Você está na página 1de 52
Resumo do Workshop de Capacitação de Pesquisadores da USP em Publicação Científica
Resumo do Workshop de Capacitação
de Pesquisadores da USP em
Publicação Científica

Por Leonardo Barreto Campos

Baseado no

Workshop de Capacitação de Pesquisadores da USP em Publicação Científica ministrado pelo Prof. Dr. Valtencir Zucolotto em Junho/2013

 O Pesquisador Agenda  Módulo 1: O Gênero Literário  Módulo 2: Resumo 
 O Pesquisador Agenda  Módulo 1: O Gênero Literário  Módulo 2: Resumo 
 O Pesquisador Agenda  Módulo 1: O Gênero Literário  Módulo 2: Resumo 

O Pesquisador

Agenda
Agenda

Módulo 1: O Gênero Literário

Módulo 2: Resumo

Módulo 3: Introdução

Módulo 4: Resultados e Discussão, Conclusão

Módulo 5: Estilo e Linguagem

Agradecimentos

O Pesquisador  Definição: (1) Que ou quem procura, pesquisa. (2) Que ou quem tem
O Pesquisador  Definição: (1) Que ou quem procura, pesquisa. (2) Que ou quem tem
O Pesquisador  Definição: (1) Que ou quem procura, pesquisa. (2) Que ou quem tem
O Pesquisador
O Pesquisador

Definição: (1) Que ou quem procura, pesquisa. (2) Que ou quem tem o espírito voltado para a descoberta, que se consagra à pesquisa científica.

para a descoberta, que se consagra à pesquisa científica. Orientador Doutorando Mestrando Iniciação Científica 3/52

Orientador

Doutorando

Mestrando

para a descoberta, que se consagra à pesquisa científica. Orientador Doutorando Mestrando Iniciação Científica 3/52

Iniciação Científica

3/52

 Apesar O Pesquisador de serem todos pesquisadores visão de mundo diferentes: temos Pior caso,
 Apesar O Pesquisador de serem todos pesquisadores visão de mundo diferentes: temos Pior caso,
 Apesar O Pesquisador de serem todos pesquisadores visão de mundo diferentes: temos Pior caso,

Apesar

O Pesquisador
O Pesquisador

de

serem

todos

pesquisadores

visão de mundo diferentes:

temos

 Apesar O Pesquisador de serem todos pesquisadores visão de mundo diferentes: temos Pior caso, visões

Pior caso, visões opostas:

 Apesar O Pesquisador de serem todos pesquisadores visão de mundo diferentes: temos Pior caso, visões
O Pesquisador  Relações de amor e ódio, mais amor: O r i e n
O Pesquisador  Relações de amor e ódio, mais amor: O r i e n
O Pesquisador  Relações de amor e ódio, mais amor: O r i e n
O Pesquisador
O Pesquisador

Relações de amor e ódio, mais amor:

Orientador e Pesquisa

e ódio, mais amor: O r i e n t a d o r e P

Aluno e Pesquisa

e ódio, mais amor: O r i e n t a d o r e P

Orientador e Aluno

e ódio, mais amor: O r i e n t a d o r e P
O Pesquisador  Dicas para uma boa relação: ◦ Respeito: orientador é experiente e um
O Pesquisador  Dicas para uma boa relação: ◦ Respeito: orientador é experiente e um
O Pesquisador  Dicas para uma boa relação: ◦ Respeito: orientador é experiente e um
O Pesquisador
O Pesquisador

Dicas para uma boa relação:

Respeito: orientador é experiente e um recurso caro

6/52
6/52
O Pesquisador  Dicas para uma boa relação: ◦ Respeito: orientador é experiente e um
O Pesquisador  Dicas para uma boa relação: ◦ Respeito: orientador é experiente e um
O Pesquisador  Dicas para uma boa relação: ◦ Respeito: orientador é experiente e um
O Pesquisador
O Pesquisador

Dicas para uma boa relação:

Respeito: orientador é experiente e um recurso caro

Cordialidade: agendamento de reuniões

Planejamento: estabeleça metas

Metas de longo prazo (anual)

Metas de médio prazo (semestral)

Metas de curto prazo (mensal)

Metas de curtíssimo prazo (semanal)

O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Gênesis): Questão Problema 8/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Gênesis): Questão Problema 8/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Gênesis): Questão Problema 8/52
O Pesquisador
O Pesquisador

Vida de Pesquisador (Gênesis):

O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Gênesis): Questão Problema 8/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Gênesis): Questão Problema 8/52

Questão Problema

O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Velho Testamento): 9/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Velho Testamento): 9/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Velho Testamento): 9/52
O Pesquisador
O Pesquisador

Vida de Pesquisador (Velho Testamento):

O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Velho Testamento): 9/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 10/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 10/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 10/52
O Pesquisador
O Pesquisador

Vida de Pesquisador (Novo Testamento):

O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 10/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 11/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 11/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 11/52
O Pesquisador
O Pesquisador

Vida de Pesquisador (Novo Testamento):

O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 11/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 12/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 12/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 12/52
O Pesquisador
O Pesquisador

Vida de Pesquisador (Novo Testamento):

O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Novo Testamento): 12/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Apocalipse): 13/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Apocalipse): 13/52
O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Apocalipse): 13/52
O Pesquisador
O Pesquisador

Vida de Pesquisador (Apocalipse):

O Pesquisador  Vida de Pesquisador (Apocalipse): 13/52
O Pesquisador  Publicar: dos Publicação é um mais importantes do trabalho de um passos
O Pesquisador  Publicar: dos Publicação é um mais importantes do trabalho de um passos
O Pesquisador  Publicar: dos Publicação é um mais importantes do trabalho de um passos
O Pesquisador
O Pesquisador
 Publicar: dos
 Publicar:
dos

Publicação é um

mais

importantes

do

trabalho de um

passos

cientista.

O Pesquisador  Publicar:
O Pesquisador
 Publicar:

Cientistas

publicam

Ideias!!!

O Pesquisador  Publicar: Quando a questão/problema /hipótese tiver sido respondida/ resolvida/testada 16/52
O Pesquisador  Publicar: Quando a questão/problema /hipótese tiver sido respondida/ resolvida/testada 16/52
O Pesquisador  Publicar: Quando a questão/problema /hipótese tiver sido respondida/ resolvida/testada 16/52
O Pesquisador
O Pesquisador
 Publicar:
 Publicar:

Quando a

questão/problema /hipótese tiver

sido respondida/

resolvida/testada

O Pesquisador  Mas antes de começar, lembre-se que tudo: DEPENDE!!! ◦ Da área/tipo de
O Pesquisador  Mas antes de começar, lembre-se que tudo: DEPENDE!!! ◦ Da área/tipo de
O Pesquisador  Mas antes de começar, lembre-se que tudo: DEPENDE!!! ◦ Da área/tipo de
O Pesquisador
O Pesquisador

Mas antes de começar, lembre-se que tudo:

DEPENDE!!!

Da área/tipo de pesquisa

Da conferência/periódico

que tudo: DEPENDE!!! ◦ Da área/tipo de pesquisa ◦ Da conferência/periódico ◦ Do público ◦ etc

Do público

etc

que tudo: DEPENDE!!! ◦ Da área/tipo de pesquisa ◦ Da conferência/periódico ◦ Do público ◦ etc
que tudo: DEPENDE!!! ◦ Da área/tipo de pesquisa ◦ Da conferência/periódico ◦ Do público ◦ etc
Módulo 1: O Gênero Literário  Tipos de Publicação Científica: ◦ Tese ◦ Livros ◦
Módulo 1: O Gênero Literário  Tipos de Publicação Científica: ◦ Tese ◦ Livros ◦
Módulo 1: O Gênero Literário  Tipos de Publicação Científica: ◦ Tese ◦ Livros ◦
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Tipos de Publicação Científica:

Tese

Livros

Enciclopédias

Artigos Científicos:

Revisão

Regulares

Short

◦ Tese ◦ Livros ◦ Enciclopédias ◦ Artigos Científicos:  Revisão  Regulares  Short 18/52
◦ Tese ◦ Livros ◦ Enciclopédias ◦ Artigos Científicos:  Revisão  Regulares  Short 18/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Artigos Científicos: ◦ Relate seus resultados de forma clara
Módulo 1: O Gênero Literário  Artigos Científicos: ◦ Relate seus resultados de forma clara
Módulo 1: O Gênero Literário  Artigos Científicos: ◦ Relate seus resultados de forma clara
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Artigos Científicos:

Relate seus resultados de forma clara

Use apenas palavras necessárias

 Artigos Científicos: ◦ Relate seus resultados de forma clara ◦ Use apenas palavras necessárias 19/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 20/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 20/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 20/52
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 20/52

20/52

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Título: ◦ Um bom
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Título: ◦ Um bom
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Título: ◦ Um bom
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Título: ◦ Um bom título descreve

Título:

Um bom título descreve o conteúdo do artigo

Sem suspense! O título já pode trazer o seu achado

O autor descreve o resultado mais importante de

forma breve e concisa

Atrai a atenção do leitor

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Exemplo de Títulos: ◦
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Exemplo de Títulos: ◦
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Exemplo de Títulos: ◦
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Exemplo de Títulos: ◦ Título 1:

Exemplo de Títulos:

Título 1: Técnicas de classificação para inspeção visual de plantas

ou

Título 2: Avaliação comparativa de seleção de recursos e técnicas de classificação para a inspeção visual de

mudas de plantas

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Autores: ◦ Todos os
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Autores: ◦ Todos os
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Autores: ◦ Todos os
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Autores: ◦ Todos os autores devem

Autores:

Todos os autores devem ser capazes de apresentar /

discutir / defender o artigo

Primeiro autor: O pesquisador que fez o trabalho, o pesquisador júnior.

Nomes do meio: qualquer um que intelectualmente

contribuíram para o trabalho

Último nome: O responsável pela pesquisa: supervisor do grupo / cientista sênior

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Afiliações: ◦ Grupo ◦
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Afiliações: ◦ Grupo ◦
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Afiliações: ◦ Grupo ◦
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

1: O Gênero Literário  Organização de um artigo:  Afiliações: ◦ Grupo ◦ Departamento ◦

Afiliações:

Grupo

Departamento

Instituição/Universidade

Cidade, Caixa Postal

País

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 25/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 25/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 25/52
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 25/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 25/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 26/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 26/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 26/52
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 26/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 26/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 27/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 27/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 27/52
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 27/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 27/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 28/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 28/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 28/52
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 28/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 28/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 29/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 29/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 29/52
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 29/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: 29/52
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: Adapted from : Hill et
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: Adapted from : Hill et
Módulo 1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: Adapted from : Hill et
Módulo 1: O Gênero Literário
Módulo 1: O Gênero Literário

Organização de um artigo:

1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: Adapted from : Hill et al.,Teaching ESL
1: O Gênero Literário  Organização de um artigo: Adapted from : Hill et al.,Teaching ESL

Adapted from : Hill et al.,Teaching ESL students to read and write experimental papers,TESOL Quarterly, 16:333, 1982

30/52

Módulo 2: Resumo  Um modelo: receita de bolo ◦ Contextualização ◦ Gap ◦ Proposta
Módulo 2: Resumo  Um modelo: receita de bolo ◦ Contextualização ◦ Gap ◦ Proposta
Módulo 2: Resumo  Um modelo: receita de bolo ◦ Contextualização ◦ Gap ◦ Proposta
Módulo 2: Resumo
Módulo 2: Resumo

Um modelo: receita de bolo

Contextualização

Gap

Proposta

Metodologia

Resultados

◦ Gap ◦ Proposta ◦ Metodologia ◦ Resultados ◦ Conclusão Aluísio, S.M. (1995). Ferramentas para

Conclusão

Aluísio, S.M. (1995). Ferramentas para Auxiliar a Escrita de Artigos Científicos em Inglês como Língua Estrangeira.Tese de Doutorado, IFSC - USP, 228 p

31/52

Módulo 2: Resumo  Um modelo: receita de bolo ◦ Contextualização: mostra a grande área
Módulo 2: Resumo  Um modelo: receita de bolo ◦ Contextualização: mostra a grande área
Módulo 2: Resumo  Um modelo: receita de bolo ◦ Contextualização: mostra a grande área
Módulo 2: Resumo
Módulo 2: Resumo

Um modelo: receita de bolo

Contextualização: mostra a grande área e importância

Gap: entretanto

contudo

apesar

Proposta: neste artigo

neste trabalho

Metodologia: foi utilizado

Resultados: esta técnica mostra que

Conclusão: é possível afirmar que

Aluísio, S.M. (1995). Ferramentas para Auxiliar a Escrita de Artigos Científicos em Inglês como Língua Estrangeira.Tese de Doutorado, IFSC - USP, 228 p

32/52

Módulo 2: Resumo
Módulo 2: Resumo
Módulo 2: Resumo
Módulo 2: Resumo
Módulo 2: Resumo  Exercício 1: Kortuem, Gerd, et al. "Smart objects as building blocks
Módulo 2: Resumo  Exercício 1: Kortuem, Gerd, et al. "Smart objects as building blocks
Módulo 2: Resumo  Exercício 1: Kortuem, Gerd, et al. "Smart objects as building blocks
Módulo 2: Resumo
Módulo 2: Resumo

Exercício 1:

Módulo 2: Resumo  Exercício 1: Kortuem, Gerd, et al. "Smart objects as building blocks for

Kortuem, Gerd, et al. "Smart objects as building blocks for the internet of things."Internet Computing, IEEE 14.1 (2010):

44-51.

35/52

Módulo 2: Resumo  Exercício 2: O que está faltando? Pode isto Arnaldo? Les,Tomasz, Michal
Módulo 2: Resumo  Exercício 2: O que está faltando? Pode isto Arnaldo? Les,Tomasz, Michal
Módulo 2: Resumo  Exercício 2: O que está faltando? Pode isto Arnaldo? Les,Tomasz, Michal
Módulo 2: Resumo
Módulo 2: Resumo

Exercício 2:

Módulo 2: Resumo  Exercício 2: O que está faltando? Pode isto Arnaldo? Les,Tomasz, Michal Kruk,

O que está faltando? Pode isto Arnaldo?

Les,Tomasz, Michal Kruk, and Stanislaw Osowski. "Automatic recognition of industrial tools using artificial intelligence approach." Expert Systems with Applications (2013).

36/52

Módulo 3: Introdução  Técnica Funil: ◦ Da sua área (geral) para o seu trabalho
Módulo 3: Introdução  Técnica Funil: ◦ Da sua área (geral) para o seu trabalho
Módulo 3: Introdução  Técnica Funil: ◦ Da sua área (geral) para o seu trabalho
Módulo 3: Introdução
Módulo 3: Introdução

Técnica Funil:

Da sua área (geral) para o seu trabalho (proposta)

◦ Da sua área (geral) para o seu trabalho (proposta) Contextualização Estado da arte Estado do

Contextualização

Estado da arte

Estado do gap

Proposta Organização do artigo*

Módulo 3: Introdução  Dicas: ◦ Destaque citando onde artigos está a recentes importantes (figurões);
Módulo 3: Introdução  Dicas: ◦ Destaque citando onde artigos está a recentes importantes (figurões);
Módulo 3: Introdução  Dicas: ◦ Destaque citando onde artigos está a recentes importantes (figurões);
Módulo 3: Introdução
Módulo 3: Introdução

Dicas:

Destaque

citando

onde

artigos

está

a

recentes

importantes (figurões);

Cite

da

contextualização;

artigos

área,

fronteira

do

e

de

grupos

conhecimento

pesquisa

de

não

da

grande

área

na

Artigos do estado da arte devem ser de ontem;

Módulo 3: Introdução  Dicas: ◦ Descubra (leia, interaja) o que os principais grupos da
Módulo 3: Introdução  Dicas: ◦ Descubra (leia, interaja) o que os principais grupos da
Módulo 3: Introdução  Dicas: ◦ Descubra (leia, interaja) o que os principais grupos da
Módulo 3: Introdução
Módulo 3: Introdução

Dicas:

Descubra (leia, interaja) o que os principais grupos da sua área estão pesquisando;

Estabeleça um território de pesquisa (contexto) e o nicho (gap), em seguida, ocupe esse nicho (objetivo);

O leitor deve chegar ao final da Introdução com o propósito fresco na sua cabeça;

Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  A seção mais importante do artigo  Deve
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  A seção mais importante do artigo  Deve
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  A seção mais importante do artigo  Deve
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão
Módulo 4: Resultados, Discussão e
Conclusão

A seção mais importante do artigo

Deve provar sua questão inicial, hipótese, ideia,

etc

Estruturas possíveis:

Resultado Discussão Conclusão

Resultado Discussão

Resultado e Discussão Conclusão

Resultado Discussão e Conclusão

Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Ilustrar os materiais: ◦ Figuras auto contidas ◦
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Ilustrar os materiais: ◦ Figuras auto contidas ◦
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Ilustrar os materiais: ◦ Figuras auto contidas ◦
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão
Módulo 4: Resultados, Discussão e
Conclusão

Ilustrar os materiais:

Figuras auto contidas

Tabelas

Gráficos

Importante:

Qualidade das figuras

Análise dos dados

e Estatísticas

Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Dicas: ◦ O leitor não conhece seu trabalho,
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Dicas: ◦ O leitor não conhece seu trabalho,
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Dicas: ◦ O leitor não conhece seu trabalho,
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão
Módulo 4: Resultados, Discussão e
Conclusão

Dicas:

O leitor não conhece seu trabalho, quem sabe são os autores;

Economize palavras com bom senso;

Não repetir ideia, não ser redundante;

Não dê margem para ambiguidade;

Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Conclusões: Evidenciar os principais achados Interpretação dos
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Conclusões: Evidenciar os principais achados Interpretação dos
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão  Conclusões: Evidenciar os principais achados Interpretação dos
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão
Módulo 4: Resultados, Discussão e
Conclusão

Conclusões:

Evidenciar os principais achados

Interpretação dos principais resultados

Contribuição para a área

Trabalhos futuros

os principais achados Interpretação dos principais resultados Contribuição para a área Trabalhos futuros 43/52
Módulo 4: Resultados, Discussão e Conclusão
Módulo 4: Resultados, Discussão e
Conclusão
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Todas as informações ou ideias devem ser referenciados! Incluindo
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Todas as informações ou ideias devem ser referenciados! Incluindo
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Todas as informações ou ideias devem ser referenciados! Incluindo
Módulo 5: Estilo e Linguagem
Módulo 5: Estilo e Linguagem

Todas

as

informações

ou

ideias

devem

ser

referenciados! Incluindo o seu próprio trabalho;

Devido

os

diversos

formatos

de

referências

sempre consulte o Guia do Jornal de Autores;

Formas citação:

Sistema de sequência: ordem que aparece no texto

Sistema autor-ano: ordem alfabética

Módulo 5: Estilo e Linguagem  Abreviações ◦ Green Fluorescent Protein (GFP) ◦ Usar abreviações
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Abreviações ◦ Green Fluorescent Protein (GFP) ◦ Usar abreviações
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Abreviações ◦ Green Fluorescent Protein (GFP) ◦ Usar abreviações
Módulo 5: Estilo e Linguagem
Módulo 5: Estilo e Linguagem

Abreviações

Green Fluorescent Protein (GFP)

Usar abreviações / siglas com discrição

Números:

Use espaço entre o número e a unidade

6 min. Não usar ‘s’ em medidas

Voz passiva vs Voz ativa:

Voz passiva, quase sempre exige mais palavras do que Voz ativa

Primeira pessoa:

Às

vezes,

primeira

pessoa

informações importantes

podem

ser

usados

​​para

destacar

Módulo 5: Estilo e Linguagem  Dicas: ◦ Una as ideias; ◦ A próxima sentença
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Dicas: ◦ Una as ideias; ◦ A próxima sentença
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Dicas: ◦ Una as ideias; ◦ A próxima sentença
Módulo 5: Estilo e Linguagem
Módulo 5: Estilo e Linguagem

Dicas:

Una as ideias;

A próxima sentença tem que estar conectada com a

sentença anterior

Para quebrar use palavras como:

Por exemplo, entretanto, dessa forma, etc

Use verbos fortes

A frase tem que ter uma ação principal

Módulo 5: Estilo e Linguagem  Dicas: ◦ Varie tamanhos de frases e de parágrafos,
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Dicas: ◦ Varie tamanhos de frases e de parágrafos,
Módulo 5: Estilo e Linguagem  Dicas: ◦ Varie tamanhos de frases e de parágrafos,
Módulo 5: Estilo e Linguagem
Módulo 5: Estilo e Linguagem

Dicas:

Varie tamanhos de frases e de parágrafos, nem tanto nem tampouco;

científico

Texto

é

formado

por

palavras

simples

e

fortes;

Cada sentença tem sua importância. Em um bom texto a sentença que sair fará falta

Conclusões  Siga uma sequência de escrita coerente: 49/52
Conclusões  Siga uma sequência de escrita coerente: 49/52
Conclusões  Siga uma sequência de escrita coerente: 49/52
Conclusões
Conclusões

Siga uma sequência de escrita coerente:

Conclusões  Siga uma sequência de escrita coerente: 49/52
Agradecimentos  Prof. Valtencir Zucolotto  www.escritacientifica.com 50/52
Agradecimentos  Prof. Valtencir Zucolotto  www.escritacientifica.com 50/52
Agradecimentos  Prof. Valtencir Zucolotto  www.escritacientifica.com 50/52
Agradecimentos
Agradecimentos

Prof. Valtencir Zucolotto

Agradecimentos  Prof. Valtencir Zucolotto  www.escritacientifica.com 50/52

www.escritacientifica.com

Agradecimentos  Equipe do Café com Pesquisa: ◦ Profª. Anna Reali ◦ Profª. Cíntia Borges
Agradecimentos  Equipe do Café com Pesquisa: ◦ Profª. Anna Reali ◦ Profª. Cíntia Borges
Agradecimentos  Equipe do Café com Pesquisa: ◦ Profª. Anna Reali ◦ Profª. Cíntia Borges
Agradecimentos
Agradecimentos

Equipe do Café com Pesquisa:

Profª. Anna Reali

Profª. Cíntia Borges Margi

Prof. Anarosa Brandão

Equipe do Café com Pesquisa: ◦ Profª. Anna Reali ◦ Profª. Cíntia Borges Margi ◦ Prof.
Equipe do Café com Pesquisa: ◦ Profª. Anna Reali ◦ Profª. Cíntia Borges Margi ◦ Prof.
Resumo do Workshop de Capacitação de Pesquisadores da USP em Publicação Científica
Resumo do Workshop de Capacitação
de Pesquisadores da USP em
Publicação Científica

Por Leonardo Barreto Campos

Baseado no

Workshop de Capacitação de Pesquisadores da USP em Publicação Científica ministrado pelo Prof. Dr. Valtencir Zucolotto em Junho/2013