Você está na página 1de 16

MATEUS LUCINA

1.1 O problema e sua importância
O profissional contábil em meio seu exercício não pode compactuar com
certos tipos de comportamentos, tais como infringir os padrões morais, para que
se conseguir vantagens, devido a situação exposta, já que a função primordial da
contabilidade é levar informação à seus usuários, com o intuito de atende-los da
melhor forma possível. Uma vez que a profissão exige um certo preparo por parte
do profissional, pois envolve questões pessoais dos clientes e fatores externos,
cabendo o contador desenvolver um serviço eficaz e da melhor forma possível,
atendendo todo o publico alvo.
Os seres humanos se diferenciam na maneira de pensar e do agir movidos
pela razão, com tudo altamente capaz de avaliar suas ações. A ética busca como
estudo os comportamentos, que são fundamentais para que qualquer pessoa possa
se relacionar ou exercer suas atividades.
Diante dos fatos, questiona-se: Quais atitudes com relação ao
comportamento ético, o contabilista pode estar desenvolvendo, para que consiga
atender as necessidades dos clientes, afim de aprimorar a qualidade de seus
serviços?
1.2 Objetivos
1.2.1.1 Objetivo Geral
Verificar a conduta ética do profissional contábil em meio suas atividades.
1.1.1 Objetivos Específicos
 Definir o conceito de ética e moral.
 Analisar o papel da ética para o profissional contábil.
 Verificar o comportamento ético do contador e seu atendimento ao publico
levando como pressuposto um padrão de qualidade a ser definido.

a contabilidade teve surgimento no Brasil na época de sua colonização. exige-se mais do profissional contábil na elaboração de suas atividades. envolvendo todos fenômenos patrimoniais da pessoa jurídica.2. já que a informática e outros meios de sistemas surgiram a seu favor.1 Conceito de contabilidade De acordo com Iudicibus (1997 p. 40-55 ). Em meio a tantas tecnologias de informações e com um mercado altamente sofisticado. se desenvolva e se atualize em meio suas atividades mas também para que se consiga o reconhecimento e o prestigio. comprometendo o . trazendo inúmeros benefícios. exige-se um diferencial no profissional. A profissão permite que o individuo cresça. por parte dos clientes e até mesmo para a sobrevivência no mercado. ter uma boa visão do mercado. pois a abrangência de estudo é muito ampla. valorizando também a classe. resguardando todos os bens que lhe foram confiados. e o bom profissional que busca a sua auto qualificação e determinação dificilmente terá dificuldades quando solicitado. ter a capacidade de prever eventuais prejuízos que possa acontecer.REFERENCIAL TEÓRICO Neste capítulo. alguns conceitos de ética e moral. que ele seja capaz de exercer suas atividades. as concorrências aumentaram em grande numero. e esse crescimento faz com que a busca por esse serviço seja constantemente solicitado. facilitando no método de trabalho. A contabilidade é considerada uma das profissões mais antigas. percebemos o crescimento da profissão a cada dia que passa ela evolui junto com a sociedade para extrair informações. serão evidenciado. já havia uma forte presença de profissionais de contabilidade. ocorrências da pessoa física e dos entes públicos. com uma maior rapidez e uma pratica acessível junto a outros meios que favorece para que a contabilidade seja realizada. 2.

levar constantemente informações e avisos diários. compreendendo todo seu meio político. tanto quanto poderá também quando responsável ocorrer o ressarcimento dos danos causados.1. É de suma importância que a contabilidade seja realizada atendendo todos os requisitos. O não cumprimento do código de ética. necessitando do conhecimento aprofundado na função. controla. o mesmo poderá ser punido perante o conselho regional de contabilidade CRC. sendo de forma condizente com a real situação da empresa para que quando for preciso tomar decisões.contador a trabalhar de forma eficaz e para que possa passar total credibilidade e personalidade para seus clientes. 2. e oferece ao contabilista vários campos de atuação. observando também todo comportamento ético. e os mesmos se sintam satisfeitos com o profissional escolhido. e o fundamental resguardar as informações dos clientes. 25-37 ) a ciência é constituída pela observação dos fatos ocorridos dentro das entidades. trabalhando de forma a atender as necessidades e particularidades de cada cliente com total empenho possível. Mediante as punições percebe-se o quanto é . A contabilidade é uma ciência que estuda.1 Conceito de ética no exercício da profissão contábil O profissional contábil tem a obrigatoriedade de realizar suas atividades com a total competência e eficiência. classifica e registra todos os fatos ocorridos no patrimônio liquido das entidades. além de prejudicar o caráter do profissional. Segundo Franco (1988 p. o parâmetro avistado pelo profissional irá facilitar suas decisões. através das analises que se conseguem extrair os resultados. não ficando preso a registros e escriturações. cultural e econômico. em meio a essas relações que a área contábil se valoriza. mas que também traga benefícios e participe das ações sociais. Um bom profissional é aquele que busca sempre a atualização. ser responsável com datas de entregas de documentos.

ainda mais que o mercado está em constante crescimento e as informações estão cada vez mais rápidas e precisas com relação à vendas. ficando fácil o acesso do objeto em estudo e a resolução dos problemas. efetua e demonstra todos os cálculos e fatos ocorridos anualmente. classificar e punir de acordo com os atos cometidos. compacta e protegida contra a mídia e os entes públicos fiscais. devendo-se estar preparado psicologicamente e profissionalmente para exercer sua função da melhor forma possível de se trabalhar atendendo ambas as partes. compras. A profissão contábil não só tem como deve ser realizada com respeito. quanto a função e aos códigos. pesquisas. relações com clientes. como também o profissional e incluindo a participação de terceiros os usuários da contabilidade. O comportamento do profissional em meio suas atividades ele exige mais que leis. para que a relação não haja divergências. não devendo ser deixados de lado. as leis são fundamentais para definir. pois somente tende a prejudicar toda a classe. uma vez que nem sempre os documentos e as informações transmitidas pelo o mesmo são verídicos e de fato o real acontecimento dentro da entidade. fazendo valer o seu cumprimento já o comportamento ético ele é mais amplo vai muito além ele envolve não só o lado pessoal. Uma empresa que não só exige mas que também prioriza em seus funcionários a ética em primeiro lugar. Cabendo o profissional contábil estar sempre ciente a esse ponto de vista para não denegrir sua imagem perante aos usuários. pois se relaciona com uma série de eventos que ao serem ignorados poderá trazer prejuízos para os usuários. e o balanço patrimonial condiz perfeitamente com a real situação da entidade e de seus clientes. com integração de seus bens para o objeto de estudo.. realiza..importante esses valores. terceiros e etc. O contabilista em meio ao seu exercício não pode compactuar com as posturas de seus clientes. toda a elaboração das atividades estando registradas fica fácil para avaliações e analises seja ela de curto ou de longo prazo quando solicitada por quem seja. e com riquezas de detalhes para a tomada de decisões. sólida e sem riscos de perder seus clientes. partindo desse principio essa empresa vai estar compacta. . consultas.

o profissional que se omitir a tais informações. a conduta ética ela exige mais que leis. contudo o profissional tem que estar sempre se preparando. pois possui um valor que não se consegue mensurar. atualizando para que se consiga guiar seus trabalhos visando a eficácia. para que eventuais erros não venham a ser cometidos.1 A importância e o papel da ética para o profissional contábil O profissional contábil possui a necessidade de buscar sua qualificação. todo o conjunto de valores que possuímos e que quando colocados em pratica os benefícios se faz presente. e o bom profissional tem que estar preparado quanto a essas questões. pois o mesmo participa de todas atividades ocorridas dentro período da empresa.28).1. direcionando uma resposta sobre o futuro da entidade.136-143). Segundo Jacomino (2000 p. onde o dinheiro possui um ato poder aquisitivo se tornando capaz de comprar o caráter e a dignidade humana.ainda mais que por ser o intermediário ficando entre o governo e os empresários. O profissional tem que buscar a sua preparação.1. O papel fundamental do contador é instruir seus usuários. desde seu ato constitucional até seu requerimento de baixa dessa entidade. não condizentes com a realidade é porque tentou fraudar o fisco ou possui desconhecimento perante a profissão. Segundo Lopes de Sá (2010 p. (NALINI) 2. se torna uma tarefa ainda mais difícil. para que os interesses pessoais sejam resguardados . para que se faça a tomada de decisão buscando resultados favoráveis para a empresa. com totais informações que contribuem para demonstrar toda a movimentação. haja visto que o mercado se encontra em crise ética onde a corrupção acontece constantemente tanto por parte dos entes públicos como os privados. as questões éticas tem bastante interferência no sucesso do profissional contábil. para não venha a denegrir a sua imagem resguardando-se assim a sua imagem. e direcionando-a para um futuro mais promissor. e apresentar as demonstrações e movimentações incorretas.

2 Conceito e definição de ética É uma ciência que estuda os comportamentos e as condutas de todos seres humanos ao serem aplicados mediante um determinado evento. porém. colocados em prática em meio a sociedade. (ANTONIO LOPES DE SÁ) Partindo desse ponto de vista podemos perceber que a sociedade interfere na formação do caráter do individuo. 2000.e quando transmitidos que sejam realizados corretamente. o da moral. na sua totalidade e diversidade [. buscando a desenvolver a interação social para conseguir algo no dia a dia.33). ou até mesmo uma sugestão. Com tudo o código de ética não admite tais condutas com a finalidade de fraudar ou omitir tais fatos. fundamentos dentre eles a comunicação. a personalidade ela deriva do convívio do indivíduo em meio a sociedade. Para que exista a ética é fundamental que haja comunicação entre as pessoas. podemos dizer que pelo fato do ser humano esta inserido no grupo suas idéias adquiridas tende a seguir os estímulos mentais em uma mesma direção. A ética é um estado de espírito é quase hereditário e vem da formação e do meio social no qual a criança teve sua personalidade moldada. E é através da ética que definimos quem somos. Para Adolfo Sanches Vásquez: A Ética é a investigação ou explicação de um tipo de experiência humana ou forma do comportamento dos homens.. burilada para ingressar no convívio da sociedade. todo conjunto de valores que possuímos. um fator importante a ser mencionado partindo que o ser humano não consegue viver sozinho. 2. considerando.] o valor da Ética como teoria está naquilo que explica e não no fato de prescrever ..p.que é o que popularmente se denomina berço. e moral é adquirida por meio da educação formal e da experiência de vida (Lopes Sá. ou seja. uma opinião. necessitamos desses diálogos até para própria sobrevivência. acabando que o ser humano se torne dependente dessas relações. (ANTONIO LOPES DE SÁ) Lopes SÁ comenta que.

A ética tem uma relação muito forte com a filosofia.21).(FIZ DA MINHA CABEÇA PORÉM TIREI DA MONOGRAFIA DO EDUARDO.1990. avalia o que impulsionou o individuo a agir de tal forma. Para Moreira (2002 p.. (VÁSQUEZ. algo que mesmo passando o tempo todo diante nossas vidas. seja ela em um comportamento. e a parte fundamental é a definição do caráter por meio da moral e a virtude. é o estudo dos padrões morais e o julgamento dos mesmos. certo ou errado. 15). é ciência de uma forma específica do comportamento humano. ética é colocada como o ramo da filosofia que trabalha com o que é moralmente bom ou ruim. A Ética parte do fato da existência da moral. A ética segundo Vasquez é construída de acordo com a moral do indivíduo. há dois significados para palavra ética: disciplina integrante da ciência da filosofia e conjunto de regras.23-25). que nada mais é o objeto de estudo da ética. toma como ponto de partida a diversidade de morais no tempo com seus respectivos valores.o recomendar com vistas à situação concreta[. isto é. e é através da virtude que o individuo acredita que aquele ato ou ação pode trazer algum beneficio seja ele no seu individual ou coletivo levando a se identificar com essas . toda essência afim de alcançar a felicidade. ou seja. bens materiais até mesmo em uma relação amorosa. Vásquez (1998) define Ética também como sendo a teoria ou ciência do comportamento moral dos homens em sociedade. Com base na filosofia. visando o bem estar . o meio de conduta que ele vai adotar em meio a sociedade e a forma que o mesmo se comporta sobre a questão imposta.AUTOR LISBOA ACIMA )pois busca como estudo o ser humano através de seus comportamentos.]. não percebemos tais importâncias a respeito. a Ética ela estuda os comportamentos dos seres humanos. todos os valores já contidos que irão formar o caráter ético. p. que é a busca pela satisfação.(2009 p. Mediante a tantos conceitos um que chama a atenção é a virtude. Para Lisboa .. e as relações das condutas. com critérios impostos pela moral. princípios e normas. todo comportamento virtuoso. ou seja.

o que um ser busca como fundamento de vida. e quem vai definir essas escolhas somos cada um de nós.lisboa) Segundo Nalini a ética se faz presente perante todo ser. o pensar sobre determinados assuntos. já a interferência é o costume como um todo algo que acontece partindo do próprio ser. de sua própria vontade.(NALINI) Um fator importante é a imagem que vai ser formada. a sociedade pode ter uma visão critica e contrária. o ser humano tem que saber conviver com as escolhas e as conseqüências dessas escolhas. que pode ser o bem ou o mal. certo e errado. mas com um impacto maior pois já esta formada a personalidade.condutas definindo e assumindo a sua essência.(MONOGRAFIA DO EDUARDO. que no dia a dia são realizados com freqüência. considerando que a sociedade tem bastante influência porque ela. se formou uma interferência muito . pois em toda ação humana a opção e a escolha quem determina é o próprio individuo. e em qualquer profissão não é diferente. haja visto que possuímos pensamentos diferentes e agimos diferentes uns dos outros. a linha de raciocínio o fundamento utilizado para a conclusão dos atos. todos comportamentos e caráter já definidos. (NALINI) Os costumes possuem referências e interferências que determinam e impulsionam o modo de agir. mas que para ele aquilo é ser ético mesmo não obedecendo os princípios da ciência há toda uma sistemática de analogia do ser humano. todos comportamentos partindo de sua própria vontade. o costume. ele pode ser visto como uma referencia quando a admiração acontece por parte do observador algo bastante normal até mesmo no grupo familiar fazendo com que o individuo passa a ser visto em forma de espelho a busca pela igualdade uma valorização e certo prestigio. não só julga como ela avalia o caráter da pessoa acaba que a questão primordial seja a separação do que é bom e ruim. uma vez que não somente as escolhas mas também as conseqüências quem assumimos somos nós. ou seja. é complexo por causa da determinação humana. o seu ser. todo o lado pessoal que não só define o ser humano mas que também reconhece a dignidade através das condutas em meio a seus hábitos e costumes que vão impulsionar a forma e o jeito que vai ser feito certos tipos de coisas.

impulsionando o ser humano sempre agir da mesma forma devido os laços fortes no que tange aos costumes. FRED KIEL. a capacidade do individuo de administrar suas emoções diante das situações. e vier a prejudicar aquele espaço. todos os fundamentos que levaram o individuo a agir daquela forma. MORAL. todo o estimulo mental que fizeram com que a pessoa buscasse o ideal.( PÁG 65 INTELI. busca o entendimento das regras que direcionam tais condutas e os mais diferentes resultados e conseqüências dos mesmos. À toda uma linha de raciocínio que busca a entender o porque da escolha e a forma da conduta todo o esforço intelectual e psicológico que impulsionou o será agir.2. impondo os limites de tolerância. variando de região para região e quando integrado ao grupo adota determinadas normas. toda qualidade partindo do próprio ser colocando em prática sua essência. se atentando também para os valores que possuímos e a formação da imagem por meio da moral em meio os diferentes grupos.(NALINI)Tratando de uma concepção ampla inúmeras possibilidades que podem levar o ser a agir e pensar. de se comportar. mais até que ponto somos livres? O fator social possui uma grande influencia. possuem uma opinião formada. DOUG LENNICK) Todos nós somos livres para buscar nossos ideais. e aliado a essas ocorrências estão as leis. para que consiga algum beneficio próprio ou o fator da sociedade que possui grande interferência conduzindo o ser a se comportar de acordo com o ponto de vista. que de alguma forma sempre tende a amparar. um bem comum seja para o beneficio próprio ou para terceiros. quando as falhas humanas acontecerem nessas relações..significativa seja na forma de se vestir. de conversar. Todo o entendimento sobre as ações sejam elas de vontade própria.1 Direitos fundamentais . a sociedade induz o individuo a agir.(NALINI) A ética busca como estudo o entendimento das condutas dos seres humanos. e dentro desse grupo a todo momento relações se criam e se desfazem.(TIREI DO MEU CADERNO DO PRIMEIRO PERIODO PROF COSME) 2. há uma força maior por parte do local pois as pessoas ali.

(APOSTILA DO DOMICIANO) cada uma com grande participação. Já a família a instituição mais básica e a mais antiga.. sem que haja impedimentos em nossas condutas. tais como a família. Todos com laços fortíssimos que juntos formam a região que residimos. estado e religião. como a rejeição do grupo perante ao infrator até chegar na exclusão. Com a capacidade de punições aos seres que não respeitarem ou seguirem os regulamentos do local que se insere. onde o ser sempre ira fazer parte delas. Para que exista a sociedade é preciso que haja essas instituições. havendo uma dependência entre ambos. e melhor. e esse direito vem sofrendo alterações por parte do homem. Quanto a . pois ela divide determinada região. separados por instituições. nas crenças. promovendo o bem estar à todos. propriedade. cada ser busca e acredita em algo. da as ordens e faz cumprir as ordens junto aos poderes executivo. onde visa o bem comum para a formação de uma sociedade mais justa. fazendo parte do sistema constitucional brasileiro. sempre observando as prescrições das leis e na falta das mesmas nos usos e costumes e um direito básico que possuímos é o direito de ir e vir. fazendo com que as relações se tornem mais pacificas. com grande influencia da cultura e dos costumes. dando a cada pessoa o que lhe é devido de acordo com seus atos. legislativo e judiciário. é todo vinculo sanguíneo e afetivo seja na cultura. o meio que o ser irá sempre esta buscando para se sentir bem consigo. define a crença. voltado para sua competência como o estado ajudando a minimizar conflitos entre as pessoas. todos os traços originários.É todo conjunto de amparos que tende a trazer benefícios para a humanidade. políticos e culturais. com fortíssimas influencias dos fatores geográficos.A família e a religião ambas com características muito próximas bem como individuais. é quem regula. criando regulamentos para que determinados lugares sejam regidos por essas normas. que por sua vez tem que respeitar as determinações das leis. A sociedade é constituída de fatores relevantes que define e influencia na vida dos seres humanos. a primeira de qual nascemos e pertencemos.

construindo o caráter pois o individuo tem que possuir consciência e noção do que é bom e ruim. e por ser o principal componente da ciência.. impostas por uma sociedade. com certas normas a serem seguidas. Regras que o ser humano já adquiriu através da cultura. (APOSTILA DO DOMICIANO) 2. Conjunto de valores e definições já estabelecidas buscando o bem estar social. onde esta ultima determina e direciona as atitudes no momento de uma decisão.2 Conceito e definição de moral É o objeto de estudo da ética.2. mas ao mesmo tempo as responsabilidades são deixadas de lado. afim de desenvolver teorias. aos direitos inerentes de cada pessoa. O que define a moral são o conjunto de valores e suas definições. da educação. situações clássicas como em momentos difíceis serem usados meios anti . há sempre a busca pela moralidade positiva junto a seus valores morais.. da tradição familiar. o crescimento e desenvolvimento pessoal como um todo. pois vivemos em tempos que os seres não só querem e exigem seus direitos. Os valores que cada ser possui.para que o mesmo seja aceito pelo grupo. o conjunto de bens e direitos que possuímos todo o capital.propriedade é o que nos matem vivos é o desdobramento do ser humano. que tende a variar de um grupo para outro. Desde então filósofos começaram a desenvolver conceitos definindo tais comportamentos. Respeitando e colocando em prática todos esses valores que possuímos. e que influencia muito no comportamento diante da sociedade. tudo aquilo que o ser possui de conhecimento passando a praticar perante as pessoas de um determinado grupo. regras e comportamentos básicos para formação de um futuro mais promissor. tem como influencia na crença. certo e errado. ambas com laços fortíssimos e dependentes. o ser necessita assumir suas responsabilidades e não esquivar das mesmas. e seguindo os limites que cada espaço nos propõe iremos nos poupar de eventuais conflitos.

p. na exclusão. mais especificamente as que partem da escolha. agir seguindo os princípios e valores que possuímos. A segunda é que ela trate de determinadas ações voluntárias. e como toda arte deve preencher certos requisitos. toda forma de visão e imposição sobre determinados pontos que pra aquele grupo a verdade é vista do modo deles. (ARISTÓTELES. partindo do ponto que o próprio ser ele seleciona suas escolhas que irá direcionar até suas ações.(INTERNET) Partindo desse ponto de vista podemos perceber que a sociedade interfere na formação do caráter do individuo uma vez que é partindo dela. 26) A crise da humanidade é uma crise moral. Segundo Émile Durkheim. Os descaminhos da criatura humana. Para Aristóteles (2009) a ética define a "filosofia das coisas do homem".A primeira é determinar que a moral trate das ações humanas. o que é feio e bonito. impulsionando as pessoas ali inseridas a agirem dessa forma. refletidos na violência. a consciência social é fruto da coletividade. no egoísmo e na indiferença pela sorte do semelhante. possuindo também uma forma de enxergar o mundo. assentam-se na pedra dos valores morais. passando a regulamentar e direcionar o individuo a agir de certa forma. Todos nós temos que buscar aproximação para que a convivência seja harmoniosa entre as pessoas. caráter e a personalidade do ser. da soma e inter-relação das várias consciências individuais. Conceitos estabelecidos pelo Aristóteles: [. isso tudo são instrumentos diretamente ligado ao convívio social para testar toda conduta. o que é certo e errado.. .. um dos pensadores responsáveis pela origem da Sociologia no final do século XIX.. conjunto de ações humanas em meio a sociedade. e selecionando cada pessoa. tudo porque a cultura deles já é um fator determinante.(INTERNET) Segundo Nalini (2004 p.profissional para amenizar a situação e alcançar um beneficio próprio por meio dessas atitudes.] a moral é uma arte. e julgado por ela. 25). e que através da coletividade se busque ideais e melhorias para a determinada região.. 2015.

sem passar por cima de seus valores pessoais. Vásquez (1998) afirma que a moral ela se faz presente desde os primórdios da humanidade. Mas trata-se de problemas cuja solução não concerne somente à pessoa que os propõe. contudo não vir causar prejuízos para a classe. o não cumprimento por parte do individuo resultará automaticamente no afastamento para a exclusão. para que suas condutas seja precavida. mas também a outras pessoas que sofrerão as conseqüências da sua decisão e da sua ação (VÁSQUEZ.(NALINI) A situação em que o ser humano se encontra na atualidade é bastante degradante. onde os pequenos valores já não são mais respeitados e completamente violados. os valores éticos são indispensáveis para a vida de qualquer ser humano e em qualquer lugar onde o mesmo esta inserido. fazendo com que os laços familiares fiquem para segundo plano ocorrendo-se dissociações. entre os indivíduos ou quando se julgam certas decisões e ações dos mesmos.Desse modo. Adolfo Sanches Vásquez define a moral como sendo: Ciência que cuida dos problemas que se apresentam nas relações afetivas reais. a exclusão e as desigualdades vem preenchendo autos índices. conjunto de valores morais que possuímos para que possamos nos interagirmos em determinado grupo ou em meio a sociedade. 13). E que ao mesmo tempo a corrupção e a inflação esta cada vez mais prejudicando e reduzindo o poder de compra. Um mercado defasado nos princípios e valores éticos onde o poder aquisitivo se torna capaz de comprar o caráter do individuo. pois o indivíduo . o contabilista precisa se adaptar e ao mesmo tempo saber conduzir essas situações de ameaças perante ao código da profissão. deixando todas essas pessoas limitadas perante aos direitos básicos e inerentes. 1998. o que rege determinadas áreas ou grupos são os comportamentos e todo conjunto de regras impostas por aquela região. E esses valores inseridos dentro da sociedade ou em um determinado grupo irá fazer com que a construção do caráter seja formada. onde toda a questão da tecnologia e a informatização vem crescendo cada vez mais e ocupando o espaço primordial em nossas vidas. vivemos em épocas de plena violência. p.

Não basta que o ato seja tal como o dever pode prescrever. No pensamento filosófico os seres humanos eles possuem a necessidade de buscar algo virtuoso. por vontade própria. o responsável pela razão. A idéia de um princípio objetivo. já que todo ser é capaz de avaliar suas ações e possuir uma consciência. chama-se uma ordem da razão e a fórmula é o imperativo. agir de forma a atender os valores contidos em sua essência. Com tudo o pensamento kantiano evidencia o homem como o centro do conhecimento. independente das conseqüências geradas e de suas ações em meio a sociedade. não julgando a moralidade pelas conseqüências. Para kant (1985). a essência da moralidade deriva do conceito de lei e só um ser racional pode atuar segundo a idéia de lei. o que impulsionou a conduta humana.1985). por vontade. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS . cabendo o mesmo buscar comportamentos para alcançar a perfeição. que impele a vontade. mais sim pela motivação. partindo que o ser nasce livre. (KANT. só um ser racional pode atuar segundo a idéia de lei. Esse filósofo afirma que a base para toda razão moral é a capacidade do homem de agir racionalmente.possui consciência dos seus atos. tornando seu próprio comportamento uma lei universal: A moral só existe quando o homem atua segundo o dever. porque embora tudo na natureza atue segundo leis. a diferença entre o certo e o errado. daí criandose relações. isto é. A essência da moralidade deriva do conceito de lei. o que de fato fez o individuo agir conforme a ética. fundamentado na crença de que uma pessoa deve comportarse deforma igual a que ela esperaria que outra pessoa se comportasse na mesma situação. O negociante honesto por interesse ou o homem bondoso por impulso não são virtuosos.

Belo Horizonte.2009. ARISTÓTELES. B. São Paulo: Revista Atualizada e Ampliada. São Paulo: Editora Pioneiro Thonson Larning. F. FRANCO.comsociologiao-que-moral. Ética a nicômacos. 4.espacoetica.brasilescola. Ed. MOREIRA. A ÉTICA NO EXERCÍCIO DA PROFISSAO CONTÁBIL.1. Hilário. 2005. 1. C. Editora Atlas. 2010. Lisboa: Fundação Calouste . 51f. 8. ed.MG. T. 12 ed. São Paulo: Revista Ampliada.pdf>. LISBOA. ROSIANE.com.s. ed.l. 2010. José Renato. A Ética Empresarial no Brasil. MG: PUCMG. O que é Moral www.ed. 2. Editora Revista dos Tribunais. São Paulo: Editora Atlas. INTELIGÊNCIA MORAL. D. Immanuel. 2010. Joaquim Manhães.tribunal de justiça do estado de minas gerais. A Evolução dos Princípios Contábeis no Brasil. WILLIAN. : Nova.ed. 2010. São Paulo: Revista Ampliada. M. 2004. Mario da Gama Kuy. Editora Atlas. 1988. 1. Monografia (Bacharel em Ciências Contábeis) Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. PERFIL DO PROFISSIONAL CONTÁBIL EM RELAÇAO A ÉTICA: um estudo de caso de Ubá e região. Ética Geral e Profissional. Monografia (Bacharel em Ciências Contábeis) Faculdade Governador Ozanam Coelho.. São Paulo: Editora Atlas.NALINI. D. 2009. Ética Profissional. KANT. EDUARDO. Brasília: UNB. 1. SÁ. ed.2002. ed. Ubá: FAGOC.ht Acesso em 20-042015 VASQUEZ. Ética. Kiel. Adolfo Sanchez. Acesso em: 07 mai.s. de S. Disponível em: <http://www. de F. Trad. Antonio Lopes de. Antonio Lopes de. 24f. 2001.d. 2015. 9. Crítica da razão pura. LENNICK. Rio de Janeiro: Campus. Lázaro Plácido. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira: 1997. 261p. SA.ed.br/midia/suporte/aristoteles_ moral. 2010. Ética Profissional. Belo Horizonte. Ética Geral e Profissional em Contabilidade.

Teoria da Contabilidade.sapo.pt/12KantBibliografia. ed.no. Ed. São Paulo: Editora Atlas. São Paulo: Editora Abril. Você é um Profissional Ético? 25. . Sérgio de. Darlem.htm>. Disponível em: <http://afilosofia.1985. Acesso em: 12 out.Gulbenkian. IUDICIBUS. 2009. JACOMINO. 5. 2000. 1997.