Você está na página 1de 14

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

Difundindo o Software Livre.

PUBLICADO POR

LUCAS MENESES POSTADO NO

8 DE JULHO DE 2013 PUBLICADO EM

COMENTÁRIOS

24 COMENTÁRIOS

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon

i

3 Votes

Como minha primeira contribuição aqui no Blog, segue abaixo um pequeno guia de instalação para o Gentoo. Lembrando que esse é um guia para uma instalação de um sistema básico, ou seja, depois ainda será preciso instalar xorg, interface gráfica, programas etc.

Antes de começar a brincadeira, baixe um Sabayon em:

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

Dê preferência para versões com ambientes gráficos mais leves. Quando instalei usei a versão que vinha com LXDE, porém, atualmente a equipe do Sabayon não está mais disponibilizando uma iso com LXDE. Então eu recomendo a versão MATE, pois esse ambiente gráfico tem se mostrado bastante leve.

Estou indicando o Sabayon MATE por ser mais leve e porque é uma das minhas distribuições preferidas, no entanto você pode usar o LIVE de qualquer distro de sua preferência, como por exemplo o Ubuntu.

Vale lembrar que você deve baixar a versão correspondente à arquitetura que vai usar no Gentoo. Se você for usar o Gentoo amd64, baixe a ISO do Sabayon amd64. Se baixar uma ISO diferente, provavelmente terá problemas ao usar o chroot.

Depois de baixar e gravar a ISO num pendrive ou num CD, inicie-o e particione usando o GParted. Provavelmente você terá que instalá-lo, use esses comandos:

1 #equoup

2 #equoigparted

O particionamento deve conter uma partição / (raiz), uma SWAP e uma /home. Como na imagem abaixo:

/ (raiz) , uma SWA P e uma /home . Como na imagem abaixo: (https://gnutwoall.files.wordpress.com/2013/07/imagem.png)

Com o HD particionado, podemos começar a baixar os arquivos para a instalação do Gentoo.

Download do Stage3 e do Portage

Antes de começar a baixar o stage3 do Gentoo, crie o local de montagem assim:

1

$sudomkdir/mnt/gentoo

Agora baixe o stage3 correspondente à arquitetura de seu processador no link abaixo:

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU (https://gnutwoall.files.wordpress.com/2013/07/imagem2.png)

Baixando stage do Gentoo.

Você pode baixar via terminal, usando o comando:

1

$wgethttp://www.las.ic.unicamp.br/pub/gentoo/releases/amd64/current

Monte a partição que será a raiz do sistema com o
Monte a partição que será a raiz do sistema com o

Monte a partição que será a raiz do sistema com o comando:

1

$sudomount/dev/sda1/mnt/gentoo

Agora descompacte o stage e copie para /mnt/gentoo assim:

1

$sudotar-jxpvfstage3-amd64-20130425.tar.bz2-C/mnt/gentoo

Vamos baixar o Portage, que é praticamente o coração do Gentoo. Você pode baixá-lo no seguinte link:

Se for baixá-lo via terminal, pode usar o comando:

1

$wgethttp://www.las.ic.unicamp.br/pub/gentoo/releases/snapshots/cur

Depois, use esse comando para descompactá-lo e copiá-lo
Depois, use esse comando para descompactá-lo e copiá-lo

Depois, use esse comando para descompactá-lo e copiá-lo para /mnt/gentoo/usr:

1

$sudotar-jxvfportage-latest.tar.bz2-C/mnt/gentoo/usr

Chroot / Kernel

Agora copie o arquivo “resolv.conf” para /mnt/gentoo/etc, faça assim:

1

$sudocp-f/etc/resolv.conf/mnt/gentoo/etc/resolv.conf

27/11/2014

Crie o diretório “proc”:

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

1

$sudomount-tprocnone/mnt/gentoo/proc

E, finalmente, entre no sistema com o chroot:

1

$sudochroot/mnt/gentoo/bin/bash

Agora você está dentro do seu Gentoo, antes de começar a configurar algumas coisas, execute esses comandos:

1 #env-update

2 #source/etc/profile

Agora é preciso configurar o arquivo /etc/portage/make.conf, pois nele estão as informações para as compilações do sistema.

Pode, também, usar o meu “make.conf” como exemplo:

Se é a primeira vez que você está tendo contato com o Portage, recomendo deixar as USE Flags originais na variável USE por enquanto, depois você pode configurar a seu gosto.

Terminada a configuração do arquivo “make.conf”, sincronize o Portage com o comando:

1

#emerge--sync

Agora vamos atualizar o sistema, para isso execute:

1

#emerge--update--deep--newuseworld

É hora de compilar o nosso amado kernel. Se você não sabe compilar um kernel, pode querer ler:

Primeiro baixe os sources do kernel Gentoo, assim:

1

#emergegentoo-sources

Depois, configure o kernel com os comandos:

1 #cd/usr/src/linux

2 #makemenuconfig

Depois use esses:

1 #makebzImage

2 #makemodules

3 #makemodules_install

27/11/2014

4

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

#cparch/x86/boot/bzImage/boot/gentoo-(versãodoseukernel)

(Por exemplo: gentoo-3.7.10-r1)Agora instale o GRUB:

1

#emergegrub

Se você não sabe como configurar o GRUB, use estes guias:

Se for GRUB Legacy:

Ou, para o GRUB 2:

Algumas configurações.

Use o comando abaixo para configurar o arquivo /etc/fstab:

1

#nano/etc/fstab

Pode usar o meu como exemplo, se quiser:

1

#Seethemanpagefstab(5)formoreinformation.

 

2

#

3

4

# <fs>

<mountpoint> <type> <opts> <dump-freqpass-num>

 

5

#NOTE:IfyourBOOTpartitionisReiserFS,addthenotailoptionto

6

7

#/dev/BOOT /boot

ext2

noauto,noatime 12

 

8

/dev/sda1

/

ext4

noatime

01

9

/dev/sda2

none

swap

sw

00

10

/dev/cdrom /mnt/cdrom

auto

noauto,ro

00

11

/dev/fd0

/mnt/floppy auto

noauto

00

12

/dev/sda3 /home

ext4

noatime

02

       
       

Configure o nome do Host com o comando:

1

#nano/etc/conf.d/hostname

Configure o arquivo keymaps:

1

#nano-w/etc/conf.d/keymaps

Na linha:

keymap=”us

Troque para:

keymap=”br-abnt2

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

Ajuste o fuso horário para a sua região:

1

#cp/usr/share/zoneinfo/America/Sao_Paulo/etc/localtime

Crie uma senha para o usuário root:

1 #passwd

Crie um usuário para você:

1

#useradd-m-Gusers,video,audio,wheel-s/bin/bash(seuusuário)

Instale alguns pacotes importantes:

1 #emergegentoolkit

2 #emergedhcp

3 #emergedhcpcd

4 #emergewireless-tools

5 #emergewpa_supplicant

Depois de tudo isso, desmonte os discos e reinicie.

Se tudo correu bem, você estará no seu belíssimo Gentoo. Agora é instalar o Xorg e a sua interface gráfica favorita.

Alguns guias sobre a instalação de DEs no Gentoo, podem ser vistos no link abaixo:

Gostaria de lembrar que esse foi apenas um pequeno tutorial, ainda falta muita informação. Mas essas informações adicionais podem ser obtidas no Handbook do Gentoo em inglês, e mesmo em português, pois, apesar da documentação em português não ser mais mantida, ainda existe algumas coisas nela que são válidas.

Handbook, em inglês:

Documentos para a instalação do Gentoo:

Bem, é isso… espero ter ajudado, boa sorte e até a próxima!

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU About these ads (http://wordpress.com/about-these-ads/)

24 comentários sobre “Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon”

1.

Lucas Câmara disse:

9

de julho de 2013 às 18:31 Método interessantes, parabéns, hoje mesmo pretendo usa-lo. Tanx yu !

parabéns, hoje mesmo pretendo usa-lo. Tanx yu ! Resposta Lucas Meneses disse: 9 de julho de

Lucas Meneses disse:

9 de julho de 2013 às 23:22 Boa sorte, qualquer coisa estamos ai.

2.

edps disse:

de julho de 2013 às 20:05 É isso mesmo Lucas Meneses, obrigado pela contribuição que com certeza ajudará a desmistificar a instalação desse gigante!

Um abraço.

9

a instalação desse gigante! Um abraço. 9 Resposta Lucas Meneses disse:

Lucas Meneses disse:

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

9 de julho de 2013 às 23:21 Obrigado edps. Gentoo é realmente uma grande distro. Mais uma vez obrigado pela ajuda na moderação. Valeu!

3.

Lucas Câmara disse:

12 de julho de 2013 às 2:33 Na parte de instalação do gentoo-sources retorna um erro :

>>> Failed to install sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13, Log file:

>>> ‘/var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13/temp/build.log’

Log :

localhost / # cat /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13/temp/build.log

* Package: sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13

* Repository: gentoo

* Maintainer: kernel@gentoo.org

* USE: amd64 elibc_glibc kernel_linux userland_GNU

* FEATURES: preserve-libs sandbox

>>> Preparing to unpack … >>> Unpacking source… >>> Unpacking linux-3.8.tar.xz to /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13/work >>> Unpacking genpatches-3.8-16.base.tar.xz to /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-

3.8.13/work/patches

>>> Unpacking genpatches-3.8-16.extras.tar.xz to /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-

3.8.13/work/patches

* Applying 1000_linux-3.8.1.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1001_linux-3.8.2.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1002_linux-3.8.3.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1003_linux-3.8.4.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1004_linux-3.8.5.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1005_linux-3.8.6.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1006_linux-3.8.7.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1007_linux-3.8.8.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1008_linux-3.8.9.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1009_linux-3.8.10.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1010_linux-3.8.11.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1011_linux-3.8.12.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1012_linux-3.8.13.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1700_enable-thinkpad-micled.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 1800_memcg-OOM-revert-ZFS-deadlock.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 2400_kcopy-patch-for-infiniband-driver.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 2700_ThinkPad-30-brightness-control-fix.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 2900_dev-root-proc-mount-fix.patch (-p1) … [ ok ]

* Applying 4200_fbcondecor-0.9.6.patch (-p1) … [ ok ]

>>> Source unpacked in /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13/work >>> Preparing source in /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13/work/linux-3.8.13-

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

gentoo … >>> Source prepared. >>> Configuring source in /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13/work/linux-3.8.13- gentoo … >>> Source configured. >>> Compiling source in /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13/work/linux-3.8.13- gentoo … >>> Source compiled. >>> Test phase [not enabled]: sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13

>>> Install gentoo-sources-3.8.13 into /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-3.8.13/image/ category sys-kernel >>> Copying sources … >>> Completed installing gentoo-sources-3.8.13 into /var/tmp/portage/sys-kernel/gentoo-sources-

3.8.13/image/

ecompressdir: bzip2 -9 /usr/share/doc Traceback (most recent call last):

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/dbapi/vartree.py”, line 1947, in unmerge phase.start() File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/AsynchronousTask.py”, line 30, in start

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/EbuildPhase.py”, line 127, in _start

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/CompositeTask.py”, line 151, in _start_task task.start() File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/AsynchronousTask.py”, line 30, in start

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/BinpkgEnvExtractor.py”, line 43, in _start

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/CompositeTask.py”, line 151, in _start_task task.start() File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/AsynchronousTask.py”, line 30, in start

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/SpawnProcess.py”, line 103, in _start

retval = self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/SpawnProcess.py”, line 165, in _spawn return spawn_func(args, **kwargs) File “/usr/lib64/portage/pym/portage/process.py”, line 271, in spawn pid = os.fork()

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/

rval = self

OSError: [Errno 12] Cannot allocate memory

start()

start_task(env_extractor,

self

env_extractor_exit)

start()

start_task(extractor_proc,

self

extractor_exit)

start()

spawn(self.args,

**kwargs)

init

py”, line 246, in

call

func(*wrapped_args,

**wrapped_kwargs)

During handling of the above exception, another exception occurred:

Traceback (most recent call last):

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/dbapi/_MergeProcess.py”, line 230, in _spawn prev_mtimes=self.prev_mtimes, counter=counter)

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/dbapi/vartree.py”, line 4827, in merge counter=counter)

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/dbapi/vartree.py”, line 4118, in treewalk preserve_paths=preserve_paths) File “/usr/lib64/portage/pym/portage/dbapi/vartree.py”, line 2030, in unmerge phase.start() File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/AsynchronousTask.py”, line 30, in start

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/EbuildPhase.py”, line 132, in _start

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/EbuildPhase.py”, line 152, in _start_lock

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/EbuildPhase.py”, line 181, in _start_ebuild

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/CompositeTask.py”, line 151, in _start_task task.start() File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/AsynchronousTask.py”, line 30, in start

self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/AbstractEbuildProcess.py”, line 106, in _start

SpawnProcess

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/SpawnProcess.py”, line 103, in _start

retval = self

File “/usr/lib64/portage/pym/_emerge/EbuildProcess.py”, line 25, in _spawn actionmap=actionmap, **kwargs)

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/package/ebuild/doebuild.py”, line 138, in _doebuild_spawn

return spawn(cmd, settings, **portage

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/package/ebuild/doebuild.py”, line 1474, in spawn

**portage

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/process.py”, line 86, in spawn_bash return spawn(args, opt_name=opt_name, **keywords) File “/usr/lib64/portage/pym/portage/process.py”, line 271, in spawn pid = os.fork()

File “/usr/lib64/portage/pym/portage/

rval = self

OSError: [Errno 12] Cannot allocate memory

start()

start_lock()

start_ebuild()

start_task(ebuild_process,

self

ebuild_exit)

start()

start(self)

spawn(self.args,

**kwargs)

native_kwargs(kwargs))

native_kwargs(keywords))

init

py”, line 246, in

call

func(*wrapped_args,

**wrapped_kwargs)

O que pode ser ?

4.

jonathan disse:

14 de agosto de 2013 às 11:38 Eita tuto bom ein,e ótimo blog,sempre acabo encontrando o que preciso aqui.Farei a instalação do Gentoo hoje mesmo!

aqui.Farei a instalação do Gentoo hoje mesmo! Resposta Lucas Meneses disse:

Lucas Meneses disse:

27/11/2014

5.

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

31 de outubro de 2013 às 21:11 Salve .Depois de muita batalha consegui instalar o Gentoo ae as imagens http://imageshack.us/a/img401/4484/5k8v.png http://imageshack.us/a/img703/5429/m8kc.png http://imageshack.com/a/img850/563/62dx.png .Tive está dica como uma das bases para a instalação .

Valeu, salve!!!!

6.

ozias disse:

1 de novembro de 2013 às 22:59 Valeu, garoto!! Uso gentoo. Ainda não instalei com grub 2. Foi pelo handbook?

Ainda não instalei com grub 2. Foi pelo handbook? Resposta zezaoca p oeira disse: 8 de

zezaocapoeira disse:

8 de novembro de 2013 às 23:50 Vou postar os comandos da instalação do grub2 que fiz tendo como base https://wiki.gentoo.org/wiki/GRUB2 :

#emerge –noreplace sys-boot/grub:0

#emerge –ask sys-boot/grub:2

#grub2-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

#grub2-install /dev/sda

Depois disso desmontei as unidades e reiniciei o sistema e funcionou .

O esforço valeu a pena ,tive uma grande experiência na instação do Gentoo .

Obrigado pela atenção ,salve!!!

do Gentoo . Obrigado pela atenção ,salve!!! Resposta zezaoca p oeira disse: 9 de novembro de

zezaocapoeira disse:

9 de novembro de 2013 às 9:40 (corrigindo esses comandos #emerge –noreplace sys-boot/grub:0 #emerge –ask sys-

boot/grub:2

)

#emerge –noreplace sys-boot/grub:0

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

#emerge –ask sys-boot/grub:2

#grub2-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

#grub2-install /dev/sda

zezaoca p oeira disse:  

zezaocapoeira disse:

 

9

Postei eles com dois hifens mas ,(eu acho que a caixa de texto pra resposta do site não os reconheceu ),por isso essa observação :

OBS: (são dois hifens em vez de um ) ,qualquer dúvida consultem no wiki https://wiki.gentoo.org/wiki/GRUB2 , nos comandos :

#emerge –noreplace sys-boot/grub:0

 

#emerge –ask sys-boot/grub:2

edps disse:

edps disse:

9

Isso é um velho problema do WordPress (os dois traços virando travessão)!

Um abraço.  

Um abraço.

 

zezaocapoeira disse:

Mas alguns testes aqui com o Gentoo na máquina virtual,pra depois instalá-lo aqui no pc

.

Olha o trio que vai ser Slackware 14.1 64bits( acabei de atualizá-lo ),Debian Wheezy 64bits e o Gentoo 64bits, rsrsrsrs!!!!

7.

zezaocapoeira disse:

23 de novembro de 2013 às 18:42 Salve galera .Depois de pesquisar e testar bastante .Criei coragem e fiz uma instalação real do Gentoo no meu pc http://www.vivaolinux.com.br/screenshot/Xfce-Gentoo-que-deu-trabalho/ .(O Gentoo está totalmente configurado com minha placa nvidia funcionando legal , o desempenho do sistema tá excelente ) Obrigado pela atenção , salve!!!

tá excelente ) Obrigado pela atenção , salve!!! Resposta ed p s disse: 23 de novembro

edps disse:

23 de novembro de 2013 às 18:44 Valeu, grato pelo retorno!

de 2013 às 18:44 Valeu, grato pelo retorno! Resposta zezaoca p oeira disse: 23 de novembro

zezaocapoeira disse:

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

Depois vou tentar instalar o OpenBox nele pra ver como fica .Se com o Xfce 4.10.2 tá rápido imagina com o OpenBox ,vai é voar ,rsrsrsrs!!!!!

rápido imagina com o OpenBox ,vai é voar ,rsrsrsrs!!!!! ed p s disse: 23 de novembro

edps disse:

23 de novembro de 2013 às 19:01 Qualquer coisa roda rápido com OpenBox, aqui em meu PC onde atualizei do Wheezy para o Jessie com XFCE tá meio osso! o desempenho está muito ruim, não sei se devido a umas mexidas que fiz nas opções de montagens das partições, se pelo fato de estar usando amd64 + driver Nvidia, visto que ambos comem mais RAM do que i686 + Nouveau ou se é pelo fato dessa não ser uma instalação limpa.

divirta-se:

8.

zezaocapoeira disse:

23 de novembro de 2013 às 19:53 O meu Xfce 4.10.2 no Gentoo ,tá bem enxuto mesmo só montei ele com as aplicações que uso no dia a dia, somente o necessário .Quando termina de configurar o OpenBox posto o resultado . Obrigado pela atenção salve!!!

o resultado . Obrigado pela atenção salve!!! Resposta zezaoca p oeira disse: 14 de fevereiro de

zezaocapoeira disse:

14 de fevereiro de 2014 às 15:23 Salve galera .No meio da pesquisa sobre o ” openbox ” me deparei com o ” i3 wm “.Testei o ” i3 wm ” e acabei aderindo ele como gerenciador do Gentoo e do Slackware que estão instalados na minha máquina .Aqui é somente o teste no Gentoo ,pra não correr risco de quebrar o sistema fiz os testes no vmware workstation ,

.Aqui é ele instalado na minha máquina http://www.vivaolinux.com.br/screenshot/TWM- Aderi-ao-i3-wm/ ,usei as mesmas configurações tanto para o Gentoo e para o Slackware só mudando algumas coisas em relação a cada sistema .O desempenho está excelente !!! Obrigado pela atenção ,salve !!!

excelente !!! Obrigado pela atenção ,salve !!! Resposta zezaoca p oeira disse: 2 de março de

zezaocapoeira disse:

2 de março de 2014 às 0:30 Salve galera . Instalei o i3 wm no Gentoo aqui da minha máquina http://i.imgur.com/d68yN2R.png .O desempenho está excepcional !!!

Obrigado pela atenção ,salve !!!

9.

tic-tac disse:

27/11/2014

Gentoo – Instalação partindo de um LiveCD/USB do Sabayon | Mundo GNU

2 de dezembro de 2013 às 9:20 Bem parecido com o método de instalação do funtoo. Vou testar

0.

1.

zezaocapoeira disse:

Salve galera . O i3 wm funcionando no Gentoo instalado na minha máquina http://www.youtube.com/watch?v=IvdoNyybmWU&list=UU7M5XL9rhgrVxP_NF_NSZAA .

Obrigado pela atenção , salve !!!

zezaocapoeira disse:

Obrigado pela atenção , salve !!!

Seguir “Mundo GNU”