Você está na página 1de 13
Por: Antonio R. Feitosa
Por: Antonio R. Feitosa
Por: Antonio R. Feitosa
Por: Antonio R. Feitosa
Por: Antonio R. Feitosa
Por: Antonio R. Feitosa
Por: Antonio R. Feitosa
Por: Antonio R. Feitosa
Por: Antonio R. Feitosa

Por: Antonio R. Feitosa

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

1

ÍNDICE

CONTEÚDO

PG

Introdução

02

Considerações Gerais

02

O que é namoro?

02

Conceito comum

02

Conceito cristão

02

Namoro fora dos padrões de Deus

03

O padrão de Deus para um namoro bem sucedido

03

Parte II Quando namorar

03

1.1. O que a Bíblia diz sobre namoro

03

1.2. Como iniciar um namoro no conceito cristão

03

1.3. Término do namoro

03

Parte II Etapas de um namoro

04

2.1. Diferença entre amor e paixão

05

2.2. Alguns pontos a serem analisados

05

2.3. Textos a serem lidos e considerados

05

2.4. Jugo desigual

06

Parte III Noivado

06

3.1. Definições

07

3.2. Propósito do noivado

08

3.3. Quando iniciar um noivado

08

3.4. Alguns indicativos de que algo está errado

09

Parte IV O Casamento

09

4.1. O que é necessário para um casamento feliz

09

4.2. Tornando um casamento bem sucedido

10

Parte V Entendendo o conceito de liderança cristã no lar

11

Conclusão

11

Bibliografia

11

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

2

Avivamento Bíblico Socorro ! Quero Casar ! 2 INTRODUÇÃO Deus ao criar o homem e a
Avivamento Bíblico Socorro ! Quero Casar ! 2 INTRODUÇÃO Deus ao criar o homem e a

INTRODUÇÃO

Deus ao criar o homem e a mulher, deu-lhes todas as condições para serem felizes, na sua sabedoria, lhes proveu dos órgãos necessários para o desempenho de todas as suas atividades, inclusive a reprodução de sua espécie. (Gn 2.18-25)

CONSIDERAÇÕES GERAIS

O QUE É NAMORO? É um relacionamento entre duas pessoas de sexo diferente, uma oportunidade que ambos têm de se conhecer melhor. Namoro é um período de conhecimento, período de relacionamento social, intelectual, psicológico e também espiritual. É um instrumento de forja (oficina onde se fundem e se modelam metais), de preparação, capacitação, autoridade, e desta forma se atinge um bom testemunho. Vejamos alguns conceitos sobre namoro:

Conceito comum: É o momento de encontro entre duas pessoas que se gostam, onde há trocas de carícias e intimidades, pode ser passageiro ou duradouro, incluindo ou não relações sexuais e os compromissos são decididos pelo próprio casal, não existe época certa para começar a namorar. Cada um tem seu tempo e seu jeito de curtir essa experiência. Há diferentes razões para namorar: amor, atração sexual, afinidade, paixão, curiosidade, companhia, etc.

Conceito Cristão: É uma preparação. Um período extremamente importante na vida de dois jovens cristãos e de muitas responsabilidades. Representa um período de transição entre dois jovens ou adultos, um homem e uma mulher, crentes no Senhor Jesus Cristo, sendo que ambos devem ter um bom nível de maturidade. Ambos devem manter um bom ritmo de comunicação, sendo através deste relacionamento orientados e preparados por Deus para um futuro casamento. Namoro cristão deve sempre visar o casamento. Um namoro que não tem como alvo um futuro casamento, sequer deve ser iniciado.

Conceito Comum Conceito Cristão Físico Espiritual Emocional Emocional Espiritual Físico
Conceito Comum
Conceito Cristão
Físico
Espiritual
Emocional
Emocional
Espiritual
Físico

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

3

Namoro fora dos padrões de Deus

a. Físico forte. Atividade sexual intensa;

b. Emocional ̶vontade e mente descontrolada;

c. Espiritual fraco. A sensibilidade espiritual está cauterizada.

O padrão de Deus para um namoro bem sucedido

a. Espiritual forte. Deus em primeiro lugar, nunca seu namorado(a);

b. Emocional ̶̶̶̶vontade e mente dentro do plano de Deus (Controlado pelo Espírito Santo);

c. Físico fraco. Corpo sob controle.

PARTE I.

QUANDO NAMORAR

Para se começar um namoro, é preciso ter alcançado a maturidade, período que só vem após a adolescência, que é uma fase de transição entre a infância e a juventude. Como não se trata de passatempo, mas de uma importante etapa, só deve pensar em namoro quem realmente está determinado a casar. Quem namora por namorar está começando errado e sofrerá as consequências (Gl 6.7).

1. 1. O que a bíblia diz sobre namoro

(Ef 4.17; 1Co 7.9) Na Bíblia não encontramos a palavra “namoro”, que está ligado a paixão. Porém encontramos compromisso verdadeiro. Na Bíblia há uma preparação para o casamento.

a. O namoro de Maria José (cf Mt 1.18) – O noivado ou “namoro” era tão importante quanto o casamento.

b. O “namoro” de Rebeca e Isaque (Gn 24.1-9) Na hora certa Deus reservou o casamento.

1. 2. Como iniciar um namoro no conceito Cristão

a.

Salvação ̶Ambos devem ser verdadeiramente salvos, ou seja, devem ter aceitado a Jesus Cristo como seu único Senhor e Salvador pessoal (Jo 3.16; Lc 19.10; Rm 10. 9-10);

b.

Devem ter maturidade ̶pois maturidade é importante e essencial no relacionamento entre duas pessoas (Ef 4.13; I Cor 14.20);

c.

̶ comunhão com Deus, para que possa ser bem sucedido em qualquer tipo de relacionamento (I Jo

Deus deve ser uma fonte de luz em suas vidas, uma fonte de vigor espiritual

Se não tiver

1.6-7);

d.

Tem que ter permissão dos pais ̶Um namoro que não tem apoio dos pais, dificilmente será bem sucedido é imprescindível a benção paterna;

e.

Apoio do seu pastor ̶ Os pastores de ambos devem apoiar e dar a benção. Muitos têm negligenciado esta parte e o que se vê é um total fracasso;

f.

Deve ter uma determinada frequência de visita com relação à casa da namorada(o) Namorado(a) não é cônjuge ̶Para que haja confiança dos pais.

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

4

g.

Deve ser evitado num namoro:

Sentimento de posse;

Contato físico exagerado;

Lugares escuros ou escondidos.

h.

O namoro cristão deve ter em vista o casamento, namorar só por ficar é pecado ̶

(cf 1Ts

4.6)

1.3. Término do namoro

a. Seu fim deve ser consequência do início e meio; terminar para isolar-se ou para casar-se.

b. Não termine o namoro sozinho: fale com os pais e os líderes;

c. Constate critérios para terminar, termine bem;

d. Quando você termina o namoro e fica desesperado é porque, durante o namoro, suas motivações foram erradas.

PARTE II.

ETAPAS DE UM NAMORO

Dentro do relacionamento, o namoro é a 2ª etapa, conforme descreve o gráfico abaixo:

A
A
1ª etapa "A" - primeiro contato, quando se diz que passou a conhecer alguém;

1ª etapa "A" - primeiro contato, quando se diz que passou a conhecer alguém;

B
B
 

2ª etapa "B" - namoro/noivado;

 
C
C
 
 

3ª etapa "C" - casamento/Família.

 

Na língua grega são usados três termos referindo-se ao amor:

 
A
A
 

Amor Ágape (amor de Deus) - Jo 3.16

B
B
 
 

Amor Filéo ou Filia (amor fraternal) - Rm.12.10,

Fp 4.8

C Amor Éros (sexual / Atração física)
C
Amor Éros (sexual / Atração física)

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

5

2.1. Diferenças entre paixão e amor

PAIXÃO

AMOR

 

A paixão poder acontecer sem aviso.

O

amor cresce vagarosamente.

A paixão pode surgir através do conhecimento de

O

amor cresce através de uma avaliação

a

alguém, sem conhecer muito as característica ou qualidades da pessoa.

respeito da outra pessoa.

Uma pessoa apaixonada pode ter o mesmo sentimento por duas ou mais pessoas simultaneamente.

O

amor genuíno é centralizado somente em

uma pessoa.

 

O indivíduo apaixonado é um sonhador e seus sonhos sempre estão fora da realidade.

O amor também sonha, mas não exageradamente. Sonhos e realidade são mantidos em equilíbrio.

 

Para uma pessoa apaixonada a atração física é fundamental.

Para uma pessoa que ama a atração física não é prioridade no relacionamento total.

2.2. Alguns pontos a serem analisados

Você usaria um paraquedas dobrado por sua pretendente? (Confiança) Quando você vai escolher seu companheiro(a), quais aspectos você tem analisado?

a. Cultura

b. Físico/ formas do corpo

c. Vida espiritual

Nota:- Em relação a vida espiritual não se deve considerar se a pessoa canta bem, se tem algum dom, se toca algum instrumento. Porque alguns acham que, tendo estas qualificações, a pessoa é uma benção e assim será uma boa esposa ou um bom esposo. Na verdade não é bem assim que as coisas funcionam.

Pense se você é um bom analista!

a. Já observou seu pai e mãe em seu viver diário

b. Como você vê um casamento?

c. Você saberia enfrentar os problemas que seus pais já enfrentaram?

d. E se o corpo dela não for tão bonito quanto o esperado?

e. Vocês tem se comunicado (diálogo), agora, enquanto namorados? Ou tem pensando que casamento é a mesma coisa que namorar, onde geralmente o objetivo é o prazer?

OBS: Tem problemas que só se manifestam depois do casamento; como você os enfrentará? Já pensou nisso?

2.3. Textos bíblicos à serem lidos e considerados:

a. Tiago 4:7;

b. I Pedro 5:8;

c. Romanos 13.14;

d. Gálatas 5.16;

e. I João 2.16-17.

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

6

Quando o namoro é prejudicial

Como vencer a impureza no namoro

Sete razões para a virgindade

Quando é fora de tempo ou demorado.

Alimente-se da Palavra. (Sl 119.9-

Sexo fora do casamento é pecado. (I Co 6.19)

11)

Quando não tem ideal sério.

Encha-se do Espírito Santo.

Conservar-se para o seu futuro cônjuge

Quando é possessivo ou ciumento.

Vigie em oração. (Lc 22.46)

Adquirir respeito, consideração.

Quando é indisciplinado.

Evite aconchegos excessivos.

Evitar uma consciência culpada.

Quando afeta a comunhão com Deus.

Evite muito tempo a sós.

Evitar filhos ilegítimos.

Quando é leviano, sempre trocando de relacionamento.

Use trajes decentes.

Evitar DSTs.

Quando é impuro, imoral.

Namore a três: você, ele(a) e Jesus.

Mostrar firmeza de caráter.

2.4. O Jugo Desigual (2Co 6.14)

a. O jugo desigual da fé: Um vive pelo que vê e outro pelo que espera. Um vive pelo material e o outro pelo espiritual, um vive no pecado da idolatria e o outro na santidade, um vive crendo que sexo é normal antes do casamento (ensino secular) o outro quer se guardar para o casamento.

b. O jugo desigual do caráter: Um fala palavrão e obscenidades, o outro fala da Palavra de DEUS. Um vê o roubo e adultério como da vida de qualquer um, outro vive segundo a Palavra de DEUS.

c. O jugo desigual da idade: Um deseja e dá muita importância ao sexo o outro não tem mais tanta necessidade disso e vê como supérfluo. Um é esportista, o outro está muito cansado. Um tem muita experiência, o outro é imaturo.

d. O jugo desigual socioeconômico: Um foi criado em berço de ouro o outro foi criado solto pelas ruas. Um muito estudado e culto o outro ignorante.

“Não vos ponhais em julgo desigual com os incrédulos; porquanto, que sociedade pode haver entre

“Não vos ponhais em julgo desigual com os incrédulos; porquanto, que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão da luz com as trevas?”. Que harmonia há entre Cristo e o Maligno? Ou que união do crente com o incrédulo? Que ligação há entre o santuário de Deus o os ídolos? (II Co. 6.14-16). Tenha certeza que a pessoa com quem você vai casar-se é convertida?

santuário de Deus o os ídolos? (II Co. 6.14-16). Tenha certeza que a pessoa com quem

PARTE III.

NOIVADO

3.1. Definições

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

7

Sl 19:5 “O qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho”.

O noivado é uma jornada realizada por pessoas determinadas. Existem duas definições básicas para

Noivado:

a. Noivado é um período de tempo transcorrido entre a promessa de casamento e a celebração do casamento. É um tempo especial em que os noivos, debaixo da vontade de Deus, preparam-se para o casamento e para a futura vida a dois debaixo de uma aliança.

b. Noivado é uma festa ou uma celebração, onde é anunciado as famílias, a igreja e a sociedade que duas pessoas decidiram casar-se.

Vemos na Bíblia diversas referências a noivos e noivado. Muitas vezes o termo é emprestado para representar a relação entre Cristo e a Igreja.

Mt 25:1 a 30 ̶Neste texto temos uma comparação (

de noivado. A Bíblia indica dois tipos de noivos:

a. Prudentes: preparam-se para o casamento;

é semelhante

)

ente o reino de Deus e o período

b. Loucos: subestimam este período, fazendo as coisas em cima da hora ou levianamente;

Nesta mesma passagem temos outra comparação do Reino de Deus, agora realizada por meio da

Da mesma forma podemos comparar o período de

parábola dos talentos (

noivado com esta parábola:

isto é também como

).

a. Recursos para o casamento são fornecidos aos noivos por Deus;

b. Cabe aos noivos trabalhar estes recursos;

c. O noivo prudente é chamado de Fiel para com o pouco e sobre o muito será colocado;

d. O noivo louco é chamado de mau e negligente;

colocado; d. O noivo louco é chamado de mau e negligente; Jo 2:1-10 ̶ Nesta passagem

Jo 2:1-10

̶

Nesta passagem temos a “participação” de Jesus em um casamento. Jesus é o convidado

especial.

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

8

Este convite não começa unicamente na cerimônia do casamento, mas em todo o período de noivado. Somente Jesus para transformar aquilo que está “aguado” ou ruim em um vinho de qualidade. Somente Jesus para trazer a verdadeira alegria em um noivado e em um casamento. Somente em Jesus podemos ser achados prudentes e fieis.

3.2. Propósito do noivado

Para que o noivado seja um tempo especial de preparo para o casamento, é necessário compreendermos qual é o propósito do noivado.

Noivado tem uma graça especial para:

a. Resolver questões do nosso passado;

b. Preparar-se para a cerimônia do casamento;

c. Planejamento do futuro;

d. Ajustes necessários ao casal;

e. Preparar-se emocionalmente;

f. Preparar-se financeiramente;

g. Preparar-se socialmente;

h. Preparar-se espiritualmente.

Durante o noivado temos uma grande oportunidade de terminarmos bem uma etapa da nossa vida o tempo de solteiro e de estarmos preparando para a próxima etapa da vida o tempo de casado.

3.4. Quando iniciar um noivado?

Quando é que se começa um noivado? Como é que se procede para noivar?

Existem certas condições que qualificam a transição entre namoro e noivado. Seguir adiante em um noivado sem estas condições é estar sujeito a problemas, discussões, dúvidas e incertezas. Ter estas condições já estabelecidas e ainda continuar namorando sem noivar é falta de propósito.

Para se noivar algumas certezas devem estar bem claras para os noivos:

a. Os noivos devem ter certeza que se amam;

b. Os noivos devem ter certeza que querem casar-se;

c. Os noivos devem ter certeza do conhecimento mutuo de seus sentimentos e intenções.

3.4. Alguns indicativos de que algo não está correto

a. Falta de paz, uma intranquilidade quanto ao seu relacionamento Cl 3.15;

b. Falta de concordância dos pais Ef 1.1-3;

c. A intranquilidade de pessoas próximas quanto ao seu relacionamento Pv 24.6;

d. Discussões, desentendimento e falta de diálogo; Am 3.3;

e. Envolvimento físicos exagerados, cercados de culpa Ef 5.3;

f. Intolerância ou manipulação de um dos noivos ITs 4.4-8;

g. Ciúmes, medo e sensação de perda IJo 4.18

h. Alto índice de ansiedade, inveja, egoísmo, inconveniência, etc ICo 13.4-7.

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

9

A existência de alguns destes indicativos ou de outros semelhantes não significa necessariamente que não se deve noivar no momento, ou interromper o noivado, mas sim que atitudes devem ser tomadas, princípios devem ser adotados. Deve-se buscar conselho pastoral. Mas, os problemas devem ser resolvidos.

PARTE IV.

O CASAMENTO

Todo cristão sabe que o casamento é de origem Divina (Gn.1.27; 2:18-24). Podemos dizer que o casamento tem como objetivo primordial a união legítima entre um homem e uma mulher para:

a. A felicidade e prazer do homem; (

não

é bom que o homem esteja só

Gn 1.22)

b. Instituir família; (Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra

c. Servir a Deus; (“

eu

e minha casa serviremos ao Senhor.” Js 24.15)

d. Adorar a Deus. (Adorai ao Senhor [

]

todos os habitantes da terra.” Sl 96.9)

Gn 2.18)

Com isso Deus visava propiciar ambiente e condições para felicidade do homem, não deixando-o em solidão (Gn 2.18).

4.1. O QUE É NECESSÁRIO PARA UM CASAMENTO FELIZ

a. Aceitar os princípios da palavra de Deus para o matrimônio ̶O Cristão deve ter em mente que em tudo na vida deve submeter-se á palavra de Deus, como servo (Mt 20.25-28), temer a Deus e andar nos seus caminhos (Sl.128).

b. Submeter-se ao Espírito Santo para obedecer a palavra de Deus ̶ Somente com o poder do Espírito Santo o casal tem condições de obedecer á palavra de Deus com relação ao casamento. Para tanto, precisa do Fruto do Espírito em seu relacionamento, conforme (Gl 5.22-23). O homem espiritual e a mulher espiritual, que são verdadeiros cristãos, demonstram isso na vida diária: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Havendo essas virtudes do Espírito, o casal o casamento e a família serão felizes.

Espírito, o casal o casamento e a família serão felizes. 4.2. Tornando um Casamento bem sucedido

4.2. Tornando um Casamento bem sucedido

Com base na palavra de Deus, temos a seguir os requisitos que consideramos mais importante:

1. Independência (Gn 2.24)

a. Emocional

b. Domiciliar

c. Financeira

2. União Espiritual

a. Os dois precisam ter as mesmas convicções espirituais (2 Co 6.14);

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

10

b. Precisam ter o mesmo comportamento espiritual no servir a Deus (1 Pe 3.7).

3. União Psicológica

Refere-se á união das personalidades, dos sentimentos, das emoções (1Co 1.10);

Equilíbrio emocional (Gl 5.22-23).

4. União Intelectual

Resultante da formação de instrução do conhecimento adquiridos. Se possível, ambos devem ter nível intelectual aproximados.

5. União Social

O casal origina-se de famílias diferentes: pais, sogros, parentes;

Constituem família (grupo social)

Sociedade ̶Casa Família Sociedade

Aspecto legal (1Co 7.39)

6. União Física /Sexual

6.1. Sua natureza

Prevista por Deus (Gn 1.27-28; 2.24);

Não era, nem é e nem será pecado, dentro dos princípios de Deus (Hb 13.4).

6.2. Sua finalidade

Procriação (Gn 1.28);

Ajuste mútuo entre marido e mulher (1 Co 7.1-7);

Satisfação (bem estar, prazer) Pv 5.18; Ec 9.9 (ver livro de cantares de Salomão);

Deus valoriza a união sexual entre marido e mulher (Dt 24.5)

6.3. Como deve ser no plano de Deus

a. Exclusiva;

b. Monogâmica (regime ou costume em que é imposto ao homem ou à mulher ter apenas um cônjuge, enquanto se mantiver vigente o seu casamento);

c. Alegre (Pv 5.18);

e. Natural (Ct 2.6; 8.3);

f. Observar o significado do corpo para Deus como: (1Co 6.19-20) Templo de Deus, propriedade do Espírito Santo.

7. União Amorosa

a. O marido deve amar sua esposa, até de modo sacrifical (Ef.5.25);

b. A esposa deve amar o seu esposo (Tt 2.4).

8. Como demonstrar o Amor

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

11

a. Com afeto, com carinho, com palavras (Ct 4; Pv 31.29);

b. Com gestos, abraços carícias (1Jo 3.18; 1Pe 3.8);

c. Sacrificando-se em favor do outro (Ef 5.25);

d. Zelando um ao outro (Ef 5.29);

e. O amor é o elo principal do relacionamento entre o marido e a mulher. Se não houver o amor tudo desaba. Este amor deve estar dominado pelo amor Ágape (1 Co 13).

9.

Respeito

a. O marido deve respeitar a mulher (1Pe 3.7);

b. A mulher deve respeitar o marido (Ef 5.33);

c. Um não é maior que o outro (1Co 11.11; Gl 3: 26-28).

10. Comunicação

a. É necessário disponibilidade de tempo para comunicação entre casal (Ec 3.1-8);

b. Inimigos da comunicação:

Excesso de trabalho no lar, no emprego, na igreja;

Desunião (Tg 3.13-18);

Desvio de atenções: Televisão, atividades, amigos.

 Desvio de atenções: Televisão, atividades, amigos. PARTE V. ENTENDENDO O CONCEITO DE LIDERANÇA CRISTÃ NO

PARTE V.

ENTENDENDO O CONCEITO DE LIDERANÇA CRISTÃ NO LAR

a. O marido é a cabeça (o líder) do casal e do Lar (Ef. 5.22-23);

b. A mulher é, adjutora ao lado do marido (Gn. 2.18; 1 Tm 5.14);

Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

Socorro! Quero Casar!

12

c. A liderança do casal esta sob a liderança de cristo (1Co 11.1-3); Deus » Cristo » Marido » Esposa » Filhos.

Podemos entender então, que para ter uma vida familiar e conjugal feliz precisamos cumprir os princípios de Deus de acordo com a sua Palavra.

CONCLUSÃO

Deus tem bênçãos para a família de Gênesis a Apocalipse. Como Seus filhos temos um direito e uma herança de vivermos cada uma dessas bênçãos. Não abra mão de ter uma família alicerçada nas bases que a Palavra apresenta. Usufrua as bênçãos de Deus para o seu relacionamento conjugal, dessa forma vocês só têm a ganhar.

BIBLIOGRAFIA

HARRIS, Joshua. Eu Disse Adeus ao Namoro São Paulo: ATOS, 2001. KEMP, Jaime. Namoro, Noivado, Casamento e Sexo São Paulo: CEPAL, 1998. GONSALVES, Josué. Recuperando Valores Perdidos Dentro de Casa São Paulo: MENSAGENS PARA TODOS, DVD. KEMP, Jaime. Antes de Dizer Sim São Paulo: MUNDO CRISTÃO, 2001. LAROUSSE, Grande Dicionário Cultural da Língua Portuguesa São Paulo: LAROUSSE, 2004. FÁBIO, Caio. Abrindo o Jogo Sobre Namoro Minas Gerais: BETÂNIA, 1985. THOMPSON, Bíblia em CD-ROM São Paulo: VIDA. 2002 SOFTWARE, A Bíblia (C) Luis César C. Vasquez 2007-2009.

HOUAISS, Dicionário Eletrônico da Língua Portuguesa Rio de Janeiro: OBJETIVA Ltda.

RICHARDS, Lawrence. Comentário Bíblico do Professor São Paulo: VIDA, 2001. BECHARA, Evanildo. Gramática da língua Portuguesa Rio de Janeiro: LUCERNA, 2006.