognitivos relativos ao processamento
de informação e conhecimento cultural linguístico, de forma a
que a sua realização seja possível e perceptível a todos.

Reflexão pessoal sobre a temática:

Comentário: Ao contrário dos textos trabalhados em contexto


sala de aula, este apresentou-se com uma linguagem mais
científica, o que limitou o espaço de manobra aquando da
elaboração do resumo.

U.C.: Aquisição da Linguagem Ana Rita Martinho LEB 2B


Instituto Politécnico de Setúbal
Escola Superior de Educação

Apesar do texto ter sido de fácil leitura e interpretação, exigiu


da minha parte, sucessivas leituras de forma a conseguir obter
uma melhor compreensão e reflexão do tema abordado.
A construção do resumo foi um pouco demorosa e trabalhosa
ao ,inicialmente, sentir dificuldades em me desprender do texto
original.
Finalmente, após ter apreendido e assimilado as ideias chave
do texto, consegui compreender verdadeiramente os processos
inerentes às actividades comunicativas. Algo que é inato aos
indivíduos, que acontece automaticamente, na verdade
apresenta processos bastante complexos que dependem de
factores de várias ordens.
Este texto apresentou-se, assim, extremamente interessante e
importante ao dar-me a conhecer um ponto científico de algo
tão banal como a produção e compreensão de informação
verbal, utilizada diariamente por todos nós na comunicação.

O que já sabia: Penso que o pouco que sabia deste tema diz
respeito aos aspectos mais gerais, ou seja, que a produção e a
compreensão são actividades de comunicação e que ambas
dependem de vários factores.

O que não sabia: Não sabia quais os processos utilizados à


realização da produção e compreensão e quais as restrições
que a afasia de Wernicke e de Broca implicavam.

U.C.: Aquisição da Linguagem Ana Rita Martinho LEB 2B