Você está na página 1de 7
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL I NSTITUTO DE G EOCIÊNCIAS Departamento de Geodésia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS

Departamento de Geodésia

GEO 05501 - TOPOGRAFIA I

Profa. Andréa Jelinek

EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1

-

GABARITO

OBS: Os desenhos não estão em verdadeira grandeza, são apenas esquemas ilustrativos.

SOLUÇÃO DA QUESTÃO 1:

23º40’SE 156º20’ 45º50’SW 225º50’ 58º20’SW 238º20’ 34º50’NW 325º10’ 49º56’33”NW 310º03’27” 36º29’48”SE 143º30’12” 39º47’13”SW 219º47’13”

SOLUÇÃO DA QUESTÃO 2:

270º50’ 89º10’ NW 349º20’ 10º40’ NW 28º40’ 28º40’ NE 180º00’ 0º00’ S 201º19’38” 21º19’38” SW 270º47’42” 89º12’18” NW 159º00’23” 20º59’37” SE

A primeira coisa a se fazer é transformar o rumo verdadeiro em azimute verdadeiro, conforme pode ser visto na figura abaixo:

NV NM RM RV= 4º35' 8º11' AzM
NV
NM
RM RV=
4º35'
8º11'
AzM

No quadrante NW: Az = 360º - R, então Az V = 360º - R V Az V = 360º - 4º35’ Az V = 355º25’

A seguir, calculamos o azimute magnético a partir da seguinte equação:

Az

V = Az M - DM

Az

M = Az V + DM = 355º25’ + 8º11’

Az

M = 3º36’

SOLUÇÃO DA QUESTÃO 3:

No esquema abaixo, vêm-se as posições relativas dos meridianos (verdadeiro e magnético) e do alinhamento dado:

13º30' NV NM 13º30' RM = 84º30' SM SV RV
13º30'
NV
NM
13º30'
RM
= 84º30'
SM
SV
RV

A primeira coisa a se fazer é transformar o rumo magnético em azimute magnético:

No quadrante SW, Az = 180º + R, então Az M = 180º + R M = 180º + 84º30’ Az M = 264º30’

Em seguida, pode transformar o azimute magnético em azimute verdadeiro, através da

equação:

Az V = Az M – DM

Az

V = 264º30’ – (- 13º30’)

Az

V = 278º

Por fim, transforma-se o azimute verdadeiro em rumo verdadeiro:

No quadrante NW, R = 360º - Az, então R V = 360º - R V = 360º - 278º R V = 82º NW

SOLUÇÃO DA QUESTÃO 4:

Intervalo decorrido: 1947 – 1945 = 2 anos

Variação da declinação magnética: 2 x 0º8’ = 0º16’ para E, no citado período, então, a declinação magnética em 1947 é de: 1º40’ + 0º16’ = 1º56’ E

A primeira coisa a se fazer é transformar o rumo magnético em azimute magnético:

No quadrante SE: Az = 180º - R, então:

Az M = 180º - R M = 180º - 45º15’ Az M = 134º45’

Em seguida calcula-se o azimute verdadeiro a partir da equação:

Az V = Az M - DM

Az V = 134º45’ - (- 1º56’) Az V = 136º41’

Em seguida, podemos obter o rumo verdadeiro:

No quadrante SE: R = 180º - Az então, R V = 180º - Az V = 180º - 136º41’ R V = 43º19’ SE

Poderia, ainda, ser resolvido da seguinte maneira:

Nv NM 1º56’ Rv 1º56’ 45º15’ Sv SM
Nv
NM
1º56’
Rv
1º56’
45º15’
Sv
SM

SOLUÇÃO DA QUESTÃO 5:

Intervalo decorrido: 2003 – 1977 = 26 anos Variação da declinação magnética: 26 x 0º11’ = 4º46’ para W, no citado período, então, a declinação magnética em 1977 é de: 13º00’ - 4º46’ = 8º14’ W O rumo magnético em 1977, conforme pode ser visto na figura abaixo, é:

R M = 80º15’ – 8º14’ R M = 72º01’ NW

NM Nv RM 8º14’ RV= 80º15'
NM
Nv
RM
8º14’
RV= 80º15'

SOLUÇÃO DA QUESTÃO 6:

Intervalos decorridos: 1990 – 1968 = 22 anos 1996 – 1990 = 6 anos

Variações da declinação magnética: 22 x 0º06’ = 2º12’ para W 6 x 0º06’= 0º36’ para W

DM (1968) = 13º12’W – 2º12’W = 11º W DM (1996) = 13º12’W + 0º36’W = 13º48’W

Nv NM(68) NM(96) 11º 13º48' (68) = 32º10' RM RM (96)
Nv
NM(68)
NM(96)
11º
13º48'
(68) = 32º10'
RM
RM
(96)

Conforme pode ser visto na figura abaixo, podemos calcular o rumo magnético para o ano de 1996 conforme pode ser visto na figura abaixo:

Variação da declinação: 13º48’ – 11º = 2º48’ R M (1996) = 32º10’ – 2º48’ R M (1996) = 29º22’ NW

Conforme pode ser visto na figura abaixo podemos calcular o rumo verdadeiro da seguinte forma:

Nv NM 13º48' RV RM= 29º22'
Nv
NM
13º48'
RV
RM= 29º22'

R V = 29º22’ + 13º48’ R V = 43º10’ NW

SOLUÇÃO DA QUESTÃO 7:

O

rumo magnético atual, que é o valor procurado, será obtido em função da variação

da

declinação magnética ocorrida no período, como se vê na figura abaixo:

Nv NM(40) NM(atual) 10º02" (40) = 25º27' RM 15º30' RM (atual)
Nv
NM(40)
NM(atual)
10º02"
(40) = 25º27'
RM
15º30'
RM
(atual)

Variação da declinação magnética: 15º30’ – 10º02’ = 5º28’

Rumo magnético atual: 25º27’ – 5º28’ = 19º59’ NW

SOLUÇÃO DA QUESTÃO 8:

Neste caso, não se conhece o valor da declinação magnética do local à época da demarcação (1931), tem-se que calcular a variação do seu valor, ocorrida no período, através de sua variação média anual (0º10’). Teremos, portanto:

Intervalo decorrido: 1973 – 1931 = 42 anos

Variação da declinação magnética: 42 x 0º10’ = 420’ = 7º00’ para W, no citado período, como se vê na figura abaixo:

NM (31) NM (73) (31) = 25º30' 7º RM RM(73)
NM (31)
NM (73)
(31) = 25º30'
RM
RM(73)

Rumo magnético em 1973: 25º30’ – 7º00’ = 18º30’ NW