Sistemas

Fotovoltaicos de
ligação à Rede
Eléctrica

Faça parte do Sistema
Eléctrico Independente.
Produza Energia Verde a
uma Remuneração
superior a

0,50 €
A uma remuneração de
apróx. 0,52€/kWh (<5kWh)
e 0,35€/kWh (>5kWh)

SOLAR G

A aposta na promoção de instalações de sistemas Fotovoltaicos. está em linha com os objectivoss traçados pela ratificação do Protocolo de Quioto e as metas impostas pelo elo programa nacional para a produção de energia eléctrica a partir da Energia ergia Solar Fotovoltaica. A produção de energia a partir de fonte renovável. tem múltiplas vantagens. que tornam muito atraente o investimento em centrais Fotovoltaicas.1 módulos fotovoltaicos otovoltaicos A EFACEC Sistemas de Electrónica S. 2 o sistema fotovoltaico O sistema pode ser instalado em qualquer superfície com boa exposição solar. . vos.. propõe soluções de utilização de Energia Fotovoltaica para ara projectos de ligação à rede eléctrica pública . existindo fortes incentivos.A.

visando a máxima segurança e longevidade. regulado de acordo com a localização geográfica. que garantem m elevado rendimento durante toda a vida útil. O Inversor electrónico é o responsável pelo interface nterface com a rede e assegura as funcionalidades e protecções impostas pelo elo Decreto-Lei nº 168/99 de 18 de Maio. e simultaneamente assegurar a protecção dos utilizadores e dos equipamentos. 4 instalação A EFACEC propõem todos os acessórios de instalação e serviços necessários para a conclusão do projecto e entrega chave-na-mão. O sistema inclui os equipamentos de medida e contagem da energia eléctrica entregue à rede.3 os equipamentos equipame Os módulos Fotovoltaicos convertem c a energia gia solar em energia eléctrica. A energia eléctrica consumida pelo Centro Electroprodutor será medida em contador independente. Estas estruturas permitem o ajuste do ângulo de inclinação. A EFACEC propõe módulos de tecnologia Monocristalina onocristalina e Policristalina de fabricantes líderes de mercado. que servem de base à facturação mensal. As protecções eléctricas foram dimensionadas para garantir uma elevada disponibilidade do sistema. Estes são agrupados em séries sér e paralelos dee modo a perfazer a potência desejada. As estruturas metálicas de suporte são calculadas tendo em conta os esforços mecânicos e as condições ambientais. .

com suporte fixo e 763 dados de radiação solar 650 tendo em conta uma 591 superfície inclinada.5 projecto de referência Como ponto de partida para um estudo de viabilidade económica e da configuração deste tipo de sistemas. 457 373 293 281 Dezembro Outubro Novembro Setembro Julho Agosto Maio Junho Abril Março Janeiro 0 Fevereiro 200 . sendo previsível uma produção anual de 6554 kWh. com uma distribuição mensal de: Orientação do sistema a 1000 812 800 715 600 400 552 317 750 Sul. apresentam-se breves apontamentos em relação a um sistema de 4.84 kWh de potência instalada. e as respectivas condições geográficas e climatéricas. estimativa de produção Foi considerado um Centro Electroprodutor instalado nos arredores do Porto.

24 de Novembro. 1ª série “Estabelece. 1ªsérie B. que revê o regime aplicável à actividade de produção de energia eléctrica”. Portaria 1467-C/2001. Decreto-Lei 32A-A/2005. Portaria 62/2002. “Permite a actividade de produção de energia eléctrica por pessoas singulares ou colectivas de direito público”.6 enquadramento legal Decreto-Lei 189/88. 16 de Dezembro. . 29 de Dezembro. Decreto-Lei 168/99. 1ª série-A. “Estabelece taxas de apreciação dos pedidos ao abrigo do Decreto-Lei 312/2001”. 6 junho. 1ª série. o regime jurídico do exercício da actividade de produção de energia eléctrica a partir das energias renováveis”. que revê os factores para o cálculo do valor da remuneração pelo fornecimento da energia eléctrica”. no âmbito do SEI. “Estabelece as cauções a prestar no âmbito do Decreto-Lei 312/2001”. 1ª série-A. “Contrato-tipo compra e venda de energia eléctrica”. Decreto-Lei 339-C/2001. de 27 Maio e procede à sua republicação”. “Altera o Decreto-Lei nº 168/99. 1ª série-A. Decreto-Lei 313/95. 1ª série. 1ªsérie B. “Altera o Decreto-Lei nº 189/88. “Altera algumas disposições do Decreto-Lei nº 189/88. de 27 Maio. Portaria 416/90. 18 de Maio. de 18 Maio. 16 de Fevereiro. 31 de Dezembro. 27 Maio.

25 Euros 1. será realizada por contadores adores equivalentes eq equivalentes.00 Euros RS 485 Interface 31. a confirmar de acordo com as características da instalação. Módulos Fotovoltaicos Estruturas de suporte Bases de apoio Equipamento de protecção e ligação Inversor de ligação à rede eléctrica Quadro eléctrico 25. mas distintos dos utilizados para a energia eléctrica consumida pelo pe centro produtor. .40 Euros Equipamento de medida e contagem Desenvolvimento e realização de todo o dossier de projecto Engenharia de projecto.20 Euros 27.00 Euros Conversor RS 485 / RS 232 256. instalação e concepção Colocação em serviço e comissionamento Total 1.714.05 Euros 330.25 Euros Software Sunny Boy Control Sunny Beam Sunny Web Box Extensão de garantia do Sunny Boy Control de 10 anos (*) 648.00 Euros Valor indicativo.885. gestão e planeamento Transporte.599.7 estimativa stimativa de custo(*) Neste te ponto eenglobam-se todos os equipamentos de medida e contagem da quantidad quantidade de energia eléctrica entregue na rede pública.138.00 Euros 1.60 Euros Lista de Opções Extensão de garantia do inversor de 10 anos 115.655. A medida edida da energia eléctrica entregue para facturação.10 Euros 243.

do dia 1 ao dia 15.81 Dezembro Novembro Outubro Setembro Agosto Julho Junho Maio Abril 154.43 Março Fevereiro 191.37 339. deverá ser solicitada a licença de estabelecimento > Concedida a licença poder-se-á dar inicio ao período de instalação do equipamento e consequente vistoria > Construção do ramal de ligação do centro produtor à rede eléctrica pública > Assinatura do contrato de compra e venda com o concessionário da rede eléctrica . estão reunidas as condições de elaboração do projecto e a consequente entrega do pedido de atribuição do ponto de ligação > Após a atribuição do ponto de ligação.76 239.87 Janeiro 163.13 374. do 1º mês de cada Quadrimestre > Com os dados fornecidos na resposta ao PIP.49 284.03 Euros 9 procedimentos de licenciamento Todo o procedimento está regulamentado pelo Decreto-Lei 312/ 2001 de 10 de Dezembro.421.51 Total rendimento anual = 3.17 307. > Entrega de um Pedido de Informação Prévia ( PIP ).8 estimativa de facturação 425.57 398.62 148.30 393.

Mod. Frederico Ulrich . ao fim de 25 anos de funcionamento Garantia de 10 anos dos Inversores de ligação à rede (opção) EFACEC Sistemas de Electrónica S.10 serviços > Gestão de todo o processo de licenciamento licenc e contratação > Estudos de viabilidade económica e de d financiamento > Elaboração de candidaturas a apoios nacionais e europeus > Fornecimento de todo o equipamento necessário > Realização do projecto eléctrico > Transporte.Apartado 3078 efapower@se.A.efapower. ao fim de 12 anos de funcionamento > Mínimo de produção de 80% da potência nominal.efacec.pt Devido ao contínuo desenvolvimento. Sem validade como documento contratual. Tel: +351 22 9402000 Sistemas de Alimentação Fax: +351 22 9485428 Rua Eng. baseadas em produtos de elevada qualidade e que incluem in soluções chave-na-mão.pt 4471-907 Moreira Maia . as características e informações poderão ser alteradas sem aviso prévio.efacec. instalação e configuração de todo o equipamento > Realização de ensaios e colocação em serviço > Proposta de contrato de manutenção > Formação 11 garantias Garantia de produção e consequente rendimento (opção) Garantia de produção dos módulos fotovoltaicos nos seguintes termos: > Mínimo de produção de 90% da potência nominal. Neste âmbito propomos uma gama integrada integ de equipamentos e serviços capaz de proporcionar aos nossos clientes client soluções flexíveis.Portugal www. SA50P0503A1 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful