Você está na página 1de 1

QUINTA-FEIRA, 21 DE JANEIRO DE 2010

B2 ECONOMIA O ESTADO DE S.PAULO

CELSO MING
celso.ming@grupoestado.com.br

O rombo vai aumentar


rombonascontasex- terais (que são, por exemplo, US$ 45,6 bilhões (alguma coisa seriagrandeporquecapitaisdes- forme apontam as projeções do Confira

O ternas do Brasil em
2009foimaiordoque
oesperadoe vaicres-
cer substancialmen-
te tanto em 2010 como em 2011.
Emprincípio,nadahádeerra-
do nisso, desde que a qualidade
aqueledinheiroqueasfamíliasre-
cebemoumandamdeouparapa-
rentes que estão no exterior).
Quando são negativas, ou se-
ja, quando tem mais dinheiro
saindo do que entrando, as Con-
tasCorrentesrefletem maiscon-
em torno de 2,5% do PIB).
Osalarmistasjáestãoperden-
doosonoporqueselembramdos
tempos em que o Brasil quebrou.
Nãoéocasodeagora.Umrombo
nasContas Correntes nãoé ruim
emsimesmo.Dependedecomoé
sa natureza são bichos espanta-
dosquefogem aoprimeiroruído.
Mas, se for coberto com entrada
derecursosdelongoprazo,espe-
cialmente por Investimento Es-
trangeiro Direto (IED), que vem
para ficar, certamente não deve
BC. (Veja o gráfico no Confira.)
Tambémnãofoidesprezívela
aplicação estrangeira em ações
de empresas brasileiras. Em
2009,atingiuUS$37,1bilhões,vo-
lume que poderá aumentar em
2010, porque o Brasil é uma das
APOSTA ESTRANGEIRA
ENTRADA LÍQUIDA DE INVESTIMENTO
ESTRANGEIRO DIRETO (EM BILHÕES DE DÓLARES)

45,1

34,6
dofinanciamentodessedéficitse- sumo do que capacidade de pou- coberto. Se fosse financiado com levantar preocupações imedia- poucas economias relevantes
25,9
ja adequada. Mas, para avaliar pança.Éissoqueestáacontecen- recursos de curto prazo, o risco tas.Lánafrente,quandoessesre- queapresentarácrescimentosu-
melhor as consequências, isso doagora.Ográficomostraocom- cursos produzirem resultados, perior a 5% ao ano. 18,1 18,8
15,1
tem de ser trocado em miúdos. portamento das Contas Corren- estarão dando origem a novas Para fechar essa equação 10,1
ROMBO EXTERNO
Primeiramente, o conceito. tes durante o governo Lula. despesas do País, com remessas com mais segurança seria preci-
Contas Correntes do Balanço de No ano passado, o déficit em Saldo nas Contas Correntes delucros.Noentanto,seaecono- socontrolarduasvariáveis.Apri-
EM BILHÕES DE DÓLARES 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
Pagamentos de uma economia é ContasCorrentesfoideUS$24,3 mia continuar equilibrada e pre- meira tem a ver com o desempe- FONTE: BANCO CENTRAL INFOGRÁFICO/AE
o pedaço da contabilidade exter- bilhões (1,6% do PIB), menor do 14,0 13,6 visível (o que vai depender do nho da economia mundial. Uma
11,7
na de um país que registra paga- queode2008,quefoideUS$28,2 comportamento das contas pú- recaídanacrise,porexemplo,po- É o mercado interno – O inves-
mentos e recebimentos com o bilhões (1,7% do PIB). Mas foi 4,2 blicas), esses investimentos con- deria azedar o jogo econômico. timento estrangeiro procura
1,6
0
restodomundo.Englobamosre- maisaltodoqueoesperado.Para tinuarão crescendo. Aoutraéoriscoeleitoral.Nin- oportunidades no mercado in-
sultados de três subcontas: o co- 2010 está previsto um novo salto Em 2008, o IED foi de US$ guém sabe o que os principais terno. Como é difícil levar a fá-
mércio (exportações e importa- nessas Contas. O Banco Central 45,1 bilhões. Em 2009, caiu para candidatosestãoaprontandopa- brica embora, esse tipo de in-
ções), os serviços (juros, trans- (BC) projeta um déficit de US$ -24,3 US$25,9bilhõesporcausadacri- ra a política econômica. Está aí vestimento não sai do País ape-
portes, seguros, royalties, turis- 40bilhõeseomercado(Pesquisa -28,2 se global. Mas em 2010 deverá umcampominadonoqualnãopo- nas porque alguma coisa está
mo,etc.)eastransferênciasunila- Focus) conta com um déficit de 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 crescerparaUS$45bilhões,con- de haver pisada em falso. ● errada nas contas externas.
FONTE: BANCO CENTRAL INFOGRÁFICO/AE