Você está na página 1de 10

KIT SIÃO DE PROFESSORAS VISITANTES

Anúncio: (no microfone ou em fita cassete) Interrompemos essa atividade da Sociedade de Socorro
para transmitir um importante comunicado da Empresas Sião.

(Representante de Sião entra, vestido com terno, gravata e óculos escuros)

Representante de Sião: O trabalho de Professoras Visitantes está te cansando? Você não consegue
se livrar da Presidente da Sociedade de Socorro te perturbando?

(Olha para a Presidente da Sociedade de Socorro)

O trabalho de Professora Visitante interfere no seu precioso tempo junto à televisão? Seus
problemas acabaram!
Chegou o novíssimo KIT SIÃO de Professoras Visitantes. Com esse kit, nós faremos as visitas por
você! Por uma pequena taxa mensal, nós mandaremos duas de nossas representantes (aponta para
duas mulheres vestidas no padrão, ao lado, com crachás, e sorrindo) para a casa daquelas irmãs que
você tem de visitar.
Nesse momento, nossas representantes estarão distribuindo mais informações.

(Representantes 1 e 2 distribuem os papéis)

Representante 2: Nesse momento faremos uma breve demonstração dos nossos kits básico, De
luxo e o Ultra-Mega Kit Emma Smith. Este é o pacote básico.

(No palco, irmã Johnson está em casa, sentada. Duas Professoras Visitantes batem à porta.
A irmã visitada abre e elas entram.)

Prof. Vis. 1: Bom dia irmã.... (esquece o nome)


Irmã Johnson: (perturbada) Johnson!
PV 1: Isso, Johnson, certo. Bem, olá. Como você está hoje?
Irmã Johnson: Oh, Bem, eu acho. (Parecendo fraca e cansada)
PV1: É bom ouvir isso.
PV 2: E sua saúde?
Irmã Johnson: (colocando a mão sobre a cabeça) Bem, eu tive febre e acho que estou com
dengue.
PV 2: Bem, isso passa com o tempo.
PV 1: Como está sua família e marido?
Irmã Johnson: Estamos bem, eu acho.
PV 1: Muito bem. Cuide-se. Nós te vemos daqui a um mês.

(as Professoras saem, Irmã Johnson olha para a platéia confusa.)

Representante 1: Esse foi o pacote básico. Agora vamos demonstrar o pacote De luxo.

(Professoras Visitantes batem novamente na porta)

PV 1: Bom dia, Ir. Johnson, Como você se sente hoje?


Ir. Johnson: Oh, bem, eu acho. (Parecendo doente)
PV 1: Você tem certeza? Você parece um pouco cansada. Você esteve doente?
Ir. Johnson: Oh, eu tenho um pouco de febre, e não consigo me livrar da gripe.
PV 2: Podemos ajudar de alguma forma?
Ir. Johnson: Não, não, mas obrigada, meninas. Tenho certeza de que estarei bem logo logo.
PV 1: Como está sua família?
Ir. Johnson: estamos bem. João tem trabalhado muito ultimamente.
PV 1 e 2: aham.
PV 1: Bem, nós pensamos em te deixar a mensagem.
Ir. Johnson: Oh, estou ansiosa por ouvi-la. Eu adoro as mensagens.
PV 2: (entrega uma cópia da mensagem para Ir. Johnson) Não queremos tomar mais o seu
tempo. Cuide-se. Te vemos mês que vem.

(Irmã Johnson, de novo, olha para a platéia confusa.)

Representante 2: Esse foi o pacote De luxo, O próximo é nosso melhor produto, o Pacote Emma
Smith.

(Professoras Visitantes entram na casa da irmã com sorrisos no rosto, um pouco de pão e
sopa)

PV 1: Olá Ir. Johnson, você está linda hoje! Você melhorou depois que nós te ligamos?
Ir. Johnson: Obrigada meninas. Não, ainda me sinto muito mal. Não consigo me livrar desta gripe.
PV 2: Oh, por favor, sente-se e descanse. Nós cuidaremos de você. Não se preocupe com nada!

(PV 1 pega a sopa e o pão. PV 2 pega um cobertor e coloca sobre a Ir. Johnson, um paninho na
testa e um pano perto do pescoço).

Ir. Johnson: Obrigada meninas. Vocês sempre estão por perto quando preciso. Vocês são
maravilhosas!
PV 2: Deixe-nos compartilhar a mensagem desse mês com você. É tão inspiradora. Tenho certeza
que vai nos edificar hoje.

(PV 1 começa a alimentar Ir. Johnson)

Ir. Johnson: Por favor, eu adoraria ouvir a mensagem!


PV 2: A mensagem é sobre vestir a armadura de Deus. Ir. Mary Ellen Smoot, Presidente Geral da
Sociedade de Socorro, disse "É hora de nos entregarmos ao Senhor e permitir que ele nos conduza
de forma que possamos enriquecer este mundo cheio de escuridão e miséria."
Na mensagem ela fala de uma mulher que encontrou um meio de se renovar espiritualmente todos
os dias através da oração e do estudo das escrituras antes que toda a família acordasse a cada manhã
e como isso deu a ela o ânimo para enfrentar o resto do dia. Ajudou-a a buscar vencer qualquer
batalha que aparecesse durante o dia.
PV 1: Eu sei que quando leio as escrituras diariamente isso realmente renova meu Espírito e
abençoa a minha vida.
Ir. Johnson: Obrigada, meninas. Isso era exatamente o que eu precisava ouvir hoje. Eu já me sinto
muito melhor!
PV 2: Você vai poder ir à Reunião de Aprimoramento? Eu ficaria feliz em passar para irmos
juntas!
Ir. Johnson: Seria ótimo. É bom ter alguém para ir junto. Lembre-me quando chegar mais perto do
dia.
PV 1: Seu marido ainda está trabalhando muito?
Ir. Johnson: Sim, mas acho que na semana que vem as coisas vão estar melhor
PV 1: Podemos fazer alguma coisa para ajudar?
Ir. Johnson: Não, estou bem. Obrigada.
PV 1: Tem certeza? Voltaremos mais tarde, pelo menos, com o jantar.
PV 2: Você ainda tem os números dos nossos telefones? Deixe-nos lavar estes pratos antes de
sairmos.
Ir. Johnson: Vão agora, meninas. Eu estarei bem. Vou esperá-las ansiosa para o jantar.
PV 1: (abraçando Ir. Johnson). Nós te amamos.
PV 2: Cuide-se! (abraçando a irmã)

Representante 2: Esse foi o Ultra Mega Pacote Emma Smith, nosso melhor produto!

(Irmã Johnson e as Professoras Visitantes saem da sala e juntam-se as irmãs que estão
sentadas)

Representante 1: Escute agora a palavra de quem já utilizou os nossos serviços e os aprovou.


Primeiro, a Irmã Super Ocupada.!

(Irmã super-ocupada está sentada entre as irmãs. Ela levanta para falar)

Irmã Super Ocupada: (olhando para o relógio o tempo todo) Esse serviço é ótimo. O trabalho de
Professora Visitante sempre atrapalhou meus horários. Agora eu tenho muito mais tempo para as
minhas lições de vôlei e de artesanato e balé. Eu sempre estou muito ocupada e o serviço me ajuda
muito! Ás vezes eu até tenho tempo para refeições congeladas, (olhando pensativa). Talvez eu
contrate esse serviço também. Eu adoro os produtos das Empresas Sião!

Representante 1: Agora Irmã “peso-na-consciência”.

(Irmã peso-na-consciência está sentada entre as irmãs. Ela levanta para falar)

Irmã “Peso-na-consciência”: (irmã com cara de envergonhada, mexendo com as mãos). Eu me


sentia muito culpada quando não conseguia fazer as visitas no mês. Esse serviço torna as coisas
muito mais fáceis. Agora meus relatórios são perfeitos, com 100% das visitas! Eu até contratei
alguém para ser a mãe dos meus filhos, alguém pra fazer meu armazenamento, e fazer as refeições.
Estes serviços valem a pena! Afinal de contas, eu apenas tento ser perfeita!

Representante de Sião: Você acaba de ter apenas uma idéia deste poderoso serviço. Por favor,
olhem carinhosamente nossas ofertas. E não se esqueçam que o pacote Emma Smith é o melhor
produto.
Aceitamos os cartões VISA, MasterCard, e American Express.
Obrigada por sua atenção. Esperamos servi-las em breve

(O Representante de Sião sai da sala. As irmãs voltam a seus lugares.).


As dez melhores maneiras de ser uma professora visitante

1. Importe-se mais com as irmãs do que simplesmente com o número de visitas.

2. Descubra todas as boas qualidades que puder em cada irmã que você visita e elogie-
as com freqüência.

3. Sinceramente, busque conhecer as irmãs bem o suficiente para se tornar amiga delas.

4. Aprenda o nome dos filhos dela (ou netos) e diga olá para eles também.

5. Preocupe-se mais em levar o Espírito e a mensagem do Senhor do que levar algo que
só pareça bonito ou gostoso.

6. Quando problemas pessoais forem compartilhados, assegure-se de buscar entender


como aquela irmã está se sentindo e encontre maneiras de ajudá-la — mesmo
apenas o “ouvir” é uma grande ajuda e freqüentemente é o necessário.

7. Lembre-se que existem muitas coisas acerca de cada irmã que você não sabe, então
não julgue. Concentre-se em edificar e ajudar.

8. Fique amiga da sua companheira.

9. Nunca esqueça que você é uma representante do Senhor e que deve buscar meios de
servir como Ele serviria se estivesse no seu lugar. Assegure-se de pedir ajuda a
Ele!

10. Busque sempre ter um amor incondicional pelas irmãs que você visita e por sua
companheira.
Debra Coe (e) 1998 all right reserved
Dez maneiras de como NÃO ser uma professora visitante

1. Não faça contato algum – nem ligue. Dessa forma as irmãs nem vão saber quem são suas
professoras visitantes e nem saberão que vocês nem se importam com elas.

2. Quando você visitar uma irmã, mantenha a atenção no relógio e quando se passarem 10 minutos,
saia imediatamente – NÃO se importe com os assuntos que ainda estavam sendo discutidos e
NÃO pergunte se existe algo em que possa ajudar. Você conseguiu atingir sua meta de visitar
essa irmã, então CORRA!

3. Ao invés de perguntar “existe algo que possamos fazer por você?”, diga “se você precisar de
alguma coisa, ligue para seus mestres familiares, temos certeza que eles ficarão felizes em
ajudar!”

4. Decida que você será melhor que qualquer outra irmã porque vai fazer suas visitas na primeira
semana de cada mês. Fale isso em público o máximo possível. Para fazer isso, você não precisa
perguntar de qualquer irmã quando seria a melhor hora para visitar. Ao contrário, você diz a
cada irmã o dia exato e a hora em que você vai visitá-la a cada mês. Se ela não puder receber a
visita, não se preocupe – pior pra ela! Deixe um cartão para que ela saiba que você pensou nela,
e dê o relatório das suas visitas para a Presidência, informando dos 100% de visitas na primeira
semana!

5. Quando te pedirem para levar uma refeição ou lanche para a irmã que você visita que acabou de
passar por uma cirurgia e não pode sair da cama, diga: “Não quero te ofender trazendo uma
refeição porque eu sei o quão independente você é.” Se te disserem que você não estaria
ofendendo e pedissem para trazer a refeição, INSISTA em ajudá-las a permanecerem
independentes e insista em não levar a refeição.

6. Assegure-se de dizer: “se houver algo em que possamos ajudar, nos ligue.” Entretanto, se a pessoa
que você visita te ligar e pedir ajuda, diga que sim, para ser gentil, mas depois não faça nada.

7. Não se torne amiga das pessoas que você visita! Isso significa que você vai ter de arrumar meios de
evitá-las na Igreja!

8. Sempre que possível, vá visitar sem ligar antes e vá nas horas em que você sabe que a irmã NÃO
vai estar em casa. Deixe um cartão ou um bilhete para que a irmã “saiba” que foi visitada
aquele mês.

9. Não importa qual seja o assunto da conversa, assegure-se de sempre achar uma maneira de falar
sobre SEUS problemas pessoais ou encontre uma maneira de desanimar ou “queimar” a irmã
que você está visitando. Não se esqueça de desanimar/“queimar” a sua companheira também.

10. Fofoque durante suas visitas.

Debra Coe (e) 1998 all right reserved


MARCAS NO CORAÇÃO

Onde quer que nossas mãos toquem


Deixamos impressões digitais.
Nas paredes, nos móveis,
Nas maçanetas das portas, louça e livros.
Sinas de que estivemos por ali!

Oh Senhor, por favor,


Aonde quer que eu vá hoje...
Ajude-me a deixar marcas no coração..
Marcas de compaixão,
Compreensão e amor.
Marcas de doçura
E interesse genuíno.

Que eu possa sair hoje ... para deixar marcas no coração...


E se alguém disser...
"Eu senti seu toque!"
Que esse sentimento seja do Seu toque de amor,
Senhor, através de mim!
Que meu coração possa tocar
Meu vizinho solitário, com um sorriso,
Uma mão preocupada, com paz,
Uma criança que foge de casa, com segurança,
Uma pessoa sem lar, com aconchego,
E meus queridos amigos, com amor.
(Autor desconhecido)
"Uma pecinha de duas partes para Professoras Visitantes sobre habilidade para escutar "
Escrita por Shauna Hammond, Butte, Montana

Você disse alguma coisa?

Fran e Jan são professoras visitantes que vão visitar Nan. Nan é uma irmã mais idosa. Elas batem na
porta e enquanto esperam, elas falam da aula de aeróbica que elas começaram a fazer.

Fran: Você ainda está cansada da aula?


Jan: Menina! Eu não sabia que tinha tantos músculos!
Fran: eu estou feliz por ter começado. Posso dizer que me sinto com mais energia. Mas, puxa vida,
quando é que eu vou parar de me sentir quebrada?
Jan: Eu entendo. Eu levo 20 minutos para deixar de andar como uma vovó depois das aulas.
Nan: (Atende a porta.) Olá! Entrem!
Fran: (mantendo os olhos e a atenção em Jan) Oh, oi Nan. Como vai você?
Jan: (ela mantém o foco em Nan enquanto sentam) Oi Nan. Bom ver você. Então, eu disse ao Mike
que estou feliz por ter começado, e que ele vai ter de ser paciente com as coisas não estando tão
arrumadas em casa até que meu corpo se acostume.
Nan: O que vocês estão fazendo?
Fran & Jan: Aerobica
Nan: que ótimo!
Jan: realmente. Nós gostamos muito. Ainda não perdemos peso , mas vamos perder!
Nan: eu tenho tentado perder um pouco de peso. O médico disse que eu deveria mas...
Fran: (Interrompendo no meio da frase) Oh! Você deveria fazer aeróbica. Você iria amar.
Nan: Bem, eu não posso ...
Jan: (também cortando Nan) Eu sei, foi o que eu disse no começo também, mas depois que você
aprende os exercícios, fica até divertido.
(enquanto Fran e Jan continuam conversando, Nan desiste e pega uma revista e começa a ler)
Fran: Eu ainda não consigo fazer aquela terceira série de exercícios. Como é que a professora
consegue fazer tudo aquilo?
Jan: menina, eu também não consigo. Isso me deixa louca! Acho que nunca vou conseguir.
Fran: Bem, acho que vou ter de fazer do meu jeito.
Jan: Metade da turma faz isso. Talvez ela note e nos ensine como fazer.
(Nan, em um último esforço para conseguir a atenção das duas, coloca a mão na altura do coração e
começa a fingir falta de ar)
Fran: Oh, Nan, parece que você precisa descansar. Nós já vamos então.
(Olha para a platéia com um olhar de “não acredito!!”)
Jan: Foi bom ver você de novo. Tenho certeza que você já fez suas visitas, então já leu a mensagem.
Não vamos mais tomar seu tempo.
Fran: Nos diga se precisar de alguma coisa!
(Fran e Jan saem e Nan fica no meio da sala, atônita)
Fecham-se as cortinas
*************************************************************
É preciso mais do que simplesmente ouvir

Fran e Jan são professoras visitantes que vão visitar Nan. Nan é uma irmã mais idosa. Elas batem na
porta e enquanto esperam, elas falam da aula de aeróbica que elas começaram a fazer.
Fran: Você ainda está cansada da aula?
Jan: Menina! Eu não sabia que tinha tantos músculos!
Fran: eu estou feliz por ter começado. Posso dizer que me sinto com mais energia. Mas, puxa vida,
quando é que eu vou parar de me sentir quebrada?
Jan: Eu entendo. Eu levo 20 minutos para deixar de andar como uma vovó depois das aulas.
Nan: (Atende a porta.) Olá! Entrem!
Fran: oi Nan. Como vai você?
Nan: Oh, muito bem
Jan: Ouvi dizer que você esteve no médico. Está tudo bem?
Nan: Oh, eu estou bem. Eu tenho tido artrite em minhas mãos há anos. Mas tem piorado ultimamente e
eu não posso fazer crochê como eu gosto. Estou um pouco chateada com isso.
Jan: Eu sinto muito. Não é chata a maneira como nossos corpos nos pregam peças?
Fran: Eu sei. Parece que quando exatamente quando podemos fazer o que queremos, nossos corpos
decidem dar pra trás.
Nan: Com certeza é exatamente assim. Velhice não é para quem tem frescura! Mas vocês meninas são
uma luz na minha manhã. Obrigada por virem.
Fran: Nós não perderíamos a oportunidade, Nan. Eu espero ansiosa pelas visitas em suas casa. Você
tem sempre um jeito positivo de olhar as coisas.
Nan: Obrigada, mas hoje não é um dia positivo.
Jan: Mas é assim mesmo. Temos o direito de nos sentirmos um pouco pra baixo de vez em quando.
Nan: Talvez eu só aproveite esse meu direito por enquanto.
Fran: Nan, espero que você saiba que você é um exemplo...
Nan: Oh! Não me tenha como exemplo de nada!
Fran: Bem, eu penso assim.
Jan: E eu também. Não pense que achamos que você devesse estar num pedestal ou algo parecido. Eu
apenas admiro o jeito como você sempre está cuidando de todo mundo, fazendo-os se sentirem amados
e importantes.
Fran: Pense assim, que você é um bom exemplo sobre que a mensagem trata esse mês. Você é a pessoa
mais parecida com Cristo que eu conheço.
Nan: Bem, meninas, vocês são exatamente o remédio que eu precisava hoje! O que mais essa
mensagem diz?
Fecham-se as cortinas.
Entrevistas de Drive-through

Agendando as entrevistas:

 Quando enviamos as listas para serem assinadas com os horários, nós apenas dissemos que elas
teriam de dirigir até a Igreja e que nem teriam de sair de seus carros.
 A maioria das irmãs pensou que estávamos brincando e riram quando viram que era sério!

Convites:

 Usamos uma lembrancinha como convite.

Arrumação no estacionamento:

 Na Igreja fizemos 3 “ruas” com cones e sinais. Quando as irmãs estacionavam nós lhes davamos
uma prancheta com um questionário para ser respondido e lavávamos o para-brisa enquanto elas
terminavam.
 Todas as irmãs riram quando pegamos o material de limpeza!
 Demos bombons e uma gravura para colorir e giz de cera velhos (não precisavamos deles de volta)
para as crianças.

Certificado de Garantia de Professora Visitante:

Folder com a inscrição "Garantia das Professoras Visitantes”, contendo:


1. cópia de uma lição recente "Forgiveness and being Slow to Take Offense"
2. algumas citações
3. um discurso da Pres. da Sociedade de Socorro
4. o artigo "For such a time as this" da Ensign de jan. de 2002 Ensign, falando do modelo novo de
mensagens de Professoras Visitantes.

Check-up das professoras visitantes

Nome: ________________________________________
Companheira: _____________________________________
Irmãs que você visita: ___________________________________________________________

Como está a partida?

1. Você faz contato a cada mês através de visitas, telefonemas ou cartões?


sim não às vezes

2. Você apresenta a mensagem sempre que possível? sim não às vezes

3. Algumas das irmãs da sua lista não permite que você a visite?
sim não Se sim, especifique. _______________________________

4. Você faz as visitas com sua companheira?


sim não às vezes. Se não ou às vezes, por favor explique
_____________________________________________________________________

5. Você liga para a Secretária ou Presidente da Sociedade de Socorro depois que você faz suas visitas
do mês? sim não às vezes
Como está o nível do óleo?

1. Você sente que suas visitas ocorrem de modo agradável? sim não

2. Você e sua companheira estão se dando bem? sim não


Se não, quais são os problemas? ______________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

3. Existe alguma preocupação ou problema que você precise discutir com uma das membros da
Presidência da Sociedade de Socorro a respeito de você ou de umas das irmãs que você visita?
sim não Se a resposta for sim, entraremos em contato com você

Como está a pressão nos pneus?

1. Suas professoras visitantes te visitam? sim não às vezes

2. Você se sente confortável com suas professoras visitantes? sim não indiferente

3. Pode citar o nome de 2 ou 3 irmãs do Ramo Caçarí que você gostaria de conhecer melhor?
sim não
___________________________________________________________________

Como está o nível de combustível?

1. Você ora antes de fazer as visitas? sim não às vezes

2. Você estuda a mensagem para estar preparada? sim não às vezes

Verificando problemas

1. Você tem algum comentário específico ou sugestões?


sim não
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

Interesses relacionados