Disciplina de Engenharia e Meio Ambiente

Prof.ª Dr. Josiane do S. A. de Sousa.
Renan Almeida de Souza;
Renata Borges Galvão;
Renata Francelino de Souza.

Matrícula: 15/0021143 (Coord.)
Matrícula: 15/0021160
Matrícula: 15/0045603

1) (V ) O solo pode ser conceituado de diversas formas de acordo com o
contexto de sua utilização. De maneira geral é definido como manto
superficial formado por rocha desagregada, cinzas vulcânicas, matéria
orgânica em decomposição, água, ar e organismos vivos.
Resp.: Página 126, 1° parágrafo.
2) (V ) O relevo, natureza dos organismos, clima, , material de origem e
idade são fatores que, combinados, atuam na formação dos solos.
Resp.: Página 127, 1° parágrafo.
3) (F ) A matéria sólida mineral é originada de rochas desagregadas no
próprio local, como também em outros. A desagregação dessas rochas é
ocasionada principalmente pela ação dos fatores biológicos, chamados
de intemperismo.
Resp.: página 126, 3° parágrafo. A ação biológica ocorre na
desagregação das rochas que original a matéria sólida mineral, porém
em menor proporção se comparado às ações físicas e químicas.
4) (F) Nas regiões áridas, os solos tendem a ser mais profundos. Quando
ocorre uma precipitação sobre um solo desse tipo, os poros absorvem a
água e o escoamento na superfície passa por um caminho único de
água precipitada. Como o escoamento é rápido, há um acúmulo de água
no fundo dos vales, provocando enchentes e até mesmo inundações.
Resp.: Página 127, 5° parágrafo. A afirmativa é correta, exceto ao
descrever a profundidade dos solos áridos. Os solos nas regiões áridas
tendem a ser menos profundos, por isso, e pelo tipo de poro, ocorrem as
enchentes.
5) ( F ) Os poros do solo consistem em um grande reservatório de água
doce, como é o caso das regiões áridas, que armazenam grandes
volumes de água, em especial no período de estiagem.
Resp.: Página 128, 2º parágrafo. Os poros dos solos presentes em
regiões áridas, não retém tanta água, e, por isso, ocorrem grandes
amplitudes do regime hídrico: grandes secas seguidas de enchente e
até inundações.
6) (F) As características principais de um solo envolvem sua cor, estrutura,
composição, acidez, consistência, espessura dos horizontes e textura ou
granulometria. Essa última também consiste num tipo de classificação
dos solos, não aceito internacionalmente.

especialmente os relacionados aos defensivos. 12) (F) Mesmo com a produção de adubo artificial. as barreiras físicas e econômicas não tiveram mudança e então sua disponibilidade se manteve limitada. 2° parágrafo e Página 131. A primeira página traz informações verídicas apontadas pela questão.: Página 139/140. rotação de cultura ou controle de queimadas. Resp. não houve grandes problemas .: Página 130 . em que Braga afirma que a granulometria é uma classificação aceita internacionalmente.: Página 136. enquanto que o segundo tipo de erosão ocorre pela ação antropóloga. Resp. cujo uso cresceu rapidamente e que se estende. Portanto. 7) (V) A argila é considerada a porção ativa da fração mineral por sediar trocas iônicas determinantes para a fertilidade do solo e da boa nutrição vegetal. adição de fertilizantes. 4° parágrafo. Uma das medidas que pode ser tomada são as práticas de caráter edáfico. O processo descrito é a lixiviação. Resp. A discordância da afirmativa apresentada para ser julgada está na página 131.Resp. 1° parágrafo. 2º Parágrafo.: Página 141. é falsa. Resp. 10)(V ) A melhor forma de tratar a erosão é por meio da prevenção. que dependem de meses para se manifestar e ser avaliados em suas consequências totais. acontece um processo em que as porções mais finas do solo são carregadas e levam parte dos nutrientes. 9) (F) Na Amazônia. Sendo assim. que buscam preservar ou melhorar a fertilidade do solo e consiste no cultivo ajustado á capacidade de uso de um determinado solo.: Página 129. 11) (F) O emprego de fertilizantes sintéticos e defensivos é um fato relativamente velho. 3° parágrafo. Resp. por praticamente todas as terras cultiváveis. o que reduz a fertilidade do solo. Essas porções são carregadas tanto horizontalmente quanto verticalmente. ou seja. hoje. com alguns impactos ambientais imediatos e bem conhecidos e outros. por infiltração. 4° parágrafo. O primeiro tipo sempre ocorre pela ação de agentes naturais.: Página 141. A esse processo é dado o nome de erosão. O emprego desses meios é relativamente velho e o processo dos defensivos demora entre anos e décadas para se manifestar. 4° parágrafo. 8) (V) As erosões diferenciam-se em erosão geológica ou lenta e erosão acelerada. um problema comum no Brasil e que assume importância maior que a erosão. correção de PH.

(165 . 2º parag. produção de combustíveis para usinas núcleo-elétricas e sistemas de propulsão. 2º parag. parcialmente reversíveis ou mesmo reversíveis. 6º parag.: pag 141. rodenticidas etc. 13)(V)Os defensivos agrícolas são classificados em grupos. 18)( F ) Os resíduos químicos e quimioterápicos podem ser considerados como resíduos biomédicos. no caso de câncer e da necrose. Como mencionamos anteriormente. 5º parag. A barreira física e econômica caíram após a utilização do adubo artificial e os riscos ambientais também aumentaram. de acordo com o tipo de praga que combatem: inseticidas. embora possam ter sido gerados em atividades relacionadas. Ela ocorre com mais frenquência em solos naturalmente susceptíveis. (155. seja pela natureza do material de origem. 4º p) R: A vantagem é a menor exigência de área necessária para sua instalação. 14)(F) A salinização é uma forma particular de poluição do solo. ela ocorre com mais frequência em solos naturalmente susceptíveis. O lixo tem que ser homogêneo para o transporte ser viável. Resp. seja pela maior acidez do clima ou pelas condições do relevo local. Resp. herbicidas. 15)(F) O transporte de resíduos urbanos só é direto até os locais de disposição e/ou tratamento quando as distâncias percorridas são pequenas e o lixo é mais heterogêneo e predominantemente biodegradável. seja pela natureza do material de origem. operação das usinas núcleo-elétricas. 19)( V ) A maior parte dos rejeitos radioativos é proveniente da produção de armas nucleares. 20)( F ) O efeitos causados pelas radiações podem ser irreversíveis. 149. 16)( F ) A vantagem da compostagem é a maior exigência de área necessária para sua instalação e a reciclagem que propicia. Isso decorre da especificidade desses resíduos com relação ao manuseio e de normas e legislação pertinentes. 17)( V ) As principais vantagens da incineração são a minimização de áreas para aterro e para as instalações e a possibilidade de sua utilização. entre outras. Resp. 3º p) R: O efeitos . atividades de pesquisa e aplicações médicas. 3º p) R: Os resíduos químicos e quimioterápicos não podem ser considerados como resíduos biomédicos.: pág 145.ambientais.: pág. Resp. se houver a possibilidade de restauração da célula. fungicidas.: pág 142. seja pela maior ARIDEZ do clia ou pelas condições do relevo local. (151.

no caso de câncer e da necrose. parcialmente reversíveis ou mesmo irreversíveis.causados pelas radiações podem ser reversíveis. . se houver a possibilidade de restauração da célula.