Você está na página 1de 4

Universidade Federal da Bahia

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação


Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
PIBIC
UFBA

PIBIC

RELATÓRIO PARCIAL DE ATIVIDADES


1. IDENTIFICAÇÃO

1.1. NOME DO BOLSISTA:


Deusdete Conceição Gomes Junior
1.2. NOME DO ORIENTADOR: 1.3. PERÍODO TRABALHADO:
Agosto/09 a Fevereiro/10
Alessandra Estrela da Silva Lima

1.4. TÍTULO DO PROJETO:


Utilização da solução clareadora de gordura na análise de linfonodos em cadelas com carcinomas de mama
2.

2. EXECUÇÃO:
2.1
Descrição da Atividade Período
Revisão de Literatura Cientifica Agosto/09 a Fevereiro/10

Seleção e avaliação clínica dos animais Agosto/09 a Janeiro/10

Realização do procedimento cirúrgico - mastectomia Agosto/09 a Janeiro/10

Coleta e acondicionamento das amostras obtidas pela biópsia excisional. Setembro/09 a Janeiro/10

Dissecação dos nódulos mamários e de linfonodos Setembro/09 a Janeiro/10

Utilização de solução clareadora de gordura Setembro/09 a Fevereiro /10

Remoção de aglomerados linfóides evidenciados após a utilização da solução clareadora Setembro/09 a Fevereiro /10
de gordura
Processamento histológico dos possíveis aglomerados linfóides Setembro/09 a Fevereiro /10
2.2. RESULTADOS PARCIAIS ALCANÇADOS E DISCUSSÃO (Max. 05 páginas com gráficos, figuras, esquemas, etc.):

Em Medicina Veterinária, a incidência crescente e a complexidade na evolução clínica dos tumores de mama nas cadelas têm
despertado um interesse especial no estudo de fatores prognósticos, definidos como características clínicas, patológicas e biológicas
dos indivíduos e seus tumores que permitem prever a evolução clínica e a sobrevida do paciente, sem que o mesmo tenha sido
submetido a terapias adicionais e adjuvantes após a cirurgia inicial (Cassali, 2002). O comprometimento dos linfonodos regionais é
considerado um dos fatores prognósticos mais importantes, juntamente com tamanho tumoral e tipo histológico (Misdorp ET AL.,
1999).

Entretanto, a drenagem linfática dos tumores mamários caninos é complexa, tendo sido demonstrado que podem existir
comunicações linfáticas entre a cadeia mamária direita e a cadeia mamária esquerda e entre glândulas adjacentes de uma mesma
cadeia, em direção cranial e caudal. A existência destas comunicações linfáticas inconstantes e de aglomerados linfóides
neoformados parece contribuir para que as metástases linfáticas possam ocorrer sem respeitar o sentido habitual da corrente linfática
(Queiroga e Lopes, 2002). Desta forma, este trabalho tem por objetivo verificar, a partir da utilização de uma solução clareadora de
gorduras, a presença de aglomerados linfóides, imperceptíveis no exame anatomopatológico de rotina, o que resultaria em
importantes alterações no estadiamento clínico, quando infiltrado por células neoplásicas.

Foram selecionadas 20 cadelas portadoras de nódulo mamário maior que três centímetros, atendidas no setor de Clínica e Cirurgia
do Hospital Veterinário da UFBA no período de agosto/2009 a janeiro/2010. Os animais foram inicialmente submetidos ao exame
clínico completo com realização do estadiamento (TNM). Os tumores foram mensurados em pelo menos duas dimensões. Quando o
animal apresentava mais de um nódulo, cada um deles foi medido separadamente. Foi considerada para a realização do
estadiamento clínico a maior medida do tumor invasivo conforme critérios adotados pelo sistema TNM. A avaliação macroscópica
dos linfonodos inguinais e axilares foi realizada pela palpação dos mesmos e a presença ou não de envolvimento neoplásico
determinada pelo exame histopatológico após a mastectomia. Ao final do exame ambulatorial e realização dos exames laboratoriais
(hemograma completa e bioquímica sérica) os animais foram encaminhados ao setor de Radiologia para realização de radiografia
simples de tórax em três incidências (ventro-dorsal e latero-lateral esquerda e direita) para pesquisa de metástase pulmonar.
Sorenmo (2003) assegura que a radiografia ainda é o principal método para avaliação de metástases pulmonares em animais. O tipo
de cirurgia (mastectomia simples, em bloco ou radical) foi determinado pelo tamanho do tumor, sua localização e drenagem linfática,
considerando-se também margens de segurança.

Imediatamente após a cirurgia, a cadeia mamária foi encaminhada ao Setor de Patologia para caracterização macroscópica e coleta
de fragmentos da(s) mama(s) acometida(s) que incluíram pele e tecido subcutâneo e dos linfonodos regionais. Posteriomente, os
fragmentos coletados foram fixados em formol neutro e tamponado com fosfato a 10% e processados pela técnica rotineira de
inclusão em parafina (LUNA, 1968). Secções histológicas de 4µm do tumor e linfonodo foram coradas pelas técnicas da
Hematoxilina-Eosina, para classificação e graduação histopatológica (MISDORP et al., 1999) e pesquisa de metástase regional. Foi
utilizado o grau histológico combinado de Nottingham (Bloom, Richardson modificado por Elston-Ellis), que inclui: percentual de
diferenciação tubular; avaliação do pleomorfismo nuclear e índice mitótico (Elston e Ellis 1993).

Após a retirada dos fragmentos tumorais e dissecação convencional dos linfonodos visíveis, todo o material restante foi submetido ao
tratamento com a solução clareadora (mistura composta por 65% de Álcool etílico comercial a 95%, 20% de Éter dietílico, 5% de
Ácido acético glacial e 10% de formol a 10%) (Xavier, 2007) visando a identificação de possíveis neoformações linfóides. O material
foi mergulhado em três banhos na solução, cada banho com duração de 12 horas, usando-se volume suficiente para cobri-lo. Após
36 horas de processamento, foram observados aglomerados linfóides em quatro peças, que se destacaram como nódulos brancos
em meio a tecido amarelo-transparente. Estes possíveis aglomerados linfóides, agora visíveis, também foram submetidos à inclusão
em parafina e coloração pelo HE (LUNA, 1968). Posteriormente estas secções histológicas serão analisadas criteriosamente para
confirmação microscópica e pesquisa de metástase.
Até o momento os resultados obtidos incluem:

A idade das cadelas estudadas variou de 8 a 18 anos, sendo 7 sem raça definida, 7 da raça poodle, 3 da raça pinsher e 3 de outras
raças (Yorkshire, Pastor alemão e Rotweiler).

A maioria das cadelas apresentou acometimento unilateral da cadeia mamária, com nódulos múltiplos. Dentre os cinco pares de
mama da cadela, as glândulas inguinais (50%) (10), abdominais caudais (45%) (9) e craniais (5%) (1) representam,
respectivamente, os sítios mais freqüentes de desenvolvimento tumoral.

O estadiamento clínico possibilita a separação em grupos de animais com neoplasias malignas, objetivando avaliar a gravidade da
doença e consequentemente, o seu prognóstico. Desta forma, os animais são distribuídos em estadios de I a V, sendo o primeiro de
melhor prognóstico e o último de pior prognóstico. Os resultados obtidos com a realização do estadiamento, que não contemplou o
estádio I, uma vez que nódulos menores que três centímetros não foram analisados, revelaram que (15%) (3) do total de cadelas se
encontravam no estádio II, (20%) (4) no estádio III, (40%) (8) no estádio IV e (25%) (5) ao estádio V.

A classificação do tipo histológico seguiu a padronização da OMS (MISDORP et al., 1999) e Cassali et al., 2002. Visando a análise e
correlação com os demais dados os tumores foram separados em dois grupos histológicos: grupo 1 - constituído pelo carcinoma em
tumor misto benigno (CaTMB) e grupo 2 - agregando os demais carcinomas (Ca). Foi verificado que a maioria dos tumores, (65%)
(13) eram carcinoma em tumor misto benigno (CaTMB) e (35%) (7) como outros carcinomas (papilar, tubular, sólido, anaplásico,
micropapilar e mucinoso).

A análise microscópica dos linfonodos revelou presença de metástase em (10) casos, sendo (7) pertencente ao grupo CaTMB e (3)
do grupo Ca.

Secções histológicas dos possíveis aglomerados linfóides serão analisadas criteriosamente para confirmação microscópica e
pesquisa de metástase.

Os animais estão sendo acompanhados trimestralmente para determinação da taxa de sobrevida livre da doença e total até um ano
após a cirurgia.
2.3 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS EFETIVAMENTE UTILIZADAS (Max. 10):

CASSALI GD, SERAKIDES R, GÄRTNER F, SCHMITT FC: Invasive micropapillary carcinoma. A case report. Arquivo
Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia 2002, 54 (4): 366-369.

ELSTON CW, ELLIS IO. Pathological prognostic factors in breast cancer: experience from a large study with long-term followup.
Histopathology 1991, 19: 403-410.

OWEN, L. N. TNM Classification of tumors in Domestic Animals. World Health Organization, Geneva, p. 26-32, 1980.

LUNA L.G. Manual of histologic staining methods of the Armed Forces Institute of Pathology. New York: McGraw Hill, 1968.

MISDORP, W.; ELSE, R.W.; HELLMÉN, E.; LIPSCOMB, E. Definitions and explanatory notes. In:______ Who Histological
Classification of Mammary Tumors of the Dog and Cat. Washington: Armed Forces Institute of Pathology, 1999. p. 18-27.

QUEIROGA F, Lopes C Tumores mamários caninos: novas perspectivas. In: Congresso de Ciências Veterinárias,
2002, Oeiras, Portugal . Anais... Lisboa: Sociedade Portuguesa de Ciências Veterinárias, 2002. p.183-190.

XAVIER, RGR; Pereira Júnior, T; Nogueira, AMMF. Análise de linfonodos no câncer colorretal: o impacto do uso de uma solução
clareadora de gorduras. J Bras Patol Med Lab 44: 449-457, 2008.

2.4 DIFICULDADES ENCONTRADAS / CAUSAS E PROCEDIMENTOS PARA SUPERÁ-LAS:

Padronização dos intervalos de troca e tempo final de utilização da solução clareadora nos linfonodos de cadelas, uma vez que esta
técnica até o momento só havia sido padronizada em humanos.A solução encontrada consistiu na realização de um piloto com três
cadeias mamarias em diferentes tempos de troca e permanência na solução o que resultou na escolha do tempo de troca (12-12h) e
permanência (36 horas).

2.5 LISTE OS PRODUTOS GERADOS COM O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO:

Padronização do protocolo de atendimento clínico e procedimento cirúrgico de lesões mamárias em cadelas.

A partir da utilização de uma solução clareadora de gorduras, na peça cirúrgica, após dissecação tradicional dos linfonodos regionais,
é possivel verificar a presença de possíveis aglomerados linfóides neoformados, imperceptíveis no exame de rotina, os quais quando
infiltrados por células neoplásicas modificariam significativamente o estadiamento clínico. Na Medicina Veterinária os resultados
obtidos com tal análise também poderá nortear os profissionais quanto a eficiência ou não dos procedimentos adotados na conduta
terapêutica e principalmente avaliação prognóstica dos carcinomas mamários de cadelas.