Você está na página 1de 79
MEC - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO PARANÁ

MEC - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO PARANÁ CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ELETROTÉCNICA DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA

ELETRÔNICA DIGITAL 1

Curitiba/1999

Eletrônica Digital 1

2

Responsáveis pela elaboração da apostila:

GLICCIELMA BUENO ISMAEL ERICO MENEGHELLI LUILTON MARQUES HAMESTER MAURÍCIO MENDEZ RIBEIRO RICARDO RODRIGO SCHEER VIEIRA THAÍSA ALINE KIENEN MARCEL THIAGO DA CUNHA MEDEIROS

ELETRÔNICA DIGITAL 1

Trabalho apresentado à disciplina de Eletrônica Digital 1 do curso de Eletrônica do Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná - CEFET-PR. Prof. Kleber.

Curitiba/1999

Eletrônica Digital 1

3

ÍNDICE

INTRODUÇÃO

4

SISTEMAS NUMÉRICOS

5

Códigos Numéricos

7

Complemento De 1

9

Complemento De 2

9

PORTAS LÓGICAS

10

ÁLGEBRA BOOLEANA

15

EXPRESSÃO - TABELA - FUNÇÃO

16

SIMPLIFICAÇÃO

21

Propriedade Comutativa:

21

Propriedade Distributiva:

21

Teorema de De Morgan

21

Quadro de Resumo

22

MAPAS K

29

QUINE MC CLNSKEY

35

FORMAS CANÔNICAS

38

EQUIVALÊNCIA NE - NOU

39

Exercícios gerais - Prova

44

CODIFICADORES / DECODIFICADORES

46

1) Codificador Decimal / Binário

46

2) Decodificador Binário / Decimal

47

3) Decodificador 7 segmentos :

48

MUX - DEMUX

52

CIRCUITOS ARITMÉTICOS

54

1. Meio Somador

54

2. Somador

55

3. Meio Subtrator

56

4. Subtrator Completo

57

5. Multiplicador 1 bit X 2 bits

58

6. Multiplicador 2 bits X 2

59

CIRCUITOS SEQÜENCIAIS

61

CONTADOR ASSÍNCRONO

63

CONTADOR SÍNCRONO

68

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE FORMA DE ONDA

74

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

79

Eletrônica Digital 1

4

INTRODUÇÃO

Nosso objetivo nesse trabalho tem como prioridade apresentar os conteúdos básicos de Eletrônica Digital 1, que serão desenvolvidos em aula, de uma forma simples, objetiva e com uma linguagem direta e acessível, pois como outros ramos de eletrônica, este não tem muitas referências bibliográficas em português que venham a facilitar nossa consulta. Dessa maneira desenvolvemos os assuntos, que vão desde Sistemas Numéricos passando por Codificadores/Decodificadores indo até circuitos seqüenciais, de uma forma seqüencial e lógica, de maneira que a consulta, compreensão e aprendizado do leitor seja facilitada ao máximo.

Esperamos com este trabalho simplificar e acelerar o aprendizado dos conteúdos da Disciplina de Eletrônica Digital 1, induzindo a compreensão de vários elementos utilizados da eletrônica digital, proporcionando uma acumulação de conhecimentos suficientes para um ótimo desenvolvimento dentro da área de Eletrônica.

Eletrônica Digital 1

5

SISTEMAS NUMÉRICOS

Esta seção objetiva estender os conhecimentos de números expressos em uma base numérica

conhecida (base decimal: 0, 1,

binária e 16 hexadecimal), assim como possibilitar a representação de qualquer número em uma dessas bases.

, 9) para bases de interesse para sistemas lógicos digitais (2

 

Base

Binária

Octal

Decimal

Hexadecimal

0

0

 

0 0

 

11

 

1 1

 

22

 

2

 

33

 

3

 

44

 

4

 

55

 

5

 

66

 

6

 

77

 

7

   

8

8

   

9

9

     

A

     

B

     

C

     

D

     

E

     

F

Notação Posicional:

Todo número representado em uma base numérica é composto por um ou mais dígitos, onde, por convenção, o dígito mais a direita é o menos significativo e o mais a esquerda o mais significativo. Isto é, cada posição de dígito apresenta um peso diferente. Veja o exemplo:

1996 = 1996 10 =

1x10 3

1000

+ 9x10 2 + 900

+ 9x10 1 + 9

+ 6x10 0 + 6

Estendendo este conhecimento para as demais bases pode-se realizar a conversão de qualquer base para a base decimal, desde que se conheça o valor decimal equivalente ao símbolo utilizado na base em questão.

Ex1.:

1001 2 = 1011 2 =

1x2 3

+ 0x2 2

+ 1x2 1

+ 1x2 0

 

= 8

+ 0

+ 2

+ 1

= 11 10

 

Ex2.:

734 8 = 0734 8

=

0x8 3

+ 7x8 2

+ 3x8 1

+ 4x8 0

=

0

+ 448

+ 24

+ 4

=

476 10

Eletrônica Digital 1

6

Ex3.:

1AC 16 = 01AC H

=

0x16 3

+ 1x16 2

+ Ax16 1

+ Cx16 0

 

0x16 3

+ 1x16 2

+ 10x16 1

+ 12x16 0

 

=

0

+ 256

+ 160

+ 12

=

428 10

Conversão: Base 10 qualquer base Divide-se o número sucessivamente pela base desejada até que o dividendo seja nulo. O número na nova base é obtido tomando-se na ordem inversa os restos da divisão, isto é, o digito mais significativo é o último resto e o menos significativo é o primeiro resto.

Ex4.: Conversão do número 11 para a base 2 (binária)

LSB

número na base original 11 2 base desejada 1 5 2 1 2 2 0
número na
base original
11
2
base desejada
1
5 2
1 2
2
0
1
2
1
0
fim da
conversão

MSB

Ex5.: Conversão do número 476 para a base 8 (octal)

476 8 4 59 8 3 7 8 7 0
476
8
4 59
8
3
7
8
7
0

Ex6.: Conversão do número 428 para a base 16 (hexadecimal)

428 16 12=C 10=A 12 26 16 10 1 16 1 0
428
16
12=C
10=A
12
26
16
10
1
16
1
0

Obs.: Compare os valores dos exemplos 1, 2 e 3 com os dos exemplos 4, 5 e 6, respectivamente.

Conversão de bases: Hexa binária

Como pode ser observado na tabela 1 cada dígito hexadecimal corresponde a um conjunto de 4 dígitos binários e vice-versa.

a) 1011 = B

b)0001 1010 1100 = 1AC

Códigos Numéricos

Código BCD (Binary Coded Decimal) Cada dígito decimal é substituído por um conjunto de 4 dígitos binários.

BCD

Decimal

0000

0

0001

1

0010

2

0011

3

0100

4

0101

5

0110

6

0111

7

1000

8

1001

9

Este código é utilizado para facilitar a interpretação por parte do usuário em um sistema computacional.

Ex7.: observe que há diferença em representar um numero em código BCD e em convertê-lo simplesmente para a base 2.

11

= 0001 0001

(Obs.: 11 na base 2 é igual a 1011)

35

= 0011 0101

(Obs.: 35 na base 2 é igual a 100011)

Código BCD excesso-3 É utilizado em algumas operações de aritmética binária por facilitá-la em algumas situações. Para codificar um número em BCD excesso-3 basta somar 3 (0011) ao valor BCD de um dígito decimal.

Ex9.: 78 = 0111 1000 (BCD) = 1010 1011 (BCD excesso-3)

Código Gray Um número difere de seu antecessor ou de seu sucessor (números adjacentes) no valor de apenas um dígito (bit). Este código é utilizado para codificar sistemas de posicionamento angular ou linear e é a base da construção dos Mapas de Karnaugh, utilizados para a minimização de funções lógicas.

0 0 0 0 0 1 0 1 1 0 1 0 1 1 0
0
0
0
0
0
1
0
1
1
0
1
0
1
1
0
1
1
1
1
0
1
1
0
0

Eletrônica Digital 1

8

Operações Aritméticas no Sistema Binário.

Nas áreas de eletrônica digital e dos microprocessadores, o estudo das operações aritméticas no sistema binário é muito importante pois estas serão utilizadas em circuitos aritméticos.

.1) Adição no Sistema Binário.

Para efetuarmos a adição no sistema binário, devemos agir como uma adição convencional no sistema decimal, lembrando que, no sistema binário temos apenas dois algarismos. Temos então:

0

0

1

1

+ 0

+ 1

+0

+1

0

1

1

10

Convém observar que no sistema decimal 1 + 1 = 2 e no sistema binário representamos o número 2 por 10. Pela operação realizada, notamos a regra de transporte para a próxima coluna : 1+1 = 0 e "vai um" .

.2) Subtração no Sistema Binário.

O método de resolução é análogo a uma subtração no sistema decimal. Temos

então:

0

0

1

1

- 0

-

1

- 0

-1

0

1

1

0

Observamos que para o caso 0 - 1, o resultado será igual a 1, porém haverá um transporte para a coluna seguinte que deve ser acumulado no subtraendo e, obviamente, subtraído do minuendo.

.3) Multiplicação nos Sistema Binário.

Procede-se como em uma multiplicação decimal. Assim sendo temos:

0

0

1

1

x 0 = 0 x 1 = 0 x 0 = 0 x 1 = 1

.4) Notação dos Números Binários Positivos e Negativos.

A representação de números binários positivos e negativos pode ser feita

utilizando-se os sinais " + " ou " - " respectivamente. Na prática, porém em hardware dos sistemas digitais que processam operações aritméticas, microprocessadores por

exemplo, estes sinais não podem ser utilizados, pois tudo deve ser codificador em 0 ou 1. Uma forma para representar0 números binários negativos bastante utilizada nos

Eletrônica Digital 1

9

sistemas já citados é a notação do complemento de 2, mas para entendê-la, devemos primeiramente converter o número na notação do complemento de 1, conforme se segue.

Complemento De 1

A obtenção do complemento de 1 de um número binário se dá pela troca de

cada bit do número pelo seu inverso ou complemento. Para demonstrar esse procedimento, vamos obter o complemento de 1 do número 10011011. Assim sendo, temos:

Número binário

1

0

0

1

1

0

1

1

Complemento de 1

0

1

1

0

0

1

0

0

Complemento De 2

A notação do complemento de 2, como já dissemos, é utilizada para

representar números binários negativos. Sua obtenção se dá somando-se 1 ao complemento de 1 do número binário inicial. Para exemplificar, vamos representar o número 11001101 na notação do complemento de 2:

Número binário

1

1

0

0

1

1

0

1

Complemento de 1

0

0

1

1

0

0

1

0

+ 1

Complemento de 2

0

0

1

1

0

0

1

1

Exercícios Resolvidos

1) Represente os seguintes números utilizando a notação do complemento de

2:

a) -27 10

27 10 = 11011 2

Como número é negativo achamos o complemento de 2:

Número binário = 1 1 0 1 1 Complemento de 1 = 0 0 1 0 0

Complemento de 2 ( complemento de 1 + 1 )

= 0 0 1 0 1

b) 101010 2

Primeiro achamos o complemento de 1=

0 1

depois somamos mais um =

0 1

0 1 0 1

0 1

1 0

c) 10010110 2

Complemento de 1= 01101001 Complemento de 2 = 01101010

Eletrônica Digital 1

10

Exercícios Propostos:

01) Efetue as seguintes operações:

a) 1000 2 + 1001 2

b) 10001 2 + 11110 2

c) 101 2 + 100101 2

d) 1100 2 - 1010 2

e) 11110 2 - 1111 2

f) 1011001 2 - 11011 2

g) 100000 2 - 11100 2

h) 101011 2 x 11 2

i) 100110 2 x 1010 2

j)

1101 2 x 11011 2

02) Forneça o complemento de 2 dos números seguintes :

a) - 1011 2

b) - 100001 2

c) - 10111101 2

d) - 11010100 2

e) - 010101010101 2

f) - 1010001 2

g) - 45 10

h) - 33 10

i) - 678 10

j) - 12 10

k) - 4567 10

l) - 78 10

PORTAS LÓGICAS

• NOT (INVERSORA): S = A Simbologia Militar: A S
• NOT (INVERSORA):
S = A
Simbologia Militar:
A
S

Tabela-verdade:

A S 0 1 1 0
A
S
0
1
1
0

DRIVER (REFORÇADORA):

S = A

Simbologia IEC: A 1 S
Simbologia IEC:
A
1 S

Eletrônica Digital 1

11

Simbologia Militar: A S
Simbologia Militar:
A
S

AND (E):

S = AB

Simbologia Militar: A S B
Simbologia Militar:
A
S
B

NAND (NE):

S = AB

Simbologia Militar: A S B
Simbologia Militar:
A
S
B

OR (OU):

S = A+ B

Simbologia Militar: A S B
Simbologia Militar:
A
S
B

Tabela-verdade:

A S 0 0 1 1 Tabela-verdade: ABS 000 010 100 111
A
S
0
0
1
1
Tabela-verdade:
ABS
000
010
100
111
Tabela-verdade: ABS 001 011 101 110
Tabela-verdade:
ABS
001
011
101
110

Simbologia IEC:

1

A

S

Simbologia IEC:

A

B

&

S

Simbologia IEC: A & S B
Simbologia IEC:
A
&
S
B

Simbologia IEC:

A

B

1

S

Eletrônica Digital 1

12

NOR (NOU):

S = A + B

Simbologia Militar: A S B
Simbologia Militar:
A
S
B

XOR (OU EXCLUSIVO):

S = AB

Simbologia Militar: A S B
Simbologia Militar:
A
S
B
Tabela-verdade: ABS 000 011 101 111
Tabela-verdade:
ABS
000
011
101
111
Tabela-verdade: ABS 001 010 100 110
Tabela-verdade:
ABS
001
010
100
110
Tabela-verdade: ABS 000 011 101 110
Tabela-verdade:
ABS
000
011
101
110

Simbologia IEC:

A B ≥1 S
A
B
≥1
S

Simbologia IEC:

A

=1

B

S

Observação: a propriedade associativa das funções lógicas AND e OR possibilita a existência de portas lógicas com mais de 2 entradas:

Eletrônica Digital 1

13

A & & B S C A & B S C
A
&
&
B
S
C
A
&
B
S
C
A ≥1 ≥1 B S C A ≥1 B S C
A
≥1
≥1
B
S
C
A
≥1
B
S
C

TRANSFORMAÇÃO DE EQUAÇÕES EM CIRCUITOS DIGITAIS:

Exemplo:

Y = A + BC

A ≥1 B Y & C
A
≥1
B
Y
&
C

Tabela-verdade do circuito:

A

B

C

BC

Y

 

000

 

0

0

 

001

 

0

0

 

010

 

0

0

 

011

 

1

1

 

100

 

0

1

 

101

 

0

1

 

110

 

0

1

 

111

 

1

1

TRANSFORMAÇÃO DE CIRCUITOS EM EQUAÇÕES LÓGICAS:

Exemplo:

 

X

 

1

 
       

&

 

Y

   
 
 

Z

  Z

X

Y

Z

(X+Y)

Z

W

 

000

   

0

 

1

0

 

001

   

0

 

0

0

 

010

   

1

 

1

1

 

011

   

1

 

0

0

 

100

   

1

 

1

0

 

101

   

1

 

0

0

 

110

   

1

 

1

1

 

111

   

1

 

0

0

W

Y = (X + Y)Z

Tabela-verdade da equação:

Eletrônica Digital 1

14

Exercícios:

1. Encontre os circuitos digitais correspondentes às seguintes equações

lógicas, levantando as tabelas-verdade correspondentes:

a)

Y = AB + AB

 

b)

Y = (A + B)C

c)

Y = ( A + B)(C + D)

d)

Y = AB.BC.(B + D)

2. Encontre as equações lógicas correspondentes aos seguintes circuitos

digitais, levantando as tabelas-verdade correspondentes:

a)

b)

c)

R ≥1 =1 S U T A & ≥1 B & S C &
R
≥1
=1
S
U
T
A
&
≥1
B
&
S
C
&
A & & B C & Y ≥1 D
A
&
&
B
C
&
Y
≥1
D

Eletrônica Digital 1

15

A & d) ≥1 B & & C ≥1 D ÁLGEBRA BOOLEANA
A
&
d)
≥1
B
&
&
C
≥1
D
ÁLGEBRA BOOLEANA

Todo circuito lógico executa uma expressão booleana, e, por mais complexo que seja, é formado pela interligação de portas lógicas básicas. Exemplos:

a)

A ⋅ B ( A ⋅ B) + C C (C ⋅ D)
A ⋅ B
( A ⋅ B) + C
C
(C ⋅ D)

b)

+ (C D )

S

= ( A B ) + C

+ (C D )

S = [( A ⋅ B ) + ( A ⋅ B ) + C
S = [( A ⋅ B ) + ( A ⋅ B ) + C ] ⋅ (C
+ D )

As variáveis booleanas, que são representadas através de letras, podem assumir apenas dois valores 0 e 1. Expressão Booleana é uma expressão matemática cujas variáveis são booleanas. Seu resultado assumirá apenas dois valores: 0 e 1. Exemplo:

Eletrônica Digital 1

16

S= A . B ; tanto A como B como S podem assumir os valores 0 ou 1.

EXPRESSÃO - TABELA - FUNÇÃO

Expressão

Todos circuitos lógicos executam uma expressão formada pela ligação das portas lógicas. Podemos escrever essa expressão através de uma simples análise do circuito, como no exemplo abaixo:

a b c a.c
a
b c
a.c

(a.c) + b

f = (a.c) + b

Na saída da porta “E” teremos o produto axc. Esta saída será uma das entradas da porta “OU”. Na outra entrada da porta “OU” está a variável b. Sendo que na saída do circuito tem-se a função acima.

Exercícios resolvidos:

1) Ache a função que o circuito executa:

a b c d (a+b) (c+d)
a b c d
(a+b)
(c+d)

(a+b) x (c+d)

f = (a+b) x (c+d)

2) Determine a expressão que executa o circuito:

a b c (a⊕c) (b.c)
a b c
(a⊕c)
(b.c)

(ac) + (b.c)

------- [(ac) + (b.c)] + b

-----

f = [(ac) + (b.c)] + b

Eletrônica Digital 1

17

3) Idem:

a b c _ abc _ (a⊕b)
a b c
_
abc
_
(a⊕b)

(abc) + (ab)

_ [(abc) + (ab)] . c

_

f = [(abc) + (ab)] . c

Exercícios propostos

Ache a função que o circuito executa:

1)

a b c
a
b
c

2)

a b c
a b c

Eletrônica Digital 1

18

a b c
a b c

4) A partir da expressão dada construa o circuito capaz de gerá-la:

a) f = [(b.c) (ac)] . [(ac) . (a+b)

b) f = [(ab) . (b+c)] (b+c)

Tabela Verdade

Através da utilização da tabela verdade pode-se representar o comportamento do circuito e de sua expressão característica. Para se extrair a tabela verdade de um circuito pode-se agir dessa maneira:

1º) Monta-se o quadro de possibilidades. 2º) Monta-se colunas para os membros da expressão. 3º) Preenche-se as colunas com seus resultados. 4º) Monta-se a coluna para o resultado final. 5º) Preenche-se essa coluna com o resultado final.

Exemplo:

 

_ f = a + b + abc

_

 
 

1º membro

2º membro

Auxiliar

3º membro

Resultado final

A

B

C

 

_

_

 

_

a

b

c

a

b

c

s

0

0

0

1

0

1

 

0

1

0

0

1

1

0

0

 

0

1

0

1

0

1

1

1

 

0

1

0

1

1

1

1

0

 

0

1

1

0

0

0

0

1

 

0

0

1

0

1

0

0

0

 

0

0

1

1

0

0

1

1

 

1

1

1

1

1

0

1

0

 

0

1

Eletrônica Digital 1

19

Tem-se na expressão 3 variáveis, logo teremos 2 3 possibilidades de combinações. Na coluna do 1º membro coloca-se o inverso da variável “a”. Na coluna do 2º membro repetimos a variável “b”. Para formarmos a coluna do 3º membro precisamos de uma coluna auxiliar com o inverso da variável “c”. Então escrevemos a coluna do 3º membro. Na coluna do resultado final, “s” escrevemos a soma do 1º, 2º e 3º membros. Deve-se ressaltar que não se deve somar os valores das colunas auxiliares.

Exercícios resolvidos:

1)

A partir do circuito dado analise seu comportamento através da tabela verdade.

a b c (a+b) (b.c)
a b c
(a+b)
(b.c)

f = (a+b) (b.c)

Seguindo o processo montamos a tabela:

 

1º membro

Auxiliar

2º membro

Resultado

A

B

C

 

A + B

B . C

B . C

s

0

0

0

0

0

1

0

0

0

1

0

0

1

0

0

1

0

1

0

1

1

0

1

1

1

1

0

0

1

0

0

1

0

1

1

1

0

1

1

0

1

1

1

1

0

1

0

1

1

1

1

1

1

1

0

0

2)

Monte a tabela verdade da seguinte expressão:

f =

_ a b c + a b c + a b c + a b c

 

Auxiliares

1º termo

2º termo

3º termo

4º termo

Resultado

A

B

C

 

_

_

_

_

_ _

_ _

_

A

B

C

A B C

A B C

A B C

A B C

s

0

0

0

1

1

1

0

0

0

1

1

0

0

1

1

1

0

0

0

1

0

1

0

1

0

1

0

1

0

0

0

0

0

0

1

1

1

0

0

0

0

0

0

0

1

0

0

0

1

1

0

0

0

0

0

1

0

1

0

1

0

0

1

0

0

1

1

1

0

0

0

1

0

0

0

0

0

1

1

1

0

0

0

1

0

0

0

1

Eletrônica Digital 1

20

3) Mostre que a+b é igual a a.b:

A

B

A + B

_ A . B

_

0

0

1

1

0

1

0

0

1

0

0

0

1

1

0

0

Exercícios propostos:

1)

Monte a tabela verdade do circuito abaixo:

 
 
a b c
a b c

2)

A partir da expressão dada levante a tabela verdade:

 
 

_ f = [( ac + d + b ) + c]

( acd )

3)

Mostre que:

_

_

a)

(a .b) = (a + b) _

_

b)

(a + b) = (a .b) _

_

c)

(a + b) (a + b) _

_

d)

(a .b) (a .b)

Eletrônica Digital 1

21

SIMPLIFICAÇÃO

Postulados, regras e teoremas para a simplificação de Expressões Booleanas:

Postulado da Adição:

A

A

A

A+ A +

A

(A+B) +C = A + B + C = A+ (B+C)

+ 0 = A + 1 = 1 + Ā = 1

+ A = A

+ B = B + A

Propriedade Comutativa:

Postulado a Multiplicação:

A

A

A

A

A

(A · B) ·C = A · B · C = A· (B · C)

· 0 = 0 · 1 = A · Ā = 0 · A ·

· B= B · A

· A = A

Adição A + B = B + A

Multiplicação A · B = B · A

A

B

A + B

B

+ A

0

0

0

 

0

0

1

1

1

1

0

1

1

1

1

1

1

 

= =

 

A

B

A · B

B

· A

0

0

0

 

0

0

1

1

1

1

0

1

1

1

1

1

1

= =

Propriedade Distributiva:

A +(B + C) = A·B + A·C

A

B

C

A +(B + C)

A·B + A·C

0

0

0

0

0

0

0

1

0

0

0

1

0

0

0

0

1

1

0

0

1

0

0

0

0

1

0

1

1

1

1

1

0

1

1

1

1

1

1

1

= =

Teorema de De Morgan

O complemento do produto é igual a soma dos complementos:

A⋅ B = A + B
A⋅ B = A + B
A + B = A⋅ B
A + B = A⋅ B

Eletrônica Digital 1

22

A

B

AB

A + B

0

0

1

1

0

1

1

1

1

0

1

1

1

1

0

0

Quadro de Resumo

1

= =

POSTULADOS e IDENTIDADES

 

Complementação

Adição

Multiplicação

A=1

 

Ā = 0 Ā = 1

 

A + 0 = A

A · 0 = 0

A=0

A + 1 = 1

A · 1 = A

 

AB = AB + AB

A + Ā = 1

A · Ā = 0

 

A+ A +

+ A = A

A · A ·

·

A = A

 

A B = AB + AB

 

A + B = B + A

A · B= B · A

 

A = A

(A+B) +C = A + B + C = A+ (B+C)

(A · B) ·C = A · B · C = A· (B · C)

 

OUTRAS IDENTIDADES:

 
 

A + A·B = A A + Ā ·B= A + B (A + B) . (A + C) = A + B.C

 

Utilizando os conceitos da Álgebra de Boole podemos simplificar expressões. Lembrando que a cada circuito corresponde uma expressão, veremos que simplificação de expressões implicam simplificações de circuitos. Para efetuarmos essas simplificações basta colocarmos em prática os postulados, identidades, teoremas e propriedades até aqui estudados. Exemplo:

S = A.B.C + A.C + AB

1 - evidenciamos o termo A:

S

= A.(B.C + C + B)

 

X = X

 

2

- identidade

 
 

S

= A.(B.C + C + B)

3

- teorema de De Morgan

S

= A.(B.C + B.C)

4 - Chamemos B.C de Y, logo

B.C = Y

tereremos então:

como

S

S = A.B.C + A.C + AB

= A.(Y + Y )

; logo: S = A . 1

= A

portanto:

Eletrônica Digital 1

23

Circuito Antes da Simplificação:

Eletrônica Digital 1 23 Circuito Antes da Simplificação: Circuito Depois da Simplificação: Notamos que o circuito

Circuito Depois da Simplificação:

da Simplificação: Circuito Depois da Simplificação: Notamos que o circuito pode ser substituído por um fio.

Notamos que o circuito pode ser substituído por um fio.

Exercícios Resolvidos de Simplificação:

1)

S = ABC + AC + AB S = A ( BC + C +
S
=
ABC
+
AC
+
AB
S
=
A ( BC
+
C
+
B
)
S
=
A .( BC
+
BC
)
S
=
A .1
S
=
A
2)
S
=
ABC
+
ABC
+
ABC
+
ABC
+
ABC
S
=
A BC
(
+
BC
+
BC
)
+
AC
.(
B
+
B
)
S
=
A .[ BC
+
B ( C
+
C
)]
+
AC
S
=
A .( BC
+
B
)
+
AC
S
=
A
.[(
B
+
B
).(
B
+
C
)]
+
AC
S
= B
A
.(
+
C
)
+
AC
S
= AB
+
AC
+
AC
S
= AB
+
C
(
A
+
A
)
S
= AB
+
C
3)
S
= (
ABC
)(
A
+
B
+
C
)
S
= (
ABC . A
).(
ABC . B
)(
ABC . C
)
S
=
ABC

Eletrônica Digital 1

24

S = ( A + B + C )( A + B + C )
S
= (
A
+
B
+
C
)(
A
+
B
+
C
)
S
=
AA
+
AB
+
AC
+
AB
+
BB
+
CC
+
AC
+
BC
+
BC
S
=
AB
+
AC
+
AB
+
BB
+
C
+
AC
+
BC
+
BC
S
=
AB
+
AB
+
C
(
A
+
1
+
A
+
B
+
B
)
S
= AB
+
AB
+
C
S
=
A
B
+
C
5) S = ( AC + B + D ) + C ( ACD )
5)
S
=
(
AC
+
B
+
D
)
+
C ( ACD
)
S
=
(
A
+
C
+
B
+
D
)
+
C
(
A
+
C
+
D
)
S
=
ABCD
+
AC
+
CC
+
CD
S
=
AC
+
CD ( AB
+
1)
S
=
AC
+
CD
S
= C
(
A
+
D
)
6) S = [( A + B ). C ] + [ D .( C
6)
S
=
[( A
+
B
).
C ]
+
[
D
.(
C
+
B
)]
S
=
(
A
+
B
)
+
C
+
D
+
(
C
+
B
)
S
=
A . B
+
C
+
D
+
C . B
S
=
A B
.
+
D
+
C
.(
B
+
1)
S
= A B
.
+
C
+
D
7)
S
=
(
A
+
B
+
C
).(
A
+
B
+
C
)
S =
AA
+
AB
+
AC
+
BA
+
BB
+
BC
+
CA
+
CB
+
CC
S =
AB
+
AB
+
AC
+
BC
+
CA
+
CB
+
C
S =
AB
+
AB
+
C
.(
A
+
B
+
A
+
B
+
1)
S =
A
B
+
C

8)

S = ABC + ABC + ABC + ABC + ABC S = A BC
S =
ABC
+
ABC
+
ABC
+
ABC
+
ABC
S =
A BC
(
+
BC
+
BC
)
+
AB ( C
+
C
)
S =
A [ C
(
B
+
B
)
+
BC
]
+
AB
S =
A
[(
C
+
BC
)
+
AB
S =
A
[(
C
+
B
).(
C
+
C
)]
+
AB
S =
A ( C
+
B
)
+
AB
S =
AC
+
AB
+
AB
S =
AC
+
B
(
A
+
A
)
S
= AC
+
B

Eletrônica Digital 1

25

9) S = [ A .( B + C ). D ].( A + B
9)
S
=
[
A
.(
B
+
C
).
D
].(
A
+
B
)
S
=
[
A ( B
+
C
)
+
D
].(
A . B
)
S
=
(
AB
+
AC
+
D
).(
A . B
)
S
=
AB A . B
+
AC A . B
+
ABD
S
=
A B . D
.
S
= A
+
B
+
D
10)
S
=
A B . CD
.
+
A . B . CD
+
ABCD
+
ABCD
S
=
A . B . C
(
D
+
D
)
+
ABCD
S
=
ACB
+
ABCD
S
=
AC ( B
+
BD
)
S
=
AC ( B
+
B
).(
B
+
D
)
S
= AC
.(
B
+
D
)
11)
S = AB + A B . + AB S = AB + A (.
S
=
AB
+
A B
.
+
AB
S
=
AB
+
A
(.
B
+
B
)
S
=
AB
+
A
S
=
(
A
+
A
).(
A
+
B
)
S
= A
+
B
12)
S
=
A B
.
+
AB
+
AB
S
=
AB
+
B
(
A
+
A
)
S
=
B
+
BA
S
=
( A
+
B
).(
B
+
B
)
S
=
A
+
B
S
= AB

S

S

S

S

S

S

S

S

S

13) = ABC + ABC + ABC + ABC = A .( BC + BC
13)
=
ABC
+
ABC
+
ABC
+
ABC
=
A .( BC
+
BC
+
BC
)
+
AC ( B
=
A .[ BC
+
C ( B
+
B
)]
+
AC
=
A
.(
C
+
BC
)
+
AC
=
A
[(
C
+
B
).(
C
+
C
)]
+
AC
=
A ( C
+
B
)
+
AC
=
AC
+
AB
+
AC
=
AB
+
C
(
A
+
A
)
= AB
+
C

+

+

ABC

B

)

Eletrônica Digital 1

26

14)

 

S

=

=

=

=

=

=

=

=

=

( X + XY Z ) + ( X + XY Z ).( X +
(
X
+
XY Z
)
+
(
X
+
XY Z
).(
X
+
X YZ
)
X
+
XY Z
+
X . X
+
X . X YZ
+
X . XY Z
+
(
XY Z
).(
X
+
XY Z
+
X YZ
+
XY Z
X
.(1
+
X YZ
)
+
XY Z
X
+
XY Z
(
X
+
X
).(
X
+
Y
).(
X
+
Z
)
(
X
+
Y
).(
X
+
Z
)
X X
+
XY
+
X Z
+
Y Z
X
(1
+
Z
+
Y
)
+
Y Z

X YZ

 

S

)

S

S

S

S

S

S

S

S

=

X

+

Y Z

 

15)

 

S

=

=

ABC + BC + AC C ( AB + B + A )
ABC
+
BC
+
AC
C ( AB
+
B
+
A
)
 

S

S

= [(

C

A

+

B

+

A

).(

A

+

B

+

B

)]

S

C

= .1.1

S

= C

 

16)

 

S

= Z

+

[

X ( Y

).(

X

+

Y

+

Z

)]

 

S

= X

+

(

Y

+

Z

)

+

(

X

+

Y

+

Z

)

 

S

= YZ

X

+

+

X YZ

 

S

=

X

+

Z

.(

Y

+

XY

)

S

=

X

+

Z

[(

Y

+

X

).(

Y

+

Y

)]

 

S

=

X

+

Z ( Y

+

X

)

S

=

(

X

+

Z

).(

X

+

Y

+

X

)

 

S

=

X

+

Z

 
 

17)

 

S

=

[

X . Y . Z

.(

X

+

Y

+

Z

)]

 

S

=

(

X . Y . ZX

+

X . Y . ZY

+

X . Y . Z X . Y . Z

)

S

= (

X . Y . Z

)

S

=

X

+

Y

+

Z

 
 

18)

S

=

X .( X + Y ) + Z + ZY X X + XY +
X
.(
X
+
Y
)
+
Z
+
ZY
X X
+
XY
+
(
Z
+
Y
).(
Z
XY
+
Z
+
Y
Z
+
Y ( X
+
1)
 

S

=

+

Z

)

S

=

 

S

=

S

=

Z

+

Y

Eletrônica Digital 1

27

S

S

S

S

S

S

S

S

S

S

S

S

S

S

S

S

19)

=

( W + W X + YZ ) [ W (1 + X ) +
(
W
+
W X
+
YZ
)
[
W
(1
+
X
)
+
YZ
]
(
W
+
YZ
)
W ( Y . Z
)
 

=

=

=

=

W ( Y

+

Y

)

 

20)

=

(

A

+

+

+

+

B + AB ).( AB + AC + BC ) ( A + B ).(
B
+
AB
).(
AB
+
AC
+
BC
)
(
A
+
B
).(
B
+
B
)].(
AB
+
AC
A
+
B
).(
AB
+
AC
+
BC
)
B
).(
AB
+
AC
+
BC
)
AC
+
ABC
+
AB C
.