Você está na página 1de 2

“A Teoria Crítica não se limita a descrever o funcionamento da sociedade

,
mas pretende compreendé-la a luz de uma ernancipacáo ao mesmo tempo
possível e bloqueada pela lógica própria da organização social vigente. De
sua perspectiva, é a orientação para a emancipação da dorninacáo” (p.9)
“A ação instrumental é aquela orientada para o éxito, em que o agente
calcula os melhores meios para atingir fins determinados previamente. Esse
tipo de ação é aquele que caracteriza para Habermas o trabalho, vale dizer,
aquelas ações dirigidas a dorninacáo da natureza e a organização da
sociedade que visam a produção das condições materiais da vida e que
permitem a coordenação das acóes, isto é, possibilitama reprodução
material da sociedade.” (p.13)
“O que há de comum entre as abordagens das Teoria da ação comunicativa
e a Dialética do Esclarecimento é justamente o problema que tinha de ser
enfrentado e que Habermas não enfrentou por inteiro: desde o trabalho
inaugural de Horkheimer, “Teoria Tradicional e Teoria Critica” vigora nessa
vertente intelectual uma concepção de sociedade que tem dois pólos e nada
a mediar entre eles, uma concepção de sociedade posta entre estruturas
econômicas determinantes e imperativas e a socialização do indivíduo, sem
tomar em conta a ação social como necessário mediador.” (Isso é o que
honneth chama de déficit sociológico da teoria critica) p.16
“Honneth nos diz que Habermas poderia ter evitado os problemas derivados
de sua concepção dual de sociedade se tivesse seguido essa sua própria
proposta interpretativa de uma interação social que é também uma luta
entre grupos sociais para a modelagem da própria forma organizacional da
ação instrumental” (p.19)
____________________________________________________________________________

“delineia-se assim a idéia de uma teoria crítica da sociedade na qual os
Processos de mudança social devem ser explicados com referencias as
pretensões normativas estruturalmente inscritas na relação de
reconhecimento recíproco.” (p.24)
_____________________________________________________________________________
Luta social entre homens (hobbes e Maquiavel)
Maquiavel análise a humanidade com egocêntrica e que está a todo
instante lutando para alcançar seus objetivos não importando como o que é
a causa dos conflitos. Hobbes produz a teoria do estado em que o soberano
é o ser necessário para evitar a guerra iminente de todos contra todos.
penúltimo parágrafo da página 45

“Em seus escritos sobreo Fundamentos do direito natural, Fichte havia
concebido o reconhecimento como uma "ação recíproca "entre indivíduos,
subjacente a relacáo jurídica: no apelo recíproco a ação livre e na limitacáo

que depois alcanca validade objetiva na relação jurídica” (p. constitui-se entre os sujeitos a consciência cornum.simultânea da própria esfera de ação a favor do outro.46) .