Você está na página 1de 107

09/06/2015

Constituição

09/06/2015 Constituição PresidênciadaRepública CasaCivil SubchefiaparaAssuntosJurídicos

PresidênciadaRepública

CasaCivil

SubchefiaparaAssuntosJurídicos

AtodasDisposiçõesConstitucionaisTransitórias

PREÂMBULO

Nós,representantesdopovobrasileiro,reunidosemAssembléiaNacionalConstituinteparainstituirum Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança,obem­estar,odesenvolvimento,aigualdadeeajustiçacomovaloressupremosdeumasociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃODAREPÚBLICAFEDERATIVADOBRASIL.

TÍTULOI

DOSPRINCÍPIOSFUNDAMENTAIS

Art.1ºARepúblicaFederativadoBrasil,formadapelauniãoindissolúveldosEstadoseMunicípiosedoDistritoFederal,constitui­seem

EstadoDemocráticodeDireitoetemcomofundamentos:

I­asoberania;

II­acidadania;

III­adignidadedapessoahumana;

IV­osvaloressociaisdotrabalhoedalivreiniciativa;

V­opluralismopolítico.

Parágrafo único.Todo o poderemana do povo,que o exerce pormeio de representanteseleitosou diretamente,nostermosdesta Constituição.

Art.2ºSãoPoderesdaUnião,independenteseharmônicosentresi,oLegislativo,oExecutivoeoJudiciário.

Art.3ºConstituemobjetivosfundamentaisdaRepúblicaFederativadoBrasil:

I­construirumasociedadelivre,justaesolidária;

II­garantirodesenvolvimentonacional;

III­erradicarapobrezaeamarginalizaçãoereduzirasdesigualdadessociaiseregionais;

IV­promoverobemdetodos,sempreconceitosdeorigem,raça,sexo,cor,idadeequaisqueroutrasformasdediscriminação.

Art.4ºARepúblicaFederativadoBrasilrege­senassuasrelaçõesinternacionaispelosseguintesprincípios:

I­independêncianacional;

II­prevalênciadosdireitoshumanos;

III­autodeterminaçãodospovos;

IV­não­intervenção;

V­igualdadeentreosEstados;

VI­defesadapaz;

VII­soluçãopacíficadosconflitos;

VIII­repúdioaoterrorismoeaoracismo;

09/06/2015

Constituição

IX­cooperaçãoentreospovosparaoprogressodahumanidade;

X­concessãodeasilopolítico.

Parágrafo único. A República Federativa do Brasilbuscará a integração econômica, política, sociale culturaldospovosda América Latina,visandoàformaçãodeumacomunidadelatino­americanadenações.

TÍTULOII

DOSDIREITOSEGARANTIASFUNDAMENTAIS

CAPÍTULOI

DOSDIREITOSEDEVERESINDIVIDUAISECOLETIVOS

Art.5ºTodossãoiguaisperantealei,semdistinçãodequalquernatureza,garantindo­seaosbrasileiroseaosestrangeirosresidentes

noPaísainviolabilidadedodireitoàvida,àliberdade,àigualdade,àsegurançaeàpropriedade,nostermosseguintes:

I­homensemulheressãoiguaisemdireitoseobrigações,nostermosdestaConstituição;

II­ninguémseráobrigadoafazeroudeixardefazeralgumacoisasenãoemvirtudedelei;

III­ninguémserásubmetidoatorturanematratamentodesumanooudegradante;

IV­élivreamanifestaçãodopensamento,sendovedadooanonimato;

V­éasseguradoodireitoderesposta,proporcionalaoagravo,alémdaindenizaçãopordanomaterial,moralouàimagem;

VI­éinviolávelaliberdadedeconsciênciaedecrença,sendoasseguradoolivreexercíciodoscultosreligiososegarantida,naforma

dalei,aproteçãoaoslocaisdecultoeasuasliturgias;

VII­éassegurada,nostermosdalei,aprestaçãodeassistênciareligiosanasentidadescivisemilitaresdeinternaçãocoletiva;

VIII­ninguémserá privado de direitospormotivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política,salvo se asinvocarpara eximir­sedeobrigaçãolegalatodosimpostaerecusar­seacumprirprestaçãoalternativa,fixadaemlei;

IX­élivreaexpressãodaatividadeintelectual,artística,científicaedecomunicação,independentementedecensuraoulicença;

X­sãoinvioláveisaintimidade,avidaprivada,ahonraeaimagemdaspessoas,asseguradoodireitoaindenizaçãopelodanomaterial

oumoraldecorrentedesuaviolação;

XI­acasaéasiloinvioláveldoindivíduo,ninguémnelapodendopenetrarsemconsentimentodomorador,salvoemcasodeflagrante

delito ou desastre, ou para prestarsocorro, ou, durante o dia, pordeterminação judicial;

XII ­é inviolávelo sigilo da correspondência e dascomunicaçõestelegráficas, de dadose dascomunicaçõestelefônicas, salvo, no último caso,porordemjudicial,nashipótesese na forma que a leiestabelecerpara finsde investigação criminalou instrução processual penal; (VideLeinº9.296,de1996)

XIII­élivreoexercíciodequalquertrabalho,ofícioouprofissão,atendidasasqualificaçõesprofissionaisquealeiestabelecer;

XIV­éasseguradoatodosoacessoàinformaçãoeresguardadoosigilodafonte,quandonecessárioaoexercícioprofissional;

XV­élivrealocomoçãonoterritórionacionalemtempodepaz,podendoqualquerpessoa,nostermosdalei,neleentrar,permanecer

oudelesaircomseusbens;

XVI­todospodemreunir­sepacificamente,semarmas,emlocaisabertosaopúblico,independentementedeautorização,desdeque

nãofrustremoutrareuniãoanteriormenteconvocadaparaomesmolocal,sendoapenasexigidoprévioavisoàautoridadecompetente;

XVII­éplenaaliberdadedeassociaçãoparafinslícitos,vedadaadecaráterparamilitar;

XVIII­acriaçãodeassociaçõese,naformadalei,adecooperativasindependemdeautorização,sendovedadaainterferênciaestatal

emseufuncionamento;

XIX­asassociaçõessópoderãosercompulsoriamentedissolvidasoutersuasatividadessuspensaspordecisãojudicial,exigindo­se,

noprimeirocaso,otrânsitoemjulgado;

XX­ninguémpoderásercompelidoaassociar­seouapermanecerassociado;

XXI ­ as entidades associativas, quando expressamente autorizadas, têm legitimidade para representar seus filiados judicial ou extrajudicialmente;

XXII­égarantidoodireitodepropriedade;

XXIII­apropriedadeatenderáasuafunçãosocial;

XXIV­aleiestabeleceráoprocedimentoparadesapropriaçãopornecessidadeouutilidadepública,ouporinteressesocial,mediante

justaepréviaindenizaçãoemdinheiro,ressalvadososcasosprevistosnestaConstituição;

XXV­nocasodeiminenteperigopúblico,aautoridadecompetentepoderáusardepropriedadeparticular,asseguradaaoproprietário

indenizaçãoulterior,sehouverdano;

XXVI ­ a pequena propriedade rural, assim definida em lei, desde que trabalhada pela família, não será objeto de penhora para pagamentodedébitosdecorrentesdesuaatividadeprodutiva,dispondoaleisobreosmeiosdefinanciaroseudesenvolvimento;

XXVII­aosautorespertenceodireitoexclusivodeutilização,publicaçãooureproduçãodesuasobras,transmissívelaosherdeirospelo

tempoquealeifixar;

XXVIII­sãoassegurados,nostermosdalei:

a) a proteção às participações individuais em obras coletivas e à reprodução da imagem e voz humanas, inclusive nas atividades

09/06/2015

Constituição

desportivas;

b)odireitodefiscalizaçãodoaproveitamentoeconômicodasobrasquecriaremoudequeparticiparemaoscriadores,aosintérpretese

àsrespectivasrepresentaçõessindicaiseassociativas;

XXIX ­a leiassegurará aosautoresde inventosindustriaisprivilégio temporário para sua utilização,bemcomo proteção àscriações industriais, à propriedade das marcas, aos nomes de empresas e a outros signos distintivos, tendo em vista o interesse social e o desenvolvimentotecnológicoeeconômicodoPaís;

XXX­égarantidoodireitodeherança;

XXXI­asucessãodebensdeestrangeirossituadosnoPaísseráreguladapelaleibrasileiraembenefíciodocônjugeoudosfilhos

brasileiros,semprequenãolhessejamaisfavorávelaleipessoaldo"decujus";

XXXII­oEstadopromoverá,naformadalei,adefesadoconsumidor;

XXXIII­todostêmdireitoareceberdosórgãospúblicosinformaçõesdeseuinteresseparticular,oudeinteressecoletivoougeral,que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedadeedoEstado;(Regulamento) (VideLeinº12.527,de2011)

XXXIV­sãoatodosassegurados,independentementedopagamentodetaxas:

a)odireitodepetiçãoaosPoderesPúblicosemdefesadedireitosoucontrailegalidadeouabusodepoder;

b)aobtençãodecertidõesemrepartiçõespúblicas,paradefesadedireitoseesclarecimentodesituaçõesdeinteressepessoal;

XXXV­aleinãoexcluirádaapreciaçãodoPoderJudiciáriolesãoouameaçaadireito;

XXXVI­aleinãoprejudicaráodireitoadquirido,oatojurídicoperfeitoeacoisajulgada;

XXXVII­nãohaverájuízooutribunaldeexceção;

XXXVIII­éreconhecidaainstituiçãodojúri,comaorganizaçãoquelhederalei,assegurados:

a)aplenitudededefesa;

b)osigilodasvotações;

c)asoberaniadosveredictos;

d)acompetênciaparaojulgamentodoscrimesdolososcontraavida;

XXXIX­nãohácrimesemleianteriorqueodefina,nempenasempréviacominaçãolegal;

XL­aleipenalnãoretroagirá,salvoparabeneficiaroréu;

XLI­aleipuniráqualquerdiscriminaçãoatentatóriadosdireitoseliberdadesfundamentais;

XLII­apráticadoracismoconstituicrimeinafiançáveleimprescritível,sujeitoàpenadereclusão,nostermosdalei;

XLIII­aleiconsiderarácrimesinafiançáveiseinsuscetíveisdegraçaouanistiaapráticadatortura,otráficoilícitodeentorpecentese

drogasafins,oterrorismoeosdefinidoscomocrimeshediondos,porelesrespondendoosmandantes,osexecutoreseosque,podendo

evitá­los,seomitirem;

XLIV­constituicrimeinafiançáveleimprescritívelaaçãodegruposarmados,civisoumilitares,contraaordemconstitucionaleoEstado

Democrático;

XLV­nenhumapenapassarádapessoadocondenado,podendoaobrigaçãoderepararodanoeadecretaçãodoperdimentode

bensser,nostermosdalei,estendidasaossucessoresecontraelesexecutadas,atéolimitedovalordopatrimôniotransferido;

XLVI­aleiregularáaindividualizaçãodapenaeadotará,entreoutras,asseguintes:

a)privaçãoourestriçãodaliberdade;

b)perdadebens;

c)multa;

d)prestaçãosocialalternativa;

e)suspensãoouinterdiçãodedireitos;

XLVII­nãohaverápenas:

a)demorte,salvoemcasodeguerradeclarada,nostermosdoart.84,XIX;

b)decaráterperpétuo;

c)detrabalhosforçados;

d)debanimento;

e)cruéis;

XLVIII­apenaserácumpridaemestabelecimentosdistintos,deacordocomanaturezadodelito,aidadeeosexodoapenado;

XLIX­éasseguradoaospresosorespeitoàintegridadefísicaemoral;

L­àspresidiáriasserãoasseguradascondiçõesparaquepossampermanecercomseusfilhosduranteoperíododeamamentação;

LI ­ nenhum brasileiro será extraditado, salvo o naturalizado, em caso de crime comum, praticado antes da naturalização, ou de comprovadoenvolvimentoemtráficoilícitodeentorpecentesedrogasafins,naformadalei;

09/06/2015

Constituição

LII­nãoseráconcedidaextradiçãodeestrangeiroporcrimepolíticooudeopinião;

LIII­ninguémseráprocessadonemsentenciadosenãopelaautoridadecompetente;

LIV­ninguémseráprivadodaliberdadeoudeseusbenssemodevidoprocessolegal;

LV­aoslitigantes,emprocessojudicialouadministrativo,eaosacusadosemgeralsãoasseguradosocontraditórioeampladefesa,

comosmeioserecursosaelainerentes;

LVI­sãoinadmissíveis,noprocesso,asprovasobtidaspormeiosilícitos;

LVII­ninguémseráconsideradoculpadoatéotrânsitoemjulgadodesentençapenalcondenatória;

LVIII­ocivilmenteidentificadonãoserásubmetidoaidentificaçãocriminal,salvonashipótesesprevistasemlei;(Regulamento).

LIX­seráadmitidaaçãoprivadanoscrimesdeaçãopública,seestanãoforintentadanoprazolegal;

LX­aleisópoderárestringirapublicidadedosatosprocessuaisquandoadefesadaintimidadeouointeressesocialoexigirem;

LXI­ninguémserápresosenãoemflagrantedelitoouporordemescritaefundamentadadeautoridadejudiciáriacompetente,salvo

noscasosdetransgressãomilitaroucrimepropriamentemilitar,definidosemlei;

LXII­a prisão de qualquerpessoa e o localonde se encontre serão comunicadosimediatamente ao juizcompetente e à família do presoouàpessoaporeleindicada;

LXIII­opresoseráinformadodeseusdireitos,entreosquaisodepermanecercalado,sendo­lheasseguradaaassistênciadafamíliae

deadvogado;

LXIV­opresotemdireitoàidentificaçãodosresponsáveisporsuaprisãoouporseuinterrogatóriopolicial;

LXV­aprisãoilegalseráimediatamenterelaxadapelaautoridadejudiciária;

LXVI­ninguémserálevadoàprisãoounelamantido,quandoaleiadmitiraliberdadeprovisória,comousemfiança;

LXVII­nãohaveráprisãocivilpordívida,salvoadoresponsávelpeloinadimplementovoluntárioeinescusáveldeobrigaçãoalimentícia

eadodepositárioinfiel;

LXVIII­conceder­se­áhabeascorpussemprequealguémsofrerouseacharameaçadodesofrerviolênciaoucoaçãoemsualiberdade

delocomoção,porilegalidadeouabusodepoder;

LXIX­conceder­se­ámandadodesegurançaparaprotegerdireitolíquidoecerto,nãoamparadoporhabeascorpusouhabeasdata,

quandooresponsávelpelailegalidadeouabusodepoderforautoridadepúblicaouagentedepessoajurídicanoexercíciodeatribuiçõesdo

PoderPúblico;

LXX­omandadodesegurançacoletivopodeserimpetradopor:

a)partidopolíticocomrepresentaçãonoCongressoNacional;

b)organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente constituída e emfuncionamento há pelo menos umano, em defesadosinteressesdeseusmembrosouassociados;

LXXI ­conceder­se­á mandado de injunção sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviávelo exercício dos direitos e liberdadesconstitucionaisedasprerrogativasinerentesànacionalidade,àsoberaniaeàcidadania;

LXXII­conceder­se­áhabeasdata:

a)paraasseguraroconhecimentodeinformaçõesrelativasàpessoadoimpetrante,constantesderegistrosoubancosdedadosde

entidadesgovernamentaisoudecaráterpúblico;

b)paraaretificaçãodedados,quandonãoseprefirafazê­loporprocessosigiloso,judicialouadministrativo;

LXXIII­qualquercidadãoépartelegítimaparaproporaçãopopularqueviseaanularatolesivoaopatrimôniopúblicooudeentidade de que o Estado participe, à moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao patrimônio histórico e cultural, ficando o autor, salvo comprovadamá­fé,isentodecustasjudiciaisedoônusdasucumbência;

LXXIV­oEstadoprestaráassistênciajurídicaintegralegratuitaaosquecomprovareminsuficiênciaderecursos;

LXXV­oEstadoindenizaráocondenadoporerrojudiciário,assimcomooqueficarpresoalémdotempofixadonasentença;

LXXVI­sãogratuitosparaosreconhecidamentepobres,naformadalei: (VideDecretonº7.844,de1989)

a)oregistrocivildenascimento;

b)acertidãodeóbito;

LXXVII­sãogratuitasasaçõesdehabeascorpusehabeasdata,e,naformadalei,osatosnecessáriosaoexercíciodacidadania.

LXXVIII a todos, no âmbito judiciale administrativo, são assegurados a razoávelduração do processo e os meios que garantama

§1ºAsnormasdefinidorasdosdireitosegarantiasfundamentaistêmaplicaçãoimediata.

§2ºOsdireitosegarantiasexpressosnestaConstituiçãonãoexcluemoutrosdecorrentesdoregimeedosprincípiosporelaadotados,

oudostratadosinternacionaisemqueaRepúblicaFederativadoBrasilsejaparte.

§3ºOstratadoseconvençõesinternacionaissobredireitoshumanosqueforemaprovados,emcadaCasadoCongressoNacional,em

09/06/2015

Constituição

CAPÍTULOII

DOSDIREITOSSOCIAIS

Art.6ºSãodireitossociaisaeducação,asaúde,otrabalho,olazer,asegurança,aprevidênciasocial,aproteçãoàmaternidadeeà

infância,aassistênciaaosdesamparados,naformadestaConstituição.

Art.6 o São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à

Art.6ºSão direitossociaisa educação,a saúde,a alimentação,o trabalho,a moradia,o lazer,a segurança,a previdência social,a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição. (Redação dada pela Emenda

Art.7ºSãodireitosdostrabalhadoresurbanoserurais,alémdeoutrosquevisemàmelhoriadesuacondiçãosocial:

I ­ relação de emprego protegida contra despedida arbitrária ou sem justa causa, nos termos de lei complementar, que preverá indenizaçãocompensatória,dentreoutrosdireitos;

II­seguro­desemprego,emcasodedesempregoinvoluntário;

III­fundodegarantiadotempodeserviço;

IV­saláriomínimo,fixadoemlei,nacionalmenteunificado,capazdeatenderasuasnecessidadesvitaisbásicaseàsdesuafamília commoradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, comreajustes periódicos que lhe preservemopoderaquisitivo,sendovedadasuavinculaçãoparaqualquerfim;

V­pisosalarialproporcionalàextensãoeàcomplexidadedotrabalho;

VI­irredutibilidadedosalário,salvoodispostoemconvençãoouacordocoletivo;

VII­garantiadesalário,nuncainferioraomínimo,paraosquepercebemremuneraçãovariável;

VIII­décimoterceirosaláriocombasenaremuneraçãointegralounovalordaaposentadoria;

IX­remuneraçãodotrabalhonoturnosuperioràdodiurno;

X­proteçãodosalárionaformadalei,constituindocrimesuaretençãodolosa;

XI­participação noslucros,ou resultados,desvinculada da remuneração,e,excepcionalmente,participação na gestão da empresa, conformedefinidoemlei;

XII­salário­famíliaparaosseusdependentes;

XIII­duraçãodotrabalhonormalnãosuperioraoitohorasdiáriasequarentaequatrosemanais,facultadaacompensaçãodehorários

eareduçãodajornada,medianteacordoouconvençãocoletivadetrabalho;(videDecreto­Leinº5.452,de1943)

XIV­jornadadeseishorasparaotrabalhorealizadoemturnosininterruptosderevezamento,salvonegociaçãocoletiva;

XV­repousosemanalremunerado,preferencialmenteaosdomingos;

XVI­remuneraçãodoserviçoextraordináriosuperior,nomínimo,emcinqüentaporcentoàdonormal;(VideDel5.452,art.59§1º)

XVII­gozodefériasanuaisremuneradascom,pelomenos,umterçoamaisdoqueosalárionormal;

XVIII­licençaàgestante,semprejuízodoempregoedosalário,comaduraçãodecentoevintedias;

XIX­licença­paternidade,nostermosfixadosemlei;

XX­proteçãodomercadodetrabalhodamulher,medianteincentivosespecíficos,nostermosdalei;

XXI­avisoprévioproporcionalaotempodeserviço,sendonomínimodetrintadias,nostermosdalei;

XXII­reduçãodosriscosinerentesaotrabalho,pormeiodenormasdesaúde,higieneesegurança;

XXIII­adicionalderemuneraçãoparaasatividadespenosas,insalubresouperigosas,naformadalei;

XXIV­aposentadoria;

XXV­assistênciagratuitaaosfilhosedependentesdesdeonascimentoatéseisanosdeidadeemcrechesepré­escolas;

XXV­ assistência gratuita aos filhos e dependentes desde o nascimento até 5 (cinco) anos de idade em creches e pré­escolas;

XXVI­reconhecimentodasconvençõeseacordoscoletivosdetrabalho;

XXVII­proteçãoemfacedaautomação,naformadalei;

XXVIII­segurocontraacidentesdetrabalho,acargodoempregador,semexcluiraindenizaçãoaqueesteestáobrigado,quando

incorreremdoloouculpa;

XXIX­ação,quantoacréditosresultantesdasrelaçõesdetrabalho,comprazoprescricionalde:

a)cincoanosparaotrabalhadorurbano,atéolimitededoisanosapósaextinçãodocontrato;

b)atédoisanosapósaextinçãodocontrato,paraotrabalhadorrural;

XXIX­ação,quantoaoscréditosresultantesdasrelaçõesdetrabalho,comprazoprescricionaldecincoanosparaostrabalhadores

09/06/2015

Constituição

XXX­proibiçãodediferençadesalários,deexercíciodefunçõesedecritériodeadmissãopormotivodesexo,idade,corouestado

civil;

XXXI­proibiçãodequalquerdiscriminaçãonotocanteasalárioecritériosdeadmissãodotrabalhadorportadordedeficiência;

XXXII­proibiçãodedistinçãoentretrabalhomanual,técnicoeintelectualouentreosprofissionaisrespectivos;

XXXIII­proibiçãodetrabalhonoturno,perigosoouinsalubreaosmenoresdedezoitoedequalquertrabalhoamenoresdequatorze

anos,salvonacondiçãodeaprendiz;

XXXIII­proibição de trabalho noturno,perigoso ou insalubre a menoresde dezoito e de qualquertrabalho a menoresde dezesseis

anos,salvonacondiçãodeaprendiz,apartirdequatorzeanos;(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº20,de1998)

XXXIV­igualdadededireitosentreotrabalhadorcomvínculoempregatíciopermanenteeotrabalhadoravulso

Parágrafo único. São asseguradosà categoria dostrabalhadoresdomésticososdireitosprevistosnosincisosIV, VI, VIII, XV, XVII, XVIII,XIX,XXIeXXIV,bemcomoasuaintegraçãoàprevidênciasocial.

Parágrafoúnico.SãoasseguradosàcategoriadostrabalhadoresdomésticososdireitosprevistosnosincisosIV,VI,VII,VIII,X,XIII, XV, XVI, XVII, XVIII, XIX, XXI, XXII, XXIV, XXVI, XXX, XXXI e XXXIII e, atendidas as condições estabelecidas em lei e observada a simplificaçãodocumprimentodasobrigaçõestributárias,principaiseacessórias,decorrentesdarelaçãodetrabalhoesuaspeculiaridades,os previstos nos incisos I, II, III, IX, XII, XXV e XXVIII, bem como a sua integração à previdência social. (Redação dada pela Emenda

Art.8ºÉlivreaassociaçãoprofissionalousindical,observadooseguinte:

I­aleinãopoderáexigirautorizaçãodoEstadoparaafundaçãodesindicato,ressalvadooregistronoórgãocompetente,vedadasao

PoderPúblicoainterferênciaeaintervençãonaorganizaçãosindical;

II­évedadaacriaçãodemaisdeumaorganizaçãosindical,emqualquergrau,representativadecategoriaprofissionaloueconômica, na mesma base territorial, que será definida pelostrabalhadoresou empregadoresinteressados, não podendo serinferiorà área de um Município;

III ­ ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas;

IV­aassembléiageralfixaráacontribuiçãoque,emsetratandodecategoriaprofissional,serádescontadaemfolha,paracusteiodo

sistemaconfederativodarepresentaçãosindicalrespectiva,independentementedacontribuiçãoprevistaemlei;

V­ninguémseráobrigadoafiliar­seouamanter­sefiliadoasindicato;

VI­éobrigatóriaaparticipaçãodossindicatosnasnegociaçõescoletivasdetrabalho;

VII­oaposentadofiliadotemdireitoavotareservotadonasorganizaçõessindicais;

VIII­évedadaadispensadoempregadosindicalizadoapartirdoregistrodacandidaturaacargodedireçãoourepresentaçãosindical

e,seeleito,aindaquesuplente,atéumanoapósofinaldomandato,salvosecometerfaltagravenostermosdalei.

Parágrafoúnico.Asdisposiçõesdesteartigoaplicam­seàorganizaçãodesindicatosruraisedecolôniasdepescadores,atendidasas

condiçõesquealeiestabelecer.

Art.9ºÉasseguradoodireitodegreve,competindoaostrabalhadoresdecidirsobreaoportunidadedeexercê­loesobreosinteresses

quedevampormeiodeledefender.

§1ºAleidefiniráosserviçosouatividadesessenciaisedisporásobreoatendimentodasnecessidadesinadiáveisdacomunidade.

§2ºOsabusoscometidossujeitamosresponsáveisàspenasdalei.

Art.10.Éasseguradaaparticipaçãodostrabalhadoreseempregadoresnoscolegiadosdosórgãospúblicosemqueseusinteresses

profissionaisouprevidenciáriossejamobjetodediscussãoedeliberação.

Art. 11. Nas empresas de mais de duzentos empregados, é assegurada a eleição de um representante destes com a finalidade exclusivadepromover­lhesoentendimentodiretocomosempregadores.

Art.12.Sãobrasileiros:

I­natos:

CAPÍTULOIII

DANACIONALIDADE

a)osnascidosnaRepúblicaFederativadoBrasil,aindaquedepaisestrangeiros,desdequeestesnãoestejamaserviçodeseupaís;

b)osnascidosnoestrangeiro,depaibrasileirooumãebrasileira,desdequequalquerdelesestejaaserviçodaRepúblicaFederativado

Brasil;

c)osnascidosnoestrangeiro,depaibrasileirooudemãebrasileira,desdequesejamregistradosemrepartiçãobrasileiracompetente, ou venham a residir na República Federativa do Brasil antes da maioridade e, alcançada esta, optem, em qualquer tempo, pela nacionalidadebrasileira; c)osnascidosnoestrangeiro,depaibrasileirooumãebrasileira,desdequevenhamaresidirnaRepúblicaFederativadoBrasileoptem,

emqualquertempo,pelanacionalidadebrasileira;(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionaldeRevisãonº3,de1994)

c)osnascidosnoestrangeirodepaibrasileirooudemãebrasileira,desdequesejamregistradosemrepartiçãobrasileiracompetenteou venham a residir na República Federativa do Brasil e optem, em qualquer tempo, depois de atingida a maioridade, pela nacionalidade

09/06/2015

II­naturalizados:

Constituição

a) os que, na forma da lei, adquiram a nacionalidade brasileira, exigidas aos originários de países de língua portuguesa apenas residênciaporumanoininterruptoeidoneidademoral;

b)osestrangeirosdequalquernacionalidade,residentesnaRepúblicaFederativadoBrasilhámaisdetrintaanosininterruptosesem

condenaçãopenal,desdequerequeiramanacionalidadebrasileira.

b)osestrangeirosdequalquernacionalidade,residentesnaRepúblicaFederativadoBrasilhámaisdequinzeanosininterruptosesem

condenaçãopenal,desdequerequeiramanacionalidadebrasileira.(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionaldeRevisãonº3,de1994)

§1º­AosportuguesescomresidênciapermanentenoPaís,sehouverreciprocidadeemfavordebrasileiros,serãoatribuídososdireitos

inerentesaobrasileironato,salvooscasosprevistosnestaConstituição.

§1º AosportuguesescomresidênciapermanentenoPaís,sehouverreciprocidadeemfavordebrasileiros,serãoatribuídososdireitos

inerentesaobrasileiro,salvooscasosprevistosnestaConstituição.(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionaldeRevisãonº3,de1994)

§2ºAleinãopoderáestabelecerdistinçãoentrebrasileirosnatosenaturalizados,salvonoscasosprevistosnestaConstituição.

§3ºSãoprivativosdebrasileironatooscargos:

I­dePresidenteeVice­PresidentedaRepública;

II­dePresidentedaCâmaradosDeputados;

III­dePresidentedoSenadoFederal;

IV­deMinistrodoSupremoTribunalFederal;

V­dacarreiradiplomática;

VI­deoficialdasForçasArmadas.

VII­deMinistrodeEstadodaDefesa(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº23,de1999)

§4º­Serádeclaradaaperdadanacionalidadedobrasileiroque:

I­tivercanceladasuanaturalização,porsentençajudicial,emvirtudedeatividadenocivaaointeressenacional;

II­adquiriroutranacionalidadepornaturalizaçãovoluntária.

II­adquiriroutranacionalidade,salvonoscasos:(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionaldeRevisãonº3,de1994)

a)dereconhecimentodenacionalidadeorigináriapelaleiestrangeira;(IncluídopelaEmendaConstitucionaldeRevisãonº3,de1994)

b) de imposição de naturalização, pela norma estrangeira, ao brasileiro residente em estado estrangeiro, como condição para

permanênciaemseuterritórioouparaoexercíciodedireitoscivis;(IncluídopelaEmendaConstitucionaldeRevisãonº3,de1994)

Art.13.AlínguaportuguesaéoidiomaoficialdaRepúblicaFederativadoBrasil.

§1ºSãosímbolosdaRepúblicaFederativadoBrasilabandeira,ohino,asarmaseoselonacionais.

§2ºOsEstados,oDistritoFederaleosMunicípiospoderãotersímbolospróprios.

CAPÍTULOIV

DOSDIREITOSPOLÍTICOS

Art.14.Asoberaniapopularseráexercidapelosufrágiouniversalepelovotodiretoesecreto,comvalorigualparatodos,e,nostermos

dalei,mediante:

I­plebiscito;

II­referendo;

III­iniciativapopular.

§1ºOalistamentoeleitoraleovotosão:

I­obrigatóriosparaosmaioresdedezoitoanos;

II­facultativospara:

a)osanalfabetos;

b)osmaioresdesetentaanos;

c)osmaioresdedezesseisemenoresdedezoitoanos.

§2ºNãopodemalistar­secomoeleitoresosestrangeirose,duranteoperíododoserviçomilitarobrigatório,osconscritos.

§3ºSãocondiçõesdeelegibilidade,naformadalei:

I­anacionalidadebrasileira;

II­oplenoexercíciodosdireitospolíticos;

III­oalistamentoeleitoral;

IV­odomicílioeleitoralnacircunscrição;

V­afiliaçãopartidária; Regulamento

09/06/2015

Constituição

VI­aidademínimade:

a)trintaecincoanosparaPresidenteeVice­PresidentedaRepúblicaeSenador;

b)trintaanosparaGovernadoreVice­GovernadordeEstadoedoDistritoFederal;

c)vinteeumanosparaDeputadoFederal,DeputadoEstadualouDistrital,Prefeito,Vice­Prefeitoejuizdepaz;

d)dezoitoanosparaVereador.

§4ºSãoinelegíveisosinalistáveiseosanalfabetos.

§5ºSãoinelegíveisparaosmesmoscargos,noperíodosubseqüente,oPresidentedaRepública,osGovernadoresdeEstadoedo

DistritoFederal,osPrefeitosequemoshouversucedido,ousubstituídonosseismesesanterioresaopleito.

§ 5º O Presidente da República, os Governadores de Estado e do Distrito Federal, os Prefeitos e quem os houver sucedido, ou substituídonocursodosmandatospoderãoserreeleitosparaumúnicoperíodosubseqüente.(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº

§ 6º Para concorrerema outroscargos,o Presidente da República,osGovernadoresde Estado e do Distrito Federale osPrefeitos devemrenunciaraosrespectivosmandatosatéseismesesantesdopleito.

§7ºSãoinelegíveis,noterritóriodejurisdiçãodotitular,ocônjugeeosparentesconsangüíneosouafins,atéosegundograuoupor

adoção,doPresidentedaRepública,deGovernadordeEstadoouTerritório,doDistritoFederal,dePrefeitooudequemoshajasubstituído

dentrodosseismesesanterioresaopleito,salvosejátitulardemandatoeletivoecandidatoàreeleição.

§8ºOmilitaralistáveléelegível,atendidasasseguintescondições:

I­secontarmenosdedezanosdeserviço,deveráafastar­sedaatividade;

II­secontarmaisdedezanosdeserviço,seráagregadopelaautoridadesuperiore,seeleito,passaráautomaticamente,noatoda

diplomação,paraainatividade.

§9ºLeicomplementarestabeleceráoutroscasosdeinelegibilidadeeosprazosdesuacessação,afimdeprotegeranormalidadee

legitimidadedaseleiçõescontraainfluênciadopodereconômicoouoabusodoexercíciodefunção,cargoouempregonaadministração

diretaouindireta.

§ 9º Lei complementar estabelecerá outros casos de inelegibilidade e os prazos de sua cessação, a fim de proteger a probidade

administrativa, a moralidade para exercício de mandato considerada vida pregressa do candidato, e a normalidade e legitimidade das eleiçõescontraainfluênciadopodereconômicoouoabusodoexercíciodefunção,cargoouempregonaadministraçãodiretaouindireta.

§10­OmandatoeletivopoderáserimpugnadoanteaJustiçaEleitoralnoprazodequinzediascontadosdadiplomação,instruídaa

açãocomprovasdeabusodopodereconômico,corrupçãooufraude.

§11­Aaçãodeimpugnaçãodemandatotramitaráemsegredodejustiça,respondendooautor,naformadalei,setemeráriaoude

manifestamá­fé.

Art.15.Évedadaacassaçãodedireitospolíticos,cujaperdaoususpensãosósedaránoscasosde:

I­cancelamentodanaturalizaçãoporsentençatransitadaemjulgado;

II­incapacidadecivilabsoluta;

III­condenaçãocriminaltransitadaemjulgado,enquantoduraremseusefeitos;

IV­recusadecumprirobrigaçãoatodosimpostaouprestaçãoalternativa,nostermosdoart.5º,VIII;

V­improbidadeadministrativa,nostermosdoart.37,§4º.

Art.16Aleiquealteraroprocessoeleitoralsóentraráemvigorumanoapóssuapromulgação.

Art.16.Aleiquealteraroprocessoeleitoralentraráemvigornadatadesuapublicação,nãoseaplicandoàeleiçãoqueocorraatéum

CAPÍTULOV

DOSPARTIDOSPOLÍTICOS

Art. 17. É livre a criação, fusão, incorporação e extinção de partidos políticos, resguardados a soberania nacional, o regime democrático,opluripartidarismo,osdireitosfundamentaisdapessoahumanaeobservadososseguintespreceitos:Regulamento

I­caráternacional;

II­proibiçãoderecebimentoderecursosfinanceirosdeentidadeougovernoestrangeirosoudesubordinaçãoaestes;

III­prestaçãodecontasàJustiçaEleitoral;

IV­funcionamentoparlamentardeacordocomalei.

1º É assegurada aospartidospolíticosautonomia para definirsua estrutura interna, organização e funcionamento, devendo seus estatutosestabelecernormasdefidelidadeedisciplinapartidárias.

§

§1ºÉasseguradaaospartidospolíticosautonomiaparadefinirsuaestruturainterna,organizaçãoefuncionamentoeparaadotaros

critériosdeescolhaeoregimedesuascoligaçõeseleitorais,semobrigatoriedadedevinculaçãoentreascandidaturasemâmbitonacional, estadual,distritaloumunicipal,devendoseusestatutosestabelecernormasdedisciplinaefidelidadepartidária.(RedaçãodadapelaEmenda

§2ºOspartidospolíticos,apósadquirirempersonalidadejurídica,naformadaleicivil,registrarãoseusestatutosnoTribunalSuperior

Eleitoral.

09/06/2015

Constituição

§3ºOspartidospolíticostêmdireitoarecursosdofundopartidárioeacessogratuitoaorádioeàtelevisão,naformadalei.

§4ºÉvedadaautilizaçãopelospartidospolíticosdeorganizaçãoparamilitar.

TÍTULOIII

DAORGANIZAÇÃODOESTADO

CAPÍTULOI

DAORGANIZAÇÃOPOLÍTICO­ADMINISTRATIVA

Art.18.Aorganizaçãopolítico­administrativadaRepúblicaFederativadoBrasilcompreendeaUnião,osEstados,oDistritoFederaleos

Municípios,todosautônomos,nostermosdestaConstituição.

§1ºBrasíliaéaCapitalFederal.

§ 2º OsTerritóriosFederaisintegrama União, e sua criação, transformação emEstado ou reintegração ao Estado de origemserão reguladasemleicomplementar.

§3ºOsEstadospodemincorporar­seentresi,subdividir­seoudesmembrar­separaseanexaremaoutros,ouformaremnovosEstados

ouTerritóriosFederais,medianteaprovaçãodapopulaçãodiretamenteinteressada,atravésdeplebiscito,edoCongressoNacional,porlei

complementar.

§4ºAcriação,aincorporação,afusãoeodesmembramentodeMunicípiospreservarãoacontinuidadeeaunidadehistórico­culturaldo

ambienteurbano,far­se­ãoporleiestadual,obedecidososrequisitosprevistosemLeiComplementarestadual,edependerãodeconsulta

prévia,medianteplebiscito,àspopulaçõesdiretamenteinteressadas.

§4ºAcriação,aincorporação,afusãoeodesmembramentodeMunicípios,far­se­ãoporleiestadual,dentrodoperíododeterminado

por Lei Complementar Federal, e dependerão de consulta prévia, mediante plebiscito, às populações dos Municípios envolvidos, após divulgaçãodosEstudosdeViabilidadeMunicipal,apresentadosepublicadosnaformadalei.(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº

Art.19.ÉvedadoàUnião,aosEstados,aoDistritoFederaleaosMunicípios:

I ­ estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná­los, embaraçar­lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantesrelaçõesdedependênciaoualiança,ressalvada,naformadalei,acolaboraçãodeinteressepúblico;

II­recusarféaosdocumentospúblicos;

III­criardistinçõesentrebrasileirosoupreferênciasentresi.

Art.20.SãobensdaUnião:

CAPÍTULOII

DAUNIÃO

I­osqueatualmentelhepertencemeosquelhevieremaseratribuídos;

II ­ as terras devolutas indispensáveis à defesa das fronteiras, das fortificações e construções militares, das vias federais de comunicaçãoeàpreservaçãoambiental,definidasemlei;

III­oslagos,riosequaisquercorrentesdeáguaemterrenosdeseudomínio,ouquebanhemmaisdeumEstado,sirvamdelimitescom

outrospaíses,ouseestendamaterritórioestrangeirooudeleprovenham,bemcomoosterrenosmarginaiseaspraiasfluviais;

IV­asilhasfluviaiselacustresnaszonaslimítrofescomoutrospaíses;aspraiasmarítimas;asilhasoceânicaseascosteiras,excluídas,

destas,asáreasreferidasnoart.26,II;

IVasilhasfluviaiselacustresnaszonaslimítrofescomoutrospaíses;aspraiasmarítimas;asilhasoceânicaseascosteiras,excluídas,

destas, asque contenhama sede de Municípios, exceto aquelasáreasafetadasao serviço público e a unidade ambientalfederal, e as

V­osrecursosnaturaisdaplataformacontinentaledazonaeconômicaexclusiva;

VI­omarterritorial;

VII­osterrenosdemarinhaeseusacrescidos;

VIII­ospotenciaisdeenergiahidráulica;

IX­osrecursosminerais,inclusiveosdosubsolo;

X­ascavidadesnaturaissubterrâneaseossítiosarqueológicosepré­históricos;

XI­asterrastradicionalmenteocupadaspelosíndios.

§1ºÉassegurada,nostermosdalei,aosEstados,aoDistritoFederaleaosMunicípios,bemcomoaórgãosdaadministraçãodiretada

União,participaçãonoresultadodaexploraçãodepetróleoougásnatural,derecursoshídricosparafinsdegeraçãodeenergiaelétricaede outros recursos minerais no respectivo território, plataforma continental, mar territorial ou zona econômica exclusiva, ou compensação financeiraporessaexploração.

§2ºAfaixadeatécentoecinqüentaquilômetrosdelargura,aolongodasfronteirasterrestres,designadacomofaixadefronteira,é

consideradafundamentalparadefesadoterritórionacional,esuaocupaçãoeutilizaçãoserãoreguladasemlei.

Art.21.CompeteàUnião:

I­manterrelaçõescomEstadosestrangeiroseparticipardeorganizaçõesinternacionais;

II­declararaguerraecelebrarapaz;

09/06/2015

Constituição

III­asseguraradefesanacional;

IV­permitir,noscasosprevistosemleicomplementar,que forçasestrangeirastransitempelo território nacionalou nele permaneçam temporariamente;

V­decretaroestadodesítio,oestadodedefesaeaintervençãofederal;

VI­autorizarefiscalizaraproduçãoeocomérciodematerialbélico;

VII­emitirmoeda;

VIII­administrarasreservascambiaisdoPaísefiscalizarasoperaçõesdenaturezafinanceira,especialmenteasdecrédito,câmbioe

capitalização,bemcomoasdesegurosedeprevidênciaprivada;

IX­elaborareexecutarplanosnacionaiseregionaisdeordenaçãodoterritórioededesenvolvimentoeconômicoesocial;

X­manteroserviçopostaleocorreioaéreonacional;

XI­explorar,diretamente ou mediante concessão a empresassob controle acionário estatal,osserviçostelefônicos,telegráficos,de transmissãodedadosedemaisserviçospúblicosdetelecomunicações,asseguradaaprestaçãodeserviçosdeinformaçõesporentidades dedireitoprivadoatravésdaredepúblicadetelecomunicaçõesexploradapelaUnião.

XI­explorar,diretamenteoumedianteautorização,concessãooupermissão,osserviçosdetelecomunicações,nostermosdalei,que disporá sobre a organização dosserviços,a criação de umórgão reguladore outrosaspectosinstitucionais;(Redação dada pela Emenda

XII­explorar,diretamenteoumedianteautorização,concessãooupermissão:

a)osserviçosderadiodifusãosonora,edesonseimagensedemaisserviçosdetelecomunicações;

a)osserviçosderadiodifusãosonora,edesonseimagens;(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº8,de15/08/95:)

b)osserviçoseinstalaçõesdeenergiaelétricaeoaproveitamentoenergéticodoscursosdeágua,emarticulaçãocomosEstadosonde

sesituamospotenciaishidroenergéticos;

c)anavegaçãoaérea,aeroespacialeainfra­estruturaaeroportuária;

d)osserviçosde transporte ferroviário e aquaviário entre portosbrasileirose fronteirasnacionais,ou que transponhamoslimitesde EstadoouTerritório;

e)osserviçosdetransporterodoviáriointerestadualeinternacionaldepassageiros;

f)osportosmarítimos,fluviaiselacustres;

XIII­organizaremanteroPoderJudiciário,oMinistérioPúblicoeaDefensoriaPúblicadoDistritoFederaledosTerritórios;

XIII ­ organizar e manter o Poder Judiciário, o Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios e a Defensoria Pública dos Territórios;(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº69,de2012) (Produçãodeefeito)

XIV­organizaremanterapolíciafederal,apolíciarodoviáriaeaferroviáriafederais,bemcomoapolíciacivil,apolíciamilitareocorpo

debombeirosmilitardoDistritoFederaledosTerritórios;

XIV­organizaremanterapolíciacivil,apolíciamilitareocorpodebombeirosmilitardoDistritoFederal,bemcomoprestarassistência financeiraaoDistritoFederalparaaexecuçãodeserviçospúblicos,pormeiodefundopróprio;(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº

XV­organizaremanterosserviçosoficiaisdeestatística,geografia,geologiaecartografiadeâmbitonacional;

XVI­exerceraclassificação,paraefeitoindicativo,dediversõespúblicasedeprogramasderádioetelevisão;

XVII­concederanistia;

XVIII­planejarepromoveradefesapermanentecontraascalamidadespúblicas,especialmenteassecaseasinundações;

XIX­instituirsistemanacionaldegerenciamentoderecursoshídricosedefinircritériosdeoutorgadedireitosdeseuuso;(Regulamento)

XX­instituirdiretrizesparaodesenvolvimentourbano,inclusivehabitação,saneamentobásicoetransportesurbanos;

XXI­estabelecerprincípiosediretrizesparaosistemanacionaldeviação;

XXII­executarosserviçosdepolíciamarítima,aéreaedefronteira;

XXIII ­exploraros serviços e instalações nucleares de qualquernatureza e exercermonopólio estatalsobre a pesquisa, a lavra, o enriquecimento e reprocessamento, a industrialização e o comércio de minérios nucleares e seus derivados, atendidos os seguintes princípiosecondições:

a)todaatividadenuclearemterritórionacionalsomenteseráadmitidaparafinspacíficosemedianteaprovaçãodoCongressoNacional;

b)sobregimedeconcessãooupermissão,éautorizadaautilizaçãoderadioisótoposparaapesquisaeusosmedicinais,agrícolas,

industriaiseatividadesanálogas;

b) sob regime de permissão, são autorizadas a comercialização e a utilização de radioisótopos para a pesquisa e usos médicos,

c)aresponsabilidadecivilpordanosnuclearesindependedaexistênciadeculpa;

c)sobregimedepermissão,sãoautorizadasaprodução,comercializaçãoeutilizaçãoderadioisótoposdemeia­vidaigualouinferiora

09/06/2015

Constituição

d)aresponsabilidadecivilpordanosnuclearesindependedaexistênciadeculpa;(IncluídapelaEmendaConstitucionalnº49,de2006)

XXIV­organizar,mantereexecutarainspeçãodotrabalho;

XXV­estabelecerasáreaseascondiçõesparaoexercíciodaatividadedegarimpagem,emformaassociativa.

Art.22.CompeteprivativamenteàUniãolegislarsobre:

I­direitocivil,comercial,penal,processual,eleitoral,agrário,marítimo,aeronáutico,espacialedotrabalho;

II­desapropriação;

III­requisiçõescivisemilitares,emcasodeiminenteperigoeemtempodeguerra;

IV­águas,energia,informática,telecomunicaçõeseradiodifusão;

V­serviçopostal;

VI­sistemamonetárioedemedidas,títulosegarantiasdosmetais;

VII­políticadecrédito,câmbio,segurosetransferênciadevalores;

VIII­comércioexterioreinterestadual;

IX­diretrizesdapolíticanacionaldetransportes;

X­regimedosportos,navegaçãolacustre,fluvial,marítima,aéreaeaeroespacial;

XI­trânsitoetransporte;

XII­jazidas,minas,outrosrecursosmineraisemetalurgia;

XIII­nacionalidade,cidadaniaenaturalização;

XIV­populaçõesindígenas;

XV­emigraçãoeimigração,entrada,extradiçãoeexpulsãodeestrangeiros;

XVI­organizaçãodosistemanacionaldeempregoecondiçõesparaoexercíciodeprofissões;

XVII­organizaçãojudiciária,doMinistérioPúblicoedaDefensoriaPúblicadoDistritoFederaledosTerritórios,bemcomoorganização

administrativadestes;

XVII­organizaçãojudiciária,doMinistérioPúblicodoDistritoFederaledosTerritóriosedaDefensoriaPúblicadosTerritórios,bemcomo organizaçãoadministrativadestes;(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº69,de2012) (Produçãodeefeito)

XVIII­sistemaestatístico,sistemacartográficoedegeologianacionais;

XIX­sistemasdepoupança,captaçãoegarantiadapoupançapopular;

XX­sistemasdeconsórciosesorteios;

XXI­normasgeraisde organização,efetivos,materialbélico,garantias,convocação e mobilização daspolíciasmilitarese corposde bombeirosmilitares;

XXII­competênciadapolíciafederaledaspolíciasrodoviáriaeferroviáriafederais;

XXIII­seguridadesocial;

XXIV­diretrizesebasesdaeducaçãonacional;

XXV­registrospúblicos;

XXVI­atividadesnuclearesdequalquernatureza;

XXVII­normasgeraisdelicitaçãoecontratação,emtodasasmodalidades,paraaadministraçãopública,diretaeindireta,incluídasas

fundaçõesinstituídasemantidaspeloPoderPúblico,nasdiversasesferasdegoverno,eempresassobseucontrole;

XXVII ­normas gerais de licitação e contratação, emtodas as modalidades, para as administrações públicas diretas, autárquicas e fundacionais da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, obedecido o disposto no art. 37, XXI, e para as empresas públicas e

sociedadesdeeconomiamista,nostermosdoart.173,§1°,III;(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

XXVIII­defesaterritorial,defesaaeroespacial,defesamarítima,defesacivilemobilizaçãonacional;

XXIX­propagandacomercial.

Parágrafoúnico.LeicomplementarpoderáautorizarosEstadosalegislarsobrequestõesespecíficasdasmatériasrelacionadasneste

artigo.

Art.23.ÉcompetênciacomumdaUnião,dosEstados,doDistritoFederaledosMunicípios:

I­zelarpelaguardadaConstituição,dasleisedasinstituiçõesdemocráticaseconservaropatrimôniopúblico;

II­cuidardasaúdeeassistênciapública,daproteçãoegarantiadaspessoasportadorasdedeficiência;

III ­protegeros documentos, as obras e outros bens de valorhistórico, artístico e cultural, os monumentos, as paisagens naturais notáveiseossítiosarqueológicos;

IV­impediraevasão,adestruiçãoeadescaracterizaçãodeobrasdearteedeoutrosbensdevalorhistórico,artísticooucultural;

V­proporcionarosmeiosdeacessoàcultura,àeducaçãoeàciência;

09/06/2015

Constituição

V ­ proporcionar os meios de acesso à cultura, à educação, à ciência, à tecnologia, à pesquisa e à

VI­protegeromeioambienteecombaterapoluiçãoemqualquerdesuasformas;

VII­preservarasflorestas,afaunaeaflora;

VIII­fomentaraproduçãoagropecuáriaeorganizaroabastecimentoalimentar;

IX­promoverprogramasdeconstruçãodemoradiaseamelhoriadascondiçõeshabitacionaisedesaneamentobásico;

X­combaterascausasdapobrezaeosfatoresdemarginalização,promovendoaintegraçãosocialdossetoresdesfavorecidos;

XI­registrar,acompanhare fiscalizarasconcessõesde direitosde pesquisa e exploração de recursoshídricose mineraisemseus territórios;

XII­estabelecereimplantarpolíticadeeducaçãoparaasegurançadotrânsito.

Parágrafo único.Leicomplementarfixará normaspara a cooperação entre a União e osEstados,o Distrito Federale osMunicípios, tendoemvistaoequilíbriododesenvolvimentoedobem­estaremâmbitonacional.

Parágrafoúnico.LeiscomplementaresfixarãonormasparaacooperaçãoentreaUniãoeosEstados,oDistritoFederaleosMunicípios,

Art.24.CompeteàUnião,aosEstadoseaoDistritoFederallegislarconcorrentementesobre:

I­direitotributário,financeiro,penitenciário,econômicoeurbanístico;

II­orçamento;

III­juntascomerciais;

IV­custasdosserviçosforenses;

V­produçãoeconsumo;

VI ­florestas, caça, pesca, fauna, conservação da natureza, defesa do solo e dosrecursosnaturais, proteção do meio ambiente e

controledapoluição;

VII­proteçãoaopatrimôniohistórico,cultural,artístico,turísticoepaisagístico;

VIII­responsabilidade pordano ao meio ambiente,ao consumidor,a bense direitosde valorartístico,estético,histórico,turístico e paisagístico;

IX­educação,cultura,ensinoedesporto;

IX ­ educação, cultura, ensino, desporto, ciência, tecnologia, pesquisa, desenvolvimento e inovação;

X­criação,funcionamentoeprocessodojuizadodepequenascausas;

XI­procedimentosemmatériaprocessual;

XII­previdênciasocial,proteçãoedefesadasaúde;

XIII­assistênciajurídicaeDefensoriapública;

XIV­proteçãoeintegraçãosocialdaspessoasportadorasdedeficiência;

XV­proteçãoàinfânciaeàjuventude;

XVI­organização,garantias,direitosedeveresdaspolíciascivis.

§1ºNoâmbitodalegislaçãoconcorrente,acompetênciadaUniãolimitar­se­áaestabelecernormasgerais.

§2ºAcompetênciadaUniãoparalegislarsobrenormasgeraisnãoexcluiacompetênciasuplementardosEstados.

§ 3º Inexistindo lei federal sobre normas gerais, os Estados exercerão a competência legislativa plena, para atender a suas peculiaridades.

§4ºAsuperveniênciadeleifederalsobrenormasgeraissuspendeaeficáciadaleiestadual,noquelheforcontrário.

CAPÍTULOIII

DOSESTADOSFEDERADOS

Art.25.OsEstadosorganizam­seeregem­sepelasConstituiçõeseleisqueadotarem,observadososprincípiosdestaConstituição.

§1ºSãoreservadasaosEstadosascompetênciasquenãolhessejamvedadasporestaConstituição.

§2ºCabeaosEstadosexplorardiretamente,oumedianteconcessão,aempresaestatal,comexclusividadededistribuição,osserviços

locaisdegáscanalizado.

§2ºCabeaosEstadosexplorardiretamente,oumedianteconcessão,osserviçoslocaisdegáscanalizado,naformadalei,vedadaa

ediçãodemedidaprovisóriaparaasuaregulamentação.(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº5,de1995)

§ 3º Os Estados poderão, mediante lei complementar, instituir regiões metropolitanas, aglomerações urbanas e microrregiões, constituídasporagrupamentosdemunicípioslimítrofes,paraintegraraorganização,oplanejamentoeaexecuçãodefunçõespúblicasde interessecomum.

09/06/2015

Constituição

Art.26.Incluem­seentreosbensdosEstados:

I­aságuassuperficiaisousubterrâneas,fluentes,emergenteseemdepósito,ressalvadas,nestecaso,naformadalei,asdecorrentes

deobrasdaUnião;

II­asáreas,nasilhasoceânicasecosteiras,queestiveremnoseudomínio,excluídasaquelassobdomíniodaUnião,Municípiosou

terceiros;

III­asilhasfluviaiselacustresnãopertencentesàUnião;

IV­asterrasdevolutasnãocompreendidasentreasdaUnião.

Art. 27. O número de Deputados à Assembléia Legislativa corresponderá ao triplo da representação do Estado na Câmara dos Deputadose,atingidoonúmerodetrintaeseis,seráacrescidodetantosquantosforemosDeputadosFederaisacimadedoze.

§1ºSerádequatroanosomandatodosDeputadosEstaduais,aplicando­sê­lhesasregrasdestaConstituiçãosobresistemaeleitoral,

inviolabilidade,imunidades,remuneração,perdademandato,licença,impedimentoseincorporaçãoàsForçasArmadas.

2º A remuneração dos Deputados Estaduais será fixada em cada legislatura, para a subseqüente, pela Assembléia Legislativa,

observadooquedispõemosarts.arts.150,II,153,IIIe153,§2.º,I.

§ 2.º A remuneração dos Deputados Estaduais será fixada emcada legislatura, para a subseqüente, pela Assembléia Legislativa, observado o que dispõem os arts. arts. 150, II, 153, III e 153, § 2.º, I , na razão de, no máximo, setenta e cinco por cento daquela

estabelecida,emespécie,paraosDeputadosFederais.(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº1,1992)

§

§2ºOsubsídiodosDeputadosEstaduaisseráfixadoporleideiniciativadaAssembléiaLegislativa,narazãode,nomáximo,setentae

cincoporcentodaqueleestabelecido,emespécie,paraosDeputadosFederais,observadooquedispõemosarts.39,§4º,57,§7º,150,II,

§ 3º Compete àsAssembléiasLegislativasdisporsobre seu regimento interno,polícia e serviçosadministrativosde sua secretaria,e proverosrespectivoscargos.

§4ºAleidisporásobreainiciativapopularnoprocessolegislativoestadual.

Art.28.AeleiçãodoGovernadoredoVice­GovernadordeEstado,paramandatodequatroanos,realizar­se­ánoventadiasantesdo

término do mandato de seusantecessores,e a posse ocorrerá no dia 1º de janeiro do ano subseqüente,observado,quanto ao mais,o

dispostonoart.77.

Art.28.AeleiçãodoGovernadoredoVice­GovernadordeEstado,paramandatodequatroanos,realizar­se­ánoprimeirodomingode

outubro,emprimeiroturno,enoúltimodomingodeoutubro,emsegundoturno,sehouver,doanoanterioraodotérminodomandatode seus antecessores, e a posse ocorrerá emprimeiro de janeiro do ano subseqüente, observado, quanto ao mais, o disposto no art. 77.

Parágrafo único. Perderá o mandato o Governadorque assumiroutro cargo ou função na administração pública direta ou indireta,

ressalvadaaposseemvirtudedeconcursopúblicoeobservadoodispostonoart.38,I,IVeV.

§ 1º Perderá o mandato o Governadorque assumiroutro cargo ou função na administração pública direta ou indireta,ressalvada a

§2ºOssubsídiosdoGovernador,doVice­GovernadoredosSecretáriosdeEstadoserãofixadosporleideiniciativadaAssembléia

CAPÍTULOIV

DosMunicípios

Art.29.OMunicípioreger­se­áporleiorgânica,votadaemdoisturnos,comointerstíciomínimodedezdias,eaprovadapordoisterços

dos membros da Câmara Municipal, que a promulgará, atendidos os princípios estabelecidos nesta Constituição, na Constituição do respectivoEstadoeosseguintespreceitos:

I­eleiçãodoPrefeito,doVice­PrefeitoedosVereadores,paramandatodequatroanos,mediantepleitodiretoesimultâneorealizado

emtodooPaís;

II­eleiçãodoPrefeitoedoVice­Prefeitoaténoventadiasantesdotérminodomandatodosquedevamsuceder,aplicadasasregras

doart.77,nocasodemunicípioscommaisdeduzentosmileleitores;

II­eleiçãodoPrefeitoedoVice­Prefeitorealizadanoprimeirodomingodeoutubrodoanoanterioraotérminodomandatodosque devamsuceder, aplicadasasregrasdo art. 77, no caso de Municípioscommaisde duzentosmileleitores;(Redação dada pela Emenda

III­possedoPrefeitoedoVice­Prefeitonodia1ºdejaneirodoanosubseqüenteaodaeleição;

IV­númerodeVereadoresproporcionalàpopulaçãodoMunicípio,observadososseguinteslimites:

a)mínimodenoveemáximodevinteeumnosMunicípiosdeatéummilhãodehabitantes;

b)mínimodetrintaetrêsemáximodequarentaeumnosMunicípiosdemaisdeummilhãoemenosdecincomilhõesdehabitantes;

c)mínimodequarentaedoisemáximodecinqüentaecinconosMunicípiosdemaisdecincomilhõesdehabitantes;

c) 13 (treze) Vereadores, nos Municípios com mais de 30.000 (trinta mil) habitantes e de até 50.000 (cinquenta mil) habitantes;

09/06/2015

Constituição

d)15 (quinze)Vereadores, nos Municípios de mais de 50.000 (cinquenta mil) habitantes e de até 80.000 (oitenta mil) habitantes;

e) 17 (dezessete) Vereadores, nos Municípios de mais de 80.000 (oitenta mil) habitantes e de até 120.000 (cento e vinte mil)

f)19(dezenove)Vereadores,nosMunicípiosdemaisde120.000(centoevintemil)habitantesedeaté160.000(centosessentamil)

g)21(vinteeum)Vereadores,nosMunicípiosdemaisde160.000(centoesessentamil)habitantesedeaté300.000(trezentosmil)

h) 23 (vinte e três) Vereadores, nos Municípios de mais de 300.000 (trezentos mil) habitantes e de até 450.000 (quatrocentos e

i)25 (vinte e cinco)Vereadores, nos Municípios de mais de 450.000 (quatrocentos e cinquenta mil) habitantes e de até 600.000

j)27(vinteesete)Vereadores,nosMunicípiosdemaisde600.000(seiscentosmil)habitantesedeaté750.000(setecentoscinquenta

k) 29 (vinte e nove) Vereadores, nos Municípios de mais de 750.000 (setecentos e cinquenta mil) habitantes e de até 900.000

l) 31 (trinta e um) Vereadores, nos Municípios de mais de 900.000 (novecentos mil) habitantes e de até 1.050.000 (um milhão e

m)33(trintaetrês)Vereadores,nosMunicípiosdemaisde1.050.000(ummilhãoecinquentamil)habitantesedeaté1.200.000(um

n)35(trintaecinco)Vereadores,nosMunicípiosdemaisde1.200.000(ummilhãoeduzentosmil)habitantesedeaté1.350.000(um

milhãoetrezentosecinquentamil)habitantes;(IncluídapelaEmendaConstituiçãoConstitucionalnº58,de2009)

o)37(trintaesete)Vereadores,nosMunicípiosde1.350.000(ummilhãoetrezentosecinquentamil)habitantesedeaté1.500.000

p)39(trintaenove)Vereadores,nosMunicípiosdemaisde1.500.000(ummilhãoequinhentosmil)habitantesedeaté1.800.000(um

q)41(quarentaeum)Vereadores,nosMunicípiosdemaisde1.800.000(ummilhãoeoitocentosmil)habitantesedeaté2.400.000

(doismilhõesequatrocentosmil)habitantes;(IncluídapelaEmendaConstituiçãoConstitucionalnº58,de2009)

r) 43 (quarenta e três) Vereadores, nos Municípios de mais de 2.400.000 (dois milhões e quatrocentos mil) habitantes e de até

s)45 (quarenta e cinco)Vereadores,nosMunicípiosde maisde 3.000.000 (trêsmilhões)de habitantese de até 4.000.000 (quatro

t)47 (quarenta e sete)Vereadores,nosMunicípiosde maisde 4.000.000 (quatro milhões)de habitantese de até 5.000.000 (cinco

u)49 (quarenta e nove)Vereadores, nosMunicípiosde mais de 5.000.000 (cinco milhões)de habitantes e de até 6.000.000 (seis

v) 51 (cinquenta e um) Vereadores, nos Municípios de mais de 6.000.000 (seis milhões) de habitantes e de até 7.000.000 (sete

w)53 (cinquenta e três)Vereadores, nos Municípios de mais de 7.000.000 (sete milhões)de habitantes e de até 8.000.000 (oito milhões)dehabitantes;e (IncluídapelaEmendaConstituiçãoConstitucionalnº58,de2009)

V­remuneraçãodoPrefeito,doVice­PrefeitoedosVereadoresfixadapelaCâmaraMunicipalemcadalegislatura,paraasubseqüente,

observadooquedispõemosarts.37,XI,150,II,153,III,e153,§2.º,I;

V­subsídiosdoPrefeito,doVice­PrefeitoedosSecretáriosMunicipaisfixadosporleideiniciativadaCâmaraMunicipal,observadoo

quedispõemosarts.37,XI,39,§4º,150,II,153,III,e153,§2º,I;

VI­aremuneraçãodosVereadorescorresponderáa,nomáximo,setentaecincoporcentodaquelaestabelecida,emespécie,paraos

DeputadosEstaduais,ressalvadooquedispõeoart.37,XI;

VI ­subsídio dos Vereadores fixado porleide iniciativa da Câmara Municipal, na razão de, no máximo, setenta e cinco porcento

daqueleestabelecido,emespécie,paraosDeputadosEstaduais,observadooquedispõemosarts.39,§4º,57,§7º,150,II,153,III,e

VI­osubsídiodosVereadoresseráfixadopelasrespectivasCâmarasMunicipaisemcadalegislaturaparaasubseqüente,observadoo

a) em Municípios de até dez mil habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores corresponderá a vinte por cento do subsídio dos

b)emMunicípiosdedezmileumacinqüentamilhabitantes,osubsídiomáximodosVereadorescorresponderáatrintaporcentodo

subsídiodosDeputadosEstaduais; (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

c)emMunicípiosdecinqüentamileumacemmilhabitantes,osubsídiomáximodosVereadorescorresponderáaquarentaporcento

dosubsídiodosDeputadosEstaduais; (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

d)emMunicípiosdecemmileumatrezentosmilhabitantes,osubsídiomáximodosVereadorescorresponderáacinqüentaporcento

dosubsídiodosDeputadosEstaduais; (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

09/06/2015

Constituição

e)emMunicípiosdetrezentosmileumaquinhentosmilhabitantes,osubsídiomáximodosVereadorescorresponderáasessentapor centodosubsídiodosDeputadosEstaduais; (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

f)emMunicípiosdemaisdequinhentosmilhabitantes,osubsídiomáximodosVereadorescorresponderáasetentaecincoporcento dosubsídiodosDeputadosEstaduais; (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

VII ­o totalda despesa coma remuneração dosVereadoresnão poderá ultrapassaro montante de cinco porcento da receita do

VIII ­inviolabilidade dos Vereadores porsuas opiniões, palavras e votos no exercício do mandato e na circunscrição do Município;

IX ­ proibições e incompatibilidades, no exercício da vereança, similares, no que couber, ao disposto nesta Constituição para os

X­julgamentodoPrefeitoperanteoTribunaldeJustiça;(RenumeradodoincisoVIII,pelaEmendaConstitucionalnº1,de1992)

XIII­iniciativapopulardeprojetosdeleideinteresseespecíficodoMunicípio,dacidadeoudebairros,atravésdemanifestaçãode,

pelomenos,cincoporcentodoeleitorado;(RenumeradodoincisoXI,pelaEmendaConstitucionalnº1,de1992)

Art.29­A.OtotaldadespesadoPoderLegislativoMunicipal,incluídosossubsídiosdosVereadoreseexcluídososgastoscominativos,

nãopoderáultrapassarosseguintespercentuais,relativosaosomatóriodareceitatributáriaedastransferênciasprevistasno§5 o doart.

153enosarts.158e159,efetivamenterealizadonoexercícioanterior:(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

I­oitoporcentoparaMunicípioscompopulaçãodeatécemmilhabitantes;(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

III

III­5%(cinco porcento)para Municípioscompopulação entre 300.001 (trezentosmile um)e 500.000 (quinhentos mil)habitantes;

IV­4,5%(quatrointeirosecincodécimosporcento)paraMunicípioscompopulaçãoentre500.001(quinhentosmileum)e3.000.000

V­4%(quatroporcento)paraMunicípioscompopulaçãoentre3.000.001(trêsmilhõeseum)e8.000.000(oitomilhões)dehabitantes;

VI­3,5%(trêsinteirosecincodécimosporcento)paraMunicípioscompopulaçãoacimade8.000.001(oitomilhõeseum)habitantes.

§1

o A Câmara Municipalnão gastará mais de setenta porcento de sua receita comfolha de pagamento, incluído o gasto como

§2 o ConstituicrimederesponsabilidadedoPrefeitoMunicipal:(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

I­efetuarrepassequesupereoslimitesdefinidosnesteartigo;(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

II­nãoenviarorepasseatéodiavintedecadamês;ou(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

III­enviá­loamenoremrelaçãoàproporçãofixadanaLeiOrçamentária.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº25,de2000)

Art.30.CompeteaosMunicípios:

I­legislarsobreassuntosdeinteresselocal;

II­suplementaralegislaçãofederaleaestadualnoquecouber;

III ­instituire arrecadarostributosde sua competência, bemcomo aplicarsuasrendas, semprejuízo da obrigatoriedade de prestar

contasepublicarbalancetesnosprazosfixadosemlei;

IV­criar,organizaresuprimirdistritos,observadaalegislaçãoestadual;

V­organizareprestar,diretamenteousobregimedeconcessãooupermissão,osserviçospúblicosdeinteresselocal,incluídoode

transportecoletivo,quetemcaráteressencial;

09/06/2015

Constituição

VI ­ manter, com a cooperação técnica e financeira da União e do Estado, programas de educação pré­escolar e de ensino fundamental;

VI­manter,comacooperaçãotécnicaefinanceiradaUniãoedoEstado,programasdeeducaçãoinfantiledeensinofundamental;

VII­prestar,comacooperaçãotécnicaefinanceiradaUniãoedoEstado,serviçosdeatendimentoàsaúdedapopulação;

VIII ­promover, no que couber, adequado ordenamento territorial, mediante planejamento e controle do uso, do parcelamento e da ocupaçãodosolourbano;

IX­promoveraproteçãodopatrimôniohistórico­culturallocal,observadaalegislaçãoeaaçãofiscalizadorafederaleestadual.

Art. 31. A fiscalização do Município será exercida pelo PoderLegislativo Municipal, mediante controle externo, e pelos sistemas de controleinternodoPoderExecutivoMunicipal,naformadalei.

§1ºOcontroleexternodaCâmaraMunicipalseráexercidocomoauxíliodosTribunaisdeContasdosEstadosoudoMunicípiooudos

ConselhosouTribunaisdeContasdosMunicípios,ondehouver.

§ 2º O parecer prévio, emitido pelo órgão competente sobre as contas que o Prefeito deve anualmente prestar, só deixará de prevalecerpordecisãodedoisterçosdosmembrosdaCâmaraMunicipal.

§ 3º As contas dos Municípios ficarão, durante sessenta dias, anualmente, à disposição de qualquer contribuinte, para exame e apreciação,oqualpoderáquestionar­lhesalegitimidade,nostermosdalei.

§4ºÉvedadaacriaçãodeTribunais,ConselhosouórgãosdeContasMunicipais.

CAPÍTULOV

DODISTRITOFEDERALEDOSTERRITÓRIOS

SEÇÃOI

DODISTRITOFEDERAL

Art.32.ODistritoFederal,vedadasuadivisãoemMunicípios,reger­se­áporleiorgânica,votadaemdoisturnoscominterstíciomínimo

dedezdias,eaprovadapordoisterçosdaCâmaraLegislativa,queapromulgará,atendidososprincípiosestabelecidosnestaConstituição.

§1ºAoDistritoFederalsãoatribuídasascompetênciaslegislativasreservadasaosEstadoseMunicípios.

§2ºAeleiçãodoGovernadoredoVice­Governador,observadasasregrasdoart.77,edosDeputadosDistritaiscoincidirácomados

GovernadoreseDeputadosEstaduais,paramandatodeigualduração.

§3ºAosDeputadosDistritaiseàCâmaraLegislativaaplica­seodispostonoart.27.

§4ºLeifederaldisporásobreautilização,peloGovernodoDistritoFederal,daspolíciascivilemilitaredocorpodebombeirosmilitar.

SEÇÃOII

DOSTERRITÓRIOS

Art.33.AleidisporásobreaorganizaçãoadministrativaejudiciáriadosTerritórios.

§1ºOsTerritóriospoderãoserdivididosemMunicípios,aosquaisseaplicará,noquecouber,odispostonoCapítuloIVdesteTítulo.

§2ºAscontasdoGovernodoTerritórioserãosubmetidasaoCongressoNacional,comparecerpréviodoTribunaldeContasdaUnião.

§ 3º Nos Territórios Federais commais de cemmil habitantes, alémdo Governadornomeado na forma desta Constituição, haverá

órgãos judiciários de primeira e segunda instância, membros do Ministério Público e defensores públicos federais; a leidisporá sobre as eleiçõesparaaCâmaraTerritorialesuacompetênciadeliberativa.

CAPÍTULOVI

DAINTERVENÇÃO

Art.34.AUniãonãointerviránosEstadosnemnoDistritoFederal,excetopara:

I­manteraintegridadenacional;

II­repelirinvasãoestrangeiraoudeumaunidadedaFederaçãoemoutra;

III­pôrtermoagravecomprometimentodaordempública;

IV­garantirolivreexercíciodequalquerdosPoderesnasunidadesdaFederação;

V­reorganizarasfinançasdaunidadedaFederaçãoque:

a)suspenderopagamentodadívidafundadapormaisdedoisanosconsecutivos,salvomotivodeforçamaior;

b)deixardeentregaraosMunicípiosreceitastributáriasfixadasnestaConstituição,dentrodosprazosestabelecidosemlei;

VI­proveraexecuçãodeleifederal,ordemoudecisãojudicial;

VII­asseguraraobservânciadosseguintesprincípiosconstitucionais:

a)formarepublicana,sistemarepresentativoeregimedemocrático;

b)direitosdapessoahumana;

c)autonomiamunicipal;

09/06/2015

Constituição

d)prestaçãodecontasdaadministraçãopública,diretaeindireta.

e) aplicação do mínimo exigido da receita resultante de impostos estaduais, compreendida a proveniente de transferências, na

manutençãoedesenvolvimentodoensino.(IncluídapelaEmendaConstitucionalnº14,de1996)

e) aplicação do mínimo exigido da receita resultante de impostos estaduais, compreendida a proveniente de transferências, na

Art.35.OEstadonãointerviráemseusMunicípios,nemaUniãonosMunicípioslocalizadosemTerritórioFederal,excetoquando:

I­deixardeserpaga,semmotivodeforçamaior,pordoisanosconsecutivos,adívidafundada;

II­nãoforemprestadascontasdevidas,naformadalei;

III­nãotiversidoaplicadoomínimoexigidodareceitamunicipalnamanutençãoedesenvolvimentodoensino;

III­nãotiversidoaplicadoomínimoexigidodareceitamunicipalnamanutençãoedesenvolvimentodoensinoenasaçõeseserviços

IV ­ o Tribunal de Justiça der provimento a representação para assegurar a observância de princípios indicados na Constituição Estadual,ouparaproveraexecuçãodelei,deordemoudedecisãojudicial.

Art.36.Adecretaçãodaintervençãodependerá:

I­nocasodoart.34,IV,desolicitaçãodoPoderLegislativooudoPoderExecutivocoactoouimpedido,ouderequisiçãodoSupremo

TribunalFederal,seacoaçãoforexercidacontraoPoderJudiciário;

II­nocasodedesobediênciaaordemoudecisãojudiciária,derequisiçãodoSupremoTribunalFederal,doSuperiorTribunaldeJustiça

oudoTribunalSuperiorEleitoral;

III­deprovimento,peloSupremoTribunalFederal,derepresentaçãodoProcurador­GeraldaRepública,nahipótesedoart.34,VII;

IIIdeprovimento,peloSupremoTribunalFederal,derepresentaçãodoProcurador­GeraldaRepública,nahipótesedoart.34,VII,eno

casoderecusaàexecuçãodeleifederal.(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº45,de2004)

IV ­ de provimento, pelo Superior Tribunal de Justiça, de representação do Procurador­Geral da República, no caso de recusa à

§ 1º O decreto de intervenção, que especificará a amplitude, o prazo e as condições de execução e que, se couber, nomeará o interventor,serásubmetidoàapreciaçãodoCongressoNacionaloudaAssembléiaLegislativadoEstado,noprazodevinteequatrohoras.

§ 2º Se não estiverfuncionando o Congresso Nacionalou a Assembléia Legislativa, far­se­á convocação extraordinária, no mesmo prazodevinteequatrohoras.

§3ºNoscasosdoart.34,VIeVII,oudoart.35,IV,dispensadaaapreciaçãopeloCongressoNacionaloupelaAssembléiaLegislativa,

odecretolimitar­se­áasuspenderaexecuçãodoatoimpugnado,seessamedidabastaraorestabelecimentodanormalidade.

§4ºCessadososmotivosdaintervenção,asautoridadesafastadasdeseuscargosaestesvoltarão,salvoimpedimentolegal.

CAPÍTULOVII

DAADMINISTRAÇÃOPÚBLICA

SEÇÃOI

DISPOSIÇÕESGERAIS

Art.37.Aadministraçãopúblicadireta,indiretaoufundacional,dequalquerdosPoderesdaUnião,dosEstados,doDistritoFederale

dosMunicípiosobedeceráaosprincípiosdelegalidade,impessoalidade,moralidade,publicidadee,também,aoseguinte:

I­oscargos,empregosefunçõespúblicassãoacessíveisaosbrasileirosquepreenchamosrequisitosestabelecidosemlei; II­a investidura emcargo ou emprego público depende de aprovação prévia emconcurso público de provasou de provase títulos, ressalvadasasnomeaçõesparacargoemcomissãodeclaradoemleidelivrenomeaçãoeexoneração;

Art.37.AadministraçãopúblicadiretaeindiretadequalquerdosPoderesdaUnião,dosEstados,doDistritoFederaledosMunicípios

I­oscargos,empregosefunçõespúblicassãoacessíveisaosbrasileirosquepreenchamosrequisitosestabelecidosemlei,assimcomo

II­ainvestiduraemcargoouempregopúblicodependedeaprovaçãopréviaemconcursopúblicodeprovasoudeprovasetítulos,de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissãodeclaradoemleidelivrenomeaçãoeexoneração; (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

III­oprazodevalidadedoconcursopúblicoserádeatédoisanos,prorrogávelumavez,porigualperíodo;

IV­duranteoprazoimprorrogávelprevistonoeditaldeconvocação,aqueleaprovadoemconcursopúblicodeprovasoudeprovase

títulosseráconvocadocomprioridadesobrenovosconcursadosparaassumircargoouemprego,nacarreira;

V ­os cargos em comissão e as funções de confiança serão exercidos, preferencialmente, por servidores ocupantes de cargo de carreiratécnicaouprofissional,noscasosecondiçõesprevistosemlei;

V­asfunçõesdeconfiança,exercidasexclusivamenteporservidoresocupantesdecargoefetivo,eoscargosemcomissão,aserem preenchidosporservidoresdecarreiranoscasos,condiçõesepercentuaismínimosprevistosemlei,destinam­seapenasàsatribuiçõesde direção,chefiaeassessoramento; (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

VI­égarantidoaoservidorpúblicocivilodireitoàlivreassociaçãosindical;

VII­odireitodegreveseráexercidonostermosenoslimitesdefinidosemleicomplementar;

VIII­aleireservarápercentualdoscargoseempregospúblicosparaaspessoasportadorasdedeficiênciaedefiniráoscritériosdesua

admissão;

IX ­ a lei estabelecerá os casos de contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interessepúblico;

X­arevisãogeraldaremuneraçãodosservidorespúblicos,semdistinçãodeíndicesentreservidorespúblicoscivisemilitares,far­se­á

semprenamesmadata;

X­aremuneraçãodosservidorespúblicoseosubsídiodequetratao§4ºdoart.39somentepoderãoserfixadosoualteradosporlei

específica, observada a iniciativa privativa em cada caso, assegurada revisão geral anual, sempre na mesma data e sem distinção de índices; (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº19,de1998) (Regulamento)

XI­aleifixaráolimitemáximoearelaçãodevaloresentreamaioreamenorremuneraçãodosservidorespúblicos,observados,como limitesmáximosenoâmbitodosrespectivospoderes,osvalorespercebidoscomoremuneração,emespécie,aqualquertítulo,pormembros do Congresso Nacional, Ministros de Estado e Ministros do Supremo Tribunal Federal e seus correspondentes nos Estados, no Distrito FederalenosTerritórios,e,nosMunicípios,osvalorespercebidoscomoremuneração,emespécie,peloPrefeito; (VideLeinº8.448,de

1992) XI ­ a remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos, funções e empregos públicos da administração direta, autárquica e fundacional, dos membros de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, dos detentores de mandatoeletivoedosdemaisagentespolíticoseosproventos,pensõesououtraespécieremuneratória,percebidoscumulativamenteou não,incluídasasvantagenspessoaisoudequalqueroutranatureza,nãopoderãoexcederosubsídiomensal,emespécie,dosMinistrosdo

XI ­ a remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos, funções e empregos públicos da administração direta, autárquica e fundacional, dos membros de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, dos detentores de mandatoeletivoedosdemaisagentespolíticoseosproventos,pensõesououtraespécieremuneratória,percebidoscumulativamenteou não,incluídasasvantagenspessoaisoudequalqueroutranatureza,nãopoderãoexcederosubsídiomensal,emespécie,dosMinistrosdo SupremoTribunalFederal,aplicando­secomolimite,nosMunicípios,osubsídiodoPrefeito,enosEstadosenoDistritoFederal,osubsídio mensaldoGovernadornoâmbitodoPoderExecutivo,osubsídiodosDeputadosEstaduaiseDistritaisnoâmbitodoPoderLegislativoeo subsídiodosDesembargadoresdoTribunaldeJustiça,limitadoanoventainteirosevinteecincocentésimosporcentodosubsídiomensal,

em espécie, dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, no âmbito do Poder Judiciário, aplicável este limite aos membros do Ministério

Público,aosProcuradoreseaosDefensoresPúblicos;

XII ­ os vencimentos dos cargos do Poder Legislativo e do Poder Judiciário não poderão ser superiores aos pagos pelo Poder Executivo;

XIII­évedadaavinculaçãoouequiparaçãodevencimentos,paraoefeitoderemuneraçãodepessoaldoserviçopúblico,ressalvadoo

dispostonoincisoanteriorenoart.39,§1º;

XIII­évedadaavinculaçãoouequiparaçãodequaisquerespéciesremuneratóriasparaoefeitoderemuneraçãodepessoaldoserviço

público;

XIV­osacréscimospecuniáriospercebidosporservidorpúbliconãoserãocomputadosnemacumulados,parafinsdeconcessãode

acréscimosulteriores,sobomesmotítuloouidênticofundamento;

XIV ­osacréscimospecuniáriospercebidosporservidorpúblico não serão computadosnemacumuladospara finsde concessão de acréscimosulteriores; (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

XV­osvencimentosdosservidorespúblicossãoirredutíveis,earemuneraçãoobservaráoquedispõemosarts.37,XIeXII,150,II,

153,IIIe§2º,I;

XV­osubsídioeosvencimentosdosocupantesdecargoseempregospúblicossãoirredutíveis,ressalvadoodispostonosincisosXIe

XIVdesteartigoenosarts.39,§4º,150,II,153,III,e153,§2º,I;(RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

XVI­évedadaaacumulaçãoremuneradadecargospúblicos,exceto,quandohouvercompatibilidadedehorários:

a)adedoiscargosdeprofessor;

b)adeumcargodeprofessorcomoutrotécnicooucientífico;

c)adedoiscargosprivativosdemédico;

XVI ­é vedada a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto, quando houvercompatibilidade de horários, observado em qualquercasoodispostonoincisoXI: (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

a)adedoiscargosdeprofessor;

b)adeumcargodeprofessorcomoutrotécnicooucientífico;

c)adedoiscargosprivativosdemédico;

XVIIaproibiçãodeacumularestende­seaempregosefunçõeseabrangeautarquias,empresaspúblicas,sociedadesdeeconomia

mistaefundaçõesmantidaspeloPoderPúblico;

XVII­aproibiçãodeacumularestende­seaempregosefunçõeseabrangeautarquias,fundações,empresaspúblicas,sociedadesde

XVIII­aadministraçãofazendáriaeseusservidoresfiscaisterão,dentrodesuasáreasdecompetênciaejurisdição,precedênciasobre

osdemaissetoresadministrativos,naformadalei;

XIX­somenteporleiespecíficapoderãosercriadasempresapública,sociedadedeeconomiamista,autarquiaoufundaçãopública;

XIX­somenteporleiespecíficapoderásercriadaautarquiaeautorizadaainstituiçãodeempresapública,desociedadedeeconomia mista e de fundação, cabendo à lei complementar, neste último caso, definir as áreas de sua atuação; (Redação dada pela Emenda

XX­dependedeautorizaçãolegislativa,emcadacaso,acriaçãodesubsidiáriasdasentidadesmencionadasnoincisoanterior,assim

09/06/2015

Constituição

comoaparticipaçãodequalquerdelasemempresaprivada;

XXI­ressalvadososcasosespecificadosnalegislação,asobras,serviços,comprasealienaçõesserãocontratadosmedianteprocesso de licitação pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obrigações de pagamento,mantidasascondiçõesefetivasdaproposta,nostermosdalei,oqualsomentepermitiráasexigênciasdequalificaçãotécnicae econômicaindispensáveisàgarantiadocumprimentodasobrigações. (Regulamento)

XXII­asadministraçõestributáriasdaUnião,dosEstados,doDistritoFederaledosMunicípios,atividadesessenciaisaofuncionamento do Estado,exercidasporservidoresde carreirasespecíficas,terão recursosprioritáriospara a realização de suasatividadese atuarão de formaintegrada,inclusivecomocompartilhamentodecadastrosedeinformaçõesfiscais,naformadaleiouconvênio. (Incluídopela

§1ºApublicidadedosatos,programas,obras,serviçosecampanhasdosórgãospúblicosdeverátercarátereducativo,informativoou

de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidorespúblicos.

§2ºAnãoobservânciadodispostonosincisosIIeIIIimplicaráanulidadedoatoeapuniçãodaautoridaderesponsável,nostermos

dalei.

§3ºAsreclamaçõesrelativasàprestaçãodeserviçospúblicosserãodisciplinadasemlei.

§ 3ºAleidisciplinará asformasde participação do usuário na administração pública direta e indireta,regulando especialmente:

I­asreclamaçõesrelativasà prestação dosserviçospúblicosemgeral,asseguradasa manutenção de serviçosde atendimento ao usuárioeaavaliaçãoperiódica,externaeinterna,daqualidadedosserviços; (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

II ­o acesso dosusuáriosa registrosadministrativose a informaçõessobre atosde governo, observado o disposto no art. 5º, X e XXXIII;(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº19,de1998) (VideLeinº12.527,de2011)

III ­a disciplina da representação contra o exercício negligente ou abusivo de cargo, emprego ou função na administração pública.

§4ºOsatosdeimprobidadeadministrativaimportarãoasuspensãodosdireitospolíticos,aperdadafunçãopública,aindisponibilidade

dosbenseoressarcimentoaoerário,naformaegradaçãoprevistasemlei,semprejuízodaaçãopenalcabível.

§5ºAleiestabeleceráosprazosdeprescriçãoparailícitospraticadosporqualqueragente,servidorounão,quecausemprejuízosao

erário,ressalvadasasrespectivasaçõesderessarcimento.

§6ºAspessoasjurídicasdedireitopúblicoeasdedireitoprivadoprestadorasdeserviçospúblicosresponderãopelosdanosqueseus

agentes,nessaqualidade,causarematerceiros,asseguradoodireitoderegressocontraoresponsávelnoscasosdedoloouculpa.

§7ºAleidisporásobreosrequisitoseasrestriçõesaoocupantedecargoouempregodaadministraçãodiretaeindiretaquepossibilite

oacessoainformaçõesprivilegiadas.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

§8ºAautonomiagerencial,orçamentáriaefinanceiradosórgãoseentidadesdaadministraçãodiretaeindiretapoderáserampliada

mediantecontrato,aserfirmadoentreseusadministradoreseopoderpúblico,quetenhaporobjetoafixaçãodemetasdedesempenho paraoórgãoouentidade,cabendoàleidisporsobre: (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

I­oprazodeduraçãodocontrato; (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

III­aremuneraçãodopessoal.

§9ºOdispostonoincisoXIaplica­seàsempresaspúblicaseàssociedadesdeeconomiamista,esuassubsidiárias,quereceberem

recursosda União,dosEstados,do Distrito Federalou dosMunicípiospara pagamento de despesasde pessoalou de custeio emgeral.

§ 10. É vedada a percepção simultânea de proventos de aposentadoria decorrentes do art. 40 ou dos arts. 42 e 142 com a remuneraçãodecargo,empregooufunçãopública,ressalvadososcargosacumuláveisnaformadestaConstituição,oscargoseletivoseos cargosemcomissãodeclaradosemleidelivrenomeaçãoeexoneração. (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº20,de1998) (Vide

§ 11. Não serão computadas, para efeito doslimitesremuneratóriosde que trata o inciso XI do caput deste artigo, asparcelasde caráterindenizatórioprevistasemlei. (IncluídopelaEmendaConstitucionalnº47,de2005)

§12.ParaosfinsdodispostonoincisoXIdocaputdesteartigo,ficafacultadoaosEstadoseaoDistritoFederalfixar,emseuâmbito,

mediante emenda àsrespectivasConstituiçõese LeiOrgânica,como limite único,o subsídio mensaldosDesembargadoresdo respectivo TribunaldeJustiça,limitadoanoventainteirosevinteecincocentésimosporcentodosubsídiomensaldosMinistrosdoSupremoTribunal Federal,nãoseaplicandoodispostonesteparágrafoaossubsídiosdosDeputadosEstaduaiseDistritaisedosVereadores. (Incluído

Art.38.Aoservidorpúblicoemexercíciodemandatoeletivoaplicam­seasseguintesdisposições:

Art.38.Aoservidorpúblicodaadministraçãodireta,autárquicaefundacional,noexercíciodemandatoeletivo,aplicam­seasseguintes

I­tratando­sedemandatoeletivofederal,estadualoudistrital,ficaráafastadodeseucargo,empregooufunção;

II­investidonomandatodePrefeito,seráafastadodocargo,empregooufunção,sendo­lhefacultadooptarpelasuaremuneração;

III ­investido no mandato de Vereador, havendo compatibilidade de horários, perceberá as vantagens de seu cargo, emprego ou função,semprejuízodaremuneraçãodocargoeletivo,e,nãohavendocompatibilidade,seráaplicadaanormadoincisoanterior;

IV­emqualquercasoqueexijaoafastamentoparaoexercíciodemandatoeletivo,seutempodeserviçoserácontadoparatodosos

efeitoslegais,excetoparapromoçãopormerecimento;

V­paraefeitodebenefícioprevidenciário,nocasodeafastamento,osvaloresserãodeterminadoscomosenoexercícioestivesse.

09/06/2015

Constituição

SEÇÃOII DOSSERVIDORESPÚBLICOSCIVIS DOSSERVIDORESPÚBLICOS

Art.39.AUnião,osEstados,oDistritoFederaleosMunicípiosinstituirão,noâmbitodesuacompetência,regimejurídicoúnicoeplanos

decarreiraparaosservidoresdaadministraçãopúblicadireta,dasautarquiasedasfundaçõespúblicas. (VideADINnº2.135­4)

Art. 39. A União, osEstados, o Distrito Federale osMunicípiosinstituirão conselho de política de administração e remuneração de

§

1º A lei assegurará, aos servidores da administração direta, isonomia de vencimentos para cargos de atribuições iguais ou

assemelhadosdo mesmo Poderou entre servidoresdosPoderesExecutivo,Legislativo e Judiciário,ressalvadasasvantagensde caráter individualeasrelativasànaturezaouaolocaldetrabalho. (VideLeinº8.448,de1992)

II­osrequisitosparaainvestidura;

III­aspeculiaridadesdoscargos.

§2ºAplica­seaessesservidoresodispostonoart.7º,IV,VI,VII,VIII,IX,XII,XIII,XV,XVI,XVII,XVIII,XIX,XX,XXII,XXIIIeXXX.

§ 2º A União, os Estados e o Distrito Federal manterão escolas de governo para a formação e o aperfeiçoamento dos servidores

públicos, constituindo­se a participação noscursosumdosrequisitospara a promoção na carreira, facultada, para isso, a celebração de

convêniosoucontratosentreosentesfederados. (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

§3ºAplica­seaosservidoresocupantesdecargopúblicoodispostonoart.7º,IV,VII,VIII,IX,XII,XIII,XV,XVI,XVII,XVIII,XIX,XX,

§ 4º O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e Municipais serão remuneradosexclusivamenteporsubsídiofixadoemparcelaúnica,vedadooacréscimodequalquergratificação,adicional,abono,prêmio,

§5ºLeidaUnião,dosEstados,doDistritoFederaledosMunicípiospoderáestabelecerarelaçãoentreamaioreamenorremuneração

dosservidorespúblicos,obedecido,emqualquercaso,odispostonoart.37,XI.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

§ 6º Os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário publicarão anualmente os valores do subsídio e da remuneração dos cargos e

empregospúblicos.

§7ºLeidaUnião,dosEstados,doDistritoFederaledosMunicípiosdisciplinaráaaplicaçãoderecursosorçamentáriosprovenientesda

economiacomdespesascorrentesemcadaórgão,autarquiaefundação,paraaplicaçãonodesenvolvimentodeprogramasdequalidadee produtividade,treinamentoedesenvolvimento,modernização,reaparelhamentoeracionalizaçãodoserviçopúblico,inclusivesobaformade

adicionalouprêmiodeprodutividade.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº19,de1998)

Art.40.Oservidorseráaposentado:

I­porinvalidezpermanente,sendoosproventosintegraisquandodecorrentesdeacidenteemserviço,moléstiaprofissionaloudoença

grave,contagiosaouincurável,especificadasemlei,eproporcionaisnosdemaiscasos;

II­compulsoriamente,aossetentaanosdeidade,comproventosproporcionaisaotempodeserviço;

III­voluntariamente:

a)aostrintaecincoanosdeserviço,sehomem,eaostrinta,semulher,comproventosintegrais; b)aostrintaanosdeefetivoexercícioemfunçõesdemagistério,seprofessor,evinteecinco,seprofessora,comproventosintegrais; c)aostrintaanosdeserviço,sehomem,eaosvinteecinco,semulher,comproventosproporcionaisaessetempo; d)aossessentaecincoanosdeidade,sehomem,eaossessenta,semulher,comproventosproporcionaisaotempodeserviço. § 1º ­ Lei complementar poderá estabelecer exceções ao disposto no inciso III, "a" e "c", no caso de exercício de atividades consideradaspenosas,insalubresouperigosas.

§2º­Aleidisporásobreaaposentadoriaemcargosouempregostemporários.

§3º­Otempodeserviçopúblicofederal,estadualoumunicipalserácomputadointegralmenteparaosefeitosdeaposentadoriaede

disponibilidade.

§4º­Osproventosdaaposentadoriaserãorevistos,namesmaproporçãoenamesmadata,semprequesemodificararemuneração

dos servidores ematividade, sendo tambémestendidos aos inativos quaisquerbenefícios ou vantagens posteriormente concedidos aos servidores em atividade, inclusive quando decorrentes da transformação ou reclassificação do cargo ou função em que se deu a aposentadoria,naformadalei. § 5º­Obenefício da pensão pormorte corresponderá à totalidade dosvencimentosou proventosdo servidorfalecido,até o limite estabelecidoemlei,observadoodispostonoparágrafoanterior.

Art.40­AosservidorestitularesdecargosefetivosdaUnião,dosEstados,doDistritoFederaledosMunicípios,incluídassuasautarquias

efundações,éasseguradoregimedeprevidênciadecarátercontributivo,observadoscritériosquepreservemoequilíbriofinanceiroeatuarial

eodispostonesteartigo.

Art. 40. Aos servidores titulares de cargos efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, incluídas suas autarquiase fundações,é assegurado regime de previdência de carátercontributivo e solidário,mediante contribuição do respectivo ente público,dosservidoresativoseinativosedospensionistas,observadoscritériosquepreservemoequilíbriofinanceiroeatuarialeodisposto nesteartigo. (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº41,19.12.2003)

09/06/2015

Constituição

partirdosvaloresfixadosnaformados§§3ºe17: (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº41,19.12.2003)

porinvalidezpermanente,sendoosproventosproporcionaisaotempodecontribuição,excetosedecorrentedeacidenteemserviço,

porinvalidezpermanente,sendoosproventosproporcionaisaotempodecontribuição,excetosedecorrentedeacidenteemserviço, moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou incurável, na forma da lei; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 41,

II ­compulsoriamente, com proventos proporcionais aotempodecontribuição, aos 70(setenta)anos de

III­voluntariamente,desde que cumprido tempo mínimo de dezanosde efetivo exercício no serviço público e cinco anosno cargo efetivoemquesedaráaaposentadoria,observadasasseguintescondições: (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº20,de

a)sessentaanosdeidadeetrintaecincodecontribuição,sehomem,ecinqüentaecincoanosdeidadeetrintadecontribuição,se

b) sessenta e cinco anos de idade, se homem, e sessenta anos de idade, se mulher, com proventos proporcionais ao tempo de

§2ºOsproventosdeaposentadoriaeaspensões,porocasiãodesuaconcessão,nãopoderãoexcederaremuneraçãodorespectivo

§3ºOsproventosdeaposentadoria,porocasiãodasuaconcessão,serãocalculadoscombasenaremuneraçãodoservidornocargo

§3ºParaocálculodosproventosdeaposentadoria,porocasiãodasuaconcessão,serãoconsideradasasremuneraçõesutilizadas

§4ºÉvedadaaadoçãoderequisitosecritériosdiferenciadosparaaconcessãodeaposentadoriaaosabrangidospeloregimedeque

trata este artigo, ressalvados os casos de atividades exercidas exclusivamente sob condições especiais que prejudiquema saúde ou a integridadefísica,definidosemleicomplementar. (RedaçãodadapelaEmendaConstitucionalnº20,de15/12/98)

§4ºÉvedadaaadoçãoderequisitosecritériosdiferenciadosparaaconcessãodeaposentadoriaaosabrangidospeloregimedeque

IIqueexerçamatividadesderisco;

§5ºOsrequisitosdeidadeedetempodecontribuiçãoserãoreduzidosemcincoanos,emrelaçãoaodispostono §1º,III,"a",parao professorquecomproveexclusivamentetempodeefetivoexercíciodasfunçõesdemagistérionaeducaçãoinfantilenoensinofundamental

§ 6.º As aposentadorias e pensões dos servidores públicos federais serão custeadas com recursos provenientes da União e das

contribuiçõesdosservidores,naformadalei.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº3,de1993)

§6ºRessalvadasasaposentadoriasdecorrentesdoscargosacumuláveisnaformadestaConstituição,évedadaaperceãodemais

§7º­Leidisporásobreaconcessãodobenefíciodapensãopormorte,queseráigualaovalordosproventosdoservidorfalecidoou

I­aovalordatotalidadedosproventosdoservidorfalecido,atéolimitemáximoestabelecidoparaosbenefíciosdoregimegeralde

previdênciasocialdequetrataoart.201,acrescidodesetentaporcentodaparcelaexcedenteaestelimite,casoaposentadoàdatado

II­aovalordatotalidadedaremuneraçãodoservidornocargoefetivoemquesedeuofalecimento,atéolimitemáximoestabelecido

paraosbenefíciosdoregimegeraldeprevidênciasocialdequetrataoart.201,acrescidodesetentaporcentodaparcelaexcedenteaeste

limite,casoematividadenadatadoóbito.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº41,19.12.2003)

§8ºObservadoodispostonoart.37,XI,osproventosdeaposentadoriaeaspensõesserãorevistosnamesmaproporçãoenamesma

data,semprequesemodificararemuneraçãodosservidoresematividade,sendotambémestendidosaosaposentadoseaospensionistas quaisquerbenefíciosouvantagensposteriormenteconcedidosaosservidoresematividade,inclusivequandodecorrentesdatransformação oureclassificaçãodocargooufunçãoemquesedeuaaposentadoriaouqueserviudereferênciaparaaconcessãodapensão,naforma

§ 8º É assegurado o reajustamento dos benefícios para preservar­lhes, em caráter permanente, o valor real, conforme critérios

§ 9º O tempo de contribuição federal, estadual ou municipal será contado para efeito de aposentadoria e o tempo de serviço

09/06/2015

Constituição

correspondenteparaefeitodedisponibilidade.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº20,de15/12/98)

§11­Aplica­seolimitefixadonoart.37,XI,àsomatotaldosproventosdeinatividade,inclusivequandodecorrentesdaacumulaçãode

cargos ou empregos públicos, bem como de outras atividades sujeitas a contribuição para o regime geral de previdência social, e ao montanteresultantedaadiçãodeproventosdeinatividadecomremuneraçãodecargoacumulávelnaformadestaConstituição,cargoem

comissãodeclaradoemleidelivrenomeaçãoeexoneração,edecargoeletivo.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº20,de15/12/98)

§ 12 ­Alémdo disposto neste artigo, o regime de previdência dos servidores públicos titulares de cargo efetivo observará, no que

couber,osrequisitosecritériosfixadosparaoregimegeraldeprevidênciasocial.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº20,de15/12/98)

§13­Aoservidorocupante,exclusivamente,decargoemcomissãodeclaradoemleidelivrenomeaçãoeexoneraçãobemcomode

§14­AUnião,osEstados,oDistritoFederaleosMunicípios,desdequeinstituamregimedeprevidênciacomplementarparaosseus

respectivosservidorestitularesdecargoefetivo,poderãofixar,paraovalordasaposentadoriasepensõesaseremconcedidaspeloregime de que trata este artigo, o limite máximo estabelecido para os benefícios do regime geralde previdência socialde que trata o art. 201.

§15­Observadoodispostonoart.202,leicomplementardisporásobreasnormasgeraisparaainstituiçãoderegimedeprevidência

complementarpela União, Estados, Distrito Federale Municípios, para atenderaosseusrespectivosservidorestitularesde cargo efetivo.

§ 15. O regime de previdência complementarde que trata o § 14 será instituído porleide iniciativa do respectivo PoderExecutivo,

observadoodispostonoart.202eseusparágrafos,noquecouber,porintermédiodeentidadesfechadasdeprevidênciacomplementar,de

natureza pública, que oferecerão aos respectivos participantes planos de benefícios somente na modalidade de contribuição definida.

§16­Somentemediantesuapréviaeexpressaoão,odispostonos §§14e15poderáseraplicadoaoservidorquetiveringressado no serviço público até a data da publicação do ato de instituição do correspondente regime de previdência complementar. (Incluído pela

§17.Todososvaloresderemuneraçãoconsideradosparaocálculodobenefícioprevistono§3°serãodevidamenteatualizados,na

§ 18. Incidirá contribuição sobre os proventos de aposentadorias e pensões concedidas pelo regime de que trata este artigo que

superemolimitemáximoestabelecidoparaosbenefíciosdoregimegeraldeprevidênciasocialdequetrataoart.201,compercentualigual

aoestabelecidoparaosservidorestitularesdecargosefetivos.(IncluídopelaEmendaConstitucionalnº41,19.12.2003)

§19.Oservidordequetrataesteartigoquetenhacompletadoasexigênciasparaaposentadoriavoluntáriaestabelecidasno§1º,III,

a,equeopteporpermanecerematividadefarájusaumabonodepermanênciaequivalenteaovalordasuacontribuiçãoprevidenciáriaaté