Você está na página 1de 24

EXERCÍCIOS

AJUSTE

A

VALOR PRESENTE

Questões de Concursos

AVP x JUROS

AVP esta relacionado ao valor do dinheiro no tempo

0,13

Inicial

1

2

3

4

5

Valor do Bem

 

8.500,00

8.500,00

8.500,00

8.500,00

8.500,00

 

29.896,47

7.522,12

6.656,75

5.890,93

5.213,21

4.613,46

Juros

 

977,88

1.843,25

2.609,07

3.286,79

3.886,54

ValorResidual

         

190,76

 

30.000,00

       

103,54

AVP x JUROS

Juros do período sempre são calculados sobre o saldo devedor

0,13

 

1

2

3

4

5

Valor do Bem

Prestação

8.500,00

8.500,00

8.500,00

8.500,00

8.500,00

30.000

Juros

3.900,00

3.302,00

2.626,26

1.862,67

999,82

 

Amortização

4.600,00

5.198,00

5.873,74

6.637,33

7.500,18

SaldoDevedor

 

25.400,00

20.202,00

14.328,26

7.690,93

190,76

ValorResidual

         

190,76

1 (TCE-GO/ACE/FCC/2009)A empresa KKK adquiriu um veículo financiado que será pago em 30 prestações mensais de R$ 2.000,00 cada. O valor do veículo à vista (valor presente) é de R$ 45.000,00. De acordo com a Lei no 11.638/07, a empresa deve reconhecer no momento da aquisição, em reais, um

a) ativo de 45.000,00.

b) passivo financeiro de 15.000,00.

c) passivo de 45.000,00 e uma despesa financeira de 15.000,00.

d) ativo de 45.000,00 e uma despesa financeira de 15.000,00.

e) ativo de 60.000,00 e uma receita financeira de 15.000,00.

1 (TCE-GO/ACE/FCC/2009)A empresa KKK adquiriu um veículo

financiado que será pago em 30 prestações mensais de R$

2.000,00 cada. O valor do veículo à vista (valor presente) é de R$ 45.000,00. De acordo com a Lei no 11.638/07, a empresa deve reconhecer no momento da aquisição, em reais, um

2.000,00 2.000,00 2.000,00 2.000,00 1 2 3 30 Aquisição do Veículo Valor à Vista $
2.000,00
2.000,00
2.000,00
2.000,00
1
2
3
30
Aquisição do
Veículo
Valor à Vista
$ 45.000,00
O enunciado informa que o valor à vista é igual ao
valor presente. O Veículo deve ser registrado no imobilizado
e a dívida pelo valor líquido de R$ 45.000,00.

Resposta “a”

2(TCE-SE-ACE/FCC/2011) Sobre os novos critérios de avaliação de ativos e

passivos introduzidos pelas novas disposições da lei societária, é correto

afirmar que

a) os elementos do ativo e do passivo decorrentes de operações de longo prazo serão ajustados a valor presente, sendo os demais ajustados quando houver efeito relevante.

b) a companhia somente pode registrar a perda de capital de ativos se houver decisão de interromper os empreendimentos ou atividades a que se destinavam e quando for efetuada a sua alienação por valor inferior ao da aquisição.

c) as aplicações em direitos e títulos de crédito decorrentes de vendas,

classificados no ativo circulante, serão sempre avaliados pelo seu valor presente.

d) os direitos classificados no grupo Intangível serão avaliados pelo custo incorrido na aquisição deduzido do saldo da respectiva conta de

depreciação.

e) valor dos instrumentos financeiros disponíveis para venda devem ser avaliados pelo seu valor justo, com contrapartida na conta de resultado do exercício.

2(TCE-SE-ACE/FCC/2011) Sobre os novos critérios de avaliação de ativos e

passivos introduzidos pelas novas disposições da lei societária, é correto

afirmar que a) os elementos do ativo e do passivo decorrentes de operações de longo prazo serão ajustados a valor presente, sendo os demais ajustados quando houver efeito relevante. Correta : Lei 6404/76- Artigo 183/VIII os elementos do ativo decorrentes de operações de longo prazo serão ajustados a valor presente, sendo os demais ajustados quando houver efeito relevante.

b) a companhia somente pode registrar a perda de capital de ativos se houver

decisão de interromper os empreendimentos ou atividades a que se destinavam e quando for efetuada a sua alienação por valor inferior ao da aquisição Errada: Perdas de capital devem ser registradas em ativos permanentes quando se percebe que o valor registrado contabilmente não é mais recuperável - CPC 01 (R1).

Resposta “a”

2(TCE-SE-ACE/FCC/2011) Sobre os novos critérios de avaliação de ativos e

passivos introduzidos pelas novas disposições da lei societária, é correto

afirmar que

c) as aplicações em direitos e títulos de crédito decorrentes de vendas, classificados no ativo circulante, serão sempre avaliados pelo seu valor presente.

Errada: De acordo com artigo 183 VIII da lei 6404/76 o ajuste a valor presente no ativo circulante só precisa ser feito se os valores forem relevantes para a empresa (entidade). d) os direitos classificados no grupo Intangível serão avaliados pelo custo incorrido na aquisição deduzido do saldo da respectiva conta de depreciação. Errada: No sub-grupo intangível são classificados apenas os direitos relativos a ativos incorpóreos com vida útil definida e indefinida usados no negócio. Cabe aos itens com vida útil definida amortização e não depreciação.

e) valor dos instrumentos financeiros disponíveis para venda devem ser avaliados

pelo seu valor justo, com contrapartida na conta de resultado do exercício. Errada: disponíveis ara venda são avaliados a valor justo com as variações de valor do período registradas em ajuste de avaliação patrimonial no PL.

Resposta “a”

3 (INFRAERO-Analista/FCC/2011) . Uma empresa varejista de

utilidades domésticas, organizada na forma de sociedade por ações,

efetuou, na mesma data, várias vendas com prazo de recebimento de 30 dias no valor total de R$ 1.264.725,00. Sabe-se que:

I. O valor das vendas é relevante no balanço patrimonial da companhia.

II. A taxa de juros ajustada para o risco da carteira de clientes é de 5%

ao mês.

Em consequência, observando o disposto no Pronunciamento Técnico do CPC no 12, a companhia deverá registrar, nessa data, em sua

escrituração contábil, um ajuste a valor presente

a) negativo, no valor de R$ 60.225,00.

b) positivo, no valor de R$ 60.000,00.

c) de nenhum valor, porque esses ajustes somente são aplicados a

operações de longo prazo.

d) negativo, no valor de R$ 60.000,00.

e) positivo, no valor de R$ 60.225,00.

3 (INFRAERO-Analista/FCC/2011) . Uma empresa varejista de utilidades

domésticas, organizada na forma de sociedade por ações, efetuou, na

mesma data, várias vendas com prazo de recebimento de 30 dias no valor total de R$ 1.264.725,00. Sabe-se que:

I. O valor das vendas é relevante no balanço patrimonial da companhia. II. A taxa de juros ajustada para o risco da carteira de clientes é de 5% ao mês. Em consequência, observando o disposto no Pronunciamento Técnico do CPC no 12, a companhia deverá registrar, nessa data, em sua escrituração contábil, um ajuste a valor presente

$ 1.264.725 ÷ 1,05 = $ 1.204.500

$ 1.264.725 - $ 1.204.500 = $ 60.225

Resposta “a”

4 (INFRAERO-Auditor/Contábil/FCC/2011) . Uma empresa varejista de

utilidades domésticas, organizada na forma de sociedade por ações,

efetuou, em uma mesma data, várias vendas com prazo de 60 dias no valor total de R$ 315.000,00. O valor das vendas é relevante para a entidade. O contador da entidade estimou a taxa de juros ajustada para o risco da carteira de clientes em 5% ao bimestre. Em consequência, nessa data, a

companhia deverá registrar, em sua escrituração contábil, de acordo com as

atuais Normas Brasileiras de Contabilidade:

a) Débito na conta Clientes no valor de R$ 315.000,00, retificada através de crédito de ajuste para valor presente de R$ 15.000,00

b) Débito na conta Clientes no valor de R$ 300.000,00.

c) Receita de vendas no valor de R$ 315.000,00, débito em Clientes no valor de R$ 300.000,00 e débito de R$ 15.000,00 como ajuste a valor presente dos saldos a receber.

d) Receita de vendas no valor de R$ 315.000,00.

e) Nenhum ajuste a valor presente, porque esses somente são aplicados a operações de longo prazo.

4 (INFRAERO-Auditor/Contábil/FCC/2011) . Uma empresa varejista de

utilidades domésticas, organizada na forma de sociedade por ações,

efetuou, em uma mesma data, várias vendas com prazo de 60 dias no valor total de R$ 315.000,00. O valor das vendas é relevante para a entidade. O contador da entidade estimou a taxa de juros ajustada para o risco da carteira de clientes em 5% ao bimestre. Em consequência, nessa data, a

companhia deverá registrar, em sua escrituração contábil, de acordo com as

atuais Normas Brasileiras de Contabilidade:

$ 315.000 ÷ 1,05 = $ 300.000

$ 315.000 - $ 300.000 = $ 15.000

Ativo Circulante

Valor($)

Resultado

Valor ($)

Clientes

315.000

Receita

300.000

(-) Ajuste a valor presente

(15.000)

   

Resposta “a” o gabarito oficial foi “b”

5) (TRE-CE 2012/Analista Judiciário/Contabilidade FCC) . A Empresa Aviamento

S.A possui em seus passivos fornecedores que financiaram Bens de Capital à

empresa em quatro anos. A empresa produz máquinas de costura e para viabilizar seus clientes tem como política de vendas, oferecer a seus clientes

prazos de 360, 720 e 900 dias, com juros pré-fixados de 30% a.a

carteira de clientes operações com todos os prazos, dessa forma pode-se

afirmar que de acordo com as leis e normas contábeis vigentes, que

Há em sua

a)

as transações de curto prazo podem ser ajustadas se o ajuste a valor presente for relevante e as de longo prazo devem ser ajustados obrigatoriamente.

b)

é opcional o reconhecimento do ajuste a valor presente, uma vez que as operações são de longo prazo afetando os resultados durante um longo tempo.

c)

somente as operações com prazo de 360 dias devem ser ajustadas a valor

presente, uma vez que geram maior volume de juros nas operações.

d)

todas as operações devem obrigatoriamente ser ajustadas por conterem juros embutidos, independente da relevância do ajuste.

e)

não há necessidade de efetuar o ajuste a valor presente, uma vez que os juros já foram reconhecidos e estão embutidos nas vendas efetuadas e nos financiamentos.

5) (TRE-CE 2012/Analista Judiciário/Contabilidade FCC) . A Empresa Aviamento

S.A possui em seus passivos fornecedores que financiaram Bens de Capital à

empresa em quatro anos. A empresa produz máquinas de costura e para viabilizar seus clientes tem como política de vendas, oferecer a seus clientes

prazos de 360, 720 e 900 dias, com juros pré-fixados de 30% a.a

carteira de clientes operações com todos os prazos, dessa forma pode-se

afirmar que de acordo com as leis e normas contábeis vigentes, que

Há em sua

a) as transações de curto prazo podem ser ajustadas se o ajuste a valor presente for relevante e as de longo prazo devem ser ajustados obrigatoriamente.

Correta : Lei 6404/76- Artigo 183/VIII os elementos do ativo decorrentes de operações de longo prazo serão ajustados a valor presente, sendo os demais

ajustados quando houver efeito relevante.

b) é opcional o reconhecimento do ajuste a valor presente, uma vez que as operações são de longo prazo afetando os resultados durante um longo tempo

Errada: O ajuste a valor presente nas operações de longo prazo é obrigatório !

c) somente as operações com prazo de 360 dias devem ser ajustadas a valor presente,

uma vez que geram maior volume de juros nas operações.

Errada: O ajuste a valor presente nas operações até 360 dias (curto prazo) não é obrigatório e a lei (6404/76) nem a norma (CPC 12) citam a questão de volume de operações.

5) (TRE-CE 2012/Analista Judiciário/Contabilidade FCC) . A Empresa Aviamento

S.A possui em seus passivos fornecedores que financiaram Bens de Capital à

empresa em quatro anos. A empresa produz máquinas de costura e para viabilizar seus clientes tem como política de vendas, oferecer a seus clientes

.

prazos de 360, 720 e 900 dias, com juros pré-fixados de 30% a.a

carteira de clientes operações com todos os prazos, dessa forma pode-se

afirmar que de acordo com as leis e normas contábeis vigentes, que

Há em sua

d) todas as operações devem obrigatoriamente ser ajustadas por conterem juros embutidos, independente da relevância do ajuste. Errada: Não são todas as operações que devem ser ajustadas a valor

presente obrigatoriamente, somente as de longo prazo, as de curto apenas

se forem relevantes.

e) não há necessidade de efetuar o ajuste a valor presente, uma vez que os juros já foram reconhecidos e estão embutidos nas vendas efetuadas e nos

financiamentos.

Errada: As operações de longo prazo devem ser ajustadas a valor pressente.

6 ) (ICMS-RJ/Fiscal de Rendas/FGV/2009) A Cia. Esmeralda apresenta os

seguintes saldos referentes ao ano de 2008:

Vendas brutas

90.000

Impostos sobre operações financeiras

10.000

Imposto predial da fabrica

5.000

Comissão de vendas

4.000

Devolução de vendas

2.000

Devolução de compras

6.000

IPI nas compras

20.000

ICMS sobre as vendas

20.000

Ajuste a valor presente das Duplicatas a Receber de Clientes

8.000

Ajuste a valor presente de Contas a Pagar

1.000

Considerando que a Cia. Esmeralda não é contribuinte do IPI, mas é

contribuinte dos impostos estaduais e municipais, e considerando que a Cia.

Esmeralda adota o CPC 12, aprovado pelo CFC, assinale a alternativa que indique o valor da Receita Líquida apurada em 2008.

a) $ 70.000.

b) $ 56.000. c) $ 68.000. d) $ 64.000. e) $ 60.000.

6 ) (ICMS-RJ/Fiscal de Rendas/FGV/2009) Cálculo da Receita Líquida:

Contas

Valor ($)

Vendas brutas

90.000

Devolução de vendas

2.000

ICMS sobre as vendas

20.000

Ajuste a valor presente das Duplicatas a Receber de Clientes

8.000

Receita Líquida ajustada a valor presente

60.000

O Ajuste na Receita é uma das opções, a questão não

foi clara se o valor da Receita está apresentado pelo bruto ou já descontado o ajuste. O Ajuste citado é “Duplicatas a

Receber” . A questão é imperfeita e tem duas respostas. A

alternativa “c” com

$ 68.000 também pode ser resposta.

Resposta Oficial “e”

7. (SEFAZ/SP/FCC/2009) Uma empresa tem inscrito um saldo relevante em seus ativos, na conta valores a receber. Nesse caso, a empresa deverá

a)

ajustar os recebíveis a valor presente, lançando os ajustes

a valor presente em conta de despesa financeira.

b)

provisionar o ajuste a valor presente, criando uma

retificadora da conta que originou a operação inicial

c) ajustar os recebíveis pela taxa Selic, lançando o valor do

ajuste em conta de Patrimônio Líquido.

d) calcular proporcionalmente o valor do desconto a valor

presente mediante aplicação de taxa média anual praticada pela empresa e creditar direto no saldo de recebíveis.

e) ajustar os recebíveis, calculando seu valor presente e

registrando -o em conta de receita financeira.

7. (SEFAZ/SP/FCC/2009) Uma empresa tem inscrito um saldo relevante em seus ativos, na conta valores a receber. Nesse caso, a empresa deverá

Clientes

100.000

100.000

Receita

85.000

85.000

Ajuste a Valor Presente

15.000

15.000

Ativo Circulante

Valor ($)

Clientes

100.000

(-) Ajuste a Valor Presente

(15.000)

Resposta “b” gabarito oficial “a”

8 (Contador Jr/Petrobras/CESGRANRIO/2011) A Companhia Máquinas Pesadas Supimpa S/A vendeu um equipamento pesado nas seguintes condições:

Valor da venda: R$ 22.500.000,00 Entrada 20% e o restante em 3 parcelas anuais iguais e sucessivas Juros na data da operação: 10% ao ano Tabela das taxas de desconto a 10% ao ano:

Período 1

1,00000

Período 2

0,90909

Período 3

0,82645

Período 4

0,75131

Período 5

0,68301

Considerando-se o disposto no CPC 12 - Ajuste a Valor Presente -, o valor da receita da Companhia Supimpa, apurado no mesmo dia da venda desse equipamento, em reais, é

a) 4.090.905,00 b) 4.500.000,00

c) 19.421.100,00

8 (Contador Jr/Petrobras/CESGRANRIO/2011) A Companhia Máquinas Pesadas Supimpa S/A vendeu um equipamento pesado nas seguintes condições:

ß Valor da venda: R$ 22.500.000,00

ß Entrada 20% e o restante em 3 parcelas

Período 1

1,00000

Período 2

0,90909

Período 3

0,82645

Período 4

0,75131

Período 5

0,68301

anuais iguais e sucessivas

ß Juros na data da operação: 10% ao ano

ß Tabela das taxas de desconto a 10% ao ano:

6.000.000 x 0,90909 $ 4.507.860 6.000.000 x 0,75131 $ 4.958.700 $ 5.454.540 6.000.000 x 0,82645
6.000.000 x 0,90909
$ 4.507.860
6.000.000
x 0,75131
$ 4.958.700
$ 5.454.540
6.000.000
x 0,82645
6.000.000

6.000.000

6.000.000 1 2 3 Entrada: 20% de $ 22.500.000 = $ 4.500.000 Entrada de Saldo
6.000.000
1
2
3
Entrada: 20% de $ 22.500.000 = $ 4.500.000
Entrada de
Saldo Financiado : $ 22.500.000 - $ 4.500.000 = $ 18.000.000
4.500.000
Saldo Financiado em 3 parcelas de $ 6.000.000

Resposta “c”

9 (Analisa TRT/FCC/2011) Em relação ao ajuste a valor presente, é correto afirmar:

a) As reversões dos ajustes a valor presente decorrentes de

financiamentos feitos a clientes que a empresa entende que faz parte de suas atividades operacionais devem ser apropriadas como receita operacional.

b) As contas de ativos e passivos circulantes, sempre que indexadas,

devem ser trazidas a valor presente e ajustadas contra a conta que originou o lançamento inicial.

c) Os impostos diferidos, ativos e passivos, devem ser trazidos a valor

presente pela taxa selic, independentemente de serem de curto ou longo prazo.

d) Os passivos contratuais e não contratuais devem sempre ser trazidos a valor presente, desde que a taxa de desconto não considere o risco de crédito, mas sim a taxa embutida no papel.

e) A taxa a ser utilizada para trazer os montantes a valor presente deve

sempre ser líquida dos efeitos fiscais, para não atribuir valor superior ao

realizável efetivamente.

9 (Analisa TRT/FCC/2011)

Suponha que uma venda de $ 100.000 a prazo pelo período de 3 meses (juros de $ 5.000 por mês)

Clientes

100.000

1

100.000 1

Receita

85.000 1

85.000

1

Ajuste a Valor Presente

5.000 15.000 2 1 Receita Financeira 5.000 2 Reversão do ajuste é receita financeira
5.000
15.000
2
1
Receita Financeira
5.000
2
Reversão do ajuste
é receita financeira

Resposta “a”