Você está na página 1de 2

Meu namorado quer fazer sexo comigo

Meu namorado quer fazer sexo comigo Dias atrás fui surpreendido com um e-mail que recebi de

Dias atrás fui surpreendido com um e-mail que recebi de uma adolescente cristã de 17 anos. Na mensagem, a moça conta que o namorado a tem pressionado para fazer sexo com ele. “Ele me disse que, se eu realmente o amo, devo provar indo para a cama com ele. Eu não fui criada dessa maneira, mas tenho medo de ser deixada caso eu continue recusando fazer sexo“, escreveu.

Depois de ler isso, fui dormir, mas não consegui pegar no sono. Eu só olhava para o teto e perguntava a Deus:

Senhor, quantas e quantas jovens cristãs têm se desviado do Seu caminho por causa da sexualidade? Quantas meninas entregam sua virgindade a rapazes depois de serem pressionadas psicologicamente?” Para essa e outras tantas mulheres, sejam adolescentes ou adultas, eu digo o seguinte: “Espero, sinceramente, que você não ceda aos apelos do seu namorado. Afinal, se ele realmente te ama de verdade e te respeita, ele vai honrar a sua intenção de preservar a sua virgindade até o casamento. Caso ele não respeite sua decisão em agradar a Deus, tenha certeza de uma coisa: ele não te merece, pois você é a menina dos olhos de Deus.”

Deus vê o casamento como algo muito sério. Ele criou o matrimônio para que fosse uma grande fonte de segurança e felicidade para todos nós. No princípio, Deus disse: “Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda” (Gênesis 2:18). E uma das maneiras que Ele deu para os maridos e esposas expressarem seu amor um pelo outro é através da relação sexual. O casamento é o compromisso máximo entre um homem e uma mulher, e no plano de Deus o sexo é o nível mais alto de intimidade, fazendo com que ambos se tornem um só. (Gn 2:24) Porém, quando a relação sexual é praticada fora do casamento, os propósitos de Deus não são respeitados. O sexo se torna algo egoísta e traz a desconfiança, falta de compromisso, ciúmes, discórdias etc. A Bíblia diz:

Fujam da imoralidade sexual! Qualquer outro pecado que alguém comete não afeta o corpo, mas a pessoa que comete imoralidade sexual peca contra o seu próprio corpo. Será que vocês não sabem que o corpo de vocês é o templo do Espírito Santo, que vive em vocês e lhes foi dado por Deus? Vocês não pertencem a vocês mesmos, mas a Deus, pois ele os comprou e pagou o preço. Portanto, usem o seu corpo para a glória dele.” (1 Coríntios 6:18-20 Ntlh)

corpo para a glória dele. ” (1 Coríntios 6:18-20 Ntlh) Por isso, minha irmã, coloque a

Por isso, minha irmã, coloque a vontade de Deus em primeiro lugar em sua vida. Ele te ama e sabe o que é melhor para você. Não pense que você irá “segurar” seu namorado tendo relação sexual com ele, pois isso só irá

satisfazer seu desejo carnal, e na maioria vezes, o interesse acaba, pois a pessoa já experimentou tudo o que tinha para experimentar. (Leia: Por que ele não quer casar comigo?) Além disso, o sexo no namoro, em vez de fortalecer a relação, ele atrapalha, pois fica sempre aquela pergunta: “Será que a pessoa realmente me ama ou está usando o meu corpo?

Eu me lembro de quando entreguei minha vida a Jesus e do quanto foi difícil para mim aceitar a ideia de que sexo antes do casamento é pecado. Afinal, se duas pessoas se amam e sabem o que querem, por que devem esperar o casamento para terem relação sexual? Esse era o meu questionamento. Mas depois que entendi o plano de Deus para o casamento, pude ver que a maioria de nós tem uma visão errada sobre o que é pecado. Achamos que pecado é tudo aquilo que é bom, gostoso, prazeroso e legal, e sem percebermos, pensamos que Deus proíbe o pecado porque Ele é chato. É como se Deus fosse um “estraga-prazeres”, que acorda todo dia mau humorado e diz: “Vou proibir meus filhos de todos os prazeres na Terra, para que eles me sirvam com mais intensidade.”

Mas essa nossa visão de Deus está completamente errada! Devemos entender que o pecado é ruim, porque ele destrói, ele fere e no final, causa a morte (Rm 6:23). O sexo antes do casamento é pecado, não porque a igreja evangélica disse que é, mas porque a Bíblia confirma isso e mostra que o plano de Deus é que tenhamos um sexo puro, sem arrependimento e que só faça bem ao casal. A pessoa que serve a Cristo pode desfrutar muito mais do sexo do que qualquer outra, pois entende que o prazer é de Deus e deve ser experimentado ao máximo, porém, dentro do limite estabelecido por Deus: o casamento.

Não estou dizendo que seja fácil, pois o mundo de hoje está cada vez mais sensualizado e todos nós temos instintos naturais, mas a escolha de obedecer a Deus só nos traz frutos bons. Eu digo isso por experiência própria, pois me casei virgem com 27 anos e posso dizer que valeu muito a pena! Por isso, reflita bem sobre seu namoro e peça para Jesus ser o Senhor da sua vida e do seu corpo. Em seguida, coloque seu futuro, incluindo seu casamento, nas mãos Dele. Se você obedecer a Palavra de Deus e se manter pura até o dia do seu casamento, tenho certeza que Deus multiplicará as bênçãos Dele em sua vida.