Você está na página 1de 33

DESVIOS POSTURAIS

1. LORDOSE CERVICAL = Acentuação da concavidade da coluna cervical.

CAUSA:

- Hipertrofia da musculatura posterior do pescoço

CORREÇÃO:

- Fortalecimento da musculatura anterior do pescoço


LORDOSE CERVICAL - EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Postura da Cabeça
3. Flexão da cabeça em decúbito dorsal, c/ cabeça pendente
4. Flexão da cabeça c/ auxílio

2
2. CIFOSE = Acentuação da convexidade da coluna torácica, colocando o
ponto acromial à frente da linha de gravidade.

2.1 - CIFOSE FLEXÍVEL ou ATITUDE CIFÓTICA


2.2 - CIFOSE RÍGIDA ou FIXA
2.1 – CIFOSE FLEXÍVEL ou ATITUDE CIFÓTICA
A correção obtida através de contração muscular voluntária.
Causada por maus hábitos posturais e pela hipertrofia da musculatura
anterior do tórax.
CORREÇÃO: Trabalho para a musculatura posterior do tórax

EXERCÍCIOS CORRETIVOS
1 2. Remada curvada
3. Crucifixo inverso
4. Abrir cabos no puxador

3
2.2 - CIFOSE RÍGIDA ou FIXA
A correção já não pode mais ser obtida com uma simples contração
muscular e, posteriormente nem com correção manual, devido à
freqüência da atitude cifótica.
A musculatura anterior do tórax está muito hipertrofiada e a
musculatura posterior está muito alongada. 2

EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Idem à cifose flexível
3. Suspensão alongada com apoio dorsal
4. Deslocamento de ombros

3
3. LORDOSE LOMBAR = Acentuação da concavidade lombar.
Causa: Hipertrofia da musculatura lombar ou por enfermidades.
Necessita de um trabalho para a musculatura abdominal.
LORDOSE LOMBAR - EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Abdominal remador
3. Encolhimento de pernas na prancha inclinada
4. Postura Lombar com retroversão do quadril, contraindo o
abdômen
5. Flexão do tronco c/ joelhos flexionados e pés fixos
6. Elevação da cintura escapular, em decúbito dorsal
5

1 2

3 4
4. COSTA PLANA
Inexistência ou inversão das curvaturas da coluna vertebral.
Causas: Hipertrofia da musculatura abdominal e pela hipotonia da musculatura
lombar.
Correção: Trabalhar a musculatura lombar.
COSTA PLANA – EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Mata Borrão – em decúbito ventral, segurar os pés e fazer o balanço
do corpo;
3. Ponte – em decúbito dorsal, ficar apoiado nas mãos e nos pés,
arqueando o corpo.
4. Extensão da coluna – decúbito ventral, mão à nuca, fazer a
extensão total da coluna e voltar a posição inicial
5. Bom dia
6. Levantamento terra.

4 5
5. ESCOLIOSES
Deformações ou desvios laterais da coluna vertebral.
Classificação:
5.1 – ESCOLIOSE TOTAL ou ESCOLIOSE EM C
5.2 –ESCOLIOSE SIMPLES
5.3 – ESCOLIOSE DUPLA ou em S ou Z
5.4 – ESCOLIOSE TRIPLA
ESCOLIOSE em C e ESCOLIOSE SIMPLES

Causada por diferença de tamanho entre os membros


inferiores, por posturas erradas de estudo e, também pela hipertrofia
de uma das musculaturas laterais da coluna.

Essas escolioses podem apresentar 6 maneiras diferentes.

TORÁCICA TORÁCICA LOMBAR LOMBAR


DIREITA ESQUERDA DIREITA ESQUERDA
ESCOLIOSES – EXERCÍCIOS CORRETIVOS

3. Exercícios unilaterais (Escoliose dorsal direita)


4. Exercícios unilaterais (Escolioses lombar esquerda)

Escoliose lombar
Escoliose dorsal esquerda
direita
ESCOLIOSES – EXERCÍCIOS CORRETIVOS
3. Suspensão alongada c/ elevação do ombro que estiver mais baixo ou
c/ elevação do quadril que estiver mais baixo

Escoliose toráxica Escoliose lombar


direita direita
ESCOLIOSE TOTAL DIREITA ESCOLIOSE TOTAL ESQUERDA
EXERCÍCIOS CORRETIVOS - ESCOLIOSE TOTAL DIREITA
Exercícios unilaterais: Flexão lateral do tronco p/ o lado da curvatura
3. Suspensão alongada
4. Alongamentos sem suspensão
ESCOLIOSE DUPLA e TRIPLA

Causada pela compensação da escoliose simples, geralmente


localizada no desvio lateral inferior ou por encurtamento de algum
membro inferior.

Para corrigir essas escolioses devemos atuar primeiro no desvio


primário, geralmente na região lombar, para depois atuarmos nos
desvios compensatórios
ESCOLIOSE DUPLA E TRIPLA – EXERCÍCIOS COMPENSATÓRIOS

3. Suspensão alongada
4. Alongamento sem suspensão

ESCOLIOSE
DORSAL DIREITA
LOMBAR
ESQUERDA
6. GENO VALGO
Projeção do joelho para a parte interna do corpo.
Causada pela hipertrofia da musculatura lateral da coxa.
Necessita de um trabalho para a musculatura interna da
coxa.
GENO VALGO - EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Adução da coxa
3. Andar no bordo externo do pé
4. Flexão da coxa sobre o quadril
5. Extensão da coxa sobre o quadril 4

3
7. GENO VARO
Projeção do joelho para a parte externa do corpo.
Causa: Hipertrofia da musculatura interna da coxa.
Necessita de um trabalho para a musculatura lateral da coxa.
GENO VARO – EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Abdução da coxa no puxador duplo
3. Andar no bordo interno do pé
4. Alongamento passivo com medicinebol entre os tornozelos

2
8. GENO RECURVATO
Projeção do joelho para trás, fazendo com que a linha da
gravidade passe à frente dos joelhos.
Causado pela hipertrofia da musculatura extensora do joelho.
Necessita de um trabalho para a musculatura flexora do joelho.
GENO RECURVATO – EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Flexão do joelho na mesa romana ou sapato de ferro
9. GENO FLEXO
Projeção dos joelhos para frente.
Causada pela hipertrofia da musculatura flexora do joelho.
Necessita de um trabalho para a musculatura extensora do joelho
GENO FLEXO – EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Extensão dos joelhos na mesa romana
3. Agachamento

3. Alongamento da musculatura
posterior da coxa
10. PÉ PLANO
Perda total ou parcial da curvatura do pé.
Causado pela hipotonia da musculatura flexora dos dedos.
Necessita de um trabalho para essa musculatura.

EXERCÍCIOS CORRETIVOS:
2. Andar no bordo externo do pé
3. Andar na ponta dos pés
4. Elevação do corpo na ponta dos
pés
5. Puxar um pano c/ a ponta dos pés
6. Andar na areia fofa.
11. PÉ CAVO

Aumento da curvatura plantar do pé, causado pela


hipertrofia dos músculos peroneiro lateral longo, flexor dos
dedos.

Necessita de um trabalho para a musculatura flexora dorsal


do pé.
EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Andar no bordo interno do pé
3. Flexão dorsal do pé
4. Andar para trás com apoio nos calcanhares
12. PÉ VALGO

Projeção do calcâneo para fora do corpo,


fazendo com que o tendão de Aquiles se projete
para a parte interna do corpo.

Para correção devemos trabalhar os músculos


tríceps sural, tibial anterior e posterior.

EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Elevação do corpo na ponta dos pés, separando os calcanhares
3. Andar no bordo externo do pé.
13. PÉ VARO

Projeção do tendão de Aquiles para a parte externa do


corpo fazendo com que o calcâneo se projete para dentro.

Para correção devemos trabalhar os músculos extensor dos dedos e


peroneiro anterior.

EXERCÍCIOS CORRETIVOS
2. Andar no bordo interno do pé
14. PÉ ABDUTO
Pés voltados para fora da linha do corpo.

EXERCÍCIOS CORRETIVOS
1. Andar com os pés voltados para dentro da linha
média do corpo
15. PÉ ADUTO
Pés voltados para dentro da linha média do corpo.

EXERCÍCIOS CORRETIVOS
1. Andar com a ponta dos pés voltadas para fora da linha
média do corpo.
16. PÉ EQUINO
Causado pelo encurtamento do tendão de
Aquiles.

Correção só é possível através de cirurgia.


17. PÉ CALCÂNEO
Causado pelo encurtamento do tendão do
músculo tibial anterior.

Correção somente através de cirurgia.