Você está na página 1de 3

1.

BLOCOS
Em todas as áreas de atuação do AutoCAD determinados desenhos são
utilizados
constantemente:
♦ Desenho mecânico: motores, engrenagens, válvulas, etc;
♦ Desenho elétrico: capacitores, resistores, etc;
♦ Desenho de Arquitetura: portas, banheiras, pias, etc.
Para fazer uso eficaz do AutoCAD, estes desenhos podem ser salvos como
símbolos que serão usados como se fossem carimbos duplicando os
desenhos
instantaneamente onde for necessário; isto pode economizar muito tempo na
composição
de um desenho. A estes símbolos o AutoCAD dá o nome de BLOCOS.
Um bloco é composto por uma ou mais entidades que se comportam como se
fossem uma única entidade. Dentro de um arquivo, partes do desenho podem
ser
transformadas em blocos, que recebem um nome e podem ser inseridos várias
vezes a
qualquer momento no mesmo desenho ou em um outro desenho. Estes blocos
podem
sofrer pequenas modificações com relação ao seu tamanho (escala) e a sua
rotação.
Arquivos inteiros existentes também podem ser inseridos como blocos.
1.1.Criação de Blocos: o comando Block>Make permite criar um bloco que
poderá ser
inserido apenas no desenho em que foi criado.
� Block>Make (Draw)
- Seqüência de execução no Quadro de Diálogo Block Definition:
� definir o nome do bloco
� indicar o ponto de inserção do bloco (Base point) por suas coordenadas ou
através da opção Pick point, escolhendo no desenho o ponto desejado
� selecionar os objetos que farão parte do bloco (Select objects)
� Opções da seleção de objetos no Quadro de Diálogo Block Definition
(Objects):
• Opção Retain marcada: após o comando Make Block as entidades
selecionadas para formar o bloco permanecem na tela como objetos
individuais.
• Opção Convert to block marcada: após o comando Make Block as
entidades selecionadas para formar o bloco permanecem na tela e são
transformadas num único objeto (bloco).
• Opção Delete marcada: após o comando Make Block as entidades
selecionadas para formar o bloco são eliminadas do desenho
(desaparecem). Se por algum motivo houver a necessidade de restaurar
estas entidades, pode-se usar o comando OOPS . O comando OOPS pode
ser usado também para restaurar um objeto apagado com o comando
Erase.
� Para modificar blocos já inseridos deve-se desmembra-lo em suas entidades
originais utilizando-se para isso o comando Explode e repetir a operação de
definição do bloco utilizando o mesmo nome e respondendo YES a pergunta se
deseja redefinir o bloco. Esta operação vai modificar todos os blocos já

ou seja. Blocos/Layers Todo o bloco quando inserido passa a fazer parte da layer corrente no momento da inserção. Neste caso deve-se selecionar os objetos de interesse (Select objects).Comandos WBlock (Digitar) e Export (File) : permitem criar um bloco que será armazenado em disco como um arquivo do tipo dwg e que portanto poderá ser inserido em outros desenhos além daquele onde foi criado. . 1. � definir o nome do arquivo a ser salvo no disco. � Para modificar blocos e redefini-los com outro nome.inseridos com o nome do bloco modificado. definir o ponto de inserção.Preencher o quadro de diálogo Write Block considerando as seguintes opções: � Source: • Opção Block: quando o arquivo for igual a um bloco já definido. • Opção Objects: quando apenas algumas entidades do desenho fizerem parte do novo arquivo. � WBlock . � Base point: indicar o ponto de inserção do bloco.Seqüência de execução: definir nome do bloco ou arquivo. � Objects: selecionar os objetos que farão parte do arquivo. o procedimento é semelhante ao anterior. deve-se somente dar um outro nome ao bloco.4.2.dwg). deve-se escolher o bloco desejado. 1. � Export (File) . todos os objetos do bloco assumem a mesma layer do bloco que é a layer corrente no momento da inserção.3. Comando Insert Block: permite inserir blocos (Block) ou arquivos (Files) existentes � Insert Block . � Destination: nomear o arquivo e indicar o seu diretório. As entidades que formam o bloco tem dois comportamentos distintos quando o bloco é inserido que são função das camadas atribuídas individualmente a estas entidades: � Entidades do bloco criadas na camada 0: as entidades assumem as propriedades da layer corrente no momento da inserção. 1. definir escala em X e Y. • Opção Entire drawing: quando o novo arquivo for igual a todo o desenho. � na linha de comando digitar: • o nome do bloco a ser salvo no arquivo (o bloco deve ter sido definido anteriormente) • * para selecionar todo o desenho • Enter para selecionar base point e os objetos do arquivo de trabalho. definir ângulo de rotação.Seqüência de execução: � no Quadro de Diálogo Export Data abrir a lista suspensa Files of Type e selecionar Block (*.

ou seja. Em trabalhos individuais de elaboração mais simplificada os Blocos são mais utilizados. Uma outra vantagem dos arquivos de referência cruzada é que. Em ambos os casos. quaisquer mudanças feitas à referência cruzada aparecerão automaticamente no arquivo no qual foi inserida. É como se o AutoCAD estivesse abrindo vários desenhos ao mesmo tempo. onde várias pessoas trabalham no mesmo projeto. Os arquivos de referência cruzada são úteis sobretudo em ambientes de grupo de trabalho. são carregados junto com o arquivo atual durante a abertura deste. A diferença entre esses arquivos inseridos com referência cruzada e os que são inseridos com a opção Insert>Block>File é que os arquivos com referência cruzada não se tornam parte do banco de dados do desenho. estas assumirão as layers originais.Entidades do bloco criadas em camadas diferentes da camada 0: as entidades mantém as propriedades da camada original independente da corrente no momento da inserção. 2. Se o arquivo de referência cruzada for mantido independente do arquivo no qual foi inserido. DESENHOS COM REFERÊNCIA CRUZADA Arquivos de desenhos podem ser utilizados como referência cruzada (arquivos Xrefs) de forma semelhante aos blocos. Em vez disso. todos os objetos do bloco mantém a sua layer original e o bloco assume a layer corrente no momento da inserção. � External Reference (Insert): permite inserir arquivos existentes � . por não fazerem parte do banco de dados do desenho. o tamanho do desenho fica menor. se o bloco for desmembrado em suas entidades originais.