Você está na página 1de 8
Agrupamento de Escolas Venda do Pinheiro Escola Básica Venda do Pinheiro Ficha de avaliação de

Agrupamento de Escolas Venda do Pinheiro Escola Básica Venda do Pinheiro Ficha de avaliação de Português 6.º ano

Nome

Turma

Data

Classificação

Profª

Enc.

1.ª PARTE

Lê, com muita atenção, o texto A e responde ao que te é pedido, seguindo as orientações que te são dadas.

5

10

15

20

25

30

TEXTO A

Um novo interesse

Adquiri um novo interesse na escola. Nada ti- nha a ver com o estudo mas refletiu-se nele. Desde o começo das aulas eu havia reparado na Júlia. Não que ela fosse a menina mais

bonita da aula. Olhando bem era até um bocadi- nho gorda para além da conta. Mas, quando sorria, a Júlia como que brilhava. O sorriso era grande, abria-se no rosto, tomava-o todo. Eu achava que nunca vira ninguém sorrir assim.

Olhava a menina de longe, desejando aproxi- mar-me, ser amigo dela, mas sem coragem. Um dia ela procurou-me para perguntar qualquer coi- sa. E sorriu só para mim. Desde então passei a desejar vê-la sorrir e a procurar agradar-lhe com

palavras e pequenos presentes. Guardava para a Júlia a fruta mais bonita, uma flor, um desenho e até um lápis grande, diferente de todos os que a avó Lídia me dera. Achava sempre alguma coisa para perguntar à menina e tinha sempre uma

resposta comprida para as perguntas dela. A Jú- lia aceitava os meus presentes e às vezes

retribuía-os. Começava a pensar que tinha arranjado uma amiga. Não lhe falava de tudo, procurava mostrar-lhe o meu lado melhor. Não podia competir com os outros nos desportos. Então, para ser notado pela nova amiga, estudei mais, esmerei--

me nos trabalhos de casa, li histórias para ter que lhe contar e mostrar. E certa vez alguém perguntou se éramos namorados. Tive um susto alegre e fiquei a interrogar-me. Namorados? Será que éramos? Teria eu encontrado uma namorada? Quem sabe se era verdade? Mas não me decidia a perguntar à Júlia. Talvez ela também não soubesse se éramos ou não namorados e talvez se zangasse comigo.

se éramos ou não namorados e talvez se zangasse comigo. Achei melhor guardar a dúvida em

Achei melhor guardar a dúvida em segredo.

Ilsa Lima Monteiro, Abram a Porta ao Meu Pai, Ed. Caminho

Responde às seguintes questões.

1. Classifica o narrador quanto ao tipo.

a. participante.

b. não participante.

1.1. Justifica por palavras tuas.

2. A expressão “a fruta mais bonita” (linha 16) está associada a uma

a. sensação olfativa.

b. sensação gustativa.

c. sensação visual.

d. sensação tátil.

3. A que “novo interessese refere o narrador no 1.º parágrafo?

4. Como procurou o narrador agradar à Júlia? (Refere duas das suas estratégias.)

5. Esta paixão pela Júlia teve efeitos negativos ou positivos nos estudos do narrador? Transcreve do texto uma frase que comprove a tua resposta.

6. Na tua opinião, por que razão alguém terá perguntado se a Júlia e o narrador eram namorados?

7. Que sentimento (ou sentimentos) impediam o narrador de perguntar à Júlia se ela queria ser sua

namorada?

8. Identifica o seguinte recurso expressivo “quando sorria, a Júlia como que brilhava(linhas 6-7.)

TEXTO B

TEXTO B 3

Lê, com muita atenção, o texto B e responde ao que te é pedido, seguindo as orientações que te são dadas.

1. Preenche a grelha com as informações necessárias referentes ao cartaz (texto B).

a.

Título da peça de teatro

b.

Nome da companhia de teatro

c.

Local das representações

d.

Período de tempo em que a peça vai estar em cena

e.

Destinatários do espetáculo

f.

Horário das sessões

g.

Nome do encenador da peça

2.ª PARTE

Consulta, quando necessário, o texto A e responde ao que te é pedido sobre gramática.

1. Agrupa as palavras da coluna da direita no local correto da tabela.

Palavras com…

Ditongo oral

Ditongo nasal

Dígrafo

não

refletiu

fosse

aulas

sorriso

também

2. Classifica as palavras apresentadas quanto ao número de sílabas, colocando um X no local correto da tabela.

Classificação quanto ao número de sílabas

Monossílabo

Dissílabo

Trissílabo

Polissílabo

a.

flor

b.

fruta

c. namorados

3. Classifica as palavras apresentadas quanto à posição da sílaba tónica, colocando um X no local correto da tabela.

Classificação quanto à posição da sílaba tónica

Aguda

Grave

Esdrúxula

a. avó

b. histórias

c. segredo

4. Seleciona no quadro prefixos ou sufixos adequados para acrescentares às bases apresentadas e formares novas palavras.

a.

interesse:

b.

ver:

c.

gorda:

d.

coragem:

e.

flor:

f.

desporto:

Prefixos

 

Sufixos

 

-oso

-ura

des-

im-

pré-

re-

in-

-ista

-ivo

-eiro

5. Como classificas as novas palavras que obtiveste no ponto 4, quanto ao seu processo de formação?

6. Classifica as palavras destacadas na coluna da esquerda, assinalando com X, na coluna corres- pondente, a classe gramatical a que pertencem.

 

Nome

Verbo

Adjetivo

Determinante

Pronome

a.

a Júlia como que brilhava”

         

b.

uma resposta comprida para as perguntas”

         

c.

Um dia ela procurou-me”

         

d.

Achava sempre alguma coisa”

         

e.

o meu lado melhor”

         

7. Identifica os tipos das frases:

Teria eu encontrado uma namorada?” - Vem passear comigo!

8. Refere o nome do sinal de pontuação que

a) assinala o início de cada

b) representa uma hesitação ou uma

3.ª PARTE

Há pessoas que marcam a nossa vida e que, por isso, nunca esquecemos. Escreve um texto narrativo (de 140 a 200 palavras) no qual relates um episódio real ou imaginado, vivido na companhia de alguém especial e com quem tenhas aprendido algo importante.

• No teu texto, deves:

incluir um título adequado;

localizar a ação no tempo e no espaço;

descrever as pessoas;

referir o que aprendeste,

expressar sensações;

expressar sentimentos.

Não te esqueças de seguir as etapas da planificação, textualização e revisão.

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

5

CORREÇÃO DA FICHA DE AVALIAÇÃO

10

1ª PARTE

TEXTO A

1.

e 1.1 - O narrador é participante, porque participa na história que conta e o texto está narrado

na primeira pessoa.

2. c) Sensação visual.

3. O “novo interesse” refere-se a Júlia.

4. O narrador tentou agradar-lhe com palavras e pequenos presentes.

5. A paixão teve efeitos positivos nos estudos do narrador: “…estudei mais, esmerei-me nos

trabalhos de casa…”.

6.

Alguém terá dito que eram namorados, porque eles conversavam muito um com o outro,

trocavam de olhares, de prendas e de sorrisos.

7. O sentimento que o impedia de perguntar se ela queria ser sua namorada era a timidez.

8. O recurso expressivo é a comparação.

 

TEXTO B

a. A Menina que Detestava Livros

b. Umbigo

c. Auditório Natália Correia, no Centro Cultural de Carnide

d. Desde 19 de novembro a 17 de dezembro

e. É para maiores de 4 anos.

f. 16 horas

g. Rogério Paulo

5

2ª PARTE

1.

Ditongo oral: refletiu; aulas

Ditongo nasal: não; também Dígrafo: fosse; sorriso

2.

a.

monossílabo;

b.

dissílabo;

c.

polissílabo.

3.

a.

aguda;

b.

esdrúxula;

c.

grave.

4.

a.

desinteresse / interesseiro;

b.

rever / revista;

c.

gordura;

d.

corajoso;

e.

florista;

f. desportista

5. São palavras derivadas.

6.

a.

Nome;

b.

Adjetivo;

c.

Pronome;

d.

Verbo;

e.

Determinante.

7.

a.

Interrogativo;

b.

Imperativo.

8.

a.

travessão;

b.

reticências.

10