Você está na página 1de 31
SUPREMO CONSELHO DOS GRAUS Aree ee KB Wo) Cove Registrado como Pessoa Juridica no 2° Oficio de Titulos e Pee eee ee a ed Cet te RITUAL DO GRAU 3 CAVALEIRO KADOSCH CN OPW LW aa cir Ce a eee ec SUPREMO CONSELHO DOS GRAUS ESCOCESES 4 A 33 PARA O BRASIL Registrado como Pessoa Juridica no 2.0 Oficio de Titulos e Documentos de Brasilia, D.F., e no 2.0 Oficio de Titulos e Documentos de Sao Paulo, S.P. RITUAL DO GRAU 30.". CAVALEIRO KADOSCH ou CAVALEIRO DA AGUIA BRANCA E NEGRA Praca Carlos Gomes, 67 7.0 And. Conj. J Sdo Paulo — S.P. 1980 ATENCAO LVCEM PACEM IVSTITIAM VNIVERSE PORTO SUPREMO CONSELHO DOS GRAUS Este Rit.". é de exclusiva propriedade do Supr.. Cons." . dos Graus Escoceses 4 a 33 para o Brasil, com sede em Sao Paulo - Capital. ESCOCESES, © portador 6 considerado apenas seu pos: 4A 33 PARA O BRASIL suidor temporario e com 0 compromisso de o devolver & Gr.". Secret. ". do Supr.". Cons. LAUS DEO! no caso de inatividade, ou_por dbito pelos seus familiares, ou herdeiros, néo cabendo, em qual- quer caso, indenizagéo de seu custo, desde jé considerado justo pagamento pelo uso havido. A inatividade compulsoria implica na auto- matica devolucio. SO seré considerado como exemplar oficial © Rit.”. que tiver 0 numero registrado na Gr.". Secret.. do Supr.". Cons.”. dos Graus Escoce- ses 4 a 33 para o Brasil e a assinatura do Gr. Secr.’. ou seu substituto, bem como o respect.”. numero de ordem e data. Ne 1711 09 AGO 1989 GRAU 30." Numero ta CAVALEIRO KADOSCH Data F heoprih 3 — ou CAVALEIRO DA AGUIA BRANCA E NEGRA INDICE DECORAGAO DO TEMPLO Decoragao do Templo .. Administrago Escada Misteriosa . Denominagao do Grau Camara do Grau 30 Legenda Vestimentas ... Insignias e Joias .... Abertura dos Trabalhos. h 0 Templo & pintado ou forrado de preto, tendo a abbada azul e semeada de estrelas. Nove colunas brancas esto colocadas no Oriente. Por cima do trono do Presidente, hé um rico Gossel de estofo preto, semeado de cruzes teu- tOnicas. Bordada ou pintada sobre o tecido que desce do dossel, uma grande aguia bicéfala coroa- dz, de um lado branca e do outro negra, segura nas garras um punhal. Do seu pescoco, presa iagdo... por uma fita preta, pende uma cruz teutonica Compromisso: vermelha. Sobre o seu peito, vé-se um tridngulo Investidura equilatero com a ponta para cima, no centro Cobridor do Grau 30 do qual esté gravada a letra G. Encerramento O Altar, que esta diante do trono do Pre- sidente, acha-se também recoberto por estofos negros, Sobre ele encontram-se a Espada reta da Justica, as Grandes Constituicées do Rito e os Estatutos do Supremo Conselho, sob os aus- picios do qual trabalha o Conselho de Kadosch. De cada lado do trono, acham-se_dispostos os Estandartes do grau. O Grande Estandarte ‘ou “Beauceant”, que tem duas faixas horizontais, sendo a de cima preta e a de baixo branca, representando, no_simbolismo da oposicéo das cores, a Luz @ as Trevas. O segundo é de c branco, de trés pés quadrados de lado: em cima a inscrigo DEUS O QUER; no centro, sob a divisa, esté bordada uma cruz teutdnica, em ouro e carmezim, com o numero 30 no centro; mais abaixo estéo bordadas as palavras ORDO i: AB CHAO. 0 terceiro estandarte é de seda preta, 5 Cobridor dos Gruas intermedigrios - com as mesmas dimensdes do anterior e com franjas de prata. A inscricéo VINCERE AUT MORI esta bordada diagonalmente, do Angulo inferior esquerdo a0 angulo superior direito. No Angulo superior esquerdo, uma aguia bicéfala ‘com as asas abertas, tendo nas garras um punhal no Angulo inferior direito, uma cruz teutonica vermelha. ‘A Loja acha-se iluminada por 81 velas dis postas em casticais de 9 luzes cada. Este numero poderd ser reduzido para nove, em velas de cor amarela, colocadas em castigais de trés velas cada um, sobre os altares do Presidente ¢ dos Vigilantes. ‘No centro do Templo esté colocada uma Escada dupla, com sete degraus de cada lado, terminando por uma pequena plataforma, cha- mada a ESCADA MISTERIOSA. Os degraus ascendentes esto voltados para 0 Ocidente. Em um dos montantes lé-se a inscrigéo AMOR A DEUS, e nos degraus, de baixo para cima, as seguintes palavras: 1.9 Matematica, 2.0 Astro- nomia, 3.0 Fisica, 4.0 Quimica, .° Légica, 6.0 Retorica e 7.9 Sociologia, que so as ciéncias ‘ou artes liberais da antiguidade e simbolizam todo o conhecimento humano. Os degraus volta~ dos para o Oriente, séo descendentes, Em um dos montantes est gravada a frase: AMOR AO PROXIMO, e nos degraus, de cima para baixo, as palavras: 7.0 Justiga, 6.0 Benignidade, 5.0 Can dura, 4.0 Fé-Firmeza, 3.0 Perfeicdo, 2.9 Tole- rancia e 1.0 Prudéncia. Os dois lados da Loja, em que ficam os 6 assentos dos Cavaleiros Kadosch, chamam-se “re- oes" = © local da sede da Oficina denomina-se lima”. © Consetho de Kadosch ou Aredpago tem 2 sequinte administracao: Luzes — Presidente — com o titulo de Grande Vene- ravel — Sabio Mestre — 1° Gr. Vigilante — com 0 titulo de 1.0 Juiz — 29 Gr-. Vigilante — com o titulo de 2.0 Juiz Dignitérios —Orador — com o titulo de Grande Cavaleiro da Eloquéncia — Secretario — com 0 tério-Chanceler lo de Grande Secre- Oficiais — Tesoureiro — com 0 titulo de Grande Tesou reiro — Hospitaleiro — com o titulo de Grande Hos- pitaleiro — M:. de Ceriménias — com o titulo de Grande Mestre de Ceriménias —Introdutor ou Experto — com o titulo de Grande Introdutor ou Grande Experto — Guarda da Torre — com o titulo de Grande Guarda da Torre. 7 Os Dignitarios e Oficiais poderdo ter Ad- juntos, eleitos com os demais. Nove membros efetivos formam quorum para tratar de qualquer assunto, devendo estar Presente, entretanto, o Presidente ou pelo menos lim dos’ Vigilantes (1.0 ou 2.0 Juiz). DENOMINAGAO DO GRAU renas urn © grau de Cavaleiro Kadosch € também G da Torre e recebido a resposta): Sébio Mestre, 6 0 Ir. Introdutor com os Grandes Escoceses de Santo André, @ 2provados, que desejam ser recebidos este Ilustre Conselho. VENERAVEL — Franqueai-thes ingresso, ie 1.0 Juiz. RUIZ — Franqueai o ingresso, Ir:. G:. da Torre. (O Gr. Introdutor_conduz os candi- datos até 0 meio do Templo, ficando a ssquerda): VENERAVEL — Meus irmaos, sede ben- vindos entre nés. A Maconaria de vés espera, agora, maior soma de esforgos, pois com 2 vossa recepcdo neste Il. Conselho, con- traireis maior soma de deveres. Tornando:vos CCav-. Kadosch, vossa tarefa seré ainda mais dificil, pois estareis colocados na van- guarda dos missionérios da verdade. O grau que ides receber é a imagem viva das evo: 19 lugdes do espirito humano em sua marel Deundo inteiro transforma-se, répida e constante para a luz, lutando no meio tanto na ordem das coisas forcas contrarias, que tendem a desvi como na das concepcdes e das do caminho. Pesce morsis e éticas. Devemos seguir O grau de Cavaleiro Kadosch, que sig trensformacdes com toda atencéo, a fica purificado, chegou, por transformac Bee & faze les convergir para uma maior incessantes, comparaveis as da propria natu Same S justice no meio da sociedade, de reza, a torhar-se uma forca nova, um penh¢ == Gee constituimos 0 grupo escolhido, de Unido, posto ao servico da Maconaria que Gove clevar-se 20s graus superiores da ‘Assim, compreendereis que, sendo esco- ome Ordem, Ihidos para este alto grau, deveis estar purifi- Agar, meus irmaos, 6 nosso dever fazer cados dos preconceitos e dos sentimentos ses 2igumas perguntas de ordem filos6fica, a egoistas, para consagrar-vos ao estudo e a pra= ‘= SPondereis com absoluta liberdade. tica de tudo quanto possa contribuir para @ felicidade humana e © progresso social. Vossa {As perguntas sero feitas na seguinte influéncia devera exercer-se: nas Lojas, pars orden) que sé admitam nos seus trabalhos homens livres, de espirito elevado, que se distingam WENERAVEL — Como acha deva ser cons pelas suas qualidades de inteligéncia e nobre- Seeids 2 familia? Somente pelo Amor? za de sentimentos; nos Capitulos, para que BUIZ — Quais os direitos e deveres do no percam de vista a obra coletiva, tao omem na sociedade? necessiria nossa Ordem, e nos Conselhos, BIZ — Deve haver lei para defender e para que os eternos inimigos da liberdade presenir 2 moralidade? humana, ndo cheguem a dividir-nos, e so © DA ELOQ: — Deve haver liberdade de eles: 0 fanatismo, a superstigo e a violéncia. lasaino? ois so assim poderemos triunfar, reunindo WENERAVEL — 0 governo deve intervir todos os homens numa s6 forca, em torno Geeta ou indiretamente na educacao publica da tolerancia matua e do bem comum i rcenda? Guiacios pela experiéncia, animados de BEM Que entendeis por liberdade de um zelo sempre crescente, pertence-nos a ini- wpensamento? ciativa dos melhoramentos reclamados pela BUIZ — Qual é a base do direito humano? obra macénica, considerada em seu con: = DA ELOQ.. — Deve haver livre inter junto. DE P:. — GELAHP, repetida 3 vezes, vagarosa ‘mente. > Ss: —E triplice: MES — MAHC ~ TEHPAJ. TOQUE — Tomar o indice da mao direita do Cobr. ‘aperté-lo com o polegar, dizendo: MES; o Cobr.. dé 0 mesmo toque, dizendo: MAHC; ambos repetem o toque, dizenda: TEHPAN. MARCHA — Trés pp: de Mestre BATERIA — Trés pp: vagarosas: 0. O. 0. ‘Avental amarelo € luvas da mesma cor. A faixa é ‘ercte, da direita para a esquerda, tendo bordadas as Serres: S.C, Vi. e 08 atributos do grau. A joia é um Ssngulo equildtero, de ouro, atravessado por uma Sex2 de prata, com a ponta voltada para baixo. O arca Noaquita usa na botoeira uma pequena lua see prata, Cavaleiro Noaquita ou Prussiano, que se relacio- com a torre de Babel, Noé e a Arca. Este grau inspira-se no Tribunal da Santa Vehme, © no reinado de Frederico da Prussia. ‘A sala 6 decorada no estilo medieval. 0 Presidente tem o titulo de “Grande Comenda: ‘Seu lema social prescreve que a Magistratura ‘er livre e independente e 0s Juizes devem de: 43 pender somente das leis constitucionais, e no do poder ou de caprichos pessoais. ‘Seu trabalho consiste em desmascarar a hipocri sia, combater a ambicao e instruir 0 ignorante, dedu Zindo'se de sua moral que — "sO a justica hd de ser @ norma de Nossos atos, tanto no mundo profano como dentro da Ordem’ Estuda-se a falsa liberdade, que comanda a in- disciplina; a falsa ordem, que gera a anarquia @ a false humildade, que da ‘origem ao despotismo das massas. GR.22 Cavaleiro do Real Machado (ou Principe do Libano) (Exodo 21-15) SINAL — Fazer 0 movimento de levantar um macha ‘do com ambas as maos, e dar 0 golpe como para cortar a arvore pelo pé. RESPOSTA AO S:. — Levantar as duas maos a altura ‘da testa, os dedos estendidos e deixé-los cair. TOQUE — Pegar reciprocamente nas maos um do ‘outro, cruzando os dedos, em sinal de boa fé. PALAVRA SAGR.. — EON, LEELESED, SUINODIS. PALAVRA DE P.. — TEFAJ, BAILOO, ONABIL. MARCHA — Trés passos cruzades. BATERIA — Duas pancadas iguais (! ') IDADE — Nao tem. TEMPO DE TRABALHO — Do alvorecer ao por do sol. 44 GR: 23 Chefe do Tabernaculo Ueremias XXX — II ~ 22,23) PAL. SAGRADA — HAVOHEJ. Pronuncia-se por silabas, alternadamente. PAL. DE PASSE — LEIRU — Resposta: O TABER NACULO DAS VERDADES REVELADAS. SINAIS — Avancar com 0 pé esquerdo, fazendo men: a0 de pegar com a mao direita um turibulo, que se supée estar na mao esquerda TOQUE -- Segura'se mutuamente o cotovelo esquer do com a mao direita, curvando 0 braco como a formar um arco de circulo. MARCHA — Cinco passos iguais. BATERIA — Sete pancadas por seis e uma: TEMPO DE TRABALHO — Para comecar: a hora em que 0 filho de Hiram deve vir sacrificar. — Para encerrar: & hora em que o sacrificio é consumado. Denominagées do Grau — Chefe do Tabernéculo da Oficina — Hierarquia do Presidente — Grande Soberano Sacrificador do 1.0 Vigil. — 1.0 Grande Levita do 2.0 Vigil’ — 2.0 Grande Levita dos irmaos — Levitas 45 Ornamentagao da Loja A Loja é armada de branco e ornamentada de colunas vermelhas e pretas, dispostas aos pares; 0 santuario acha-se separado por uma balaustrada que vai do Norte ao Sul, deixando uma entrada para o iente. O Altar, decorado de vermetho, tem em cima © Livro da Sabedoria e um punhal. O trono eleva-se sobre sete degraus; a Arca da Alianca e o Delta res plandescente so colocados por cima. O nome de Jehovah esti escrito em hebraico. Aos lados 0 Sol e a Lua. O altar dos holocaustos e o dos perfumes acham: se a0 lado do grande altar, 0 primeiro a direita e 0 segundo a esquerda, No Ocidente acham-se dois candelabros com cinco luzes em cada um, colocados em triangulo; no Oriente, um candelabro que so tem duas luzes; o san: tuario esta oculto por uma grande cortina. A Camara de Reflexdes é armada de preto; trés caveiras esto colocadas sobre um tamborete e um esqueleto susten ta um cartaz, sobre 0 qual se Ié: “Se és covarde, sai aqui; s6 tem lugar entre nés homens que desafiam ‘todos os perigos sem abandonar a virtude”. Vestimentas e Insignias © Grande Sacrificador usa uma longa veste ver metha, Por cima, uma tUnica amarela mais curta e sem anges, e sobre a cabeca uma mitra de estofo doura do. Fita preta com franjas prateadas, usada a tiracolo, dda esquerda para a direita, e da quai pende, por uma roseta vermelha, um punhal. Os levitas tém um manto branco e un colar es- carlate com franjas de ouro, do qual pende um tur bulo prateado, preso a uma roseta preta, © Avental € de cetim branco, forrado e orlado de escarlate 46 GR. 24 Principe do Tabernéculo (Génesis — XX1X — 34) PAL.. SAGRADA — A mesma do grau 23. PAL. DE PASSE — A mesma do grau 23. SINAIS — De reconhecimento — Levar a mao direita ‘aberta sobre os olhos como para os resguardar da luz, tendo a mao esquerda sobre o peito; depois levar a mao direita ao ombro esquerdo e retiré-la diagonalmente ao lado direito; este sinal é tam: bém intitulado: Sinal do fitdo. Grande Sinal —- Levar as duuas mos abertas sobre a cabeca, unindo os polegares e indicadores nas extremidades, formando um tridngulo. TOQUE — Tomar mutuamente 0 cotovelo esquerdo ‘com a mao direita, curvando 0 braco em forma do circulo (Como no grau 23) MARCHA — Sete passos: seis iguais e um maior. BATERIA — Sete pancadas por seis e uma: 11!!! ~ | TEMPO DE TRABALHO — Para abrir — A primeira hora do dia dos sete destinados 4 construeso da Hierarquia. Para fechar — A diltima hore do die da vida e da suavidade. Denominagées do Grau — Principe do Tabernéculo da Oficina — Hierarquia do Presidente ~ Poderosissimo Principe do 1.0 Vigil:. - Poderoso Principe 1.9 Sacerdose do 2.0 Vigil:. — Poderoso Principe 2.0 Sacerdios= do 3.0 Vigil. — Poderoso Principe 3.° Sacersio= dos Irmaos — Principes do Tabernéculo: a7 Ornamentagao da Loja A Loja compreende duas cémaras cont/guas: a primeira é chamada vestibulo, é onde se vestem os Inméos. Esté decorada como uma Loja de Mestre. A segunda, de forma circular, por meio de cortinas, é revestida com um tapete liso representando uma colu- rata eo soalho é um pavimento de mosaico. No meio esté 0 candelabro de sete ramos. O numero total de luzes em torno da Loja, no compreendendo aquelas que iluminam o altar, deve ser de quarenta e nove. 0 Presidente representa Moisés e senta no Orien- te. 0 1.0 Vigilante representa Aardo e senta no Sul. 0 2.0 Vigilante representa Beseleel e senta no Ociden- te. 0 3° Vigilante representa Ooliab e senta no Norte, Vestimentas e Insig Todos os membros so revestidos de uma ténica de tafeté azul, a gola guarnecida em toda a volta por raios de gaze dourada, imitando uma auréola. A veste é razoavelmente comprida e semeada de estrelas. So: bre a cabeca, uma coroa fechada, rodeada de estrelas, em cima da qual hé um Delta luminoso. Fita — Colar achamalotado escarlate ao pescoco. Avental — De cetim branco, forrado e orlado de escarlate. Jéia — Um triangulo luminoso com a palavra Jehovah. GR: 25 Cavaleiro da Serpente de Bronze (Nameros XX! — 5 a9) PAL:. SAGRADA ~ SESIOM. (soletrada). PAL: DE PASSE — I. RN. |:.. (soletrada). PAL: COBERTA — SENNAHOJ PLAR (Nome do fundador da Ordem) 1S — De ordem — Inclinar a cabeca e, com 0 indice da mao direita, indicar um objeto em ter- ra De reconhecimento — Traca-se com a méo direi ta 0 sinal da cruz sobre 0 peito. TOQUE — Pondo'se a direita do Cobridor, tomar-the ‘© punho esquerdo com a mao direita. Em resposta — O Cobridor toma o punho direito do outro com a mao direita (Estes toques mani- festam a “seguranca miltua” que se prestam 0 individuo e a Associa¢ao) MARCHA — Nove passos, serpenteando. BATERIA — Nove pancadas, cinco lentas, ts preci pitadas e uma separada: 111 1! — IDADE — Setenta anos. E 0 numero de ancidos elei- ‘tos por Moisés, por ordem de Deus, para ajudé-lo no governo. TEMPO DE TRABALHO ~ A Corte abre a uma hora e fecha as quatro. Denominacées SIN. do Grau — Cavaleiro da Serpente de Bronze da Oficina — Corte do Sinai do Presidente — Poderosissimo Grdo-Mestre do 1.0 Vigil: — Primeiro Ministro do 2.0 Vigil — Segundo Ministro 49 Ornamentagao da Loja A Loja € armada de vermelho, No Oriente, um altar encimado por um rico dossel; Sob 0 dossel ¢ por cima do altar, um transparente sobre 0 qual figura a Sarga Ardente e um triangulo central no qual se Ié 0 nome de Jehovah em hebraico. No meio da Loja, uma montanha em cone truncado, representando o Monte Sinai. Tem cinco pés de altura e estd situada mais para (© Norte. Sobre ela, a Serpente enroscada em uma Cruz em forma de Tau. Aparecem também os acam- pamentos dos hebreus. Vé-se também um sol nascen te, pois se supde que a Loja realiza a sua sesso em campo aberto, a0 romper do dia, em frente 4 tenda de Moisés, onde este dé audiéncia ao seu povo. O Presidente representa a Moisés, 0 1. Vigilante a Aardo e 0 2.0 a Josué. O Orador chama-se Pontifice © 0 Recipiendério é: um viajante. Insignias Fita — Colar escarlate sobre 0 qual é pintada ou bor- dada a divisa: Virtude e Valor. Avental — De cetim branco, forrado e orlado de es carlate. Joia — Uma serpente enroscada ao redor de uma cruz em forma de T. GR: 26 Principe da Mercé (ou Escoogs Trinitério) (Apocalipse — Ve VI) PAL. SAGRADA — HAVOHEJ. Resposta: NIKAJ. PAL. DE PASSE — LEMOG. PPAL:. VULGARES — MILBIHG e NOABAG. PAL” SUBLIME — LUDE-NEP-UGAC. SINAIS — De entrada — Levar a mao direita aberta em tridngulo acima dos olhos como para res- guardar-se de uma viva luz De cardter — Formar um tridngulo com os dois polegares e os dois indices reunidos pelas extre- midades, colocando as mos diante de si e pro- ximas 20 corpo. De socorro — Cruzar os dois bragos acima da cabega, com as mos abertas, a palma da mao "A mim, ffilhe. da verde!" De ordem — Em pé, tendo a mao direita apoiada no quadril TOQUE — Levar as duas méos sobre os ombros do Cobridor, aperté-los levemente por trés vezes, dizendo: LEMOG. MARCHA — Trés passos iguais, comecando com o pé esquerdo. BATERIA — Quinze pancadas por trés, cinco e sete: nh nit IDADE — Citenta e um anos. : TEMPO DE TRABALHO — Para comerar: Adverti Para terminar: Meia-noite passada, Denominagdes do Grau ~ Principe da Mercé ou Escocés Trinitério da Oficina — Terceiro Céu do Presidente — Excelentissimo Principe e Mestre 81 do 1.0 Vigil’. — Excmo Principe Primeiro Tenente do 2.9 Vigil:. — Exemo Principe Segundo Tenente dos Irmaos — Excemos Principes da Mercé Ornamentagao da Loja A Loja é armada de verde e omada com nove colunas alternativamente brancas e vermelhas, em ca- dda uma das quais ha um candelabro com nove velas. dossel sob 0 qual se encontra 0 trono é feito de estofamentos verdes, brancos e vermelhos. O Altar que esté diante do trono, como os demais altares, esto cobertos com as mesmas cores. Em lugar de Malhete, o Presidente serve-se de uma flecha, cujas ppenas sdo verdes de um lado e vermethas do outro, sendo 0 fuste de prata e @ ponteira de ouro. Sobre © Altar acha-se uma estétua da Verdade coberta por lum véu nas tr8s cores jé designadas. Esta estétua & 0 Palladium da Ordem. O altar € de forma triangular; sobre ele estéo colocados os Estatutos do Supre mo Conselho e também os Regulamentos e uma Espada Vestimentas e Insignias 0 Presidente esta revestido com uma veste verde, branca e vermelha; sobre a cabeca tem uma coroa ‘com nove pontas de flecha. Fita — Colar tricolor, branco, vermelho e verde, a0 pescoco Avental — De cetim escarlate, forrado de verde e orla do de branco, tendo no centro um triangulo com ‘as mesmas cores. Joia — E um triangulo equilatero de ouro, em cujo centro hé um coracdo e sobre este @ palavra JEHOVAH. 52 GR. 27 Grande Comendador do Templo PAL:. SAGRADA — I: RN: |. (soletrada) PAL.” DE PASSE — OAMOLAS SINAIS — De reconhecimento — Fazer 0 sinal da cruz sobre a testa com o polegar da mao direita, ten do os outros dedos fechados. Em resposta — O Cobridor beija 0 lugar onde se fez 0 sinal, mas isto somente em Corte (sessao) Fora da Corte, em vez de beijar a fronte, res- ponde-se pondo sobre os lébios 0s dois primeiros dedos da mao direita, cerrando os outros, tendo as palmas voltadas para fora, De ordem — Em Corte, a mao direita estendida sobre a mesa redonda, formando com o polegar afastado uma esquadria; estando de pé, a mao direita sobre 0 corpo, abaixo do peito, formando ‘também uma esqua TOQUE — Dar com a mio direita trés leves pancadas sobre 0 ombro esquerdo do Cobridor, que res- ponde tomando a mao direita e sacudindo-a trés vezes, ligeiramente. MARCHA’ IDADE — Nao ha. BATERIA — 27 pancadas com a espada em prancha por 12, 12¢ 3: !00nnuitiiiy — reinimennstt — ttt TEMPO DE TRABALHO — Para abrir — Dez horas. Para fechar — Quatro horas. Denominacées do Grau —- Grande Comendador do Templo ou Sobe- ano Comendador do Templo de Jerusalém da Oficina — Corte do Presidente — Poderosissimo Grande Comendador dos Vigilantes — Soberan ssimos Comendadores dos Irmios — Soberanos Comendadores 53 Ornamentagdo da Loja A Loja & armacia de vermetho com colunas pre- tas em numero de doze, Em cada coluna ha uma luz. No Oriente coloca se um_dossel vermelho com légri- ‘mas pretas disseminadas. Sobre o Altar, recoberto por tum tapete vermelho, bordado de preto, vése uma espada nua, um cetro e um Livro Sagrado, sobre 0 qual todas as vezes que se abre 3 Loja, os Comenda- dores vim colocar a mao a fim de renovar a sua obri- gacdo. Ao centro da sala um castical com 27 luzes: 12 na ordem inferior, 9 na média e 6 na superior. 27 outras luzes em volta da sala. Todos se colocam, {a0 redor de uma mesa redonda, Vestimentas e Insignias 0 Presidente ¢ revestido de uma veste branca € de_um manto vermetho; em baixo de sua fita ha um tridngulo sobre o qual esta escrita a Palavra Sagrada em hebraico. Fita - Colar branco, orlado de escarlate, com quatro cruzes bordadas de torso vermelho; as cruzes so teuténicas. Além disso, cada Irmo usa um fitdo vermelho, orlado de preto, da direita para a esquerda, do qual pende uma cruz teuténica es- maltada de ouro. Avental — De seda branca, forrado e debruado de preto, tendo bordada uma cruz teuténica com uma chave. Jéia — Tridngulo de ouro com as letras 1: NR. | gravadas no centro com caracteres hebraicos. GR: 28 Grande Cavaleiro do Sol {ou Principe Adepto) (Apocalipse, VII, 2. XIV, 17) PAL: SAGRADA — IANODA. Resposta: CARBA. PAL: DE PASSE — MUIBITS. SINAIS — Por a mo direita sobre 0 coracdo, 0 polegar afastado formando esquadria. Em resposta — Levantar a mao direita e apontar © céu com o indice. TOQUE — Tomam-se mutuamente as méos, que se apertam brandamente. MARCHA E IDADE — Nao ha, BATERIA — Seis pancadas iguais: 11111! TEMPO DE TRABALHO — Quando se abre: noite sobre a terra, porém o sol esté no meri- diano. Quando se fecha: Os homens sequem sempre 0 efro: poucos 0 combatem, poucos chegam a0 santo lugar. Denominaedes do Grau — Cavaleiro do So! ou Principe Adepto da Oficina — Loja do Cavaleiro do Sol do Presidente — Ado do Vigilante — Irmao da Verdade dos Irmos — Querubins os sete primeiros, silfos os cinco segundos; os restantes chamam-se patri- arcas. 55 Ornamentagio da Loja A Loja esté dividida em quatro cdmaras. A primeira representa uma caverna; no meio estd uma coluna qual acha'se presa uma corrente; a0 lado hd uma mesa e sobre ela um Livro Sagrado; em cima, uma lampada langando uma luz lagubre. Sobre a porta que comunica com a segunda camara, esté escrito em grossos caracteres: “Se no sentes a forca de vencer as tuas paixGes, fuja deste santuério” ‘A segunda 6 armada de preto e iluminada por trés velas, uma a0 Oriente, uma 20 Meio dia e a outra a0 Ocidente. A terceira € armada de vermelho, ilu minada por onze luzes: trés a0 Oriente, uma diante do Grande Vigilante e uma diante dé cada Que rubim. A quarta & armada de azul; a abébada azu- lada; ‘0 santuério iluminado por uma nica luz bastante forte para iluminar toda a Loja. Esté colo cada por traz de um transparente que representa © sol; esta luz € 0 simbolo do Grande Todo, do qual emanam todas as maximas e princ{pios filo: soficos. Vestimentas @ Insignias O Presidente € revestido de uma veste verme hae de um manto aurora (amarelo); tem na mao um cetro encimado por um globo dourado. 0 Gran: de Vigilante porta um olho dourado suspenso por uma fita azul, em colar. Todos os membros da Loja usam uma tinica, 0 chapéu na cabeca e o alfange na mio. O Presidente, o Grande Vigilante e os Querubins devem estar sentados em poltronas, tendo diante deles um altar, 0 malhete na mo e o alfange 56 na outra. Os outros Inmios esto nas colunas atrés dos Querubins. Fita — Colar branco ao pescoco. Avental — Branco orlado de franjas de prata Joia = Os Querubins esto paramentados com a jdie da Ordem que um triéngulo de ouro, tendo no meio um olho gravado e que é suspensa por uma corrente de ouro, Os outros cavaleiros esto paramentados com um so! dou rado, suspenso a0 pescogo por uma corrente de ouro. GR: 29 Grande Cav:. Escocés de Santo André (ou Patriarca das Cruzadas) (Apocalipse 22-1 ¢ 2) SINAIS: 1.0 Sinal da Terra — Limpa-se a fronte com as costas da mio direita, mantendo a cabeca le- vemente inclinada para diante. 20 Sinal da Agua — Coloca-se a mo direita sobre © coragio, e logo se retira pelo lado direito, como quem satida. 3.0 Sinal de Surpresa e Horror — Volta-se 2 cabeca para a esquerda e fita-se a terra, erguendo ao céu as mos postas, um pouco a direita. 4.0 Sinal do Fogo — Unem-se as méos, entrela- ando os dedos e cobrem-se com elas os olhos com a palma para fora, Resposta: Sinal do Ar — Estender em frente © braco e a mao direita na altura do ombro. 87 5.0 Sinal de Admiragio — Levantam-se os olhos e ‘as mos para 0 céu, mantendo o braco esquerdo um pouco mais baixo que o direito, de modo que o joelho forma esquadria com a perna direita, 6.© Sinal do Sol — Coloca'se o polegar da mao direita sobre o olho direito, estendendo 0 index para formar esquadria, mira-se 0 espaco, como Se se quisesse estabelecer um ponto, dizendo: “Eu compasso o Sol”. 7.© Sinal Geral — Forma-se sobre o peito uma Cruz de Santo André, com ambos os bracos e méos estendidos. Toaues: 1.0 Toque — Toma:se mitua e sucessivamente a primeira, segunda e terceira falange do index da_méo direita, soletrando, alternadamente, a palavra sagrada de Aprendiz. 2.0 Toque — Toma-se mutuamente a primeira, se gunda e terceira falanges do dedo médio, sole- trando a palavra sagrada de’ Companheiro. 3.0 Toque — Toma-se reciprocamente a primeira falange do index, pronunciando, alternadamen te, a palavra sagrada de Mestre. Resposta — Levantase a mdo direita, esten- dendo-a para a frente, a altura do ombro. Toque Geral — Toma-se a iltima falange do index da mio direita, um dizendo — EN e 0 outro — AK; depois’ toma-se igual falange do dedo 58 ee minimo, um dizendo — HAM e 0 outro — HAMAKEN. MARCHA — Trés passos de Aprendiz, trés de Com anheiro e trés de Mestre, todos eles figurando no plano da Cruz de Jerusalém, IDADE — 81 anos — 0 quadrado de nove. BATERIA — 9 pancadas por 2, 3e 4: 1! 111 1111 PALAVRAS DE PASSE — 1.0 CALRUF (Anjo da terra) — 2.0 DUILLAT (Anjo da agua) — 3.0 LEIRDRA (Anjo do fogo) — 4.0 NARAMSAC (Anjo do ar). PALAVRA SAGRADA ~ HAMAKEN TEMPO DE TRABALHO — Do meio dia em ponto 2 entrada da noite. 59