Você está na página 1de 7

1

EDITAL PIBIC e PIBITI/CNPq/UFSCar e PADRD/UFSCar
Seleção 2015 - 2016
A Coordenadoria de Iniciação Científica e Tecnológica da Pró-Reitoria de Pesquisa da
UFSCar torna público o presente Edital e convida os interessados a apresentarem
propostas de candidatos a bolsas de iniciação científica do CNPq, dentro do Programa
Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC e do Programa Institucional de
Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação - PIBITI, para preencher
quota de bolsas disponível para o período agosto 2015 a julho 2016, composto por bolsas
PIBIC e PIBITI/CNPq/UFSCar, bolsas PIBIC-Af/CNPq/UFSCar (PIBIC nas Ações
afirmativas) e bolsas institucionais (Programa de Apoio ao Docente Recém Doutor), na
forma e condições aqui estabelecidas.

1. DO EDITAL
O presente Edital rege-se por diretrizes estabelecidas pelo PIBIC e PIBITI/CNPq e pelo
Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica - CoICT/UFSCar e tem por finalidade abrir
inscrições para candidatos a bolsas de iniciação científica e tecnológica dentro do
Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica, incluindo o
PADRD.

2. DO PROGRAMA
O PIBIC e PIBITI/CNPq/UFSCar são programas voltados para a iniciação à pesquisa dos
alunos de graduação e tem como objetivos: a) estimular os pesquisadores da UFSCar a
envolverem estudantes de graduação nas suas atividades científica, tecnológica e
artístico-cultural; b) proporcionar aos bolsistas a aprendizagem de métodos de pesquisa,
bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade,
decorrentes das condições criadas pela pesquisa; c) contribuir para a formação
acadêmica e profissional dos alunos de graduação, valorizando a iniciação no processo
da pesquisa científica, por meio da interação com e entre professores e pesquisadores e,
sempre que possível, com profissionais em empreendimentos econômicos diversos e
outras organizações sociais no país.
O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas PIBIC Af/CNPq/UFSCar tem os mesmos objetivos do PIBIC-CNPq/UFSCar acrescido de
que esse programa é direcionado aos alunos cuja inserção no ambiente acadêmico se
deu por uma ação afirmativa no vestibular.
O PADRD – Programa de Apoio ao Docente Recém-Doutor tem os mesmos objetivos
do PIBIC e PIBITI/CNPq/UFSCar, dependendo da dotação orçamentária, e é destinada a
alunos sob orientação de docentes que tenham ingressado na UFSCar ou defendido
doutorado a partir de 2012.

3. DAS INSCRIÇÕES
As inscrições serão recebidas pelo site da ProPq no período de 07/04 a 07/05/2015.
Poderão inscrever-se para as bolsas, pesquisadores docentes da UFSCar e alunos de
cursos de graduação presencial ou à distância, respectivamente considerados, neste

O projeto de pesquisa do aluno e o relatório parcial (em caso de renovação) para cada aluno candidato devem ser elaborados conforme instruções do item 8 deste Edital. segundo instruções disponíveis no site da ProPq no período de inscrições: 4.ufscar. é isenta de imposto de renda. d) não é permitida a troca ou mudança substancial do projeto de pesquisa do aluno.00 – quatrocentos reais). com início em 01/08/2015. Não há necessidade da entrega em papel dos curricula. dentro do calendário anual de concessão dos Programas PIBIC e PIBITI/CNPq/UFSCar e PADRD/UFSCar. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO O processo será totalmente conduzido eletronicamente em formulário específico. que também é responsável pelo pagamento das bolsas (atualmente R$ 400. 07/05/2015. disponível no sítio www. inclusive os campos “área de atuação” e “atuação profissional”. 5. A bolsa terá vigência de 12 meses.1. DA BOLSA 5. Poderá ocorrer a substituição de bolsista sempre que necessário. respeitando-se as seguintes condições: a) desde que a solicitação ocorra a partir do quarto mês da vigência da bolsa (novembro/2015). 5. Cada bolsista selecionado estará sujeito ao cumprimento das atividades constantes no seu projeto de pesquisa. Deverá ser anexado ao pedido o relatório das atividades desenvolvidas até então pelo bolsista substituído. 4. sendo que o pagamento da primeira parcela ocorrerá em setembro de 2015. O valor mensal da bolsa é aquele fixado pelo CNPq. 5.4. não gera vínculo empregatício e não é acumulável com recursos financeiros provenientes de empregos.3.5. Curriculum vitae do orientador e do aluno na Plataforma Lattes atualizados até o último dia do período de inscrições. Essa justificativa será avaliada pelo Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica CoICT/UFSCar. NOTA: Em caso excepcional. a documentação impressa referente à solicitação deverá ser encaminhada ao Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica . c) o bolsista substituto atenda aos requisitos do item 7. 4.6.br. b) desde que o período de desenvolvimento de atividades para o novo bolsista não seja inferior a três meses.1. A bolsa tem caráter transitório. como ORIENTADOR e BOLSISTA. ocorrendo impedimentos que inviabilizem a inscrição eletrônica. exceto . As solicitações de cancelamentos e substituições de bolsistas deverão ser enviadas pelo orientador à ProPq até o dia 10 de cada mês.propq. 5. 5.1. admitindo-se renovação para o bolsista mediante resultados favoráveis apresentados no decorrer dos processos de acompanhamento e avaliação. que decidirá sobre a participação da referida solicitação no Processo de Seleção. desde que preencham os requisitos constantes deste Edital e que serão considerados critérios formais para a seleção.2 edital.2. 5. a saber.CoICT/UFSCar acompanhada de justificativa que explicite o(s) problema(s) ocorrido(s). bolsas de outros programas e remuneração de estágios. controladas pelo orientador. em formulário próprio e com ciência do bolsista.2.

5. seminários etc. respeitando-se a ordem de classificação de acordo com os critérios aplicados pelo Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica .1. divulgada nos principais veículos de comunicação da área e devidamente cadastrada na Plataforma Lattes CNPq.1. quando a obrigatoriedade curricular for comprovada pelo aluno e houver aval do orientador. voluntários. Não há limite de projetos a serem encaminhados. sob pena de cancelamento da bolsa a partir de 01/11/2015. Nos casos em que o orientador realizar afastamento integral por período superior a 3 meses e este ocorrer após o sexto mês da bolsa (após janeiro 2016). que deverá ser informada pelo orientador no momento da submissão do projeto: ter sido orientador(a) de bolsista de Iniciação Científica FAPESP vigente durante o ano de 2014/2015. Em casos devidamente justificados pode-se aceitar para manutenção da bolsa o protocolo de submissão do projeto ao Comitê correspondente.1.9. que tenha expressiva produção científica. É permitida a participação de um co-orientador podendo ser este: outro pesquisador docente.6. pós-doutorandos. 6. Ter condições para orientar o(s) bolsista(s) em todas as fases do trabalho científico. PIBITI e PADRD. O atendimento dessa exigência é indispensável à manutenção da bolsa. Para implementação da bolsa. é permitida a mudança de orientador desde que este se enquadre no requisitos estabelecidos no item 6. deverão apresentar comprovação da aprovação por Comitê de Ética em Pesquisa competente quando a realização da pesquisa assim o exigir até o dia 31/10/2015. doutorando. 6.3. Ter condições de disponibilizar todos os recursos de material.8. DO ORIENTADOR 6.1. a partir de 2012. de espaço físico. animais. de acordo com o item 8. tecnológica ou artístico-cultural. 6. PIBITI (quota) e PADRD não atendem esta condição.CoICT/UFSCar.3 remuneração de estágios curriculares obrigatórios constantes na grade curricular do curso de formação do estudante. durante a vigência da bolsa.1. . Pertencer a grupo de pesquisa da UFSCar cadastrado e certificado no Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil do CNPq e com última atualização até 30/12/2014.2. 6. As orientações de bolsistas PIBIC (quota). incluindo a elaboração de relatórios e material para apresentação dos resultados em congressos. professor substituto. assim como de docentes da UFSCar com afastamento integral superior a três meses.1.1.1 Requisitos 6. vigência 2013-2014. Pertencer ao quadro de docentes ativos da UFSCar com titulação de doutor. os projetos aprovados que envolvam pesquisas com seres humanos. 6.2.7. 5. É vedada a participação como orientador de: doutorandos. 5.7. professores substitutos.1.4. ambientais ou biossegurança. 6.. pós-doutorando. CNPq Balcão ou outro tipo de bolsa de IC obtida diretamente pelo orientador junto a agências de fomento e com vigência em 2014/2015. da RN 017/2006.5. assim como de docentes da UFSCar com afastamento integral superior a três meses durante a vigência da bolsa. Não estar em débito com relatórios de bolsistas do PIBIC.1. Cada orientador poderá receber até duas bolsas desde que atenda a seguinte condição.1. 6. voluntários.

4.1. inclusive os de estágio remunerado. Assessores com parecer(es) não emitido(s) e/ou não justificado(s) estarão sob pena de desclassificação do próximo processo seletivo. 6.CoICT/UFSCar. conclusão do curso de graduação. 6.4 de equipamentos necessários para o cumprimento do projeto proposto. 7.3. bolsista ou estagiário de outros programas e não possuir emprego(s) de qualquer natureza.2. O não cumprimento do prazo de entrega do relatório final.2.2. PIBITI/CNPq/UFSCar ou PADRD/UFSCar. Inserir o nome do bolsista quando da participação de outros trabalhos como co-autor em publicações e em trabalhos apresentados em congressos e seminários.1.1.CoICT/UFSCar.6.CoICT/UFSCar. durante a vigência da bolsa.5.2. O não cumprimento das normas do programa pelo orientador ou pelo bolsista sob sua orientação colocará em risco a manutenção e/ou renovação das bolsas PIBIC.2 Responsabilidades O ORIENTADOR obriga-se a: 6. Preencher o formulário específico no site da ProPq com as informações sobre o projeto de pesquisa realizado ao final da vigência da bolsa.1 Requisitos 7. deve ser explicitada sua condição de bolsista do PIBIC.1. Não ser do vínculo familiar do orientador. PIBITI/CNPq/UFSCar e PADRD/UFSCar. sob pena de desclassificação do próximo processo seletivo. desistência do bolsista e não cumprimento das exigências do Programa.2. 7.4. Participar do corpo de assessores ad hoc do PIBIC.2. demonstrado através do histórico escolar "sujo". Acompanhar o desenvolvimento do projeto proposto certificando-se da condução do mesmo pelo aluno bolsista. 6.2.8. . BOLSISTA 7. conforme critérios estabelecidos pelo Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica . Ter bom rendimento acadêmico. 6. 6. poderá acarretar em prejuízo para o próximo processo seletivo sob pena de desclassificação. de acordo com o item 8.1. PIBITI e PADRD sob sua responsabilidade. Em nenhuma hipótese serão admitidos alunos com mais de cinco reprovações até a data de implementação da bolsa. 7. Participar como assessor ad hoc e debatedor de painéis do Congresso e Jornada de Iniciação Científica da UFSCar. 6.2.1. quando a obrigatoriedade curricular for comprovada pelo aluno e houver aval do orientador. no pedido de substituição do bolsista ou cancelamento da bolsa.2. exceto remuneração de estágios curriculares obrigatórios constantes na grade curricular do curso de formação do estudante. o orientador deve intervir imediatamente solicitando à ProPq o cancelamento imediato ou substituição do bolsista a partir de novembro/2015. durante a vigência da bolsa. conforme critérios estabelecidos pelo Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica . Não possuir compromisso de monitor acadêmico.1. da RN 017/2006.3. 7. 6. Em casos de falta de responsabilidade por parte do bolsista. bem como a alocação de novas bolsas ou sob pena de devolução de bolsa. Não possuir vínculo empregatício nem receber salário ou remuneração decorrente do exercício de atividades. conforme critérios estabelecidos pelo Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica .

1. Requisitos 8.cnpq. PROCESSO DE ANÁLISE E JULGAMENTO 9.1. demonstrando que o bolsista terá acesso a métodos e processos científicos.1.5. por ocasião de sua inscrição no Programa PIBIC. Cumprir a dedicação semanal mínima prevista de 12 horas semanais como bolsista de IC sob pena de ter o cancelamento da bolsa. sempre que os requisitos e compromissos estabelecidos neste Edital não sejam cumpridos. inclusive os campos “área de atuação” e “atuação profissional” até o último dia de inscrição no PIBIC. PIBITI e PADRD. 7. até o dia 31/08/2016. Currículo Lattes atualizado do aluno cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq (http://lattes.3. justificar a continuidade do projeto de pesquisa.3. Fazer referência à sua condição de bolsista do PIBIC. O projeto deve ser apresentado de maneira clara e resumida.4. e os resultados parciais devem ser apresentados neste momento.2. Critérios de Julgamento . até 30 dias após o último dia de vigência do Programa.2 Responsabilidades O BOLSISTA obriga-se a: 7. a(s) mensalidade(s) recebida(s) indevidamente. Preencher o formulário específico no site da ProPq com as informações sobre o projeto de pesquisa realizado ao final da vigência da bolsa acompanhado do parecer do orientador e auto-avaliação do aluno. 7.1. Dedicar-se integralmente às atividades acadêmicas e de pesquisa.1.1.CoICT/UFSCar composto por docentes da UFSCar e professores/pesquisadores ad hoc internos e externos.2. 7.1. No caso de inscrição para bolsa PIBIC-Af/CNPq/UFSCar. DO PROJETO DE PESQUISA 8. e de forma intensificada durante as férias letivas. 8. Apresentar os resultados do projeto de pesquisa no CIC/CIDTI/UFSCar do ano seguinte ao do início da vigência da bolsa. ser beneficiário de ação afirmativa para ingresso nos cursos de graduação da UFSCar. cumprindo a carga horária semanal referente ao projeto de pesquisa de iniciação científica submetido em conjunto com o orientador. ou seja.2. em ritmo compatível com as atividades exigidas pelo curso durante o ano letivo.br/). 7. O projeto de pesquisa do aluno deverá ser inserido no formulário disponível no sistema eletrônico de submissão no site da ProPq.2. Fórum de análise O fórum de julgamento é o Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica . 7. 9.1.3. 7. 8.2.2. PIBITI/CNPq/UFSCar e PADRD/UFSCar em publicações e trabalhos apresentados. Ter conta-corrente no Banco do Brasil.2. 7. No caso de renovação.2.2. em valores atualizados.6.5 7.5. 8. PIBITI e PADRD. 7.3. 9. Devolver ao CNPq.3 Condições necessárias para implementação da bolsa 7.1.2.

com pontuação máxima de 4. RELEVÂNCIA. ii. b) compromisso formal de participação nas atividades previstas na proposta. b) Análise do projeto(s) de pesquisa de iniciação científica quanto ao mérito/relevância. D.). representada pela: a) sintonia dos objetivos da proposta com as diretrizes e princípios definidos por este edital.3. MÉRITO. econômico e sociocultural do país. ORIENTAÇÃO. A relação dos alunos contemplados será afixada em mural da ProPq e também será divulgada no site da ProPq. O orientador deve possuir qualificação que reflita: a) experiência profissional compatível e adequada ao escopo. 9. b) possibilidade efetiva de incorporação dos resultados dos esforços na área de ciência e tecnologia.6 Serão considerados como critérios para julgamento: a) Produção científica. avaliado pelo seu potencial de impacto científico e/ou socioeconômico. qualidade e exequibilidade científica. c) difusão dos resultados das atividades de pesquisa. que será aferido com base no seguinte: a) contribuição ao avanço e à consolidação do conhecimento científico ou ao desenvolvimento tecnológico. d) contribuição para o aperfeiçoamento e aparecimento de novas tecnologias.0 pontos. M. devido à limitação do número de bolsas. com análise do desempenho acadêmico e perfil de reprovações com pontuação máxima de 4. constituirá uma lista de espera em ordem de classificação e poderão ser indicados no caso de cancelamentos de bolsa. salvo ocorrências no desenrolar do processo. iii. c) Análise do histórico escolar do aluno quanto ao mérito.CoICT/UFSCar com no máximo 4.0 pontos. complexidade e natureza do projeto de pesquisa. potencial gerador de recursos humanos e novos grupos de pesquisa.0 pontos. técnica e/ou artística do orientador analisada por meio do Curriculum lattes conforme critérios estabelecidos pelo Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica . Os alunos que não forem contemplados. b) real atualização e capacitação de recursos humanos para a pesquisa. c) possibilidade de aproveitamento dos resultados para o avanço da ciência ou para aplicação pelo setor produtivo. Divulgação dos Resultados A divulgação dos resultados ocorrerá até 30 de junho de 2015. PD etc. . Os orientadores receberão por escrito uma súmula com o parecer do assessor ad hoc. magnitude. i. qualidade do orientador e adequação qualitativa e quantitativa em experiências e projetos semelhantes (IC.

Luciana Thie Seki Dias Coordenadora de Iniciação Científica e Tecnológica .CoICT/UFSCar. Heloisa Sobreiro Selistre de Araújo Pró-Reitora de Pesquisa Profa. outro consultor.5. Pedidos de Reconsideração Os pedidos de reconsideração deverão ser encaminhados até 05 dias úteis após a divulgação da primeira lista de contemplados. 03 de março de 2015. PIBITI e PADRD 03 de março de 2015 Período de Inscrições 07 de abril a 07 de maio de 2015 Avaliação Ad-hoc por pares Até 08 de junho de 2015 Apreciação dos resultados pelo CoICT Até 24 de junho de 2015 Divulgação dos Resultados Até 30 de junho de 2015 Recursos Até 03 de julho de 2015 Resultado dos recursos Até 10 de julho de 2015 9. Profa.7 9. em casos específicos. São Carlos. Dra. Casos omissos serão avaliados pela Coordenadoria de Iniciação Científica e Tecnológica.4.br) para o Comitê que poderá consultar o assessor ad hoc que participou do processo de seleção ou. Dra. O fórum de julgamento para os pedidos de reconsideração é o Comitê de Iniciação Científica e Tecnológica . Os pedidos de reconsideração deverão ser encaminhados através de e-mail (coordic@ufscar. Cronograma EVENTO DATA Lançamento do Edital PIBIC. ATENÇÃO: INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS FORA DAS NORMAS PREVISTAS NO PRESENTE EDITAL SERÃO DESQUALIFICADOS.