Você está na página 1de 3

Lista de Economia de Empresas - GABARITO

(1) As equaes de oferta e demanda para um determinado produto :


Qd = 200 50p
Qo = -40 + 30p
a. Determine a quantidade e preo de equilbrio;
R. Condio igualar Qd = Qo. Logo, P* = 3 e Q* = 50
b. Supondo um aumento de demanda e de oferta para
respectivamente:
i. Qd = 300 -50p
ii. Qo = -20 + 30p
Qual o novo equilbrio?
R. Condio novamente igualar Qd = Qo. Logo, P* = 4 e Q* = 100
Determine a quantidade e preo de equlbrio;
c. Supondo a oferta, na realidade, tenha sido de Qo = 140 + 30p.
Dada a demanda em (b), qual o novo equilbrio?
R. Condio novamente igualar Qd = Qo. Logo, P* = 2 e Q* = 200
d. Faa o grfico.
(2) Considerando a demanda e oferta de um setor perfeitamente
competitivo:
Qd = 25 3p
Qo = 10 + 2p
a. Determine o equilbrio timo;
R. Condio novamente igualar Qd = Qo. Logo, P* = 3 e Q* = 16
b. Supondo que o Governo decida colocar um preo mnimo neste
produto de P = R$4,00, qual ser a quantidade ofertada e
demandada? Como voc caracterizaria este mercado?
R. Substituir o valor do P = R$ 4,00, e substituir nas equaes de
demanda - Qd = 13 e oferta Qo = 18.
(3) Supondo a funo de utilidade de um consumidor sendo U =
(Q1*Q2)^(2).
a. Se P1 = R$5,00 e P2 = R$10,00 e a renda do consumidor
igual a M = R$1.000,00; quais so os valores timos de Q1 e
Q2?
R. Primeiramente, define-se a renda do consumidor; isto :
M = P1*Q1+P2*Q2 1000 = 5Q1+10Q2
Q1 = (1000 10*Q2)/5 = 200 2Q2
Substituir o valor de Q1 em U; ou seja:

U = [Q2 * (200 2*Q2)]^(2)


U = Q2^(2) * (200 - 2Q2)^(2)
U = [40.000*Q2^(2) 800*Q2^(3) + 4 Q2^(4)]
U = [40.000*Q2^(2) 800*Q2^(3) + 4 Q2^(4)]
Encontrar a derivada de U em relao a Q2 e igualar a zero.
du/dQ2 = 80.000*Q2 2400 Q2^2 + 16 Q2^3 = 0
Divide por 16Q2:
5.000 150 Q2 + Q^2 = 0
Logo, aplicando a frmula de bscara:
Q2 = 1/2*{(150 + 50} = 100 e substituindo na frmula inicial
Q1 = 0 (no faz sentido!)
Q2 = 1/2*{(150 - 50} = 50, ento Q1 = 100 (resposta correta)
b. Derive as equaes de demanda para os bens Q1 e Q2.
Sabe-se que , P1 * Q1 = P2 * Q2 (veja os resultados de
equilbrio).
Logo, pela equao de restrio:
M = P1*Q1 + P2*(P1/P2)*Q1
Q1 = M/2P1 ^Q2 = M/2P2
(4) Dado a demanda: Qd = 25 3P:
a. Calcule a elasticidade- preo da demanda quando P1 = R$ 4,00
e P2 = R$3,00;
Da definio de Elasticidade : (dQ/dP)*(P/Q); ento
Para P1 = R$ 4,00; a elasticidade ser -0.93;
Para P2 = R$ 3,00; a elasticidade ser -0.53.

b. A demanda elstica ou inelstica?


Inelstica.
c. Derive uma relao entre receita total e elasticidade da
demanda;
Pela definio de Receita: RT = P*Q; derivar em relao a Q
(lembrando que P uma funo de Q) e depois aplicar a definio
de elasticidade. Isso resultar em:
P*(1+[1/elasticidade])

d. Qual o preo que maximiza a receita total?


d(RT)/dP = 25 6P; logo P = 4.16 e RT = R$ 52.083
(5) Supondo que uma firma apresente a funo custo total de: C = 1000
+ 10Q^2
a. Determine todos os outros custos;
CMe = CT/Q e Cmg = d(CT)/dQ
CF = 1000; CFMe = 1000/Q
CV = 10Q^2; CVMe = 10Q^2/Q .
b. Qual a produo que maximize o custo varivel mdio;
d(CT)/dQ = 0 ; logo encontrar Q = 0.
c. Esboce o grfico.
(6) Sabendo que um setor dominado por um determinado produtor que
possui a demanda: Qd = 3000 60P e que a funo custo total TC =
100 + 5Q + (1/480)*Q^(2)
a. Qual o preo e quantidade que maximiza o lucro do
monopolista;
A condio de maximizao de lucro Cmg = Rmg. Alm disso,
a Receita Total P*Q.
Logo: P = 50 1/60 Q. Substituindo essa equao na RT,
teremos:
50Q (1/60)Q^2
A receita marginal ser: 50 (1/30)Q enquanto que o custo
marginal ser :
5 + (1/240)Q.
Com isso, a quantidade tima ser de 1.200 e o preo R$30.

Você também pode gostar