Você está na página 1de 2

Determinação do teor de ácido acetilsalicílico nos medicamentos

do teor de ácido acetilsalicílico nos medicamentos Determinação do teor de ácido acetilsalicílico (AAS) em
do teor de ácido acetilsalicílico nos medicamentos Determinação do teor de ácido acetilsalicílico (AAS) em

Determinação do teor de ácido acetilsalicílico (AAS) em medicamentos

A. Gorski, A. Alves, B. Silveira, C. Vilas Bôas, E. Kuroda, F. Moço, G. Oliveira, G. Medeiros, M. Hunold e V. Bessas Orientador: Fernando Carlos Giacomelli (CCNH) Campus Santo André

Resumo

O ácido acetilsalicílico tem propriedades antitérmicas, analgésicas e anti- inflamatórias e é utilizado para alívio dos sintomas de várias doenças tais como gripe, resfriados e outros tipos de infecções. Durante o experimento, objetivamos determinar a concentração de ácido acetilsalicílico em diferentes comprimidos (Melhoral®, Aspirina® e AAS®) por titulação volumétrica. Pode-se verificar a precisão das informações contidas nas bulas. A análise dos dados mostrou que os resultados encontrados foram extremamente próximos aos apontados pelos fabricantes dos remédios.[1]

INTRODUÇÃO

A gripe é a mais comum das afecções, mas sua causa permanece obscura para a medicina. Há alguns anos, passou a ser atribuída ao contágio de vírus transmissíveis pelo ar ou à alergia. [2] O ácido acetilsalicílico (C 8 O 2 H 7 COOH) é o analgésico mais utilizado em todo o mundo, principalmente, no combate à gripe, resfriados e inflamações. [3]

OBJETIVO

Determinar o teor de ácido acetilsalicílico em comprimidos de analgésicos: Melhoral®, Aspirina® e AAS®.

METODOLOGIA

Pesou-se

os

comprimidos

(AAS

infantil®,

Melhoral®

ou

Aspirina®)

e

anotou-se

a

massa obtida. Colocou-se a massa obtida de cada comprimido em um erlenmeyer e adicionou-se 20 mL de água destilada e 20

mL de etanol. Em seguida, adicionou-se 3 a

5 gotas da solução de fenolftaleína e titularam-se as amostras com solução de hidróxido de sódio 0,1044 mol/L até o aparecimento de uma coloração rósea.

Todos os procedimentos foram realizados

em triplicata.

RESULTADOS E DISCUSSÃO

A reação de neutralização do AAS é dada abaixo:

Assim, o número de mols de NaOH utilizados na titulação (n NaOH = 0,1044 mol/L x V NaOH ) é igual a número de mols de ASS (n AAS ) presente em cada amostra. Sabendo-se que nAAS = nNaOH e que a massa molar do AAS é igual a 180,2 g/mol, calculou-se a

C O H COOH

8

2

7

+

NaOH

C O H COONa

8

2

7

+

H O

2

IX Simpósio de Base Experimental das Ciências Naturais da Universidade Federal do ABC - 12 e 13 de agosto de 2011

Determinação do teor de ácido acetilsalicílico nos medicamentos

massa de ASS em cada comprimido (m AAS ), uma vez que m AAS = n AAS x 180,2 g/mol. A massa de cada medicamento utilizada nos testes foi de 300mg, após amassados e pesada com a ajuda de uma balança de precisão. Os volumes de base utilizados foram encontrados no processo de titulação e o pH foi monitorado utilizando-se uma fita específica para medição. A seguir são mostrados os dados experimentais obtidos.

Tabela

1:

Dados

obtidos

para

o

AAS

Infantil®

V NaOH

(mL)

n AAS (mol)

m ASS em

300mg

(mg)

% m/m

10,6

1,12 x 10 -3

201,3

67,1%

Os dados contidos na bula para 150mg de medicamento são os seguintes: 100mg de ácido acetilsalicílico, vanilina, sacarina sódica, lactose monoidratada, dióxido de silício, amido de milho, corante amarelo nº5 e corante amarelo nº6. Assim, nota-se que a diferença da bula para os dado experimental obtido (100,65 mg) é mínima.

Tabela 2: Dados obtidos para o Melhoral®

   

m

ASS

 

V

NaOH

n

AAS

em

% m/m

(mL)

(mol)

300m

g (mg)

 

13,8

1,4 x 10 -3

259

86,3%

Os dados contidos na bula para 610mg de medicamento são os seguintes: 500mg de ácido acetilsalicílico e 30mg de cafeína. O dado experimental mostra a presença de um pouco mais de ácido do que o esperado (526,6 mg).

Tabela 3: Dados obtidos para a Aspirina®

V NaOH

(mL)

n AAS (mol)

m ASS em

300mg

(mg)

% m/m

11,4

1,19 x 10 -3

214

71,3%

Os dados contidos na bula para 660mg de medicamento são os seguintes: 500mg de

ácido acetilsalicílico e componentes inertes:

amido e celulose. Nesse caso, a quantidade de ácido está um pouco abaixo (470,8 mg) do dado contido na bula. Finalmente, é importante ressaltar que houve

a presença de corpo de fundo durante o

desenvolvimento do experimento, que pode

ter sido causado pelas substâncias adicionais.

CONCLUSÕES

Determinou-se a quantidade de ácido acetilsalicílico no AAS® Infantil, Melhoral® e Aspirina® e compararam-se os resultados obtidos com as respectivas bulas. Verificou- se que a quantidade de ácido acetilsalicílico no AAS® Infantil foi a mais exata. Quanto ao Melhoral®, observou-se que o mesmo apresenta mais ácido do que a quantidade dita na bula e a Aspirina® apresenta menos ácido do que a dita na bula, porém a margem de erro foi mínima.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

[1] http://www.bulas.med.br

[2] ttp://pt.scribd.com/doc/50297065/66/MEDI

CAMENTOS-PArA-GrIPE-E-rESFrIADOS

[3]http://www.meishusama.org/ensinamentos/

a_criacao_da_civilizacao/gripe.htm

AGRADECIMENTOS

À UFABC pela concessão de materiais e

espaço parar a realização do trabalho e ao Prof. Dr. Fernando Carlos Giacomelli pelos ensinamentos adquiridos.

IX Simpósio de Base Experimental das Ciências Naturais da Universidade Federal do ABC - 12 e 13 de agosto de 2011