Papo de

Estudante
O JORNAL
O Subprojeto do

Curso de Letras
Português/Literatura da UERJ-FFP, Campus
São
Gonçalo, vinculado ao
PIBID,
Programa Institucional de Bolsa de
Iniciação à Docência, apresenta a
segunda edição do Jornal Papo de
Estudante do Colégio Estadual Capitão
Oswaldo Ornellas.
Queremos
agradecer
a
participação dos alunos e a colaboração
de vários professores na realização do
trabalho, bem como o apoio dado pela
Direção à equipe pibidiana.
O jornal tem como principal meta a
divulgação de textos produzidos pelos
alunos da escola. Para tanto, foi planejado
e posto em execução um conjunto de
atividades inovadoras, envolvendo som,
imagem e palavra, o qual contribuiu para
o
desenvolvimento
da
criatividade,
imaginação e competência discursiva dos
estudantes.
O tema desta edição – O Nordeste
está aqui – propiciou aos alunos o contato
com textos pertencentes a diferentes
gêneros; merecendo realce o cordel.

Crônicas: entre fatos e fotos

São Gonçalo – RJ
2° EDIÇÃO
“O NORDESTE
ESTÁ AQUI”
Maio de 2015

Nesta edição:

Além disso, os estudantes foram
incentivados, por meio da utilização de
diversos recursos de mídia, como
músicas, filmes, animações e slides, a
aprofundar seus conhecimentos sobre
diferentes
aspectos
da
cultura
nordestina.
Dentre as atividades propostas,
destacamos
as relacionadas à
criação de quadrinhas à maneira do
cordel, xilogravuras, charges, crônicas,
poemas, artigos de opinião e pequenas
peças,
produções
que
foram
apresentadas à comunidade escolar na
culminância do evento “O Nordeste
está aqui”, realizado no dia 04 de
dezembro de 2014.

Unidos por um mundo melhor

Jornal do
Colégio Estadual Capitão
Oswaldo Ornellas

p.02

Unidos por um
mundo melhor
Charges
Crônicas
Bate-Papo
Artigo de
Opinião
Horóscopo
Entretenimento
Quadrinhas e
Poemas
Agenda Cultural

2
2
3
4
4
5
5
6–7
8

“Sou considerado o
primeiro leitor de cordel.
Sempre busquei estudar
esse tipo de literatura,
analisar sua origem e a
importância para a
formação da cultura e do
nordeste do Brasil. Eu
acho que o cordel é um
representante legítimo da
arte popular brasileira,
porque nele se
condensam três artes, a
literatura através da
poesia narrativa, a arte
plástica, por causa das
xilogravuras, que
representam um caminho
das artes plásticas para o
Brasil e a música, porque
tudo aquilo é cantado.”
Ariano Suassuna sobre a
Literatura de Cordel

p.03

Jornal Escolar – Projeto PIBID

1

O lixo em São Gonçalo
Em muitos lugares do mundo, vemos que a poluição está se tornando um situação catastrófica. A falta de
serviços especializados para a limpeza e cuidados com as cidades geram um acúmulo de lixo, trazendo mau odor,
doenças e prejuízos ao meio ambiente.
Ao observarmos a cidade de São Gonçalo, percebemos que a população está cada vez maior e que
consequentemente, a poluição aumenta. É comum vermos diversos pontos da cidade com grande quantidade de
entulho, colocado nas ruas pelos próprios moradores. A coleta de lixo e a higienização, no município, não ocorrem
com regularidade, sendo, portanto, frequente o fato de estarmos nas ruas e sentirmos aquele cheiro
desagradável do lixo, que toma conta das calçadas.
É preciso que os governantes melhorem nossa condição de vida, no que diz respeito à poluição causada pelo
lixo, porém é necessário que nós, cidadãos, cultivemos bons hábitos , afinal, não custa colocar o lixo no lugar
certo.
Telmo Ribeiro Formoso - 901

A coleta seletiva
Um dos principais problemas
ambientais é a grande produção de
lixo. Nesse sentido, observa-se que
vários indivíduos são afetados pelo
depósito de lixo nas calçadas das
cidades, o que causa proliferação de
insetos, transmissão de doenças,
entupimento de bueiros, entre outros
males.
Uma alternativa muito eficaz para
ajudar a resolver o problema do
acúmulo de lixo é a coleta seletiva,
visto ser uma forma eficiente de
atuar na sua redução, além de ser
um modo de colaborar com os
catadores de materiais recicláveis.
Se a sua cidade não possui ainda
a
coleta
seletiva,
não
fique
esperando, comece você mesmo,
com um passo muito simples: separe
o lixo reciclável do orgânico, isso já
será uma grande contribuição para
preservar o meio ambiente de danos.
Kamily Vitória M artins de Carvalho 901

Lixos na rua
Caminhando todas as manhãs de casa até a escola, o que vejo
durante essa caminhada tem me deixado muito triste. É tanta sujeira
pelas ruas que até me sinto numa lata de lixo. Pessoas que passeiam
com seus cachorros deixam mal cheirosos os jardim. Há restos de obras
nas calçadas, garrafas, latinhas, papéis, cigarros, tudo isso podemos
encontrar nas ruas.
E não é porque não temos lixeiras, não. Temos sim. Talvez
pudéssemos ter mais, entretanto, se quisermos nossas ruas limpas, não
devemos jogar coisas pelo chão.
Vamos começar a mudança a partir de nós mesmos e, assim,
teremos um mundo muito melhor para viver.
Ándrea Cardoso Silva dos Santos - 901

2

3

Entrevista com a aluna Gabriella de Azevedo Vaz realizada pelos alunos
Luan Alves da Costa e Thaisa Silva Gomes de Souza (Turma: 1001)
A aluna Gabriella conta suas impressões sobre
a viagem à cidade de Fortaleza/CE.
O que você achou do Nordeste, especialmente,
Fortaleza/CE?
Achei muito interessante, porque é uma cultura
diferente da que estou acostumada.
Quais lugares você conheceu?
Eu conheci muitas praias e muitos lugares bastante
interessantes. Conheci coisas
novas, comidas diferentes e experimentei novos sabores.
De que comidas você mais gostou?
Eu comi bastante Baião de Dois.
Quais praias chamaram mais a sua atenção? Por quê?
A praia de Iracema e a praia de Iparana, pois são muito belas.
Além disso, à noite, tem uma praia que fica lotada de gente até altas horas, por causa da feira de artesanato, com
comidas típicas e roupas.
Como é a noite em Fortaleza/CE? É perigoso ficar à noite na rua?
A noite em Fortaleza/CE é bem movimentada, com vários eventos nas ruas da cidade. Em relação ao perigo,
acredito que exista em todos os lugares. Lá ou aqui, no Rio de Janeiro. E m Fortaleza, têm comunidades, não são
muito diferentes das que temos aqui, poucas coisas mudam.
Considerando o que foi visto durante a viagem, você teria vontade de morar em Fortaleza/CE? Por quê?
Não, porque estou acostumada com os lugares e as coisas que tenho aqui na minha região. Ao comparar as duas
cidades, concluo que tudo em Fortaleza é bem tranquilo, já no Rio de Janeiro, o ritmo é mais agitado, do jeito que
eu gosto.

Xô, preconceito!
O preconceito no Brasil é mais comum do que imaginamos. Todos
sofrem com a discriminação, sejam os brancos, os nordestinos, os
gordinhos, os homossexuais e, até mesmo, as mulheres.
Entretanto, por se acreditar que existe uma raça melhor que a outra, os
negros
são
os
que
mais
sofrem
com
o
racismo.
Infelizmente, o preconceito racial ainda existe na sociedade, mas
acreditamos que se cada pessoa fizer sua parte, acabando com qualquer
tipo de discriminação existente, vamos perceber que todos nós somos
iguais, independentemente da raça, condição social ou opção sexual.
Desse modo, com certeza, o mundo será um lugar melhor.
Andréa Cardoso Silva dos Santos, Déborah de Barros Rodrigues Bestete e
Giovanna Gonçalves de Oliveira - 901

Mas esse negócio
de preconceito
não tá com nada
mesmo!

4

Escorpião – 23/10 a 21/11

Sagitário – 22/11 a 21/12

Momento arretado para
pensar no futuro, nas
v iagens... Sugestão:
v isitar Porto de Galinhas!

Fique atento ao amor,
Santo Antônio estará ao
seu lado nos próximos dias.

Aquário – 22/01 a 19/02
Você está numa fase de
v irada , isso
.
representa sucesso nas
finanças! Oxe, me empreste
um trocadinho, então!

Touro - 21/04 a 20/05
Se for fazer alguma coisa,
faça, mas faça bem feito.
Arregace as mangas
e meta os peitos!

Capricórnio – 22/12 a 21/01
Pare com essa teimosia, se
apegue ao padim Pade Cico,
ele saberá lev ar
v ocê ao sucesso.

Peixes – 20/02 a 20/03
Desimbeste mais, saia por aí,
.
conheça nov os lugares,
e tire fotos de lá para
depois postar no face.

Áries – 20/03 a 20/04
Momento de alegria e festas,.
ótimo pra dançar um forró
e de quebra encontrar um
amor.

Gêmeos - 21/05 a 20/06
Deixe de fuxico, isso não lev a
ninguém a nada! Leia um liv ro
que terá mais prov eito.

Leão - 22/07 a 22/08

Virgem - 23/08 a 22/09

Assim como seu signo, seja
forte como um leão, muitos
querem o que é seu,
encare-os, mas cuidado
para não se tornar a presa.

Oxe, está querendo emagrecer
mas não larga aquele baião
no fim de semana, né?
Aprov eite o momento, ótima
fase para perder aquela
barriginha.

Câncer - 21/06 a 21/07
Ótima semana para ir à praia,
se refrescar na beira do mar!
Ponta Negra, em Natal, é
uma ótima opção, mas não se
esqueça de me chamar.

Libra - 23/09 a 22/10
Cuidado com olho gordo....
Com nariz gordo, com cara
gorda, com bucho
quebrado, tudo gordo, ou
seja, NÃO ENGORDE!

Receita para a felicidade
Inté o cabra mais
valente do sertão,
teve uma mulher pra
dizer: - Sim, senhora!

Pique dois alhos e uma pimentinha de cheiro,
sapeque na panela com um tiquim de
manteiga da terra, refogue o arroz, depois
rebole o feijão dentro com um chumaço de
cheiro-verde e aquele queijo coalho... É, eu
sei, não é a receita da felicidade, mas é a do
Baião de Dois, que é quase a mesma coisa.

5

Sol do Nordeste
O sol no Nordeste
Queima forte no sertão
Por isso, o sertanejo já cresce
Aprendendo a ser como leão.
Luana Alves C. G. - 1001

Terra nordestina
Nordeste, terra muita querida
Terra de muitas praias boas
Terra de música divertida
Terra melhor que Lisboa.
Yngrid F. da FonsecA - 1001

Nordeste
O Nordeste é lindo
Embora seja uma região sofrida
De pessoas indo e vindo
De uma longa partida.
Alice Leme S. G. - 1001

Um Nordeste apimentado
O Nordeste é muito quente
Tem comidas apimentadas
Que o deixam atraente
Junto com as músicas agitadas.
Ingrid Cardozo A. D. Da M ota - 1001

6

Destino Nordeste
Eu vou para o Nordeste
Quero viajar sem fim
Pretendo fazer muitos testes
E ficar vivendo assim.
Jakeline C. de S. Barreto - 1001

Paraíso

No mar azul

Num lugar distante
Era bonito, era tranquilo
A água era verde clara.

No Recife, o mar é azul
Os coqueiros são altos
Os arbustos são verdes
E as praias são lindas

O céu era sempre azul
As pessoas eram doces
Amáveis e bonitas.
As árvores eram verdes escuras
E não tinham muitas frutas.
A areia era branca,
Os hotéis eram luxuosos,
As roupas eram alegres.
Tínhamos que usar protetor
solar e óculos escuros.
O sol era sempre forte,
A lagoa era azul
E tinha um gramado em volta.

Não troco meu
‘oxente’, pelo
‘OK’ de
ninguém.
Ariano Suassuna

Fernando de Noronha,
Como é bonita!
É distante,
É linda.
Adrielli Santos M ilanez - 801

O cenário parece pintado
Parece de filme
Parece de mentira
Como é lindo o Recife!
As roupas florais
Os chapéus, os turistas
As câmeras e os animais
Como é lindo o Recife!
Não sei
Como é o paraíso
M as tenho certeza
Que se parece com o Recife
As ilhas, as árvores
A areia e as palmeiras
A brisa, o céu, as nuvens
O sol, o calor, o Recife é lindo!
Ó Senhor, cuide do Recife
Cuide dos animais,
das pessoas, da natureza
Do Nordeste e do mar azul!
Esther Corrêa e
Adrielli Santos M ilanez- 801

7

Exposição Padre Cícero

Feira de São Cristóvão
A Feira de São Cristóvão é uma opção carioca arretada para
comprar artesanato, comer, beber e se divertir.
A Feira sintetiza o Nordeste e oferece ao visitante muito do que a
região dispõe, exibindo, nas suas inúmeras barracas, sua riqueza
cultural e proporcionando grande animação, característica da
terrinha, ao som do forró, xote, baião, xaxado, repente,
embolada, martelo, arrasta-pé, maracatu e outros ritmos bem
genuínos.
Funcionamento da Feira
• Terça a quinta, de 10h às 18h (entrada franca, exceto feriados);
Sexta de 10h às 21h do domingo (entrada a R$ 3,00).
Endereço: Campo de São Cristóvão, s/n - São Cristóvão,
Rio de Janeiro - RJ, 20921-440 (21) 2580-5335

Agradecemos, mais uma vez,
a todos que, de alguma
forma, participaram da
elaboração deste jornal.
Esperamos que tenham
gostado. Até breve!

Espaço M emória/entrada Padre
Cícero
Até o dia 31 de maio, de quarta à
domingo, a partir das 10hs, na Feira
de São Cristóvão.

Espaço Literário do SESC
Intervenções literárias como
estímulo à leitura, possibilitando
que crianças e jovens tenham
acesso a diversas obras literárias.
Terça a domingo, 9h às 17h.
Grátis. Classificação livre.

Subprojeto do Curso de Letras Português/Literatura
da UERJ-FFP, campus São Gonçalo
Equipe:
Coordenadora de área –
Maria Isaura Rodrigues Pinto
Supervisoras –
Dayse Amaral e Maria José Santos
Licenciandos bolsistas –
Aline Kalpakian, Ana Carolina Amós, Anne Penha,
Bruna Soares, Daiana Azev edo, Daiane Rodrigues,
Júlia Melo, Mayara Mattos, Patrícia Hardoim,
Swyenne França.

8

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful