Você está na página 1de 170

Meu barco veleiro

Meu boi pintado


Meu canarinho
Meu guriab
Meu pas
Meu navio
Meu Sinh So Benedito
Minha terra
Moambique
Moambique
Moambique
Moambique
Moda da Barra
Modinha
Morena da ponte nova
Mulher rendeira

371

018
462
479
314
433

091
282
078
079
378
379
354

118
096
128

N
Na barca chegou
Na mo direita tem
No me deixes sofrer
Nas guas verdes do m
Nesta rua
No copi
Noite

024
071
280
149
270
442

209

O
O ba
O ba be bi bo bu
O carangueijo
O cravo brigou com a rosa
Ofirim
O fumar alegra a gente
O gigante
Ogum Mari
h botucat
Oh! que belas laranjas
i iai, i iai
O jaragu
O ja
O leme me cham
Olha o rojo
Olha a rolinha
mana chica
Maria, Maria
Omol na pere sudan
Onde tua morada?
Onde que eu moro
Ontem, hoje amanh
O pinho
Quem na vida
Quero-mana
Queromana

R
Ermelinda A. Paz

002
053
077

005
386

303
480
474
017

114
486
151

244

192
372
072

382

Ora vamos tirar areia


0 Rei manda
sali-sali-a
Os bons conguinhos
0 tiriri
0 vapor da Bahia
0 viageiro
Oxum
Oxumar l l

060
194
279
057
249

027
429

130
356

106
087
357

045
392
384

P
Pai Francisco
Pai Mateus
Po, po, po
Papagaio, periquito
Papo de coco
Passa passa gavio
Passaraio
Passarinho da lagoa
Patinha
Pega 0 touro, amarra
Peixe vivo
Peixeira
Pela praia vagava
Penedo vem
Perequ
Periquito maracan
Periquito maracan
Pernambuco
Pezinho
Pobre barqueiro
Pombinha rolinha
Ponto de terreiro
Por causa de uma saudade
Pulga maldita
Prai
Pretinho de Angola
Primeira barcarola
Primeira despedida
Primeira jornada
Primeira jornada
Primeira partida
Primeiro dobrado

243

387

355

12 7
478
182
061
028
035

211
088
421
135

083
217
283
086
129
004
169
288
066
297
155
346

256
471

465
049
310
413

294
301
153

309

Q
Quadrilha
Quantas vezes gravei teu
Quarto canto da pastora
Que casa essa
Quem me viu criana
Sinhninha
Sodade
Soluando eu te digo
Sonhos, quimeras

180

274
275

058
476
254

051
364
009
281