Você está na página 1de 2

Casa de Joaquim Pacheco Neves

Casa de Joaquim Pacheco Neves Avenida Sacadura Cabral 4480 Vila do Conde Joaquim Maria Pacheco Neves,

Avenida Sacadura Cabral

4480 Vila do Conde

Joaquim Maria Pacheco Neves, nascido em Vila do Conde em 1910, foi um autor multi- facetado. Escreveu romances, contos, nove- las, peças de teatro e, ainda, ensaios sobre História. Foi, também, memorialista, investi- gador e editor, para além de exercer a profis- são de médico dentista. Faleceu em 1998.

exercer a profis- são de médico dentista. Faleceu em 1998. Vila do Conde não é só,

Vila do Conde não é só, seguramente, o que dela digo nem o que os outros já dela disseram - é também o que nem eu nem eles conseguimos até agora dizer.

Joaquim Pacheco Neves

Casa de Júlio

até agora dizer. Joaquim Pacheco Neves Casa de Júlio Avenida Júlio Graça 4480 Vila do Conde

Avenida Júlio Graça

4480 Vila do Conde

Casa de Júlio Avenida Júlio Graça 4480 Vila do Conde Saul Dias (1902-1983), pseudónimo de Júlio

Saul Dias (1902-1983), pseudónimo de Júlio Maria dos Reis Pereira, irmão de José Régio, nasceu e faleceu em Vila do Conde. Fre- quentou a Faculdade de Engenharia e a Escola de Belas-Artes do Porto. Colaborou na revista Presença com poemas e desenhos. Conjugou as artes plásticas com a poesia. Assinava os seus desenhos e pinturas com a rubrica Júlio, tendo ilus- trado alguns dos textos de seu irmão.

Quisera dormir eternamente, embalado nos sonhos em que me aparecesses!

Saul Dias

Casa de Ruy Belo

nos sonhos em que me aparecesses! Saul Dias Casa de Ruy Belo Rua de S. Bento

Rua de S. Bento

4480 Vila do Conde

Dias Casa de Ruy Belo Rua de S. Bento 4480 Vila do Conde Biblioteca Escolar /

Biblioteca Escolar / Departamento de Línguas

Ruy Belo nasceu em S. João da Ribeira, con- celho de Rio Maior, em 1933, e morreu em 1978. Foi aluno do curso de Direito, na Uni- versidade de Coimbra e depois na Universi- dade de Lisboa, onde se diplomou em 1956. Em Lisboa, viria a frequentar também a Faculdade de Letras, a licenciatura em Filolo- gia Românica. Casa-se em 1966 em Vila do Conde e apai- xona-se por esta cidade e pelo seu mar.

O lugar onde o coração se esconde e a mulher eterna tem a luz na fronte fica no norte e é vila do conde

Ruy Belo

Casa de José Régio

no norte e é vila do conde Ruy Belo Casa de José Régio Um olhar literário
no norte e é vila do conde Ruy Belo Casa de José Régio Um olhar literário

Um olhar literário sobre Vila do Conde

Casa de José Régio Um olhar literário sobre Vila do Conde Avenida José Régio 4480 Vila

Avenida José Régio

4480 Vila do Conde

José Régio, pseudónimo literário de José Maria dos Reis Pereira, nasceu em Vila do Conde em 1901. Licenciado em Letras em Coimbra, ensinou durante mais de 30 anos no Liceu de Portalegre. Foi um dos funda- dores da revista Presença. Foi romancista, dramaturgo, ensaísta e crítico.

Um grande número de escritores e poetas nasceram, viveram e inspiraram-se em Vila do Conde. Esta viagem literária pela cidade é memória e louvor a estes artistas e à cidade que os acolheu. número de escritores e poetas nasceram, viveram e inspiraram-se em Vila do Conde. Esta viagem literária

Abril 2015

Vila do Conde, espraiada Entre pinhais, rio e mar! - Lembra-me Vila do Conde, Já me ponho a suspirar.

José Régio

2015 Vila do Conde, espraiada Entre pinhais, rio e mar! - Lembra-me Vila do Conde, Já

GUIÃO DO ROTEIRO

Casa de Antero de Quental

GUIÃO DO ROTEIRO Casa de Antero de Quental Largo Antero de Quental 4480 Vila do Conde

Largo Antero de Quental 4480 Vila do Conde

Antero de Quental nasceu em Ponta Delgada a 18 de abril de 1842. Foi poeta e guia espiritual da geração de 70, um agitador político que se afir- mou pelo desejo de intervenção e renovação da vida política e cultural portuguesa. Em 1881, instalou-se em Vila do Conde, onde escreveu os treze sonetos de Vila do Conde.

do Conde, onde escreveu os treze sonetos de Vila do Conde. Aqui as praias são amplas

Aqui as praias são amplas e belas, e por elas me passeio ou estendo ao sol com a voluptuosidade que só conhecem os poetas e os lagartos adoradores da luz.

Anthero de Quental

Casa de Camilo Castelo Branco

da luz. Anthero de Quental Casa de Camilo Castelo Branco Largo Antero de Quental 4480 Vila

Largo Antero de Quental 4480 Vila do Conde

Camilo Castelo Branco nasceu em Lisboa a 16 de março de 1825, na fre- guesia dos Mártires. Foi poeta, panfle- tário, polemista, prefaciador, crítico, tradutor, romancista, dramaturgo, bibliógrafo, historiador, cultor de todos os géneros, sendo o conjunto da sua obra literária o mais vasto e diver- sificado de todo o século XIX. Veio para Vila do Conde em 1870, devido a problemas de saúde e manteve-se até 1871. Em Vila do Conde, escreveu a peça de teatro “O Condenado”.

do Conde, escreveu a peça de teatro “O Condenado”. Em boa paz com teólogos e filósofos,

Em boa paz com teólogos e filósofos, a mim se me afigura que o homem é um composto de grandeza e pequenez, uma dualidade de gigante e de pigmeu.

Camilo Castelo Branco

Casa de Eça de Queirós

e de pigmeu. Camilo Castelo Branco Casa de Eça de Queirós Rua da Costa 4480 Vila

Rua da Costa 4480 Vila do Conde

Eça de Queirós nasceu a 25 de novembro de 1845 numa casa da Pra- ça do Almada, na Póvoa de Varzim, sendo batizado na Igreja Matriz de Vila do Conde, onde viveu até aos quatro anos de idade.

de Vila do Conde, onde viveu até aos quatro anos de idade. Não há ideia mais

Não há ideia mais consoladora do que esta - que eu, e tu, e aquele monte, e o Sol que, agora, se esconde são moléculas do mesmo Todo, governadas pela mesma Lei, rolando para o mesmo Fim.

in Contos - Civilização Eça de Queirós

Casa de Guerra Junqueiro

- Civilização Eça de Queirós Casa de Guerra Junqueiro Rua Dr Artur Cunha Araújo 4480 Vila

Rua Dr Artur Cunha Araújo

4480 Vila do Conde

Abílio de Guerra Junqueiro (1850- 1923) nasceu em Freixo de Espada à Cinta, formando-se em Direito na Uni- versidade de Coimbra. Foi funcionário público e deputado, aderindo em 1891, com o Ultimatum inglês, aos ideais republicanos. Residiu em Vila do Con- de entre 1899 e 1905.

republicanos. Residiu em Vila do Con- de entre 1899 e 1905. O homem é um resumo

O homem é um resumo ideal da natureza. Andou o infinito e lembra-se; andará o infinito e já o sonha.

Guerra Junqueiro

Casa de Sonia e Robert Delaunay

o sonha. Guerra Junqueiro Casa de Sonia e Robert Delaunay Rua Bento de Freitas 4480 Vila

Rua Bento de Freitas

4480 Vila do Conde

e Robert Delaunay Rua Bento de Freitas 4480 Vila do Conde Robert Delaunay (1885 - 1941),

Robert Delaunay (1885 - 1941), pintor francês, com influências abstracionis- tas e cubistas, casado com Sonia Stern, pintora e designer de origem ucrania- na. No início da I Guerra Mundial, os Delaunay mudaram-se para Portugal, fixando-se, com o filho Charles, em Vila do Conde, entre o verão de 1915 e inícios de 1917, numa casa a que chamaram La Simultané.