Você está na página 1de 24

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA

CATARINA

COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

CONCURSO PÚBLICO: FISCAL DE TRIBUTOS


ESTADUAIS

ECONOMIA, ASPECTOS ECONÔMICOS,

2a PROVA: SOCIAIS, HISTÓRICOS E GEOGRÁFICOS

DE SANTA CATARINA E PORTUGUÊS

ECONOMIA

01) Suponha que o governo decida cobrar um imposto de 10% sobre o preço do litro de gasolina,
que custa 80 centavos ao vendedor. Qual das alternativas abaixo é FALSA?

A.( ) Geometricamente o imposto pode ser visto como um deslocamento da curva de demanda
para cima ou como deslocamento da curva de oferta para baixo.

www.pciconcursos.com.br
B.( ) O vendedor receberá 80 centavos.
C.( ) O custo líquido da gasolina para o consumidor é 80 centavos.
D.( ) Quem paga o imposto é o consumidor.
E.( ) O consumidor pagará 88 centavos pelo litro de gasolina.

02) Suponha que a curva de demanda {D(p)} e a curva de oferta {S(p)}sejam ambas lineares:

D(p) = a - bp; S(p) = c + dp. O preço de equilíbrio (p) é:

A.( ) p = a / c.
B.( ) p = (a - d) / (c - b).
C.( ) p = (a - c) / (d + b).
D.( ) p = (c + a) / (d - b).
E.( ) p = (a + c) / -(b + d).

03) Assinale a alternativa CORRETA.

A.( ) Lápis vermelhos e azuis são bens complementares para alguém que não se importa com a
cor.
B.( ) Um par de sapatos e um par de meias são bens complementares perfeitos.
C.( ) Sapatos direitos e sapatos esquerdos são bens complementares imperfeitos.
D.( ) Lápis e canetas são bens substitutos imperfeitos.
E.( ) Se a demanda de um bem 1 sobe quando o preço do bem 2 também sobe, então o bem 1 é
um complementário ao bem 2.

www.pciconcursos.com.br
04) Qual das alternativas abaixo representa CORRETAMENTE a condição de encerramento das
operações de uma firma?

A.( ) Se o custo total for maior que o preço de mercado.


B.( ) Se o custo variável médio for maior que o preço de mercado.
C.( ) Se o custo fixo médio for maior que o preço de mercado.
D.( ) Se o custo médio for maior que o preço de mercado.
E.( ) Se o custo marginal for maior que o preço de mercado.

05) Os agentes econômicos usam várias estratégias para captar o excedente do consumidor.
Identifique abaixo aquela correspondente à discriminação de preços de segundo grau.

A.( ) Tarifas aéreas mais baixas para vôos noturnos.


B.( ) Orçamentos para tratamentos dentários mais baratos para clientes de baixa renda.
C.( ) Conta telefônica que envolve assinatura mensal e mais uma taxa para cada unidade de
comunicação utilizada.
D.( ) Preços mais elevados por livro de edição de capa dura em comparação à versão em
brochura.
E.( ) Tarifas mais elevadas para maiores blocos de consumo de energia elétrica.

www.pciconcursos.com.br
06) Sobre a inflação, suas causas e efeitos, é VERDADEIRO afirmar que:

A.( ) A inflação inercial é aquela decorrente especialmente de choques de demanda.


B.( ) Um dos custos da inflação é a perda do poder aquisitivo dos salários, que ocorre quando os
salários nominais são reajustados acima da taxa de inflação registrada.
C.( ) Toda expansão monetária gera uma elevação de preços na mesma proporção quando
existe na economia um nível alto de capacidade ociosa.
D.( ) De acordo com a teoria quantitativa da moeda, e assumindo que a velocidade de circulação
da moeda é constante no curto prazo, todo aumento de oferta de moeda resulta em
elevação proporcional no produto nominal.
E.( ) O índice de preços ao consumidor é um dos principais instrumentos de medição da inflação
e avalia os preços dos produtos ao nível de atacado de estabelecimentos industriais e
agropecuários.

07) A noção de equilíbrio macroeconômico é fundamental para se entender os fluxos da economia


e estabelecer políticas macroeconômicas. A respeito disso, é VERDADEIRO afirmar que:

A.( ) Segundo Keynes, o empresário decide investir quando a eficiência marginal do capital for
menor do que o custo de oportunidade do capital, dado pela taxa de juros de mercado.
B.( ) Para cada ponto de equilíbrio entre poupança e investimento correspondem diversos níveis
de renda de equilíbrio.
C.( ) De acordo com o princípio da demanda efetiva, o nível de renda de equilíbrio é determinado
pela procura global efetiva.
D.( ) O nível de investimento apresenta-se, na prática, mais variável do que o nível de poupança,
pois este último reage mais fortemente a variações na taxa de juros.
E.( ) Para Keynes, as expectativas dos empresários em relação à rentabilidade futura do
investimento são construídas com base em informações sujeitas à pouca incerteza, o que
justifica o caráter estável do nível de investimento e da renda agregada.

www.pciconcursos.com.br
08) Dentre os mecanismos de intervenção do governo destacam-se as políticas fiscal e
monetária. Sobre esses instrumentos é FALSO afirmar que:

A.( ) Quando o governo atua em operações de mercado aberto vendendo títulos, há um


aumento de liquidez monetária e, logo, uma tendência de elevação da inflação.
B.( ) Em um esquema IS/LM, uma política fiscal expansionista desloca positivamente a curva IS
ocasionando a elevação das taxas de juros e do nível de produto.
C.( ) Em um esquema IS/LM, uma política monetária recessiva desloca negativamente a curva
LM ocasionando a elevação das taxas de juros e a queda do nível de produto.
D.( ) Uma redução de tributação, ceteris paribus os gastos do governo, aumenta o déficit público
e expande a demanda agregada.
E.( ) As operações de redesconto constituem-se como instrumentos de crédito do Banco Central
às instituições bancárias para superar problemas de insuficiência de liquidez de curto
prazo.

www.pciconcursos.com.br
09) Sobre as questões relacionadas à compatibilização dos recursos escassos e das
necessidades ilimitadas da sociedade, é FALSO afirmar que:

A.( ) Dentre os recursos disponíveis para a produção de bens e serviços estão a terra, o trabalho
e o capital.
B.( ) Pode-se dizer que a idéia de economia como "ciência da escassez" está superada, uma
vez que as necessidades humanas crescem em proporção menor do que a capacidade de
atendê-las.
C.( ) A curva de possibilidade de produção descreve as diferentes combinações de bens que
podem ser produzidos para uma dada dotação de recursos.
D.( ) Um deslocamento positivo da curva de possibilidade de produção pode ser resultado do
aumento da eficiência dos recursos produtivos disponíveis.
E.( ) O fluxo real entre empresas e famílias diz respeito ao fornecimento pelas famílias de
recursos de produção e ao suprimento pelas empresas de bens e serviços.

10) Sobre as fontes de financiamento do setor público, é VERDADEIRO afirmar que:

A.( ) A emissão de moeda não se caracteriza como uma forma de financiamento do déficit
público.
B.( ) A privatização do patrimônio público não se caracteriza como uma forma de financiamento
do déficit público, pois há transferência de propriedade sem geração de receita.
C.( ) Todo déficit público resulta em aumento da dívida pública.
D.( ) A tributação baseada em impostos indiretos sobre bens de consumo não é neutra no
sentido de distribuição de renda.
E.( ) Um aumento de imposto sobre a renda aumenta o consumo corrente de bens e serviços e,
logo, a demanda.

www.pciconcursos.com.br
ASPECTOS ECONÔMICOS, SOCIAIS, HISTÓRICOS E GEOGRÁFICOS

DE SANTA CATARINA

11) A área que compreende o atual Estado de Santa Catarina, possuía, à época da chegada dos
primeiros europeus no século XVI, um grande contingente de populações nativas como a dos
Carijós no litoral e as dos Xokleng e Kaigang no interior. No caso do litoral catarinense, a ação
externa de grupos humanos não indígenas, causou, em pouco mais de um século, uma nova
configuração ocupacional caracterizada:

A.( ) pela formação de vilas fundadas por franceses na Ilha de São Francisco do Sul e por
espanhóis na Ilha de Santa Catarina.
B.( ) Pela construção de fortalezas em vários pontos do litoral que trouxeram uma considerável
população de escravos, de portugueses e de brasileiros da Capitania do Rio de Janeiro.
C.( ) pela fundação de povoados por vicentistas que dariam origem aos municípios de São
Francisco do Sul, Desterro e Laguna.
D.( ) pela ausência de qualquer forma de povoação a partir da erradicação da população
indígena pelos bandeirantes.
E.( ) pelo estabelecimento de empreendimentos agrícolas sob o comando do donatário Pero
Lopes de Souza da Capitania de Sant’Ana.

12) Comemoram-se, neste ano de 1998, os duzentos e cinqüenta anos da chegada de açorianos
e madeirenses ao litoral de Santa Catarina, onde deixaram uma significativa e característica
contribuição cultural. Sobre tal fato, leia atentamente o texto abaixo e depois responda:

www.pciconcursos.com.br
"Antigamente, pelo menos entre historiadores brasileiros, uma das hipóteses era que havia
nos Açores uma superpopulação. Para nós isso não resiste sequer a um cálculo aritmético
mais elementar. Estima-se que existia nos Açores lá por 1750 umas 150 mil pessoas. E o
ciclo emigratório que se inicia em 1748 e termina em 1756 traz para o Brasil
aproximadamente seis mil pessoas entre adultos e crianças. Ora, isso representa apenas
4% da população do arquipélago. Quer dizer, não modifica praticamente em nada o perfil
daquela população. Ter as ilhas habitadas por 150 mil ou por 144 mil não altera
absolutamente nada." (CARUSO, Mariléa M. L. e CARUSO, Raimundo C. Mares, e
longínquos povos dos Açores. Florianópolis: Insular, 1995; p.61).

Se, segundo os autores, o motivo da superpopulação do arquipélago está descartado, por


que razão um número tão significativo de famílias abandonaram suas ilhas no Atlântico
Norte para se estabelecer no litoral sul brasileiro?

A.( ) Incentivos de Portugal foram prometidos àquelas famílias para garantir a ocupação
territorial da colônia ameaçada pelos espanhóis, e o apoio material às guerras de expansão
territorial contra a Espanha, ao sul.
B.( ) O ciclo do ouro foi o grande fator de atração ao Brasil colonial do século XVIII, não só para
os insulares açorianos e madeirenses, como também aos muitos portugueses do
continente.
C.( ) Os açorianos foram utilizados basicamente pelo governo de Portugal nas construções de
fortes militares para proteger o litoral meridional do Brasil das invasões espanholas e
francesas.
D.( ) Naquela época o sistema escravista começava a ser contestado pelos europeus,
notadamente pela política industrial da Inglaterra, daí o governo português investir em
colonizações que utilizassem a mão-de-obra livre.
E.( ) Havia uma crise na lavoura açucareira do Nordeste no século XVIII e a Coroa Portuguesa
fomentou a vinda de mão-de-obra para desenvolver tal produção nas capitanias do Sul.

www.pciconcursos.com.br
13) Assinale a alternativa CORRETA com base na leitura do texto abaixo:

"O nome de Reno foi de escolha fácil (...) havia uma ponta de nostalgia e de desejo de que o oceano não
existisse. Reno foi uma conclusão de saudade, uma homenagem ao rio amado, à pátria amada, um reafirmar dos
liames que prendem os homens às suas raízes. Reno, um menino ou um rio? Reno Sonne. Brasileiro. Um fruto
da velha Europa nascendo na grande Floresta Atlântica. (...) Humberto segurou a mão da frágil Eileen com um
aperto no coração. ‘Mein Gott!’ – pensou. Seu filho era brasileiro!" (KLUEGER, Urda A. Verde Vale. Florianópolis:
Lunardelli, 1994, 7ª ed.; p.61)

Este famoso romance catarinense, do qual foi selecionado o trecho acima, aborda o cotidiano
de uma família, que embora fictícia, reflete aspectos históricos de uma particular região e
época, muito significativa à formação social e econômica de Santa Catarina. Identifique tal
situação:

A.( ) O estabelecimento dos imigrantes em São Pedro de Alcântara, por ocasião da fundação da
primeira colônia germânica em Santa Catarina, no ano de 1828.
B.( ) O conflito entre brasileiros e alemães nas cidades de origem germânica durante a Segunda
Guerra Mundial.
C.( ) Os primeiros momentos da atual cidade de Joinville, quando ainda era denominada Colônia
Dona Francisca, na década de 1850.
D.( ) A vinda de imigrantes austríacos para Treze Tílias, fugidos da expansão nazista nos anos
30 deste século.
E.( ) As dificuldades e as conquistas dos colonos no desenvolvimento da Colônia de Blumenau a
partir de meados do século XIX.

14) A história política de Santa Catarina ficou marcada por alguns momentos agitados e violentos.
Um desses conflitos está narrado abaixo. Leia-o e escolha a alternativa CORRETA.

"(...) aconteceram várias revoltas, entre elas a Revolução Federalista, um dos episódios mais
controvertidos do Estado e um momento de profunda cisão entre as elites brasileiras. Tendo
sua origem no Rio Grande do Sul, em 1893, o movimento se estendeu para Santa Catarina e,
em pouco tempo, os revoltosos do Governo Federalista Catarinense, declararam Desterro
capital do Estado separado da União (...). Porém, com a chegada da força militar republicana
na Ilha de Santa Catarina, a revolução não demorou muito. Quase 200 pessoas foram levadas
à fortaleza de Anhatomirim, onde foram sumariamente fuziladas." (Uma cidade numa ilha:
relatório sobre os problemas sócio-ambientais da Ilha de Santa Catarina. Florianópolis:
Insular;CECCA, 1997, 2ª ed.; p.101)

www.pciconcursos.com.br
A.( ) O conflito refere-se à formação da República Juliana onde se destacaram as figuras de
Giuseppe e Anita Garibaldi.
B.( ) Trata-se de um movimento republicano contra o Império de Dom Pedro II.
C.( ) Após o término da Revolução Federalista, a capital Desterro foi denominada Florianópolis
em homenagem ao Marechal Floriano que presidia o Brasil.
D.( ) Esta passagem é conhecida na História do Brasil como Novembrada.
E.( ) A fortaleza de Anhatomirim foi demolida anos após, em repúdio à tragédia lá ocorrida.

15) A evolução político-administrativa de Santa Catarina passou por diversas fases,


denominações e divisões, que estão relacionadas abaixo, seguidas de lacunas. Preencha-as
com o algarismo romano correspondente à descrição mais adequada:

Capitania de Santo Amaro e Terras de Sant’Ana ( )

Capitania de Santa Catarina ( )

Província de Santa Catarina ( )

Estado de Santa Catarina ( )

Território do Iguaçu ( )

I – Denominação utilizada no período da República

II – Denominação utilizada no período do Império

III – Faixa de terra doada a Pero Lopes de Sousa

IV – Sua criação ocorreu no ano de 1738

V – Sua duração foi efêmera: 1944 a 1946

VI – A denominação foi adotada pelos rebeldes durante a Guerra do Contestado.

www.pciconcursos.com.br
A seqüência CORRETA das lacunas, de cima para baixo, é:

A.( ) VI, IV, II, I III.


B.( ) IV, III, VI, I, V.
C.( ) III, IV, II, I, VI.
D.( ) IV, III, II, I, V.
E.( ) III, IV, II, I, V.

16) A Guerra de Canudos ocorrida na Bahia há um século, é, sob muitos aspectos, semelhante à
Guerra do Contestado acontecida em solo catarinense há oitenta e dois anos. Sobre o tema,
leia o texto abaixo, e assinale a alternativa INCORRETA.

"A Guerra do Contestado, 1912-16, é um episódio complexo, alimentado por múltiplos fatores que se inter-
relacionam, entre eles, a miséria social, o messianismo, o curandeirismo, a guerra convencional, as táticas de
guerrilhas, o puro banditismo. (...)

O epílogo da Guerra é um desastre. Tanto sofrimento não gerou qualquer benefício para os excluídos de 1912,
que continuam em idêntica condição, em 1916, quando a guerra mal fecha as portas." (SACHET, Celestino e
SACHET, Sérgio. Santa Catarina – 100 anos de história. Vol.1. Florianópolis: Século Catarinense, 1997; p. 509)

A.( ) O nome Contestado diz respeito à região do Meio Oeste catarinense que naquele tempo
era pretendida pelo Estado do Paraná.
B.( ) As famílias dos revoltosos que sobreviveram à Guerra do Contestado, tiveram,
posteriormente, direito a indenizações.
C.( ) A expulsão de milhares de posseiros daquelas terras contou com o aval do Governo
Federal, que cedeu imensas áreas aos concessionários estrangeiros da estrada-de-ferro
recém-construída e o direito de exploração de madeira da região.
D.( ) Os massacres ocorridos no Contestado e em Canudos, por tropas governamentais, foram
justificados como necessários para erradicar pessoas perigosas tidas como fanáticas e
monarquistas.
E.( ) Os limites atuais entre Paraná e Santa Catarina ficaram estabelecidos em um acordo
firmado após o término do conflito.

www.pciconcursos.com.br
17) O desenvolvimento social e econômico do Estado de Santa Catarina não foi historicamente
homogêneo devido às ações dos diferentes grupos humanos colonizadores, em diferentes
épocas sobre diferentes regiões. Daí a formação de diversas regiões sócio-econômicas e
culturais bem nítidas. Sobre esta diversidade que tão bem caracteriza o Estado de Santa
Catarina, assinale a alternativa INCORRETA.

A.( ) O litoral catarinense, ocupado desde o século XVII, desenvolveu pequenos núcleos
agrícolas de subsistência, nos Quais, também a pesca possuía grande importância às
comunidades.
B.( ) O Planalto catarinense, que até o século XVIII servia de caminhos das tropas provenientes
do Rio Grande do Sul, tornou-se uma região basicamente pecuarista e extrativista de
madeira.
C.( ) Imigrantes alemães e italianos, no século XIX, colonizaram os vales situados entre as
serras catarinenses e a planície litorânea através da implantação de minifúndios familiares.
D.( ) Ainda no século XX, as últimas áreas não desbravadas do Extremo Oeste catarinense
foram ocupadas por paranaenses que estabeleceram as monoculturas exportadoras de
soja e café.
E.( ) A partir das primeiras décadas do século XX, o Oeste catarinense desenvolveu-se no setor
agropecuário a partir da vinda de gaúchos descendentes de italianos e alemães.

18) Sobre o atual quadro econômico do Estado de Santa Catarina, identifique a alternativa
INCORRETA.

A.( ) Produtos metalúrgicos, plásticos, elétricos e mecânicos, provenientes da microrregião


geográfica de Joinville, possuem grande projeção nacional.
B.( ) A microrregião geográfica de Blumenau apresenta um dos mais importantes parques da
indústria têxtil da América do Sul.
C.( ) Usina termoelétrica, produção de cerâmica, extrativismo e beneficiamento do carvão
formam um conjunto de atividades econômicas pertencente à microrregião geográfica de
Araranguá.
D.( ) O Oeste catarinense apresenta um original sistema agro-industrial de aves e suínos que se

www.pciconcursos.com.br
destaca no cenário econômico do país.
E.( ) Milho, soja, arroz, feijão, fumo, maçã e cebola são os principais produtos da agricultura
catarinense.

19) O desenvolvimento regional tem sido articulado hoje de forma mais consciente, como reflexo
do novo paradigma, que dá ênfase à questão do lugar como verdadeiro "nicho" de
oportunidades frente ao atual modelo globalizado. Na Constituição do Estado de Santa
Catarina, no Título VIII (Da Ordem Econômica e Financeira), Capítulo II (Do Desenvolvimento
Regional e Urbano), Seção I (Da Política de Desenvolvimento Regional), temos o Art. 138
referente à política de desenvolvimento regional a ser definida com base nos aspectos sociais,
econômicos, culturais e ecológicos, assegurando sete diretrizes imperativas para a
administração pública e indicativas para o setor privado.

Assinale a alternativa que NÃO confere com as diretrizes da política de desenvolvimento


regional:

A.( ) Prioridade ao desenvolvimento econômico para permitir o desenvolvimento social.


B.( ) Harmonia entre o desenvolvimento rural e urbano.
C.( ) Redução das desigualdades sociais e econômicas.
D.( ) Uso adequado dos recursos naturais.
E.( ) Proteção ao patrimônio cultural.

20) Migrações de saída de catarinenses para o Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e demais
estados brasileiros, foram e são Quantitativamente menores do que o movimento de entrada.
Várias cidades, mas em especial, a capital, Florianópolis, muito se desenvolveu nas três
últimas décadas, em função da vinda de gaúchos, paranaenses, paulistas e demais
habitantes procedentes de outros estados bem como de estrangeiros do Cone Sul, e do
êxodo rural interno do Estado. Os empregos burocráticos no setor público, o crescimento do
setor privado, a oferta de vagas no ensino público federal e estadual nos níveis médio e
superior, os investimentos na área de serviços geralmente relacionados à sazonalidade

www.pciconcursos.com.br
turística e à montagem de pequenos negócios, foram as principais atividades absorvedoras
desta demanda populacional. Obviamente que este dinamismo fez-se refletir na
reorganização e no adensamento de espaços urbanos, suburbanos, rurais e das praias.

A partir do contexto acima descrito, assinale a alternativa INCORRETA sobre as


conseqüências trazidas à Ilha de Santa Catarina:

A.( ) Canasvieiras e Ponta das Canas apresentam grandes problemas infra-estruturais em


função do fluxo turístico de verão, em grande parte de argentinos.
B.( ) Visando a conter os problemas sócio-ambientais, já se concluiu o Plano Diretor do
Município de Florianópolis aplicável a todas as suas dezenas de praias, aos mangues,
lagoas, restingas e encostas.
C.( ) No Sul da Ilha de Santa Catarina, o bairro do Campeche é uma das áreas que tem mais
previsão de adensamento por causa da topografia plana, da especulação imobiliária e da
construção da Via Expressa Sul.
D.( ) A Lagoa da Conceição sofre os impactos ambientais por conta da urbanização acelerada
advinda da ocupação desordenada onde a maior parte das construções são irregulares,
transformando-a em uma das regiões mais problemáticas da Ilha.
E.( ) Nos últimos anos a iniciativa municipal, estadual e privada vêm procurando reorganizar e
humanizar o centro da cidade. Dentro desta proposta destacam-se a construção do sistema
de esgoto insular, a restauração e revitalização do centro histórico, alterações no sistema
viário e de transporte coletivo e a recuperação de praças, viadutos e outros equipamentos
de uso público.

21) As recentes inaugurações do Centro de Convenções de Florianópolis e do Centreventos Cao


Hansen de Joinville, representaram um marco no panorama sócio-econômico para as
respectivas cidades e conseqüentemente para o Estado de Santa Catarina, na busca de
alternativas à fomentação econômica geradora de novos empregos. Indique abaixo, que setor
foi efetivamente responsável pela demanda da criação desses centros promocionais:

A.( ) agro-industrial
B.( ) artístico-cultural
C.( ) tecnológico
D.( ) educacional
E.( ) turístico-empresarial

www.pciconcursos.com.br
22) A preocupação com o desenvolvimento sustentável é hoje uma tendência irreversível. Desta
forma, a ecologia e a cultura são aliadas aos negócios. Uma grande empresa têxtil de Santa
Catarina foi a primeira do Brasil e a 13a do setor no mundo, a obter o cobiçado certificado da
ISO (International Organization Standartization) 14001 voltado à gestão e à qualidade
ambiental. Que expectativas e reflexos sócio-econômicos NÃO estão relacionados à tal
postura?

A.( ) A perda do potencial competitivo.


B.( ) A melhoria da qualidade de vida nos municípios onde estão instaladas tais empresas.
C.( ) O aumento da conscientização ambiental.
D.( ) O desenvolvimento de tecnologias e recursos alternativos.
E.( ) A possibilidade de incremento dos lucros empresariais.

23) "Pequenos e micro-empresários catarinenses acordam para as exigências do mercado e


investem na qualificação de produtos e serviços. Em quatro anos, 950 empresas adotaram o
Programa de Qualidade Total (PQT) do Sebrae, a partir de cursos e treinamentos que buscam
maior satisfação do consumidor." (Jornal A Notícia. Qualidade x Trabalho – caderno especial
de 1º de maio de 1998).

A implantação deste programa nas empresas vem incentivando o treinamento dos recursos
humanos nas mesmas, e representa para Santa Catarina, de um modo geral, o surgimento de
novas contribuições e possibilidades, EXCETO:

A.( ) o aumento da produtividade e redução de custos.


B.( ) a melhoria na qualidade de serviços e no ambiente de trabalho.
C.( ) uma redução muito rápida e significativa na taxa de desemprego estadual.
D.( ) a melhoria do senso organizacional do funcionário.

www.pciconcursos.com.br
E.( ) o maior envolvimento e participação dos funcionários.

24) Henrique Weber, Secretário do Desenvolvimento Econômico e Integração ao Mercosul,


comentou em recente entrevista, que a economia de Santa Catarina é uma das mais
equilibradas do País, em função de sua distribuição geo-sócio-econômica bastante
homogênea e altamente diversificada.

Estão relacionados, nas alternativas abaixo, vários aspectos do atual desenvolvimento


catarinense. Aponte o INCORRETO.

A.( ) A taxa do PIB (produto interno bruto) de Santa Catarina de 1997, chegou a superar o índice
nacional.
B.( ) O desempenho da produção têxtil superou os demais setores fabris.
C.( ) O setor agropecuário industrial catarinense não chegou a sofrer uma crise causada pela
concorrência estrangeira.
D.( ) Santa Catarina apresentou um crescimento recorde nos últimos dez anos onde as
exportações fecharam com saldo positivo em relação às importações.
E.( ) Os setores da construção civil e da indústria de transformação tiveram uma importância
significativa no crescimento econômico do Estado catarinense nos últimos anos.

25) Apesar de os dados econômicos dos últimos anos colocarem Santa Catarina em uma
situação favorável em relação a muitos estados brasileiros, há especialistas da área
econômica que apontam um desempenho mais pessimista para este ano de 1998 e anos
próximos, tal como o economista Antônio Carlos Zapelini, professor da UFSC (Universidade
Federal de Santa Catarina). Em síntese, afirma que o descuido no acompanhamento dos
quadros econômicos, ou seja, a falta de dados para análises macro e setoriais que indique um
diagnóstico dos problemas, a falta de cultura de um desenvolvimento integrado, a queda dos
investimentos entre outras deficiências estruturais, fazem com que, atualmente, a infra-
estrutura catarinense ainda seja um dos principais entraves para o crescimento no estado,
afugentando o capital investidor.

O pensamento exposto acima clama por um conjunto de adequações e transformações


prementes à infra-estrutura catarinense, para que a mesma sustente um desenvolvimento
contínuo a médio e longo prazo. Das situações expostas abaixo, uma delas NÃO pode ser

www.pciconcursos.com.br
considerada como um comprometedor problema infra-estrutural ao desenvolvimento sócio-
econômico catarinense. Assinale-a.

A.( ) Deficiência do setor rodoviário e ausência quase total de um transporte ferroviário eficiente.
B.( ) Baixo percentual de geração de energia elétrica das centrais locais.
C.( ) Lenta modernização e pouca competitividade dos portos catarinenses.
D.( ) Obsoleta estrutura fundiária rural.
E.( ) Inadequado saneamento básico.

PORTUGUÊS

TEXTO: EUGÊNIO

Atravessou o pátio interno da fábrica. Os grandes pavilhões de concreto pareciam


estreme-
cer ao ritmo das máquinas. Eugênio ouviu aquela pulsação surda que lhe sugeria o bater
dum enorme coração subterrâneo. Ela lhe dava uma vaga angústia, causava-lhe um
indefinível temor: dir-se-ia a aflição dum homem que sente no subsolo o agitar-se duma sub-
humanidade que trabalha com silenciosos propósitos de destruição. O atroar das máquinas
era um ruído ameaçador.
O escritório lhe pareceu mais frio e convencional que nos outros dias. Sentou-se à
mesa,
abriu uma das gavetas, remexeu nos papéis... Não encontrando os que procurava, chamou
a secretária, uma rapariga magra de ar cansado.
- Boa tarde, D. Ilsa. Alguém me procurou?
- Não senhor, ninguém.
- Onde estão aquelas folhas que vão para o Ministério do Trabalho?
- Na gaveta do centro.
Tornou a abrir a gaveta e encontrou os papéis.
- Tem razão, cá estão eles.
Pô-los em cima da mesa, tomou da caneta.

www.pciconcursos.com.br
- A senhora anda muito pálida e com jeito de cansada. Por que não tira umas férias?
Assinava os papéis automaticamente, sem revisá-los. Sentia agora um interesse
fraternal
pela secretária. A criatura tinha um jeito encolhido de passarito doente.
- E a dor nas costas... ainda não passou?
- Às vezes, quando me deito, ela vem.
- Deve ser da posição em que fica quando escreve à máquina. Precisa cuidar-se
D. Ilsa.
A moça sorria, meio constrangida.
Eugênio se perguntava a si mesmo por que era que de repente se fazia assim tão
solícito, tão atencioso, como um irmão mais velho. Concluiu que era porque tinha pena da
moça: pena de todos os que sofriam. Por um breve instante se sentiu reconciliado consigo
mesmo. Entretanto seu eu puro e implacável lhe cochichou que se ele se mostrava assim
tão fraternal para com a secretária e para com os outros empregados da fábrica era para
com essa atitude comprar a cumplicidade, a boa vontade e a simpatia deles. Porque todos
ou Quase todos sabiam da sua situação de inferioridade naquela firma. Não passava dum
manequim, dum autômato que assinava papéis preparados pelos que realmente entendiam
do negócio, pelos que trabalhavam de verdade mas que no entanto, em questões de
ordenado, se achavam muito abaixo dele. Aquela gente sabia que ele ali era apenas o
marido da filha do patrão.
Érico Veríssimo, in Olhai os lírios do campo

26) O ritmo das máquinas, para o narrador, de acordo com o texto, era

A.( ) um desafio à sua compreensão.


B.( ) um ruído ameaçador.
C.( ) um agito no subsolo.
D.( ) como se uma parede de concreto estivesse caindo.
E.( ) um fator psicológico que lhe causava muita angústia.

www.pciconcursos.com.br
27) No diálogo entre Eugênio e a secretária D. Ilsa, esta responde

A.( ) quatro vezes.


B.( ) duas vezes.
C.( ) três vezes.
D.( ) cinco vezes.
E.( ) seis vezes.

28) Das características abaixo, uma NÃO corresponde à secretária. Assinale-a.

A.( ) Pálida e com jeito de cansada.


B.( ) Com dor nas costas.
C.( ) Jeito encolhido de passarito doente.
D.( ) Procurava comprar tolerância.
E.( ) Rapariga magra de ar cansado.

29) O último parágrafo do texto permite afirmar que:

A.( ) Eugênio executava o seu trabalho conforme a vontade de sua esposa.


B.( ) a questão salarial é que determinou a ascensão de Eugênio à chefia, em detrimento dos
demais administradores.
C.( ) ao procurar comprar a cumplicidade e a boa vontade dos empregados da firma, Eugênio
seria reconhecido como administrador de empresa.
D.( ) ser solícito, atencioso e simpático são instrumentos que devem ser utilizados por todos os
empresários em situação idêntica à de Eugênio.
E.( ) tanto os empregados da firma quanto ele (Eugênio) estavam conscientes da situação
patética dele na fábrica.

www.pciconcursos.com.br
30) Considerando as regras de acentuação gráfica, assinale a alternativa CORRETA.

A.( ) Quando está acompanhado da garota, ele nunca pára o carro na sinaleira.
B.( ) Todos tem ataque de nervos quando vêem os barulhentos de sempre.
C.( ) Após o susto, ele disse: "- Não quero por a mão naquilo outra vez."
D.( ) Os fabricantes de remédios falsos vem causando sérios problemas à população brasi-leira.
E.( ) Neste ano, no plêito de outubro, escolheremos o novo Governador do Estado.

31) Assinale a alternativa em que a palavra em destaque foi empregada CORRETAMENTE.

A.( ) Esse diálogo foi mau interpretado pelos jornalistas presentes.


B.( ) Hoje, estou a fim de acertar todas as questões desta prova.
C.( ) No domingo passado fui ao jogo de futebol aonde me diverti muito.
D.( ) Infelizmente, deixarei a minha terra, mais um dia voltarei.
E.( ) Algumas reinvindicações nunca foram atendidas por quem de direito.

32) Quanto à concordância verbal, assinale a alternativa CORRETA.

A.( ) Nunca houveram tantas obras na cidade como agora.


B.( ) Aluga-se cobertores para as noites mais frias do ano.
C.( ) Ao consultar o relógio, disse: "- Meu Deus, já é onze horas".
D.( ) Falharam a previsão e os resultados obtidos na corrida de ontem.

www.pciconcursos.com.br
E.( ) Já fazem dias que a notícia foi divulgada pela imprensa.

33) Assinale a alternativa INCORRETA quanto ao emprego da crase.

A.( ) Sentou-se à mesa, abriu uma das gavetas, remexeu papéis...


B.( ) Perfuraram-se vários lugares, à procura de alguma jazida de pedras preciosas.
C.( ) Mesmo estando muito cansado, levantou-se às 8 e 15 para participar do evento.
D.( ) Sua jaqueta de couro é semelhante à que comprei numa loja do shopping.
E.( ) Viajava semanalmente à Brasília para conseguir recursos federais.

34) Assinale a alternativa cuja forma verbal preenche CORRETAMENTE a frase abaixo.

Ele ......... numa questão difícil de ser resolvida e ....... seus bens graças ao bom senso do
mediador.

A.( ) interveio - reouve


B.( ) interveio - reaveu
C.( ) interviu - reaveu
D.( ) interviu - reouve
E.( ) interviu - reaverá

35) Complete os espaços da frase abaixo com UMA das alternativas indicadas.

www.pciconcursos.com.br
......... a entrada de pessoas estranhas no recinto. No entanto, uma vez lá dentro, o ambiente,
que
.............. pela .............. das pessoas, é muito agradável.

A.( ) É proibido - caracteriza-se - expontaneidade


B.( ) É proibida - se caracteriza - expontaneidade
C.( ) É proibido - se caracteriza - espontaneidade
D.( ) É proibido - caracteriza-se - espontaneidade
E.( ) É proibida - se caracteriza - espontaneidade

GABARITO

FISCAL DE TRIBUTOS ESTADUAIS

2a PROVA: ECONOMIA, ASPECTOS ECONÔMICOS,


SOCIAIS, HISTÓRICOS E GEOGRÁFICOS DE SANTA
CATARINA E PORTUGUÊS

DISCIPLINA NO Respostas
01 A
02 C
03 D
04 B

www.pciconcursos.com.br
05 E
06 D
07 C
ECONOMIA
08 A
09 B
10 D
11 C
12 A
13 E
14 C
15 E
16 B
17 D
ECONOMIA, E ASPECTOS 18 C
ECONÔMICOS, SOCIAIS, 19 A
20 B
HISTÓRICOS E GEOGRÁ-
21 E
FICOS DE SANTA CATA- 22 A

RINA 23 C
24 B
25 D
26 B
27 C
28 D
29 E
30 A
31 B
32 D
PORTUGUÊS 33 E
34 A
35 E

www.pciconcursos.com.br
www.pciconcursos.com.br