Você está na página 1de 11

Roteiro

A GRANDE CAUSA
Int. - escritório de Hélio - noite

HÉLIO, advogado, 30 anos, alto, corpo proporcional a


altura, olha o relógio aflitamente, enquanto arruma sua
mesa.
Int. - elevador prédio escritório de Helio - noite
Vemos uma mão de homem apertando o 12º andar. O elevador
sobe, a porta se abre e ouvimos os passos do homem em
direção ao escritório. O homem bate à porta.
Int. - escritório de Hélio - noite
HÉLIO

Pode entrar!
O homem entra e vemos PAULO , um homem nos seus 40 anos,
magro, 1,70m, cabelos loiros e longos, vestido como uma
imitação de hippie.

PAULO
É o Sr. que é o Dr. Hélio?
HÉLIO

Sim e o Sr. deve ser o Paulo, você se atrasou um pouco, já


estava indo embora!
PAULO

Me desculpe, mas o trânsito nessa cidade está cada vez


pior!
HÉLIO

Tudo bem, só estava achando que o Sr. tinha mudado de


idéia.
PAULO
Eu mudar de idéia? Nem pensar!Eestou convicto 100% do que
quero!
HÉLIO
Que bom! Embora, eu não saiba bem do que se trata, já que
o Sr. não quis me adiantar nada ao telefone.

PAULO
Porque o caso não é simples.
HÉLIO

(CONTINUED)
CONTINUED: 2.

E qual é o caso? Agora, que o Sr. está aqui, acho que pode
me dizer!
PAULO

Como eu disse, não é um caso simples! Eu escolhi o Sr.


para me representar porque me disseram que o Sr., Dr.
Hélio, além de muito competente, é um advogado corajoso,
que não tem medo de alargar as fronteiras do Direito.

HÉLIO
Então, o direito que o Sr. pretende defender, Seu Paulo,
está relacionado a uma área que não é abrangida pelo
Direito atualmente, é isso?

PAULO
Exatamente! É uma área nova e o advogado tem que ter muito
colhões para pegá-la.
HÉLIO

Isso não me falta, na verdade tenho 2! Mas que causa será


essa? Fale pelo amor de Deus! Estou louco para saber!
PAULO

É difícil, não sei se devo! Devo?


HÉLIO
Deve! É lógico!

PAULO
Bem Sr. Hélio, o Sr. acredita em reencarnação?
HÉLIO

Por que, o Sr. não vai direto à sua causa Paulo.


PAULO
Mas eu estou indo!

HÉLIO
Não estou entendendo! O que eu acreditar em reencarnação
pode ter a ver com sua causa?

PAULO
Ajudaria o Sr. a pegar a causa.

HÉLIO

(CONTINUED)
CONTINUED: 3.

Que porra de causa é essa! Fala logo! Quer dizer, por


favor prossiga, mas vá direto ao assunto.

PAULO
Bem, até uns 2 anos atrás, eu era um cara cético,
engenheiro elétrico, que só acreditava na matéria...
HÉLIO

Eu já te falei que cobro por hora?


PAULO
Já vou chegar ao ponto, eu era cético, tive um problema de
saúde, nenhum médico sabia o que era. Fiz hipnose para me
tratar e acessei vidas passadas, pronto!
HÉLIO
Sei, e o que eu, o sagrado Direito e a minha amantíssima
Justiça temos a ver com isso?
PAULO
A sua mente não é muito rápida, é óbvio o que eu vim fazer
aqui!

HÉLIO
Quer processar o charlatão do hipnoterapeuta?
PAULO

Pelo quê?
HÉLIO

Sei lá! Por não ter curado o Sr.!


PAULO
Os médicos não me curaram, eu poderia processá-los? E ele
me curou e me fez ver que sou um espírito imortal dentro
de um corpo que serve...
HÉLIO
Bom para o Sr., mas eu sou advogado e não quero ser
convertido para nenhuma seita maluca, a não ser que tenha
muitas mulheres bonitas que tenham que dar para a gente o
tempo todo, mas se for para doar todo o dinheiro, esquece!
Se matar, nem pensar! Praticar a abstinência sexual,
prefiro a seita para se matar, o mesmo se for para ficar
andando que nem babaca distribuindo flores por aí!

(CONTINUED)
CONTINUED: 4.

PAULO
Não tem seita nenhuma e que numa das regressões, eu
descobri que fui, advinha quem?

HÉLIO
Eu sei lá!
PAULO

Vai advinha, senão, eu não vou contar!


HÉLIO
Então, me dá uma pista!

PAULO
Eu era homem, é óbvio, americano e meu signo era Aquário,
nasci em 1847 e morri em 1931.

HÉLIO
Falei um pista que prestasse! Sei lá, George Washington?
PAULO

O Sr. só pode está de sacanagem! George Washington estava


vivo no século XX? Ele era uma personalidade da Revolução
Americana! Eu fui Thomas Edson!
HÉLIO

Esse também não era da Revolução Americana?


PAULO
Estou vendo que para ser advogado não precisa se gostar de
História, porque este que você deve está falando é o
Thomas Jefferson, que foi Presidente dos EUA! Eu fui um
inventor! Eu fui a porra de um inventor!
HÉLIO

O Sr. tem certeza que essa terapia lhe ajudou? O Sr.


parece meio nervoso, mas de qualquer maneira, o Sr. foi
Thomas Edson e daí?

PAULO
E daí, que quero as patentes de todos os eventos que ele
criou.

(CONTINUED)
CONTINUED: 5.

HÉLIO
Sr. Edson, mesmo que o Sr. estivesse no seu último corpo,
o tempo das suas patentes já expirou!

PAULO
Eu sei, e quero que o Sr. Lute contra isso! O que são
alguns míseros anos, se a vida é eterna? Uma patente não
pode durar tão pouco!

HÉLIO
O Sr. quer que eu atue num processo que defenda a tese que
o direito referente as patentes sejam eternos e se
estendam a possíveis reencarnações? E no tempo entre uma e
outra reencarnação?
PAULO
Eu pensei em tudo, porque sou um gênio! Nesse período o
dinheiro devido irá para uma conta, a cada 300 anos se a
conta não for movimentada o dinheiro será usado para
alimentar crianças famintas, veja, eu estou me importando
com a caridade também!
HÉLIO

E eu tenho certeza, que as crianças famintas vão lhe


agradecer depois de esperarem 300 anos para comer! Bem,
então, o seu caso consiste, que o Sr. é a reencarnação de
um grande inventor americano e quer as patentes de seus
eventos, é só isso?

PAULO
Não, tem mais!
HÉLIO

Sério? Minha Namorada devia está aqui! Ela adora essas


coisas! Mas, eu vou contar tudo para ela, ela vai adorar!
PAULO

Ela também é uma pessoa espiritualizada?


HÉLIO
Espiritualizada? Claro, muito! E estou vendo que hoje a
gente vai ter uma noite daquelas! Mas o que mais o Sr. tem
a me dizer.
PAULO
Eu continuei tendo sessões regulares e descobri, que fui
um escritor inglês e esse o Sr. vai ter que advinhar!

(CONTINUED)
CONTINUED: 6.

HÉLIO
Infelizmente, eu não conheço os escritores ingleses,
prefiro os brasileiros mesmo, a gente pode ler na própria
língua e ....
PAULO
Mas esse o senhor conhece, escreveu Romeu e Julieta.

HÉLIO
Shakespeare? Não brinca! Ele era inglês? Pensei que ele
fosse italiano!
PAULO

Por quê?
HÉLIO
Porque a peça se passa na Itália, porque um inglês escreve
uma peça que se passa na Itália? É o mesmo que eu escrever
sobre a Argentina, que coisa mais doida! Por que eu vou
escrever sobre a Argentina?
PAULO

Eu sei lá!
HÉLIO
Mas, você não é ele?

PAULO
Mas isso não ficou claro nas regressões! O que ficou claro
é que eu tenho que lutar para reaver os direitos autorais
da minha obra, não só pelo lucro, mas para impedir as
maluquices que estão fazendo com ela!
HÉLIO
Tipo o quê?

PAULO
Como tipo o quê? Qualquer pseudo-intelectual de merda se
acha no direito de fazer adaptações e versões da minha
obra! Estão acabando com a essência do meu trabalho!

HÉLIO
E o Sr. quer preservar o seu trabalho! Faz bem!
PAULO

(CONTINUED)
CONTINUED: 7.

Se Shakespeare não salvar Shakespeare, quem irá salvá-lo?


HÉLIO

Essa frase é digna do Sr, seu Shakespeare!


PAULO
Obrigado, foi a emoção do momento!

HÉLIO
E é só?
PAULO

Não, é meio embaraçoso, eu não sei como isso foi


acontecer....
HÉLIO
O quê? O que o Sr. andou aprontando nessas suas
reencarnações Seu Paulo?
PAULO
Não é algo que aprontei, mais é meio constrangedor,
principalmente para um cara macho como eu, mas nessa
reencarnação, eu fui uma mulher, adivinha quem?
HÉLIO
Ai que saco! De novo? Por que o Sr. não conta quem foi,
facilita a conversa!
PAULO
Vai tenta, se Sr. não acertar eu conto!

HÉLIO
Sei lá, Cleópatra?
PAULO
Cleópatra? O Sr. pensa que eu sou o quê? Eu jamais seria
uma piranha manipuladora, além disso, eu não sou tão
velha, assim você me ofende!
HÉLIO
Essa é a única mulher famosa que eu conheço antes do
século XX! Eu achei que o Sr. tinha sido uma pessoa
famosa.
PAULO
E quem disse que eu não fui seu ignorante? Só que nessa

(CONTINUED)
CONTINUED: 8.

reencarnação, apesar de ser mulher, eu vesti armadura,


desembalei minha espada e lutei numa guerra, um verdadeiro
macho! E morri virgem, para deixar claro, que nunca levei
ferro e que o meu negócio nunca foi homem! Eu fui Joana
D’Arc.
HÉLIO
É santa? Quer dizer, tem razão, tinha essa santa! Então
são duas mulheres famosas e Joana D’Arc inventou o quê?
Ah, foi o sutiã! Ela precisava, e de uns dos bons, para
lutar na guerra.
PAULO
Não inventou nada, e o doido aqui sou eu!

HÉLIO
Eu nunca disse que o Sr. era doido! O Sr. ler mente? Deixa
pra lá, Mas então, o que o Sr. quer.

PAULO
Uma pensão vitalícia do Governo Francês, afinal, eu sou a
santa padroeira do país! E quero também, uma indenização
milionária da Igreja Católica por terem me queimado viva!

HÉLIO
Nossa que horror! Viva e por quê?
PAULO

Em nome de Deus!
HÉLIO
E o nosso Deus exige o sacrifício de pessoas vivas em
fogueiras?! Eu pensei que isso era coisa de aborígines!
Doeu muito?
PAULO
Pra caralho! E o pior, fiquei tão traumatizado! Eu não
podia ver uma fogueira de são joão que entrava em pâncico,
não sabia a razão, hoje eu sei!
HÉLIO
O Sr. tem toda razão de lutar por essa indenização, o que
fizeram com o Sr. não se faz! E tem mais alguma coisa, ou
podemos encerrar a conversa, já tá ficando meio tarde!

PAULO

(CONTINUED)
CONTINUED: 9.

Não, tem mais!


HÉLIO

Vem cá, isso vai terminar ainda nessa vida ainda, né?
PAULO
Essa é a última, podia ser inclusive o princípio, pois é o
princípio e o fim! Continuando com as minhas regressões,eu
fui indo, indo e indo, até chegar no início de tudo e
advinha?
HÉLIO
De novo não! Essa porra desse papo de advinha! Não me
diga, no início, você foi um neandertal fedorento que
vivia numa caverna comendo piolhos!
PAULO
Eca! Eu pulei essa fase graças a Deus! Quer dizer, graças
a mim!
HÉLIO
Será que eu entendi, o que entendi?

PAULO
Sei lá, eu estou começando a duvidar da sua capacidade de
compreender as coisas, mas se entendeu que fui Deus,
compreendeu certo!

HÉLIO
Puta-que-pariu! Compreendi errado de novo! Você foi Deus!
PAULO

Fui o cacete! Eu sou, porque eu não morri! Apesar, de não


ter faltado que tenha dito essa blasfêmia!

HÉLIO
Não fui eu quem disse! Oh Altíssimo! E o que o Senhor
quer?
PAULO

Primeiro os direitos autorais sobre a Bíblia! Demorei


milênios para escrever e não ganho nada! Depois quero que
todo dinheiro referente aos dízimos do mundo venham para
minha conta! Esse dinheiro que ficava largado por aí,
sendo apropriado por qualquer aventureiro, agora vai

(CONTINUED)
CONTINUED: 10.

direto para o dono! E por último quero criar um tributo


para quem invocar o meu nome em vão! Esse povinho tem que
aprender a me respeitar!

HÉLIO
E só?
PAULO

Só! E aí, acha que é possível?


HÉLIO
Sim, completamente possível!

PAULO
Tudo o que eu pedi?
HÉLIO

Tudo!
PAULO
E quanto tempo o Sr. acha que vai demorar?

HÉLIO
Bem, deixa eu ver..., umas sete ou oito reencarnações.
PAULO

Só? E há quem diga que a justiça é lenta!


FIM.