Você está na página 1de 2

Mais informações:

www.cfp.org.br

www.crpsc.org.br

Rua Professor Bayer Filho, 110 Coqueiros - Florianópolis - SC CEP: 88080-300 Fone/Fax: (48) 3244-4826 e-mail: crp12@crpsc.org.br www.crpsc.org.br

Comissão de Orientação e Fiscalização (COF)

Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) www.crpsc.org.br cof@crpsc.org.br Comissão de Orientação

www.crpsc.org.br

de Orientação e Fiscalização (COF) www.crpsc.org.br cof@crpsc.org.br Comissão de Orientação e Fiscalização

cof@crpsc.org.br

Comissão de Orientação e Fiscalização (COF)

Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) Registro documental decorrente da prestação de serviços
Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) Registro documental decorrente da prestação de serviços
Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) Registro documental decorrente da prestação de serviços
Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) Registro documental decorrente da prestação de serviços

Registro documental decorrente da prestação de serviços psicológicos

Destaques sobre a Resolução CFP Nº 001/2009 (alterada pela Resolução CFP Nº 005/2010)

de serviços psicológicos Destaques sobre a Resolução CFP Nº 001/2009 (alterada pela Resolução CFP Nº 005/2010)

Registro documental decorrente da prestação de serviços psicológicos

Destaques sobre a Resolução CFP Nº 001/2009 (alterada pela Resolução CFP Nº 005/2010)

Nº 001/2009 (alterada pela Resolução CFP Nº 005/2010) A obrigatoriedade alcança todas as áreas de atuação

A obrigatoriedade alcança todas as áreas de atuação da Psicologia.

Itens contemplados:

I – identificação do usuário/instituição;

avaliação de demanda e definição de

objetivos do trabalho;

registro da evolução do trabalho de

modo a permitir o conhecimento do mesmo e

seu acompanhamento, bem como os

procedimentos técnico- científicos adotados;

registro de Encaminhamento ou

Encerramento; V – cópia de outros documentos produzidos

pelo psicólogo para o usuário/instituição do serviço de psicologia prestado deverão ser arquivadas além do registro da data de emissão, finalidade e destinatário.

VI – documentos resultantes da aplicação de

IV –

III –

II

instrumentos de avaliação psicológica deverão ser arquivados em pasta de acesso exclusivo do psicólogo.

Atendimento em grupo Para os atendimentos em grupo não eventual o psicólogo deve manter além
Atendimento em grupo Para os atendimentos em grupo não eventual o psicólogo deve manter além

Atendimento em grupo

Atendimento em grupo Para os atendimentos em grupo não eventual o psicólogo deve manter além dos
Atendimento em grupo Para os atendimentos em grupo não eventual o psicólogo deve manter além dos
Atendimento em grupo Para os atendimentos em grupo não eventual o psicólogo deve manter além dos

Para os atendimentos em grupo não eventual o psicólogo deve manter além dos registros dos atendimentos, a documentação individual referente a cada usuário.

o psicólogo deve manter além dos registros dos atendimentos, a documentação individual referente a cada usuário.

Guarda

 

É responsabilidade do psicólogo, do responsável técnico de pessoas jurídicas inscritas junto ao CRP e de serviços psicológicos prestados por Instituições de Ensino.

Preservação por pelo menos 5 anos, observadas questões legais pertinentes a guarda.

Pode ser mantida em papel ou informatizada, desde que garantido acesso restrito a profissionais, usuários e à fiscalização do CRP.

Formas de compartilhamento

Prontuário Psicológico (quando o atendimento é realizado somente pelo psicólogo, ou quando há informações que não podem ser compartilhadas com a equipe):

De acesso irrestrito ao usuário ou terceiro por ele autorizado;

Dele não fazem parte os documentos

resultantes da aplicação de instrumentos de

avaliação psicológica, que deverão estar arquivados em pasta de acesso exclusivo do psicólogo (pasta de registro documental);

Na circulação de informações contidas nos

documentos, deve ser observado o cuidado com o sigilo profissional, inclusive sob a

forma informatizada.

Prontuário Único (quando em equipe multiprofissional):

Deve ser adotado quando os serviços forem

prestados por equipe multiprofissional;

Por ser de acesso irrestrito, tanto ao usuário quanto à equipe, nele deverão constar apenas

as informações necessárias ao cumprimento dos objetivos do trabalho em equipe, de forma a garantir o atendimento integral e salvaguardar a intimidade do usuário.

Registro Documental (de acesso restrito ao Psicólogo):

Por razões de restrição de compartilhamento de informações com o usuário e/ou beneficiário do serviço prestado, o psicólogo fará uso do registro documental;

Intervenções cujo teor necessita ficar protegido, com limite de acessibilidade às informações; Tal registro inclui materiais cuja análise e compreensão seja exclusiva ao psicólogo, como: testes e outros instrumentos de avaliação psicológica , desenhos, relatos e análise detalhados dos atendimentos e transcrição das sessões.