Você está na página 1de 1

A REDE URBANA E AS NOVAS RELAÇÕES CIDADE/CAMPO

As aglomerações urbanas centralizam os fluxos de pessoas, bens, capitais e informação e estruturam as


redes de transporte e comunicações, pelo que um desenvolvimento territorial equilibrado (ou seja, a
coesão territorial) deverá passar pelo desenvolvimento de uma rede urbana policêntrica e
equilibrada,, pelo reforço das parcerias entre o mundo rural e o mundo urbano e pela promoção
equilibrada
de sistemas de transportes e de comunicações integrados.
integrados.

AS CARACTERÍSTICAS DA REDE URBANA

O conjunto hierarquizado de centros urbanos,


urbanos, integrados num dado território, que asseguram a
oferta de determinados bens e serviços em função do seu potencial demográfico e
produtivo/funcional,, constitui uma rede urbana ou sistema urbano
produtivo/funcional urbano..
Pode considerar-
considerar-se uma rede urbana às escalas regional, nacional ou internacional. Por exemplo, as
Ano,, 1.ª Edição, Texto Editores, 2008.

cidades da área metropolitana de Lisboa, tal como as da área metropolitana do Porto, constituem redes
urbanas regionais integradas na rede urbana nacional, que faz parte da rede de cidades europeias.
Para caracterizar uma rede urbana,
urbana, é habitual ter em conta a distribuição espacial das cidades e a
sua dimensão e importância,
importância, medidas pelo número de habitantes e pelas funções que oferecem,
respectivamente. Uma rede urbana é tanto mais equilibrada quanto menores forem os contrastes
nestes três aspectos.
aspectos.
Em 2005,
2005, existiam 150 cidades (139 no Continente e 11 nas Regiões Autónomas) em Portugal. Tendo

geoclick.blogspot.com/ - prof.geo.fernando@sapo.pt
em conta a sua dimensão demográfica, a rede urbana portuguesa,
portuguesa, em que se destacam Lisboa e
], Geografia A 11.º Ano

Porto,, é constituída
Porto constituída,, essencialmente, por cidades com menos de 25 mil habitantes (Doc. 1).
1).

_________

Doc. 1 – Hierarquia das

http://geoclick.blogspot.com/
cidades portuguesas
al],
[et al

segundo o número de
Fonte: Adaptado de ARINDA, Rodrigues [et

habitantes, 2001

http://

A rede urbana nacional evidencia um forte desequilíbrio,


desequilíbrio, já que apresenta:
• um grande número de cidades de pequena dimensão;
• um número reduzido de cidades de dimensão média;
• duas cidades de maior dimensão.
A rede urbana portuguesa evidencia forte polarização em torno de dois centros urbanos,
urbanos, o de Lisboa e
o do Porto, mostrando uma situação de aparente bicefalia (pág. 105).
105). Porém, a população de Lisboa é mais
do dobro da do Porto, podendo, por isso, considerar-
considerar-se a rede urbana portuguesa como
demograficamente macrocéfala (pág. 105).

Interesses relacionados