Você está na página 1de 187

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

ASSIS ARRUDA

Genealogia Sobralense Os Ferreira da Ponte

1679-2007

VOLUME IV - TOMO X

1678

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

FRANCISCO DE ASSIS VASCONCELOS ARRUDA

Genealogia Sobralense

Os Ferreira da Ponte

1679-2007

VOLUME IV - TOMO X

Sobral-2007

1679

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

OBRAS PUBLICADAS

* Os Arrudas- Genealogia, @ 1ª Ed. 1980

* Genealogia Sobralense - Os Arrudas - Vol. III @ 2ª Ed. 1988

* Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente - Vol. II - Tomo I 1993

* Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente-Vol. II - Tomo II 1996

* Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente -Vol. II - Tomo III 1996

* Genealogia Sobralense -Os Ferreira da Ponte -Vol. IV-Tomo I 1998

* Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente -Vol. II-Tomo IV 2000

* Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente -Vol. II - Tomo V 2003

OBRAS A PUBLICAR

* Genealogia Sobralense - Roteiro Genealógico das Sete Irmãs- Vol. I

* Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente - Vol. II - Tomo VI

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo II

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo III

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo IV

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo VI

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo VII

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo VIII

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo IX

* Genealogia Sobralense - Os Gomes Parente - Vol. II - Tomo X

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo XI

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo XII

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo XIII

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira da Ponte - Vol. IV - Tomo XIV Genealogia Sobralense – Os Linhares- Vol. V. Tomo I Genealogia Sobralense – Os Linhares- Vol. V. Tomo II Genealogia Sobralense – Os Linhares- Vol. V. Tomo III Genealogia Sobralense – Os Linhares- Vol. V. Tomo IV Genealogia Sobralense – Os Linhares- Vol. V. Tomo V Genealogia Sobralense – Os Linhares- Vol. V. Tomo VI Genealogia Sobralense – Os Linhares- Vol. V. Tomo VII Genealogia Sobralense – Os Linhares- Vol. V. Tomo VIII

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira Gomes - Vol. VI - Tomo I

1680

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

* Genealogia Sobralense - Os Ferreira Gomes - Vol. VI - Tomo II

* Genealogia Sobralense - Os Ribeiro da Silva- Vol. VII - Tomo I

* Genealogia Sobralense - Os Ribeiro da Silva- Vol. VII - Tomo II

* Genealogia Sobralense - Os Lopes Freire - Vol. VIII Genealogia Sobralense - Descendência do Capitão Diogo Lopes do Coração o de Maria - Vol. IX Genealogia Sobralense - Roteiro Genealógico de Algumas Famílias da Ribeira do Acaraú - Vol. X.

* Genealogia Sobralense - Roteiro Genealógico dos Aguiar Vol. XI Genealogia Sobralense – Os Bezerra de Araújo – Vol. XII. Tomo I Genealogia Sobralense – Os Bezerra de Araújo Vol. XII. Tomo II Genealogia Sobralense – Os Prado- Vol. XIII.

1681

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Arruda, Francisco de Assis Vasconcelos

Genealogia Sobralense “OS FERREIRA DA PONTE”, Sobral, CE, IOM, 2005. Vol. IV - Tomo III

p.450

1- GENEALOGIA - I- TITULO

COD. 929.308131

APRESENTAÇÃO

1682

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

O incansável genealogista Francisco de Assis Vasconcelos Arruda, no esforço ingente de acelerar a publicação de sua obra “Genealogia Sobralense”, projetada para mais de uma dúzia de volumes, brinda-nos agora com o quarto livro da coleção. Como os tomos anteriores, que tratam dos Arrudas e dos Gomes Parentes, este, que o leitor tem em mãos, versa sobre outra numerosa família sobralense: Os Ferreira da Ponte. O autor adota a mesma metodologia anterior de numeração vertical de gerações descendentes, tanto por via agnática quanto cognática, a partir do probante local, o coronel Gonçalo Ferreira da Ponte, tronco da prolífera família homônima, que povoou vastas regiões cearenses do Vale do Acaraú. Tal método deixa aberta a necessidade da organização de tabelas posteriores, de via ascendente, dentro da numeração de Sosa-Stradonitz, hoje comumente adotada, para facilitar o processamento dos nomes citados na memória de computadores. O autor transfere tal tarefa aos genealogista do futuro. O coronel Gonçalo, primeiro Ferreira da Ponte a fixar residência na região de Sobral, traz, nos sobrenomes adotados, o sinal de sua descendência lusitana, proveniente dos concelhos municipais de Paços de Ferreira e Ponte de Lima, topônimos de duas cidades, de onde foram tiradas as duas partes do sobrenome: “Ferreira e Ponte”. Tal praxe era usual entre os portugueses que vinham para o Brasil. Transformar os topônimos em antropônimos era uma forma patriótica de homenagear a pátria nativa, que ficara distante. Até meados do século XVIII, conforme demonstra profusamente a documentação disponível da época, os portugueses adotavam, como seus nomes próprios, apenas duas palavras: o prenome de batismo e o sobrenome do genitor. Ao chegarem ao Brasil, acrescentavam o topônimo da localidade de origem como mais um outro sobrenome. Os casos são incontáveis: Porto, Lisboa, Viana, Lima, Ponte, Ferreira, Braga, etc. São hoje alguns exemplos de topônimos lusitanos adotados

1683

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

como sobrenomes de famílias brasileiras. O coronel Gonçalo Ferreira da Ponte não fugiu da regra. Nascera na freguesia da Boa Vista do Recife, no ano de 1697, filho de Cosme de Freitas Pereira e de Joana de Barros Rego Coutinho, esta da descendência de Arnaud de Holanda. O sobrenome Ferreira provém do avô paterno Rodrigo da Costa Ferreira, que foi casado com sua parenta Marusa de Freitas. Por informação colhida na “Nobiliarquia Pernambucana” de Borges da Fonseca, sabemos que Gonçalo tinha o apelido de “Cachaço”, certamente por motivo de ter o pescoço gordo e grosso, defeito proveniente provavelmente, de disfunção da glândula tireóide. Sua vida atribulada revela ter possuído temperamento inconstante e inquieto, o que o levou a mudar várias vezes de residência, além de muito sentir a morte de duas esposas e lamentar as aventuras do primeiro filho Francisco Ferreira da Ponte, que fugiu de casa, ainda jovem, e foi levar vida irregular nas Minas Gerais, sem dar notícias ao pai durante muitos anos. Gonçalo, ainda adolescente, foi residir em Natal, Rio Grande do Norte onde, aos 17 anos de idade, contraiu o primeiro matrimônio com Maria de Matos Coutinho, de cujo leito nasceram os filhos Francisco e Maria de Matos, ambos nascidos no Recife. O primeiro gerou filhos, com Maria da Costa, durante sua estada nas Minas e, em 1737 veio residir no Vale do Acaraú, casando-se, no ano seguinte, com Maria Madalena de Sá, uma das conhecidas “Sete Irmãs”, filhas de Manoel Carrasco. Quanto a Maria, irmã de Francisco, sabemos que casou no Recife com Sebastião de Arruda Coelho e dela não se tem outra notícia. O segundo matrimônio de Gonçalo foi realizado na matriz da Boa Vista do Recife, em 1736, com Maria da Conceição do Monte e Silva, originária da Ilha da Madeira. Desse casamento provêm o padre José Ferreira da Costa, que foi cura da Missão Velha dos Cariris Novos no Sul do Ceará, o capitão-mor Manoel José do Monte e Maria do Livramento, cujos casamentos foram realizados na matriz da Caiçara,

1684

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

hoje Sobral. O Terceiro matrimônio de Gonçalo foi com Rosaura (Álibi Rosária) do Ó Mendonça, irmã do capitão-mor José de Xerez Furna Uchoa, sem descendência.

O motivo que levou Gonçalo a emigrar do Recife para o Ceará

não é bem conhecido. O Genealogista Soares Bulcão, conforme anotação manuscrita deixada em caderno guardado nos arquivos do Instituto do Ceará, supõe que razão foi acompanhar o seu filho padre José para a Missão Velha, vindo depois para o Vale do Acaraú. Outra razão alegada

é que veio diretamente para este Vale, quando recebeu a alegre notícia de

que o seu primogênito Francisco havia deixado Minas e já se encontrava,

na

companhia de dois filhos bastardos, na região do rio Acaraú. Ambas

as

hipóteses são prováveis e, talvez, simultâneas.

O autor deste livro não arrolou a descendência dos dois filhos

bastardos de Francisco, nascidos nas Minas e que vieram com o pai para

o Vale do Acaraú. São eles: José e Perpétua, ambos contraíram

matrimônio na matriz de Sobral e deixaram proles conforme deixei registrado na “Cronologia Sobralense”, volume I, p. 46. No Vale do Acaraú, Gonçalo Ferreira da Ponte prosperou economicamente, chegou ao posto de coronel de milícias e fixou residência no sítio Santa Úrsula, sobre a serra da Meruoca, nas imediações da chácara do cunhado José de Xerez. Aí faleceu repentinamente, no dia 23 de junho de 1762, com 65 anos de idade.

Consta do seu testamento que , “como não tem herdeiros forçados, institui por sua herdeira a nossa Senhora da Conceição desta matriz” (Sobral), onde foi sepultado.

O livro de Assis Arruda arrolou a prolífica descendência dos

Ferreira da Ponte, família tradicional e notável da sociedade sobralense,

e o fez com a mesma mestria manifestada nas obras anteriores. Quem escreve livro de genealogia sempre se depara com o iminente perigo de cair na monotonia, tendo em vista a obrigação que tem de relacionar milhares de nomes próprios e de repetir os mesmos algarismos, símbolos e abreviações. Cabe a cada autor descobrir a

1685

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

melhor forma de superar tal obstáculo, para que a leitura, apesar do assunto árido, torne-se instrutiva e agradável. Assis Arruda soube, magistralmente, eludir essa dificuldade, pela abundante utilização de fotografias, entremeadas de dados biográficos dos vultos mais destacados da família. O leitor encontrará, assim, oportunidade para ampliar conhecimentos sobre a história local e deleitar-se com prazerosas horas de lazer. Seu trabalho é altamente meritório, pelo ingente esforço da pesquisa, pelas cansativas vigílias de estudo e pela valiosa contribuição para o enriquecimento do patrimônio cultural de sua terra.

Pe. F. Sadoc de Araújo Sobral, 30.08.1997

GONÇALO FERREIRA DA PONTE, conhecido popularmente

por "Cachaço", nasceu em Recife no ano de 1679, filho de Cosme de Freitas Ferreira e de sua segunda mulher Joana de Barros Coutinho. Neto paterno de Rodrigues da Costa Ferreira e Marusa de Freitas. Emigrou para a Ribeira do Acaraú, na Região de Sobral, onde faleceu no dia 23 de junho de 1762, com 83 anos de idade e mnorava na Serra da Meruoca. Gonçalo, casou-se três vezes. A primeira com a pernambucana MARIA DE BARROS

1686

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

COUTINHO, em Recife (Pe). A segunda com MARIA DA CONCEIÇAO DO MONTE E SILVA, Portuguesa da da Ilha da Madeira, de onde descendem grande parte da família Monte e da família Costa do Estado do

Ceará. A terceira com ROSAURA DO O'MENDONÇA 1 , na Matriz de Sobral, deste não houve sucessão. Podemos considerar Gonçalo Ferreira da Ponte, como o grande Patriarca da Ribeira do Acaraú, pois quem dele não descende diretamente, tem uma ligação pelo entrosamento familiar, tornando assim, sem sombra de dúvidas a Família Ferreira da Ponte a família onde quase todas famílias de Sobral tem uma ligação familiar com ela, umas mais e outras menos, e outras quase na sua totalidade como Os Monte, Os Ribeiro da Silva, Os Gomes Parente, Os Linhares, Os Ferreira Gomes, Os Fortas, Os Monte Coelho, Os Saboias e muitos outros como veremos durante o deserolar da história. Com este trabalho iremos perceber por que se fala que nós sobralenses somos uma grande família. Vejamos assim a grande descendência do Adão da Ribeira do Acaraú:

Do 1º Matrimônio:

F.1. FRANCISCO FERREIRA DA P0NTE 1ª PARTE

F.2 Uma mulher cc SEBASTIÃO DE

residentes em Pernambuco

Do 2º Matrimônio:

ARRUDA COELHO, 2 ªPARTE

F. 3. JOSÉ FERREIRA DA COSTA

3ª PARTE

F. 4. MANOEL JOSÉ DO MONTE

4ª PARTE

F. 5. MARIA DO L.IVRAMENTO

5ª PARTE

1ª PARTE

1687

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

F.1. FRANCISCO FERREIRA DA PONTE, casou-se na

Matriz de Sobral, a 20-09-1738 com MARIA MADALENA DE SA (3ª das Sete Irmãs), fal. a 16.03.1743, filha do Capitão Manoel Vaz Carrasco e Silva e de sua 2ª esposa Madalena de Sá e Oliveira, viúva de Francisco Bezerra de Menezes e filha de Nicásio Aguiar de Oliveira e de Madalena Sá. Deste Matrimônio nasceram os quatro filhos abaixos relacionados, que serão distribuídos em quatro capítulos correspondentes a quatro tomos:

N.1. FRANCISCO FERREIRA DA PONTE

CAP. I

N.2. PEDRO FERREIRA DA PONTE

CAP. II

N.3. VICENTE FERREIRA DA PONTE

CAP. III

N.4. ANA FERREIRA DA PONTE

CAP. IV

2ª PARTE

F.02 Uma mulher casada com Sebastião de Arruda Coelho, residentes em Pernambuco.

3ª PARTE

COSTA, faleceu em

1769. Foi Vigário de São José dos Cariris Novos ( Missão Velha), de

1760 a nove de setembro de 1769. ( O Padre Gomes, segundo Aureliano

Silveira, encontrou referências a ele, de sete de julho de 1762 a nove de

setembro de 1769). Durante o seu paroquiato em Missão Velha, a

freguesia foi dividida, criando-se a de Crato.

F.03. JOSE FERREIRA DA

1688

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

4ª PARTE

F. 04 MANOEL JOSE DO MONTE 1 , Capitão – Mor, casou-

se duas vezes. A 1ª, a 20.11.1755 na Matriz da Caiçara, com LUZIA DA COSTA MACIEL, filha de Timóteo da Rocha Maciel e Eugênia Medeiros. A 2 ª, 30.11.1769, na Matriz da Caiçara com ANA AMERICA UCHOA, filha do Capitão José de Xerez da Furna Uchoa 2 e Rosa de Sá e Oliveira, uma das sete irmãs. O Capitão- Mor Manuel

1 Manoel José do Monte, registro do 2º casamento com Ana América Uchoa., filha de José de Xerez Furna Uchoa e de Rosa de Sá Oliveira. “ Aos trinta de novembro de mil setecentas e sessenta e nove, pela manhã, na Capela de Santana, filial desta Matriz, feita as denunciações na forma do Sagrado Concilio Trindentino da dita igreja, onde os nubentes são moradores e a nubentes natural, justificando o não rapto como consta do mandato que tudo fica em meu poder, em presença de mim Cura João Ribeiro Pessoa e das testemunhas Capitão Custódio da Costa Araújo, casado, Capitão Cláudio de Sá Amaral e Francisco de Farias Almeida, casados, e mais pessoas conhecidas e moradores nesta Freguesia, se casaram em face da Igreja, solenemente por palavras, o Capitão Manuel José do Monte, natural de Boa Vista, Pernambuco, filho legitimo do Cel. Gonçalo Ferreira da Ponte, natural do Recife, e de sua mulher Maria da Conceição Monte, da Ilha da Madeira, viúvo que ficou de sua mulher D. Luiza da Costa Maciel com ANA AMERICA UCHOA, filha legitima do Capitão – Mor José de Xarez da Furna Uchoa e de D. Rosa de Sá Oliveira, natural de Goiana, e logo lhes dei as benções núpcias na forma dos ritos da Santa Igreja, para constar fiz este termo e assignei. Padre João Ribeiro Pessoa, cura dês Matriz” ( liv.Cas.1769-82,fl 18 v. Apud Cron. Sobr. pg 251-152. vol I Araújo, Francisco Sadoc). 2 José de Xerez da Furna Uchoa, “ filho de Francisco Xerez Furna e de Inês de Vasconcelos Uchoa, foi homem influente nesta Ribeira. Foi Juiz Ordinário e Juiz de Órfãos, bem como político de forte liderança. Possuía o Sítio Santa Úrsula, sobre a Serra da Meruoca, para onde transportou mudas de café trazidas diretamente da França, e de uma viagem que ali fez no de 1743. Faleceu a 1º de abril de 1797 e foi sepultado na Matriz de Sobral. Casou-se na Matriz da Caiçara ainda em construção a 21 de outubro de 1747 com uma das Sete Irmãs, matriarcas da Ribeira do Acaraú, Rosa de Sá e Oliveira, filha de Manoel Vaz Carrasco e Madalena de Sá e Oliveira. A cerimõnia foi assistida pelo Visitador Pe. Manuel Machado Freire, servindo de testemunhas o Pe. Pedro de Albuquerque Melo e o Sargento-mor Manuel Rodrigues Coelho” ( Araújo, Sadoc – Cronologia Sobralense, Vol I, pg s 159-160).

1689

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

José do Monte faleceu a 28 de abril de 1778 e foi sepultado na Matriz de Sobral. Pais de:

Do 1º matrimônio:

N.05. ANTONIO MANUEL DA CONCEIÇÃO

CAP.V

N.06. MANUEL FERREIRA DA COSTA

CAP.V

N.07. ANA MARIA DO MONTE

CAP.VII

Do 2ºmatrimônio:

N.08. VICÊNCIA FERREIRA DO MONTE

CAP.VIII

N.09. MARIA BERNADINA DO MONTE

CAP.IX

N.10. FRANCISCA DAS CHAGAS PESSOA

CAP.

X

N.11. JOSE FERREIRA DA COSTA

CAP.XI

CAP. V

.

N.05.ANTONIO MANOEL DA CONCEIÇÃO, casou-

se duas vezes. A 1ª, 21.09.1778, NA Matriz de Sobral, com FRANCISCA XAVIER DE MENDONÇA UCHOA, filha do Coronel José de Xerez da Furna Uchoa e de Rosa de Sá e Oliveira, uma das sete irmãs. A 2ª, a 29.09.1789 na Fazenda Jaibaras de Baixo, com FRANCISCA DA COSTA ARAUJO, filha do Capitão Custódio da Costa Araújo 3 e de Cosma Damiana do Espírito Santo ( Cit. Genelogia Sobralense, Vol IV, Os Ferreira da Ponte, Tomo IX)

3 Custódio da Costa Araújo

1690

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

CAP VI

N.6. MANUEL FERREIRA DA COSTA ( Ten.Cel),

fal. a 16.08.1839. Casou-se a 12.09.1780 com INÊS MARIA DE VASCONCELOS, n. a 30.06.1763 e fal. em Sobral, filha de Antônio Alvares Linhares 4 e de Inês Madeira de Vasconcelos (Uma das Sete Irmãs). Pais de:

Bn.14.ESTEVAM FERREIRA DA COSTA Bn.15.JOSÉ FERREIRA DO MONTE Bn.16.MARIA DO LIVRAMENTO MONTE Bn.17.TERESA JOAQUINA DO MONTE Bn.18.FRANCISCA BERNARDINA DO MONTE

*

* *

MONTE, casou-se a

25.07.1809 com D. MARIA DA PENHA ARAÚJO, filha do Cap. Antônio Carneiro da Cunha (Antônio Manuel da Conceição), de Granja, descendente da família “Carneiro Rios” de Pernambuco e de sua segunda mulher Francisca de Araújo Costa. Pais de:

Bn.15.

JOSÉ

FERREIRA

D0

Tn.36.JOSÉ FAUSTINO DO MONTE Tn.37.JOAQUIM FERREIRA DO MONTE

4 Antônio Alvares Linhares, Sargento-mor, nasceu em Rego Moleiro, Rio Grande do Norte, em 1723 e faleceu a 9 de outubro de 1785, em Sobral, aos 62 anos de idade, em sua fazenda Mumbaba e foi sepultado na Matriz de Sobral. Veio para a Ribeira do Acaraú, em 1735, em companhia do cunhado domingos e o Pe. Dionísio da Cunha Araújo. Era Cavalheiro da Ordem de Cristo. Casou-se, a 31 de julho de 1758 com Inez Madeira de Vasconcelos, uma das Sete Irmãs, fal. a 03.08.1802, que era viúva do Capitão Luís Gonçalves de Matos; e filha do Capitão Manoel Vaz Carrasco e de sua segunda mulher Maria Madalena de Sá e Oliveira ( Apud Arruda, F. A.V. – Genealogia Sobralense, Vol V, Os Linhares, Tomo II, pg 189, prelo)

1691

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Tn.38.ANTÔNIO MANOEL DO MONTE Tn.39.VICENTE FERREIRA DO MONTE Tn.40.FRANCISCA F. DO MONTE Tn.41.INEZ FERREIRA DO MONTE Tn.42.MARIA TERESA DO MONTE Tn.43.MANOEL FERREIRA DA COSTA Tn.44.ANTÔNIO MANOEL DO MONTE Tn.45.MIGUEL FERREIRA DO MONTE

* * *

DO MONTE, casou-se a

28.07.1845 com Maria da Penha da Conceição, n. em São José, município de Sobral (CE), filha de José Rodrigues Lima Júnior 5 e de Bernardina Maria da Conceição. Pais de:

Tn.36.JOSÉ

FAUSTINO

Qn.118.João Faustino do Monte Qn.119. Francisco Faustino do Monte Qn.120. José Rodrigues do Monte Qn.121. Cesarina Ferreira do Monte Qn.122. Filomena Ferreira do Monte

do Monte, n. em São José, a

25.02.1874, casou-se a 31.01.1893, na Meruoca, com Maria Ermelinda da Frota (Sinhá), filha de Antônio Rodrigues da Frota 6 e Francisca Ermelinda da Frota (Francisca Felina Rodrigues Lima). Sem sucessão.

Qn.118.

João

Faustino

* * *

Qn.119. Francisco Faustino do Monte, casou-se a

Maria Nazaré do Monte, n. em São

07.09.1893, com sua parenta

5 José Rodrigues Lima Júnior 6 Antônio Rodrigues da Frota

1692

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

José, Sobral (CE) a 22.07.1876. filha de Joaquim Quariguazi da Silva 7 e de Maria José de Andrade. Pais de:

Pn.362.

Pn.363.

Pn.364.

Pn.365.

Pn.366 .

Qn.120. José Rodrigues do Monte, casou-se a 08.08.1885

com Francisca Lídia Menescal, filha de José Gaudêncio Menescal 8 e de Maria José Menescal. Pais de:

Pn.367.

Pn.368.

Pn.369.

Pn.370.

Pn.371 .

Qn.121. Cesarina Ferreira do Monte, casou-se a 05.10.1871,

com João Pedro de Vasconcelos, filho de Manuel Rodrigues de Vasconcelos 9 e de Isabel Rodrigues. Pais de:

Pn.372.

Pn.373.

Pn.374.

Pn.375.

Pn.376 .

7 Joaquim Quariguasi da Silva, filho de Domingos Ferreira Gomes e de Maria Agostinha do Monte (filha de Felipe Ribeiro da Silva e de Maria Bernardina do Monte). Casou-se com Maria José de Andrade, filha de João Ferreira Gomes e de Francisca Maria da Conceição Gomes da Frota (Apuda Gentil, Pe. José da Frota - Os Frotas, pg 332)

8 José Gaudêncio Menescal

9 Manuel Rodrigues de Vasconcelos

1693

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

do Monte, casou-se a

07.01.1876, com Vicente Rodrigues Lima, filho de José Rodrigues Lima 10 e de Francisca Bernardina da Ponte. Pais de:

Qn.122.

Filomena

Ferreira

Pn.377.

Pn.378.

Pn.379.

Pn.380.

Pn.381.

Tn.37. JOAQUIM

FERREIRA DO MONTE, casou-se a

25.10.1855, com Rita Ricardina do Monte, n. a 10.06.1836, filha de João José de Arruda 11 e de Maria Quitéria de Arruda. Sem sucessão.

* * *

Tn.38.ANTÔNIO MANOEL DO MONTE, casou-se com

sua parenta, filha de Antônio José da Rocha. Pais de:

Qn.123.João do Monte Rocha Qn.124.Galdino do Monte Rocha Qn.125.Antônio do Monte Rocha Qn.126.José do Monte Rocha Qn.127.Francisca do Monte Rocha

10 José Rodrigues Lima 11 João José de Arruda, n. a 21.09.1812 na fazenda Oiticará, então distrito de Massapê-CE., e fal. a 25.04.1878, na mesma fazenda. Comerciante e agropecuarísta, casaram-se em 1 a núpcias a 14.07.1833, com Maria Quitéria de Jesus, filha de Narcísio Lopes de Aguiar e de Maria Quitéria de Araújo Costa. Em 2 a núpcias, em 1861 com Quitéria Maria Rocha (ARRUDA, F.A.V. In: Genealogia Sobralense, Vol. III, Os Arrudas, pg. 144).

1694

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Qn.123 .João do Monte Rocha, casou-se com sua parenta D. Constança Bandeira de Melo, filho do major João Pedro da Cunha Bandeira de Melo 12 e de D. Francisca das Chagas Bandeira de Melo.

Pn.382.João Pedro do Monte Rocha Pn.383.Ovídio do Monte Rocha Pn.384.Antônio do Monte Rocha Pn.385.Carmelina do Monte Rocha Pn.386.Maria Emília do Monte Rocha

Pn.382 .João Pedro do Monte Rocha

Pn.383.Ovídio do Monte Rocha

Pn.384.Antônio do Monte Rocha

Pn.385.Carmelinda Bandeira do Monte Rocha, casou-se

com Manuel Cândido da Frota, (irmão de Joaquim Rodrigues Frota, marido de Maria Edelzuith Linhares), filho do Cap. João Rodrigues da Frota 13 e de D. Francisca Ferreira Fonteles. Pais de:

12 João Pedro da Cunha Bandeira de Melo 13 João Rodrigues da Frota, n. em Sobral, na fazenda Madeira, em 1822, e fal. em Sobral em 1911. Casou-se em Sobral, com Francisca Ferreira Fonteles, n. em Sobral, na fazenda da Luz, em outubro de 1830 e fal. em janeiro de 1930, com quase 100 anos, filha de Diogo Ferreira Fonteles, capitão na Guerra dos Balaios, fal. em Sobral com 103 anos, e de Norberta Pinto (Apud Gentil, Pe. José da Frota – Os Frotas, pg 430).

1695

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Sn.993.Francisco Bandeira Frota Sn.994.José Bandeira Frota Sn.995.Manuel Frota Filho Sn.996.Maria José Bandeira Frota

Sn.993.Francisco Bandeira Frota, casou-se em Sobral a

31.05.1941 com Alice Veloso, da Parnaíba, filha de Epaminondas de Castro Nogueira e de Hermínia Veloso. Pais de:

7n.2467. José Irismar Veloso Frota 7n.2468. Francisco Ivone Veloso Frota 7n.2469. João Veloso Frota

a

03.02.1932 com Gonçalinha do Monte Rocha, filha de Manuel Cordeiro Rocha e de Raimunda do Monte (Doca). Pais de:

Sn.994.José

Bandeira

Frota,

casou-se

em

Sobral,

7n.2470. Maria Zildamir do Monte Frota 7n.2471. Ana Izely do Monte Frota

Sn.995.Manuel Frota Filho, c. em Sobral a 28.06.1938 com Francisca Denise Menezes, filha de Francisco Serapião Menezes e de Francisca Belisa da Costa. Pais de:

7n.2472. José Edson Menezes Frota 7n.2473. Luís Edilson Menezes Frota 7n.2474. Francisca Menezes Frota 7n.2475. Elson Menezes Frota

Sn.996.Maria José Bandeira Frota, inupta

* * *

Pn.386.Maria Emília do Monte Rocha

1696

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

* * *

Qn.124 .Galdino do Monte Rocha

Pn.387 .

Pn.388 .

Pn.389.

Pn.390.

Pn.391 .

* * *

Qn.125.Antônio do Monte Rocha

Pn.392 .

Pn.393.

Pn.394.

Pn.395.

Pn.396.

* * *

Qn.126. José do Monte Rocha

Pn.397.

Pn.398.

Pn.399.

Pn.400.

Pn.401.

* * *

Qn.127. Francisca do Monte Rocha

1697

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.402.

Pn.403.

Pn.404.

* * *

Tn.39.VICENTE

13.05.1846 com Ana

FERREIRA

Joaquina

a

Cavalcante, filha de Arnaud de

DO

MONTE,

casou-se

Holanda Cavalcante 14 e de Joaquina Ferreira da Costa. Pais de:

Qn.128. Miguel Firmino do Monte Qn.129. Raimundo Nonato do Monte Qn.130. José Firmino do Monte

Qn.128. Miguel Firmino do Monte, casou-se a 23.09.1874,

com Francisca do Espírito Santo, filha de José Ferreira da Costa 15 e de Florência Ferreira. Pais de:

 

Pn.405.

Pn.406.

Pn.407.

Pn.408.

Qn.129.

Raimundo

Nonato

do Monte, casou-se a

02.09.1875, com Maria da Glória Aguiar, filha de Vicente de Lira Aguiar 16 e de Antônia Carolina Cavalcante. Pais de:

14 Arnaud de Holanda Cavalcante, filho José de Lira Pessoa e de Inácia de Holanda Cavalcante, casou-se a 30.06.1824 com Joaquina Ferreira da Costa, filho de José Ferreira da Costa e de Quitéria do Espírito Santo ( Apud Araújo, Sadoc, In: Cronologia Sobralense, Vol II pg 142).

15 José Ferreira da Costa

16 Vicente de Lira Aguiar, filho de Diogo Lopes do Coração de Maria Aguiar e de Francisca de Lira Pessoa, casou-se a 20.06.1855 com Antônia Carolina de Holanda Cavalcante, filha de Arnaud de Holanda Cavalcante e de sua Segunda mulher Brites de Medeiros ( Apud Araújo, Sadoc; Cronologia Sobralense, Vol III pg 151).

1698

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.409.

Pn.410.

Pn.411.

Qn.130. José Firmino do Monte, casou-se a 14.06.1880, com Filomena Felina Cavalcante. Pais de:

Pn.412.

Pn.413.

Pn.414.

ARAÚJO, casou-se a

31.10.1838, com MANUEL JOSÉ DA ROCHA, filho de Antônio José da Rocha e de Rita Clara da Assunção. Pais de:

Tn.40.FRANCISCA

DO

MONTE

Qn.131.

Qn.132.

Qn.133.

Tn.41.INEZ

DO MONTE VASCONCELOS, casou-se a

09.01.1851, com MANUEL JOSÉ DA ROCHA, seu cunhado, viúvo de Francisca do Monte Araújo. Pais de:

Qn.134.

Qn.135.

Qn.136.

1699

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

MONTE, casou-se a

27.09.1857, com Custódio José da Silveira, viúvo de Francisca Maria de Jesus. Pais de:

Tn.42.MARIA

TERESA

DO

Qn.137.

Qn.138.

Tn.43. MANOEL FERREIRA DA COSTA

Tn.44.ANTÔNIO MANOEL DO MONTE

Tn.45.MIGUEL FERREIRA DO MONTE

*

* *

fal. a

14.08.1818, casou-se a 23.11.1791 (1797?) com o Cap. JERÔNIMO JOSÉ FIGUEIRA DE MELO, de Pernambuco, fal. a 10.07.1826, com 58 anos, e foi sepultado na Matriz, em Sobral (CE), filho do Cap. Inácio José Figueira de Melo 17 e de Ana Francisca de Mendonça. Pais de:

Bn.16.MARIA DO LIVRAMENTO MONTE,

Tn.46.JERÔNIMO M. F. DE MELO

17 Cap. Inácio José Figueira de Melo

1700

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Tn.47.JOÃO CAPISTRANO B. DE MELO Tn.48.FRANCISCO LAUREANO F. DE MELO Tn.49.MARIA JERÔNIMA F. DE MELO Tn.50.JOAQUINA FIGUEIRA DE MELO Tn.51.FCA DAS CHAGAS B. DE MELO Tn.52.ANA FIGUEIRA DE MELO Tn.53.TERESA FIGUEIRA DE MELO

Tn.46.JERÔNIMO

MARTINIANO

FIGUEIRA

DE

MELO (Conselheiro), n. em Sobral a 19.04.1809 e fal. no Rio de Janeiro, de derrame cerebral ás 5 horas da tarde de 20 de agosto de 1878. Figura entre os primeiros 41 bachareis a formarem-se na Academia de Direito de Olinda, 1832, sendo condiscípulos seus Nabuco, Ferreira de Aguiar, Euzébio de Queiroz e outros proeminentes na política do País. A Academia de Direito de Olinda, inaugurada em 15 de maio de 1828 e

transferida para o Recife em 30 de maio de 1853. Foi Promotor Público na Capital do Império e Juiz de Direito da Comarca de Fortaleza. Secretário do Presidente de Pernambuco, o Barão da Boa Vista; Presidente do Maranhão, em 1863; Juiz dos Feitos da Fazenda e Chefe de Polícia em Pernambuco, no tempo da revolução praeira; Em 1849, foi, também, chefe de policia no Rio de Janeiro. Desembargador e Presidente da Relação do Rio de Janeiro; Presidente do Rio Grande do Sul, em 1872 e Membro do Supremo Tribunal de Justiça, cargo de que se aposentou em 1876. Deputado Geral pelas Províncias de Pernambuco e Ceará e Senador do Império, em 1870 pelo Estado do Ceará. Era Grã-Cruz de Cristo e Dignitário da Rosa, sendo-lhe concedida a 1ª dessas condecorações por Dec. De 14 de Fevereiro de 1877,

e tinha o foro de Fidalgo Cavaleiro da Imperial Casa por Dec. De 7 de

Março de 1874. Sendo, o primeiro cearense que obteve a Grã Cruz de Christo, título que ele preferiu ao de Barão de Sobral sem grandeza, por ocasião de ser aposentado. Publicou vários trabalhos históricos e deixando outros inéditos. Por ocasião da chamada questão religiosa movida pela Maçonaria contra

o Episcopado Brasileiro e em que tanto se celebrisaram D. Antônio de Macedo Costa e Frei Vital, colocou-se o Senador Figueira de Mello ao lado dos defensores da Igreja quer no Parlamento quer na imprensa publicando até mesmo um opúsculo sobre essa malfadada questão, que tão fundo feriu a consciência católica.

1701

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Sabe-se ainda que foi da sua penna uma série de importantes artigos publicados no Diário Oficial em defesa da lei do elemento servil. Casou-se com D. Maria Paes de Andrade, de Pernambuco, filha de Francisco Carvalho Paes de Andrade, comendador da Ordem de Cristo e de D. Ana Moreira Maciel Gondim. (Apud Girão, Raimundo & Sousa, Maria da Conceição – Dicionário da Literatura Cearense. Fortaleza:

Imprensa Oficial, 1987, pg 155) e Dicionário Bio-Bibliográfico Cearense de Barão de Studart, pg 396, e ainda o Cic. De Inocêncio trata do Senador Figueira de Mello nos vols. X, p.131 e XXI p.274). Pais de:

Qn.139. Francisco de Carvalho F. de Melo Qn.140.Ana de Carvalho Figueira de Melo

Qn.139. Francisco de Carvalho Figueira de Melo, n. em

Recife (PE), a 14.07.1843 e fal. em Petrópolis a 08.04.1906. Casou-se com D. Júlia de Avelar, filha do Tenente-coronel Joaquim Ribeiro Avelar (Visconde de Ubá), fal. a 01.10.1870. Formou-se em direito em Recife. Veio para o Rio de Janeiro onde advogou muitos anos. Proprietário em Petrópolis. Pais de:

Pn.415.Jerônimo de Avelar F. de Melo Pn.416.Francisco de Avelar F. de Melo Pn.417.Joaquim de Avelar Figueira de Melo Pn.418.Paulo de Avelar Figueira de Melo Pn.419.Francisco Figueira de Melo Pn.420.Luiz Viriato Figueira de Melo Pn.421.Mariana Avelar Figueira de Melo Pn.422.Júlia Avelar Figueira de Melo Pn.423. Eloi de Avelar Figueira de Melo Pn.424. Laura de Avelar Figueira de Melo

Pn.415.Jerônimo de Avelar Figueira de Melo, n. em

Petrópolis, a 1504.1879 e fal. a 21.12.1947. Fez os seus estudos na Europa, terminando-os no Brasil. Formou-se em direito no Rio de Janeiro, em 1906. Entrou para carreira diplomática em 1907, tendo servido em Paz, Lima,

1702

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Viena d’Áustria, Roma, Santa sé, Chile e Lisboa. Enviado Extraordinário e Ministro Plenipotenciário em Caracas (1934-37) e em igual caráter em Varsóvia (10\937-39). Membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e de São Paulo. Publicou: “Correspondência diplomática do Barão de Marschal, agente diplomático da Áustria no Brasil (anos de 1821 a 1822)”e “Dissídio entre o Regente Feijó e a Santa Sé”. Casou-se em Petrópolis a 25.02.1908 com D. Cândida Lisboa (neta do Barão de Japurá), filha do Dr. Joaquim Miguel Ribeiro Lisboa e D. Maria da Glória Machado Lisbôa. Pais de:

Sn.997. Maria Cândida Lisboa F. de Melo Sn.998.Júlia Lisboa Figueira de Melo Sn.999.Francisco Lisboa Figueira de Melo Sn.1000.Teresa Lisboa Figueira de Melo Sn.1001.Cecília Lisboa Figueira de Melo

Sn.997. Maria Cândida Lisbôa

Lima (Perú) a 06.01.1909.

Figueira de Melo, n. em

Sn.998.Júlia Lisbôa Figueira de Melo, n. em Lima (Perú) a

14.04.1910.

Sn.999.Francisco Lisbôa Figueira de Melo, n. em Viena

d’Áustria, a 12.03.1912. Casou-se com Maria Teresa Lima Rocha. Pais de:

7n.2477. Jerômino Martiniano

Sn.1000.Teresa Lisbôa Figueira de Melo, n. em Roma, a

13.07.1913, casou-se com Andrés Boulton, venezuelano. Pais de:

7n.2478. Roger Figueira de Melo Boulton 7n.2479. Maria Teresa F. de Melo Boulton

Sn.1001.Cecília Lisbôa Figueira de Melo, n. em Roma, a

01.10.1914.

1703

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

* * *

Pn.416.Francisco de Avelar Figueira de Melo, fal. criança.

Pn.417.Joaquim

de

* * *

Avelar

Figueira

de

Melo, n. a

08.10.1881, casou-se com Isabel Braga, sem sucessão.

* * *

Pn.418.Paulo de Avelar Figueira de Melo, n. a 12.10.1882,

casou-se com Eugênia Moreira. Pais de:

Sn.1002.

Sn.1003.

Sn.1004.

Sn.1005.

Sn.1002.Paulo

Eugênio

Moreira

Figueira

de

Melo,

Engº, casou-se com Jeannette Cavalcanti.

7n.455.

7n.2479.

7n.2480.

7n.2481.

Sn.1003.Rodolfo Moreira Figueira de Melo, médico, casou- se Sílvia Canabarro.

7n.2482.

7n.2483.

7n.2484.

7n.2485.

1704

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.419.Francisco

Filgueira

de

Melo,

advogado,

n.

a

23.12.1883, casou-se com Sílvia Guimarães Gerber. Pais de:

Sn.1004.Delfino Gerber Figueira de Melo Sn.1005.Elsa Gerber Figueira de Melo Sn.1006.Gustavo Gerber Figueira de Melo Sn.1007.Galda Gerber Figueira de Melo Sn.1008.Alair Maria Gerber F. de Melo Sn.1009.Irene Gerber Figueira de Melo Sn.1010.Francisco José Gerber F. de Melo Sn.1011.Regina Gerber Figueira de Melo

Pn.420.Luiz

Viriato

Géssia de Toledo Pisa. Pais de:

Filgueira

de

Melo,

casou-se

com

Sn.1012. Carlos Martiniano Pisa F. de Melo Sn.1013.Helena Pisa Figueira de Melo Sn.1014.Lúcia Pisa Figueira de Melo

Sn.1012. Carlos Martiniano Pisa Figueira de Melo, casou- se com Beatriz Meireles.

7n.463

7n.2486.

7n.2487.

7n.2488.

Sn.1013.Helena Pisa Figueira de Melo

7n.2489.

7n.2490.

7n.2491.

7n.2492.

1705

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Sn.1014.Lúcia

Pisa

Figueira

Erasmo Assunção Júnior.

7n.2493.

7n.2494.

7n.2495.

7n.2496.

de

Melo,

casou-se

com

Pn.421.Mariana Avelar Figueira de Melo, freira

Pn.422.Júlia Avelar Figueira de Melo, n. a 18.07.1880

Pn.423. Eloi de Avelar Figueira de Melo, f. em 1906, casou-

se com Wanda Pinto Botelho.

Pn.424. Laura de Avelar Filgueira de Melo, n. em 1896,

casou-se

com

Antônio

de

Lisbôa

funcionário do Tesouro Nacional.

* * *

Sampaio

Barreto,

então

Qn.140.Ana de Carvalho Figueira de Melo, casou-se com

João Ribeiro de Almeida, filho do Barão João Figueira de Almeida. Pais de:

Pn.425 . Amanda Figueira de Almeida, fal. 1910,

inupta.

*

*

*

Tn.47.JOÃO CAPISTRANO BANDEIRA DE MELO,

n. em Sobral(CE) a 23.08.1811 e fal. no Rio de Janeiro a 30.05.1881. Foi Deputado da Assembléia Geral, por diversas vezes; presidente das Províncias de Paraíba e alagoas; lente catedrático da Faculdade de Direito

1706

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

de Recife; e bem assim membro do supremo Conselho Naval (1873).

Casou-se com D. Umbelina Fernandes de Barros, natural de

Pernambuco. Pais de:

Qn.141.João Capistrano B. de Melo Filho Qn.142.Jerônimo Emílio Bandeira de Melo Qn.143.Ernesto Júlio Bandeira de Melo Qn.144.Umbelina Bandeira de Melo

Qn.141.João Capistrano Bandeira de Melo Filho, n. em

Olinda, a 08.05.1836 e faleceu no Rio de Janeiro, a 17.12.1905. advogado, lente, da Faculdade de Direito do Recife e da Faculdade de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro. Foi presidente de várias Províncias, entre as quais Pará e Baía. Casou-se com D. Ana Luíza de Barros, n. a 30.04.1845 e fal. no Rio de Janeiro a 15.01.1917, filha do desembargador João Fernandes de Barros , fal. no Rio de janeiro, a 05.12.1854, e de D. Luiza Amélia de Albuquerque Barros, fal. em Sobral, no Ceará, a 05.08.1886). Pais de:

Pn.426.Maria Luiza Bandeira de Melo Pn.427.Ana Luiza de Raja Gabaglia Pn.428.José Afonso Bandeira de Melo Pn.429.Maria da Glória B. de Melo Pn.430.Maria Nazareth Bandeira de Melo Pn.431.Antônio Bandeira de Melo Pn.432.Maria do Carmo B. de Melo Pn.433.Umbelina Júlia Bandeira de Melo

Pn.426.Maria Luiza Bandeira de Melo, fal. em Recife,

com 21 anos, inupta.

Pn.427.Ana Luiza de Raja Gabaglia, viúva do professor

Dr. Eugênio de Barros Raja Gabaglia. Pais de:

Sn.1015.Fernando Antônio de Raja Gabaglia

1707

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Sn.1016.Edgard Raja Gabaglia Sn.1017.Carmen Raja Gabaglia Sn.1018.Mário Raja Gabaglia Sn.1019.Antônio Carlos de Raja Gabaglia Sn.1020.João Capistrano Raja Gabaglia

Sn.1015.Fernando Antônio de Raja Gabaglia

Raja Gabaglia, Engenheiro, casou-se com

Laurita Pessoa, filha do ex-Presidente da República Epitácio Pessoa, escritora de renome.

Sn.1016.Edgard

7n.2497.

7n.2498.

7n.2499.

7n.2500.

Sn.1017.Carmen Raja Gabaglia, casou-se co Manoel Luiz

Ribeiro, filho do escritor João Ribeiro.

7n.2501.

7n.2502.

7n.2503.

7n.2504.

Sn.1018. Mário Raja Gabaglia, Capitão-médico

7n.2505.

7n.2506.

7n.2507.

7n.2508.

Sn.1019. Antônio Carlos de Raja Gabaglia, oficial da Marinha Brasileira.

1708

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

7n.2509.

7n.2510.

7n.2511.

7n.2512.

Sn.1020.João Capistrano Raja Gabaglia ( médico)

7n.2513.

7n.2514.

7n.2515.

7n.2516.

Pn.428.José Afonso Bandeira de Melo, exerceu o cargo

de Polícia da antiga 14ª Circunscrição Policial Urbana ( no Engenho-Velho, no rio de Janeiro), o de Juiz substituto da Comarca de S. Sebastião do Paraíso, no Estado de Minas-Gerais, o de Fiscal do Governo junto a uma companhia de Seguros contra fogo (extrangeira) e a uma Sociedade que transigia com funcionários públicos, ambas com sede no Rio de Janeiro, e já extintas; foi advogado durante muitos anos nesta Capital.

Pn.429.Maria da Glória B. de Melo. fal. inupta Pn.430.Maria Nazareth B. de Melo, fal. inupta Pn.431.Antônio Bandeira de Melo, fal. criança Pn.432.Maria do Carmo Bandeira de Melo Pn.433.Umbelina Júlia B. de Melo, fal. criança

* Qn.142.Jerônimo Emílio Bandeira de Melo, antigo Diretor

Geral do Ministério da Justiça, casou-se com Emília Moncorvo de Figueiredo, notável escritora conhecida pelo nome de Carmen Dolores. Pais de:

*

*

Pn.434.Cecília de F. Bandeira de Melo

1709

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.435.Oscar de F. Bandeira de Melo Pn.436.Gustavo de Figueiredo B. de Melo Pn.437.Alice de F. Bandeira de Melo Pn.438.Dulce de F. Bandeira de Melo Pn.439.Gastão de Figueiredo B. de Melo

Pn.434. Cecília de Figueiredo Bandeira de Melo,

escritora e jornalista que usava o pseudônimo Madame Crisanteme.

Pn.435.

Oscar

advogado, fal. solteiro.

de

Figueiredo

Bandeira

de

Melo,

Pn.436.Gustavo de Figueiredo Bandeira de Melo,

coronel reformado da Força Policial do Rio de Janeiro, casou-se com grande descendência.

Pn.437.Alice de Figueiredo Bandeira de Melo, casou-

se

descendência.

com

o

engenheiro

Francisco

Batista

do

Nascimento,

com

Pn.438.Dulce de Figueiredo Bandeira de Melo, casou-

se com um filho.

Pn.439.Gastão

de

Figueiredo

casou-se, com muitos filhos.

* * *

Bandeira

de

Melo,

em

Pernambuco, a 06.11.1843 e fal. a 04.11.1889 em São Paulo. Casou-se com

D. Maria Guilhermina de Aguiar Toledo (filha do coronel José de

Aguiar Toledo, Barão da Bela Vista, depois Visconde de Aguiar Toledo, Deputado Geral em várias legislaturas) e da Baronesa de Bela Vista (Guilhermina Pacheco, filha do desembargador Joaquim José Pacheco, Deputado Geral e embaixador do Brasil no Uruguai).Pais de:

Qn.143.Ernesto

Júlio

Bandeira

de

Melo,

n.

1710

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.440. Ernesto Toledo Bandeira de Melo Pn.441. Evandro de Toledo B. de Melo Pn.442.Otávio de Toledo B. de Melo Pn.443.Alberto de Toledo B. de Melo Pn.444. Stela de Toledo Bandeira de Melo Pn.445. Afonso de Toledo B. de Melo Pn.446.Álvaro de Toledo B. de Melo Pn.447.Hugo de Toledo Bandeira de Melo

Pn.440. Ernesto Toledo Bandeira de Melo, casou-se

com Elisa Saldanha da Gama (família Saldanha da Gama e Azambuja). Pais de:

Sn.1021.Jorge Saldanha Bandeira de Melo Sn.1022.Marília Saldanha B. de Melo Sn.1023.Paulo Saldanha Bandeira de Melo

Sn.1021.Jorge Saldanha Bandeira de Melo, casou-se com Ítala Bandeira de Melo. Pais de:

7n.2517. Ronaldo Bandeira de Melo 7n.2518. Ernesto Júlio Bandeira de Melo

Sn.1022.Marília Saldanha Bandeira de Melo, casou-se com

Dr. Ney Bueno, médico, com filhos.

7n.2519.

7n.2520.

7n.2521.

7n.2522.

Sn.1023.Paulo Saldanha Bandeira de Melo, casado com três

filhos.

7n.2523.

1711

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.441.

7n.2524.

7n.2525.

Evandro

de

Toledo

Bandeira

de

Melo,

advogado em São Paulo, casou-se com Thorene de Queiroz Aranha, bisneta da Baronesa de Campinas. Pais de:

Sn.1024.Osvaldo Aranha B. de Melo Sn.1025.Maria Aparecida A. B. de Melo Sn.1026.José Egídio Bandeira de Melo

Sn.1024.Osvaldo Aranha Bandeira de Melo, casou-se com Dulce Amaral de Oliveira. Pais de:

7n.2526. Osvaldo Oliveira B. de Melo 7n.2527. Celso Antônio Oliveira B. de Melo 7n.2528. José Eduardo Oliveira B. de Melo

Sn.1025.Maria Aparecida Aranha B.de Melo, fal. criança.

Sn.1026.José Egídio Bandeira de Melo, advogado, casou-se com Maria Josefina da Lara Fonseca ( Mady).

7n.2529.

7n.2530.

7n.2531.

7n.2532.

Pn.442.Otávio de Toledo Bandeira de Melo, casou-se

com Cecília de Oliveira Law. Pais de:

Sn.1027.George Bandeira de Melo Sn.1028. Elsa Bandeira de Melo Sn.1029.Célia Bandeira de Melo Sn.1030. Zilca Bandeira de Melo

1712

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Sn.1031. Maria Cecília Bandeira de Melo

Pn.443.Alberto de Toledo Bandeira de Melo, casou-se

com Judith Pires Ferreira, família do Piauí. Pais de:

Sn.1032.Aldith Pires Bandeira de Melo Sn.1033.Juberto Pires Bandeira de Melo Sn.1034.Aloísio Pires Bandeira de Melo

Sn.1033.Aldith Pires Bandeira de Melo, casou-se com João

Martins Castelo Branco. Pais de:

7n.2533. Haroldo B. de Melo C. Branco 7n.2534. Helena B. de Melo Castelo Branco 7n.2535.Maria Lúcia B. de M. C. Branco

Sn.1034.Juberto Pires

descendência.

7n.2536.

7n.2537.

7n.2538.

7n.2539.

Bandeira de Melo, casado com

Sn.1035.Aloísio Pires Bandeira de Melo

7n.2540.

7n.2541.

7n.2542.

7n.2543.

Pn.444. Stela de Toledo Bandeira de Melo, casou-se

com seu primo Esperidião Eloi de Barros Pimentel Filho. Sem

sucessão.

1713

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.445. Afonso de Toledo Bandeira de Melo, advogado,

diretor aposentado do Ministério do Trabalho, desempenhou importantes comissões na Europa, representando o Brasil, por várias vezes no Congresso Internacional do Trabalho. Casou-se com Maria Teresa Monteiro de Barros, descendente do Visconde de Congonha e Barão do Piraí. Pais de:

Sn.1036.Arnaldo Barros Bandeira de Melo Sn.1037. Cecília Barros Bandeira de Melo Sn.1038. Geraldo Barros Bandeira de Melo

Pn.446.Álvaro de Toledo Bandeira de Melo, casou-se

com Beatriz Monteiro de Barros de La Tour (filha do diplomata

francês Visconde de La tour e de Elisa Monteiro de Barros, filha da Condessa Monteiro de Barros. Pais de:

Sn.1039.Álvaro José de La Tour B. de Melo Sn.1040. Stela Maria de La Tour B. de Melo

Pn.447.Hugo

solteiro.

de

Toledo

* * *

Bandeira

de

Melo,

fal.

Qn.144.Umbelina Bandeira de Melo, casou-se com o Dr. Esperidião Eloi de Barros Pimentel, de Alagoas.

* * *

Tn.48.FRANCISCO LAUREANO FIGUEIRA DE MELO, casado com sua sobrinha D. Ana Rosalina de Castro, filha

de Vicente de Castro Silva 18 e sua irmã Maria Jerônima Figueira de Melo. Pais de:

18 Vicente de Castro Silva

1714

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Qn.145. Tobias Laureano Figueira de Melo Qn.146. Laureano Figueira de Melo Qn.147. Adelina Figueira de Melo Qn.148. Carmelina Figueira de Melo Qn.149. Filomena Figueira de Melo Qn.150. Maria do Carmo Figueira de Melo Qn.151. Ernestina Figueira de Melo Qn.152. Francisca Figueira de Melo

Qn.145. Tobias Laureano Figueira de Melo, n. em Sobral

(Ce), a 23.06.1842 e fal. a 30.10.1926, no Rio de Janeiro. Ainda muito cedo se transferiu para o Rio de Janeiro, onde se estabeleceu como comerciante. Recebeu o título de Comendador por mérito junto a Santa Sé. Casou-se duas Vezes. A 1ª, em 1871 com D. Umbelina Breves Torres, n. em Mangaratiba (Estado do Rio de Janeiro), a 08.09.1854 e fal. a22.03.1874, filha do Comendador Antônio Torres (natural de Santa Catarina) e de D. Umbelina Josefina Breves, natural de Piraí (Estado do Rio de Janeiro). A 2ª, em 1875, com D. Maria da Cruz Pedrosa, fal. 31.10.1914 norte- riograndense, Natal, filha do major Fabrício Gomes Pedrosa e de D. Maria Pedrosa. Pais de:

Do 1º Matrimônio:

Pn.448. Georgina Figueira de Melo

Do 2º Matrimônio:

Pn.449. Maria Luiza Figueira de Melo Pn.450. Mário Figueira de Melo Pn.451. Alfredo Figueira de Melo Pn.452. Tobias Figueira de Melo Pn.453. Francisco de Paula F. de Melo

1715

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.448. Georgina Torres Figueira de Melo, casou-se no

Rio de Janeiro, com Dr. Ignácio Bueno de Miranda, n. em Campinas, SP, a 16.10.1888 e fal. a 15.12.1932, filho de Francisco Bueno de Miranda e de D. Amélia Alves Bueno. Médico de diversas instituições. Clinicou no Rio de Janeiro até o ano de 1904 quando se transferiu para São Paulo, sendo Diretor- Presidente da Policlínica de São Paulo, quando se deu a sua morte. Pais de;

Sn.1041. Tobías Bueno de Miranda Sn.1042. Beatriz Bueno de Miranda Sn.1043. Franklin Bueno de Miranda Sn.1044. Jorge Bueno de Miranda Sn.1045. Judith Bueno de Miranda Sn.1046. Méssia Bueno de Miranda Sn.1047. Bartholomeu Bueno de Miranda Sn.1048. Ophélia Bueno de Miranda

Sn.1041. Tobias Bueno de Miranda, n. em Paris, França e

fal. pequeno no Rio de Janeiro em 1898.

Sn.1042. Beatriz Bueno de Miranda, n. no Rio de Janeiro,

casou-se em São Paulo com o Dr. Virgílio dos Santos Magno, n. em Santa Rita do Passa Quatro, Advogado e tradutor juramentado, filho do solicitador Virgílio Santos Magno e de D.Ana da Silva e Sá. Pais de:

7n.2544. Haroldo Bueno Magno 7n.2545. Roberto Bueno Magno 7n.2546. Maria Stela Bueno Magno 7n.2547. Paulo Bueno Magno

Sn.1043. Franklin Bueno de Miranda, n. no Rio de Janeiro e

fal. com menos de um an de idade em Campinas (SP).

Sn.1044. Jorge Bueno de Miranda, n. no Rio de Janeiro,

Advogado, residente em Guaranésia - Minas Gerais, onde foi Promotor de

1716

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Justiça, Juiz de Paz e Vereador Municipal (1º Secretário da Mesa da Câmara), casou-se a 30.07.1924, em Belo Horizonte, com D. Alice de Almeida, formada em farmácia, filha do Cel. Pedro Joaquim de Almeida e de D. Francisca Rodrigues de Almeida, família de Barbacena, sendo D. Alice de Almeida, sobrinha do poeta satírico Padre J. Corrêa de Almeida. Pais de:

7n.2548. Maurício Bueno de Miranda,

n. em Belo Horizonte

7n.2549. Yolanda Bueno de Miranda,

n. em Belo Horizonte

7n.2550. Ronaldo Bueno de Miranda,

n. em Belo Horizonte

7n.2551. Bartyra Bueno de Miranda,

n. em Belo Horizonte

Sn.1045. Judith Bueno de Miranda, n. em São Paulo

7n.2552.

7n.2553.

7n.2554.

7n.2555.

Sn.1046. Méssia Bueno de Miranda, n. em São Paulo

7n.2556.

7n.2557.

7n.2558.

7n.2559.

Sn.1047. Bartholomeu Bueno de Miranda, n. em São Paulo,

advogado. foi Oficial de Gabinete dos Interventores do Estado de S. Paulo Dr. Armando Sales Oliveira e Dr. J. Cardoso de melo. Exerceu o cargo de Sub-Procurador Judicial do Estado de S. Paulo. Casou-se em São Paulo, em 10.04.1935 com Sylvia do Amaral, natural de S. Paulo, filha do Dr. Ariovaldo Augusto do Amaral e de D. Luinda da Mota e Silva, naturais do Estado de S. Paulo. Pais de:

1717

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

7n.2560.Maria Sylvia, n. em São Paulo 7n.2561.Carlos Mário, n. em São Paulo

Sn.1048. Ophélia Bueno de Miranda, n. em São Paulo.

7n.2562.

7n.2563.

7n.2564.

7n.2565.

Pn.449. Maria Luiza Bandeira de Melo, casou-se no Rio

de Janeiro, em 17.10.1903, com seu primo Dr. Paulo Sabóia Bandeira de Melo, n. em Sobral (Ce), a 10.01.1872 e fal. no rio de Janeiro, a 26.08.1911, Engenheiro Civil, filho de Dr. João Felipe da Cunha Bandeira de Melo (filho do Major João Pedro da Cunha Bandeira de Melo e de D. Francisca das Chagas Bandeira de Melo) e de D. Joaquina Sabóia Bandeira de Melo (filha do Cel. José Sabóia e de D. Joaquina Figueira de Melo). Pais de:

Sn.1049. Alfredo Paulo Bandeira de Melo Sn.1050. Paulo Sabóia Bandeira de Melo Sn.1051. Maria Bandeira de Melo Sn.1052. Margarida Bandeira de Melo

Sn.1049. Alfredo Paulo Bandeira de Melo, n. em São Paulo,

Engenheiro Civil, residente no Rio de Janeiro, onde se casou a 17.05.1938 com Hanny Stachely, natural de Wappertil, Uberfeld, Alemanha, filha de Frederich Stachely e de Elise Stachely. Sem sucessão.

Sn.1050. Paulo Sabóia Bandeira de Melo, n. Rio de Janeiro.

7n.2566.

7n.2567.

7n.2568.

7n.2569.

1718

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Sn.1051. Maria Bandeira de Melo, n. no Rio de Janeiro,

professora normalista.

7n.2570.

7n.2571.

7n.2572.

7n.2573.

Sn.1052. Margarida Bandeira de Melo, n. na cidade do Rio

de Janeiro, tendo de casado em Aparecida (SP), a 11.03.1940 com Dr. Haroldo Teixeira Valladão, advogado e professor da Universidade do Rio de Janeiro, filho do então Ministro e Professor Dr. Alfredo Vilena Valladão e de D. Maria Isabel Teixeira Valladão.

7n.2574.

7n.2575.

7n.2576.

7n.2577.

Pn.450. Mário Figueira de Melo, advogado em Leme

(SP). Foi Delegado de Polícia na cidade do Rio de Janeiro e depois, Adjunto de Promotor na mesma cidade. Casou-se duas vezes. A 1ª, com D. Alzira Lacerda Abreu, n. em Palmeiras (SP), a 08.10.1904 e fal. a 30.04.1929, filha de Chrispim de Abreu e de Ana Miquelina de Lacerda, naturais de Araras (SP). A 2ª, com D. Amélia de Carvalho Macêdo, n. em São Paulo, filha de Antônio Augusto de Carvalho Macedo Júnior, natural de Minas Gerais (Cocáes) e de D. Francisca de Assis Uriaste, natural de S. Paulo. Sem sucessão nos dois casamentos.

Melo, fal. solteiro, a

10.03.1904, em Leopoldina (MG), quando estudante de engenharia no Rio de Janeiro.

Pn.451.

Alfredo

Figueira

de

Pn.452. Tobias Figueira de Melo, advogado e contador no

Rio de Janeiro. Casou-se em Barbacena, em 26.09.1903 com Querubina

1719

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

de Assis, natural dessa mesma cidade, filha de Venâncio José de Assis e de D. Maria Madalena de Assis, naturais de Barbacena (MG). Pais de:

Sn.1053.Helena Figueira de Melo Sn.1054.Luiz Figueira de Melo Sn.1055.Francisco de Paula F.de Melo Sn.1056.José Tobias Figueira de Melo Sn.1057.Elza Figueira de Melo Sn.1058 Jefferson Tobias Figueira de Melo Sn.1059.Mário Tobias Figueira de Melo Sn.1060.Paulo Figueira de Melo Sn.1061.Maria da Cruz Figueira de Melo

Sn.1053. Helena Figueira de Melo, n. em Leopoldina

(MG). Casou-se a 19.05.1934, com Nuno José da Silva, comerciante, natural de Castanheira de Pêra, Portugal, filho de Francisco José da Silva e de D. Maria Maximiana da Silva, naturais do referido lugar, em Portugal. Pais de:

7n.2578.Maria Maximiana Sylvia, n. B. Horizonte

7n.2579. Maria Helena Filgueira de Melo, n. no Rio

de Janeiro

7n.2580.José Nuno Filgueira de Melo, em São Paulo

Sn.1054. Luiz Figueira de Melo, fal. pequeno, em Belo

Horizonte (MG).

Sn.1055. Francisco de Paula Figueira de Melo, n. em

Barbacena (MG), militar, casou-se a 09.09.1937, no Rio de Janeiro, com D. Manuela da Costa, n. no Rio de Janeiro, filha de Manuel S. Lázaro da Costa e de D. Custódia da costa, ambos de nacionalidade portuguesa. Pais de:

1720

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

7n.2581. Paulo Roberto Figueira de Melo, n. no Rio de

Janeiro.

7n.2582. Hélio Figueira de Melo, n. no Rio de Janeiro

7n.2583 Rogério Figueira de Melo, em São Paulo

Sn.1056. José Tobias Figueira de Melo, n. no Rio de

Janeiro e fal. a 19.03.1929 quando estudante do Colégio D. Pedro II.

Sn.1057. Elza Figueira de Melo, n. em Barbacena (MG).

Professora normalista. Casou-se a 30.12.1941, com o Dr. Mário Barbosa Marques, advogado, filho de João Ferreira Marques Filho e de D. Balbina Barbosa Marques, residem no rio de Janeiro.

7n.2584.

7n.2585.

7n.2586.

7n.2587.

Sn.1058. Jefferson Tobias Figueira de Melo, n. em

Barbacena. Contador.

7n.2588.

7n.2589.

7n.2590.

7n.2591.

Sn.1059. Mário Tobias Figueira de Melo, n. Rio de

Janeiro.

7n.2592.

7n.2593.

7n.2594.

1721

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

7n.2595.

Sn.1060. Paulo Figueira de Melo, fal. quando criança, no

Rio de Janeiro.

Sn.1061. Maria da Cruz Figueira de Melo, n. e fal. com

dois anos, no Rio de Janeiro.

* * *

Pn.43. Francisco de Paula Figueira de Melo, n. no Rio

de Janeiro, a 08.04.1849 e fal. a 12.09.1869.

* * *

Qn.146. Laureano Figueira de Melo

* * *

Qn.147. Adelina Figueira de Melo, casou-se com Antônio

Severino de Melo

* * *

Qn.148. Carmelina Figueira de Melo

* * *

Qn.149. Filomena Figueira de Melo

* * *

Qn.150. Maria do Carmo Figueira de Melo, casou-se com

José Cesário Ferreira Costa, filho de Cesário Ferreira da Costa 19 e de D. Maria Viriato de Medeiros. ( Cit. Pg 140))

19 Cesário Ferreira da Costa

1722

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Qn.151.

Ernestina

* * *

Figueira

de

Melo,

casou-se

com

Antônio Leonel de Vasconcelos. Pais de:

Pn.454.Francisco F. de Melo Vasconcelos Pn.455. Priscila F. de Melo Vasconcelos Pn.456. Paulino Figueira de Melo Pn.457. Clotilde Benvindo de Vasconcelos Pn.458. Maria F. de Melo Vasconcelos Pn.459. Benilde F. de Melo Vasconcelos Pn.460. Filomena F. de Melo Vasconcelos Pn.461. Cacilda F. de Melo Vasconcelos Pn.462. Enedina Figueira de Vasconcelos Pn.463. Antônio F. de Melo Vasconcelos Pn.464 Ernesto F. de Melo Vasconcelos

Pn.454. Francisco Figueira

de Melo Vasconcelos, n.

em Redenção (CE), a 23.06.1883, que foi Diretor da Saúde Pública, em São Paulo.

Pn.455.

Priscila Figueira de Melo Vasconcelos, Irmã

Maria, no Colégio do Matoso, no Rio de Janeiro, onde faleceu.

Pn.456. Paulino Figueira de Melo, n. 10.08.1885

Pn.457.

Clotilde Benvindo de Vasconcelos, casou-se

com seu tio, Luís Benvindo de Vasconcelos.

Pn.458.

Luiza, no Ceará.

Maria Figueira

de Melo Vasconcelos, irmã

Pn.459. Benilde Figueira de Melo Vasconcelos

1723

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.460.

Filomena Figueira

irmã de Caridade, em São Paulo

de Melo Vasconcelos,

Pn.461. Cacilda Figueira de Melo Vasconcelos

Pn.462.

Enedina Figueira

de Vasconcelos, casou-se

com seu primo José Benvindo de Vasconcelos.

Pn.463.

casado em São Paulo.

Pn.464.

Antônio Figueira

de Melo Vasconcelos,

Ernesto Figueira de Melo

Vasconcelos,

casado em São Paulo, onde é Farmacêutico.

* * *

Qn.152. Francisca Figueira de Melo, casou-se com Antônio

Cordeiro Barbosa.

*

* *

Tn.49.MARIA JERÔNIMA FIGUEIRA DE MELO, casou-

se duas vezes. A 1ª, a 04.04.1815 com o Tenente Vicente de Castro e Silva, foi assassinado em Sobral a 03.08.1822 por motivo político, filho do Capitão-mór Antônio José da Silva Castro e de D. Francisca Cordeiro de

Castro. A 2ª, com o Cel. Antônio Viriato de Medeiros, natural de

Paraíba. Pais de:

Do 1º Matrimônio:

Qn.153. José Arcanjo Figueira de Melo

1724

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Qn.154. Francisco Frederico F. de Melo Qn.155. Ana Rosalina Figueira de Melo

Do 2º Matrimônio:

Qn.156.José Peregrino V. de Medeiros Qn.157.João Ernesto Viriato de Medeiros Qn.158. Maria Viriato de Medeiros Qn.159.José Gonçalves V. de Medeiros Qn.160.Trajano Viriato de Medeiros Qn.161.Antônio Viriato de Medeiros Qn.162.Jacinta Viriato de Medeiros Qn.163.Emiliana Viriato de Medeiros Qn.164.Maria Jerônimo V. de Medeiros

Qn.153. José Arcanjo Figueira de Melo, n. a 18.03.1816, casou-se com Guilhermina Figueira de Melo.

* * *

Qn.154. Francisco Frederico Figueira de Melo (Cel.)

Foi o bravo comandante do 26º Batalhão de Voluntários do Ceará, na Guerra do Paraguai. Fortaleza deu seu nome a uma Praça.

* * *

Qn.155. Ana Rosalina Figueira de Melo, casou-se com seu tio Francisco Laureano Figueira de Melo (citado pg

Anterior).

* * *

Qn.156. José Peregrino Viriato de Medeiros (Major),

casou-se com D. Comba Lopes de Alcântara ( Comba Aureliana Forestina da Paz), irmã do Pe. José Sabino Lopes Alcântara, filha de Pedro Lopes de Alcântara 20 e de D. Ana Clara de Alcântara. Pais de:

20 Pedro Lopes de Alcântara

1725

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.465. João Peregrino V`. de Medeiros Pn.466. Antônio Peregrino V. de Medeiros Pn.467. Francisco P. V. de Medeiros Pn.468. Pompílio Viriato de Medeiros Pn.469. Peregrino Viriato de Medeiros Pn.470. Emiliana Viriato de Medeiros Pn.471.Gerviz Carlota V. de Medeiros Pn.472. Ana Viriato de Medeiros Pn.473. Etelvina Viriato de Medeiros Pn.474. Leonôra Viriato de Medeiros

Pn.465.João Peregrino Viriato de Medeiros

Pn.466.

Antônio

Peregrino

Viriato

de

Medeiros,

Alferes voluntário da Guerra do Paraguai, onde morreu combatendo bravamente contra os inimigos da Pátria. Solteiro.

Pn.467.Francisco Peregrino Viriato de Medeiros, n. a

11.11.1876, médico oftalmologista, casou-se com D. Maria Amélia Figueira de Sabóia, filha de Antônio Firmo Figueira Sabóia 21 e de Maria do Livramento Bandeira de Melo. Pais de:

Sn.1062. D. Francisca Viriato de Sabóia, casou-se com

o Dr. Eduardo Tomé de Sabóia. Pais de:

7n.2604. Francisco Viriato Tomé de Sabóia

21 Antônio Firmo Figueira Sabóia

1726

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

7n.2605.Margarida Viriato de Sabóia, casou-se com o jornalista Dr. Jáder de Carvalho.

Pn.268.Pompílio Viriato de Medeiros

Pn.469. Peregrino Viriato de Medeiros

Pn.470. Emiliana Viriato de Medeiros

Pn.471. Gerviz

Viriato de Medeiros, casou-se com

Joaquim Inácio de Miranda, irmão do major Antônio Joaquim Guedes de Miranda.

Pn.472. Ana Carlota Viriato de Medeiros, casou-se a 09.02.1893 com o major Antônio Joaquim Guedes de Miranda,

viúvo de Joaquina Palácio de Miranda.

Pn.473.Etelvina Viriato de Medeiros, inúpta

1727

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.474. Leonôra

Viriato de Medeiros, casou-se com

Vicente Lopes de Araújo, filho de Lopes de Araújo e de Úrsula Francisca das Chagas. Pais de:

Sn.1063.José Assunção Viriato de Medeiros Sn.1064.Japhet (Javan) Viriato de Medeiros Sn.1065.Isa Viriato de Medeiros Sn.1066.Georgina Viriato de Medeiros

* * *

Qn.157. João Ernesto Viriato de Medeiros, n. em

Sobral, a 23.06.1823 e fal. a 27.06.1900, aos 76 anos, no Rio de Janeiro. Doutor em matemática pela antiga Academia Militar e formado em engenharia. Foi Deputado e Senador pela antiga Província do Ceará. Era Cavalheiro da Ordem de S. Bento de Aviz. A seus esforços, aliados aos do Dr. José Júlio de Albuquerque Barros (Barão de Sobral) se deve a construção da Estrada de Ferro Camocim – Sobral. Considerado um grande técnico em assuntos de via-férrea, e como tal dirigiu a Estrada de Ferro Pedro II. Publicou: Dissertação sobre o método dos limites e dos infinitamente pequenos, apresentado para obter o diploma de Doutor em Matemática, 1850; Alegre a Uruguaiana, 1877; Estrada de Ferro de Porto Alegre a Uruguaiana, 1877; Estudos Sobre as Secas do Norte, 1877; Ponderações Sobre a Memória do Dr. Rebouças, 1898; imites Entre o Ceará e o Piauí, 1880; Discurso, 1884. Casou-se no Rio de Janeiro. Casou-se e enviuvou-se sem sucessão.

Qn.158.

José

* * *

Gonçalves

V.

de

Medeiros, n. em

Sobral(CE), a 02.02.1832 e fal. no Rio de Janeiro a 13.08.1896. Formou-se em Direito em São Paulo, indo advogar em Paraíba do Sul. Foi deputado pelo Estado do Rio de Janeiro durante a Constituinte e o 1º Congresso Republicano. Casou-se com D. Sara Del Vechio, natural da Itália. Pais de:

1728

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.475. Armando Viriato de Medeiros Pn.476. Eugênia Viriato de Medeiros Pn.477. Estér Viriato de Medeiros Pn.478. Ernesto Viriato de Medeiros Pn.479. Vasco Viriato de Medeiros

Pn.475. Armando Viriato de Medeiros

Pn.476. Eugênia Viriato de Medeiros, casou-se com o

Dr. Antônio José de Miranda Carvalho, médico, fal. na Paraíba do

Sul. Pais de:

Sn.1067 Everardo Viriato de M. Carvalho Sn.1068. Fernando Viriato de M. Carvalho Sn.1069. Valdemiro Viriato de M. Carvalho Sn.1070. Gilberto Viriato de M. Carvalho Sn.1071. Renato Viriato de M. Carvalho Sn.1072. Sara Viriato de M. Carvalho

Pn.477. Estér Viriato de Medeiros

Pn.478. Ernesto Viriato de Medeiros, casou-se com D.

Isabel Passos, filha de Nicolau Antônio Passos 22 e Madalena Verneck de Carvalho Passos. Pais de:

Sn.1073. Osvaldo Passos

Viriato

de Medeiros,

casou-se com Maria Inocência Viriato de Medeiros. Pais de:

7n.2605.Iza Viriato de Medeiros 7n.2606.Edi Viriato de Medeiros 7n.2607.Ernesto Viriato de Medeiros 7n.2608.Nilton Viriato de Medeiros

22 Nicolau Antônio Passos

1729

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

7n.2609.Aguinaldo Viriato de Medeiros

7n.2605.Iza Viriato de Medeiros

7n.2606.Edi Viriato de Medeiros

7n.2607.Ernesto Viriato de Medeiros

7n.2608.Nilton Viriato de Medeiros

7n.2609.Aguinaldo Viriato de Medeiros

Pn.479. Vasco Viriato de Medeiros

Qn.159.Trajano

* * *

Viriato

de

Medeiros

(Desembargador), casou-se com D. Cândida Sabóia, filha do Cel. José Sabóia de Albuquerque 23 e de sua mulher D. Joaquina Figueira de Melo. Pais de:

23 Cel. José Sabóia de Albuquerque, n. a 06.08.1871 na cidade de Sobral (CE) e fal.

a 26.04.1950, filho do abastado empresário Cel. Ernesto Deocleciano de Albuquerque e de D. Francisca Saboya Figueiredo de Albuquerque. Fez os estudos iniciais na sua terra natal com os professores Emiliano e Vicente Ferreira da Arruda, os mais eruditos educadores da época. Realizou estudos preparatórios em Fortaleza, findos os quais iria matricular-se na Academia de Direito do Recife, on de formou-se a 19 de setembro de

1891.

1730

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Ainda estudante exerceu a Promotoria e, mais tarde, o cargo de Juiz Substituto de Sobral de 2-5-1892 a 14-8-1899, quando foi promovido a Juiz de Direito da Comarca, cargo que desempenhou com sapiência e dignidade, muita fibra e nobreza moral, até 26 de setembro de 1935. José Saboya por sua retidão comprovada no exercício do honroso cargo, jamais experimentou o dissabor e a amargura de ver uma de suas sentenças revogadas ou condenadas pelo Tribunal de Justiça do Estado, um fato verdadeiramente admirável e mui consagrador para a história do seu apostolado na Justiça. Em setembro de 1935, vítima das perseguições políticas de seus poderosos adversários que exerciam o comando da Liga Eleitoral Católica do Estado, José Saboya de Albuquerque era injustamente aposentado de suas elevadas funções, num ato

considerado espúrio e revoltante que macularia a integridade e a nobreza do Tribunal de Justiça, na época.

O Dr. José Saboya de Albuquerque casou-se a 30 de novembro de 1893, com

D. Maria da Soledade Pessoa de Saboya, filha do Dr. Francisco de Paula Pessoa Filho,

notável médico de alta projeção, e filho do famoso Senador Francisco de Paula Pessoa, considerado um dos mais eminentes políticos do Ceará e o homem de maior patrimônio neste Estado. Nobre casal teve 7(Sete) filhos: Francisco (falecido), Evangelina, Francisca, Maria da Soledade, Ernesto, Pudenciana e Lúcia ( fal. em tenra idade).

A ilustre descendência do Dr. José Saboya de Albuquerque ocupou destacada relevância

na vida social e política do nosso Estado, notadamente o Dr. Ernesto Saboya de Albuquerque que se elegeu várias vezes Deputado Federal pelo Ceará tendo prestado assinalados serviços ao nosso Estado sendo-lhe promissoras perspectivas para o seu

desenvolvimento e progresso. Os seus projetos apresentados à Câmara Federal foram

sempre acolhidos com entusiasmo e satisfação, especialmente o que determinou a criação da Comissão de Desenvolvimento da Ibiapaba vários anos, isto é, enquanto perdurou a sua existência.

O Dr. José Saboya de Albuquerque ao afastar-se da magistratura do Estado,

depois de haver sido convidado para ocupar a Presidência do Tribunal de Justiça do Ceará, passou a dedicar-se aos negócios da firma Ernesto Deocleciano de Albuquerque, herança do seu saudoso pai. E comandando as atividades da indústria de tecidos da “Fábrica de Tecidos Sobral”, a pioneira no gênero, no interior do Estado, fundada e instalada por seu progenitor no ano de 1895, conseguiu sucessos crescentes. Importou máquinas modernas da Inglaterra e Suíça, vantagens não apenas para a firma proprietária, mas sobretudo para a zona norte do Estado. A progressista indústria foi modelarmente organizada energizada, passando a fornecer energia elétrica não apenas para a cidade de Sobral, mas também outros catorze municípios da região, o que representava fato surpreendente para a vida e o progresso das comunas cearenses beneficiadas. A indústria tornava-se o maior mercado de empregados para a zona norte do Estado e a única absorvente da produção de algodão que se produzia na região, o que facultava a certeza

de desenvolvimento para todos. Como militante político desde o seu afastamento do exercício da magistratura,

o Dr. José Saboya tornou-se o mais proeminente dos líderes atuantes do Estado. De sua

mansão saíram muitas vezes as decisões políticas que norteariam o Governo Estadual, comprovando com certeza a imensa visão e o grande prestígio que desfrutava entre os próceres dos partidos estaduais que o consideravam além de chefe, um conselheiro da melhor envergadura e tirocínio.

1731

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.480.Maria Sabóia Viriato de Medeiros,

n. 09.11.1861

Pn.481. Alberto Sabóia V. de Medeiros,

n. a 13.06.1863

Pn.482. Ana Sabóia Viriato de Medeiros,

n. a 24.01.1872

Pn.483. Trajano Sabóia V. de Medeiros,

n. a 06.05.1865

Pn.484. Cândida Sabóia V. de Medeiros,

n. a 25.02.1867

Dr. José Saboya participou tenazmente da campanha eleitoral ocorrida no ano de 1934 para as eleições de governador e deputados, numa batalha disputada entre a Liga Eleitoral Católica (LEC) e o Partido Social Democrático, na defesa do Governo. A Liga (LEC) usou de uma campanha aberta e intempestiva contra as facções que, segundo ela, tinha simpatia pela ala socialista acoimada de “comunista”e iniminga de Deus. Para um povo sumamente despolitizado, sem nenhuma conscientização dos princípios democráticos mais simples e mais justos, a pedra de toque que explorava e abusava da incipiente formação cristã da comunidade foi a bandeira da vitória dos falsos católicos. José Saboya perdeu as eleições por dois votos na Assembléia Constituinte do Estado, embora elegesse uma maioria esmagadora para a Câmara Federal e Assembléia do Estado. E sofria ainda a amargura e a decepção de uma aposentadoria espúria que lhe impunham os adversários. Em 1947, no entanto, os papéis se inverteram inteiramente. O partido político comandado por José Saboya e Fernandes Távora teve vitória estrondosa nas urnas, elegendo o Desembargador Faustino de Albuquerque para o Governo do Estado e todos os seus candidatos à Câmara Federal e Assembléia Legislativa do Estado. O seu ilustre genro Dr. Plínio Pompeu Saboya Magalhães obteve uma consagradora maioria que lhe abria as portas do Senado, e ainda cinco deputados federais foram eleitos e mais um elenco de deputados que formava um terço da Assembléia Legislativa. José Saboya de Albuquerque jamais pensou em candidatar-se para qualquer

cargo eletivo, tendo renunciado a todos os convites que lhe foram apresentados tanto para

(Apud Feitosa,

o Governo Estadual como para uma vaga no Senado da República

Januário Alves; Eméritos Cearenses que honraram a nossa história- (Biografia)., 1994,

pg 112).

1732

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.481. Alberto Sabóia V. de Medeiros, n. em Recife, a

13.06.1863, casou-se a 30.11.1889, em Corumbá, com D. Florência Agostinha Fuzeta, n. em 1874, em Corumbá (Mato Grosso),. Pais de:

Sn.1074.Alberto Sabóia V. de Medeiros Sn.1075 Carlos Sabóia V. de Medeiros Sn.1076. Eduardo Sabóia V. de Medeiros Sn.1077. Fernando Sabóia V. de Medeiros Sn.1078. Mário Sabóia V. de Medeiros Sn.1079. Mercêdes Sabóia V. de Medeiros

Sn.1074.Alberto Sabóia Viriato de Medeiros, n. no Rio

de Janeiro, a 02.02.1891, casou-se com D. Maria Fernandes de Matos Pimenta, n. em Campos (RJ), a 05.01.1891, filha de Francisco José de Matos Pimenta. Pais de:

7n.2611.Carlos Alberto Viriato de Medeiros 7n.2612.Arnaldo Viriato de Medeiros 7n.2613.Otávio Viriato de Medeiros

* * *

Qn.160. Antônio Viriato de Medeiros, fal. em 1863. Casou-se duas vezes. A 1ª, com D. Antônia Joaquina Rodrigues. A 2ª, com sua prima D. Mariana Augusta Bandeira de Melo, filha do

major João Pedro da Cunha Bandeira de Melo 24 e de Francisca das Chagas Bandeira de Melo.

Do 1º Matrimônio: Sem sucessão.

Do 2º Matrimônio:

Pn.485 Antônia Viriato de Medeiros

24 João Pedro da Cunha Bandeira de Melo

1733

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Pn.285 Antônia Viriato de Medeiros, casou-se com

Domingos Ferreira da Ponte, filho de Manoel Ferreira da Ponte 25 e de Isabel Maria da Conceição (filha de Raimundo Francisco das Chagas e de Ana Severina de Melo). Pais de:

Sn.1080. Edgar Ferreira da Ponte Sn.1081. Cleto Ferreira da Ponte Sn.1082. Esdras Ferreira da Ponte Sn.1083. Alda Ferreira da Ponte Sn.1084. Clotilde Ponte Frota Sn.1085. Sibila Ponte Frota Sn.1086. Zoe Ponte Frota

Sn.1080. Edgar Ferreira da Ponte, casou-se a 15.

09.1923, em Viçosa do Ceara, com Margarida Albuquerque Ponte,

filha de Vicente Ferreira de Albuquerque 26 e de Domitila Coelho de Albuquerque. Pais de:

7n.2614.Stela Ponte Soares 7n.2615.José Albuquerque Ponte 7n.2616.Zélia Ponte Pinho 7n.2617.Fernando de Albuquerque Ponte 7n.2618.Zuíla de Albuquerque Ponte 7n.2619.Vicente de Albuquerque Ponte 7n.2620.Domitila de Albuquerque Ponte 7n.2621.Rita de Albuquerque Ponte

Ponte Soares, casou-se com Carlos

Parente Soares, filho de José Pedro Soares 27 e de Raimunda Soares. Pais de:

7n.2614. Stela

25 Manoel Ferreira da Ponte

26 Vicente Ferreira de Albuquerque

27 José Pedro Soares, filho de Rafael Arcanjo Soares e de Maria José Soares, casou-se a 20.05.1911 com Raimunda Parente Soares, filha de José Cândido Gomes Parente e de

1734

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

8n.3348. Zélia Ponte Soares, casou-se com

8n.3349.José Carlos Ponte Soares, casou-se com Maria de Fátima . Pais de:

9n.155. Bruno Ponte Soares 9n.156. Carla Ponte Soares 9n.157. Stela Ponte Soares

8n.3350. Margarida Ponte Soares

8n.3351. Stela Ponte Soares

7n.1615. José Albuquerque Ponte, casou-se com

Pais de:

Glanda.

8n.3352. César Ponte 8n.3353. Mauricio Ponte (gêmeo) 8n.3354. Marcelo Ponte (gêmeo) 8n.3355. Mauna Ponte

7n.2616. Zélia Ponte Pinho, casou-se com Hugo Pinho,

funcionário do Banco do Brasil. Pais de:

8n.3356. Eliana, casada 8n.3357.Giovana, casou-se com Fernando Barroso 8n.3358. Fernanda

7n.2617. Fernando de Albuquerque Ponte, casou-se com

Margarida. Pais de:

8n.3359. Fernando de Albuquerque Ponte Filho

7n.2618. Zuíla de Albuquerque Ponte, Inupta

Cesarina Ferreira Gomes Parente ( Apud Araújo, Sadoc; Cronologia Sobralense, Vol V, pg 11).

1735

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

7n.2619. Vicente de Albuquerque Ponte, casado

7n.2620. Domitila de Albuquerque Ponte, casou-se com

Airton Vieira Alves, funcionário público, fal. a 09.10.1992. Pais de:

8n.3360 . Daniel Ponte Alves

7n.2621 . Rita de Albuquerque Ponte, inupta.

* * *

Ponte, casou-se a

15.04.1931, com Mirian Coelho de Vasconcelos, filha de Francisco Leon de Vasconcelos 28 e de Julieta Coelho de Vasconcelos. Pais de:

Sn.1081.

Cleto

Ferreira

da

7n.2621.Francisco Amaury da Ponte 7n.2622.Analdira Vasconcelos da Ponte 7n.2623.Luísa Vasconcelos da Ponte 7n.2624.Maynardo Vasconcelos da Ponte

7n.2621. Francisco Amaury Ponte, funcionário público

7n.2622. Analdira da Ponte Linhares, n. a 19.08.1935,

casou-se a 11.02.1952 com José Maria Ribeiro Linhares, n. a 06.11.1930, filho Vicente de Maria Arruda Linhares 29 e de Raimunda Ribeiro Linhares. Pais de:

8n.3361.Fátima Maria Linhares Bastos

28 Francisco León de Vasconcelos, filho de Joaquim Hermano de Vasconcelos e de Teresa Carolina de Vasconcelos, casou-se a 14.11.1903 com Júlia Olindina Coelho, filha de Francisco Raimundo do Monte Coelho e de Isabel Armênia Coêlho (Apud Araújo, Sadoc; Cronologia Sobralense, Vol IV, pg 254).

29 Vicente de Maria Arruda Linhares, n. a 16.02.1903 em Sobral (CE), filho de Manoel Alves Linhares e de Maria da Conceição Arruda Linhares, casou-se a 07.04.1929 com Raimunda Nonata Ribeiro de Oliveira Linhares, n. a 10.04.11908 em Reriutaba (CE), filha de Hildebrando Ribeiro de Oliveira e de Maria Memória da Costa ( Apud ARRUDA, F.A.V.; Genealogia Sobralense, Vol III, Os Arrudas, pg 78).

1736

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

8n.3362.Sandra Maria Linhares Mesquita 8n.3363.José Haroldo Pontes Linhares 8n.3364.Jose Sérgio Pontes Linhares 8n.3365.José Luciano Pontes Linhares 8n.3366.José Tácito Pontes Linhares 8n.3367.José Rômulo Pontes Linhares 8n.3368.Alexandre Pontes Linhares

8n.3361. Fátima Maria Linhares Bastos, n. a 28.11.1952,

casou-se com Iran Bastos e Silva. Pais de:

9n.158. Kelvya Linhares Bastos, n. a 30.07.1974 9n.159 .Kercio Linhares Bastos, n. a 17.11.1977 9n.160. Kellen Linhares Bastos, n. a 30.11.1979

a

24.06.1954, funcionária do Banco do Brasil, casou-se com Francisco Cyro Mesquita, n. a, funcionário do Banco do Brasil. Pais de:

8n.3362.

Sandra

Maria

Linhares

Mesquita,

n.

9n.161. Érica Linhares Mesquita, n.a 11.03.1985

8n.3363 . José Haroldo Pontes Linhares, n. a 09.07.1955

em sobral. Formado em Agronomia, pela Faculdade de Agronomia do Ceara, casou-se com Shirley Barrocas Linhares, formada em Direito, filha de Haroldo Barrocas e de Vilma Lopes Barrocas. Pais de:

9n.162.José Haroldo Pontes Linhares Filho, n.a 15.05.1982 9n.163. Juliana Barrocas Linhares, n. a 20.05.1985 9n.164. Daniel Barrocas Linhares, n. a 22.01.88

8n.3364. José Sérgio Pontes Linhares, n. a 19.03.1957,

formado em Direito, casou-se a 22.01.1982 com Marilac Rios Linhares, n. a 19.09.1957, funcionária da Coelce, filha de Manoel Itamar Rios 30 e de Lindalva Feijão Rios. Pais de:

30 Manoel Itamar Rios

1737

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

9n.165.Camila Rios Linhares, n. a 18.08.1982 9n.166.José Sergio Pontes Linhares Filho, n. a 31.01.1984 9n.167. Naiana Ponte Linhares, n. a 04.10.1992

8n.3365 . José Luciano Pontes Linhares, n. a 03.10.1958,

formado em Engenharia Elétrica, casou-se com Helda Emilia Arruda Linhares, formada em odontologia, filha de Luciano Arruda Coelho 31 e de D. Maria do Carmo Carvalho Arruda Coelho. Pais de;

9n.168. Esdras Arruda Linhares 9n.169 . Luciana Arruda Linhares 9n.170. Renan Arruda Linhares

8n.3366.

José Tácito Pontes Linhares, n.a 08.01.1962,

comerciante, de uma união teve:

9n.171. Ana Lívia Silva Linhares

8n.3367. José Rômulo Pontes Linhares, n. a 03.01.1963,

formado em Agronomia , n. a 03.01.1963, comerciante, casou-se com

Maria das Graças Nunes Linhares, filha de José de Sousa Nunes e

de Eliana Linhares Nunes. Pais de:

9n.172. José Rômulo Pontes Linhares Filho, n. a 15.05.1990 9n.173 . Isabelle Linhares Ponte, n. a 29.06.1993

8n.3368. Alexandre Pontes Linhares, n.a 09.10.1965,

formado em Direito, casou-se a 09.10.1991 com Kátia Cavalcante, filha de Milton Cavalcante 32 e de Hossana Cavalcante. Pais de:

31 Luciano Arruda Coelho, Advogado, formado pela Universidade Federal do Ceará, Promotor Público, filho do Dr. José Clodoveu Arruda Coelho e de Carmen Bentes.

( Apud

Casou-se com Maria do Carmo Carvalho Arruda Coelho, filha de ARRUDA, F.A.V.; Genealogia Sobralense, Vol III, Os Arrudas, pg 30).

32 Milton Cavalcante

1738

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

9n.174 . Thales Cavalcante Linhares, n. a 09.04.1992

7n. 2623 . Luisa Vasconcelos Ponte, funcionária pública

a

02.06.1939 e fal. a 26.01.1993, funcionário público e radialista, casou-se

a com Elisabeth Ribeiro da Ponte, filha de José Ribeiro de Lima 33 e

de Maria do Carmo de Lima. Pais de:

7n.2624

Maynardo

Vasconcelos

da

Ponte,

.

n.

8n.3369. Elinardo Ribeiro da Ponte, casou-se com

Alexandra Brito da Ponte, filha de Félix Parente Brito (Baticara) 34 e

de Aleuda Maria Parente Furtado.

8n.3370.José Odranyam Ronald Ribeiro da Ponte,

n. a 08.01.1967, em Sobral (CE). Casou-se em Sobral (CE) a 19.03.1994, com Rejane Marques de Lima Ponte, n. a 10.11.1972, filha de Antônio Vidal de Lima e de Genisa Marques de Lima. Pais de:

9n.

9n.

.

.

Sn.435. Esdras Ferreira da Ponte, casou-se duas vezes.

A 1ª, a 17.10 1932, com Luisa Duarte Ponte, filha de Henrique

Severino Duarte 35 e de Heronides Pimentel. A 2ª a 07.05.1937, em Granja, com Maria Onede Cruz, filha de Francisco Dias da Cruz e de Francisca Cavalcante Dias. Sem sucessão.

Sn.1082. Alda Ponte Frota, casou-se a 09.02.1918 com Raimundo Frota Cavalcante, n. a 11.02.1888 e fal. de paratifo a

33 José Ribeiro de Lima

34 Félix Parente Brito (Baticara), n. a 16.04.1941 e fal. em Rio Branco- Acre, a 23.12.1982, filho de Edson Sousa Brito (filho de Félix de Brito Paranaguá e de Eva Maria de Sousa), e de Regina Mendes Parente. Casou-se com Aleuda Maria Parente Furtado, filha de José Cavalcante Furtado e de Margarida Parente Furtado (Apud Arruda, F. A.V. – Genealogia Sobralense – Vol II; Os Gomes Parente, Tomo II, pg 456).

35 Henrique Severino Duarte

1739

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

26.03.1933, filho de Joaquim Lopes Cavalcante 1 36 e Teresa Cristina Frota. Pais de:

7n.2625.Maria Stela Frota Cavalcante 7n.2626.Maria Albênia Frota 7n.2627.Mirtes Frota Cavalcante 7n.2628.Teresinha Frota Cavalcante 7n.2629.Francisco Joaquim Frota 7n.2630.José Ribamar Frota 7n.2631.Luciano Frota Cavalcante

7n.2625. Maria Stela Frota Cavalcante, casou-se com Gerardo Freire Correia Lima. Pais de:

8n.3370. Alda Maria Cavalcante Correia Lima 8n.3371. Cila Cavalcante Correia Lima 8n.3372. Raimundo Cavalcante Correia LIma

7n.2626. Maria Albênia Frota, casou-se a 06.07.1946 com

José Gerardo Sales Linhares, filho de João Maria Linhares 37 e de Maria José Sales.Pais de:

8n.3373. Maria das Graças

36 Joaquim Lopes Cavalcante, nasceu na Meruoca a 13.03.1841 e fal. a 19.03.1921, filho de Antônio Lopes Freire e de sua segunda mulher Mariana Francisca Frota Cavalcante, casou-se a 25 de novembro de 1871, com sua prima Teresa Cristina da Frota, n. a 15.10.1853 e fal. em Fortaleza a 14.11.1940 e foi sepultada em Sobral, filha de Antonino Frota Vasconcelos e de Ana Joaquina de Meneses ( Apud José Padre Gentil da Frota; Os Frotas- Esbôço de Genealogia, pg 494)

37 João Maria Linhares, n. em Sobral (CE) a 15.10.1881e fal. na mesma cidade a 25.03.1966. Comerciante de Chapéus de Palha e outra s atividades comerciais da época. Foi um dos pioneiros de Chapéus de Palha em Sobral. Prefeito de Massapê. Casou-se duas vezes em Sobral (CE). A 1ª, núpcias com Maria José Sales (Doninha), n. em Acaraú e fal. em Sobral (CE), filha de Antônio Ferreira Sales e Francisca Dias Sales. A 2ª, a 02.12.1936 com Maria Benedita Dias Linhares, n. a 21.04.1909 e fal. a 30.05.1980, em Sobral (CE), filha de Gabriel Dias de Carvalho e de Cândida Sales Dias de Carvalho (Apud Arruda, F. A.V.- Genealogias Sobralense, Vol III; Os Arrudas, pg 68).

1740

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

8n.3374. Raimundo Frota

a

24.05.1941 com Valdir Viana Barbosa , filho de Raimundo Batista Barbosa 38 e de Maria Viana Barbosa. Pais de:

7n.2627.

Mirtes

Frota

Cavalcante,

casou-se

8n.3375. Valdemirtes Barbosa Cavalcante 8n.3376 . Valmirtes Barbosa Cavalcante 8n.3377 . Valirtes Barbosa Cavalcante

7n.2628.Teresinha Frota Cavalcante, casou-se com Pedro Ferreira de Sousa. Pais de:

8n.3378. Francisca Maria Cavalcante de Souza 8n.3379. Francisco José Cavalcante de Souza 8n.3380. Pedro Cavalcante de Souza 8n.3381. Johnson Cavalcante de Souza

7n.2629. Francisco Joaquim Frota, casou-se a 31.10.1957

com Raimunda Suzana Eufrásio, natural de Ubajara, filha de Luís Eufrásio de Oliveira 39 e de Francisca Rodrigues Silva. Pais de:

8n.3382. Francisco Joaquim Frota Filho 8n.3383. Francisco Luizito Frota 8n.3384. Claudia Frota 8n.3385. Enna Frota

7n.2630. José Ribamar Frota, casou-se com Maria da

Glória

7n.2631. Luciano Frota Cavalcante, fal. aos 6 anos de

idade

* * *

38 Raimundo Batista Barbosa

39 Luís Eufrásio de Oliveira

1741

Genealogia Sobralense , Vol IV Os Ferreira da Ponte Tomo X

Sn.1083. Clotilde Ponte Frota, casou-se a 11.02.1911 com

Antônio Rodrigues Lima Frota (Neto), filho Francisco Gomes

Frota Júnior 40 e de Ângela Maria da Frota. Pais de:

7n.2632. Francisco Ponte Frota 7n.2633.José da Ponte Frota 7n.2634. Iracema Ponte Frota 7n.2635. Lair Ponte Frota 7n.2636. Eduardo Ponte Frota 7n.2637. Maria Ponte Frota 7n.2638. Antônia Viriato Ponte Frota 7n.2639. Valderi Ponte Frota, solteiro 7n.2630. Teresa Ponte Frota 7n.2631. Ângela Ponte Frota

7n.2632. Francisco Ponte Frota, casou-se com Nadege

de Assis, do Rio de Janeiro. Residem em Jacarepaguá. Pais de:

8n.3386. Sigmar Assis Frota, solteira 8n.3387. Wantuil Assis Frota, c.c. Elvira.

7n.2633. José da Ponte Frota, fal. aos 18 anos de idade

7n.2634. Iracema Ponte Frota, fal., foi 1ª mulher de

Jocelyn Mendes Carneiro, filho de Antônio Mendes Carneiro 41 e de Maria Leoncina de Andrade (Jocelyn c. depois com outra irma, Teresa). Pais de:

8n.3386. José Lírio

Maria do Socorro Ponte. Pais de:

Mendes, fal. casou-se com