Você está na página 1de 2
tudo sobre Raios, relâmpagos e trovões Capítulo 4 Curiosidades sobre o raio Será que é
tudo sobre Raios, relâmpagos e trovões Capítulo 4 Curiosidades sobre o raio Será que é

tudo sobre

tudo sobre Raios, relâmpagos e trovões Capítulo 4 Curiosidades sobre o raio Será que é um
Raios, relâmpagos e trovões
Raios, relâmpagos e trovões

Capítulo 4

Curiosidades sobre o raio

Será que é um disco voador?

Se um dia você se deparar com uma luz pairando no ar, quase do tamanho de uma bola de futebol, branca, amarela ou azul, brilhante como uma lâmpada fluorescente, que produz um som sibilante e que some de repente, parabéns! Você acaba de entrar para o seleto grupo dos pouquíssimos que já viram um relâmpago de bola. Ninguém sabe explicar esse fenômeno muito bem, mas a teoria mais recente é a de que o calor intenso gerado por um relâmpago no solo produz pequenas partículas de silício e de outros minerais – as chamadas nanopartículas. Elas se unem formando uma rede de filamentos carregados de energia química. Esses filamentos evaporam e adquirem a forma de uma esfera. Em contato com o ar, se oxidam lentamente, transformando a energia armazenada em luz, som e calor. Tudo isso acontece numa velocidade absurda e é por isso que parece que a tal bola de luz se materializou no ar.

Mãe do Ouro pode ser o relâmpago de bola

Um dos mitos que povoa o imaginário popular de todo o Sul do Brasil e mais São Paulo e Minas Gerais parece perfeito para explicar o relâmpago de bola. Trata-se da Mãe do Ouro - uma chama que aparece no ar para indicar onde está o ouro. “Onde há fogo, há ouro”, diziam os mais antigos. Talvez o que viam era o relâmpago de bola flutuando sobre as serras, principalmente em áreas de mineração.

Durante as tempestades todo mundo apela

Os vikings recorriam a Thor, o Deus do Trovão. Na verdade, Thor não era apenas o Deus do Trovão, mas também o deus da chuva, do relâmpago e da vingança. O dia de reverenciar Thor era chamado Thorsday , que deu origem ao nome da quinta-feira, que em inglês é Thursday. Para os gregos, os Ciclopes – filhos de Urano, o céu, e de Gaia, a terra – forjaram os raios com que Zeus venceu Cronos. Os romanos atribuíam a Júpiter o poder de lançar raios, dissipar tempestades e trazer a chuva para fecundar a terra. Os índios Kaiapós, que viveram na região do rio Araguaia até 1940, acreditavam que Bebó tinha o poder de anunciar as enchentes e matar os inimigos com o raio e o trovão. Os africanos reverenciam Xangô como o dono do trovão. Uma de suas esposas, Oiá, ou Iansã, é quem domina o vento e as tempestades.

Brasil é campeão mundial de raios

O Brasil é o país com maior incidência de relâmpagos no mundo - são 100 milhões de descargas elétricas por ano, segundo levantamento do INPE – Instituto Nacional de Pesquisas

www.liganessa.com.br

AES ELETROPAULO

12

tudo sobre Raios, relâmpagos e trovões Capítulo 4 – Curiosidades sobre o raio Espaciais, publicado
tudo sobre Raios, relâmpagos e trovões Capítulo 4 – Curiosidades sobre o raio Espaciais, publicado

tudo sobre

tudo sobre Raios, relâmpagos e trovões Capítulo 4 – Curiosidades sobre o raio Espaciais, publicado em
Raios, relâmpagos e trovões Capítulo 4 – Curiosidades sobre o raio
Raios, relâmpagos e trovões
Capítulo 4 – Curiosidades sobre o raio

Espaciais, publicado em 1996, no livro “Relâmpagos”.

A

formação de tempestades. Os raios ocorrem principalmente nas regiões Norte, Centro- Oeste e Sudeste, especificamente no noroeste de São Paulo, sul de Minas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e na Amazônia.

explicação é simples: além do gigantesco território, o nosso clima tropical favorece a

Durma com um barulho desses

Próximo do relâmpago, o som é um intenso estalo e pode causar danos ao ouvido. Distante do relâmpago, só se ouve um estrondo, pois só os sons graves vencem a barreira da distância.

A

próximo quanto do mais distante do relâmpago. Pode-se dizer que os trovões duram, em média, de 5 a 20 segundos.

duração do trovão depende da distância que o observador está - tanto do ponto mais

Sai de baixo que aí vem tempestade!

Todos os dias acontecem mais de 40 mil tempestades na Terra. Ou seja, neste exato momento 27 tempestades podem estar acontecendo em algum lugar!

Raio dispara alarme

Essa pode ter acontecido com você: ocorre um raio na vizinhança e o alarme do carro dispara. Coincidência? Não! A corrente elétrica do raio, que chega a ter dezenas de milhares de ampères, produz fortes campos eletromagnéticos que se propagam em todas as direções na atmosfera. É possível medir esses campos a milhares de quilômetros de onde o raio ocorreu. Próximo ao local de incidência do raio, esses campos são muito intensos, capazes de disparar um alarme de carro ou casa, desses controlados por controle remoto, porque eles são acionados por ondas eletromagnéticas.

www.liganessa.com.br

AES ELETROPAULO

13