Você está na página 1de 4

Em nome de Allah, o Clemente, o Misericordioso.

Mesquita de Guarulhos
Sermão da Sexta-feira, 1 de Safar, 1429 – 8/02/2008
Proferido pelo Sheikh Khaled Rezk Takyddin
Tradução e adaptação: Prof. Samir El Hayek

Apresentação do Islam

Louvado seja Allah. Nós O louvamos, pedimos Sua ajuda e diretriz. Pedimos
refúgio a Ele contra os malefícios das nossas almas e as maldades das nossas
ações. Prestamos testemunho de que não há outra divindade além de Allah, Único,
sem parceiros. Prestamos testemunho de que Muhammad é Seu servo e
Mensageiro. Que Allah o abençoe e lhe dê paz, bem como a seus familiares, seus
companheiros e seus seguidores até o Dia do Juízo Final.
Certamente, o Livro de Deus constitui no mais verdadeiro dos livros, A
orientação de Muhammad (S) é a melhor das orientações.

Caros irmãos, prezadas irmãs:


Peço a Allah, Bendito e Exaltado seja, com os Seus belos atributos que nos
reuniu no mundo, numa de Suas casas, que nos reúna, na Outra Vida com o Seu
Profeta Muhammad (S) no Seu Paraíso.
É nosso dever, no Brasil, apresentar a religião do Islam aos outros. Apresentá-
la aos nossos filhos e ao povo brasileiro, porque é o nosso dever perante Allah.
Devemos apresentá-la aos nossos filhos porque já há uma enorme separação
entre os ensinamentos do Islam e a realidade dos muçulmanos. Devemos
apresentá-la ao povo brasileiro porque ele está sedento para conhecer essa luz
divina.
O nosso assunto girará em torno de quatro partes:
1 – A universalidade do Islam
2 – A conduta do Islam
3 – Quem se preocupa com o Islam
4 – O futuro pertence ao Islam

Peço a sua total atenção. Peço a Allah que sossegue os nossos olhos com a
vitória do Islam e dos muçulmanos, pois Ele o Senhor dos assuntos e é Onipotente.
Hoje vamos falar do primeiro tema:
1 – A Universalidade do Islam
O Islam é a fabulosa dádiva que Allah escolheu para toda a humanidade, não
apenas para os árabes ou para os muçulmanos. O Islam é a única religião que Allah
escolheu para os habitantes da terra e os habitantes do Céu. Ele diz: “Certamente,
Para Allah a religião é o Islam.” (3:19)
O Islam significa a submissão à vontade de Allah, o Senhor do Universo,
Soberano dos Céus e da Terra. Todos os profetas foram enviados com essa missão,
ou seja, pregar a Unicidade de Allah, Exaltado seja, e a adoração somente a Ele.
Noé (AS) disse: “... e foi-me ordenado que fosse um dos muçulmanos.”
(10:72)
Abraão (AS) foi enviado com o Islam: “Abraão legou esta crença aos seus
filhos, e Jacó aos seus, dizendo-lhes: Ó filhos meus, Allah vos legou esta
religião; apegai-vos a ela, e não morrais sem serdes submissos (a Allah).
Estáveis, acaso, presentes, quando a morte se apresentou a Jacó, que
perguntou aos seus filhos: Que adorareis após a minha morte? Responderam-
lhe: Adoraremos o teu Deus e o Deus de teus pais: Abraão, Ismael e Isaac; o
Deus Único, a Quem nos submetemos” (2:132-133).
Jacó (AS) foi enviado com o Islam: “Estáveis, acaso, presentes, quando a
morte se apresentou a Jacó, que perguntou aos seus filhos: Que adorareis
após a minha morte? Responderam-lhe: Adoraremos o teu Deus e o Deus de
teus pais: Abraão, Ismael e Isaac; o Deus Único, a Quem nos submetemos.”
(2:133).
José (AS) foi enviado com o Islam: “Ó Senhor meu, já me agraciaste com a
soberania e me ensinaste a interpretação dos sonhos! Ó Criador dos céus e da
terra, Tu és o meu Protetor neste mundo e no Outro. Faze com que eu morra
muçulmano, e junta-me aos virtuosos!” (12:101)
Salomão (AS) foi envido com o Islam. Quando escreveu para a Rainha de
Sabá, ela disse: “É de Salomão (e diz assim): Em nome de Allah, o Clemente, o
Misericordioso. Não sejais arrogantes; outrossim, vinde a mim, submissos!
Disse mais: Ó chefes, aconselhai-me neste problema, posto que nada decidirei
sem a vossa aprovação” (27:30-32).
Depois que a Rainha de Sabá adotou o Islam, ela disse: “Ó Senhor meu, em
verdade fui injusta; agora me consagro, com Salomão, a Allah, Senhor do
Universo!” (27:44).
Moisés (AS) foi enviado com o Islam. Ele disse: “Ó povo meu, se realmente
credes em Allah, confiai-vos n’Ele se sois submissos” (10-84).
Jesus (AS) foi enviado com o Islam: “Quem serão os meus colaboradores
na causa de Allah? Os discípulos disseram: Nós seremos os colaboradores,
porque cremos em Allah; e testemunhamos que somos muçulmanos” (3:52).
A Religião dos gênios crentes e muçulmanos: “E, entre nós, há submissos,
como também há os desencaminhados. Quanto àqueles que se submetem (à
vontade de Allah), buscam a verdadeira conduta. Quanto aos
desencaminhados, esses serão combustíveis do inferno.” (72:14-15).
Muhammad (S) foi enviado com o Islam: “Hoje, completei a religião para
vós; tenho-vos agraciado generosamente, e vos aponto o Islam por religião”
(5:3).
Foi-lhe revelado: “Se alguém almejar (impingir) outra religião, que não
seja o Islam, (ela) jamais será aceito e, no Outro Mundo, essa pessoa contar-
se-á entre os desventurados” (3:85)
Portanto, o Islam é a religião dos habitantes do Céu e dos habitantes da terra.
Não é a religião dos árabes nem dos muçulmanos. É a religião da humanidade. A
humanidade se decaiu ao combater o Islam. A comunidade islâmica se desviou
quando abandonou a religião do Islam, tornando-se débil, sem nenhum peso.
Todo o mundo e o Brasil de forma especial estão desprovidos da dádiva da
segurança. Os assassinatos, as guerras o domínio militar são o resultado do
desconhecimento da religião do Islam, a religião da misericórdia. Allah, Ta’ála,
disse ao Seu Profeta Muhammad (S): E não te enviamos senão como misericórdia
para a humanidade.”
Os muçulmanos necessitam saber que Allah é o Soberano dos Céus e da terra.
Que nada acontece no cosmos sem o Seu conhecimento, e Ele é Onipotente. Ele
disse: “Ele possui as chaves do desconhecido.” (6:59).
Um sábio judeu foi ter com o Profeta (S) e lhe disse: “Ó Muhammad,
encontramos escrito na Tora que Deus coloca os Céus sobre um dos Seus dedos, a
terras sobre outro, a água sobre outro e a parte seca sobre outro, as montanhas
sobre outro, as árvores sobre outro, e o resto das criaturas sobre outro. Então ele os
balança e diz: “Eu Sou a Soberania.” O Profeta (S) sorriu, corroborando o judeu.
Em seguida, recitou as palavras de Allah, ao dizer: “Não aquilatam a Allah como
deveriam.” (39:67)
O sofrimento que assola a humanidade é causado pelo seu distanciamento de
Allah. Ele diz: “Quem desdenhar a Minha Mensagem, levará uma mísera vida,
e o faremos comparecer, cego, no Dia da Ressurreição” (20:124)
O Ocidente combateu o Islam e tentou atribuir a ele a acusação de terrorismo,
apesar de ter sido enviado como misericórdia pata a humanidade. Alguns
ocidentais dizem que a civilização ocidental deve sobrepujar a civilização islâmica.
Se esses ignorantes examinassem a história, descobririam que a civilização
islâmica é que influenciou a civilização ocidental. O Ocidente adotou o lado
material da civilização islâmica e não adotou o lado moral, que é o mais
importante. Ele se desenvolveu materialmente, porém vive nas trevas da
imoralidade de hoje em dia.

A Civilização Ocidental de Hoje em Dia

A civilização ocidental descreve a fraude política como sendo política, o


genocídio como limpeza étnica, uma civilização que só conhece a lei do mais forte.
Os Estados Unidos mataram 270 mil pessoas com uma só bomba em
Hiroshima, eliminaram toda a população dos índios americanos. Matou quatro
milhões de vietnamitas e 250 mil crianças iraquianas quando aplicou o boicote
econômico sobre o Iraque, sem citarmos o que está acontecendo atualmente lá.
O país da “civilização”, os Estados Unidos, arma outro país para assassinar
todo um povo e prender um milhão e meio de pessoas em Gaza, etc.
Isso me faz lembrar de quando a Bretanha ocupava o Egito. Um soldado
britânico foi matar um cidadão egípcio. Este o mordeu na mão. O soldado disse
para o seu colega: “O criminoso egípcio me mordeu quando eu o estava matando.”
Portanto, quem se defende e defende a sua pátria é terrorista e criminoso.
Por isso, toda a humanidade necessita do Islam. É o que trataremos na
próxima semana, se Allah quiser.

Interesses relacionados