Você está na página 1de 56
®

®

®
®
®
®

®
®

ÍNDICE

1. TEMP System

1.1 Características/Benefícios

4

1.2 Acessórios

5

1.3 Procedimento de Seleção do Componente

6

1.4 Dados para Utilização

6

1.5 Guia de Especificações

11

1.6 Instalação

14

1.7 Especificações da Fiação

14

1.8 Configuração

15

2. CHAVE ROTATIVA

32

3. PUSH BUTTON

33

4. DIGITAL CARRIER

34

4.1. DIGITAL CARRIER PROGRAMÁVEL

35

4.1.1 Reversão automática

35

4.1.2 Recuperação Inteligente

35

4.1.3 Programando o Termostato

35

4.1.3.1 Personalize seu conforto

35

4.1.3.2 Ajustando a data atual

36

4.1.3.3 Ajustando a hora atual

36

4.1.3.4 Ajustando a programação

36

4.1.3.5 Copiando uma programação diária

37

4.1.3.6 Ajustando o ventilador

37

4.1.3.7 Selecionando o modo de operação

37

4.1.4 Operando o Termostato

37

 

4.1.4.1Mudando a programação

37

4.1.4.2 Desprezando a programação

37

4.1.4.3 Verificando a temperatura externa

38

4.1.4.4 Verificando os ajustes de tempo e temperatura

38

4.2.

DIGITAL CARRIER NÃO PROGRAMÁVEL

38

4.2.1

Reversão automática

38

4.2.1.1 Ajustando e Operando o Termostato

38

4.2.1.2 Ajustando a temperatura desejada

38

4.2.1.3 Ajustando a função ventilação

39

4.2.1.4 Selecionando o modo de operação

39

4.2.1.5 Verificando a temperatura externa

39

4.2.2 O que acontece se

(PROGRAMÁVEL E NÃO PROGRAMÁVEL)

39

4.2.2.1 O indicador de calor auxiliar estiver aceso

39

4.2.2.2 O indicador de limpeza de filtro estiver aceso

39

4.2.2.3 O indicador de economia de energia estiver aceso

39

4.2.2.4 O indicador “manter” estiver

39

4.2.2.5 Houver corte de energia

39

4.2.2.6 O indicador de falha de sensor de temperatura estiver aceso

39

4.2.2.7 O indicador de problemas estiver aceso

39

4.2.3 Termos Comuns e Onde Encontrá-los

40

4.2.4 Garantia

41

NOMENCLATURA

CK

RS

FR

Kit Controle

 

RS-Chave Rotativa

PB-Push Button

33-Temp System

DC-Digital Carrier

FR-Refrigeração AQ-Refrigeração e Aquecimento FA-Refrigeração e Aquecimento

CE-Com Relógio CW-Sem Relógio ST-Não programável PG-Programável

1. TEMP System

Funções Básicas

O seu TEMP System oferece

· Planejamento para 365 dias, que permite programação para férias, compensação em horário de verão, e 8 períodos de programação diária.

· A fiação para implantação é fácil e rápida. Até 4 sensores remotos de espaço (RRS) podem ser acrescentados.

· Capacidade de controle do sistema.

· Novo limite de ajuste do alarme oriundo das informações dos sensores.

· Está disponível um sensor de CO 2 para controle da qualidade do ar interior (IAQ).

· Acentuada coordenação do equipamento.

1.1 Características/Benefícios

A mais nova geração dos produtos do TEMP System

combina a tecnologia de ponta do TEMP System, com os controles digitais diretos da Linha de produtos Carrier para Conforto. A combinação destas duas fortes plataformas eletrônicas, permite um verdadeiro conforto ambiental, de pequenas a grandes capacidades de refrigeração.

Flexibilidade programada para cada aplicação

Um relógio eletrônico proporciona uma programação de 365 dias de 8 períodos de tempo em uso e não uso. Um relógio que tem duração de 10 horas e não utiliza bateria, protege suas configurações e programações nos períodos de interrupção da corrente elétrica. Vários relógios podem ser usados na mesma rede.

Programação para férias com até 18 programas, com múltiplos dias por programa, permite flexibilidade e adaptabilidade às necessidades de cada utilização. Programações para horário de verão e ano bissexto também estão incluídas.

O Controle externo de tempo pode ser usado com o

termostato do TEMP System para permitir um controle externo da duração das programações em uso e fora de uso.

O Controle de uso da rede permite ao termostato do TEMP

System utilizar sua própria programação de uso ou seguir a

1

A

Versão

Número de Estágios

1

programação de um esquema de rede. Programas podem ser usados por diferentes esquemas para facilitar a programação e sua utilidade.

Controle de Flexibilidade

O Controle de uso dos pontos de ajuste permite ao TEMP

System satisfazer níveis de conforto a todos os usuários.

Pontos de ajuste para calor e frio, individualmente reguláveis, maximizam o controle de uso para cada necessidade de programação.

A Sobreposição do não ocupado permite ao usuário

ampliar ou retornar aos pontos de ajuste de uso, sobrepondo a hora de início de não uso. A programação de uso pode ser estendida de 1 até 4 horas após o horário inicial de não utilização.

O Acesso à programação de temperatura e tempo é

fornecido para adaptar-se ao nível de conforto de cada usuário.

Botões de superfície em relevo melhoram a aparência e o tato na superfície, permitindo mudar a configuração facilmente.

A Opção de Display rotativo fornece opção para mostrar

somente os pontos de ajuste ou de zonas de temperatura e pontos de ajuste, a fim de adaptar-se às necessidades do usuário.

Grande quantidade de opções para todas as exigências de construção

O sensor IAQ (qualidade de ar interior) monitora

continuamente a qualidade de ar dá área (CO 2 ) e ajusta a entrada de ar exterior quando necessário. Um alarme é acionado se o nível IAQ continua abaixo dos limites configurados pelo usuário.

O Expurgo antes do uso produz um “jato” na área

condicionada uma hora antes do horário programado para uso.

A produção média de sensores remotos de espaço

melhora o conforto total do espaço condicionado. Quando existem grandes áreas com zonas quentes ou frios, podem ser produzidas em média, um total de 4 leituras do sensor remoto de espaço.

O Limite de demanda integra as funções de administração

de energia do módulo Loadshed no sistema, para otimizar a utilização.

A Medição arrendatária oferece uma maneira fácil de

coletar 3 tipos diferentes de dados após o uso. Podem ser coletadas pela medição arrendatária, a quantidade de tempo que a área permanece em um modo durante o período de uso, a quantidade de tempo que a área permanece em um modo durante o período de não utilização, e a quantidade de tempo que a invasão de não uso está ativa.

A performance do sistema é otimizada

O modo bloqueador de sistema de calefação e

refrigeração maximiza a efetividade requerida pelo sistema de calefação e refrigeração através da incapacitação da operação de calefação e refrigeração, quando a temperatura do ar exterior excede o ponto de ajuste configurado no bloqueador.

A Partida favorável coloca a área condicionada dentro dos

pontos de ajuste em uso, antes do período de utilização, para assegurar conforto ao usuário.

O Estágio otimizado maximiza o primeiro estágio da

performance de calefação ou refrigeração através da suspensão da operação do segundo estágio, quando o primeiro estágio está alcançando os requerimentos de temperatura da área.

A Operação econômica otimiza o uso do ar externo para

refrigerar. Quando a temperatura do ar externo é adequada para refrigerar, o economizador opera para condicionar a área, mantendo a performance enquanto reduz o sistema requerido

para a refrigeração mecânica.

A operação confiável do equipamento maximiza a unidade de segurança

A Proteção de limite de temperatura alta e baixa

assegura que a temperatura do ar fornecido seja mantida dentro de uma configuração específica da unidade. Para assegurar a operação livre de riscos e própria do equipamento quando as temperaturas aceitáveis não podem ser mantidas, estágios de calefação e refrigeração serão desligados. A proteção de limite evita que a unidade falhe e tenha que ser ligada novamente.

A proteção do compressor de resguardo de tempo

previne a rotação excessiva do equipamento, através da exigência de um tempo mínimo depois de um ciclo de calefação ou refrigeração.

A unidade escalonada de tempos de partida das

múltiplas unidades nas quedas de energia e no início dos tempos de uso, reduz a exigência de carga elétrica desnecessária. A aplicação única dos termostatos fornece esta capacidade sem requerer configuração adicional.

Durabilidade , rastreador e reparador de defeitos

Diagnósticos avançados são feitos no TEMP System e constantemente verificam a operação apropriada do sistema, fornecendo informações para acelerar o sistema de localização e reparo de defeitos.

O Status Ventilador e filtro permite apontar com precisão

a necessidade de assistência.

Os pontos de ajuste dos modos de erro de Calefação e Refrigeração continuamente monitoram as temperaturas

do ar fornecido. Se as temperaturas do ar fornecido excedem

o erro configurado nos pontos de ajuste, é provocado um

erro operacional para informar ao pessoal da manutenção sobre o problema.

O display de códigos de erro em cada termostato proporciona um rápido diagnóstico do status operacional do sistema.

A direção do espaço de conforto facilita a localização e

reparo de defeitos. Se a direção da temperatura da área indica perda de condições de conforto, um erro de direção de conforto é provocado. Este erro alerta o serviço de manutenção a fornecer uma rápida resolução. Um teste de saúde-própria é executado pelo sistema para assegurar atuação e operação próprias do sistema.

Configuração e instalação simplificadas

Níveis de acesso de segurança com múltipla configuração protegem as configurações do sistema, enquanto proporcionam acesso de uso à temperatura da área e programas operadores.

Menus de função facilmente acessíveis tornam a organização do sistema e a configuração intuitivas, mesmo para os que estão utilizando o sistema pela primeira vez. O display do sistema mostra os dados em um formato claro e fácil para leitura, com todos os dados agrupados em categorias lógicas.

A categoria de configuração de início contém opções

de configuração dos inícios essenciais para uma rápida montagem do sistema. As omissões típicas são nomeadas para minimizar o tempo de início e configuração.

A total configuração do sistema é feita no termostato.

Não são necessários computador e ferramentas de configuração de início para completar a instalação do sistema.

1.2 Acessórios

Módulo de acesso à rede - Permite acesso à rede via computador no local ou remotamente, através do uso de um

modem. O software de Acesso à Rede Carrier pode modificar

e ler informação de mecanismos presentes na rede.

Interruptor de status ventilador - O interruptor de status ventilador sente as condições da unidade ventilador interna (ON/OFF) e emite alarmes de Status Ventilador no bus de

comunicação.

Interruptor de status filtro - O interruptor de status filtro avalia a condição da unidade filtro (Limpo/Sujo) e emite alarmes de status filtro no bus de comunicação.

Sensor de qualidade de ar interno (CO 2 ) - O sensor de qualidade de ar interno mede a quantidade de CO 2 presente no ar. A quantidade de ar externo que está sendo enviada à área é aumentada, caso a leitura está acima do ponto de ajuste configurado. Três tipos de sensores IAQ estão disponíveis: encaixe de duto, encaixe de parede e encaixe de parede com display LED.

Kit de serviço de calibragem do sensor IAQ - O kit de calibragem do sensor IAQ contém todo o necessário para a calibragem deste sensor. O kit contém: software de Calibragem do Software do Sensor IAQ, cabo de conexão para computador, cobertor de calibragem, garrafa de gás N 2 , garrafa de gás CO 2 , regulador de pressão, tubos e clips.

Programa interface do software do sensor IAQ - O sensor IAQ é ajustado na fábrica para um alarme em 1000ppm de CO 2 . O ajuste só pode ser alterado através do uso do programa interface do software de sensor IAQ. O acessório também vem com um cabo de conexão para computador e um manual de operação.

Placa de Relé do TEMP System - As placas de relé TSR- 01 e 33CSUCE-06 (ou TSR-01W) são usados para conectar o termostato do TEMP System à unidade HVAC. As placas de relé são usados para dar energia ao termostato. Eles estão disponíveis como uma alternativa instalada na fábrica ou um acessório instalado no local de utilização. A placa de relé 33CSUCE-06 é uma versão do TSR-01W que está regulada para funcionamento externo.

Sensor de umidade - O sensor de umidade é usado para ler a umidade relativa interna (entre 10 e 90%) e emite a informação ao bus de comunicação.

Sensor de duto remoto (RDS) - O RDS é encaixado no duto de suprimento de ar e é usado para ler as temperaturas do duto entre -1,1 O C (30F) e 82,2 O C (180 O F). O RDS é usado para proteção do equipamento.

Sensor de área remoto - O sensor de área remoto é usado para informar a temperatura do espaço, de um espaço além daquele ou outro, no qual esteja localizado o termostato. Até 4 leituras de sensores remotos de área podem ser enviadas a um termostato e ser feita a média. Sensor de ar externo - O sensor de ar externo lê temperaturas entre -17,7 O C (0 O C) e 65,5 O C (150 O F) e é usado para informar a temperatura do ar externo ao bus de comunicação. A informação pode ser usada para fechar os modos calefação e refrigeração quando a temperatura não está entre os limites configurados. O sensor de ar externo se faz necessário quando um economizador é usado.

Telas de ajuda para software de acesso à rede - Um disco de telas de ajuda dá ao usuário informação on-line

sobre o termostato do TEMP System.

1.3 Procedimento de seleção de componentes

Uma seleção apropriada do termostato do TEMP System é importante para que as exigências do trabalho sejam atingidas. A seleção do termostato do TEMP System e de outros componentes é baseada nos seguintes critérios:

I Relógio

Os termostatos do TEMP System estão disponíveis nas versões com e sem relógio. Escolha o termostato do TEMP System com relógio, quando o termostato será o dispositivo que emitirá o tempo para os outros dispositivos da rede. Um “E” no sexto dígito do número do modelo indica um relógio. Um “W” indica que não há relógio.

II Placa de Relé

A seleção da placa de relé é baseada no ambiente no qual

será operado e em sua utilização. Uma utilização do TEMP System pode usar tanto uma placa de relé TSR-01 quanto um 33CSUCE-06. Escolha a placa de relé TSR-01 para ambientes de encaixes internos. Ele é usado quando a válvula relé reversora é comutada para calor. Escolha o 33CSUCE-06 para ambientes de funcionamento externos. Ele é usado para operar um economizador com contatos abertos normalmente. Também é usado em unidades que têm um controle W-973. Ambos modelos de placa de relés oferecem 2 estágios de controle ventilador, calor e frio e ON/OFF.

1.4 Dados para utilização

Comunicações

O TEMP System Carrier é um sistema de comunicação de

termostatos. As comunicações permitem ao instalador e ao proprietário ver e monitorar a operação total do sistema.

As comunicações acontecem sobre um cabo blindado de 3 fios, o qual é ligado ao bloco conector do termostato. A fiação deve ser encadeada (daisy-chained) de um Termostato TEMP ao outro.

Uma vez que o cabo de comunicação esteja instalado

e os termostatos conectados ao cabo através dos blocos

conectores, é necessário dar ao termostato uma identidade única no bus de comunicação. Isto é feito através dos endereços do dispositivo. O endereço do dispositivo tem duas partes: O elemento endereço (específico do dispositivo) e o endereço bus (o ramo do bus de comunicação no qual está

o dispositivo). Se existe somente uma ligação contínua de dispositivos, o endereço do bus é 0.

É possível dividir o sistema em vários ramos ou subsistemas. Estes ramos seriam chamados buses secundários. É necessária uma ponte para criar um bus secundário. Para endereçar corretamente os dispositivos embaixo da ponte, todos os termostatos devem ter um endereço bus que seja idêntico ao endereço elemento da ponte. Por exemplo, se a ponte (que está no bus principal) tem um bus=0/endereço elemento de 75, os termostatos

sobre a ponte teriam um endereço bus de 75. Podem ser adicionadas derivações para separar vários sistemas ou reduzir o tráfico de comunicação no bus principal. Os termostatos do TEMP System não se comunicam uns com os outros.

reajuste de temperatura que possibilitará que o ar puro seja trazido para a área, mesmo que os pontos de ajuste de temperatura estejam excedidos. Quando o ar puro exterior morno é trazido para uma área resfriada, ou o ar puro exterior fresco é trazido

Qualidade de ar interior

para uma área aquecida, a temperatura da área pode cair ou subir acima dos limites configurados pelo usuário. A função de reajuste de temperatura permite

A

característica de qualidade de ar interior (IAQ) permite que

que a temperatura da área aumente ou diminua o

o

sistema de Conforto Carrier esteja em interface com o

economizador no equipamento HVAC, e a manutenção da qualidade do ar interior dentro dos limites aceitáveis. Um sensor IAQ (CO 2 ) é usado para monitorar os níveis IAQ no espaço ou no duto de ar retornável. O termostato do TEMP System controla o economizador e o ventilador do sistema durante o modo IAQ. É necessário uma placa de relé com saída economizadora para dirigir o economizador na sua posição máxima de abertura.

limite configurado pelo usuário além dos pontos de ajuste, para permitir que o tempo de qualidade do ar interno melhore.

4 O termostato do TEMP System tem 3 funções bloqueadoras de entrada, as quais evitam que o sistema entre em IAQ (energizando o relé economizador). O sistema pode trancar a entrada de alta umidade exterior, do ar exterior de baixa temperatura e do ar exterior de alta temperatura.

Quando o alarme IAQ é disparado no termostato do TEMP System, o sistema entrará no modo IAQ.

5 Se a umidade externa está acima do ponto de ajuste

configurado pelo usuário, o sistema não energizará

Para IAQ, quando o termostato do TEMP System

o

relé economizador. A umidade externa deve ser

possuir um alarme IAQ, o termostato verifica a temperatura da área, os pontos de ajuste, e reajusta a temperatura para determinar se ela pode entrar no modo IAQ. Se o termostato do TEMP System entrar no modo IAQ, ele energiza o ventilador do sistema. Se o retardo economizador IAQ está satisfeito e uma área ainda tem alarme IAQ, o termostato do TEMP System verifica o ar exterior em oposição a umidade

lida e emitida por outro dispositivo no bus de comunicação (como um Controle de Conforto). Se o termostato do TEMP System não está recebendo umidade exterior, o bloqueador de umidade não funcionará.

e

temperatura externas. Se as funções externas IAQ não

6 Se a temperatura do ar exterior está acima ou abaixo do ponto de ajuste configurado pelo usuário, o

7 O termostato do TEMP System tem a função de

forem acionadas, o relé economizador é energizado para trazer ar puro para a área. Quando a área IAQ está satisfeita ou a

sistema não energizará o relé economizador. A temperatura do ar exterior pode ser lida por um

temperatura reajustada é alcançada, o termostato do TEMP System ficará no modo IAQ por 4,5 minutos e depois desergenizará o relé economizador. O ventilador do sistema retornará ao seu modo normal de operação.

O termostato do TEMP System tem 7 opções IAQ configuráveis que permitem que o modo IAQ seja alterado para cada utilização.

sensor de ar externo ligado ao termostato do TEMP System ou emitida por outro dispositivo no bus de comunicação. Se o termostato do TEMP System não estiver recebendo temperatura de ar exterior, o bloqueador de temperatura de ar exterior não funcionará.

retardo de alarme, a qual configura quanto tempo o

1

O

termostato do TEMP System pode ser configurado

termostato do TEMP System esperará antes de

para operar com ou sem um sensor conectado ao seu placa de relé.

mandar um alarme IAQ ao bus de comunicação.

 

Utilizações em reformas e renovações planejadas

2

O termostato do TEMP System pode configurar quanto tempo o ventilador interno operará, antes de que o relé economizador seja energizado. Com um

Reformas e renovações planejadas são as duas maiores áreas em que novos sistemas de controle são adaptados a

economizador Carrier integrado, o damper de ar externo irá para a posição mínima quando o ventilador interior é energizado depois do alarme. Se o termostato do TEMP System ainda está recebendo um alarme IAQ depois que o retardo economizador expirou, o termostato do TEMP System energizará

prédios já existentes. Uma típica utilização de adaptação seria o uso de controles de melhoramento ou dampers. Maiores modificações de um sistema de não zoneamento para um sistema de zoneamento, está além do alcance de uma típica utilização em reforma.

o

relé economizador e dirigirá o economizador para

O

alcance de utilização do sistema em renovações

posição totalmente aberta. Um placa de relé com saída economizadora é necessário para dirigir o economizador a sua posição de abertura máxima.

a

planejadas é muito maior do que em reformas. Em uma renovação planejada a unidade e os controles são normalmente melhorados. O layout do duto pode ser estendido e podem ser acrescentados dampers zonais

3

O

termostato do TEMP System tem uma função de

atuantes proporcionando um controle de conforto adicional.

Tipicamente, nenhum duto e dampers existente permanecerá no lugar. Para fazer um upgrade em uma série de controles dampers pneumáticos a fim de adaptá-los a

controles do Sistema de Conforto Carrier eletrônicos, os dutos e dampers existentes não precisam ser removidos. Os atuadores pneumáticos são removidos do damper ou caixa,

e o novo atuador eletrônico é instalado no seu lugar.

Para a adaptação de um sistema em um Sistema de Conforto Carrier, o controlador de unidade é substituído com o placa de relé. O controle placa de relé é ligado a faixa terminal da unidade e fornece refrigeração e calefação, ventilador, válvula reversora, ou relé economizador para a unidade. Um termostato de TEMP System pode ser ligado a cada placa de relé.

Se o sistema consiste de múltiplas instalações de TEMP System, os termostatos de TEMP System são tipicamente instalados juntos para formar um bus de comunicação. O bus de comunicação une as múltiplas unidades. Pelo menos um dispositivo deve ter um relógio, a não ser que haja outros dispositivos com relógio (tais como um Controlador de Conforto). Outras modificações não são necessárias para completar um TEMP System.

A fiação típica requerida é: 7-fios condutores, da

unidade para a unidade controladora placa de relé; 5-fios condutores blindados, do placa de relé ventilador para o termostato do TEMP System e 3-fios condutores com blindagem, do termostato do TEMP System para o termostato do TEMP System.

Dirija-se à seção Acessórios para informação sobre os sensores disponíveis para maximizar a operação do sistema de conforto.

Além dos sensores, pode ser acrescentada capacidade total para comunicação, a fim de prover acesso tanto local quanto remoto, melhorando assim a utilização do sistema. Estes tópicos são descritos em detalhe na seção de Comunicações dos Dados de Utilização na página 6.

Utilização e Configuração do Alarme

Esta seção descreve os principais tipos de alarme que estão disponíveis dentro do sistema. Os tipos de alarme são: Alarme de temperatura do ambiente (tendência conforto), alarme de temperatura de descarga do ar, alarme de status ventilador, alerta de status filtro, e alarme de status IAQ.

A seção descreve cada alarme em detalhe: com que

controles ele trabalha; os sensores requeridos para que o alarme seja ativado; e como o alarme é configurado. A

descrição fornece informação de como o alarme é utilizado

e o hardware necessário para uma operação apropriada.

Alarme de temperatura de espaço (Inclinação Conforto) - Veja a tabela de Alarme de Temperatura de Espaço ao lado para especificações de alarme.

ALARME DE TEMPERATURA DE ESPAÇO

FUNÇÃO

DESCRIÇÃO

Controladores

Termostato do TEMP System

Sensores Requeridos

Nenhum (o Sensor de Temperatura de Espaço está no Termostato)

Fiação do Sensor

Nenhuma, Sensor integral para termostato

Entrada

Demanda de Tendência de Conforto Limite de Tempo de Inclinação de Conforto

Saída

SE-01 Erro de Tendência de Conforto (Alarme de temperatura de ambiente)

Opções de Configuração

Demanda de Tendência de Conforto Limite de tempo de Tendência de Conforto

Valores Configurados

Limites 0 O C (O O F) a 14,1 O C (25.5 O F) Limites 0 a 255 minutos

Incrementos Configurados

0,055 O C (0,1 O F) 1 minuto

Funções Associadas

Nenhuma

Operação - Um alarme de temperatura do espaço (tendência de conforto), indica quando o sistema não está apto a manter as condições de conforto da temperatura do espaço. Alarmes de temperatura do espaço, são uma indicação de que a operação do sistema HVAC tem dificuldade em manter a temperatura do espaço. A demanda de temperatura do espaço ou área, é a diferença entre o ponto de ajuste (tanto calefação quanto refrigeração) e a temperatura real do espaço da área.

Quando a demanda da área excede o valor da Demanda de Tendência de Conforto, o termostato começa a calcular a tendência de temperatura da área. A tendência de temperatura é, simplesmente, a habilidade de “tempo real” do espaço para baixar ou reduzir a demanda de temperatura do espaço. O tempo é medido durante o período no qual a tendência de temperatura não mostra melhoramento, ou indica que as condições entre o ponto de ajuste e a temperatura do espaço estão piorando. Quando o duração do tempo medido atinge o valor Limite de Tempo de Tendência de Conforto, um alarme de Temperatura de Espaço é acionado.

Exemplo de configuração Ponto de Ajuste do Espaço de Refrigeração Ocupado:

22,2 O C (72 O F) 20 O C (68 O F)

Ponto de Ajuste do Espaço de Calefação Ocupado:

Demanda de Tendência de Conforto: 2,5 O C (4,5 O F) Limite de Tempo de Tendência de Conforto: 7 minutos

O sistema está operando normalmente sem alarme durante o modo refrigeração. A tendência da temperatura de espaço indica que o sistema não pode manter o espaço dentro dos pontos de ajuste, e a temperatura do espaço sobe para 24,7 O C (76,5 O F). A tendência de temperatura do espaço não melhora, e as condições de temperatura estão piorando por pelo menos 7 minutos. Nesse momento, um alarme (SE-01) de temperatura de espaço (Tendência de Conforto) é acionado. O alarme parará quando o sistema

puder manter apropriadamente as condições de temperatura de espaço dentro do espaço.

O alarme é desligado usando o reajuste manual. O sistema não retornará ao normal sem ser reajustado.

Alarme de Temperatura de Descarga do Ar (Erro no Modo Calor/Frio) - Veja a tabela de Alarme de Temperatura de Descarga do Ar para especificações.

ALARME DE TEMPERATURA DE AR DE DESCARGA

FUNÇÃO

DESCRIÇÃO

Controladores

Termostato do TEMP System

Sensor requerido

Sensor de Conduto Remoto (RDS)

Fiação do Sensor

Fios para Terminal 13 e 15

Entrada

Unidade Temperatura de Ar de Descarga

Saída

SE-07 Alarme de Modo Calor SE-08 Alarme de Modo Frio

Opções de Configuração

Ponto de Ajuste de Alarme de Modo Calor Ponto de Ajuste de Alarme de Modo Frio

Valores de Configuração

Calefação: Mín. 17,7 O C (0 O F), Máx. 60 O C 140 O F

Refr.: Mín.17,7 O C (0 O F), Máx. 60 O C

140 O F

Incrementos da Configuração

0,55 O C (1 O F)

Funções Associadas

Nenhuma

Operação

Modo Calefação - O Alarme é acionado quando a unidade de temperatura de descarga não está acima ponto de ajuste de erro do modo calefação.

Modo Refrigeração - O Alarme é acionado quando a unidade de temperatura de descarga não está abaixo do ponto de ajuste de erro do modo refrigeração.

Quando a unidade de temperatura de descarga sobe acima do ponto de ajuste de erro do modo calor, o alarme de modo calor é normalizado. Quando a unidade de temperatura de descarga cai abaixo do ponto de ajuste de erro do modo frio, o alarme de modo frio é normalizado.

Por exemplo, os pontos de ajuste de Erro do Modo Calefação/Refrigeração são 32,2 O C (90 O F) e 12,8 O C (55 O F). Durante o modo calor, depois de um período de 10 minutos, se a temperatura de descarga não aumentar acima de 32,2 O C (90 O F), um erro de modo calor é produzido. Depois que a temperatura de descarga aumentar acima de 32,2 O C (90 O F), o alarme é normalizado.

Durante o modo refrigeração, depois de um período de 10 minutos de refrigeração, se a temperatura de descarga não descer abaixo de 12,8 O C (55 O F), um erro de modo frio é produzido. Depois que a temperatura de descarga diminuir abaixo de 12,8 O C (55 O F), o alarme é normalizado.

- Veja a Tabela de

Alarme de Status FAN (VENTILADOR) para especificações.

Alarme de Status Fan (ventilador)

ALARME DE STATUS FAN (VENTILADOR)

FUNÇÃO

DESCRIÇÃO

Controladores

Termostato de TEMP System

Sensor Requerido

Fluxo e Ar, Entrada Digital

Fiação do Sensor

Terminais 8 e 9 do 33CSUE-06-Placa de Relé

Entrada

Contatos abertos no sensor por causa de falta de fluxo de ar

Saída

Alarme SE-06, não pode detectar Fan (ventilador) ON Alarme SE-12, não pode detectar Fan (ventilador) OFF

Opções de Configuração

Status Fan (ventilador)

Valores da Configuração

Defeito OFF, Min OFF, Max ON

Incrementos da Configuração

Nenhum

Funções Associadas

Operação FAN (VENTILADOR) para Calor

Operação

O detetor de verificação fan (ventilador) está correndo. O relé Fan (ventilador) está ligado ou o relé Calor 1 está ligado

- Quando o termostato do TEMP System indica que o estado comandado de FAN (VENTILADOR) (relé) está ligado, mas

o interruptor fluxo não indica fluxo de ar depois de um tempo

de retardo de 30 segundos (os contatos do sensor ainda estão abertos), uma condição de alarme é indicada (calor ou frio ou modo ventilação).

Quando o termostato do TEMP System indica que

o estado comandado de CALOR 1 (relé) está ligado, mas o

interruptor fluxo indica que não há fluxo de ar depois de um

tempo de retardo de 120 segundos (os contatos dos sensores ainda abertos), uma condição de alarme é iniciada. Este tempo de retardo permite que as unidades tenham controle interno de calor, versus controle de termostato de calor.

Quando uma condição de alarme é iniciada:

· modo do sistema cai (tanto calor, quanto frio)

· o alarme SE-06, que sinaliza a Impossiblidade de Detectar Fan (ventilador) ON, é liberado

· um reajuste manual é pedido para reajustar o alarme.

O detector ou verificador fan (ventilador) está desligado. O Relé Fan (ventilador) está desligado e o Relé

Calor 1 está desligado - Quando o termostato de TEMP System indica que o estado comandado FAN (VENTILADOR) (relé) está desligado, mas o interruptor de fluxo indica que o fluxo de ar ainda existe depois de um tempo de retardo de 240 segundos a partir do desligamento do comando fan (ventilador) (os contatos dos sensores ainda estão fechados), uma condição de alarme é iniciada.

Quando a condição de alarme é iniciada:

· o termostato do TEMP System continuará a operar o sistema. Isto permite que sejam iniciadas futuras chamadas para calor ou frio.

· o alarme SE-12, que sinaliza a Impossibilidade de Detectar Fan (ventilador) OFF, é acionado

· um reajuste manual é pedido para reajustar o alarme

Exemplo de Configuração - A Opção do Interruptor de Status FAN (VENTILADOR) está ajustada para operação de interruptor de status fan (ventilador). No início do modo refrigeração, o relé fan (ventilador) é ligado pelo termostato de TEMP System. A operação FAN (VENTILADOR) é iniciada e o fan (ventilador) tem 30 segundos para gerar fluxo de ar suficiente para fechar o interruptor de fluxo de status fan (ventilador) normalmente aberto. Se os contatos do sensor forem fechados dentro de 30 segundos, o sistema opera normalmente e não haverá o acionamento de um alarme de Status Fan (ventilador). Se, entretanto, os contatos do sensores não forem fechados dentro de 30 segundos, um alarme é acionado. O display do termostato não indicará “fan (ventilador)” até que a operação fan (ventilador) seja verificada pelo interruptor de fluxo de status-fan (ventilador).

O alarme causará a queda do sistema. Não há possibilidade de refrigeração, calefação ou ventilação até que um reajuste do sistema seja iniciado.

Em um modo calor, a mesma seqüência é seguida, exceto que o tempo de retardo é aumentado para 120 segundos. Se a Operação Fan (ventilador) para Calor está configurada desligada, nenhum alarme é acionado no modo calor.

Alerta de Status Filtro - Veja a tabela de Alerta de Status Filtro para especificações.

ALERTA DE STATUS FILTRO

FUNÇÃO

DESCRIÇÃO

Controladores

Termostato do TEMP System

Sensor Requerido

Filtro, 33 CSFS-01, Entrada Digital

Fiação do Sensor

Terminais 10 e 11 do 33 CSUCE-06 Placa de Relé

Entrada

Contatos fechados contra queda de alta pressão

Saída

Alarme (SE-09) Filtro Sujo

Opções de Configuração

Sensor de umidade/Interruptor de Status Filtro

Valores da Configuração

Defeito 0, Min 0, Max 2 para ativar

Incrementos Configurados

Nenhum

Funções Associadas

Nenhuma

Operação - Este alerta é usado para indicar o status dos filtros na unidade HVAC. O alerta de Filtro Sujo indica uma queda de alta pressão através dos filtros, causada por uma coleção de partícula e fragmentos excessivos na metade do filtro.

A queda de pressão através dos filtros na unidade aumenta, até atingir o ponto de ajuste do sensor de Status Filtro. Isto faz com que os contatos do sensor fechem. O fechamento do contato do sensor é detectado por uma discreta entrada. Se os contatos permanecerem fechados por 10 minutos, um alerta de Filtro Sujo é iniciado.

Um reajuste manual é necessário para apagar este

alerta.

Exemplo de Configuração - O sensor do Status Filtro fechará os contatos (alerta) quando a pressão diferencial aumentar de zero (filtro limpo, nenhuma restrição ou queda de pressão através do filtro) para o ponto de ajuste do sensor (filtro sujo com restrições através do filtro). A opção de Sensor de Umidade/Interruptor de Filtro FAN (VENTILADOR) é ajustada para especificar o interruptor de status filtro.

Durante a operação da unidade por um certo período, um erro SE-09 é demonstrado. Isto indica que a pressão diferencial através do filtro aumentou além do ponto de ajuste valorizado do sensor. A Informação Alternativa “Status de Filtro Sujo” será lida ON, indicando também um filtro sujo.

Depois que os filtros sujos são trocados, O Status de Filtro Sujo deve ser manualmente reajustado. O sistema então volta a operação normal, e não dará sinal de alerta até que o ponto de ajuste da pressão diferencial do sensor de Status Filtro seja novamente atingido.

Alarme de Status de Qualidade de Ar Interior - Veja

a tabela de Alarme de Status IAQ ( Qualidade de Ar Interior) para especificações.

ALARME DE STATUS IAQ

FUNÇÃO

DESCRIÇÃO

Controladores

Termostato do TEMP System

Sensor Requerido

Sensor IAQ (CO2)

Fiação do Sensor

Pinos 6 e 7 do Board IAQ

Entrada

Contato fechado quando o nível excede

Saída

SE-10

Opções de Configuração

Sistema IAQ Sensor IAQ local

Valores da Configuração

ON

ON

Incrementos da Configuração

Não aplicáveis

Funções Associadas

Nenhuma

Operação - Quando o nível CO2 excede o nível pré ajustado,

o sensor faz sinal para o termostato do TEMP System. O

termostato do TEMP System esperará até que a opção de Retardo de Alarme IAQ termine, depois ele liberará um SE- 10. O sistema trará ar puro exterior para dentro, a fim de atingir os requisitos IAQ.

Quando o nível CO2 excede o nível pré-ajustado (a configuração de fábrica é 1000 ppm e não pode ser medida sem um software operacional), o sensor faz sinal para o termostato do TEMP System. O termostato do TEMP System

energiza o motor fan (ventilador) interno (se ainda não estiver funcionando) por 5 até 30 minutos (configuração de campo).

Parte 2 - Produtos

Se o Relé Auxiliar foi configurado para operação IAQ, o termostato do TEMP System energiza o relé. Isto é planejado

2.01

Equipamento

para uso com um economizador, mas pode ser ligado a um

A.

Geral:

fan (ventilador) exaustor ou HRV. Se usado com um

O

sistema de controle deve estar disponível como

economizador, o economizador se move para a posição

um pacote completo, com os sensores de entrada requeridos

mínima e o fan (ventilador) interno circula o ar por todo o

e

componentes de controle adicionais prontamente

espaço ocupado.

disponíveis. Deve prover controle completo da unidade HVAC.

O sistema deve ser capaz de diagnóstico através de “auto-

O termostato do TEMP System tem 3 características

teste”, o qual é comunicado aos alarmes e ao status da

de bloqueadores, as quais prevenirão modo IAQ se a umidade

operação.

externa é elevada demais ou a temperatura externa é muito

A

unidade de controle da placa de relé deve vir

alto ou muito baixa.

instalada de fábrica com conexão direta para o termostato do TEMP System instalado no local da utilização.

No fim dos 5 a 30 minutos, se o nível CO2 ainda excede o ponto de ajuste, o fan (ventilador) interno permanecerá energizado. O damper economizador abre. Isto força o ar puro exterior a entrar na zona do TEMP System para aliviar a deficiência IAQ. Quando o nível IAQ cai abaixo do ponto de ajuste IAQ, o economizador retorna ao seu modo de operação padrão.

Quando o sistema está trazendo para dentro ar externo adicional, o termostato do TEMP System é reajustado

de 0 O C (0 O F) a 5,5 O C (10 O F) (configuração de campo) acima

e abaixo do ponto de ajuste original, para permitir que o ar externo circule antes que o modo calefação ou refrigeração seja iniciado. O termostato do TEMP System mostrará status quando o sistema estiver neste modo.

1.5 Guia de Especificações

Sistema de Controle TEMP HVAC Zona Única

Número do modelo:

33 CSTMT (Termostato de TEMP System com relógio ) 33 CSTM (Termostato do TEMP System sem relógio)

Parte 1 - Generalidades

1.01 DESCRIÇÃO DO SISTEMA

O sistema deve consistir de um termostato de comunicação

programável para área única com unidade controladora. O

sistema também deve incluir uma série completa de sensores

e componentes de entrada. Os controles devem ser ter

capacidade para uso por si próprio ou em rede, para formar um bus de comunicação. O termostato deve operar e ser configurado sem o uso de um computador, mas deve prover capacidade para acesso de rede, tanto local quanto remoto, através de um computador compatível.

1.02 GARANTIA DE QUALIDADE

O controle de sistema deve ser projetado em conformidade

com os padrões UL e CSA. O Controle deve ser fabricado dentro de um padrão de certificado ISO-9000.

1.03 ENTREGA, ARMAZENAMENTO E MANEJO

Os produtos de controle do sistema devem ser armazenados

e manejados conforme recomendações do fabricante.

B. Memória do Dispositivo e Relógio:

O sistema não deve requerer o uso de bateria

alternativa para apoiar relógios e o armazenamento de memória não volátil. Os relógios devem ter a capacidade de reter a hora certa num mínimo de 10 horas, e o armazenamento de memória não volátil deve ser indefinido durante a interrupção de energia. O sistema deve recomeçar por si próprio e imediatamente retomar operação normal quando a energia for restabelecida.

C. Capacidade de operar por si próprio:

O sistema deve ter a capacidade de operar como

um sistema por si próprio e não requer o computador para estimular qualquer função para operação normal. O sistema deve ter a capacidade de ser colocado em contato com um computador, tanto remoto quanto local, para objetivos de diagnóstico, programação, monitoramento, e armazenamento de dados.

D. Termostato do TEMP System:

1. Deve incluir um controle eletrônico o qual

deve determinar a demanda de calefação ou refrigeração baseado na demanda do espaço.

2. Deve ter a habilidade para operar o sistema fan (ventilador) tanto automaticamente, com

o interruptor fan (ventilador) em AUTO

(operação fan somente durante um sistema de modo calefação ou refrigeração não em uso) quanto continuamente durante o modo em uso com o interruptor Fan (ventilador)

ajustado em ON. A Operação fan (ventilador) durante um modo de não uso deve ser automática. Os interruptores devem ser acessíveis e trocáveis de um local remoto.

O Sistema deve prover status fan (ventilador)

comandado e real.

3. Deve ter a habilidade de proteger a configuração do sistema de adulteração e mal-uso, através do fornecimento de 4 níveis de acesso de segurança dentro do controle do termostato. Os níveis de acesso devem variar da não permissão de mudanças de configuração no controle do sistema, até a permissão de configuração total no controle

do sistema. Os níveis de acesso dentro da

4. Deve ter a habilidade de automaticamente

5. Deve ter a capacidade de monitorar a

 

recomeçar depois de uma falta de energia.

variação devem prover ao usuário ajustes de

14.

O

placa de relé controle da unidade deve ter

temperatura confortáveis e programação de uso.

regulagem de funcionamento externo e ser

adaptável para instalações e operações em espaços externos.

ou manualmente mudar entre calefação e

15.

A

calibragem do sensores do sistema deve

refrigeração.

temperatura do ar fornecido e, utilizando

ser ajustável no termostato do TEMP System, sem que o sensor tenha que sair

de

sua função.

esta informação como um dispositivo de segurança, desenergizar estados de

16.

Deve ter um relógio dentro capaz de emitir para a rede. Ele deve ter a capacidade de

calefação e refrigeração quando são

receber horas emitidas de produtos da rede.

excedidos os limites de temperatura

O

relógio deve suportar uma programação

ajustadas no equipamento. Os valores de

de

365 dias, com capacidade integral para

temperatura configurados individualmente para primeiro e segundo estágio, tanto de calefação quanto de refrigeração devem ser selecionáveis.

Horário de Verão e ano bissexto. O relógio deve ser ajustável em incrementos de 1 minuto e deve poder estar off-line via software tanto local quanto remotamente. Deve ser

6. Deve incluir a capacidade de prevenir operação desnecessária de segundo

apto para 18 programas de feriados com até 99 dias por programa.

estágio, quando uma inclinação dentro dele

17.

Deve ter a capacidade de estabelecer,

indica que o primeiro estágio pode satisfazer

ajustar e guardar em bases diárias, tanto

a

demanda do espaço.

7. O sistema de controle deve fornecer proteção para que a unidade não oscile intermitentemente de maneira sequenciada de calefação para refrigeração, até que o

um formato de programa em uso quanto de um programa de não uso. Os incrementos de horário devem ser em setores de 1 minuto, com 8 períodos de horários disponíveis.

período de Time Guard tenha desaparecido. Este período de tempo deve ser de no mínimo 5 minutos e deve variar com o endereço ou o numero de identificação do termostato do sistema de controle. Uma

18.

Deve ter a capacidade, tanto de seguir seus próprios horários programados para operação de uso e não uso, quanto seguir o horário programado de outro dispositivo no bus de comunicação da rede.

característica de sobreposição integral deve ser provida para permitir a localização e reparação de defeitos, sem esperar o intervalo da Time Guard.

19.

Deve ter capacidade integral de sobreposição do não uso para prover até 4 horas de operação adicional em uso, sem programação adicional.

8. O sistema deve fornecer horas corridas mínimas ajustáveis, tanto para o modo calefação quanto para o modo refrigeração.

20.

Deve ter um display LCD capaz de mostrar pontos de ajuste separados de calefação e refrigeração e informação de diagnóstico

9. Deve ser capaz de receber e emitir

adicional. Tal informação deve incluir: modo

informação da temperatura do ar exterior para

de

sistema corrente, hora do dia, nível de

o

bus de comunicação da rede.

acesso de segurança, temperatura do

status fan (ventilador), status filtro, e status

10. Deve ter a habilidade de estabelecer temperaturas bloqueadas de calefação e refrigeração ajustadas separadamente,

 

espaço, temperatura do ar fornecido, temperatura do ar externo, umidade relativa,

baseado na temperatura do ar exterior. Estas

de

qualidade de ar interior (IAQ).

temperaturas devem ser configuradas

21.

Deve ter a capacidade de mostrar informação

individualmente e evitarão operação

de

temperatura em escalas de temperatura

desnecessária de calefação/refrigeração

Fahrenheit e Celsius em incrementos de um

dentro dos limites das temperaturas

décimo de um grau. Deve ter a capacidade

bloqueadas.

de

mostrar temperatura do espaço e pontos

11. Deve ter a capacidade de dar sinal de alarme

de

ajuste em uma base rotativa.

sobre temperatura de descarga ajustável, tanto para calefação quanto para refrigeração.

22.

Deve incluir uma característica limitadora de ponto de ajuste adaptável para permitir um alto e baixo limite de variação nos pontos

12. Deve ter a capacidade de prevenir-se para

de

ajuste calefação e refrigeração.

reajuste da unidade quando requerida para

23.

Deve ter um sensor de temperatura dentro.

dar manutenção ao equipamento.

O

termostato do TEMP System deve

13. O controle do sistema deve ter a habilidade de escalonar automaticamente múltiplas horas de partida da unidade, quando

também ser capaz de sentir um espaço remoto de uma locação longe do termostato de TEMP System, quando usado um

Sensor de Espaço Remoto. Deve ser

fornecida a capacidade de ler a temperatura do espaço longe do termostato do TEMP System local, com o uso do Sensor de Espaço Remoto ou ler a média entre o local

e até 4 Sensores de Espaço Remoto.

24. Deve incluir a habilidade de mostrar diagnóstico do sistema para indicar a operação do sistema, alarmes operantes ou requisições de manutenção. Os alarmes devem incluir: temperatura do espaço, status fan (ventilador), status filtro, status IAQ, e unidade de temperatura de ar fornecido, tanto calefação quanto refrigeração.

25. Deve incluir um medidor de emprego na área integral para ler e armazenar em minutos: a quantidade de tempo que a área leva para

do sistema desde monitoramento simples, até monitoramento total e modificar as configurações do sistema.

2.03 SEQÜÊNCIA OPERACIONAL

O TEMP System deve controlar a unidade HVAC da

seguinte maneira:

A. Cada termostato do TEMP System, durante o modo de uso, deve acessar demanda de área (a diferença entre o ponto de ajuste e a temperatura do espaço) para calefação ou refrigeração. Quando o termostato do TEMP System registra uma demanda de

calefação ou refrigeração de 0,8 O C (1,5 O F), ele deve energizar o primeiro estágio da unidade HVAC. Quando a demanda atinge 1,1 O C (2 O F), o segundo estágio da unidade deve ser energizado. A seqüência de segundo estágio deve ser permitida somente se

 

se equiparar ao modo do sistema, a

sobreposição, e a quantidade de tempo que

o

programa de inclinação de temperatura determina

quantidade de tempo que a zona está em

que a operação de primeiro estágio não está apta a satisfazer a carga existente na área. Quando a

a

zona leva para se equiparar ao modo do

demanda cai para menos de 0,55 O C (1,0 O F), o

 

sistema durante uma sobreposição de uso.

26. Deve ter a habilidade de fornecer o controle de ventilação IAQ demandado, apesar de o economizador ter um sensor de qualidade de ar interno. O sensor deve medir a

quantidade de CO2 presente e controlar a quantidade exterior que está entrando no espaço condicionado. A seqüência IAQ deve fornecer bloqueadores de alta e baixa temperatura, bloqueador de ponto de ajuste da umidade do ar exterior, reajuste de

segundo estágio é liberado. Quando a demanda cai para menos de 0,27 O C (0,5 O F), o primeiro estágio é liberado.

B. Durante o modo em uso, o termostato do TEMP System deve mostrar pontos de não uso. Quando a

demanda de um período não uso alcança 0,8 O C (1,5 O F), o primeiro estágio do equipamento HVAC deve ser energizado. Quando a demanda alcança 1,1 O C (2 O F), o termostato do TEMP System deve iniciar operação de segundo estágio. A seqüência de segundo estágio deve ser permitida somente se

 

temperatura de espaço, retardo ajustável

o

programa de inclinação de temperatura determina

 

para notificação de alarme, notificação de alarme IAQ, e retardo economizador ajustável.

27. O sensor IAQ deve ser disponível em encaixe de conduto, encaixe de parede e encaixe de parede com mostrador LED de CO2 em partes por milhão. O ponto de ajuste deve ser adaptável.

que a operação de primeiro estágio não está apta a satisfazer a carga de área existente. Durante o modo de não uso, a unidade fan (ventilador) deve operar intermitentemente.

C. Em unidades equipadas com economizadores, deve ser fornecida pelo termostato do TEMP System a

2.02

SOFTWARE

 

operação economizadora integral. A operação economizadora deve ser substituída pelo primeiro

A.

Geral:

estágio de refrigeração manual, quando as temperaturas de ar externas são adequadas.

A

capacidade de acesso ao sistema, tanto local quanto

remota, deve ser obtida com o uso apenas do Software do Sistema Carrier. O acesso ao Software não deve requerer nenhuma mudança ou modificação do termostato do TEMP System, nem dos sensores associados ao sistema.

D. Todo termostato de TEMP System deve ser capaz de seguir a sua própria programação de uso individual com operação de período independente, ou o programa de um outro dispositivo da rede.

B.

Informação recuperável:

E. Somente um termostato de TEMP System com um

O

software deve ser capaz de, mas não se limitar a isto,

sensor de ar externo deve ser requerido no bus de

listar todas as leituras correntes do sensor do sistema, listar e modificar parâmetros de configuração, tais como programas de ocupação, pontos de ajuste, opções de alarme e limites

comunicação. Este termostato de TEMP System deve emitir a temperatura do ar exterior e a umidade relativa para todos os outros dispositivos em interface

de

temperatura.

com o bus de comunicação.

C.

Níveis de Acesso:

F. Todo termostato do TEMP System em modo de uso

O

software deve ser capaz de prover níveis de acesso dentro

deve mostrar seus pontos de ajuste de calefação e

refrigeração separados, o modo de sistema corrente,

e a operação fan (ventilador) de sistema.

G.

Todo termostato do TEMP System em modo de atraso, deve mostrar seus pontos separados de ajuste atrasados de calefação e refrigeração, o modo de sistema corrente, operação fan (ventilador) de sistema, e indicar modo de não uso.

2.04

MANUTENÇÃO E GARANTIA

A.

Depois da instalação, uma performance do sistema deve ser feita. Todos os termostatos e componentes relacionados serão ajustados. O equipamento, controlado pelo TEMP System, deve operar e ser totalmente inspecionado. Todo o sistema deve operar por 24 horas antes de haver aceitação pelo proprietário/engenheiro.

B.

O sistema de controle aqui especificado deve estar livre de defeitos quanto à execução e material, quando do uso e manutenção normais. Se, dentro de 12 meses, a contar da data de aceitação pelo proprietário/engenheiro, qualquer equipamento aqui descrito provar ter defeito em termos de execução ou material, será reparado, ajustado, ou substituído sem ônus pelo instalador contratado.

1.6

Instalação

Colocação do Termostato – Inicie a instalação do termostato determinando onde o termostato será colocado. Na maioria dos casos, isto será predeterminado pelo projeto do prédio.

O termostato deve ser colocado numa parede intena, em

torno de 1,5 m do solo. O termostato deve ser colocado distante de luz solar direta, corrente de ar ou fonte de calor interna que passa influenciar nas leituras de temperatura.

O termostato também pode ser montado num local remoto

com a utilização de um sensor de temperatura remoto.

Leia as instruções de montagem fornecidas junto com o

termostato do TEMP System para maiores informações sobre

a instalação na parede. O termostato também pode ser

montado num local remoto junto com a utilização de um sensor de ambiente remoto opcional. Veja a Fig. 1 para as dimensões do termostato do TEMP System com timeclock. Veja a Fig. 2 para as dimensões do termostato do TEMP

System sem timeclock.

1.7 Especificações da Fiação

As especificações da fiação para o TEMP System são:

REDE TERMOSTATO PARA TERMOSTATO – A fiação deve Ter fio condutor triaxial blindado, bitola 18, trançado de código de cores (VERMELHO, PRETO e VERDE) e longo o suficiente para conectar os termostatos numa configuração cordão de margarida. Numa extremidade da margarida, a blindagem deve ser conectada ao terra do chassi. A outra extremidade deve ser isolada com fita. Entre as extremidades, a blindagem deve ser ligado com conectores de emendas (wire nuts). Isole a blindagem depois que ela for emendada com os conectores.

ATENÇÃO

Não aterre o fio blindado em mais de um local. Se a blindagem estiver aterrada a 2 ou mais locais, pode formar uma carga elétrica em torno do fio e interromper as comunicações do termostato.

TERMOSTATO PARA O GRUPO DE RELÉS – A fiação deve ter 5 condutores blindados, bitola 18, trançado de código de cores (VERMELHO, BRANCO, AZUL, AMARELO e VERDE)

e longo o suficiente para ligar o termostato ao grupo de relés.

GRUPO DE RELÉS PARA A UNIDADE HVAC – A fiação deve ter 6, 7 ou 8 fios condutores, de acordo com a unidade HVAC e dimensionada para ligar o grupo de relés aos terminais de fios da unidade HVAC. Um transformador em separado deve ser usado. Não utilize o tranformador da unidade.

NOTA: Não ligue a rede do termostato e o fio de controle no mesmo conduite maior que 1,5 m. Nunca ligue fios próximo a qualquer cabo que gere voltagem AC. Para maiores informações sobre a fiação, consulte o distribuidor Carrier local.

A fonte de alimentação exigida para cada placa de relés é

24 vac 10 válvula. A fiação típica é fio do termostato bitola 18 (padrão ou cabo pleno). A fonte de alimentação para placa

de relés pode ser ligada ao tranformador da unidade HVAC se tirver a capacidade suficiente. A carga máxima do contato do relé é 24 vac 1 A. Um curto circuito na fiação de campo ou na unidade HVAC irá causar danos fora de garantia à placa de relés. Faça um teste antes de conectar a placa de relés.

Chame um representante Carrier local se necessitar de mais informações sobre a fiação de transferência do TEMP System.

um representante Carrier local se necessitar de mais informações sobre a fiação de transferência do TEMP
um representante Carrier local se necessitar de mais informações sobre a fiação de transferência do TEMP

Instalação do Grupo de Relés – O grupo de relés deve ser instalado na caixa de controle da unidade HVAC se as condições climáticas ou do ambiente permitirem. Se a faixa

sensor exibe um verde constante durante a operação normal. Configure as opções associadas ao sensor. Leia a seção sensor IAQ.

de temperatura de 32 a 150 O F (0 a 65 O C) for ultrapassada (numa umidade não-condensável relativa de menos de 95%)

de 32 a 150 O F (0 a 65 O C) for ultrapassada (numa umidade não-condensável

e,

tal

daí, a placa de relés deve ser instalada em um outro local

como um duto ou área de serviço.

Conexão da Fiação

Conexão da Fiação

Ligação da Placa de Relés para o Termostato – Ligue todo o termostato a sua

Ligação da Placa de Relés para o Termostato – Ligue todo o termostato a sua respectiva placa de relés, como mostra a fig. 3. As ligações devem ser feitas na placa de conectores dos fios do termostato.

Fornecer Força à Placa de Relés – Depois que a fiação for concluída, ligue a placa de relés. Depois de energizar a placa de relés, ele energizará o termostato. Os setpoints de aquecimento ou refrigeração irão aparecer na tela do termostato. Agora, o termostato está pronto para ser programado. Se a tela estiver vazia ou piscando, verifique novamente a fiação entre o termostato e a placa de relés. Deverá existir uma tensão contínua de 10 vdc constante entre as conexões vermelha e branca.

e a placa de relés. Deverá existir uma tensão contínua de 10 vdc constante entre as
e a placa de relés. Deverá existir uma tensão contínua de 10 vdc constante entre as
e a placa de relés. Deverá existir uma tensão contínua de 10 vdc constante entre as
e a placa de relés. Deverá existir uma tensão contínua de 10 vdc constante entre as

ADVERTÊNCIA

Choque elétrico pode causar lesões ou morte. Assegure- se de que a fonte de alimentação para o transformador foi desconectada antes de fazer a ligação.

Placa de Relés para a Unidade HVAC – Ligue a placa de

relés para a unidade HVAC como mostra a Fig. 4 ou 5. Leia

a Fig. 4 para informações sobre as placas de relés do TEMP

System. Leia a Fig. 5 para informações sobre as placas de relés do sistema com relé auxiliar. Toda a fiação entre a placa de relés dever ser mantida a uma distância mínima de 30,5 cm de qualquer outro cabo conduzindo AC. Para maiores informações leia as instruções de instalação junto a cada placa de relé.

Ligar Sensores à Placa de Relés – Ligue os sensores à placa de relés conforme Fig.3.

NOTA: O Sensor de Umidade e a Chave de Status do Ventilador não podem ser ligados a mesma placa de relés.

Instalação do Sensor de Qualidade do Ar Ambiente

O Sensor de Qualidade do Ar Ambiente (IAQ) é projetado

para ser usado com o TEMP System Carrier. O sensor cobre uma faixa de 0 a 5000 PPM de CO2. A configuração de fábrica

é 1000 PPM. Este set point só é ajustável através do software. Uma fonte de alimentação isolada de 16 a 24 Vac é vendida com o sensor, com uma média de 300 mA e um pico de 500 mA. Os sensores IAQ estão disponíveis em três modelos:

Montado na Parede com LED, Parede e Duto.

Os sensores de parede são montados dentro do ambiente ocupado, lendo os níveis de CO2 no local. O sensor de parede com LED exibe a leitura atual do sensor. Quando o sensor IAQ é usado em aplicações do TEMP System, é normalmente montado na parede e ligado à placa de relés.

Fiação do Sensor IAQ do TEMP System – Ligue a saída do relé de contato seco do sensor (conexões 3 e 4) aos terminais 6 e 7 da placa de relés. Recomenda-se fio 14 trançado.

Ligue os dois fios da fonte de alimentação isolada de 16 a 24 vac à entrada lateral de força do sensor (conexões 1 e 5). Recomenda-se fio 14 trançado. O led verde/vermelho no

1.8 Configuração

A configuração pode ser feita manualmente através dos botões

do setpoint no termostato do TEMP System ou através do computador com software de ascesso à rede Carrier através da rede do sistema. Leia cada secão específica deste manual para obter instruções detalhadas das opções de configuração

do TEMP System. Leia o manual do software para a configuração do software da rede.

Uma categoria especial de opções de start-up (categoria 8.0) foram designadas como categoria de start-up. Esta categoria contém opções que devem ser configuradas corretamente antes do termostato do TEMP System. Depois da instalação configure primeiro a categoria start-up (categoria 8.0). A categoria start-up será automaticamente exibida quando o modo programação for acessado, depois que termostato for ligado pela primeira vez ou quando o endereço do dispositivo for configurado para 0.

Configuração Manual – Para configurar manualmente o termostato do TEMP System, pressione ambos botões do setpoint (inferiores ou superiores) simultaneamente. A tela de configuração exibirá a categoria em vigor no canto direito inferior(numerada de 1 a 14). Pressione os botões de setpoint

inferiores ou superiores para acessar as categorias diferentes de configuração. Pressione o botão (setpoint inferior direito) select para aceitar a modificação da categoria atual. A palavra option irá aparecer junto ao número da opção vigente.

O botão (setpoint inferior direito) escape pode ser usado para

retornar à tela da categoria. As categorias irão fazer um loop quando rolar de 14 até 1.

Os botões do setpoint superior e inferior esquerdos são usados para alternar pelas opções de cada categoria. A palavra options, o número da opção e os dados atualmente armazenados na opção são exibidos na tela. Veja a tabela 01 com as categorias e as opções. Quando a opção desejada for mostrada na tela, pressione o botão select. Os dados configuráveis irão piscar. Os botões de setpoint esquerdos são usados para alternar ou alterar os valores dos dados. Quando a configuração desejada for exibida, aperte o botão enter para armazenar a alteração. Para sair sem salvar as alterações, pressione ambos os botões do setpoint superiores ou inferiores ou o botão escape. Se nenhum dos botões forem pressionados enquanto estiver no modo programação por 3 minutos, o termostato do TEMP System

irá resetar e voltar a tela normal. Toda a opção é discutida com detalhes neste manual. Para maiores informações leia a seção correta.

Configuração do Computador – Para configurar o termostato do TEMP System com computador compatível IBM, deve-se usar o software de acesso a rede Carrier.

o termostato do TEMP System com computador compatível IBM, deve-se usar o software de acesso a
Fig. 4 - Fiação da Placa de Relés sem Relé Auxiliar Fig. 5 - Fiação

Fig. 4 - Fiação da Placa de Relés sem Relé Auxiliar

Fig. 4 - Fiação da Placa de Relés sem Relé Auxiliar Fig. 5 - Fiação da

Fig. 5 - Fiação da Placa de Relés com Relé Auxiliar

Tabela 1 – Categorias do Termostato do TEMP System e Opções

OPÇÃO

DESCRIÇÃO

DEFAULT

 

MÍNIMO

 

MÁXIMO

CATEGORIA 1.0 SET POINTS

 

1.1

Limite mínimo setpoint refrigeração

68 O F (20 O C)

 

50 O F(10 O C)

99 O F(37, O 2C)

1.2

Limite máximo setpoint aquecimento

75 O F (23,8 O C)

 

50 O F (10 O C)

99 O F (37,2 O C)

1.3

Setpoint refrigeração não ocupado

80 O F (26,6 O C)

 

50 O F (10 O C)

99 O F (37,2 O C)

1.4

Setpoint aquecimento não ocupado

65 O F (18,3 O C)

 

40 O F (4,44 O C)

99 O F (37,2 O C)

1.5

Display Rotativo

ON

 

OFF

 

ON

1.6

Display temperatura em Fahrenheit

ON

 

OFF

 

ON

CATEGORIA 2.0 PROGRAMAÇÃO DE OCUPAÇÃO

 

2.1 – 2.8

Período de ocupação 1-8 Dias ativos Hora de Início Hora de Término

MTWTF

 

NONE

MTWTFSSH

06:00AM

 

12:00AM

 

11:59PM

06:00PM

12:00AM

11:59PM

2.9

Número de Programação

0

 

0

 

99

2.10

Sobretempo ao Tempo Limite (horas)

1

 

0

 

4

CATEGORIA 3.0 DAMPER

 

Não requer configuração

 

CATEGORIA 4.0 EQUIPAMENTO HVAC

 

4.1 Operação ventilador em aquecimento

 

ON

OFF

ON

4.2 Tempo de retardo entre Modos

 

ON

OFF

ON

4.3 Sobretempo do Tempo de retardo

 

OFF

OFF

ON

4.4 Monitoramento da Temperatura de saída do ar

 

ON

OFF

ON

4.5 Limite do 1º estágio em refrigeração

 

45

O

F

40

O

F

45

O

F

(7,2 O

C)

(4,4 O

C)

(7,2 O

C)

4.6 Limite do 2º estágio em refrigeração

 

50

O F

45

O

F

50

O F

10 O C)

(7,2 O

C)

(10 O C)

4.7 Limite do 1º estágio em aquecimento

 

110

O F

110

O F

180

O

F

(43,3 O C)

(43,3 O C)

(82,2 O

C)

4.8 Limite do 2º estágio em aquecimento

 

105

O

F

105

O

F

160

O

F

(40,5 O

C)

(40,5 O

C)

(71,1 O

C)

4.9 Relé auxiliar (0-sem controle, 1-programação ocupada,

       

2-IAQ, 3-válvula de reversão, 4-economizador)

 

0

0

 

4

4.10 Estágio otimizado

 

ON

OFF

ON

4.11 Temperatura de corte em refrigeração

 

OFF

OFF

ON

4.12 Setpoint de corte em refrigeração

 

40

O

F

10

O

F

80

O F

(4,4 O

C)

(-12 O

C)

(26,6 O C)

4.13 Temperatura de corte em aquecimento

 

OFF

OFF

ON

4.14 Setpoint de corte em aquecimento

 

60

O F

10

O

F

80

O F

 

(15,5 O C)

(-12 O

C)

(26,6 O C)

4.15 Tempo espera mínimo para aquecimento (minutos)

   

3

1

30

4.16 Tempo espera mínimo para refrigeração (minutos)

   

3

1

30

4.17 Purga de Pré-ocupação

 

OFF

OFF

ON

4.18 Controle ventilador (0- para posição FAN, 1-Ventilador ON, 2-Ventilador AUTO)

 

0

0

 

2

4.19 Controle refrigeração ( 0- para posição COOL, 1-Refrigeração AUTO, 3-Refrigeração OFF)

   

0

0

 

2

4.20 Controle aquecimento ( 0- para posição HEAT, 1-Aquecimento AUTO, 3-Aquecimento OFF)

   

0

0

 

2

CATEGORIA 5.0 SENSORES

5.1 Sensor Ambiente (1- Sensor ambiente local, 2- Sensor ambiente remoto, 3- Média dos sensores local e remoto)

1

 

1

3

5.2 Calibração do sensor da temperatura de zona

Temp.

 

30

O F

180

O

F

Zona

(-1,1 O C)

(82,2 O

C)

5.3 Calibração do sensor de temperatura ambiente remoto

Temp.

 

30

O

180

O F

Ambiente

(-1,1 O C)

(82,2 O C)

5.4 Sensor de temperatura ar de retorno OFF

OFF

ON

     

5.5 Calibração do sensor de temperatura do ar de retorno

Temp.

 

30

O F

180

O F

Duto

(-1,1 O C)

(82,2 O C)

5.6 Sensor de temperatura da serpentina do evaporador

OFF

 

OFF

ON

 

5.7 Calibração do sensor de temperatura da serpentina do evaporador.

Temp.

 

30

O F

180

O

F

Serpentina

(-1,1 O C)

(82,2 O

C)

5.8 Sensor de temperatura do ar externo (OAT)

OFF

OFF

 

ON

 

5.9 Calibração do sensor de temperatura do ar externo

Temp

 

-40 O F (-40 O C)

150

O

F

Externa

(65,5 O

C)

5.10 Controle do status do ventilador

OFF

 

OFF

ON

 

5.11 Sensor de umidade/ status filtro ( 0-sem sensor, 1- sensor de umidade interna, 2- controle de status do filtro)

0

 

0

2

5.12 Calibração do sensor de umidade. (%)

Umidade

 

0

100

 

Ambiente

   

CATEGORIA 6.0 AQUECIMENTO SUPLEMENTAR

Não requer configuração

CATEGORIA 7.0 DIAGNÓSTICO/MEDIÇÃO

7.1 Códigos de erro

ON

 

OFF

ON

 

7.2 Check de comunicações

OFF

 

OFF

ON

 

7.3 Informações alternadas

ON

 

OFF

ON

 

7.4 Demanda Ocupada (1/10 F)

0

 

0

25,5

 

7.5 Limite de tempo de tendência do ocupado (minuto)

2

   

2

25,5

 

7.6 Medição do uso do HVAC

OFF

 

OFF

ON

 

7.7 Medição do uso do Sobretempo

OFF

 

OFF

ON

 

7.8 Medição do uso do Sobretempo do HVAC

OFF

 

OFF

ON

 

7.9 Erro setpoint aquecimento

85

O F

0

O F

140

O F

(29,4 O C)

 

(-17,7 O C)

(60 O C)

7.10 Erro setpoint refrigeração

70

O F

0

O F

140

O F

(21,1 O C)

 

(-17,7 O C)

(60 O C)

7.11 Reset da unidade

OFF

 

OFF

ON

 

CATEGORIA 8.0 START-UP

8.1 Dispositivo para endereçamento

0

 

0

239

 

8.2 Nível de segurança(1- todos programas habilitados, 2-apenas programas de programação de ocupação e setpoint, 3- apenas programas de setpoint, 4-nenhum programa habilitado)

1

 

1

4

8.3 Device Bus Number

0

 

0

239

 

CATEGORIA 9.0 TRANSMISSÃO / HORÁRIO DE VERÃO

 

9.1

Reconhecedor da transmissão

OFF

OFF

ON

9.2

Transmissão de programação global

OFF

OFF

ON

9.3

Requerer hora da rede

OFF

OFF

ON

9.4

Receber hora da rede

ON

 

OFF

ON

9.5

Transmissão horário da rede

OFF

OFF

ON

9.6

Mês de início horário de verão

 

4

 

1

12

9.7

Semana de início horário de verão

1

 

1

5

9.8

Dia de início horário de verão

 

7

 

1

7

9.9

Minutos adicionados no horário de verão

60

   

0

90

9.10

Mês final horário de verão

10

   

1

12

9.11

Semana final horário de verão

 

5

 

1

5

9.12

Dia final horário de verão

 

7

 

1

7

9.13

Minutos subtraídos do horário de verão

60

   

0

90

CATEGORIA 10.0 PROGRAMAÇÕES DE HORÁRIO

 

10.1-10.18

Programação de feriados 1-18 Mês do feriado Dia do feriado Duração (dias)

 

0

 

0

12

0

0

31

0

0

99

CATEGORIA 11.0 ALARME

 

11.1

Prioridade do equipamento

 

7

 

0

7

11.2

Tempo de espera para nova tentativa quando em falha de comunicação (minutos)

10

   

1

240

11.3

Tempo para re-alarme (minutos)

30

   

1

255

CATEGORIA 12.0 PARTIDA IDEAL

     

12.1

Limite de tempo ótimo para partida (horas)

 

4

 

0

4

CATEGORIA 13.0 CORTE DE DEMANDA

     

13.1

Número limite de demanda

 

0

 

0

16

CATEGORIA 14.0 (IAQ) QUALIDADE DO AR AMBIENTE

 

14.1

Sensor de qualidade do ar interno

OFF

OFF

ON

14.2

Qualidade do ar interno – Tempo de espera economizador (minutos)

10

   

5

30

14.3

Qualidade do ar interno – Máximo espaço de temperatura para RESET

2 O F

0

O F

10

O F

14.4

Qualidade do ar interno – Setpoint de corte da umidade

 

0

 

0

100

14.5

Qualidade do ar interno – Limite inferior de temperatura de corte

10

O

F

0

O F

110

O F

(-12 O

C)

(-17,7 O C)

(43,3 O C)

14.6

Qualidade do ar interno – Limite superior de temperatura de corte

80

O F

0

O F

110

O F

(26,6 O C)

(-17,7 O C)

(43,3 O C)

14.7

Qualidade do ar interno –Tempo de espera ALARME (minutos)

 

0

 

0

240

DISPLAY DO TERMOSTATO DO TEMP System

O termostato do TEMP System pode exibir diferentes tipos

de display. O usuário decide o modo display que o TEMP System deve operar. A informação é exibida na tela LCD do TEMP System. No modo normal de operação, a tela de status do sistema é mostrada. Tela de Status do Sistema – O status do sistema é exibido durante a operação normal, a tela alterna entre os set points do aquecimento e refrigeração e a temperatura ambiente quando a opção rotating display está ON. Quando estiver em OFF o TEMP System exibirá somente os set points de aquecimento e refrigeração. Quando o relé do ventilador da placa de relés estiver energizado, a palavra fan será exibida na tela do TEMP System. Quando o relé de refrigeração estiver energizado, a palavra cool será exibida na tela, se for aquecimento, aparecerá a palavra heat. Quando um segundo estágio de aquecimento ou refrigeração

é acessado, um ponto decimal é exibido entre os setpoints

existentes. Se um dado variável é forçado pelo controle do software, um “F” será exibido durante a exibição da tela alternate

information.

Se a tela do código de erros for acionada e a zona estiver participando de um IAQ, a tela irá exibir “IA” (para refletir o modo IAQ que também irá exibir os erros normais). Mais informações poderão ser encontradas usando a função

de tela alternate information display.

Display de Informações Alternadas – Possibilita ao TEMP System exibir informações adicionais. Pressione simultaneamente os botões de setpoint de aquecimento ou refrigeração e o termostato exibirá uma seqüência de informações. A tela poderá ser congelada, apertando-se qualquer um dos botões do setpoint. Quando a alternate information está ligada (ON) e o modo

alternate information display está ativado, o TEMP System

irá exibir as seguintes informações, se disponíveis, nesta

ordem:

1 – temperatura da zona

2 – hora do dia

3 – nível de segurança

4 – temperatura do duto

5 – temperatura do ar externo

6 – umidade relativa do ar externo

7 – umidade relativa do ar interno

· nível de segurança

START-UP

A categoria start-up contém informações importantes da

comunicação, segurança e operação que o TEMP System irá necessitar para operar corretamente. NOTA: A categoria start-up aparecerá primeiro quando o modo program for ativado ou quando o endereço do dispositivo for configurado para 0.

Endereço do Dispositivo – A comunicação com o

termostato do TEMP System é realizada via rede. O termostato do TEMP System utiliza a rede para:

· receber dados do termostato do TEMP System associado na rede

· receber a configuração válvula software

A opção Device Address possibilita ao termostato do TEMP

System estabelecer uma identidade na rede Carrier para a transmissão e recepção de informações. O endereço do dispositivo é configurado na categoria 8, opção 1. A configuração de fábrica é 0. Use os botões esquerdos do setpoint para aumentar ou diminuir o endereço do dispositivo até que o endereço correto seja exibido no termostato do TEMP System.

Número do Barramento do Dispositivo – Podem exitir barramentos (buses) secundários conectados a um barramento primário único. No barramento primário, todo barramento secundário tem um endereço. Quando o termostato primário do TEMP System reside num barramento secundário, o enderço do barramento deve ser acessado na configuração Device Bus Number. O default é 0. Os valores

aceitáveis variam de 0 a 239 e é configurado na categoria 8, opção 3, na rede primária o número do barramento é sempre

0.

Nível de Segurança do Acesso ao Dispositivo – O nível

de segurança do acesso ao dispositivo é usado para limitar

o acesso às funções do TEMP System ao técnico autorizado. Esta função é configurada na categoria 8, opção 2. A

configuração de fábrica é 1, o que possibilita o acesso total

à programação do TEMP System. O nível 2 permite a

programação dos setpoints ocupados, programação da ocupação e programação dos feriados. O nível 3 permite

apenas acesso aos setpoints de aquecimento e refrigeração.

8 – temperatura do evaporador

E

o nível 4 não possibilita nenhuma programação.

9 – status do filtro

10 – status do ventilador

 

COMUNICAÇÕES

11 – status do IAQ

 

As informações são mostradas na metade superior da tela e

O

TEMP System transmite as informações globais na rede

o

número da seqüência (1 a 11), no canto inferior esquerdo.

as

quais estão disponíveis para todos os dispositivos na rede.

Quando a alternate information estiver desligada (OFF) e o

modo information display ativado, o TEMP System mostrará, nesta ordem:

· temperatura da zona

· hora do dia

Se o TEMP System estiver equipado com relógio eletrônico,

a hora, o dia da semana e ano podem ser transmitidos para

a rede. A hora da rede é transmitida duas vezes ao dia.

Quando a opção outside air temperature sensor estiver

configurada ON, esta informação é transmitida para a rede a

cada 15 minutos.

Checagem das Comunicações – Quando o communication check é ativado, o TEMP System verifica se pode comunicar- se com cada dispositivo endereçado abaixo de seu próprio endereço. Para ativar esta função, configure a categoria 7, opção 2 pressionando o botão esquerdo do setpoint para alternar a opção para ON. Após o TEMP System completar a varredura do sistema, o communication check é automaticamente desativado. As seguintes informações são

exibidas durante o communication check:

· dispositivo que está sendo procurado

· tipo de dispositivo

· se o dispositivo tem algum erro

TIPO DE DISPOSITIVO

DESCRIÇÃO

0

Nenhum dispositivo encontrado

1

Termostato do monitor VVT

2

Controlador do Bypass

3

Controlador de zona

4

Termostato do monitor TEMP System

5

Outros dispositivos da CCN

* Se um “E” for mostrado em frente a designação do tipo de dispositivo, naquele endereço existe um erro.

OPERAÇÃO DO MODO OCUPADO

Quando o TEMP System mantém as temperaturas do setpoint ocupado este período chama-se Modo Ocupado. Os períodos de tempo ocupado são configurados para definir a programação da ocupação do TEMP System da zona. Durante o modo ocupado, os setpoints ocupados:

· podem ser totalmente ajustados através da faixa do setpoint ocupado

· pode ser limitado aos valores máximos de aquecimento e mínimos de refrigeração, dentro da faixa de setpoint ocupado

Setpoints Ocupado – Os setpoints ocupado estabelecem

a faixa de temperaturas aceitáveis para a zona durante um período de tempo dado. Os setpoints ocupados podem ser

alterados pressionando-se os botões para cima e para baixo, tanto em refrigeração como em aquecimento. O TEMP System continuará exibindo os setpoints ocupados até que

o modo não-ocupado ou congelamento de tela tenham sido ativados ou a tela rotativa tenha sido ligada.

Limitação do Setpoint Ocupado – Os limites do setpoint

ocupado estabelecem o setpoint máximo de aquecimento e

o setpoint mínimo de refrigeração permissíveis.

Esses limites de setpoint são configurados na categoria 1, opções 1 ou 2. Ao limitar o setpoint ocupado a uma faixa definida, o sistema

de aquecimento e refrigeração irão operar dentro dos parâmetros, o que reduzirá os ciclos ampliados da unidade em uma zona.

Tela de Temperatura – As informações do sensor de temperatura são exibidas pelo TEMP System no topo da

tela com incrementos 0,05 O C (0,1 O F). A escala de temperatura pode ser configurada tanto em Fahrenheit quanto Celsius. Esta configuração é feita na categoria 1, opção 6, onde OFF irá exibir a temperatura em Celsius. As temperaturas absolutas não medidas pelos dispositivos sempre serão mostradas em Fahrenheit.

OPERAÇÃO DO MODO N