Você está na página 1de 3

TRABALHO E TEOREMA DA ENERGIA CINTICA

1. (AFA 2003) Uma partcula est sob efeito de uma fora conforme o grfico abaixo:
F(N)
3

10

x(m)

O trabalho , em joules, realizado pela fora no intervalo x = 0 a x = 10 de


(A) 7
(B) 70
(C) 4

(D) 23

2. 2. (AFA 2002) A energia cintica EC de um corpo de massa m que se desloca sobre uma superfcie horizontal e
retilnea mostrada no grfico em funo do deslocamento x.

O grfico da fora resultante FR que atua sobre o corpo em funo do deslocamento x

r
r
3. (AFA 1999) A figura abaixo mostra um corpo em um plano inclinado, submetido fora F e ao peso P . O trabalho,
r
em joules, realizado por F para deslocar o corpo por um metro, com velocidade constante, ao longo do plano, ,
aproximadamente,
(considerar g = 10 m/s2; massa do corpo m = 1,0 kg; e coeficiente de atrito = 0,3)

r
F

r
P

(A) 3,8

(B) 6,8

(C) 7,8

(D) 9,8

4. (AFA 1998) Um corpo de 5 kg de massa percorre uma trajetria circular no interior de uma esfera oca, cujo raio 2
metros. A figura abaixo ilustra o fato. Pode-se afirmar que o trabalho, em J, realizado pela fora peso entre os pontos:

C
D

B
A

(A) AC 100
(C) ABCDA 200

(B) ABCDA nulo


(D) ABC igual ao trabalho da fora centrpeta

5. (AFA 1996) Na figura, um bloco de 10 Kg arrastado por uma fora F ao longo da superfcie horizontal. O grfico
mostra a variao da fora resultante no bloco, ao longo de 5m. Se o coeficiente do atrito de 0,2, o trabalho realizado
pela fora

(A)30

r
F , em J, quando o bloco se desloca de 0 a 3 m, ser

(B) 90

(C) 150

(D) 250

6. (AFA 1996) Na figura temos um pndulo simples. Quando a massa m oscilar de A at B, o trabalho realizado pela
fora peso ser:

(A) 0

(B) 2mgL

(C) 2mgL

(D) mgL(1 - cos)

7. (AFA 1995) Um projtil de massa 10 g , com velocidade de 280 m/s, atravessa horizontalmente uma placa de
madeira de espessura 7cm. Sendo a fora de resistncia da madeira penetrao do projtil constante e de valor igual a
4x103 N, pode-se afirmar que a velocidade, em m/s, com que o projtil sai da madeira vale, aproximadamente,
(A) 50
(B) 150
(C) 180
(D) 200
8. (AFA 1995) Um bloco de massa m = 1 kg desloca-se sobre um plano horizontal com atrito ( = 0,2) e comprime a
mola de constante elstica K = 205 N/m. Se a mxima compresso da mola pela ao do bloco foi 0,2 m, o trabalho, em
joules, realizado pela fora de atrito durante a compresso da mola e a velocidade em m/s com que o bloco tocou a mola
valem, respectivamente:
(A) 0,4 e 3
(B) 0,04 e 2,86
(C) 0,4 e 2,86
(D) 0,04 e 3
9. (AFA 1995) Um carrinho de massa 20 kg desce um plano inclinado que forma ngulo de 45 com a horizontal.
Supondo-se que o carrinho comece o movimento partindo do repouso, que o coeficiente de atrito na descida seja c = 0,25
e que a altura do plano inclinado seja 10 m, ento sua energia cintica no solo ser (em joules)
(A) 2000
(B) 1750
(C) 250
(D) 0
10. (AFA 1995) Um corpo de massa 15,0 kg desloca-se sobre um plano horizontal, sob a ao de uma fora horizontal
r
F . Considere dois pontos A e B dessa trajetria, distanciados 20,0 m um do outro. Suponha que o corpo passe por A com
velocidade de 2,0 m/s e por B com velocidade de 6,0m/s, e que o coeficiente
de atrito dinmico e seja igual a 0,10. Assim
r
sendo, pode-se afirmar que o trabalho realizado, em joules, pela fora F , entre os pontos A e B,
(A) 54
(B) 240
(C) 290
(D) 540
11. (AFA 1994) Qual o valor do trabalho, em Joule, realizado por um tenista, para imprimir uma velocidade de 108
km/h numa bolinha de tnis de 60 g de massa?
(A) 27
(B) 54
(C) 81
(D) 108

GABARITO
1. A
2. A
3. C
4. B
5. C
6. A
7. B
8. A
9. B
10. D
11. A

Você também pode gostar