Você está na página 1de 21
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA ÚNICA DA COMARCA DE ARENÁPOLIS-MT

FABIANA APARECIDA PAPA DE OLIVEIRA LIMA, brasileira, casada, auxiliar de inspeção, portadora do RG 1912568 SSP/MT e CPF nº 019.316.611-97, residente e domiciliada na Rua Augusto Moraes Cajango, nº 238, Bairro Bela Vista, em Arenápolis - MT, por esta Defensora Pública que a esta subscreve, vem, à presença de Vossa Excelência, com fundamento nos artigos1º, inciso III, 175, IVda CF/88 e demais normas aplicáveis propor:

AÇÃO COMINATÓRIA DE OBRIGAÇÃO DE NÃO FAZER C/C PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA INIBITÓRIA

em face de CENTRAIS ELÉTRICAS MATOGROSSENSES S.A., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 03.467.321/0001-99, situada na Rua Manoel dos Santos Coimbra, nº 184, Cuiabá - MT, pelos fatos e motivos a seguir expostos:

1 - DOS FATOS

1

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

A requerente é casada com o Sr. Edson Lima e Silva desde agosto de 2007, conforme certidão de casamento em anexo. Ocorre que o Sr. Edson foi vítima de acidente automobilístico no dia 20 de novembro de 2012 (Boletim de Ocorrência em anexo), vindo a sofrer graves seqüelas.

Em

razão do

evento, o

Sr. Edson apresentou contusão

pulmonar bilateral e hemotórax direito, necessitando ser intubado e colocado sob ventilação mecânica. Atualmente não está internado e apresenta-se estável clinicamente, mas depende de uso de aparelho ventilação mecânica, monitoração Spo2, pulso e EGC constantemente, e de condicionador de ar por vinte e quatro horas por dia (cf. declaração médica em anexo).

A verossimilhança da situação acima foi comprovada judicialmente para fins de obtenção de tutela antecipada em ação de curatela (código 46778), que tramita na Vara Única desta Comarca, conforme decisão liminar em anexo.

Pois

bem,

em

decorrência

do

uso dos mencionados

aparelhos, o consumo de energia de sua unidade consumidora aumentou drasticamente. Frise-se, outrossim, que inobstante tenha se cadastrando como usuária de baixa renda, a requerente não está

conseguindo arcar com as despesas de energia elétrica.

De acordo com as faturas anexadas, percebe-se que antes

do

mês

de

maio,

o

consumo

de

energia

da

requerente

era

2

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

aproximadamente de R$ 20,00 (vinte reais). Entretanto, a partir do mês de maio de 2014, quando o Sr. Edson retornou do hospital, o consumo de energia da unidade da requerente ultrapassou o montante de R$ 200,00 (duzentos reais).

Ademais, antes de residir nesse local, a requerente morava de aluguel na residência de propriedade da Sra. Joana Darque, (contrato de locação em anexo), e no período em que lá residiu sua conta de energia não ultrapassava R$ 56,00 (cinqüenta e seis reais).

Anexa-se aos autos o extrato de pagamento das faturas de energia do ano de 2012, com a ressalva de que estão em nome da Sra. Joana Darque, eis que era proprietária do imóvel em questão. No entanto, conforme informado, referido imóvel encontrava-se locado à requerente. Portanto, as contas de energia elétrica descritas nos extratos são relativas ao consumo da requerente e de seu esposo.

Cumpre ressaltar que a requerente não está trabalhando em virtude da necessidade de ficar cuidando de seu marido, e o único rendimento do casal provém de benefício previdenciário percebido por seu consorte.

Por fim, em virtude do atraso da última conta, a requerente foi informada pela requerida, via mensagem SMS, que será procedida a interrupção do fornecimento de energia (mensagem em anexo).

Ante a possibilidade de suspensão do fornecimento de energia decorrente do mencionado atraso no pagamento da última fatura, a requerente vem ingressar com o presente pleito ordinário.

3

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

É a suma do essencial.

2 - DO DIREITO

2.1

Da

Impossibilidade

de

Suspensão

de

Energia

Elétrica de Consumidor Acamado.

A rede Cemat, ora requerida, consiste em pessoa jurídica de direito privado prestadora de serviço público essencial e, ante a peculiaridade do serviço que presta, impõe o CDC que o mesmo deva ser fornecido de forma contínua.

O art. 22, do Código de Proteção e Defesa do Consumidor, assevera que " os órgãos públicos, por si ou suas empresas, concessionárias, permissionárias ou sob qualquer outra forma de empreendimento, são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuos "

Apesar da peremptoriedade do artigo acima mencionado, a Lei 8.987/95, ao dispor sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos previsto no art. 175 da Constituição Federal, em seu Capítulo II (“Do Serviço Adequado”), prevê nos incisos I e II do § 3º do art. 6º, duas hipóteses em que é legítima sua interrupção, em situação de emergência ou após prévio aviso: (a) por razões de ordem técnica ou de segurança das instalações; (b) por inadimplemento do usuário, considerado o interesse da coletividade.

4

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

No caso de inadimplemento, a jurisprudência do STJ fixou o entendimento de que somente em razão de parcela atual pode a concessionária interromper o fornecimento do serviço (nesse sentido: STJ – REsp 898769 / RS).

Não obstante o entendimento retro, também é cediço que houve evolução jurisprudencial, a ponto de agora não se admitir a

interrupção de energia nas “unidades públicas essenciais”, como hospitais, pronto-socorros, escolas e

creches, in verbis:

“1. A suspensão do serviço de energia elétrica,

por

empresa

concessionária,

em

razão

de

inadimplemento de unidades públicas essenciais - hospitais; pronto-socorros; escolas; creches; fontes de abastecimento d'água e iluminação pública; e serviços de segurança pública -, como forma de compelir o usuário ao pagamento de tarifa ou multa, despreza o interesse da coletividade. (EREsp 845.982/RJ, Rel.

Ministro LUIZ FUX, PRIMEIRA SEÇÃO, julgado em 24/06/2009, DJe 03/08/2009.)”

“PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. ALEGAÇÃO DE VIOLAÇÃO DO ART. 4o., § 2o., V DA LC 101/2000. AUSÊNCIA DE

5

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

PREQUESTIONAMENTO. SÚMULA 211/STJ.

TELEFONIA FIXA. INADIMPLÊNCIA DE UNIDADES PÚBLICAS ESSENCIAIS (DELEGACIA DE POLÍCIA E UNIDADES DA POLÍCIA MILITAR). SUSPENSÃO

DO FORNECIMENTO. IMPOSSIBILIDADE. AGRAVO REGIMENTAL DESPROVIDO. 1. A matéria inserta no dispositivo de lei tido por violado, qual seja, art. 4o., § 2o., V DA LC 101/2000, efetivamente não foi debatida pela Corte local e, nas razões do Recurso Especial, não houve indicação de ofensa ao art. 535 do CPC, o que levaria ao exame de possível omissão. Carece, portanto, de prequestionamento, requisito indispensável ao acesso às instâncias excepcionais. Aplicável a Súmula 211 do STJ. 2. É incabível a

suspensão de

serviços

públicos

em

caso

de

inadimplência de Pessoa Jurídica de Direito Público, em virtude da essencialidade de tais

serviços e do risco de ocorrência de prejuízos à coletividade. 3. Agravo Regimental da TELEMAR NORTE LESTE S/A desprovido.(STJ - AgRg no AREsp: 281559 AP 2013/0005104-8, Relator:

Ministro NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO, Data de Julgamento: 11/06/2013, T1 - PRIMEIRA TURMA, Data de Publicação: DJe 20/06/2013)”

Referido posicionamento baseia-se no princípio da continuidade do serviço público essencial e no interesse coletivo em sua manutenção, na medida em que o interesse da concessionária em coagir

6

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

o devedor a pagar o débito em atraso deve ceder diante da necessidade de continuidade da prestação dos serviços relacionados às áreas da saúde, educação, assistência, etc.

No caso dos autos, a manutenção da energia da unidade consumidora da requerente é medida que se impõe, pois funda-se nas mesmas razões dos julgados

acima,

bem

como

encontra

respaldo

em

diversos

princípios

e

postulados constitucionais.

Senão vejamos:

Inicialmente, cumpre destacar que o princípio da dignidade humana, alçado a nível de fundamento da República (art. 1º, III, CF/88), assegura a todos os que se encontrem em território nacional os direito mínimos para uma existência digna, sendo a vida o direito fundamental básico, do qual todos os outros decorrem.

Violar o direito a vida e seus consectários lógicos, como a liberdade, dignidade, saúde, etc, consiste em ataque direto ao fundamento constitucional retro.

Portanto, a título de ponderação, já se pode afirmar, sem hesitação, que o princípio da dignidade humana, no caso vertente, assegura à requerente o fornecimento de energia sem ameaças de

suspensão, uma vez que sobreleva o direito à vida de seu

7

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

cônjuge sobre o interesse da concessionária de obter o pagamento de parcelas em atraso mediante coerção.

Ora, permitir a interrupção do fornecimento de energia seria, na situação em exame, aplicar a legislação infraconstitucional em detrimento do direito constitucional à vida, o que seria um contrassenso.

Ademais, o artigo 196 da Constituição Federal impõe que a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.

Apesar da existência de entendimentos de que a norma supracitada consiste em norma de conteúdo programático, felizmente cuida-se de posição minoritária, sendo predominante o entendimento contrário, ou seja, no sentido que se trata de norma plenamente eficaz, de aplicação imediata e direta, pois o que se tem em questão é o direito à vida, certamente superior a todos. Interessante, nesse sentido, o ensinamento do Ilustre Promotor de Justiça do Rio de Janeiro, estudioso do tema, que assim afirma:

mesmo normas prima facie programáticas podem ter um núcleo jurídico-positivo: embora não se possa obter do Estado uma prestação determinada, pode-se exigir que ao menos alguma atitude, dentre as eficazes, seja tomada diante de

8

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

um certo problema de saúde. Existindo apenas

uma opção de atuação eficaz, que permita a

melhoria das condições de saúde

ou

a

manutenção da vida da pessoa interessada, é esta mesma a conduta que deve ser adotada pelo poder público.” Gouvêia (GOUVÊA, Marcos

Masseli. O Direito ao Fornecimento Estatal de

Medicamentos. Rio de Janeiro: Slaib Filho. [on-line]

Disponível

na

Internet

via

WWW.

URL:

(Consultado em 16.6.2004) (grifamos)

Frise-se que a jurisprudência pátria impediu o corte de energia da residência de consumidor brasiliense - inadimplente – que logrou êxito em comprovar que sua mulher - devido à enfermidade respiratória - precisava de equipamento ligado à rede elétrica, de forma ininterrupta, e, caso o aparelho fosse desligado, poderia lhe ocasionar a morte.

O Tribunal do Distrito Federal asseverou:

“[

...

]

é impossível fechar os olhos para a situação [

...

]

quando

está

em

jogo

uma

vida

humana”.

Lembrando

ainda

o

Tribunal

que

“[

]

cabe

à

empresa de luz cobrar o débito na Justiça, em lugar

de pôr uma vida em risco [

]”

( TJDF -2ª TURMA

9

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

Outrossim, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, em recente decisão, determinou à concessionária de energia a abstenção da interrupção do fornecimento de energia de uma unidade consumidora na qual residia pessoa portadora de doença pulmonar,

que necessitava de aparelho concentrador de oxigênio. Baseou a decisão na aplicação do princípio da dignidade humana e no direito social à saúde. Vejamos:

DIREITO À SAÚDE. PESSOA PORTADORA DE DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA - DPOC. NECESSIDADE DA UTILIZAÇÃO DE APARELHO CONCENTRADOR DE OXIGÊNIO. VEDAÇÃO À INTERRUPÇÃO DO SERVIÇO

DE ENERGIA ELÉTRICA E

INSTALAÇÃO DE

MEDIDOR DESTINADO AO APARELHO. PONDERAÇÃO DE PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS. PRESERVAÇÃO DE SITUAÇÃO DE RISCO.

Ponderados

os

princípios

que

asseguram

a

proteção ao direito à saúde (artigos 6º, 23, II e 196, CF) e o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos (artigo 37, XXI, CF), deve preponderar, no caso concreto, o primeiro em detrimento do segundo, por se tratar de direito social fundamental que confere efetividade ao valor da dignidade da pessoa humana, afigurando-se acertada decisão que determina à concessionária que se abstenha de suspender o fornecimento

10

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

de energia elétrica no

imóvel

em

que

reside

idosa,

impondo, no

entanto, a

instalação de

medidor

para

apurar

o

consumo

real

do aparelho de oxigênio, à custa da prestadora

do serviço, hipótese em que, individualizada a medição, a proibição de corte limitar-se-á ao

medidor do concentrador de oxigênio. (Apelação Cível Nº 70056773690, Vigésima Primeira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Armínio José Abreu Lima da Rosa, Julgado em 16/10/2013)

No mesmo sentido se encontra pacificada a jurisprudência mineira, conforme esclarecedor julgado abaixo:

“(

...

)

REMESSA OFICIAL CONHECIDA DE OFÍCIO.

AÇÃO DE OBRIGAÇÃO FAZER. DIREITO À SAÚDE. DETERMINAÇÃO AO ESTADO DE MINAS GERAIS QUE AUXILIE A PARTE AUTORA NO CUSTEIO DA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA, COM RELAÇÃO AO CONSUMO DE APARELHO CONCENTRADOR DE OXIGÊNIO. PROIBIÇÃO DE CORTE DO SERVIÇO ENQUANTO NECESSÁRIO AO TRATAMENTO MÉDICO. OBRIGAÇÕES RECONHECIDAS. ART. 196 DA CRFB/88. ( ) ...

Embora a CEMIG não tenha obrigação de fornecer energia elétrica gratuitamente, correta a sentença que, confirmando a medida antecipatória dos efeitos da tutela, impôs-lhe

11

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

obrigação de não suspender o fornecimento de energia elétrica indispensável à utilização do concentrador de oxigênio pelo autor enfermo,

enquanto

necessário ao seu tratamento de

saúde,

incumbindo

ao

ESTADO

DE

MINAS

GERAIS custear o respectivo consumo mensal de energia elétrica, tal como apurado no processo,

bem como pagar os valores já decotados das contas mensais de energia elétrica dos autores.

(

)

(TJMG - Apelação Cível 1.0024.07.431741-

... 3/002, Relator(a): Des.(a) Armando Freire , 1ª CÂMARA CÍVEL, julgamento em 02/04/2013, publicação da súmula em 11/04/2013)

Através do histórico jurisprudencial acima, vislumbra-se nitidamente que restou pacificado o entendimento de que é vedado à concessionárias de serviço público utilizar-se de meio coercitivo e próprio para cobrar débitos de pessoas debilitadas que necessitam do uso do serviço.

Ainda, como inibidor do direito de interrupção do serviço de fornecimento de energia elétrica, o artigo 42 do CDC expressamente dispõe que, quando da cobrança de dívidas, o consumidor não poderá ser coagido ou exposto ao ridículo. Eis a redação legal:

“Art. 42. Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será

12

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.”

Portanto, a possível interrupção, dada as peculiaridade do caso narrado representa grave ameaça à requerente, haja vista que poderá presenciar a morte do seu esposo, que atualmente encontra-se acamado e sem consciência, conforme provas juntadas

Em suma, os fundamentos utilizados traduzem-se no princípio da dignidade humana (art. 1º, III, CR); no art. 196 da CF/88, no art. 42 do CDC, que prevê que, no caso de cobrança de dívidas, o consumidor não pode sofrer coação ou ser exposto ao ridículo; no artigo 5º, XXXII da CF/88, que determina o dever de proteção do consumidor pelo estado; bem como no princípio da continuidade do serviço público essencial.

Finalmente, insta ressaltar que os tribunais consideram ilegal o corte no fornecimento até mesmo quando, embora não se trate de pessoa que necessite da energia para sobreviver, encontre o mesmo em precária situação financeira.

A título de exemplo, colaciona-se o julgado abaixo:

“PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO. CORTE DO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA. INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDOR. LEGALIDADE.1. A 1ª Seção, no julgamento do RESP nº 363.943⁄MG, assentou o entendimento de que é lícito à concessionária interromper o fornecimento

13

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

de energia elétrica, se, após aviso prévio, o consumidor de energia elétrica permanecer inadimplente no pagamento da respectiva conta (Lei 8.987⁄95, art. 6º, § 3º, II).2. Ademais, a 2ª Turma desta Corte, no julgamento do RESP nº 337.965⁄MG conclui que o corte no fornecimento de água, em decorrência de mora, além de não malferir o Código do Consumidor, é permitido pela Lei nº 8.987⁄95.( ) ... 4. Hodiernamente, inviabiliza-se a aplicação da legislação infraconstitucional impermeável aos princípios constitucionais, dentre os quais sobressai o da dignidade da pessoa humana, que é um dos fundamentos da República, por isso que inaugura o texto constitucional, que revela o nosso ideário como nação.5. In casu, o litígio não gravita em torno de uma empresa que necessita da energia para insumo, tampouco de pessoas jurídicas portentosas, mas de uma pessoa física miserável e desempregada, de sorte que a ótica tem que ser outra. Como afirmou o Ministro Francisco Peçanha Martins noutra ocasião, temos que enunciar o direito aplicável ao caso concreto, não o direito em tese. Forçoso, distinguir, em primeiro lugar, o inadimplemento perpetrado por uma pessoa jurídica portentosa e aquele inerente a uma pessoa física que está vivendo no limite da sobrevivência biológica.6. Em segundo lugar, a Lei de Concessões estabelece que é possível o corte considerado o

14

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

interesse da coletividade, que significa interditar o corte de energia de um hospital ou de uma universidade, bem como o de uma pessoa que não possui condições financeiras para pagar conta de luz de valor módico, máxime quando a concessionária tem os meios jurídicos legais da ação de cobrança. A responsabilidade patrimonial no direito brasileiro incide sobre o patrimônio do devedor e, neste caso, está incidindo sobre a própria pessoa.7. Outrossim, é voz corrente que o

'interesse

da

coletividade'

refere-se

aos

municípios, às universidades, hospitais, onde se atingem interesses plurissubjetivos. 8. Destarte, mister analisar que as empresas concessionárias ressalvam evidentemente um percentual de inadimplemento na sua avaliação de perdas, e os fatos notórios não dependem de prova (notorianomegentprobationem), por isso que a empresa recebe mais do que experimenta inadimplementos. 9. Esses fatos conduzem a conclusão contrária à possibilidade de corte do fornecimento de serviços essenciais de pessoa física em situação de miserabilidade, em contra- partida ao corte de pessoa jurídica portentosa, que pode pagar e protela a prestação da sua obrigação, aproveitando-se dos meios judiciais cabíveis. 10. Recurso especial provido, ante a

15

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

função uniformizadora desta Corte. (Resp nº 647853 – STJ – 2005).”

Constata-se, então, que, mesmo em situação em que se discute situação eminentemente financeira, como a miserabilidade do consumidor, o STJ tem afirmado a impossibilidade de suspensão do fornecimento de energia elétrica.

Como no caso em voga a consumidora requerente necessita do fornecimento contínuo de energia, tanto em razão da saúde de seu esposo, que necessita de respirador artificial (energia elétrica) para viver, quanto em virtude de seu estado financeiro precário, a obrigação de não suspender o fornecimento se mostra ainda mais enfática.

2.2 – Da Tutela Inibitória.

Como o próprio nome deixa indicado, a referida tutela visa impedir a concretização de um ilícito provável, desde que demonstrados concretamente os requisitos da tutela antecipada.

Conforme leciona Didier Jr., “A tutela inibitória é uma tutela dirigida contra o ilícito. Ela visa impedir que o ilícito

ocorra. Atua no intuito de obstar, evitar, prevenir a prática do ato contrário ao direito ou, quando antes já praticado, impedir sua reiteração ou continuação.” (DIDIER JR, Fredie. Curso de Processo Civil, v.5, 2ªed. Editora Podivm, p. 412-413).

16

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

Conforme dito acima, o deferimento liminar da tutela inibitória exige a satisfação dos pressupostos da antecipação dos efeitos da tutela, exarados no art. 273, do Código de Processo Civil, a saber:

prova inequívoca apta a demonstrar a verossimilhança das alegações do autor e fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação (art. 273, I, do CPC).

A prova inequívoca, nas palavras do ilustre Elpídio Donizete:

“entende-se por prova suficiente para levar o juiz a

acreditar que a parte é titular do direito material disputado. Trata-se de um juízo provisório. Basta que no momento da análise do pedido de antecipação, todos os elementos convirjam no sentido de aparentar a probabilidade das alegações”. (Curso Didático de Direito Processual Civil. Belo Horizonte: Del Rey,

2004).

Verossimilhança, por sua vez, é a aparência de realidade, é a constatação dos reais acontecimentos pelos sentidos do magistrado, o que resulta no seu convencimento. No processo judiciário não se busca uma verdade absoluta, o que nem mesmo filosoficamente se pode conceber, mas apenas uma similitude de realidade.

No caso em exame encontram positivados referidos requisitos, posto que a autora juntou os documentos comprobatórios da

atual situação de saúde de seu marido e da necessidade do uso contínuo dos aparelhos de condicionador de ar, ventilação

17

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

mecânica, monitoração Spo2, pulso e ECG (cf. declaração médica)

Outrossim, juntou cópia de faturas de energia que demonstram quanto pagava antes e depois do uso dos aparelhos. Ressalta aqui que o esposo da requerente passou a ser tratado em regime de internação domiciliar a partir de maio de 2014. A partir daí a fatura do consumo de energia ultrapassou o montante de R$ 200,00 (duzentos reais).

Além dos requisitos mencionados, para a obtenção

da

medida, ainda

se torna

cogente a presença

de

um dos requisitos

alternativos, que no caso em voga diz respeito ao fundado receio de

dano irreparável ou de difícil reparação.

Sobre o assunto, preleciona Teori Albino Zavascki:

“O risco de dano irreparável ou de difícil reparação e que enseja antecipação assecuratória é o risco concreto (e não o hipotético ou eventual), atual (ou seja, o que se apresenta iminente no curso do processo) e grave (vale dizer,o potencialmente apto a fazer perecer ou a prejudicar o direito afirmado pela parte). Se o risco, mesmo grave, não é iminente, não se justifica a antecipação da tutela” (Antecipação da tutela – São Paulo: Saraiva, 1997).

O risco de dano é inerente ao próprio fato narrado, eis que a interrupção do serviço de energia elétrica ensejará ó risco de vida ao

18

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

cônjuge da requerente. Referido risco é iminente, haja vista que a requerente encontra-se desempregada, e o único rendimento do casal é o benefício previdenciário percebido pelo acidentado.

Desta forma, justificado está o receio de ineficácia do provimento final(“periculum in mora”), para fins do art. 461, § 3º, do Código de ProcessoCivil, eis que decorre da gravidade da enfermidade do cônjuge da autora e da necessidade de suporte de manutenção dos aparelhos. Ainda, a situação de urgência se mostra patente diante do fato da autora comprovar ser desprovida de condição financeira para arcar com os custos do equipamento e da energia elétrica para funcionamento dos aparelhos (declaração de hipossuficiência em anexo).

Destarte, diante do comprometimento da saúde de seu cônjuge, a medida inibitória se mostra imperiosa, a fim de que seja determinado à ré que não proceda à suspensão do serviço de energia elétrica, sob pena de multa diária no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), nos termos do art. 461, §§ 4º e 5º, do Código de Processo Civil.

Subsidiariamente, necessário se faz a concessão da tutela para que a requerida fique impedida de proceder à interrupção do fornecimento de energia em caso de atraso no pagamento dos valores que superem a média mensal que a autora pagava antes do sinistro relatado.

3. DOS PEDIDOS:

Ante o exposto, requer-se:

19

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
  • A) Seja recebida a inicial e sejam concedidos os benefícios

da justiça gratuita, por ser a autora hipossuficiente nos termos da lei e

não ter condições de arcar com as custas do processo sem comprometer seu sustento e de sua família, nos termos da declaração de hipossuficiência em anexo;

  • B) Seja concedida, inaudita altera parts, a tutela inibitória

pleiteada, a fim de que seja determinada à requerida a proibição de interrupção do fornecimento de energia elétrica da unidade consumidora da autora em caso de atraso no pagamento, sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais);

  • C) Caso assim não entenda Vossa Excelência, pugna pela

concessão da Tutela, para que a requerida não efetive a interrupção do serviço em caso de atraso no pagamento de valores que superem a média mensal relativa ao consumo de energia anterior ao sinistro;

  • D) Seja determinada a citação pessoal da requerida no

endereço constante do preâmbulo desta peça, para tomar conhecimento dos termos desta inicial, ofertando a sua defesa, sob pena de revelia;

  • E) Seja, ao final, confirmada a tutela pleiteada, tornando-a

definitiva

  • F) Requer a intimação pessoal da Defensoria Pública para

todos os atos do processo.

direito

Protesta pela produção

de

todos

os meios

de prova

em

admitidas,

notadamente

os

documentos colacionados, o

20

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO
NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS
Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos necessitados, com excelência, efetivando a inclusão social,
respaldado na ética e na moralidade.
DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO NÚCLEO DE ARENÁPÓLIS Nossa Missão: Promover assistência jurídica aos

depoimento pessoal do autor, pericial e a oitiva de testemunhas desde já arroladas.

Dá-se a causa o valor de R$ 3.240,00 (três mil duzentos e quarenta reais).

Nestes termos, pede deferimento.

Arenápolis – MT, 27 de maio de 2014.

Tânia Luzia Vizeu Fernandes Defensora Pública Substituta

21

____________________________________________________________________________________________________________

_____

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso em Arenápolis

Rua Presidente Costa e Silva, nº 410, Vila Nova, CEP 78420-000, Anexo ao Fórum, Telefone: (65) 3343 –

1375, Arenápolis/MT