Faculdade Católica Rainha do Sertão

Curso de Arquitetura e Urbanismo
Disciplina Projeto Arquitetônico I
Professora Flávia Laranjeira Costa de Assis

Acessibilidade em
projetos arquitetônicos
residenciais

O lar de um cadeirante
• A casa deve ser um local seguro, confortável e deve se adaptar à rotina
dos moradores. É essencial proteger aqueles que tem problemas de
equilíbrio e flexibilidade, como crianças, gestantes, idosos e portadores de
necessidades especiais.
• Planejar a residência e garantir a autonomia dos portadores de
necessidades especiais permite que sua rotina permaneça a mais estável
possível. Problemas de visão, audição e mobilidade reduzida são causas de
diversos tipos de acidentes, os quais acontecem principalmente dentro de
casa e são os responsáveis por muitas sequelas que levam a problemas
futuros.
• A prevenção reduz o número de acidentes e melhora a qualidade de
vida dos habitantes da residência.

O lar de um cadeirante • Portadores de Necessidades Especiais (PNE) e Portadores de Mobilidade Reduzida (PMR) • Desafios para desenvolver atividades cotidianas • Medidas de segurança • Áreas sociais e espaços de lazer • Distribuição dos móveis • Ergonomia • Estética e design .

contribuindo assim para sua saúde física e psicológica. .O lar de um cadeirante O arquiteto deve procurar proporcionar autonomia e um exercício digno das atividades diárias do indivíduo portador de necessidades especiais em sua residência.

.

a utilização de maneira autônoma e segura do ambiente. mobiliário.) visa proporcionar à maior quantidade possível de pessoas. mobiliário. estatura ou limitação de mobilidade ou percepção. construção. equipamentos urbanos e elementos..NBR 9050/2004: Acessibilidade a edificações. edificações.” .. independentemente de idade. instalação e adaptação de edificações. espaços e equipamentos urbanos às condições de acessibilidade. mobiliário. espaços e equipamentos urbanos • “Esta Norma estabelece critérios e parâmetros técnicos a serem observados quando do projeto. • (.

Parâmetros antropométricos .

Comunicação e sinalização .

Área de circulação e manobra .

Alcance manual .

c) C1 x C2 = 0.35 m x 0.40 m = alcance para atividades sem necessidade de precisão. A figura apresenta no plano horizontal as áreas de alcance em superfícies de trabalho. .73 m entre o piso e a sua parte inferior.Superfície de trabalho • • • • As superfícies de trabalho necessitam de altura livre de no mínimo 0. b) B1 x B2 = 1.50 m x 0.25 m = alcance para atividades por tempo prolongado.85 m entre o piso e a sua superfície superior. conforme abaixo: a) A1 x A2 = 1.50 m = alcance máximo para atividades eventuais. e altura de 0.75 m a 0.00 m x 0.

Desníveis superiores a 15 mm devem ser considerados como (. estável e antiderrapante sob qualquer condição..)..).) Inclinações superiores a 5% são consideradas rampas (.Pisos e desníveis • • • “Os pisos devem ter superfície regular....” “Desníveis de qualquer natureza devem ser evitados em rotas acessíveis.” “Tapetes devem ser evitados em rotas acessíveis. Eventuais desníveis no piso de até 5 mm não demandam tratamento especial. (. Desníveis superiores a 5 mm até 15 mm devem ser tratados em forma de rampa.. firme.. com inclinação máxima de 1:2 (50%) (..” .). que não provoque trepidação em dispositivos com rodas (cadeiras de rodas ou carrinhos de bebê).

devem ter um vão livre mínimo de 0. “As portas.10 m. inclusive no batente.90 m.) suas maçanetas devem ser do tipo alavanca. revestimento resistente a impactos provocados por bengalas.00 m: largura mínima 0. Quando localizadas em rotas acessíveis..). recomenda-se que as portas tenham na sua parte inferior... muletas e cadeiras de rodas.40 m a partir do piso (. Em portas de duas ou mais folhas. inclusive de elevadores..80 m e altura mínima de 2.10 m.” .80 m.90 m e 1.Corredores e portas • • Corredor de uso comum com extensão até 4. (. até a altura de 0. instaladas a uma altura entre 0. pelo menos uma delas deve ter o vão livre de 0.

Vagas para veículos .

Barras de apoio .

Sanitários .

Boxe para bacia sanitária acessível .

Boxe para chuveiro e ducha .

Acessórios para sanitários .

.

.

Cozinhas • • “Quando nas unidades acessíveis forem previstas cozinhas ou similares. aproximação e alcance dos utensílios. ..)..80 a 1.. com espaço para encaixar a cadeira embaixo. E ter o cuidado de as maçanetas estarem na parte de baixo das portas.35 m.85 m. deve ser garantida a condição de circulação. A pia deve ser instalada em uma altura entre 0. A altura da mesa deve estar entre 75 e 90 cm do chão. (.73 m (. As pias devem possuir altura de no máximo 0.). É importante observar esta altura para instalação de armários. com altura livre inferior de no mínimo 0.” O alcance máximo padrão para quem está sentado é de 1.20 do chão..

.

35 m. As fechaduras das janelas devem obedecer à altura máxima de alcance que é de 1. O espaço para encaixe da cadeira em escrivaninhas é entre 95 cm e 1. .15 m (o mesmo do comprimento da cadeira). É importante que tenham o parapeito mais abaixo.Quartos • • • A altura ideal para cama é a mesma da cadeira de rodas.

.

..Piscinas e áreas de lazer • “O piso no entorno das piscinas não deve ter superfície escorregadia ou excessivamente abrasiva.) O acesso à água deve ser garantido através de degraus. As bordas e degraus de acesso à água devem ter acabamento arredondado. rampas submersas..” . (. bancos para transferência ou equipamentos de transferência (.)..

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful