Você está na página 1de 27

Área de Projecto

Portefólio – 1º Período

Projecto desenvolvido por:

Ana Cruz, n. 1
Ana Morais, n. 4
Mariana Dias, n. 15
Patrícia Cruz, n. 17

12º D

2009/2010

Orientadora: Mª dos Anjos Poeira


Ser
Português …
Portugal no
Mundo
Portugal visto pelos Portugueses:
Culturas e Tradições
Sumário
Constituição do Grupo
 Fundamentação do Tema
 Fundamentação do Subtema
 Plano de Projecto - contextualização
 Intervenientes e Interdisciplinaridade
 Objectivos gerais
 Objectivos específicos
 Actividades a desenvolver
 Distribuição de tarefas
Viagem Cultural a Lisboa
3
Constituição do Grupo

Ana Morais

Ana Cruz

Mariana
Dias Patrícia Cruz

4
Grupo 2 – “As Borregas”

5
Ser
Português
no Mundo...

6
Contextualização do Tema

Ser Português no Mundo…


O que será? Quais são os seus
símbolos? Quais as tradições
características? Como é que a cultura
e as tradições portuguesas são vistas
no Mundo? E a Cultura?!...

7
Contextualização do Tema

São estas as questões às quais tentamos responder, mas


por serem tão exigentes, isto é, por se apresentarem tão
complexas, não conseguimos obter uma resposta.
 A magia, a mística e o simbolismo que envolvem o nosso
país são de tal maneira fascinantes e cativantes que
despertam em nós um profundo desejo de remontar às
origens e raízes do nosso Portugal profundo.

8
Portugal visto pelos
Portugueses:
Culturas e Tradições

9
Contextualização do Subtema
 Não obstante a actualidade estar a ser invadida pela
tecnologia, obteremos com este trabalho uma ideia de
como as culturas e as tradições ainda estão presentes nas
nossas vidas sendo, extremamente, urgente preservá-las.

 Alunas do 12º ano de Línguas e Humanidades,


interessadas e motivadas com o progresso do Mundo e do
próprio país, pretendemos mostrar como os “outros”
membros da sociedade vêem os portugueses no Mundo.
10
Plano Projecto
 Para quem?
Este projecto é dirigido a todas as pessoas da
comunidade escolar, incluindo docentes, alunos,
auxiliares educativos, pais, Encarregados de
Educação...
E, para além disso, pretendemos que se estenda
a todas as pessoas que fazem parte desta vasta
comunidade portuguesa.

11
Plano Projecto
 Quais o recursos materiais e financeiros?
Ao longo deste ano lectivo, iremos necessitar de
diversos recursos. Alguns serão recursos digitais (PC’s;
DVD’s; CD’s e ferramentas e programas informáticos...) e
recursos de informação (livros, enciclopédias, jornais,
revistas...)
A nível financeiro, ainda não temos uma noção do
dinheiro que iremos gastar. No entanto, pensamos que, no
máximo, gastaremos aproximadamente100 euros.

12
Plano Projecto
 Onde?

Este projecto vai decorrer na sala de aula ou em


contexto extra-aula para a dinamização do espaço escolar.
Ou também em deslocações, como é o caso da ida a Lisboa

No final, o nosso produto final irá ser apresentado no


CISE – Centro de Interpretação da Serra da Estrela,
localizado na cidade de Seia.

13
Plano Projecto
 Quanto tempo?

Teremos que despender imenso tempo na realização deste projecto.


Irá ser realizado ao longo do ano, incluindo avaliações periódicas.

1º P - iniciámos a elaboração do portefólio e decidimos ir a Lisboa em


busca de alguns aspectos da cultura portuguesa.

2º P - começaremos com a realização de todo o trabalho científico e


algumas actividades propostas no início do ano lectivo.

3º P - iremos realizar todas as restantes actividades, para assim pudermos


começar a elaborar a apresentação final, onde será integrada uma síntese
de todo o trabalho desenvolvido ao longo do ano.

14
Plano Projecto
 Como avaliar?
A avaliação entre o grupo irá ser feita através dos
relatórios individuais, bem como a avaliação das
actividades que também constarão nos relatórios.
Já, a avaliação final de período será da inteira
responsabilidade da nossa orientadora, a docente
Maria dos Anjos Poeira.

15
Intervenientes/Interdisciplinaridade
 Grupo de trabalho  História A
 Orientadora Mª
dos Anjos Poeira
 Geografia
 Professora de  Português
História A  E.M.R.C
 Professora de
Português/
Coordenadora da
B.E.
16
Objectivos Gerais
 Iremos realizar este trabalho com o objectivo de
sensibilizar todos os cidadãos portugueses para darem
mais valor à pátria/nação onde estão inseridos.
Queremos despertar o interesse da população em geral,
mas sobretudo dos jovens, para o conhecimento da
cultura e da história do nosso país.
 Logo, desejamos de uma maneira geral, dar a conhecer
tudo o que envolve a grande e possante palavra
Portugal.
17
Objectivos Específicos
 Apresentar um conceito abrangente de Cultura e
Tradição.
 Explicar a evolução da Cultura Portuguesa em
diversos contextos.
 Conhecer e perceber a cultura portuguesa e aquilo
que as pessoas sabem sobre a mesma.
 Sensibilizar a população para a preservação das
tradições locais que enriquecem a cultura portuguesa.

18
Objectivos Específicos
 Conhecer a relação da população com a cultura
do seu país.
 Possibilitar a mudança do interesse das pessoas
pela sua cultura.
 Apresentar várias tradições portuguesas.
 Enumerar símbolos identificativos da cultura
portuguesa.

19
Actividades a desenvolver
 Dias culturais na escola (nomeadamente
referentes a tradições musicais, gastronómicas,
artesanato, folclore…);
 Elaboração de roteiros turísticos (sugestões);
 Elaboração de questionários a diferentes sectores
etários, com o objectivo de testar o que a
população portuguesa sabe sobre a sua cultura;

20
Actividades a desenvolver
 Reportagens e entrevistas locais (tradições
académicas – Coimbra; tradições musicais,
gastronómicas e culturais – Lisboa; tradições
gastronómicas e culturais – Porto; tradições locais
e artesanato – Seia…);
 Recolha (virtual) de tradições/símbolos
característicos pelas várias regiões do país e
elaboração de uma exposição na escola;
21
Actividades a desenvolver
 Tentativa de realização de entrevistas
virtuais com personalidades
características e representativas da nossa
cultura;
 Palestras sobre a cultura e as várias
vertentes tradicionais de Portugal.

22
Distribuição de Tarefas

Ana Carolina Martins da Cruz

 Completar gradualmente e à vez o diário de bordo;


 Elaboração da auto-caracterização e caracterização geral do
grupo;
 Elaboração da caracterização da Patrícia Cruz;
 Tratamento e ultimação de todos os pormenores relacionados com
a visita a Lisboa;
 Elaboração da planificação do projecto;
 Assistência em todo o trabalho.
23
Distribuição de Tarefas
Ana Margarida Fernandes Morais

 Completar gradualmente e à vez o diário de bordo;


 Elaboração da auto-caracterização e caracterização geral do
grupo;
 Elaboração da caracterização da Carolina Cruz;
 Tratamento do aspecto gráfico do Portefólio;
 Elaboração da planificação do projecto;
 Assistência em todo o trabalho.

24
Distribuição de Tarefas
Mariana Ferreira Lopes Dias

 Completar gradualmente e à vez o diário de bordo


 Elaboração da auto-caracterização e caracterização geral do
grupo;
 Elaboração da caracterização da Ana Morais;
 Recolha de informações de museus e actividades culturais para a
visita a Lisboa;
 Elaboração da planificação do projecto;
 Assistência em todo o trabalho.

25
Distribuição de Tarefas

Patrícia Alexandra Saraiva da Cruz

 Completar gradualmente e à vez o diário de bordo


 Elaboração da auto-caracterização e caracterização geral do
grupo;
 Elaboração da caracterização da Mariana Dias;
 Levantamento de ideias sugestivas para actividades a
desenvolver ao longo do ano;
 Elaboração da planificação do projecto;
 Assistência em todo o trabalho.

26
27