1 — ''É uma doce e piedosa crença esta que diz que a alma de Maria não possuía pecado

original; esta de que, quando ela recebeu sua alma, ela também foi purificada do pecado
original e adornada com os dons de Deus, recebendo de Deus uma alma pura. Assim, desde o
primeiro momento de sua vida, ela estava livre de todo pecado." (Lutero, Sermão sobre o Dia
da Conceição da Mãe de Deus de 1527) 2 — "Esta é a consolação e a transbordante
bondade de Deus, que Maria seja sua verdadeira mãe, Cristo seu irmão, Deus seu Pai. Se
acreditares assim, então estás de verdade no seio da Virgem Maria e és seu querido filho."
(Lutero, Kirchenpostille, ed. Weimar, 10.1, p. 546.) Lutero considerava Maria como Mãe de
Deus. 3 — "Por isso em uma palavra compendia-se toda a sua honra: quando se a chama
mãe de Deus, ninguém pode dizer dela maior louvor. E é preciso meditar em nosso coração o
que significa ser mãe de Deus." (Lutero, Comentário ao Magnificat, de 1521, [FiM95], pg.1121.
Sermão, 1522:WA 7,572) 4 — "Virgem antes, no, e depois do parto, que está grávida e dá à
luz. Este artigo (da fé) é milagre divino." (Lutero, já no fim de sua vida: [FiM95], pg.1122
Sermão Natal 1540: WA 49,182) 5 — "Ele, Cristo, nosso Salvador, era o fruto real e natural do
ventre virginal de Maria. Isto aconteceu sem a participação de qualquer homem e ela
permaneceu virgem mesmo depois disso." (Lutero, "Sermões sobre João", cap. 1 a 4, 1537-39
dC) 6 — "Creio firmemente que Maria, conforme as palavras do Evangelho que afirmam que
de uma Virgem nos nasceria o Filho de Deus, permaneceu sempre pura e intacta. Virgem
durante e depois do nascimento de seu Filho." (Ulrich Zwinglio, citado em "Corpus
Reformatorum" v.1, p.424) 7 — "Ninguém nunca se esqueça de invocar a Virgem e os santos
pois eles podem interceder por nós." (Lutero, Prep. ad mortem) 8 — "Quem são todas as
mulheres, servos, senhores, príncipes, reis, monarcas da Terra comparados com a Virgem
Maria que, nascida de descendência real (descendente do rei Davi) é, além disso, Mãe de
Deus, a mulher mais sublime da Terra? Ela é, na cristandade inteira, o mais nobre tesouro
depois de Cristo, a quem nunca poderemos exaltar bastante (nunca poderemos exaltar o
suficiente), a mais nobre imperatriz e rainha, exaltada e bendita acima de toda a nobreza, com
sabedoria e santidade.'' (Lutero, Comentário ao Magnificat) 9 — "Não há honra, nem
beatitude, que se aproxime sequer, por sua elevação, da incomparável prerrogativa, superior a
todas as outras, de ser a única pessoa humana que teve um Filho em comum com o Pai
Celeste." (Lutero, Deutsche Schriften, 14, 250) 10 — "Maria é a maior e a mais nobre jóia da
Cristandade logo após Cristo. Ela é nobre, sábia e santamente personificada. Jamais
conseguiremos honrá-la suficientemente.'' (Lutero, Sermão do Natal de 1531) 11 — "Não
podemos reconhecer as bênçãos que nos trouxe Jesus, sem reconhecer ao mesmo tempo
quão imensamente Deus honrou e enriqueceu Maria, ao escolhê-la para Mãe de Deus."
(Calvino, Comm. Sur l'Harm. Evang., 20) 12 — "Maria é digna de suprema honra na maior
medida." (art. IX da Apologia da Confissão de fé de Augsburg, documento muito importante do
Luteranismo) 13 — "Somente Deus pode permitir que Maria se dirija ao mundo, através de
aparições. Cristãos Evangélicos da Alemanha, deveremos talvez continuar a opor-lhes recusa e
indiferença? Temos o direito de examinar tais fatos. Seria o cúmulo da tolice ignorarmos a voz
de Deus que fala ao mundo, pela mediação de Maria, e dar-lhe as costas, unicamente, porque
Ele faz ouvir sua voz através da Igreja Católica. No seu Magnificat, Maria declara que todas as
gerações a proclamarão bem-aventurada até o fim dos tempos. Todos nós verificamos que esta
profecia se cumpre na Igreja Católica e, nestes tempos dolorosos, com intensidade sem
precedentes. Na Igreja Evangélica, tal profecia caiu em tão grande esquecimento que
dificilmente se encontra algum vestígio da mesma." (excerto do "Manifesto de Dresden"
(Maio/1982) Teólogos Luteranos Alemães) 14 — "O Filho de Deus fez-se homem, de modo a
ser concebido do Espírito Santo sem o auxílio de varão e a nascer de Maria pura, santa e
sempre virgem. (Martinho Lutero, "Artigos da Doutrina Cristã") 15 — "Creio que [Jesus] foi
feito homem, unindo a natureza humana à divina em uma só pessoa; sendo concebido pela
obra singular do Espírito Santo, nascido da abençoada Virgem Maria que, tanto antes como
depois de dá-lo à luz, continuou virgem pura e imaculada." (John Wesley, fundador da Igreja
Metodista, em carta dirigida a um católico em 18.07.1749) 16 — "Cremos que o corpo
puríssimo da Virgem Maria, Mãe de Deus é templo do Espírito Santo... foi levado pelos anjos
ao céu". (Heinrich Bullinger) 17 — "Quanto mais crescem a honra e o amor de Cristo entre os
homens, tanto mais crescem também a estima e a honra de Maria, que gerou para nós um tão
grande e propício Senhor e Redentor." (Ulrich Zwinglio) 18 — "Maria faz parte do Evangelho...

da Igreja. página 89) 20 — ''Eu estimo imensamente a Mãe de Deus. imaculada Virgem Maria. como a serva do Senhor que diz Sim à palavra de Deus. mas a Virgem santa não é apenas a serva e criatura. que não era lícito silenciá-la…Reconhecemos que este dom foi altamente honroso para Maria. É. sob a direção de W. o modelo original da comunidade dos fiéis. mas também que Ele a exaltou acima de todos os Serafins. com efeito. criaturas e mão de obra de suas mãos. a sempre casta. nascido da Virgem Maria': é uma verdade que confessamos de Jesus.. o modelo original dos homens que se abrem a Deus e se deixam enriquecer por Ele. seguimo-la como mestra.'' (Ulrich Zwinglio) 22 — ''Proclamava uma tão grande dádiva de Deus. confessamos também que Maria é a Mãe de Nosso Senhor. De boa vontade. mas também a mãe deste grande e vivo Deus. Os anjos só podem qualificar-se como servos do Filho de Deus.'' (Calvini Opera 45. citado por Thurian. obedecemos aos ensinamentos e preceitos da Virgem. 'Concebido por obra do Espírito Santo.38)(Obra de Calvino 45.'' (CHARLES DRELINCOURT (15951669).38) . Gütersloh). como a cheia de graça que por si mesma nada é. Jehtsh. mas que é tudo por bondade de Deus." (Ulrich Zwinglio) 21 — ''Era justo que tal Filho santo tivesse uma Mãe santa. 19 — ''Nós não acreditamos simplesmente que Deus favoreceu a santa e abençoada Virgem mais do que todos os Patriarcas e os Profetas. e.É apresentada como aquela que ouviu de maneira exemplar a palavra de Deus." (Evangelischer Erwachsenenkatechismus. conseqüentemente..

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful