Você está na página 1de 12

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 1 de 12

Plinio Marcos Moreira da Rocha <pliniomarcosmr@gmail.com>

Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana
"Plinio Marcos Moreira da Rocha" <pliniomarcosmr@terra.com.br>

25 de abril de 2015
16:56

Responder a: pliniomarcosmr@gmail.com
Para: gabinetepessoal@presidencia.gov.br, audienciaspresidencia@stf.jus.br, enfam@stj.jus.br,
segrcda@governo.it, salastampachigi@palazzochigi.it, AudienciaCarmen@stf.jus.br, enfam@enfam.jus.br,
STATISTICHE.BANCADITALIA@bancaditalia.it, sentenze@consiglionazionaleforense.it, matteo@governo.it,
helpdesk.italgiure@giustizia.it, assistenza.riodejaneiro@esteri.it, segreteria.riodejaneiro@esteri.it,
email@bancaditalia.it, ufficio.ruolo@cortecostituzionale.it, urp.sanpaolo@esteri.it,
difeitalia.brasilia@smd.difesa.it
Cc: cidhdenuncias@oas.org, cidhoea@oas.org, pliniomarcosmr@gmail.com

Questo documento è stato tradotto del portuguese in italiano da traduttore
ONLINE

Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Ipocrisia
s.f. Funzioni speciali o modi di ipocrita; Menzogna.
Azione o effetto di fingere; Possibilità di nascondere i sentimenti più sinceri.
Caratteristica di ciò che (o chi) che non è onesto: L'ipocrisia del discorso.
Abitudine che si basa sulla dimostrazione di una virtù o un sentimento non esiste.
La decisione dello Stato italiano per consentire l'estradizione del cittadino italiano
Henrique Pizzolato, avete nel vostro cuore, il riconoscimento esplicito del fatto che Stato
Brasiliano ha condannato un cittadino Brasiliano legittimamente, attraverso un atto
giuridico PERFETTO, BASE di qualsiasi società democratica, nonché riconosce
esplicitamente il valore, il trattamento appropriato, che stato brasiliano dà i criminali,
condannati o meno, LA CORRUZIONE.
Quindi, possiamo dire, senza timore di commettere errori, l'ipocrisia che vive l'elite della
società brasiliana, riflessa nel "caos" si basava essenzialmente sulla "PURA FARE
CONTI", effettivamente, contamina l'élite della Società Italiana.
Dopo tutto, la Costituzione della Repubblica Federativa del Brasile, promulgata nel 1988,
è ricca e chiara, come:
TITOLO II
I diritti fondamentali e Garanzie
CAPITOLO I
I DIRITTI INDIVIDUALI E COLLETTIVI E DEI DOVERI

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 2 de 12

Art. 5º Tutti sono uguali davanti alla legge, senza distinzioni di sorta, assicurandosi di
brasiliani e stranieri residenti nel paese la inviolabilità del diritto alla vita, la libertà,
l'uguaglianza, la sicurezza e la proprietà, nei seguenti termini:
I - Gli uomini e le donne sono uguali nei diritti e obblighi in termini di questa Costituzione;
XXXVI - La legge non pregiudica il diritto, l'atto giuridico perfetto e giudicato;
XXXVII - Non vi è alcun giudizio o corte di eccezione;
LIII - Non si può essere perseguiti o condannati solo dall'autorità competente;
LIV - Nessuno può essere privato della libertà o della sua proprietà senza il dovuto
processo di legge;
LV - I litiganti, in procedimenti giudiziari o amministrativi, e l'accusato in generale sono
assicurato il contraddittorio e di difesa in profondità, i mezzi e le risorse ad esso inerenti;
LXI - Non si può essere arrestati solo in flagrante delicto o dall'ordine scritto e fondato
sull'autorità giudiziaria competente, salvo i casi di trasgressione o criminalità militare
militare, definito nella legge;
LXV - La detenzione illegale sarà immediatamente rilassati dall'autorità giudiziaria;
LXVIII - È concesso habeas corpus quando qualcuno soffre o se si sentono minacciati di
violenza o coercizione nella sua libertà di locomozione, da illegittimità o abuso di potere;
TRISTE società brasiliana, che formalmente organizzato, nonostante riconoscere, con
forza, I principi, e i Diritti, Democratici, consapevolmente, insidioso, IPOCRITAMENTE, li
calpesta, con l'affinamento, schiacciante, CONTAMINARE, con il loro comportamento,
ipocrita, un'altra società formalmente organizzata, come l'italiano.
Dopo tutto, quando un "trattato internazionale" contro la "corruzione" è utilizzato da Stati
brasiliani e Italiani, in riconoscimento della rilevanza internazionale della suddetta
autorizzazione dell'estradizione, tuttavia, dimenticando che, consapevolmente o meno,
che è anche necessario, che tutte le procedure Riti praticati dallo Stato Brasiliano, avere
una legittimità, sono del tutto legali, e così, come minimo, ESSERE CONFORMI alle
DETERMINAZIONI della propria Costituzione Federale, come pure, che il brasiliano di
agire in conformità con la guida e l'importanza della summenzionata "trattato
internazionale", in caso contrario, un tale atteggiamento può e deve essere riconosciuto
come un sovrano atteggiamento ipocrita in entrambi gli Stati.
Quando la convinzione di Henrique Pizzolato, indiscutibilmente, e inconfutabili, colpi
"DELLA MORTE" così tante sezioni il 5° articolo della Costituzione della Repubblica
Federativa del Brasile, promulgata nel 1988, abbiamo che di che ci troviamo di fronte ad
un tribunale politico, è chiaro che una corte di eccezione, che di per sé, non dovrebbe
consentire a qualsiasi autorità internazionale, Stato sovrano d'Italia, e l'INTERPOL, il
riconoscimento internazionale di persone condannate per reati penali, ma deve
richiedere il riconoscimento internazionale di un cittadino perseguitato politico, degna,
compresi, per ASILO POLITICO, se non i cittadini nazionali (in questo caso cittadino
italiano), sottolineando che qualsiasi atto illecito commesso, con l'obiettivo di quest'ultima
scoperta, deve essere accettato come atteggiamento disperato.

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 3 de 12

Quando i fatti che si sono verificati di recente in Brasile, siamo sicuri che il brasiliano
Elite, istituzionali e non, ACCETTA e COMPACTUA, con vista su epidemia storico, del
cancro, che è il brasiliano LA CORRUZIONE, riteniamo che sarebbe ipocrita singola
spiegazione, oltraggioso, immorale e spregevole, a sostegno di questa importante
decisione giuridica internazionale, quando si utilizza un "trattato internazionale contro la
corruzione", dopo tutto:
1.

Nicolau dos Santos Neto è stato condannato a 26 anni di reclusione per le
deviazioni che stato CR$1.000.000.000,00 (ahem Miliardi di reais), inizialmente
soddisfare "arresti domiciliari" avendo più di 70 anni, quando la legge stabilisce che
tale beneficio non può che essere apprezzato Per chi sta scontando una pena di
reclusione "sistema aperto", che non era il caso, dato che, una volta che, sopra i 10
anni inizia, necessariamente, "sistema chiuso".

2.

Il processo noto come "Mensalão PT", presentata da la certezza che i politici, i
dirigenti, e le parti interessate, prima di Vista, abuso del denaro pubblico per
finanziare casella 2 dei partiti politici, erano quelle che erano le piume più
INDULGENTE, che è, TUTTI per la quale la Corte Suprema Federale aveva, ed ha
ancora, la competenza, concessi dalla Costituzione federale, di giudicare, ha avuto
la bontà di corte, e per i quali il Tribunale federale NON HA, e NON HA tuttora,
giurisdizione, concessa la Costituzione federale, di giudicare, perché sono i
cittadini, ha avuto in loro frasi il "RIGORE DELLA LEGGE", perché è la pagina
http://oglobo.globo.com/brasil/saiba-onde-estao-os-condenados-pelo-mensalao14467097 , in:
...\ /...

3.

Il Tribunale federale ha respinto il Legislatore Eduardo Azeredo, trattamento di un
cittadino comune, quando è stato riconosciuto incompetenti a giudicare un exparlamentare, sulla base di rinuncia al mandato parlamentare durante il protocollo
procedure svolte dai membri del Tribunale Federale, e prima della valutazione da
parte del relatore.
Dobbiamo richiamare l'attenzione sul fatto che il Procuratore Generale della
Repubblica Federativa del Brasile, Rodrigo Janot, ha dato voce alla prova di
Eduardo Azeredo, all'inizio di febbraio, quando questa era ancora Vice Federale,
pertanto, in tale occasione, la Corte suprema federale era competente L'autorità di
giudicare, perché, le dimissioni si è verificato solo il 19 febbraio, per questo motivo,
il sistema giudiziario, ora rappresentata dalla Suprema Corte costituzionale, la
corte riconosce che può essere costretto ad agire in comodità di Autorità(s)
istituzione(s) convenuto(s) per reati comuni.
Dobbiamo richiamare l'attenzione sul fatto che il sistema usato da Eduardo
Azeredo, noto come "Mensalinho PSDB", e' stato lo stesso utilizzato da coloro che
sono coinvolti nel cosiddetto "Mensalão PT", e pertanto la "Mensalinho il PSDB" ha
dato luogo allo schema "Mensalão PT", quando poi, boss che è stato riportato al
momento, che Eduardo Azeredo fu la "più grande cassetto" dello schema
("Mensalão PT"/"Mensalinho PSDB"), questo è il motivo per cui è opportuno
precisare che il termine "Mensalinho PSDB", è legato al fatto che essi sono stati
regionali, limitata allo Stato di Minas Gerais, mentre il "Mensalão PT" ha carattere
nazionale.

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 4 de 12

I collocamenti, è ansioso di dimostrare che, senza timore di sbagliare, che la
responsabilità per la creazione del diagramma, noto come "Mensalinho il PSDB",
non hanno ancora avuto le loro convinzioni capovolte, almeno, in una situazione di
"definitiva", a differenza di uno stesso regime, oggi riconosciuto come "Mensalão
PT".
Qualcosa che ci presenta un surreale postura dello stato brasiliano del trattamento
riservato al reato di corruzione, dove alcuni cittadini sono trattati dalla Corte
Suprema Federale, come autorità istituzionali, senza essere mai stati, ma trattare
con autorità istituzionali, che rinunciare mentre le procedure di valutazione sono
già stati avviati, come comuni cittadini.
4.

Ci preme sottolineare che la Corte Suprema Federale ha riconosciuto in tutti i
processi che, che il luogo privilegiato non può che essere apprezzato dalle autorità
istituzionali definiti dalla Costituzione della Repubblica federativa del Brasile,
promulgata nel 1988, non appena avremo ancora causare sorpresa, sorpresa,
quando così tanti in così poco tempo, avuto il riconoscimento che non loro FORO
PRIVILEGIATO, tuttavia, una gran parte dei condannati nel cosiddetto "Mensalão
PT" non sono stati riconosciuti, incluso, l'Henrique Pizzolato, per cui non posso che
esprimere la mia solidarietà, una volta che la loro doppia cittadinanza appartiene
alla Società Ipocriti, dove a è una storica e, presumibilmente, riconosciuta in tutto il
mondo, e l'altra, ormai contaminata da questo grande deformità istituzionale.

5.

RICONOSCO lo sforzo "titanico" svolto dalla Corte di Bologna, quando la prima
valutazione della richiesta di estradizione di Henrique Pizzolato, una volta che, oltre
al rischio di carceri brasiliane, non ha cessato di chiarire che il processo di azione
penale 470 non hanno rispettato il 2ND competenza come determina la
Costituzione della Repubblica federativa del Brasile, così come, non era conforme
alle il principio costituzionale della DIFESA Brasiliano IN PROFONDITÀ, dato che
non è più attaccare le conclusioni del processo, effettuato in parallelamente, che ha
riconosciuto di aver tutte le spese dal Banco do Brasil S. A. come contropartita dei
servizi forniti alla stessa, ciò che, con ogni certezza, mette Henrique Pizzolato
come INNOCENTE.

6.

Non posso non menzionare il BRASILIANO IPOCRISIA per quanto riguarda la
posizione delle autorità istituzionali, per le ultime elezioni, che ha avuto luogo
nell'anno 2014, dove varie coalizioni proporzionale delle Parti sono NULLE, se non
rispetterà le coalizioni Partigiano azionista di maggioranza, almeno, lordo
INFEDELTÀ PARTIGIANO, come denuncia presentata al Procuratore della
Repubblica Federativa del Brasile.

7.

POSSO anche solo sfiorato BRASILIANO ipocrisia, nonché nella valutazione del
Congresso Nazionale della possibilità di "Esternalizzare" indiscriminatamente
qualsiasi funzione in una società, o istituzione, una volta che, in uno scenario di
lotta contro la corruzione, che illustra la procedura di approvazione, che cieca, si
apre immenso spazio per la corruzione, dove molte volte chi vince sarà
responsabile (dal Contraente e dal Contraente) direttamente dai contratti di
outsourcing.

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 5 de 12

Ai cittadini italiani i miei sinceri auguri di rispetto, stima e considerazione, schiacciato
dal dolore, per capire la contaminazione delle loro società umana da worm di ipocrisia,
che, nel caso sia stato limitato alla società brasiliana.

Integra il documento ORIGINALE sotto
Hipocrisia Brasileira CONTAMINA a Sociedade Italiana

Hipocrisia
s.f. Particularidade ou modos de hipócrita; falsidade.
Ação ou efeito de fingir; capacidade para esconder os sentimentos mais sinceros.
Característica daquilo (ou de quem) que não é honesto: a hipocrisia do discurso.
Hábito que se baseia na demonstração de uma virtude ou de um sentimento
inexistente.
A decisão do Estado Italiano em autorizar a extradição do Cidadão Italiano
Henrique Pizzolato, tem em seu cerne, o explícito reconhecimento de que o Estado
Brasileiro condenou um Cidadão Brasileiro de forma LEGÍTIMA, através de um Ato
Jurídico PERFEITO, base de qualquer Sociedade Democrática, bem como, reconhece
de forma explícita o valor, o adequado tratamento, que o Estado Brasileiro dá aos
Criminosos, condenados ou não, por CORRUPÇÃO.
Logo, podemos afirmar, sem medo de errar, que a HIPOCRISIA que vive a Elite
da Sociedade Brasileira, refletida no “CAOS JURÍDICO” calcado no “PURO FAZER DE
CONTAS”, efetivamente, CONTAMINOU a Elite da Sociedade Italiana.
Afinal, a Constituição da República Federativa do Brasil, promulgada em 1988, é Rica, e
Clara, quanto a:
TÍTULO II
Dos Direitos e Garantias Fundamentais
CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza,
garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade
do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos
seguintes:
I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta
Constituição;
XXXVI - a lei não prejudicará o direito adquirido, o ato jurídico perfeito e a coisa
julgada;
XXXVII - não haverá juízo ou tribunal de exceção;
LIII - ninguém será processado nem sentenciado senão pela autoridade
competente;

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 6 de 12

LIV - ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo
legal;
LV - aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral
são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela
inerentes;
LXI - ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e
fundamentada de autoridade judiciária competente, salvo nos casos de transgressão
militar ou crime propriamente militar, definidos em lei;
LXV - a prisão ilegal será imediatamente relaxada pela autoridade judiciária;
LXVIII - conceder-se-á habeas corpus sempre que alguém sofrer ou se achar
ameaçado de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por
ilegalidade ou abuso de poder;
TRISTE Sociedade Brasileira, que formalmente organizada, apesar de reconhecer,
de forma contundente, Princípios, e Direitos, Democráticos, conscientemente,
acintosamente, HIPOCRITAMENTE, os DESRESPEITA, com o requinte, avassalador,
de CONTAMINAR, através de sua conduta HIPÓCRITA, outra Sociedade formalmente
organizada, como a Italiana.
Afinal, quando um “tratado internacional” contra a “corrupção” é utilizado pelos
Estados Brasileiro, e Italiano, em reconhecimento da importância internacional da
mencionada autorização de extradição, no entanto, esquecendo-se, conscientemente
ou não, de que também é necessário, que TODOS os Ritos Processuais, praticados
pelo Estado Brasileiro, tenham LEGITIMIDADE, sejam Integralmente LÍCITOS, e por
isso, no mínimo, RESPEITEM, as DETERMINAÇÕES de sua própria Constituição
Federal, bem como, que o Estado Brasileiro ATUE em conformidade com a
ORIENTAÇÃO, e IMPORTÂNCIA, do citado “tratado internacional”, caso contrário, tal
atitude pode, e DEVE, ser reconhecida como uma Atitude Soberana HIPÓCRITA de
ambos os Estados.
Quando a condenação de Henrique Pizzolato, de forma inquestionável, e
irrefutável, agride “DE MORTE” tantos incisos do 5º Art. da Constituição da
República Federativa do Brasil, promulgada em 1988, temos a certeza de que
estamos frente a um Tribunal Político, claramente um Tribunal de Exceção, que por si
só, não deveria permitir , por qualquer Autoridade Internacional, Estado Soberano da
Itália, e a INTERPOL, o Reconhecimento Internacional de Criminoso Condenado, mas
deveria exigir o Reconhecimento Internacional de um Cidadão PERSEGUIDO
politicamente, merecedor, inclusive, de ASILO POLÍTICO, caso não fosse Cidadão
Nacional (no caso é Cidadão Italiano), ressaltando que qualquer ato ilegal praticado,
com o objetivo deste último reconhecimento, deve ser aceito como atitude desesperada.
Quando fatos ocorridos, recentemente, no Brasil, nos apresentam a CERTEZA de
que a Elite Brasileira, Institucional ou não, ACEITA, e COMPACTUA, com a banalizada
epidemia histórica, do cancro, que é a CORRUPÇÃO Brasileira, entendemos ser
HIPOCRISIA a única explicação, indecorosa, imoral, e abjeta, para se respaldar tão
importante decisão JURÍDICA Internacional, ao se utilizar um “tratado internacional
contra a corrupção”, afinal:

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

1.

Página 7 de 12

Nicolau dos Santos Neto condenado a 26 anos de reclusão por desvios que
atualizados montam CR$1.000.000.000,00 (Hum Bilhão de Reais), inicialmente
cumprindo “prisão domiciliar” por ter mais de 70 anos, quando a Lei determina
que tal benefício somente pode ser usufruído por quem estiver cumprindo pena
de reclusão “em regime aberto”, o que não era o caso, uma vez que, acima de 10
anos inicia-se, obrigatoriamente, “em regime fechado”.
Que recentemente foi INDULTADO, isto é, teve suas PENAS EXTINTAS por não
ter matado ninguém, isto é, o desvio de tamanha soma de recursos públicos não
mata, mesmo quando todos sabemos o estado em que se encontra Sistema
Penitenciário Brasileiro, e principalmente, o estado em que se encontra o Sistema
de Saúde Brasileiro.

2.

O processo conhecido como “Mensalão do PT”, nos apresenta a certeza de que
os Políticos, Responsáveis, e Interessados, Primeiros pelo Esquema de
desvio de dinheiro público para financiar Caixa 2 de Partidos Políticos, foram
os que tiveram as penas mais BRANDAS, isto é, TODOS para os quais o
Supremo Tribunal Federal tinha, e ainda tem, Competência, outorgada pela
Constituição Federal, para JULGAR, tiveram a BENEVOLÊNCIA do Tribunal, e
para os quais o Supremo Tribunal Federal NÃO tinha, e ainda NÃO tem,
Competência, outorgada pela Constituição Federal, para JULGAR, por serem
Cidadãos Comuns, tiveram em suas penas o “RIGOR DA LEI”, razão pela qual na
página
http://oglobo.globo.com/brasil/saiba-onde-estao-os-condenados-pelomensalao-14467097 , consta:

José Dirceu (Político) condenado a 7 anos e 11 meses por CORRUPÇÃO
ATIVA, deveria estar preso em regime aberto, mas por falta de vagas, esta em
prisão domiciliar.

José Genoino Guimarães Neto (Político) condenado a 4 anos e 11 meses por
CORRUPÇÃO ATIVA, deveria estar preso em regime aberto, mas por falta de
vagas, esta em prisão domiciliar. Em 04/03/2015 o Plenário do Supremo Tribunal
Federal, por unanimidade, EXTINGUIU a pena, em função do indulto de Natal,
uma vez que, CORRUPÇÃO NÃO MATA, razão pela qual, esta SOLTO, sem
necessidade de cumprir o restante da pena.

Delúbio Soares (Comum, ex-tesoureiro do PT) condenado a 6 anos e 8 meses
por CORRUPÇÃO ATIVA, deveria estar preso em regime aberto, mas por falta de
vagas, esta em prisão domiciliar.

Marcos Valério (Comum) condenado a 37 anos, 5 meses e 6 Dias por
CORRUPÇÃO ATIVA, PECULATO, LAVAGEM DE DINHEIRO e EVASÃO DE
DIVISAS esta preso “em regime fechado” na Penitenciária Nelson Hungria, na
Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Ramon Hollerbach (Comum) condenado a 27 anos, 4 meses e 20 Dias por
CORRUPÇÃO ATIVA, PECULATO, LAVAGEM DE DINHEIRO e EVASÃO DE
DIVISAS esta preso “em regime fechado” na Papuda, em Brasília.

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 8 de 12

Cristiano Paz (Comum) condenado a 23 anos, 8 meses e 20 Dias por
CORRUPÇÃO ATIVA, PECULATO, LAVAGEM DE DINHEIRO e EVASÃO DE
DIVISAS esta preso “em regime fechado” na Papuda, em Brasília.

Simone Vasconcelos (Comum) condenada a 12 anos, 7 meses e 20 Dias por
CORRUPÇÃO ATIVA, LAVAGEM DE DINHEIRO e EVASÃO DE DIVISAS esta
preso “em regime fechado” na Penitenciária Estevão Pinto, em Belo Horizonte.

Rogério Tolentino (Comum) condenado a 6 anos e 2 meses por CORRUPÇÃO
ATIVA e LAVAGEM DE DINHEIRO esta preso “em regime semiaberto” em
Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Kátia Rabelo (Comum) condenada a 14 anos e 5 meses por LAVAGEM DE
DINHEIRO , GESTÃO FRAUDULENTA e EVASÃO DE DIVISAS esta presa “em
regime fechado” na Penitenciária Estevão Pinto, em Belo Horizonte.

José Roberto Salgado (Comum) condenado a 14 anos e 5 meses por
LAVAGEM DE DINHEIRO , GESTÃO FRAUDULENTA e EVASÃO DE DIVISAS
esta preso “em regime fechado” na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagen,
na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Vinícius Samarane (Comum) condenado a 8 anos, 9 meses e 10 Dias por
LAVAGEM DE DINHEIRO e GESTÃO FRAUDULENTA esta preso “em regime
fechado” na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagen, na Região Metropolitana
de Belo Horizonte.

João Paulo Cunha (Político) condenado a 6 anos e 4 meses por CORRUPÇÃO
PASSIVA e PECULATO esta preso “em regime semiaberto” em Brasília.

Valdemar Costa Neto (Político) condenado a 6 anos e 4 meses por
CORRUPÇÃO PASSIVA e PECULATO esta preso “em regime semiaberto” em
Brasília.

Pedro Corrêa (Político) condenado a 7 anos e 2 meses por CORRUPÇÃO
PASSIVA e LAVAGEM DE DINHEIRO esta preso “em regime semiaberto” em
Garanhuns (Pernambuco).

Pedro Henry (Político) condenado a 7 anos e 2 meses por CORRUPÇÃO
PASSIVA e LAVAGEM DE DINHEIRO esta “em prisão domiciliar” em Cuiabá.

Roberto Jefferson (Político) condenado a 7 anos e 14 Dias por CORRUPÇÃO
PASSIVA e LAVAGEM DE DINHEIRO esta “em regime semiaberto” no Rio de
Janeiro.

Romeu Queiroz (Político) condenado a 6 anos e 6 meses por CORRUPÇÃO
PASSIVA e LAVAGEM DE DINHEIRO esta “em regime semiaberto” em
Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Bispo Rodrigues (Político) condenado a 6 anos e 3 meses por CORRUPÇÃO
PASSIVA e LAVAGEM DE DINHEIRO deveria estar preso em regime aberto, mas
por falta de vagas, esta em prisão domiciliar.

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 9 de 12

Jacinto Lamas (Comum, ex-tesoureiro do PL) condenado a 5 anos por
LAVAGEM DE DINHEIRO deveria estar preso em regime aberto, mas por falta de
vagas, esta em prisão domiciliar.

Emerson Palmieri (Comum, ex-tesoureiro informal do PTB) condenado a PENA
RESTRITIVA DE DIREITOS por LAVAGEM DE DINHEIRO pagou multa e espera
análise do pedido para liberação do passaporte.

José Borba (Político) condenado a PENA RESTRITIVA DE DIREITOS por
CORRUPÇÃO PASSIVA esta proibido de exercer cargo ou função pública até
maio de 2016. Atualmente esta pagando multa de 300 Salários Mínimos, parcelada
em 30 meses.

Henrique Pizzolato (Comum) condenado a 12 anos e 7 meses por
CORRUPÇÃO PASSIVA, LAVAGEM DE DINHEIRO e PECULATO deverá ser
extraditado da Itália dentro de poucos dias porque fugiu para lá.

Breno Fischberg (Comum) condenado a PENA RESTRITIVA DE DIREITOS por
LAVAGEM DE DINHEIRO pagou multa e espera análise do pedido para liberação
do passaporte.

Enivaldo Quadrado (Comum) condenado a PENA RESTRITIVA DE DIREITOS
por LAVAGEM DE DINHEIRO esta cumprindo pena de prestação de serviços à
comunidade em uma entidade de Assis, São Paulo. Esta pagando multa parcelada
em 42 vezes.

2.

O Supremo Tribunal Federal dispensou ao, então, Deputado Federal Eduardo
Azeredo, tratamento de um Cidadão COMUM, quando se reconheceu
INCOMPETENTE para julgar um ex-parlamentar, em função de renúncia ao
Mandato Parlamentar ocorrida durante os procedimentos protocolares efetuados
por Membros do Supremo Tribunal Federal, e antes da efetiva avaliação por seu
Relator.
Devemos chamar a atenção para o fato de que o Procurador-Geral da República
Federativa do Brasil, Rodrigo Janot, deu entrada no julgamento de eduardo
azeredo, no início de Fevereiro, quando este ainda era Deputado Federal,
portanto, naquela oportunidade o Supremo Tribunal Federal era Autoridade
Competente para Julgá-lo, uma vez que, a renúncia ocorreu somente em 19 de
fevereiro, razão pela qual, o Judiciário, ora representado pela sua Suprema Corte
Constitucional, reconhece que pode ser OBRIGADO a atuar em conveniência da
(s) Autoridade(s) Institucional(is) acusada(s) por crimes comuns.
Devemos chamar a atenção para o fato de que o esquema utilizado por eduardo
azeredo, conhecido com “Mensalinho do PSDB”, foi o mesmo utilizado pelos
envolvidos no chamado “Mensalão do PT”, e por isso, o “Mensalinho do PSDB”
deu origem ao esquema “Mensalão do PT”, quando então, ressalto que foi
noticiado, na época, que eduardo azeredo foi o “maior sacador” do esquema
(Mensalão do PT e Mensalinho do PSDB), razão pela qual deve ser esclarecido
que “Mensalinho do PSDB”, esta relacionado ao fato de ter sido regional, restrito
ao Estado de Minas Gerais, enquanto que o “Mensalão do PT” era Nacional.

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 10 de 12

Tais colocações, tem a preocupação de afirmar, sem medo de errar, que os
Responsáveis pela CRIAÇÃO do Esquema, conhecido como “Mensalinho do
PSDB”, ainda não tiveram suas condenações, pelo menos, em situação de
“transitado em julgado”, diferentemente dos envolvidos no mesmo esquema, ora
reconhecido como “Mensalão do PT”.
Algo que nos apresenta uma postura surreal do Estado Brasileiro quanto ao
tratamento dado ao Crime de CORRUPÇÃO, onde alguns Cidadãos Comuns
são tratados, pelo Supremo Tribunal Federal, como Autoridades Institucionais,
sem NUNCA terem sido, mas tratando Autoridades Institucionais, que
renunciam enquanto os procedimentos de avaliação já estão iniciados, como
Cidadãos Comuns.
3.

Ressaltamos que o Supremo Tribunal Federal, tem reconhecido em todos os
processos que ali chegam, que o FORO PRIVILEGIADO só pode ser usufruído por
Autoridades Institucionais especificadas pela Constituição da República
Federativa do Brasil, promulgada em 1988, logo, ainda nos causa surpresa,
perplexidade, quando tantos, em tão pouco tempo, tiveram reconhecimento de que
não lhes cabia FORO PRIVILEGIADO, e no entanto, uma grande parcela dos
condenados no chamado “Mensalão do PT” assim não foram reconhecidos,
incluso, o próprio Henrique Pizzolato, para o qual só posso me solidarizar, uma
vez que, sua Dupla Cidadania pertence a Sociedades Hipócritas, onde uma é
histórica, e presumivelmente, reconhecida mundialmente, e a outra, ora
contaminada por esta grande deformidade institucional.

4.

Reconheço o esforço “hercúleo” feito pela Corte de Bologna, quando da
primeira avaliação do pedido de extradição de Henrique Pizzolato, uma vez que,
além de colocar o risco dos presídios brasileiros, não deixou de esclarecer que o
Processo de Ação Penal 470 não respeitou a 2ª Jurisdição como determina a
Constituição da República Federativa do Brasil, bem como, não respeitou o
Princípio Constitucional Brasileiro de AMPLA DEFESA, uma vez que, deixou de
anexar as conclusões do Processo, efetuado em paralelo, que reconheceu terem
todos os Gastos efetuados pelo Banco do Brasil S.A. como contrapartida Serviços
Prestados ao Mesmo, o que, com toda a certeza, coloca Henrique Pizzolato como
INOCENTE.

5.

Não posso de deixar de mencionar a HIPOCRISIA BRASILEIRA quanto à postura
das Autoridades Institucionais, relacionadas ao último pleito eleitoral, ocorrido em
2014, onde várias Coligações Partidárias Proporcionais são NULAS, por
desrespeitarem as Coligações Partidárias Majoritárias, em no mínimo, acintosa
INFIDELIDADE PARTIDÁRIA, conforme denúncia efetuada ao Procurador-Geral
da República Federativa do Brasil.

6.

Igualmente não posso deixar de mencionara HIPOCRISIA BRASILEIRA quanto à
avaliação pelo Congresso Nacional da possibilidade legal de se “terceirizar
indiscriminadamente” qualquer função em uma Empresa, ou Instituição, uma vez
que, em cenário de combate à CORRUPÇÃO, discute-se a aprovação de
procedimento, que indiscriminado, abre imenso espaço para a CORRUPÇÃO,
onde muitas vezes quem ganhará serão os Responsáveis (pela Contratante e pelo
Contratado) direto pelos Contratos de Terceirização.

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 11 de 12

Aos Cidadãos Italianos meus sinceros Votos de Respeito, de Estima, e de
Consideração, contritos pela dor, de perceber a contaminação de sua Sociedade
pelo verme humano da HIPOCRISIA, que no caso estava restrito à Sociedade
Brasileira.
Atenciosamente,
Dr. Plinio Marcos Moreira da Rocha
“Colando” (copiando)
“Merda” (inexistente),

Gráu de Doutor, com Doutorado em Direito de
em Estabelecimento de “Merda” (inexistente),
reconhecido pelo Ministério de Estado da Educação de “Merda (que TUDO
assiste, duplo sentido), de um Estado de Direito de “Merda” (que TUDO
permite), conforme o documento “Sugestões de ação no RESGATE da
Credibilidade”.
http://pt.scribd.com/doc/145276286/Sugestoes-de-Acao-no-RESGATE-daCredibilidade
Rua Gustavo Sampaio nº112 apto. 603 – LEME – Rio de Janeiro – RJ
CEP – 22.010-010
Tel. (Res) 2542-7710

Tel. (Cel) 9 8618-3350

Penso, não só Existo, Me Faço PRESENTE
Um Cinquentão com índole de um Jovem revolucionário apaixonado por TUDO
que se envolve, por isso, tem a Despreocupação Responsável em MUDAR
Conceitos e Valores.
A Despreocupação Responsável em MUDAR Conceitos e Valores
La leggerezza responsabile di MODIFICARE Concetti e Valori
Die Nachlässige verantwortlich zu ändern Konzepte und Werte
Descuidos a la Responsable de CAMBIAR conceptos y valores
De onzorgvuldige Verantwoordelijke VERANDERING van concepten en Waarden
The Responsible Easiness in CHANGING Concepts and Values
Le négligent responsable de changement Concepts et valeurs

‫إن إﻫﻤﺎل اﻟﻤﺴﺆوﻟﻴﻦ إﻟﻰ ﺗﻐﻴﻴﺮ اﻟﻤﻔﺎﻫﻴﻢ واﻟﻘﻴﻢ‬
不注意な変更概念と値に責任
Analista de Sistemas, presumivelmente único Cidadão Brasileiro COMUM, que
mesmo não tendo nível superior completo (interrompi o Curso de Executivo, com
o primeiro semestre completo em 1977), portanto, não sendo Advogado, nem

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015

Gmail - Brasiliano ipocrisia INFETTA la Società Italiana

Página 12 de 12

Bacharél, nem Estudante de Direito, teve suas práticas inscritas nas 6ª, e 7ª,
edições do Prêmio INNOVARE, ambas calcadas no CAOS JURÍDICO que tem
como premissa o PURO FAZER DE CONTAS, reconhecidas, e DEFERIDAS pelo
Conselho Julgador, conforme o documento INNOVARE Um Brasileiro COMUM
No Meio Juridico II,
http://pt.scribd.com/doc/46900172/INNOVARE-Um-Brasileiro-COMUM-No-Meio-Juridico-II

file:///C:/Users/PLINIO~1/AppData/Local/Temp/Low/L7I3DN7Q.htm

25/04/2015