Você está na página 1de 4
Jornal Desenbahia Ano 11 - Nº 90 / Março e Abril de 2012 CrediRápido: empréstimos

Jornal Desenbahia Ano 11 - Nº 90 / Março e Abril de 2012

CrediRápido: empréstimos de até R$ 50 mil

Com análise simplificada, o objetivo da nova linha é fomentar a ampliação das atividades produtivas no estado

Como parte integrante do programa Vida Melhor, do Governo do Estado, Desenbahia iniciou no mês de abril campanha publici- tária do CrediRápido, uma linha de crédito com solicitação exclusivamente on-line, que passou por teste de mercado no final de 2011. O slogan da campanha é “CrediRápido De- senbahia, para ter acesso é só acessar”.

O CrediRápido beneficia micro e peque-

nas empresas que tenham pelo menos dois anos de existência, com empréstimo de até R$ 50 mil, de forma desburocratizada e a juros baixos, sem exigência de garantias reais, sem custos bancários - a exemplo de taxas de conta corrente e aquisição de outros produtos em operações casadas - e ainda sem cobrança de IOF. O objetivo da linha de crédito é fomentar a ampliação das atividades produtivas na Bahia, através de novos investimentos.

A

taxa de juros do CrediRápido está fixa-

da

a partir de 1,28% ao mês, com bônus

de adimplência para empresas situadas na região do semiárido. O prazo para paga- mento é de 24 meses, com até três meses

de carência.

Todas as solicitações devem ser encami- nhadas à Desenbahia pelo site, onde os

empresários podem simular o empréstimo, saber quanto irão pagar, os prazos e todas

as demais opções de linhas de crédito.

Segundo o diretor de Operações da Desen- bahia, José Ricardo Santos, que responde interinamente pela presidência, o progra- ma está despertando o interesse dos em- presários baianos. A página da Agência na internet, que recebe em média 400 novas

visitas por dia, passou para 800 visitas já

no primeiro dia de campanha. Os empresá-

rios interessados podem obter mais infor-

mações pelo 0800 285 1626 ou através do site www.desenbahia.ba.gov.br.

0800 285 1626 ou através do site www.desenbahia.ba.gov.br. Arquivo/SECOM Para garantir ampliação das atividades, o
Arquivo/SECOM
Arquivo/SECOM

Para garantir ampliação das atividades, o setor de Comércio/Serviços lidera demanda por crédito na Desenbahia

Jornal Desenbahia Ano 11 - Nº 90 / Março e Abril de 2012

Lançado Programa de Responsabilidade Ambiental

Desenbahia lança programa para estabeler estudos e ações, em parceria institucional com o SENAI

Em março, a Desenbahia lançou o Progra- ma de Responsabilidade Ambiental (PRA) com a realização de palestras que marcou a implantação da primeira etapa do programa na Agência de Fomento. O PRA, projeto desenvolvido em parceria com o SENAI, tem por objetivo estabelecer um programa de estudos e desenvolvimento de ações de responsabilidade ambiental, um dos pilares do tema “Sustentabilidade”, que envolve aspectos ambientais, sociais e econômicos.

O corpo funcional da Desenbahia irá par- ticipar das etapas da construção do PRA, que dará ênfase ao trabalho desempenha- do pelos analistas de projetos. A intenção é que aspectos ambientais sejam objetos

A intenção é que aspectos ambientais sejam objetos de uma análise mais precisa, de forma que

de uma análise mais precisa, de forma que possam ser apontadas possíveis melhorias nos projetos financiados, contribuindo para a construção de uma cultura sustentável no estado. Haverá também a realização de

um curso sobre Responsabilidade Ambien-

tal para Instituições Financeiras, voltado

a um grupo específico de analistas da De-

senbahia. Em seguida, será realizada uma pesquisa junto a 100 clientes.

Secretário destaca atuação da Agência de Fomento

Novo titular da SEPLAN anuncia papel fundamental para Desenbahia no fortalecimento da economia

Divulgação/SECOM

Desenbahia no fortalecimento da economia Divulgação/SECOM José Sérgio Gabrielli Azevedo, durante sua posse Em seu

José Sérgio Gabrielli Azevedo, durante sua posse

Em seu discurso de posse, como Secretário do Planejamento da Bahia, José Sérgio Ga- brielli Azevedo, afirmou que Desenbahia “desempenha um papel fundamental no de- senvolvimento de cadeias produtivas para ampliar os efeitos sobre a economia”: Con- fira abaixo alguns trechos do discurso:

- A dimensão financeira do desenvolvimen-

to para o Governo usualmente fica restrita ao financiamento das políticas públicas, utilizando as fontes tradicionais de capta- ção de poupanças para a transformação em investimentos.

- O setor público encontra várias limitações

regulatórias para reduzir os riscos de inadim- plência do setor em relação aos seus credo-

res. No entanto, a complexidade do mercado financeiro atual, particularmente nesse mo- mento da crise internacional, apresenta vá- rias ameaças para os projetos em andamen-

Expediente / Informativo editado pela Gerência de Comunicação Social da Desenbahia (GCS)

faleconosco@desenbahia.ba.gov.br

Presidente: José Ricardo Santos (interino). Diretores: José Ricardo Santos, Marco Aurélio Felix Cohim Silva e Marcelo Sampaio Oliveira. Presidente do Conselho de Administração: Luiz Alberto Petitinga. Gerente de Comunicação Social: Oldack de Miranda. Redação: Daniele Silva. Edição: Luciano Ataíde (11766 DRT). Programação Visual: Nayane Falcão. Impressão: Soofset. Tiragem: 15 mil exemplares. A Desenbahia é filiada à Associação Brasileira de Instituições Financeiras de Desenvolvimento (ABDE).

www.desenbahia.ba.gov.br

Telefone: 71 3103-1061

Ouvidoria: 0800 284 0011

to, mas, também, cria muitas oportunidades no oferecimento de projetos sustentáveis e rentáveis para o setor privado.

- Existem muitas fontes para novos finan-

ciamentos para projetos especiais, projetos estruturados e complementares aos inves- timentos do setor público, mas que poten- cializam o emprego e a geração de renda. Nesse sentido, o conceito de cadeias produ- tivas é fundamental para ampliar os efeitos sobre a economia.

- A Agência de Fomento do Estado da Bahia - Desenbahia desempenha um papel

fundamental nessa direção, articulando as conexões entre poupadores e investidores

e entre os empreendedores e os financia-

dores, além do crescimento de suas atuais atividades de utilizar Fundos públicos para financiar projetos em determinados seg- mentos da economia.

de suas atuais atividades de utilizar Fundos públicos para financiar projetos em determinados seg - mentos

Jornal Desenbahia Ano 11 - Nº 90 / Março e Abril de 2012

Desenbahia reduz juros das linhas do BNDES

Empresários baianos tem também prazos ampliados para compra de máquinas e equipamentos

Como parte das medidas de estímulo ao investimento aqui no estado, a Desen- bahia aprovou a redução de taxas de ju-

ros e ampliação dos prazos das linhas de financiamento do BNDES para os empre- sários baianos. O Programa BNDES PSI, que financia máquinas e equipamentos, foi prorrogado por mais um ano, até de- zembro de 2013, com aumento de níveis

de participação máxima.

Os juros para aquisição de máquinas e equipamentos caíram de 8,7% ao ano para 7,3%, no caso de grandes empresas, e de 6,5% para 5,5% ao ano, no caso de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs). Entre os itens financiáveis estão: bens de informática e automação, conjuntos e sis- temas industriais, máquinas-ferramenta, tratores, implementos agrícolas, colhei- tadeiras.

As taxas para compra de ônibus e cami- nhões também foram reduzidas, de 10% para 7,7%, e o prazo máximo de amorti- zação foi estendido de 96 meses para 120 meses. O nível máximo de participação foi elevado de 80% para 100% (MPMEs) e de 70% para 90% (grandes empresas).

O diretor de Operações da Desenbahia, José Ricardo Santos, destaca que as alte- rações visam estimular novos investimen- tos, que levarão ganho de produtividade para as empresas baianas, principalmente para estrutura empresarial de médio e pe- queno porte. “Nosso objetivo é oferecer melhores condições para que o empresário

execute seu plano de investimento, possi- bilitando a adoção de novas tecnologias que elevem sua capacidade de produção.

O crédito da Desenbahia é fundamental

para a expansão das atividades produti- vas em nosso estado”, destacou.

As solicitações de financiamento podem ser efetuadas através da página da Desen- bahia na internet, onde os empresários podem encontrar todos os detalhes e o simulador: www.desenbahia.ba.gov.br. Mais informações: 0800-285-1626.

Arquivo/GCS
Arquivo/GCS

Ataíde/GCS Luciano Ataíde/GCSLuciano

Luciano Ataíde/GCS

Jornal Desenbahia Ano 11 - Nº90 / Março e Abril de 2012

secretário

Luiz Petitinga na SEFAZ

/ Março e Abril de 2012 secretário Luiz Petitinga na SEFAZ O economista Luiz Alberto Bastos

O economista Luiz Alberto Bastos Petitinga, após

cinco anos na presidência da Desenbahia, foi nomeado pelo governador Jaques Wagner como novo titular da Secretaria Estadual da Fazenda

(Sefaz). Petitinga substituiu o ex-secretário Carlos Martins, que deixou o cargo para concorrer

às eleições municipais deste ano. Mestre em

Economia pela Universidade Federal da Bahia, Petitinga é professor universitário e, ao longo dos anos, atuou como técnico especializado em planejamento, estudos econômicos e mercado. O diretor de Operações, José Ricardo Santos, assume interinamente a presidência da Agência de Fomento.

publicação

Nova edição da Revista Desenbahia

Em março, foi lançada a 16ª Revista Desenbahia, publicação semestral, que reúne artigos científicos sobre temas ligados à economia baiana, regional e financiamento do desenvolvimento. A Revista, desde sua criação, já publicou 121 trabalhos científicos selecionados por um conselho editorial independente, formado por professores doutores da área econômica de universidades baianas e de outros estados. A publicação é avaliada pelo sistema Qualis, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O lançamento contou com palestra do economista, e secretário de acompanhamento econômico do Ministério da Fazenda, Antonio Henrique Silveira. Para ler a publicação, versão digital, acesse: www.desenbahia.ba.gov.br/Estudos_Revista_Desenbahia.aspx

www.desenbahia.ba.gov.br/Estudos_Revista_Desenbahia.aspx filantropia Doação ao Hospital Aristidez Maltez A

filantropia

Doação ao Hospital Aristidez Maltez

filantropia Doação ao Hospital Aristidez Maltez A Desenbahia está se tornando um parceiro permanente do

A Desenbahia está se tornando um parceiro

permanente do Hospital Aristides Maltez. A Diretoria Colegiada da Agência de Fomento

e o diretor da Liga Baiana contra o Câncer,

Dr. Aristides Pereira Maltez Filho, assinaram convênio que permitirá a doação de R$ 25 mil. A instituição filantrópica planeja adquirir, através da soma de doações, um Acelerador Linear, equipamento que custa quase R$ 2 milhões e complementa o conjunto de radioterapia e também construir um bunker, para isolamento do aparelho radioativo. A contribuição é em reconhecimento pelo trabalho de

responsabilidade social da Liga Baiana contra o Câncer e do Hospital Aristides Maltez. Você também pode contribuir com colaboração mensal para o Hospital Aristides Maltez, de R$ 10 ou R$ 20. Preencha o formulário on-line e participe da campanha “Sociedade Solidária, Câncer Vencido”. Acesse agora e faça sua parte:

http://www.aristidesmaltez.org.br/ ou ligue (71) 3357-6800.

evento

Seminário: Como financiar seu projeto

A Desenbahia esteve presente no seminário “Salvador e os Megaeventos Esporti- vos: Como Financiar seu Projeto”, realizado no auditório da Federação das Indús- trias da Bahia (FIEB), em abril. O evento organizado pelo Escritório Municipal da Copa do Mundo da FIFA (Ecopa), em parceria com o Fórum Empresarial da Bahia, amplia as oportunidades geradas pela realização, na Bahia, da Copa das Confederações 2013, da Copa do Mundo 2014, dos Jogos Olímpicos 2016 e da Copa América 2019. No fórum foram apresentadas mais de 900 oportunidades que serão geradas com a realização dos campeonatos mundiais em Salvador. E os empreendedores também conheceram as linhas de crédito disponíveis para os projetos e as ações que já foram viabilizadas pelas instituições financiadoras.

já foram viabilizadas pelas instituições financiadoras. evento Fórum de Microfinanças A Desenbahia decidiu junto

evento

Fórum de Microfinanças

A Desenbahia decidiu junto com o Sebrae, apoiar o Fórum de Microfinanças da Bahia, organizado pela Associação Baiana de Mi- crocrédito (Abomcred). O evento vai reunir agentes de crédito, gerentes e assistentes das instituições. O objetivo é promover o desenvolvimento das microfinanças na Bahia, através da ação integrada, do trabalho volun- tário e de modelos alternativos de desenvol- vimento. O fórum está programado para dia 30 de junho, em Salvador.

investimento

Grupo Delfin em Lauro de Freitas

Divulgação
Divulgação

Com o financiamento da Desenbahia, o Grupo Delfin já iniciou em sua nova fábrica em Lauro de Freitas a produção de substâncias emissoras de radiação utilizadas na medicina para acompa- nhamento de tratamento oncológico e exame de diagnóstico de câncer por imagem, viabilizan- do também o fornecimento dos radiofármacos para as clínicas de toda a Bahia e do Nordeste. Os investimentos chegam a R$ 31 milhões. A expectativa é que a empresa comece a produzir, no primeiro ano, 4.500 doses da substância FDG, destinada ao diagnóstico precoce do câncer, pas- sando para 28 mil no período de cinco anos.