Você está na página 1de 2

MAQUIAVEL E SUA TEORIA DE ESTADO MODERNO

Marlio Machado de Oliveira


Aluno do curso de Direito da Faculdade Integrada da Grande Fortaleza
www.alumac.com.br/maerlio.htm

Vivenciamos hoje a anteviso de Maquiavel quando, ao refletir a


realidade de sua poca, elaborou a teoria de como se formam os Estados,
dando incio ali, ao que foi chamado de cincia poltica, onde, atravs da
tcnica aplicada, esta passou a ser entendida como uma disciplina
autnoma, separada, portanto, da moral e da religio.
Para Maquiavel, o Estado perde a funo de assegurar a felicidade e
a virtude aristotlica, deixando ainda, como para os pensadores da Idade
Mdia, de ser preparativo dos homens ao Reino de Deus.
Sendo assim, o Estado passa a ter caractersticas prprias, seguindo,
portanto, suas tcnicas e suas prprias leis.
Da, a advertncia de Maquiavel logo no incio do livro O prncipe
quando escreve: como minha felicidade a de escrever coisa til para
quem a entender, julguei mais conveniente acompanhar a realidade
efetiva do que a imaginao sobre esta. Observamos o vis quando ele
escreve mais adiante: Muitos imaginam repblicas e principados que
nunca foram vistos nem conhecidos realmente que, no existiro estados
ideais tal como a Repblica de Plato.
Significa dizer que devemos estudar as coisas como elas so e o que
se pode e necessrio fazer, ao contrrio daquilo que seria certo fazer,
pois, adverte Maquiavel mais uma vez que quem quiser ser bom entre os
maus fica arruinado. , ento, necessrio levar em considerao a
natureza do homem e atuar na realidade efetiva.

Apropria-se Maquiavel, dessa forma, da frase de Aristteles: A


poltica a arte do possvel, quando a a realidade pode ser efetivada
levando em conta como as coisas esto e no como deveriam estar.
Percebe-se ao que foi dito alhures, a clara distino entre poltica e
moral, sendo esta, a que se ocupa do que deveria ser.
Maquiavel deixa claro que a natureza dos homens imutvel e,
sendo desta forma, a histria teria seus altos e baixos, mas seria sempre a
mesma.
Deixando de lado a
tratar

poltica

moral da alma individual, Maquiavel passa a

aprofundando-se

no

estudo

das

leis

especficas,

alicerando a cincia poltica.


Percebemos a astcia de Maquiavel quando na verdade, como disse
Hegel, ele, ao deixar de lado aquela moral da alma, funda uma nova
moral que a do cidado, uma moral imanente, mundana, do homem
que constri o Estado.
Trata Maquiavel, no entanto, de nos fornecer uma teoria realista
considerando assim, a poltica de maneira cientfica, crtica e experimental,
onde, dessa forma considerando, ele, ao tentar fornecer uma teoria do
Estado Moderno, passa a ministrar como se constri um Estado.

Você também pode gostar