Você está na página 1de 2

Cornelius a Lapide, sj (1597-1637)

+
CALVRIO
Traduo por Uyraj Lucas Mota Diniz

Segundo So Jernimo, Ado foi sepultado no Calvrio, no mesmo lugar em


que foi crucificado Jesus Cristo. Deste fato, fazem derivar o nome do Calvrio que
tem a montanha da crucificao, nome devido a cabea de Ado ali enterrada.
Costumam dar essa mesma razo para explicar o costume dos pintores de colocar
uma cabea ao p da cruz de Jesus Cristo1.
Orgenes, Epifnio, Santo Atansio, So Cipriano, Santo Ambrsio etc.
participam tambm da opinio que Ado foi sepultado no Calvrio.
Ali tambm, segundo a opinio de So Jernimo, onde teve lugar o sacrifcio
de Abrao. Isto o que diz Santo Agostinho sobre o particular (De Civ. Dei, c.
XXXII): o sacerdote Jernimo escreveu que havia tomado conhecimento de uma
maneira certa que Isaac havia sido sacrificado no Calvrio, que ali mesmo havia
sido sepultado Ado, sendo tambm o lugar conde foi crucificado Jesus Cristo.
Isaas, vislumbrando os benefcios que a morte de Jesus Cristo, faria derivar
do Calvrio, exclamou: O Deus dos Exrcitos preparar sobre esta montanha, para
1

Esta cabea pode tambm ser vista como o smbolo da vitria que Jesus Cristo conseguiu sobre a morte
(Nota do tradutor espanhol).

todas as naes, um banquete, no qual se serviro toda classe de manjares e vinhos,


os mais deliciosos: Et fecit Dominus exercituum omnibus populis in monte hoc
convivium pinguium, convivium vindemiae, pinguium medullatorum, vindemiae
defaecatae (Isai. XXV, 6).
Sobre esta montanha, Deus romper as cadeias que tinham aprisionados a
todos os povos, bem como as redes estendidas contra todas as naes: praecipitabit
in monte isto faciem vinculi colligati super omnes populos, et telam quam orditus
est super omnes mationes (Isai. XXV, 7). O Senhor Deus destruir ali, para sempre,
o imprio da morte; ali, secar as lgrimas de todos aqueles que choram, e a terra
no ver mais o oprbrio de seu povo: Paecipitabit mortem in sempiternum; et
auferet Dominus Deus lacrymam ab omni facie, et opprobrium Populi sui auferet de
universa terra (Isai. XXV, 8). Dir-se-, naquele dia: Verdadeiramente que este
nosso Deus; Nele temos esperado, e Ele nos salvar. Este o Senhor. Mantivemonos na esperana, e agora nos regozijaremos; e na sade que vem Dele exultaremos:
Et dicet in die illa: Ecce Deus, noster iste, expectabimus eum, et salvabit nos; iste
Dominus, sustinuimus eum, exultabimus et laetabimur in salutar ejus (Isai. XXV,
9). O poder do Senhor repousar sobre esta montanha (Isai. XXV, 10).