DESENVOLVIMENTO COGNITIVO

:
Estádios de desenvolvimento cognitivo - Jean Piaget (Stanhope e Lancaster, 1999)

Socialização/Cognição:
1 mês:
- Olha intencionalmente a face do pai/mãe quando ele/ela conversa com a criança.
- Em situação de interacção mantém-se vigil
- Pára de chorar quando lhe falam, o seguram pelos braços ou lhe pegam ao colo.
- Estabelece longos períodos de interacção com a mãe, sobretudo antes e durante a
refeição, interpondo sorrisos, vocalizações, imitações faciais e mostrando bem-estar.
2 Meses
- Demonstra sorriso social em resposta a diversos estímulos
- Mostra prazer com as interacções especialmente com cuidados primários

.Pode reconhecer faces e objectos familiares. os pais.Excita-se ao ouvir passos .Segura o biberão ou o seio com ambas as mãos .Oscilações frequentes de humor – do choro para o riso com pouca ou nenhuma provocação 7 Meses . mas pode apresentar oscilações de humor rápidas . grita.Mostra interesse por estímulos estranhos .É capaz de discriminar pessoas estranhas das da família .Demonstra expectativa em resposta à repetição do estímulo 8 Meses . .Aprecia a interacção social com as pessoas .Demonstra desgosto por alimentos.Crescente temor de estranhos.Apresenta gostos e aversões definidas .Responde à palavra “não” .Procura por pouco tempo um objecto que caiu (começa a permanência do objecto) . torna-se aborrecida quando fica sozinha .Descobre partes do corpo 6 Meses .Mostra excitação com o corpo.Demonstra considerável interesse pelas circunvizinhanças .Começa a mostrar memória 5 Meses -Sorri para a imagem no espelho .Reconhece os pais. quando amamentada ao seio .Exibe agressividade oral na mordedura e por embocadura . de trocar de fraldas . respira profundamente .Imita actos e ruídos simples .. mantendo os lábios fechados .3 Meses .Mostra consciência acerca de situações estranhas 4 Meses .Não gosta de se vestir.Brinca de forma mais entusiasta.Tenta chamar a atenção ao tossir ou roncar . começa a temer as pessoas estranhas . principalmente da mãe.Prevê a alimentação quando vê o biberão ou a mãe.Requer atenção ao fazer alvoroço.Ansiedade crescente em relação à perda dos pais.Começa a imitar (tosse. mostra sinais de medo quando a mãe desaparece . como o biberão.Brinca de esconde-esconde .Estica os braços para ser pega . e medo de estranhos .Pára de chorara quando a mãe entra no quarto .Ri quando a cabeça é escondida . protrusão da língua) .Vocaliza o desgosto quando o objecto é tirado das mãos .Conforta-se a si mesmo .

1999) .Experimenta alegria e satisfação quando uma tarefa é dominada .Mostra crescente interesse em agradar aos pais .Inibe o comportamento perante o comando verbal do “não-não” ou o próprio nome .Coloca braços diante da face para evitar que ela seja levada 10 Meses . mas procura apenas onde o objecto foi visto pela última vez .Demonstra independência ao alimentar-se . mas não o larga .Repete acções que atraem atenção e provocam riso .Brinca com jogos de socialização .Olha e acompanha figuras num livro 11 Meses .Começa a mostrar os medos de ir para a cama e de ficar sozinha .Eric Erikson (Stanhope e Lancaster.Mostra emoções como ciúme.Demonstra independência ao vestir-se .Acena para dizer adeus DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL: Estádios de desenvolvimento do eu .Reage às restrições com frustrações . afeição (dá beijos e abraços quando solicitado).Prevê gestos corporais quando ouve uma rima infantil ou uma história está a ser contada .Imita expressões faciais . quando solicitado .9 Meses .Faz sinal de adeus .Gosta de ambientes familiares e explora longe dos pais .Balança a cabeça para “não” 12 Meses .Procura por um objecto mesmo quando este está escondido.Participa em brincadeiras interactivas como o esconde-esconde . agarra-se aos pais .Reage à raiva do adulto.Rola objectos para outra pessoa. chora quando ralham consigo .Fica com temor em situações estranhas.Oferece o brinquedo para outra pessoa. raiva e medo .

DESENVOLVIMENTO MORAL: (Kohlberg) TODAS AS IDADES Kohlberg através de investigações e dilemas morais realizados às crianças resolveu propor uma teoria acerca do desenvolvimento moral dividindo da forma acima apresentada. .