Você está na página 1de 12
Sinais e Sistemas
Sinais e Sistemas

Aula 16

Professor: Rafael Antunes Nóbrega

•

CAPÍTULO 1: Introdução:

Sinais de tempo contínuo e de tempo discreto;

Energia e Potência de um sinal

Transformações de variáveis independentes;

Sinais periódicos

Sinais senoidais e exponenciais;

Funções impulso unitário e degrau unitário;

Sistemas de tempo contínuo e de tempo discreto;

Propriedades básicas de sistemas;

•

CAPÍTULO 2: Sistemas lineares invariantes no tempo:

Representações de sinais em termos de impulso;

Convolução.

Esquema de Interconexões

Propriedades de sistemas LIT

Equações diferenciais lineares com coeficientes constantes

Funções de singularidade

•

CAPÍTULO 3: Série de Fourier

Perspectiva histórica

Resposta dos sistemas LIT às exponenciais complexas

Representação de sinais periódicos de tempo contínuo

Convergência da série de Fourier

Propriedades da série de Fourier de tempo contínuo

Representação de sinais periódicos de tempo discreto

Propriedades da série de Fourier de tempo discreto

Série de Fourier e sistemas LIT

Filtragem

Exemplos filtros contínuos

Exemplos filtros discretos

•

CAPÍTULO 4: A transformada de Fourier de tempo contínuo

Continuação

Representações de sinais aperiódicos (tempo contínuo)

TF para sinais periódicos

Propriedades da TF de tempo contínuo

A propriedade da convolução

A propriedade da multiplicação

Sistemas caracterizados por equações diferenciais lineares com coeficientes constantes

equações diferenciais lineares com coeficientes constantes CAPÍTULO 5 : A transformada de Fourier de tempo discreto

CAPÍTULO 5: A transformada de Fourier de tempo discreto

Representações de sinais aperiódicos (tempo discreto)

TF para sinais periódicos

Propriedades da TF de tempo discreto

A propriedade da convolução

A propriedade da multiplicação

Dualidade

Sistemas caracterizados por eq. Diferenças lineares com coef.s constantes

CAPÍTULO 9: A transformada de Laplace : A transformada de Laplace

Diferenças lineares com coef.s constantes CAPÍTULO 9 : A transformada de Laplace CAPÍTULO 10 : A

CAPÍTULO 10: A transformada Z

visto

2

Transformada z

A transformada z inversa

Vimos que a Transf. z pode ser expressa como Transf. de Fourier:

X re

jw



x[n] r

n

e

jwn

F x[n] r

n

Fazendo a Transf. de Fourier inversa temos:

   x[n] r  n  e  jwn   F x[n] r

Transformada z

A transformada z inversa

Agora fazendo z = re jw temos:

Transformada z A transformada z inversa • Agora fazendo z = re j w temos: plano
Transformada z A transformada z inversa • Agora fazendo z = re j w temos: plano
Transformada z A transformada z inversa • Agora fazendo z = re j w temos: plano
Transformada z A transformada z inversa • Agora fazendo z = re j w temos: plano
Transformada z A transformada z inversa • Agora fazendo z = re j w temos: plano
plano z  re jw r w 4
plano z  re jw
r
w
4

Transformada z

A transformada z inversa

Exemplo 1:

Ache x[n]

Transformada z A transformada z inversa • Exemplo 1: – Ache x[n] 5

Transformada z

A transformada z inversa

Exemplo 2:

Ache x[n]

Transformada z A transformada z inversa • Exemplo 2: – Ache x[n] 6

Transformada z

A transformada z inversa

Exemplo 3:

Ache x[n]

Transformada z A transformada z inversa • Exemplo 3: – Ache x[n] 7

Transformada z

A transformada z inversa

Esses exemplo usaram a solução típica por Frações Parciais;

Expressões da TZ como uma combinação linear de termos mais simples;

Assim cada termo pode ser obtida por inspeção;

– Assim cada termo pode ser obtida por inspeção; A expansão pode incluir parcelas com ordem
– Assim cada termo pode ser obtida por inspeção; A expansão pode incluir parcelas com ordem

A expansão pode incluir parcelas com ordem maior (Seção 10.6)

Transformada z

A transformada z inversa

Exemplo 4:

Ache x[n]

Transformada z A transformada z inversa • Exemplo 4: – Ache x[n] 9

Transformada z

A transformada z inversa

Exemplo 5:

Ache x[n]

Transformada z A transformada z inversa • Exemplo 5: – Ache x[n] 10

Transformada z

A transformada z inversa

Exemplo 6:

Ache x[n]

Transformada z A transformada z inversa • Exemplo 6: – Ache x[n] 11

Transformada z

Próxima Aula

Cálculo geométrico da TF a partir de pólos e zeros

Propriedades da Transformada z