Você está na página 1de 4

2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES

06 – O coeficiente de solubilidade de um sal é de 60 g por 100 g
de água a 80°C. A massa em gramas desse sal, nessa
01 – Uma solução composta por duas colheres de sopa de temperatura, necessária para saturar 80 g de H2O é:
açúcar (34,2g) e uma colher de sopa de água (18,0 g) foi a) 20. b) 48. c) 60. d) 80. e) 140.
preparada. Podemos dize r que:
07 – Considere uma solução aquosa saturada de KCl, com corpo
1) A água é o solvente, e o açúcar o soluto.
de fundo, a 20ºC e os seguintes valores:
2) O açúcar é o solvente, uma vez que sua massa é maior que a
da água.
10°C
20°C
30°C
3) À temperatura ambiente o açúcar não pode ser considerado
Solubilidade do
1,0g
2,5g
5,0g
solvente por ser um composto sólido.
KCl/1kg de água
EXERCÍCIOS DE SOLUBILIDADE

Está(ão) correta(s):
a) 1 apenas
b) 2 apenas
d) 1 e 3 apenas e) 1, 2 e 3

c) 3 apenas

De acordo com os dados acima, para diminuir a massa do corpo
de fundo basta:

02 – Um determinado sal tem coeficiente de solubilidade igual a
34g/100g de água, a 20ºC. Tendo-se 450g d água a 20 ºC, a
quantidade, em gramas, desse sal, que permite preparar uma
solução saturada, é de:

I. Aquecer o sistema.
II. Adicionar água e agitar.
III. Agitar a solução.
IV. Decantar a solução.

a) 484g.
d) 216g.

Dessas afirmações, são corretas apenas:

b) 450g.
e) 153g.

c) 340g.

a) I e II.
b) I e III.
03 – A solubilidade do K2Cr2O7, a 20ºC, é de 12g/100g de água. d) II e IV.
e) III e IV.
Sabendo que uma solução foi preparada dissolvendo-se 20g do
sal em 100g de água a 60ºC e que depois, sem manter em 08 – Observe os sistemas
repouso, ela foi resfriada a 20ºC, podemos afirmar que:

c) II e III.

a) todo sal continuou na solução.
b) todo sal passou a formar um corpo de chão.
c) 8g de sal foi depositado no fundo do recipiente.
d) 12g do sal foi depositado no fundo do recipiente.
e) 31g do sal passou a formar um corpo de chão.
04 – Após a evaporação de toda a água de 25g de uma solução
saturada (sem corpo de fundo) da substância X, pesou-se o
resíduo sólido, obtendo-se 5g. Se, na mesma temperatura do
experimento anterior, adicionarmos 80g da substância X em
300g de água, teremos uma solução:
a) insaturada.
b) saturada sem corpo de fundo.
c) saturada com 5g de corpo de fundo.
d) saturada com 20g de corpo de fundo.
e) supersaturada.

Agora analise estas afirmações:

05 – Quatro tubos contêm 20 mL de água cada um. Coloca-se
nesses tubos dicromato de potássio nas seguintes quantidades:
Tubo A
1,0g

Tubo B
2,5g

Tubo C
5,0g

I. No sistema I, a solução está insaturada.
II. No sistema II, a solução está saturada.
III. Não existe solução saturada sem precipitado.
Está(ao) correta(s) somente a(s) afirmativa(s):
a) I.

Tubo D
7,0g

b) II.

c) III.

d) I e II. e) I e III.

09 – Colocando-se 400g de cloreto de sódio (NaCl) em 1 litro
de água pura, à temperatura de 25°C, podemos afirmar que:
Dado:
CS = 360g de NaCl / L de água, a 25°C.
A solubilidade do sal, a 20ºC, é igual a 12,5g por 100 mL de
água. Após agitação, em quais dos tubos coexistem, nessa
a) O sal se dissolve totalmente.
temperatura, solução saturada e fase sólida?
b) O sal não se dissolve.
a) em nenhum.
b) apenas em D. c) apenas em C e D. c) Parte do sal se dissolve e o excesso se deposita, formando
uma solução saturada.
d) apenas em B, C e D. e) em todos.
d) O cloreto de sódio, a 25°C, é insolúvel.
e) Precisaríamos de 200g de cloreto de sódio a mais para que ele
se dissolvesse totalmente.
Massa de K2Cr2O7

1

e) 175g. C12H22O11. 16 – A curva de solubilidade de um sal hipotético está Em 100g de água a 20°C. 14 – Tem-se 540g de uma solução aquosa de sacarose III. e) II. a) 20g. c) 40g. d) 90g. 12 – Prepararam-se duas soluções. Cs = 260g/100g de água a Está(ao) correta(s) somente a(s) afirmativa(s): 50°C. este se (C12H22O11).0g de KCl. c) o nitrato de sódio é a substância que apresenta a maior solubilidade a 20ºC. dissolvidos em equilíbrio com 6. a 10 g de água e a 20°C.6 34. Conhecida a tabela acima.0 40. é de 5g em 100g de água. e) 105g. Adicionando-se 200g de H3BO3 em 1. b) a solução II é insaturada e todo o açúcar adicionado se dissolveu. À temperatura de 40°C. com corpo de chão. quando ela é transformará rapidamente no sistema I.2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.0g de KCl. a solubilidade do sal é de 20g/100g de á gua. 13 – As curvas de solubilidade têm grande importância no 17 – Adicionando-se separadamente.: RENÉ DOS REIS BORGES 10 – Observe a seqüência abaixo. após forte agitação. contendo 34. a 20°C. adicionam-se 40. c) ambas são saturadas e nem todo o soluto adicionado se A quantidade de água necessária para dissolver 30g de sal a dissolveu. preparada com 100 g de água.0 g de cloreto de sódio. d) 50g. observa-se a formação de uma: a) solução saturada. c) 75g. b) 30g. Colocando-se um cristal de sal no sistema III. I. Analise agora as seguintes afirmativas: e) dissolvendo-se 15 g de cloreto de potássio em 50 g de água a 40ºC. e 5.5 a) 50g. b) I e III.0 g de sacarose. observa-se a precipitação de 30 g desse sal. através da adição de 5. já que a temperatura influi decisivamente em 100g de água. c) 100g. b) 75g. IV. b) solução saturada. Considerando que as solubilidades (g do soluto/ 100 g de H2O) do NaCl e da C12H22O11 são 36 e 203. 40g de cada um dos sais estudo das soluções. representada abaixo. sem corpo de fundo. obtém-se uma solução insaturada. d) ambas são instauradas e todo o soluto adicionado se 30°C é: dissolveu.0 45. saturada.00 kg de água. a 20°C. em que o sistema I se na solubilidade das substâncias. resfriada até 30°C? Cs = 220g/100g de água a 30°C. d) I. II e III. quais sais estão totalmente dissolvidos em água? 2 . a 50°C. III e IV. é correto afirmar que: encontra a 25°C com 100g de água: a) há um aumento da solubilidade do sulfato de cério com o aumento da temperatura. I e II. Considerando as curvas de solubilidade dadas pelo gráfico. c) solução não saturada. em relação às soluções I e II. respectivamente. e) 60g. respectivamente. c I e II. b) 60g. em cada recipiente. d) solução extremamente diluída. d) resfriando-se uma solução saturada de KClO3. a) 45g. O sistema III é uma solução supersaturada. quantos gramas de ácido restam na fase sólida? 11 – (MACKENZIE-SP) T (°C) 0 20 40 60 Solubilidade do KCl (g/100g de água) 27. 15 – A solubilidade do ácido bórico (H3BO3).0g de KCl sólido. NaCl.9. a) II e IV. d) 150g. de 90ºC para 20ºC. e) solução extremamente concentrada. II. Qual a massa de cristais que se separam da solução. e) ambas são supersaturadas. b) a 0ºC o nitrato de sódio é menos solúvel que o cloreto de potássio. O sistema I é uma solução insaturada. sem corpo de chão. pode-se afirmar que: a) a solução I é saturada e todo o soluto adicionado se dissolveu. A 25°C.

90g. solúvel quanto maior for a temperatura. b) NaCl e NaNO3. em várias a) 25°C. o sistema é resfriado. e) 0. for devidamente resfriada até ati ngir a temperatura de 20°C. solúvel quanto maior for a temperatura. 01. O sistema é aquecido e o solvente evaporado até a metade. em água. a 20ºC. d) concentrada com maior volume. c) 0. saturada. apresenta-se mais: 50°C. de A que está precipitada e dissolvida a 30 ºC. Inicialmente.0 60 15.0 100 19. a uma temperatura inicial de 90°C. A solução obtida. a comparada com a inicial.2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.0 litro de água a 70 ºC. b) 0. tem-se 50 g dessa substância presente em 1.5 80 18.22g. e) NaCl e Ce2(SO4)3.: RENÉ DOS REIS BORGES a) diluída com maior volume. afirmar com segurança que: nitrato de prata. e) 80°C. c) 60°C. até atingir a temperatura ambiente de 30 ºC. d) 10g. Determine a quantidade. A que temperatura aproximadamente deve começar a cristalizar o K2Cr2O7? 24 – A figura abaixo representa a variação de solubilidade da substância A com a temperatura. e) 8g.56g. 0 7. a dissolução do sal é acompanhada de uma queda de temperatura da solução. portanto. e) 45g. indique a massa de K2SO4 que precipitará quando 236g de uma solução saturada. Temperatua(°C) K2SO4(s) a) KNO3 e NaNO3. b) 45°C. c) KCl e KNO3. d) 15g. b) a dissolução é um processo endotérmico e o sal é tanto menos a) 25g. sem corpo de fundo. temperaturas e assinale o que for correto. d) 70°C. por litro de água a 25°C. 18 – Evapora-se completamente a água de 40g de solução de Pode-se. Analisando a tabela de solubilidade do sulfato de potássio (K2SO4) em 100g de água abaixo.36g. ocorre formação de precipitado. 02. e) a dissolução é um processo endotérmico e o sal é tanto mais a) 0. em gramas. Após o aquecimento. A massa. na pressão constante. de forma que evaporasse parte do solvente.154g de Li2CO3 a 100g de água. em gramas. 3 . é: 100g de sal são adicionados a 1 litro de água.3 a) 28g.1 20 10. Quando se adiciona 40g de KCl a 100g de água.44g. c) a dissolução é um processo exotérmico e o sal é tanto mais 19 – A solubilidade do hidróxido de ferro II. c) 60g. e) concentrada com menor volume. forma-se uma solução insaturada. é 0. 20 – O gráfico abaixo mostra a solubilidade de K2Cr2O7 sólido em água. b) 30g. d) 0. dessa substância. foi deixada esfriar lentamente e com agitação . nessa temperatura. pois o sal de cozinha absorve calor prata para 100g de água na temperatura da solução inicial é: da vizinhança. 25 – Analise os dados de solubilidade do KCl e do Li2CO3 contidos na tabela a seguir. que se dissolve com 21 – Uma solução aquosa salina foi cuidadosamente aquecida aquecimento a 40°C. a 80°C. b) diluída com menor volume.44g solúvel quanto menor for a temperatura. c) diluída com igual volume. 23 – Ao adicionar-se cloreto de sódio em água. d) Ce2(SO4)3 e KCl. Uma mistura constituída de 30g de K2Cr2O7 e 50g de água. O coeficiente de solubilidade do nitrato de a) a dissolução é exotérmica. Quando se adiciona 0. b) 18g. e obtém-se 15g de resíduo sólido. c) 16g. d) a dissolução é endotérmica e a solução é saturada quando que se pode dissolver em 500 mL de água. 22 – A dissolução de uma quantidade fixa de um composto inorgânico depende de fatores tais como temperatura e tipo de solvente. em função da temperatura.0 40 13.

d) 100 g de X dissolvem-se completamente em 40 g de H2O a 40ºC.0g.0g de a) a queda da salinidade da água. Quantos gramas desse sal são dissolvidos em 50g de água a 60ºC? dióxido de carbono na água. a morte de peixes e plantas. Admita quatro lagos.0g. A. a) 15. e) 30. conforme o esquema: Após a leitura do gráfico. podendo atmosférica. A dissolução do Li2CO3 é endotérmica e favorecida com o aumento de temperatura. GABARITO Após a estabilização dessas misturas. que mostra a variação da solubilidade d) 20. solução a 80ºC. e) indiferentemente em qualquer dos lagos. foram preparadas seis misturas sob substâncias X e Y: agitação enérgica. Considere espécies de peixe que necessitam. B. O parâmetro físico-químico a) no lago A. c) 40. 08. massa dissolvida = 30 g de A 28 – A solubilidade de um gás em um líquido aumenta quando 25) 01 + 08 = 09 26) B 27) B 28) A 29) A 30) E elevamos a pressão do gás sobre o líquido e também quando 4 . foi apresentado em uma aula prática sobre misturas e suas 30 – O gráfico apresenta as curvas de solubilidade para duas classificações. é correto afirmar que a) a dissolução da substância X é endotérmica. menor é a pressão temperatura provoca alteração do meio ambiente. de elevada taxa de oxigênio dissolvido na água.0g. 70. e) a dissolução de 100 g de Y em 200 g de H2O a 60ºC resulta numa solução insaturada. Quando se adiciona 37g de KCl a 100g de H2O. vem do fato da água retornar ao ambiente em temperatura mais elevada que a inicial. Em seguida. é: 29 – Admita que a solubilidade de um sal aumenta linearmente com a temperatura a 40ºC. a: 08) B 09) C 10) A 11) B 12) B 13) E 14) E 15) D 16) C 17) A 18) C 19) E 20) C 21) E a) 5 – 1 b) 4 – 2 c) 3 – 3 d) 1 – 5 e) 4 e 5 22) C 23) E 24) massa precipitada (não dissolvida) = 20 g de A. utilizando dicromato de potássio sólido e água pura em diferentes temperaturas. devido a maior dissolução de se a 70. 27 – O gráfico a seguir. O resfriamento favorece a solubilização do KCl.0g desse sal originam 420. a saturação da solução é mantida adicionandoc) o aumento da pressão de vapor da água.: RENÉ DOS REIS BORGES 04. d) o aumento da acidez da água. responsável pelo dano ao meio d) no lago D. c) a quantidade de X que pode ser dissolvida por certa quantidade de água aumenta com a temperatura da água. C e D. uma solução aquosa saturada. até b) no lago B. forma-se uma solução saturada.0g. ambiente. Elevando-se a temperatura dessa b) a diminuição da solubilidade do oxigênio na água. c) no lago C. Os peixes teriam maior chance de sobrevivência: ocasionar modificações nos ciclos de vida e de reprodução e. o número de sistemas homogêneos e o número de sistemas heterogêneos formados 01) D 02) E 03) C 04) C 05) C 06) B 07)A correspondem. provocada pela utilização de água de Lago C: altitude H e temperatura 2T rio ou mar para refrigeração de usinas termoelétricas ou Lago D: altitude 2H e temperatura 2T nucleares. b) a dissolução da substância Y é exotérmica. para sua sobrevivência. e) o aumento do equilíbrio iônico da água.2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF. alterado pela poluição térmica. com as seguintes características: Lago A: altitude H e temperatura T (T > 0°C) Lago B: altitude 2H e temperatura T 26 – A poluição térmica. quanto maior a altitude. do dicromato de potássio na água em função da temperatura.0g. cuja dissolução é exotérmica. b) 45. mesmo.0g do sal. Este aumento de Sabe-se que. 16. respectivamente. a 30°C. reduzimos a temperatura do líquido.