Você está na página 1de 3

fotos celebrities

como essas pessoas nos impressionam/atraem?


o que representam? Felicidade/segurança/realização/poder/independência
o qto queremos imitar/ser igual
quem vc esta seguindo/imitando/desejando
quais modelos te impressionam

quem te inspira? quem vc quer se tornar/ser?


qual o seu sonho/o que tem consome/atrái/mobiliza suas energias/prioridades/criatividade?

A pergunta mais importante:


Quem você está seguindo?(todos estao seguindo/desejando/imitando alguém)
Quem é teu mestre?

Proposta/missão/chamado de Jesus:
No meio de tantos apelos sedutores, Jesus nos a nos engajar ativamente no processo de fazer dele
nosso Mestre. Jesus. Discipulado.

Mt.16.24-26
“Se alguém quer me seguir, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me; pois, quem quiser
salvar a sua vida vai perdê-la; mas quem perder a sua vida por amor de mim, vai encontrá-la”.

Renunciar do tudo o que significa EU... completamente loucura. É o que


somos/respiramos/sentimos/pensamos… YES!
individualismo: minha vontade/identidade/sucesso
materialismo: minhas coisas/minha segurança/meu status
hedonismo: meu conforto/meu prazer/meu futuro

3 indicadores que estou no processo do discipulado : Renúncia. Submissão.


Obediência.

1.Renuncia: a cruz: entregar minha vida. HOJE

Quando Jesus diz que devemos perder nossa vida para encontrá-la, está nos ensinando que não
devemos fazer de nós e da nossa sobrevivência o principal ponto de referencia no mundo. Ou seja,
não devemos tratar de nós como achamos que Deus deveria ter tratado.

Tornar minha vontade suprema nos levará à toda desgraça que vemos ao nosso redor. Mas
abandonar o projeto de ser o ponto principal da minha vida – se eu perder minha vida em favor da
vida de Deus – ou por causa do que Jesus está fazendo na terra – então acharei vida.
Somente assim seremos livres da mentida, da falsidade, do engano, da malícia, da ganância.

Portanto – e isso é de extrema importância para os que iniciam o processo de seguir Jesus – a vida,
como normalmente é entendida, cujo objetivo é garantir a si mesmo, promover a si mesmo,
favorecer a si mesmo, deverá ser deixada de lado. Abandonada, morta. Esquecida. Sua vontade,
seus planos, suas metas, seus projetos - você - não terá mais valor mas a vontade de Deus. Seu
projeto de vida deve ser abandonado.

Jesus está dizendo que aqueles que ainda tem dúvida, que estão inseguros, confusos, divididos, que
não estão convencidos de forma genuina de que a única vantagem na vida é se render a Jesus e à
sua causa - abandonar tudo o que ama para ele e por ele - não podem aprender o que Jesus quer
ensinar.

Noutra palavras, não podem ser como Jesus. Não é possível ser renovado, ser transformado.
Morrer para si é entregar seu espírito – sua vontade – aos cuidados de Deus. E ser agente da Sua
vontade. Do Seu Reino.

Essencialmente a loucura que Jesus tá dizendo é: você tem que renunciar o que quer, quando quer
e como quer. Alguém ainda quer ser discípulo?
Até o ponto de que não conseguir o que quero já não me surpreende, não me ofende e não tem
qualquer controle sobre mim.

Apenas os que morreram para si tem o caráter de Cristo, e não são controlados pelo pensamento,
pelo sentimento ou pela ação da auto-exaltação ou pela vontade de fazer seu próprio caminho, mas
são controlados pelo amor a Deus e ao próximo.

Jo.12.24-25
Aquele que ama a sua vida vai perdê-la. Aquele que abandona sua vida, vai receber a vida
eterna.”

2.Submissão: cristos kurios x cezar kurios/jesus ou o império


império/poder/riqueza. quem é seu senhor? no íntimo, a quem vc serve?
individualismo: cultuamos a independência/autonomia/minha vontade, meu mundo, meu
império: queremos ser originais/individuais/unicos/individuais. Unico. Especial.

discipulo: estar voluntariamente sob autoridade de Jesus


implicacão: estar submissão à Cristo = submisso ao Corpo de Cristo
"não gosto dessa igreja, ela nao me serve. ela não é legal..."
Deve estar havendo um engano.

o que vc procura numa igreja?


bom prédio com cadeiras confortáveis, estacionamento espaçoso/programas
legais/bastante gente bonita...

implicação: minha submissão a Cristo tem que ser traduzida na submissão ao


Corpo de Cristo.

Fp.2.5-8
"Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus", "antes a si mesmo
se esvaziou"... "a si mesmo se humilhou", "tornando-se obediente até a morte, e morte de
cruz"

Fp 2:3
“com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo.”

Ef. 5:21
“sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.”

igreja: ESSÊNCIA: grupo de amigos/irmãos que - voluntariamente estão comprometidos/


submetidos um com o outro a se ajudarem a ser discípulo. Sem submissão não há discipulado.
O corpo de Cristo tem autoridade do Cabeça sobre minha vida.

quem tem autoridade sobre minha vida?


Pare pra pensar: a quem eu dei autoridade sobre minha vida?
A quem eu sou submisso para que cuide da minha alma?

Há uma aliança (ceia): um compromisso contigo até ver Cristo ser formado em
você! PENSE!
quem luta pela sua alma? para que as crostas de egoísmo/avareza/orgulho/
luxuria/ódio/maledicência/indiferença sejam destruídas?

G.4.19
“sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós”.

Existe…
alguem que eu conto a verdade - toda a verdade
alguem que pergunta a verdade
que me ama/se interessa/se importa/se compromete
alguem que se compadece, que vê Jesus através de toda sujeira/medo/pecado
alquem que me fala a verdade

Na real: qual o compromisso/aliança que existe entre nós e entre Cristo? Qual a
submissão entre o Corpo e o Cabeça?
nao há compromisso/nao estamos na caminhada, na jornada
não estou engajado contigo/sua história/seus medo/seus fracassos
Se eu não tenho ninguém lutando comigo pela minha alma, eu estou só.
Se eu não estou submisso a Cristo e ao Corpo de Cristo (nome/cara/endereço),
fora do Corpo de Cristo
Se tivermos sorte, poderemos ter uma boa religião.

3.Treinamento para Obediência (x hedonismo: o culto ao conforto/segurança)


quando saimos da jornada?
quando paramos de aprender?
quando deixamos de ser discipulos?
quando paramos de treinar
quando criamos uma religião baseada em prédios/estruturas, programas/
shows, pessoas/multidões
quando contratamos profissionais para fazer o programa acontecer

começamos seguir Jesus, terminamos usando Jesus


como todos na sociedade, voltamos a viver em função do
individualismo/materialismo/hedonismo

Disciplinas Espirituais: caminho para redescobrir o discipulado


Processo diário, lento, doloroso de treinar o meu corpo (viciado no reino desse mundo)
para se conformar ao Reino de Deus através de determinados exercícios/práticas:
oração/meditação/confissão/solitude/silêncio/serviço/jejum/Shabat

Voluntariamente (eu quero!) eu tomo a decisão de me engajar no processo de treinamento


DIÁRIO, junto com outros irmãos compassivos aos quais me submeto para me confrontarem,
encorajarem num contexto de segurança (3G’s)

Essa é a melhor decisão que eu poderia tomar na vida. E meus amigos são poderosamente
atraídos pelas evidência na minha vida a se angajar também. Essa é a vida eterna.

As portas do inferno não vão prevalecer contra ESSA Igreja. Essa é a Igreja de Jesus.

AVALIE: sou discípulo? estou aprendendo a ser como Jesus?


• Quero mesmo renunciar/entregar todos os meus sonhos/planos/desejos/medos/preocupações com essa
vida e com o futuro (e o futuro dos meus filhos) para que Jesus cuide?
• estou disposto a sacrificar meu individualismo e submeter minha vida à autoridade de Cristo e do Corpo de
Cristo?
• Quero mesmo reorganizar meus valores/prioridades afim de colocar em primeiríssimo lugar o
processo de treinamento através das DEspirituais?
O próprio entendimento do que significa realmente ser discípulo só acontece quando nos engajamos
no treinamento para SER um discípulo