Você está na página 1de 4
Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP Campus Diadema Lista 5 – Química Analítica Quantitativa

Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP

Campus Diadema

Lista 5 – Química Analítica Quantitativa 2013 – Farmácia e Bioquímica

Titulação de oxidação-redução

1. Defina volumetria de oxirredução e dê exemplos (no mínimo 3).

2. Em qual técnica, iodimetria ou iodometria, o indicador goma de amido não é adicionado até um

pouco antes do ponto de equivalência? Por quê?

3. Sugira uma maneira por meio da qual uma solução de KIO 3 poderia ser empregada como fonte

de quantidades conhecidas de I 2 .

4. Em muitos casos, a identificação do ponto final de uma titulação redox é obtida com a ajuda de indicadores apropriados, conhecidos como indicadores verdadeiros. Fale sobre estes indicadores e dê exemplos.

5. Quais são as fontes de erros na iodometria e na iodimetria?

6. O permanganato é um padrão primário? Justifique. Por que as titulações com permanganato

são autoindicadoras?

7. Descreva cada um dos termos: a) potenciais de eletrodo; b) equação de Nernst; c) ponte salina.

8. Sob quais circunstâncias uma curva de titulação redox é assimétrica ao redor do ponto de

equivalência?

9. Descreva como você prepararia 2,0 L de uma solução 0,0100 mol/L de KMnO 4 . Se o KMnO 4 for

padronizado contra o padrão primário Na 2 C 2 O 4 e você quiser empregar entre 30,00 e 45,00 mL do titulante, que faixa de massas do padrão primário você deve pesar?

10. Complete e faça o balanceamento das seguintes equações de oxirredução usando o método

de semi-reações:

A) Meio ácido:

a.1) Cu (s) + NO 3 - (aq)

A) Meio ácido: a.1) Cu (s) + NO 3 - (aq) Cu 2 + (aq) +

Cu 2+ (aq) + NO 2(g) Cr 3+ (aq) + Cl 2(g)

a.2) Cr 2 O 7 2- (aq) + Cl - (aq)

B) Meio básico

b.1) NO 2 - (aq) + Al (s) b.2) Cr(OH) 3(s) + ClO - (aq)

2 - (aq) + Al (s) b.2) Cr(OH) 3(s) + ClO - (aq) NH 3(aq) +

NH 3(aq) + Al(OH) 4 - (aq) CrO 4 2- (aq) + Cl 2(g)

+ Al(OH) 4 - (aq) CrO 4 2 - (aq) + Cl 2(g) 11. Consideremos a

11. Consideremos a titulação de 50,00 mL de ferro (II) 0,050 mol/L com cério (IV) 0,100 mol/L, em

presença de ácido sulfúrico. Calcule os potenciais da curva de titulação com a adição de:

a) 5,00 mL do titulante;

b) No ponto de equivalência. c)25,10 mL de titulante.

12. Uma amostra de 0,1278 g de padrão primário de Na 2 C 2 O 4 precisou exatamente de 33,31 mL da

solução de permanganato de potássio para alcançar o ponto final. Qual é a concentração molar do

reagente KMnO 4 ?

13. Uma amostra de 0,2981 g de um antibiótico em pó foi dissolvida em HCl e a solução foi diluída

a 100,0 mL. Uma alíquota de 20,00 mL foi transferida para um frasco, seguida pela adição de 25,00 mL de KBrO 3 0,01767 mol/L. Um excesso de KBr foi adicionado para formar Br 2 e o frasco foi fechado. Após 10 minutos, durante os quais o Br 2 reagiu com a sulfanilamida, um excesso de KI foi acrescentado. O iodo liberado foi titulado com 12,92 mL de tiossulfato de sódio 0,1215 mol/L. As reações são:

BrO 3 - + 5Br - + 6H +

mol/L. As reações são: BrO 3 - + 5Br - + 6H + 3Br 2 +

3Br 2 + 3H 2 O

BrO 3 - + 5Br - + 6H + 3Br 2 + 3H 2 O Br

Br 2 + 2I - I 2 + 2S 2 O 3 2-

2 O Br 2 + 2I - I 2 + 2S 2 O 3 2 -

2Br - + I 2 (excesso de KI)

2S 4 O 6 2 - + 2I - 4 O 6 2- + 2I -

Calcule a porcentagem (m/m) da sulfanilamida (NH 2 C 6 H 4 SO 2 NH 2 ) presente no pó.

14. Uma amostra de 5,00 mL de um conhaque foi diluída para 1,000 L em um balão volumétrico. O

etanol (C 2 H 5 OH) contido em uma alíquota de 25,00 mL da solução diluída foi destilado e recolhido em 50,00 mL de K 2 Cr 2 O 7 0,02000 mol/L sendo oxidado a ácido acético por aquecimento. A reação é:

3C 2 H 5 OH

+ 2Cr 2 O 7 2-

+ 16H +

4Cr 3 + + 3CH 3 COOH + 11H 2 O 3+ + 3CH 3 COOH + 11H 2 O

Após o resfriamento, 20,00 mL de uma solução de Fe 2+ 0,1253 mol/L foi pipetada no frasco. Em seguida, o excesso de Fe 2+ foi titulado com 7,46 mL de K 2 Cr 2 O 7 padrão até a indicação do ponto

final pelo ácido difenilaminossulfônico. Calcule a porcentagem (m/v) de C 2 H 5 OH no conhaque.

15. Escreva equações balanceadas mostrando como o KBrO 3 poderia ser utilizado como padrão

primário para o Na 2 S 2 O 3 .

16. Uma amostra de 0,1809 g de um fio de ferro puro foi dissolvida em ácido, reduzida para o

estado +2 e titulada com 31,33 mL de cério(IV). Calcule a concentração em mol/L da solução de

Ce 4+ .

17. O iodo produzido quando um excesso de KI foi adicionado a uma solução contendo 0,1259 g

de K 2 Cr 2 O 7 consumiu 41,26 mL na titulação com Na 2 S 2 O 3 . Calcule a concentração em mol/L da solução de tiossulfato.

18. Uma quantidade de um minério de ferro igual a 0,7120 g foi dissolvida e, em seguida, reduzida.

A titulação do Fe(II) produzido necessitou de 39,21 mL de KMnO 4 0,02086 mol/L. Expresse o resultado dessa análise em termos de (a) porcentual (m/m) de Fe; (b) porcentual (m/m) de Fe 2 O 3 .

19. O tratamento da hidroxilamina (H2NOH) com um excesso de Fe(III) resulta na formação de

N2O e uma quantidade equivalente de Fe(II):

2H 2 NOH + 4Fe 3+

quantidade equivalente de Fe(II): 2H 2 NOH + 4Fe 3 + N 2 O ( g

N 2 O (g) + 4Fe 2+ + 4H + + H 2 O

Calcule a concentração em mol/L de uma solução de H 2 NOH se o Fe 2+ produzido pelo tratamento

de uma alíquota de 50,00 mL consumiu 19,83 mL de K 2 Cr 2 O 7 0,0325 mol/L.

20. Uma alíquota de 25,00 mL de uma solução contendo o íon Tl(I) foi tratada com K 2 CrO 4 . O

Tl 2 CrO 4 foi filtrado, lavado para remoção do excesso do agente precipitante e dissolvido em H 2 SO 4

diluído. O Cr 2 O 7 2- produzido foi titulado com 39,52 mL de uma solução de Fe 2+ 0,1044 mol/L. Qual era a masa de Tl presente na amostra? As reações são:

2Tl + + CrO 4 2- Tl 2 CrO 4(s)

2Tl 2 CrO 4(s) + 2H + 4Tl + + Cr 2 O 7 2- + H 2 O

Cr 2 O 7 2- + 6Fe 2+ + 14H + 6Fe 3+ + 2Cr 3+ + 7H 2 O

21. 20,00 mL de uma solução de Sn 2+ 0,00500 mol/L em HCl 1 mol/L foram titulados com uma

solução de Ce 4+ 0,0200 mol/L formando Sn 4+ e Ce 3+ . Calcule o potencial (contra o E.C.S.) para os seguintes volumes adicionados de Ce 4+ : (a) 0,100; (b) 1,00; (c) 5,00; (d) 9,50; (e) 10,00; (f) 10,10 e

(g) 12,00 mL. Faça também um esboço da curva de titulação correspondente.

22. 400,0 mL de uma solução de Fe 2+ 3,75 mmol/L são titulados com uma solução de MnO 4 - 20,0

mmol/L em H 2 SO 4 1 mol/L, com um pH fixo em 0,00. Calcule o potencial contra o E.C.S. para os seguintes volumes adicionados de titulante: (a) 1,00; (b) 7,50; (c) 14,00; (d) 15,00; (e) 16,00 e (f)

30,00 mL. Esboce a curva de titulação correspondente.

(a) 1,00; (b) 7,50; (c) 14,00; (d) 15,00; (e) 16,00 e (f) 30,00 mL. Esboce a
(a) 1,00; (b) 7,50; (c) 14,00; (d) 15,00; (e) 16,00 e (f) 30,00 mL. Esboce a
(a) 1,00; (b) 7,50; (c) 14,00; (d) 15,00; (e) 16,00 e (f) 30,00 mL. Esboce a

GABARITO:

9. 0,10 e 0,15 g.

12.

0,01145 mol/L.

13.

80,47 %.

14.

40,4 %.

17.

0,0622 mol/L.

18.

32,08 % Fe e 45,86% Fe 2 O 3 .

19.

0,03867 mol/L.

20.

0,5622 g.

21.

(a) -0,161 V; (b) -0,130 V; (c) -0,102 V; (d) -0,064 V; (e) 0,342 V; (f) 1,11 V e (g) 1,19V.

22.

(a) 0,371 V; (b) 0,439 V; (c) 0,507 V; (d) 1,128 V; (e) 1,252 V e (f) 1,266 V.

ATENÇÃO: as respostas não estão necessariamente com o número de algarismos significativos correto.